Arquivo da tag: novidade

Purposyum, Challengers of Justice –  jogo da ONU será lançado na “São Paulo Play Week”

Um dos games que mais devem chamar as atenções durante o evento São Paulo Play Week, a ocorrer em 28/11/2019, é o Purposyum, Challengers of Justice, um game criado pelos alunos da ETEC Parque da Juventude com a mediação de pesquisadores do grupo de pesquisa Cidade do Conhecimento da USP. Trata-se de um jogo de cartas que coloca os jogadores em um ambiente colaborativo. A ideia é que os jogadores se unam para defender o sistema solar.

Purposyum, Challengers of Justice foi selecionado pela Organização das Nações Unidas para Drogas e Crime (UNODC) em parceria com a UNESCO entre os dez jogos da campanha “Educação para a Justiça”. O motivo para isso é que o game tem um viés social bastante social e impactante. No jogo há uma disputa colaborativa entre planetas que podem se unir para propor soluções que superem os “Desafios da Justiça” e assim evitar a destruição do sistema solar. As soluções propostas são avaliadas pelos jogadores. O macete é que se não houver a resolução de um mínimo de desafios, todos perdem.

Durante a partida, vão surgindo algumas questões como “Salvar a todos ou salvar a mim mesmo?” e “O meu planeta é mais importante que os outros?” que ajudam os participantes a refletir e trabalhar noções e problemas atuais como xenofobia, discursos de ódio, homofobia e porte ilegal de armas.

A ideia do projeto Purposyum, Challengers of Justice ganhou maturidade após Gilson Schwartz, coordenador do grupo “Cidade do Conhecimento” na USP e diretor para América Latina da rede “Games for Change”, convidar alunos da ETEC Parque da Juventude para participar ao longo de 2018 do desenvolvimento do projeto a fim de participar do concurso da ONU, que pedia jogos não-digitais que promovessem a consciência crítica sobre direitos humanos, racismo, porte de armas, guerras, violência de gênero, corrupção, crimes ambientais e respeito às leis.

A participação no São Paulo Play Week serve ao propósito de abrir o projeto à participação de escolas de todo o Brasil, criando cartas com “ícones da justiça” próprias ou até novos jogos que fortaleçam a campanha mundial de “Educação para a Justiça”. De acordo com Schwartz, o evento na USP será uma oportunidade para mobilizar a participação e também para ampliar as fontes de patrocínio e investimento no projeto, por meio de “criptomoedas criativas” (moedas digitais).

“Por meio desse estímulo, veremos que é possível aprender, brincando, sobre justiça, igualdade, diversidade, paz e reconhecimento, estado de direito e tolerância “, disse Gilson Schwartz, coordenador do projeto.

Fotos: Reprodução/TV Globo

Sobre o São Paulo Play Week

O São Paulo Play Week 2019 tem como tema a “Acessibilidade, Diversidade e Justiça” e será realizada em São Paulo, entre os dias 28 de novembro e 8 de dezembro. O evento é conhecido como  o maior evento brasileiro voltado à criação de games, jogos e brinquedos de impactos social e pessoal transformadores, de modo que ele é organizado pela rede mundial “Games for Change” na América Latina em parceria com a ETEC Parque da Juventude e coordenação do grupo de pesquisa “Cidade do Conhecimento” da Universidade de São Paulo (USP). Para saber mais, acesse o site do evento.

Abragames divulga detalhes das Bolsas da Diversidade para a GDC 2020

Já imaginou participar da Game Developers Conference 2020 (GDC), um dos maiores eventos da indústria de jogos digitais da atualidade? Pois é justamente essa a oportunidade que a Abragames, em parceria com a federação Latino-Americana de desenvolvedores de Jogos de Vídeo, irá oferecer através de 10 bolsas scholarships. A ideia é conceder oportunidades aos indivíduos menos representados da indústria.

As inscrições serão abertas em 25 de novembro e devem ser validadas de acordo com os padrões internacionais exigidos pelo programa de Scholarships da GDC e receberá pontuação de acordo com determinados critérios (explicado abaixo). Os scholarships serão distribuídos para os 10 candidatos com maior pontuação e em caso de empate, o contemplado será decidido via sorteio.

