Arquivo da tag: lançamento

Líder indígena Kaka Werá fala sobre a concepção do game Karena na ESPM Soul

Se você é apaixonado pela cultura brasileira e gosta de vê-la representada em jogos eletrônicos, fique atento na programação da escola ESPM SP, pois a instituição está promovendo uma roda de discussões e palestras sobre este rico universo. A novidade da vez é que o líder indígena Kaka Werá participa do evento para contar os detalhes da lenda Tupi, que serviu de inspiração para o game Kerena.

Kaka Werá Jecupé é presidente do Instituto Arapongy e teve participação chave para a criação do jogo Kerena. Durante a palestra, o líder indígena falará sobre as lendas e mitos dos indídios que serviram de inspiração para o game. Além de Werá, a mesa de debate sobre o título conta com Saron e Sawara S. S., do Instituto Arapongy, professora do curso de Cinema e Audiovisual, Adriana Sá Moreira, e Vince Vader, professor e pesquisador da ESPM na área de games.

De acordo com a organização, neste ano, serão 161 atividades, que reunirão mais de 280 palestrantes, entre professores da instituição, especialistas e profissionais do mercado. As discussões sobre o universo dos games terão destaque. O ESPM Soul promove entre os dias 12 e 13 uma maratona de atividades do universos dos games, dos negócios, artísticas e culturais gratuita e aberta ao público.

Serviço: ESPM Soul – edição 2019

Debate Game Kerena: Uma Modelagem da Lenda Tupi Guarani – 13/11 – das 14 às 16 horas – Ludoteca, prédio da Biblioteca, 2º andar.

Endereço: Rua Dr. Álvaro Alvim, 123, Vila Mariana

Para conhecer toda a programação do ESPM Soul acesse o site da instituição.

 

Purposyum, Challengers of Justice –  jogo da ONU será lançado na “São Paulo Play Week”

Um dos games que mais devem chamar as atenções durante o evento São Paulo Play Week, a ocorrer em 28/11/2019, é o Purposyum, Challengers of Justice, um game criado pelos alunos da ETEC Parque da Juventude com a mediação de pesquisadores do grupo de pesquisa Cidade do Conhecimento da USP. Trata-se de um jogo de cartas que coloca os jogadores em um ambiente colaborativo. A ideia é que os jogadores se unam para defender o sistema solar.

Purposyum, Challengers of Justice foi selecionado pela Organização das Nações Unidas para Drogas e Crime (UNODC) em parceria com a UNESCO entre os dez jogos da campanha “Educação para a Justiça”. O motivo para isso é que o game tem um viés social bastante social e impactante. No jogo há uma disputa colaborativa entre planetas que podem se unir para propor soluções que superem os “Desafios da Justiça” e assim evitar a destruição do sistema solar. As soluções propostas são avaliadas pelos jogadores. O macete é que se não houver a resolução de um mínimo de desafios, todos perdem.

Durante a partida, vão surgindo algumas questões como “Salvar a todos ou salvar a mim mesmo?” e “O meu planeta é mais importante que os outros?” que ajudam os participantes a refletir e trabalhar noções e problemas atuais como xenofobia, discursos de ódio, homofobia e porte ilegal de armas.

A ideia do projeto Purposyum, Challengers of Justice ganhou maturidade após Gilson Schwartz, coordenador do grupo “Cidade do Conhecimento” na USP e diretor para América Latina da rede “Games for Change”, convidar alunos da ETEC Parque da Juventude para participar ao longo de 2018 do desenvolvimento do projeto a fim de participar do concurso da ONU, que pedia jogos não-digitais que promovessem a consciência crítica sobre direitos humanos, racismo, porte de armas, guerras, violência de gênero, corrupção, crimes ambientais e respeito às leis.

A participação no São Paulo Play Week serve ao propósito de abrir o projeto à participação de escolas de todo o Brasil, criando cartas com “ícones da justiça” próprias ou até novos jogos que fortaleçam a campanha mundial de “Educação para a Justiça”. De acordo com Schwartz, o evento na USP será uma oportunidade para mobilizar a participação e também para ampliar as fontes de patrocínio e investimento no projeto, por meio de “criptomoedas criativas” (moedas digitais).

