Arquivo da tag: indie

Psikodelya – O jogo mais surreal que você vai ver hoje

Hoje o game é para quem curte aventuras que fogem do comum! Criado pelo estúdio Infinity Green, o game Psikodelya é indicado para quem procura por experiências surreais e um ambiente de jogo fora da caixinha. Conforme o título acusa, o game é inspirado em ambientes psicodélicos, de modo que o jogador vai explorar cenários totalmente fora do comum e será conduzido por sons industriais, dignos de uma viagem lisérgica.

Basicamente você é deixado para explorar uma dimensão psicodélica onde as cores são vibrantes e as coisas simplesmente não parecem reais. Entre árvores cor-de-rosa e portas fluorescentes, você deve explorar esses cenários enquanto resolve puzzles em uma pegada que lembra bastante Myst.

Uma vez que o jogador está em uma viagem surreal, algumas coisas improváveis podem ocorrer com frequência. Uma das dinâmicas mais recorrentes, aliás são os obstáculos que desafiam a gravidade. Cabe ao jogador imergir neste mundo louco e solucionar os enigmas que surgem, mas não pense que a tarefa será fácil em Psikodelya.

Psikodelya foi lançado no início deste mês de agosto e promete uma experiência bem incomum. Tal é o nível de imersão que a equipe de produção impingiu ao game que ele não é recomendado para quem sofre de ataques epilépticos e pessoas que sofrem de vertigem. Para os outros que sempre tiveram curiosidade de entender qual a sensação de uma viagem ácida, mas não tem intenção de usar drogas, este aqui pretende dar uma ideia do que seja.

O título conta tem o objetivo de te fazer questionar a sua sanidade e vencer desafios mesmo com a visão turva. São centenas de coletáveis e easter eggs para você encontrar neste “trippy game”, que já está disponível na Steam.

Abaixo você confere o trailer de Psikodelya:

ABRAGAMES leva comitiva brasileira de desenvolvedores para a Gamescom 2019

Mais uma vez o Brasil estará bem representado no evento Gamescom 2019, o maior evento de games da Europa. De acordo com a ABRAGAMES, Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos, a cidade de Colônia, na Alemanha, receberá nada menos que 21 estúdios brasileiros. Essa delegação é composta por aproximadamente 40 desenvolvedores e produtores, cujo o objetivo é atrair investidores e mostrar a força dos jogos brasileiros em terras estrangeiras.

Entre os produtores que compõem a delegação brasileira na Gamescom estão alguns dos maiores expoentes da atualidade do cenário nacional, como a Aquiris (Horizon Chase Turbo), Hoplon (Heavy Metal Machines), Iziplay (Junk Norris’ Impossible Challenges) e a Southbox (Árida: Backland’s Awakening). Voc/~e pode conferir toda a comitiva no site da Brazil Games.

Além de exibir seus novos jogos, a comitiva brasileira ainda participa de um happy hour com outros produtores da Colômbia e do Chile no dia 21. A expectativa é que novos negócios saiam daí e que o Brasil receba mais reconhecimento dos outros países como um mercado emergente e criativo da indústria de games.

Para quem não conhece, a Gamescom é considerado um dos eventos mais importantes da indústria mundial, sendo que seu viés é mais voltado para a captação de negócios, do que na exibição e anúncio de jogos, como a E3, por exemplo. A ABRAGAMES já realizou outras excursões no passado com resultados positivos para produtores brasileiros.

 

Próxima parada: Japão

Após passar pela Gamescom, parte da comitiva brasileira já começa a arrumar as malas para participar da Tokyo Game Show, o maior evento de games da Ásia. Essa é a primeira vez que desenvolvedores brasileiros vão até o evento, mostrando que nossa indústria caminha a passos largos para o reconhecimento global.

Diferente da Gamescom, a comitiva para a TGS é mais reduzida. De acordo com a organização, a comitiva será composta pelas empresas Bravery Software, Cafundo Creative Studio, Hoplon e a Ludiware Interactive. Todos os produtores estarão localizados no espaço Latin New Stars Area.

BGS JAM premiará vencedores com estágio em estúdio de games Skullfish

Mais uma notícia importante vinda diretamente da BGS 2019. A organização da maior feira de jogos da América latina anunciou seus planos para a BGS Jam, prometendo que será a maior maratona de desenvolvimento de jogos de toda a história do evento.  Além de participar de uma competição em equipe dentro da maior feira de games da América Latina e expor seu trabalho para um público total de mais de 300 mil pessoas, os participantes deste ano terão a chance de garantir um estágio de um mês no estúdio de games Skullfish e levar pra casa um cartão pré-pago do Banco do Brasil com R$6 mil.