Sua inscrição será validada de acordo com os padrões internacionais exigidos pelo programa de Scholarships da Game Developers Conference e receberão pontuação de acordo com a pontuação recebida que é definida em tabela. Os scholarships serão distribuídos para os 10 candidatos com maior pontuação e em caso de empate, o contemplado será decidido via sorteio.

Fatores que serão considerados para a validação:

– Diversidade racial;
– Diversidade de gênero;
– O candidato DEVE ter condições de custear a viagem (Passagem aérea, hospedagem e custos adicionais não estão incluídos no scholarship);
– Tempo de indústria (serão priorizados iniciantes);
– Quantas vezes você já visitou a GDC? (serão priorizados novos participantes).

O scholarship inclui:

Uma credencial “GDC Core + Summits” (valor US$ 2.199). Confira tudo o que essa credencial dá acesso na tabela abaixo ou no link:

Prazo de inscrição:

25 de novembro às 23h59, horário de Brasília
Resultado preliminar dos contemplados:
05 de dezembro

Exigências:

– Ter mais de 18 anos
– Confirmação de que o/a candidato/a pode cobrir os custos e procedimentos da viagem (estadia, visto, passagem aérea, transporte, alimentação, etc.)
– Ser residente, a pelo menos 2 anos, no BRASIL
– Explicar o impacto que o scholarship terá, se obtido (esta pergunta também será pontuada)
– Não ter sido contemplado/a com o Scholarship da Federação Latino-Americana de Desenvolvedores de Jogos de Vídeo, Latam VGF em 2019 (se você ganhou o scholarship, mas não o utilizou – cedendo o espaço para outra pessoa – você está apto/a a aplicar novamente).

IMPORTANTE:

– O bolsista deverá enviar a confirmação de ter passaporte e visto americano válido ou então confirmar a entrada nos processos para retirada desses documentos até dia 15 de dezembro, caso contrário a Associação poderá transferir o scholarship.
– O scholarship da GDC NÃO pode ser vendido ou transferido.

Jogos de tabuleiro ajudam no desenvolvimento de crianças e adolescentes

Que os jogos analógicos podem ser divertidos, disso você já sabe. Mas já imaginou que jogos de tabuleiro também podem impulsionar o desenvolvimento cognitivo e social de crianças e adolescentes? Pois é essa a conclusão que Renato Simões, CEO da editora Geek N’ Orcs, chegou ao longo de seu trabalho neste meio. De acordo com Simões, durante a atividade, os jogadores são estimulados a exercitar habilidades como a atenção, memória e raciocínio lógico.

De acordo com o executivo, ao lidarem com regras, vitórias e derrotas, os participantes aprendem a colocar em prática importantes conceitos como a estratégia, concentração, paciência, liderança e comunicação. Além disso, o jogo é capaz de promover a interação, convívio e estreitamento de laços entre as crianças ou adolescentes, aponta.

Renato Simões do Geeks N’ Orcs. Foto: Arquivo pessoal.

Não é por acaso que bares e restaurantes de Belo Horizonte estão adotando jogos digitais e analógicos em seus ambientes para agradar os visitantes. O próximo passo parece ser envolver as escolas. “Vejo com muito entusiasmo, a adoção dos jogos como uma atividade didática nas salas de aula, pois ao longo das partidas, as crianças entram em contato com uma série de ensinamentos e princípios que não só são essenciais para a dinâmica do jogo, mas também para o desenvolvimento intelectual e estabelecimento de uma boa conivência em comunidade”, comenta.

Segundo Renato, atitudes como a de respeitar a vez do colega, saber lidar com a vitória ou derrota e compreender o êxito ou o insucesso como consequências comuns aos jogos, são alguns dos principais preceitos e valores que a prática pode fornecer a uma criança. O game designer aponta que além de estar nas escolas e casas, os jogos de tabuleiro vêm se fazendo presentes em estabelecimentos comerciais e também em diversos outros locais e contextos.