“Por meio desse estímulo, veremos que é possível aprender, brincando, sobre justiça, igualdade, diversidade, paz e reconhecimento, estado de direito e tolerância “, disse Gilson Schwartz, coordenador do projeto.

Fotos: Reprodução/TV Globo

Sobre o São Paulo Play Week

O São Paulo Play Week 2019 tem como tema a “Acessibilidade, Diversidade e Justiça” e será realizada em São Paulo, entre os dias 28 de novembro e 8 de dezembro. O evento é conhecido como  o maior evento brasileiro voltado à criação de games, jogos e brinquedos de impactos social e pessoal transformadores, de modo que ele é organizado pela rede mundial “Games for Change” na América Latina em parceria com a ETEC Parque da Juventude e coordenação do grupo de pesquisa “Cidade do Conhecimento” da Universidade de São Paulo (USP). Para saber mais, acesse o site do evento.

Game Connection Europe – Brasil é destaque no evento que ocorre na França

Na próxima semana a Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais (Abragames) e a Apex-Brasil levarão uma comitiva de produtores de games nacionais até Paris para participar do evento Game Connection Europe (GCE). A comitiva será composta por 7 empresas, inscritas no Projeto de Exportação Brazil Games. Este é o 5º ano consecultivo que o Brasil leva uma comitiva ao evento europeu, cujo foco são negócios. A Game Connection Europe acontece entre os dias 29 a 31 de outubro.

As empresas que participam da comitiva nacional são: Cafundó Estúdio Criativo, Diorama, FiraSoft, GamePlan, Hermit Crab Game Studio, Kokku e Smash Mountain. Além dos representantes dessas empresas, o Brasil leva ainda 15 empresários, que terão a missão de angariar negócios envolvendo os jogos nacionais. Somente neste ano o projeto Exportação Brazil Games já viajou 7 vezes, incluindo participações na E3 e na Tokyo Game Show.

De acordo com a Abragames, a participação na Game Connection Europe tem sabor especial, pois será a primeira vez que o país terá um painel dedicado na programação geral do evento, com o título “Brazil: The Next Super Territory for Game Development”. O painel será apresentado pela Eliana Russi, gerente executiva do Brazil Games e idealizadora do BIG Festival. O painel brasileiro ocorre no dia 30 de outubro, às 14h.

“Vamos mostrar a vibrante indústria de games brasileira, que tem se destacado na imprensa internacional e nos eventos do setor”. A gerente executiva lembra da primeira participação do projeto na Game Connection Europe em 2013, segundo ela, a indústria brasileira era totalmente desconhecida até então. “Em cinco anos muita coisa mudou e o Brasil se tornou um player importante no mercado global de games. O trabalho feito por parceiros importantes como Apex-Brasil, Abragames, BIG Festival, entre outros, foi fundamental para colocar o país como um produtor de games e não mais um consumidor”, comemora.

 

Brazil Games no Indie Development Awards

Ainda falando sobre a Game Connection Europe, vale destacar que o Cafundó Estúdio Criativo representará nosso país na final do Indie development Awards com o jogo Tetragon. O prêmio é concedido ao melhor jogo indie avaliado pela comissão organizadora. Tetragon é finalista nas categorias Melhor Jogo Mobile e Melhor Arte, além de concorrer na categoria voto popular.

Para quem não conhece ainda, Tetragon é um puzzle 2D ambientado em um mundo em forma de quadrado cujas paredes podem mudar de posição repentinamente, reorganizando a força da gravidade do jogo. A jogabilidade inclui uma sequência de quebra-cabeças guiados por uma narrativa profunda. O lançamento global acontece no primeiro trimestre de 2020 para Mobile, Switch e PC. O jogo está entre os três mais votados no momento, ajude Tetragon a ser o vencedor do “People’s Choice award”. Vote em aqui.