Como é de praxe, a competição terá duração de 48 horas, com início às 15h de 9 de outubro, e será realizada em uma área exclusiva do pavilhão de exposições do Expo Center Norte, durante a BGS, que vai de 9 a 13 de outubro. Os universitários de todo o país interessados no BGS Jam têm até o dia 30 de agosto para se inscrever gratuitamente pelo site oficial do evento. Dez equipes serão selecionadas para participar da disputa com base nos seus portfólios e as escolhidas serão reveladas até 2 de setembro, no site da BGS.

“Como maior feira de games do país, é nosso dever promover iniciativas que favoreçam e fomentem a produção nacional. Contamos com o apoio do Banco do Brasil para oferecer aos estudantes brasileiros uma competição saudável em prol da educação tecnológica e criativa. Estamos ansiosos para conhecer os participantes e, claro, seus jogos”, disse Marcelo Tavares, fundador e CEO da Brasil Game Show.

Como vai funcionar a BGS JAM em 2019

Cada time participante da BGS JAM terá três integrantes com idade igual ou superior a 18 anos, estudantes de cursos de graduação, especialização ou pós-graduação.   A competição começa às 15h, de 9 de outubro, com a revelação de um tema surpresa, que deverá ser a inspiração das equipes para desenvolverem seus jogos.

Assim como em anos anteriores, os participantes ficarão confinados em uma sala de vidro, onde, inclusive, dormirão e farão as refeições. A disputa poderá ser acompanhada em tempo real pelos visitantes da Brasil Game Show e, após as 48 horas, os jogos serão avaliados por uma banca de especialistas e ficarão disponíveis para a experimentação do público. Os vencedores serão conhecidos em 13 de outubro, às 18h.

 

Serviço – BGS 2019

Quando: 9 a 13 de outubro

Onde: Expo Center Norte, em São Paulo/SP

WOMEN GAME JAM 2019 – Maior game jam feminina da América Latina começa em setembro

Atenção, garotas gamers: o mês de setembro guarda um evento exclusivo para as mulheres que produzem jogos eletrônicos! O Women Game Jam é o principal e maior evento da América Latina dedicado a produção de jogos eletrônicos exclusivo para mulheres. Essa é a terceira edição do evento e irá ocorrer entre os dias 13 e 15 de setembro.

O evento nasceu inspirado na versão alemã – que ocorreu pela primeira vez em abril de 2018, em Magdeburg e em São Paulo simultaneamente – e tem a proposta de promover a diversidade na indústria de jogos.  O evento ocorreu simultaneamente em 8 cidades do Brasil na última edição, e dessa vez se expandirá para outros 5 países! Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru terão esse ano a sua primeira edição do evento.

Já no Brasil a Women Game Jam acontecerá em Aracaju, Brasília, Novo Hamburgo, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Carlos, São Luís e São Paulo entre os dias 13 e 15 de setembro. O grande diferencial da WGJ é ser um evento apenas para mulheres e pessoas não-binárias. De acordo com a organização, o evento dá espaço para o aprendizado e o networking, promovendo a criação de conteúdo para portfólios e visibilidade pela comunidade.

Se você é produtora de jogos e quer fazer novas amizades no mercado produtor de games eletrônicos, não deixe de participar do evento! A experiência promete ser sensacional. Mais informações no site do Women Game Jam.

Inscrições abertas para o Melhor Game Brasileiro no Prêmio Cubo de Ouro 2019

Atenção, produtores de jogos independentes, a Sintonia Geek Magazine anunciou há pouco que as inscrições para o Prêmio Cubo de Ouro 2019 estão abertas para a categoria “Melhor Game Brasileiro”. A premiação reconhece os principais nomes e projetos da cultura geek brasileira. Pode ser inscrito nesta categoria qualquer jogo digital criado para console, PC, mobile ou mídias sociais que tenha sido produzido por estúdios e/ou profissionais brasileiros.

As inscrições são gratuitas e vão até o dia 31 de agosto, devendo ser realizadas exclusivamente, por meio do formulário oficial. O regulamento completo do Prêmio Cubo de Ouro pode ser consultado aqui. De acordo com a organização, é permitida a inscrição em mais de uma categoria, desde que os critérios de admissão sejam cumpridos.