START – plataforma de games do UOL, lança campanha “Somos Todos Gamers”

O UOL decidiu entrar no mercado de plataforma de jogos digitais. Para isso, o grupo de mídia acaba de lançar o START, que chega para conquistar o público que busca falar sobre games e e-Sports. Para comemorar o lançamento, o grupo lançou a campanha “Somos Todos Gamers”, cujo objetivo é mostrar que todos temos um lado gamer. Em parceria com a Artplan, foram produzidos dois filmes para a campanha.

A plataforma START foi criada e, junho após por extensa pesquisa, adequando conteúdo à nova realidade do mercado, além de buscar equilíbrio entre as recentes modalidades de eSports e jogos tradicionais para PS4, PC, Nintendo, Xbox, Mobile, entre outros.

“‘Somos Todos Gamers’ nasceu para quebrar o estereótipo do gamer tradicional, mostrando um panorama muito diverso: tem aumentado o percentual de players utilizando plataformas mobile, e o público feminino está muito mais presente nas estatísticas de consumo de games, conteúdo, periféricos, entre outros. A campanha é um novo olhar sobre este mercado, falando sobre games e gamers em conteúdos inovadores, que dão voz a esse público”, comenta Mariana Perri, Coordenadora de Marketing do UOL.

O lado gamer dos personagens

Com a exibição de dois filmes de 30 segundos, a campanha “Somos Todos Gamers” comunica que a plataforma START é pensada e produzida para todos os tipos de jogadores, destacando o “lado gamer” de cada pessoa através de sua transformação gradual em personagens lúdicos.

Em um dos vídeos, a bailarina Catarina se transforma gradativamente em BlackCat, guerreira ninja cujo visual foi baseado num dos jogos preferidos dos usuários. Já no segundo filme, um boxeador que treina socos em um saco de areia se transforma em um personagem do mundo gamer, com um aumento exponencial de sua força nos treinos.

Os dois filmes da campanha serão veiculados em cinemas, TV aberta e por assinatura, OOH, redes sociais e nos canais digitais do UOL, além do desdobramento em dois anúncios impressos para revistas especializadas. Para saber mais sobre a plataforma, confira aqui.

Abaixo tem o trailer da bailarina, um dos trailers da campanha do START:

 

Board e Card Games integram os cardápios de bares, restaurantes e cafés de BH

Já pensou ir a um bar com os amigos e entre uma rodada e outra começar uma partida de War? Pois é justamente essa a nova tendência em Belo Horizonte, MG. Diversos bares, restaurantes e cafés começaram a aderir a moda, oferecendo board games, card games e jogos digitais. A ideia é oferecer aos frequentadores um ambiente aconchegante e divertido.

Entre as casas que já aderiram aos jogos estão a Funtasy, BHescape, LudoCafé, e Joker Bar e Luderia. A ideia é importada de bares e restaurantes da Europa e Estados Unidos.  Atualmente, os jogos de maior destaque nestes lugares são os de tabuleiro, como por exemplo, o Monopoly, Banco Imobiliário, Jogo da vida, Ludo, Uno, War e dentre outros mais modernos, os intitulados boardgames.

Segundo o Renato Simões, game designer e CEO da Geeks N’ Orcs (editora especializada em jogos de tabuleiro e cartas), os jogos de tabuleiro podem não só promover a interação social e uma maior aproximação entre amigos e familiares, como também ajuda no desenvolvimento da cognição e raciocínio. Assim, faz sentido incluir estes jogos em ambientes que surgiram justamente como espaços de socialização.

Renato Simões do Geeks N’ Orcs. Foto: Arquivo pessoal.

“Os board games demandam uma troca de experiências e conhecimentos entre as pessoas, que há muito tinha se perdido com o surgimento dos smartphones. Esta variação de jogo ainda contribui para a conservação da saúde cerebral e o rejuvenescimento de suas funções”, comenta.

Outras vantagens oferecidas pelos jogos de tabuleiro são o alívio do estresse cotidiano, estímulo da criatividade e imaginação, e o incentivo da colaboração entre os participantes da brincadeira. “Ao simular cenários, se submeter a novas regras, procurar compreender a estratégia do adversário, tentar manipulá-lo e descobrir qual será o seu comportamento em rodadas futuras, o jogador ativa diversas áreas do cérebro e acaba propiciando o nascimento de novas habilidades”, destaca.