Abaixo você confere um trailer de Tetragon, o finalista brasileiro na Game Connection Europe:

Community Inc: Jogo indie te desafia a criar a aldeia dos sonhos

Hoje vamos falar de um novo jogo indie que desafia os jogadores a criar uma comunidade feliz e realizar negociações com outras raças. Trata-se de Community Inc, produzido pelo estúdio T4 Interactive. Basicamente você é o comandante dos Lings, criaturas carismáticas que obedeceram todos os seus comandos, contudo eles tem a propensão de causar problemas, o que fará com que os objetivos do jogador não sejam tão fáceis de serem cumpridos.

O título é do gênero estratégia/simulação, de modo que erigir uma comunidade eficiente demandará esforços por parte dos jogadores, afinal, além do problema comportamental de seus Lings, há outros grupos com objetivos semelhantes, ou seja, embates podem ocorrer a todo o momento. O macete é que o game não se resume a um RTS tradicional, uma vez que é possível negociar com os grupos rivais ou até formar alianças estratégicas com eles. Há ainda outro fator que pode complicar a vida do jogador: as condições climáticas e alguns eventos surpresas.

Uma das tarefas mais recorrentes de Community Inc é a construção da aldeia dos sonhos. Neste quesito o título proporciona ao jogador uma série de opções de construções. O mais interessante é que elas trazem impacto no cotidiano dos habitantes da vila. Construa uma estrada, por exemplo, e a movimentação dos cidadãos será mais rápida. De acordo com a T4 Interactive, o game possui mais de 150 itens para construir.

Seus “minions” são os Lings, criaturas trabalhadoras e extremamente obedientes, porém – como dito acima – possuem problemas de atenção e comportamento. Se você desviar atenção eles podem começar brigas entre si ou incendiar sua aldeia. Cabe ao jogador mantê-los felizes e produtivos. Para isso, você deve providenciar salários, comida, roupas e um ambiente saudável. Você pode monitorar os status das criaturas o tempo todo. O importante é não deixá-los descontentes.

Um dos elementos mais impactantes são as condições climáticas. A chuva e a neve alteram o comportamento e a saúde dos pequenos operários. Assim, o jogador deve garantir que eles possuam as melhores armas e vestimentas. Vira e mexe surgem contratos que garantem “surplus”, a moeda corrente do game, que vão te ajudar a melhorar a vila e construir estruturas mais resistentes e grandiosas. Mas lembre-se: caso as coisas saiam do controle, basta vender a vila toda.

Community Inc já está disponível desde o início do mês para o Nintendo Switch e para a Steam. Se você curte games de estratégia em tempo real e elaborar estratégias variadas para alcançar um determinado objetivo, este game é para você!

Abaixo tem um trailer de Community Inc:

Gamer Gear e Microsoft criam 1º loja oficial de vestuários da marca Xbox no Brasil

Fãs do Xbox, uni-vos! A Microsoft forjou uma grande parceria com a Gamer Gear, divisão de e-commerce do grupo francês Webedia no Brasil, para o lançamento da primeira loja online de Xbox no Brasil. A loja irá vender produtos de vestuário e acessórios oficiais da marca, tais como moletons, camisetas, canecas, almofadas etc. A loja estará disponível a partir do mês de agosto.

O objetivo é que os fãs possam adquirir produtos ligados a marca e ampliar o portfólio de produtos disponíveis nas inúmeras lojas online da Gamer Gear. A Microsoft pretende ainda ampliar seu roll de produtos licenciados e deve lançar ao longo dos próximos anos coleções que vão além do vestuário, como por exemplo, volta às aulas com mochilas, cadernos e agendas, dessa forma, inclui em seu portfólio parceria com Xeryus, Kalunga e Jandaia.

“Oferecer uma linha completa e diversa de produtos licenciados de Xbox sempre foi uma vontade antiga nossa aqui na Microsoft e um pedido de longa data da nossa comunidade. Estamos muito felizes que conseguimos viabilizar esse projeto com produtos de diversos tipos feitos de gamers para gamers”, fala Bruno Motta, gerente sênior de categoria de Xbox Brasil.

