Arquivo da tag: filmes

7 games inspirados nas histórias em quadrinhos

Um dos formatos de entretenimento mais antigo do mundo, as histórias em quadrinhos são um sucesso mundial, principalmente os personagens icônicos da Marvel e da DC Comics. É claro que com o advento da tecnologia esses quadrinhos foram adaptados para diversas mídias como o cinema, as animações, e é claro, os videogames. Nessa lista nós trazemos 7 jogos inspirados por personagens de histórias em quadrinhos, seguindo uma ordem cronológica pra você acompanhar um pouco da história dos videogames.

Era 8 Bits:  Superman (Atari 2600)

Superman dispensa apresentações. De quadrinhos ele virou a herói de cinema, desenhos animados, brinquedos de todos os tipos e até kit de Bingo do Superman (como pode ver na imagem abaixo). Nem mesmo o universo das apostas e de Bingo (hoje, comumente jogado em sites online) podem se distanciar do homem de aço.

O maior ícone dos super heróis, considerado o pai dos Super Heróis, Superman de Atari foi lançado em 1979, e foi o primeiro jogo de videogames baseado num personagem em quadrinhos. O jogo foi um dos primeiros jogos single player do console, foi também o primeiro game a usar várias telas para montar uma fase. Foi um dos pioneiros a ter uma função de pausa, e é considerado um jogo a frente do seu tempo. Na história, Lex Luthor destruiu uma ponte e soltou alguns criminosos, você deve reparar a ponte, prender os criminosos, e voltar para o seu trabalho no planeta diário.

Homem Aranha (Atari 2600)

Em 1982, o amigo da vizinhança ganhou o seu primeiro jogo, para o já não tão badalado Atari 2600. O jogo que foi desenvolvido pela empresa de brinquedos Parker e Brothers, consistia em ter que escalar prédios e desativar bombas plantadas pelo Duende Verde. Por maior que fosse a limitação técnica do Atari 2600, o game trazia uma fidelidade visual ao Aranha, e trazia uma interessante mecânica de Web Swing.

Era 16 bits: Teenage Mutant Ninja Turtles: Turtles in Time (Super Nintendo)

Lançado primeiro nos Arcades em 1991, mas chegando ao Super Nintendo no ano seguinte, Turtles in Time é um dos melhores Beat em’ Up já lançados. O jogo teve uma excelente recepção no seu lançamento e é lembrado e jogado até hoje por muita gente. Com possibilidade de jogar para até 4 pessoas no Arcade, e para 2 pessoas no Super, é diversão na certa descer a porrada no Clã do pé.

X-Men: Mutant Apocalypse (Super Nintendo)

Lançado em 1994, Mutant Apocalypse é um dos jogos mais elogiados dos mutantes até hoje. Produzido pela Capcom, que havia acabado de lançar o Children of Atom para os arcades, Mutant Apocalypse é um Beat em’ Up com 5 personagens. Ciclope, Wolverine, Fera, Gambit, e Psylocke. Na história, os 5 foram enviados pelo Professor Xavier para invadir Genosha e investigar a possibilidade de envolvimento de Apocalypse. No fim das contas os mutantes precisam enfrentar Magneto e sua turma. Infelizmente não somos como o Gambit e podemos energizar cartas de baralho, mas podemos usar o Betway para jogar umas partidas online de pôquer e aliviar o estresse.

Era 32 Bits: Shadow Man (PC/Nintendo 64/PSX/Dreamcast)

 Lançado em 1999, e baseado nos personagens em quadrinhos da Valiant Comics, Shadow Man é um game de aventura e ação que foi sucesso de crítica e vendas, alavancando até mesmo a não tão conhecida história em quadrinhos do personagem. O jogo recebeu uma média de notas 8 e 9 na época, e ficou marcado na memória de quem pode jogar.

Spider-Man 2: Enter Electro (PSX)

Lançado em 2001, como continuação do game do ano anterior, Spider-Man 2 melhora em tudo o que o game anterior fez, como a possibilidade de andar nas ruas, novas roupas, e uma história maior. Antes dos jogos baseados nos filmes do Homem Aranha, esse é seu game mais famoso, e é o melhor jogo baseado em Super Heróis da era 32 bits. O jogo sofreu algumas modificações e adiamento de lançamento por causa do incidente das torres gêmeas, que faziam parte de um dos cenários do jogo.