Premiação Cubo de Ouro

O Prêmio Cubo de Ouro é a primeira premiação brasileira a celebrar diversas vertentes do universo geek, uma das culturas mais crescentes no país. A votação e avaliação será realizada durante o mês de setembro e outubro. Já a revelação dos vencedores está marcada para o dia 18 de outubro, durante o Shinobi Spirit, um dos maiores eventos de cultura pop do sul do Brasil, realizado em Curitiba/PR.

Além da categoria Melhor Game Brasileiro, o Cubo de Ouro ainda ainda conta com mais sete categorias com inscrições abertas, são elas:

 

  • Melhor Literatura Geek;
  • Melhor Jogo de Mesa;
  • Melhor Filme Geek;
  • Melhor Projeto Musical Geek;
  • Melhor Cosplay;
  • Melhor Projeto Social Geek;
  • Geek Creators.

Além disso, o Prêmio Cubo De Ouro 2019 tem sete indicações com votação popular:

  • Personalidade Geek do Ano;
  • Fandom do Ano;
  • Canal, Programa ou Podcast Geek do Ano;
  • Comércio de Produtos Geeks do Ano;
  • Imprensa Geek do Ano;
  • Destaque Global Geek;
  • Prêmio Geração Geek.

 

Fórum Acadêmico de Estudos Lúdicos abre edital para o VI FAEL

Atenção, produtores de jogos e aficionados por jogos independentes: a Rede Brasileira de Estudos Lúdicos, a Cidade do Conhecimento e a Games For Change América Latina irão organizar um grande evento voltado para a produção de jogos nacional. O Concurso Rebeldias e o VI Fórum Acadêmico de Estudos Lúdicos estão com inscrições abertas para pesquisadores de todos os níveis, bem como criadores de jogos e outras manifestações lúdicas.

Os trabalhos selecionados serão apresentados no VI FAEL, que irá ocorrer entre os dias 28 a 30 de novembro de 2019, no Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da USP – Escola de Comunicações e Artes. Todos estão convidados a apresentar seus projetos lúdicos, basta submeter seu projeto até a data limite.

De acordo com a organização do evento, os convidados poderão esperar por:

  • Sessões técnicas – textos submetidos gratuitamente e aprovados pelos pareceristas
  • Oficinas – abertas à comunidade
  • Mesas-redondas – convidados especiais para encontros inusitados Cultura lúdica ● Exposição de jogos e brinquedos – do Concurso Rebeldias
  • Torneio de jogos – dos nossos parceiros
  • Performance – apresentações selecionadas por nossa curadoria

 

São quatro modalidades no concurso, sendo elas: Brinquedos; Histórias em quadrinhos; Jogos digitais e Jogos de sociedade (“jogos analógicos”, “jogos de mesa” etc.). Os projetos podem ser submetidos na forma de protótipos ou produtos finalizados e podem ter o propósito de entretenimento ou serem voltados a arte, educação ou treinamento. Lembrando que uma obra só pode ser submetida ao concurso uma vez.

 

Fique atento nas datas de submissão:

Texto (artigo completo; resumo expandido; relato de desenvolvimento): 9 de setembro;

Brinquedos; jogos de sociedade; jogos digitais; histórias em quadrinhos: 16 de setembro.

 

O CONCURSO REBELDIAS é um espaço para divulgação, exposição e testes de produtos lúdicos, voltados para produções acadêmicas, produções da indústria e iniciativas independentes. Você pode inscrever seu trabalho através do site do evento.

Conheça Árida, survival/adventure que se passa no Sertão brasileiro

Hoje vamos falar do primeiro lançamento do estúdio brasileiro Aoca Game Lab. Trata-se Árida, um jogo de aventura e sobrevivência ambientado no sertão brasileiro. Aqui o jogador deve auxiliar explorar ambientes hostis e tentar sobreviver as mazelas da seca nordestina. Você deve reunir recursos e coletar pistas que levem ao paradeiro dos pais da jovem Cícera, a protagonista do game.

Árida é ambientado no século XIX, de modo que o jogador irá se deparar com um ambiente ainda empobrecido e sem quaisquer infraestrutura. Nesse clima seco você deve encontrar Cícera e vivenciar uma jornada de sobrevivência e aventura. Muito da mecânica de jogo envolve reunir recursos, construir utensílios, aprender a utilizar ferramentas e interagir com outros sertanejos.

Para sobreviver, o jogador deve ter à mão equipamentos indispensáveis, como o facão e enxada para obtenção de alimentos, abrir caminho pelo cerrado ou ainda escavar para encontrar água. Outro equipamento importante são as pedras para afiar suas ferramentas. Em alguns momentos Árida faz lembrar o clássico Harvest Moon, afinal existe um sistema de crafting com os itens típicos da região.