A linha de produtos oficiais de vestuário da marca Xbox já está disponível para compra. De acordo com a Webedia, as próximas coleções ligadas a marca Xbox devem ser lançadas sazonalmente, aproveitando momentos importantes do mercado como no caso da Brasil Game Show, contando com coleções exclusivas para os fãs da marca. Para saber mais, acesse o site da loja.

Psikodelya – O jogo mais surreal que você vai ver hoje

Hoje o game é para quem curte aventuras que fogem do comum! Criado pelo estúdio Infinity Green, o game Psikodelya é indicado para quem procura por experiências surreais e um ambiente de jogo fora da caixinha. Conforme o título acusa, o game é inspirado em ambientes psicodélicos, de modo que o jogador vai explorar cenários totalmente fora do comum e será conduzido por sons industriais, dignos de uma viagem lisérgica.

Basicamente você é deixado para explorar uma dimensão psicodélica onde as cores são vibrantes e as coisas simplesmente não parecem reais. Entre árvores cor-de-rosa e portas fluorescentes, você deve explorar esses cenários enquanto resolve puzzles em uma pegada que lembra bastante Myst.

Uma vez que o jogador está em uma viagem surreal, algumas coisas improváveis podem ocorrer com frequência. Uma das dinâmicas mais recorrentes, aliás são os obstáculos que desafiam a gravidade. Cabe ao jogador imergir neste mundo louco e solucionar os enigmas que surgem, mas não pense que a tarefa será fácil em Psikodelya.

Psikodelya foi lançado no início deste mês de agosto e promete uma experiência bem incomum. Tal é o nível de imersão que a equipe de produção impingiu ao game que ele não é recomendado para quem sofre de ataques epilépticos e pessoas que sofrem de vertigem. Para os outros que sempre tiveram curiosidade de entender qual a sensação de uma viagem ácida, mas não tem intenção de usar drogas, este aqui pretende dar uma ideia do que seja.

O título conta tem o objetivo de te fazer questionar a sua sanidade e vencer desafios mesmo com a visão turva. São centenas de coletáveis e easter eggs para você encontrar neste “trippy game”, que já está disponível na Steam.

Abaixo você confere o trailer de Psikodelya:

Escape Hotel inaugura nova unidade no bairro Moema, em São Paulo

A Escape Hotel não para de crescer: o empreendimento especializado em jogos de fuga acaba de inaugurar sua mais nova unidade na capital paulista. A nova unidade do Escape Hotel fica localizado no bairro de Moema, na zona sul da cidade. Assim como a unidade Pinheiros, a nova unidade em Moema conta com uma variedade de salas para agradar os visitantes que procuram desafios e novidades no setor jogos de fuga. Ao todo são três salas, sendo elas “O Mistério da Mansão”, “Escola da Magia” e “O Matadouro”.

Escola da Magia” é feita sob medida para quem acompanha livros e filmes de um certo garoto bruxo. Vai soar familiar. Aqui os magos, bruxos e bruxinhas se unem em uma emocionante batalha contra o tempo para encontrar a Pedra Filosofal e frustrar os planos do Lord do Mal, que tenta pôr as mãos na relíquia. Além da trama de forte apelo entre os jovens, a sala não faz uso de cadeados nos enigmas propostos, aumentando ainda mais a atmosfera de tensão e aventura.

Na sala ”O Mistério da Mansão”, renomados detetives do naipe de Sherlock Holmes e Mister Poirot unem mentes e esforços para investigar quem matou o Comendador Bastos – um reservado e enigmático senhor cujas circunstâncias da morte são duvidosas e apontam para cinco suspeitos. Seriam as provas reais ou forjadas? Cabe aos postulantes a detetives descobrir a identidade do assassino e responder outras questões, tais como em qual aposento ocorreu a fatalidade, com qual arma e qual a motivação do crime.