Community Inc: Jogo indie te desafia a criar a aldeia dos sonhos

Hoje vamos falar de um novo jogo indie que desafia os jogadores a criar uma comunidade feliz e realizar negociações com outras raças. Trata-se de Community Inc, produzido pelo estúdio T4 Interactive. Basicamente você é o comandante dos Lings, criaturas carismáticas que obedeceram todos os seus comandos, contudo eles tem a propensão de causar problemas, o que fará com que os objetivos do jogador não sejam tão fáceis de serem cumpridos.

O título é do gênero estratégia/simulação, de modo que erigir uma comunidade eficiente demandará esforços por parte dos jogadores, afinal, além do problema comportamental de seus Lings, há outros grupos com objetivos semelhantes, ou seja, embates podem ocorrer a todo o momento. O macete é que o game não se resume a um RTS tradicional, uma vez que é possível negociar com os grupos rivais ou até formar alianças estratégicas com eles. Há ainda outro fator que pode complicar a vida do jogador: as condições climáticas e alguns eventos surpresas.

Uma das tarefas mais recorrentes de Community Inc é a construção da aldeia dos sonhos. Neste quesito o título proporciona ao jogador uma série de opções de construções. O mais interessante é que elas trazem impacto no cotidiano dos habitantes da vila. Construa uma estrada, por exemplo, e a movimentação dos cidadãos será mais rápida. De acordo com a T4 Interactive, o game possui mais de 150 itens para construir.

Seus “minions” são os Lings, criaturas trabalhadoras e extremamente obedientes, porém – como dito acima – possuem problemas de atenção e comportamento. Se você desviar atenção eles podem começar brigas entre si ou incendiar sua aldeia. Cabe ao jogador mantê-los felizes e produtivos. Para isso, você deve providenciar salários, comida, roupas e um ambiente saudável. Você pode monitorar os status das criaturas o tempo todo. O importante é não deixá-los descontentes.

Um dos elementos mais impactantes são as condições climáticas. A chuva e a neve alteram o comportamento e a saúde dos pequenos operários. Assim, o jogador deve garantir que eles possuam as melhores armas e vestimentas. Vira e mexe surgem contratos que garantem “surplus”, a moeda corrente do game, que vão te ajudar a melhorar a vila e construir estruturas mais resistentes e grandiosas. Mas lembre-se: caso as coisas saiam do controle, basta vender a vila toda.

Community Inc já está disponível desde o início do mês para o Nintendo Switch e para a Steam. Se você curte games de estratégia em tempo real e elaborar estratégias variadas para alcançar um determinado objetivo, este game é para você!

Abaixo tem um trailer de Community Inc:

Razer Gold, o crédito virtual unificado da Razer, já está disponível no Brasil

A Razer decidiu simplificar ainda mais a vida dos jogadores com a criação de um novo sistema de crédito virtual, o Razer Gold. Trata-se de um sistema que promete facilidade, segurança e descontos para a compra de jogos e conteúdos de mais de 2500 títulos de maneira descomplicada. Além dele, há a assinatura Silver, que oferece descontos em produtos Razer e outros benefícios.

“O Razer Gold é um dos maiores serviços de crédito virtual para jogadores do mundo. O jogador quer praticidade, segurança e o máximo em vantagens, e o Razer Gold – além de atender a esses desejos -, reconhece a fidelidade de seus consumidores oferecendo os benefícios do sistema de recompensas Razer Silver”, diz Dennis Ferreira, diretor e porta-voz da Razer Gold Latin America

De acordo com a Razer, para usar o sistema Gold basta criar uma conta na plataforma, carregar créditos pelo próprio site (ou em de pontos de venda cadastrados em todo o mundo) e começar a pagar as compras de games ou conteúdos com absoluta segurança e privacidade, sem precisar disponibilizar o número do cartão de crédito a cada compra de um simples acessório para um personagem de um game, por exemplo.