Outro elemnto importante em Árida é a interação com NPCs: pessoas mais velhas a vila podem dar conselhos e até abrir novas quests que podem providenciar água e comida para Cícera. O ideal é sempre conversar com as pessoas e explorar a região em busca de novos recursos.

Árida não é apenas um game de sobrevivência, mas também uma forma de despertar o interesse do jogador pela região nordeste e conhecer mais sobre a geografia e a história do lugar. Afinal, o sertão é um lugar único do mundo, repleto de lendas e boas histórias para contar e com um povo forte e guerreiro. Conhecer um pouco dessa cultura, mesmo que pelos videogames é uma experiência encantadora.

De acordo com o estúdio Aoca, Árida: Backland’s Awakening é a primeira de três partes que contam sobre a jornada de Cícera em pleno sertão brasileiro do século XIX. O estúdio foi criado na Bahia e conta com 8 desenvolvedores, que acreditam que jogos eletrônicos são boas ferramentas para contação de história e comunicar valores. Após ver o projeto, temos de concordar. O título chega à Steam em 15 de agosto.

Abaixo tem o trailer de Árida Backland’s Awakening:

Conheça o jogo indie Amora Crystal, que estará disponível na Steam em 9 de setembro

Hoje vamos falar de um novo jogo indie que promete divertir fãs do gênero plataforma. Criado pelo brasileiro Rapha Chiavegati, Amora Crystal nos coloca no papel da personagem homônima ao título que se lança em uma missão para resgatar seu namorado das garras do terrível vilão M, que está disposto a conquistar um poderoso cristal e usá-lo para seus objetivos escusos.

Cabe a Amora utilizar suas habilidades especiais para desbravar os cenários a fim de proteger o cristal e garantir a segurança dos animais da floresta. Sim, um dos motes do jogo é atravessar os cenários sem matar um único animal (acredite, não é tarefa fácil). A jogabilidade se assemelha ao clássico Super Mario Bros., de modo que os animais seriam como os goombas que passa pelo ambiente, e a movimentação de Amora é igual ao de Mario. A cada pulo você deve tomar cuidado para não esmagar os seres vivos da floresta.

Mas você deve estar se perguntando por que é tão importante não matar os animais, certo? Pois então, de acordo com Chiavegati, se você chegar ao final do jogo sem matar nenhum animal durante toda a campanha, será premiado com o final bom. Mas se houver a morte acidental de alguma criatura, o vilão M irá usar isso contra ela.

Amora Crystal terá nada menos que 18 fases, todas elas com boas referências aos games dos anos 90. A ideia é que o jogador tenha uma experiência parecida com a que tínhamos na época dos consoles 8-16 bits. Além disso, o jogo possui diversos itens a serem coletados em todas as fases, o que incentivará a exploração.

Além disso, durante a jogatina o player se depara com algumas aves presas em gaiolas que devem ser libertadas no decorrer da aventura. Coletando os diversos itens e salvando as aves o jogador pode desbloquear desafios extras após finalizar a campanha principal. Amora Crystal estará disponível a partir do dia 9 de setembro na Steam.

Abaixo você confere o trailer de Amora Crystal:

BIG Festival 2019 – Porquê você não pode perder o maior evento de jogos independentes da América Latina

Ei, caro apaixonado por jogos, não se esqueça que entre os dias 26 e 30 de junho você tem um compromisso inadiável com o BIG Festival 2019, o maior evento de games independentes da América Latina. Além de conferir os principais jogos indies do continente, o evento contará com uma série de atrações com palestras, game jam, concurso cosplay etc. Abaixo você confere as atrações imperdíveis do BIG 2019.

De acordo com os organizadores, o evento contará com nada menos que 75 jogos (54 na competição e 21 na mostra Panorama). O objetivo é revelar grandes e ambiciosos projetos para um público ávido por alta qualidade. O grande barato é que os jogos que costumam aparecer no BIG passam meio despercebido pelo radar da grande mídia.

 

Palestras sobre jogos independentes

Dentre as atrações estão palestras sobre diversas vertentes do mercado de games. Diversos profissionais gabaritados foram convidados para falar sobre temas específicos, como eSports; Realidade Aumentada e Virtual; Processo de criação de games etc. Essas rodadas de palestras servirão para quem estuda game design ou para quem quer trabalhar na indústria. Você pode conferir a programação no site do BIG.