Já em “O Matadouro”, vítimas de um psicopata estão presas em um calabouço e precisam decifrar os terríveis enigmas criados pela mente doentia do assassino. Inteligente, manipulador, astuto e perverso, o criminoso tem prazer em fazer mind games e explorar os limites do medo dos reféns, que têm apenas uma saída: entrar no perigoso jogo do serial killer em troca da própria vida.

Segundo Vanessa von Leszna, proprietária do Escape Hotel, a unidade Pinheiros segue plena, com a casa sempre cheia, mas a vontade empreendedora chegou forte, tanto pela vontade de oferecer ao público salas ainda mais imersivas como pela crescente demanda de ávidos clientes em busca de novas e excitantes aventuras.

“O Escape Hotel Moema representa a evolução de tudo que vivenciamos em três anos à frente do Escape Hotel Pinheiros”, diz a executiva. “É um novo conceito de lazer de fuga que estamos levando para Moema, um passo natural no ciclo de crescimento do grupo Escape Hotel”.

Por hora o Escape Hotel Moema conta com três opções de salas, entretanto a organização do empreendimento promete mais duas salas até o mês de setembro. De acordo com o Escape Hotel, os jogos de fuga da unidade Moema têm duração de uma hora e comportam grupos de 2 a 16 jogadores dependendo da sala. Esse tipo de jogo já se tornou bastante utilizado por empresas para estreitar o relacionamento entre seus funcionários. O Escape Hotel Moema oferece ainda um espaço com capacidade para 80 pessoas, ideal para eventos e festas sociais e empresariais.

 

Serviço

O EH Moema funciona de terças a domingos, das 10h às 0h, na Avenida Miruna, 770. Informações sobre valores, número de jogadores por sala e reservas podem ser obtidas no fone 11. 5052-6523 ou no site.

Conheça Árida, survival/adventure que se passa no Sertão brasileiro

Hoje vamos falar do primeiro lançamento do estúdio brasileiro Aoca Game Lab. Trata-se Árida, um jogo de aventura e sobrevivência ambientado no sertão brasileiro. Aqui o jogador deve auxiliar explorar ambientes hostis e tentar sobreviver as mazelas da seca nordestina. Você deve reunir recursos e coletar pistas que levem ao paradeiro dos pais da jovem Cícera, a protagonista do game.

Árida é ambientado no século XIX, de modo que o jogador irá se deparar com um ambiente ainda empobrecido e sem quaisquer infraestrutura. Nesse clima seco você deve encontrar Cícera e vivenciar uma jornada de sobrevivência e aventura. Muito da mecânica de jogo envolve reunir recursos, construir utensílios, aprender a utilizar ferramentas e interagir com outros sertanejos.

Para sobreviver, o jogador deve ter à mão equipamentos indispensáveis, como o facão e enxada para obtenção de alimentos, abrir caminho pelo cerrado ou ainda escavar para encontrar água. Outro equipamento importante são as pedras para afiar suas ferramentas. Em alguns momentos Árida faz lembrar o clássico Harvest Moon, afinal existe um sistema de crafting com os itens típicos da região.

Outro elemnto importante em Árida é a interação com NPCs: pessoas mais velhas a vila podem dar conselhos e até abrir novas quests que podem providenciar água e comida para Cícera. O ideal é sempre conversar com as pessoas e explorar a região em busca de novos recursos.

Árida não é apenas um game de sobrevivência, mas também uma forma de despertar o interesse do jogador pela região nordeste e conhecer mais sobre a geografia e a história do lugar. Afinal, o sertão é um lugar único do mundo, repleto de lendas e boas histórias para contar e com um povo forte e guerreiro. Conhecer um pouco dessa cultura, mesmo que pelos videogames é uma experiência encantadora.

De acordo com o estúdio Aoca, Árida: Backland’s Awakening é a primeira de três partes que contam sobre a jornada de Cícera em pleno sertão brasileiro do século XIX. O estúdio foi criado na Bahia e conta com 8 desenvolvedores, que acreditam que jogos eletrônicos são boas ferramentas para contação de história e comunicar valores. Após ver o projeto, temos de concordar. O título chega à Steam em 15 de agosto.