“Todas as transações de pagamento são altamente seguras, dados confidenciais como senhas de banco não ficam expostos e uma tecnologia de ponta protege contra fraudes”, assegura Dennis. Com uma única conta Razer Gold, os jogadores podem comprar jogos e itens de mais de 2.500 títulos para PC e para dispositivos móveis, como Free Fire, PUBG Mobile, Crossfire, League of Legends, World of Warcraft, CSGO e DOTA 2. Além disso, Dennis lembra outra vantagem, principalmente para os pais que não querem ter surpresas no cartão de crédito. Além disso, o pagar com Razer Gold, o jogador acumula a “moeda” Razer Silver para usar futuramente.

“Cada Real gasto em Razer Gold equivale a mais de 10 Razer Silver, e os créditos do Razer Silver podem ser usados para resgatar prêmios, descontos, recompensas digitais ou produtos Razer”, explica o diretor da Razer Gold Latin America.

Outra facilidade Razer Gold que também acaba de chegar ao Brasil é o cartão presente pré-pago, à venda nas Lojas Americanas em duas opções: com R$30 e com R$50 de crédito para o jogador comprar jogos digitais e obter descontos em produtos Razer, trocando os ‘Razer Silvers’ acumulados. Mais informações aqui.

Conheça a comunidade que ajuda você a encontrar jogos baratos: a Promobit

Só existe uma coisa melhor do que comprar aquilo que se deseja: comprar aquilo que se deseja com desconto! Sim, em tempos de se apertar os cintos, é realmente necessário economizar o máximo possível. Foi pensando em ajudar o consumidor que o site Promobit surgiu: filtrar as melhores promoções do país, garantindo que ninguém entre numa fria. O site funciona disponibilizando produtos de variados gêneros, incluindo livros, vestiário, filmes, eletrônicos e até videogames.

Funciona como uma comunidade online dedicada a encontrar as melhores ofertas da internet. Assim que alguém identifica uma oferta, a equipe da Promobit faz um filtro, verificando todas as lojas, garantindo que os usuários não caiam em golpes. O interessante é que o site toma ares de rede social, ou seja, a comunidade ajuda a encontrar as melhores ofertas. Lá você vai conferir ofertas de grandes redes varejistas que estejam com promoções relâmpagos; recebe cupom das Lojas Americanas; e ofertas à lá Black Friday. É bastante intuitivo e tem até um fórum de discussões, em que a comunidade discute lojas, produtos e promoções.

O mais interessante é que os descontos são realmente verdadeiros e o usuário não precisa realizar necessariamente um cadastro para aproveitar as promoções. Se você é aficionado por videogames, é possível encontrar games em promoção, equipar seu cantinho gamer com equipamentos bons e baratos. Para se ter ideia, é possível encontrar mouse e teclado gamer por preços bem tentadores.

O site é dividido por menus e você pode navegar de acordo com sua busca, tal como ocorre em qualquer outra loja de e-Comerce. A diferença é que o usuário pode se orientar sem se perder, já que a navegação é bem intuitiva. E caso não esteja encontrando o que deseja, é possível criar uma lista de desejos, daí o próprio site te comunica quando rolar alguma promoção daquele Xbox One.

O detalhe é que as ofertas seguem o padrão de tempo definido, ou seja, se você demorar demais para agarrar a chance, é possível que perca a promoção para sempre. Para facilitar as coisas, tem um App de descontos para mobile, assim não tem perigo de você perder a oportunidade se não estiver em casa. E é isso aí! Se você sente necessidade de apertar o orçamento, mas não quer perder a chance de pegar uma TV nova, fica aí a dica!

Alunos do Colégio Marista recriam pontos turísticos de Londrina usando Minecraft

O colégio Marista de Londrina resolveu inovar a metodologia de estudos geográficos e históricos da cidade paranaense: os alunos reconstruíram pontos turísticos da cidade utilizando o game Minecraft. A ideia é utilizar a tecnologia e o ludicismo dos games para envolver as crianças a fim de transmitir conhecimentos valiosos. A ideia partiu da professora Ana Paula de Oliveira Regioli Pataro e da analista de Tecnologia Educacional do Colégio Marista Londrina, Alessandra Garcia.