 

Muitos jogos para conhecer

Para quem quer descobrir novos jogos o BIG é um baita lugar. Entre osfinalistas, destaque para Pixel Ripped 1989 (ARVORE), Spaceline Crew (Coffenauts) e Burning Daylight (Miyu Distribution). Estes são apenas alguns dos finalistas na categoria Melhor Jogo do ano, mas há outras categorias como Melhor Jogo Brasileiro, Melhor Arte, Melhor Narrativa etc. Se você ficar de olho, certamente vai encontrar alguma preciosidade escondida. O mais legal é que alguns produtores fazem questão de ir ao BIG, de modo que você pode bater um papo com quem já colhe louros na indústria.

 

Conteúdo de eSports

Os organizadores do BIG estão cientes de que os eSports não param de crescer! Pensando nisso o evento contará com palestras dedicadas a falar sobre alguns pontos sobre isso, tais como mais do investimento de eSports no Brasil, como é ser um pro player e ainda conhecer o ecossistema de eSports sob o ponto de vista de experts da indústria. Se você quer saber mais sobre como o esporte virtual tende a crescer, não deixe de conferir essas palestras.

 

Desafio cosplay

Em parceria com a escola Live Arena, acontece a primeira edição do Concurso Cultural de Cosplay Live Arena no BIG Festival. Os cinco cosplayers que mais receberem likes em suas selfies no Instagram durante o BIG Festival 2019 ganharão uma bolsa do curso EAD Cosplayer e Cosmaker da Live Arena.

 

Game Jam do Facebook

Por fim, vale destacar a Game Jam que vai rolar dentro do BIG Festival. O Facebook Game Jam é uma competição onde 10 equipes serão selecionadas pelo BIG Festival e Facebook para criar um jogo do zero. Os jogos desenvolvidos serão apresentados ao júri do Facebook e ao público às 16h do domingo (30). E tudo aberto ao público.

Serviço – BIG Festival 2019

Quando: Dia 26 de julho aberto somente a players do mercado. De 27 a 30 de julho aberto ao público. Sempre das 10h às 22h

Onde: Club Homs. Endereço: Avenida Paulista 735, São Paulo, SP

Entrada: Gratuita

Pixel Show abre concurso de games digitais para produtores independentes

Mais um evento para você colocar na sua agenda! Entre os dias 30 de novembro e 1 de dezembro começa o Pixel Show, o maior evento de criatividade da América Latina. O destaque nesta edição é que foi aberto um edital para que produtores independentes de games digitais possam mostrar suas produções. A ideia é apresentar projetos digitais independentes a um júri técnico que vai avaliar e escolher o melhor jogo na noite de estreia do Pixel Show.

É uma grande oportunidade para quem está iniciando na área expor suas ideias a quem já trabalha na área e viabilizar o jogo. As inscrições para participar dessa demonstração técnica já estão abertas e vão até 30 de agosto. Seu projeto pode ser em realidade virtual, mobile, ou mesmo em fase de desenvolvimento.

Para participar você deve inscrever seu título contando a história do jogo, os objetivos etc. É primordial enviar um link para que os curadores da modalidade possam experimentar e avaliar o novo game. Serão três categorias diferentes para inscrever os jogos: “Game Independente”, “Experiências (XR, VR, AR)” e “Simuladores”. Depois de inscrito, o projeto passará pelo crivo da equipe de curadoria, que avaliará conceitos de sound design, storytelling, criatividade e inovação.

Entre os jurados estarão Rodrigo Terra, COO do centro de entretenimento de realidade virtual do estúdio Arvore e membro do XRBR, hub brasileiro de x-reality; Thiago de Freitas, diretor da Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais (Abragames) e Mariana Ayres, do Xbox Brasil.

A inscrição para o edital do Pixel Show vai até 30 de agosto. Os desenvolvedores selecionados serão informados em 30 de setembro sobre a aprovação, para organizarem a sua apresentação a um júri especial na primeira noite do Pixel Show 2019.

“Essa foi mais uma ideia para incentivar o mercado de games, que está aquecido e segue crescendo. O produtor independente que se apresentar no evento terá contato com profissionais da área, que já tocam diversos projetos, além de ser avaliado pelo nosso júri na abertura do Pixel Show e receber um prêmio, se for bem votado”, conta Allan Szacher, organizador de conteúdo do evento. Mais informações podem ser vistas no site do evento.

 

Serviço – Festival Internacional de Criatividade Pixel Show 2019

Quando: 30 de novembro a 1 de dezembro, das 8h às 21h

Abertura das aulas, congresso e concurso de games: 29/11, a partir das 17h.

Local: espaço de eventos Pro Magno (São Paulo).