Abaixo tem o trailer de Árida Backland’s Awakening:

Conheça o jogo indie Amora Crystal, que estará disponível na Steam em 9 de setembro

Hoje vamos falar de um novo jogo indie que promete divertir fãs do gênero plataforma. Criado pelo brasileiro Rapha Chiavegati, Amora Crystal nos coloca no papel da personagem homônima ao título que se lança em uma missão para resgatar seu namorado das garras do terrível vilão M, que está disposto a conquistar um poderoso cristal e usá-lo para seus objetivos escusos.

Cabe a Amora utilizar suas habilidades especiais para desbravar os cenários a fim de proteger o cristal e garantir a segurança dos animais da floresta. Sim, um dos motes do jogo é atravessar os cenários sem matar um único animal (acredite, não é tarefa fácil). A jogabilidade se assemelha ao clássico Super Mario Bros., de modo que os animais seriam como os goombas que passa pelo ambiente, e a movimentação de Amora é igual ao de Mario. A cada pulo você deve tomar cuidado para não esmagar os seres vivos da floresta.

Mas você deve estar se perguntando por que é tão importante não matar os animais, certo? Pois então, de acordo com Chiavegati, se você chegar ao final do jogo sem matar nenhum animal durante toda a campanha, será premiado com o final bom. Mas se houver a morte acidental de alguma criatura, o vilão M irá usar isso contra ela.

Amora Crystal terá nada menos que 18 fases, todas elas com boas referências aos games dos anos 90. A ideia é que o jogador tenha uma experiência parecida com a que tínhamos na época dos consoles 8-16 bits. Além disso, o jogo possui diversos itens a serem coletados em todas as fases, o que incentivará a exploração.

Além disso, durante a jogatina o player se depara com algumas aves presas em gaiolas que devem ser libertadas no decorrer da aventura. Coletando os diversos itens e salvando as aves o jogador pode desbloquear desafios extras após finalizar a campanha principal. Amora Crystal estará disponível a partir do dia 9 de setembro na Steam.

Abaixo você confere o trailer de Amora Crystal:

Action VR – Loja especializada em jogos de realidade virtual é inaugurada no Minas Shopping

Mais uma empresa decidiu investir pesado na realidade virtual e decidiu abrir uma loja para quem quer passar algum tempo conhecendo novos mundos. A Action VR acaba de chegar ao Minas Shopping, localizado em Belo Horizonte, a capital mineira. Inaugurado neste mês, o estabelecimento oferece jogos de realidade virtual e diversos produtos colecionáveis dos universos geek e nerd. O objetivo é atrair fãs de jogos eletrônicos que buscam novas opções de lazer nos shoppings.

O Action VR conta com quatro estações de entretenimento virtual, variando entre jogos de corrida, ritmo musical e experiências lúdicas. Ao todo o empreendimento conta com 12 jogos para todas as idades, prometendo alto realismo e adrenalina para proporcionar experiências únicas. Os valores são R$ 20 por 15 minutos; R$ 30 por 30 minutos; ou R$ 50 por 1 hora.

Além disso, na loja, os clientes também encontram produtos variados, como canecas, copos, pop funkos, almofadas com kit pipoca, quadros decorativos e chaveiros. Toda a linha tem estampas com personagens de Harry Potter, Disney, Game Of Thrones, heróis da Marvel e da DC, além de séries, animes e filmes como La Casa de Papel, Naruto e Star Wars. Os preços são a partir de R$ 29,90.

“A cidade de Belo Horizonte é carente em relação a esse tipo de produto. Esperamos atender o público do Minas Shopping e atrair os frequentadores apaixonados por games de realidade virtual e por todo esse universo. Durante a inauguração fizemos uma ação de cosplay com o Homem Aranha, que está em cartaz no cinema, e atraímos muita gente para a nossa loja”, conta.