Era Moderna: Batman Arkham (PC/Xbox 360/Xbox One/Wii U/PS3/PS4)

Se tornou difícil falar sobre jogos sobre personagens em quadrinhos sem citar a série Batman Arkham, lançado em 2009 com Batman Arkham Asylum, e depois seguido pelas sequências Arkham City, Arkham Origins, e Arkham Knight. Os jogos pegam diversas referências dos quadrinhos do Batman, e cria seu próprio universo de histórias, trazendo uma trama de alta qualidade, gráficos excelentes e uma jogabilidade incrível. Conseguindo mesclar o Batman detetive, o Batman lutador, e é claro, apresentando a sua galeria de vilões com maestria, incluindo seu grande arqui inimigo, Coringa.

Menções Honrosas: The Death and Return of Superman, Adventures of Batman and Robin, Asterix, X-men Reign Apocalypse 1 e 2, os jogos do Homem Aranha baseados nos filmes do Sam Raimi, Marvel Ultimate Alliance, Injustice 1 e 2, Captain America and The Avengers, The Punisher, e muitos outros jogos baseados em personagens dos quadrinhos e não couberam na lista.

Hyper VR Festival – Evento dedicado à realidade virtual retorna ao Brasil em outubro

A realidade virtual deixou de ser uma aposta para se tornar um dos principais objetivos dos grandes estúdios tanto de cinema quanto de jogos eletrônicos. Prova disso é o Hyper VR Festival Brazil 2018, evento dedicado à realidade virtual que ocorre na cidade de São Paulo no dia 27 de outubro de 2018. O evento tem como objetivo colocar o Brasil no mapa global da indústria de Realidade Virtual.

Para isso, o Hyper VR Festival trará ao país a mais atual das experiências imersivas numa jornada dedicada a conteúdos, tecnologia, negócios e tendências de mercado. Entre os destaques, podemos destacar a presença da animação indicada ao Emmy Back to the Moon da Google Spotlight Stories, a comédia Your Spiritual Temple Sucks e o documentário The Real Thing. O evento será um prato cheio para os fãs de cinema e alta tecnologia.

De acordo com os organizadores do evento, o público poderá entrar dentro das histórias dos filmes  e participar ativamente dos filmes, animações e documentários presentes no festival, visitando locais remotos e expandindo os limites da própria ideia de realidade.

O festival também oferece o Hyper Talks, um painel repleto de palestras e workshops sobre produção e mercado de realidade virtual, com acesso aos mais renomados profissionais do setor audiovisual imersivo nacional para networking e mentorias em sessões de pitching. Exclusivo para portadores do ingresso Business.

Como destaque dos conteúdos imersivos, o festival traz animações da Google Spotlight Stories (Back to the Moon, Pearl e Rain or Shine); salas especialmente cenografadas para aumentar a experiência (Campfire Creepers, Vestige e Your Spiritual Temple Sucks) e sessões de Hyper Cinema (An Obituary, Dinner Party, Keyed Alike, Mind on War e Ray, entre outros).

Como não poderia deixar de ser, os visitantes ainda poderão entrar nos jogos eletrônicos. Os gamers poderão testar os seguintes jogos: The Lab, Pixel Ripped, The Lost Room, entre outros.

O ingresso Experience dá acesso aos filmes imersivos e games VR, além de visita a expositores. O ingresso Business dá acesso a todo o evento, incluindo os painéis profissionais, workshops e área networking, durante o dia todo.

Os organizadores informam que  haverão dois horários distintos, a fim de  garantir um melhor aproveitamento das atividades e conforto geral. Basta você escolher o horário que melhor se encaixe na sua agenda: das 11h às 15h ou das 15h às 19h. Os espaços estão sujeitos a lotação.

Serviço – Hyper VR Festival 2018

 

Ingressos – www.sympla.com.br/hyper-festival-brazil-2018

Data: 27 de outubro de 2018 – das 11h às 19h

Local: EBAC – Rua Mourato Coelho 1404, São Paulo