Para recriar a mítica cidade de Londrina, foi utilizado o jogo MinecraftEdu, versão educacional do jogo Minecraft. Os alunos do 2º ano do Ensino Fundamental fizeram uma imersão total nas disciplinas de História e Geografia para reconstruir os principais pontos turísticos e históricos de Londrina (PR). O projeto começou com uma visita pela cidade com o objetivo de conhecer a história de cada local e observar, in loco, algumas atividades econômicas e a relação campo-cidade, para identificar as principais transformações ocorridas.

“Durante o passeio, os alunos tiraram fotos dos pontos históricos para trabalhar com a releitura do local como expressão artística, utilizando o game”, explica a professora Ana Paula.

Para registrar o processo, os estudantes reconstruíram os pontos históricos vistos nos estudos de campo, trabalhando a conexão entre História, Geografia, Português, Matemática, Artes e Ensino Religioso. De acordo com a coordenadora dos Anos Iniciais do Colégio Marista de Londrina, Gislaine Garcia Magnabosco, a atividade está alinhada à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que indica o desenvolvimento de competências como a comunicação e culturar digital, por exemplo, bem como uma postura crítica frente a esse uso.

Minecraft é um jogo em que se posicionam blocos para construir cenários e mundos de forma infinita, despertando interesse nas crianças e adolescentes, pois possibilita a autoria e a imaginação.

“Temos levado nossos alunos a compreender, utilizar e criar, por meio das tecnologias digitais, buscando desenvolver o protagonismo nas produções de materiais e compartilhamento de informações e conteúdos, de forma ética e que possa contribuir com o seu crescimento pessoal, dos seus colegas e da sociedade”, diz Alessandra Garcia.

 

Música clássica e videogame: Allianz Parque Hall recebe show Game Sinfônica

Essa é para quem curte videogame music: o espaço Allianz Parque Hall irá receber a Game Sinfônica, um projeto apresentado pela Game XP com produção da Nova orquestra, que visa unir a estética de música clássica com videogames. O espetáculo ocorre no dia 19 de outubro e vai trazer um rico repertório de músicas relacionadas com os jogos mais emblemáticos da história.

De acordo com a organização do evento, a Game Sinfônica vai passar por temas de Street Fighter, Super Mario, Zelda, Pokémon, entre outros, tudo perfomado por uma orquestra com formada por 32 músicos, sob regência do maestro Éder Paolozzi e arranjos de Luiz Gustavo Zago. A expectativa é que os visitantes desfrutem de um dia memorável e emocionante. A setlist é formada por 20 músicas.

“Foi uma surpresa trabalhar com esse projeto e analisar o universo dos games. Busquei fazer uma suíte, um concerto com cinco movimentos reunindo as trilhas com uma ação e história próprias. Tem muita coisa maravilhosa sendo produzida em trilhas e buscamos desde clássicos, como Sonic, até recentes, como Halo. Na minha adolescência, brincava na casa de amigos com esses jogos lendários e foi algo bem especial revisitar essas lembranças”, conta o arranjador Luiz Gustavo Zago.

A apresentação da Game Sinfônica une dois universos distintos e promete encantar tanto os amantes de música clássica quanto os fanáticos por games. Esse é mais um espetáculo que coloca o Allianz Parque Hall como um dos espaços que mais apoiam o movimento de popularização da música clássica, encabeçado por grandes maestros e pelas principais orquestras brasileiras.

Os ingressos, que custam entre R$ 42,50 e R$ 210, já estão à venda pelo site ou na bilheteria do Allianz Parque, localizada ao lado do portão A (Rua Palestra Itália, 200).

 

Serviço – Game Sinfônica

O que: orquestra clássica com tema de videogames

Quando: 19 de outubro de 2019

Onde: Allianz Parque Hall – Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 1705 – Água Branca, São Paulo – SP, 05001-200

Horário: 19h00 (abertura dos portões) | 21h00 (início do show)

Quanto: R$ 42,50 a R$ 210,00

Site:  eventim.com.br