Arquivo da tag: documentário

HISTORY Games estreia dia 18 de agosto, com série sobre God of War

Gosta de videogames e de documentários? Pois então não deixe de conferir a nova programação voltada a jogos eletrônicos do HISTORY, nomeado HISTORY Games, que estréia em 18 de agosto, domingo, às 19hs. O programa é fruto de uma parceria com o Omelete e vai contar a história, detalhes e bastidores das franquias God of War e Mortal Kombat.

A primeira a ser exibida será a história de God of War, que terá cinco episódios e apresentará toda a trajetória de vingança de Kratos e como a Santa Mônica transformou os mitos gregos em uma história amada por milhões de jogadores ao redor do mundo. O HISTORY Games vai destacar desde suas participações no PlayStation 2 e 3, além do PSP, até a sua reinvenção no Playstation 4, que passou a explorar a mitologia nórdica.

Já em 15 de setembro, os fãs de Mortal Kombat poderão saborear o programa Top Game – Mortal Kombat. São dois episódios que revelarão como um jogo de luta com jogabilidade simplista se tornou um verdadeiro ícone da indústria dos games dos anos 90. A série traz entrevistas com os criadores Ed Boon e John Tobias, além de diversas cenas gravadas no Galloping Ghost Arcade, o maior fliperama do mundo.

Os especiais do HISTORY Games trazem entrevistas e depoimentos das equipes de desenvolvedores e chefes dos estúdios, contando sobre o processo de criação, incluindo detalhes técnicos e referências conceituais.

Na estreia, HISTORY Games exibe os dois primeiros episódios de God of War: A Criação de Um Mito, O nascimento de Kratos e Clímax da vingança, a partir das 19h.

Until 18 – Série conta histórias de jovens que partiram em busca de carreiras pouco convencionais

Terminar os estudos, arrumar um emprego estável e entrar para a faculdade ou criar uma conta no Youtube e falar suas impressões sobre o cotidiano? O pró-player YoDa e muitos outros garotos escolheram a segunda opção, investir seu tempo e esforços em fazer o que quer. Foi justamente inspirado nesses jovens que a Red Bull TV e a LinkedIn trazem a público a série “Until 18 – o momento de decisão”, série que reconta a história de jovens que decidiram seguir seu próprio caminho, ao invés de seguir os desejos de seus pais.

Um dos destaques é o episódio de YoDa, que conta sobre os seus planos para seguir uma carreira militar e narra o início acidental do que se tornaria uma trajetória de sucesso: após uma lesão no joelho, causada por um acidente, o pro-player precisou ficar de molho por meses em casa. Durante esse tempo, se empenhou em disputas de League of Legends e se tornou atleta profissional na modalidade, conquistando o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLol) no ano passado.

Foto: Fábio Piva

Until 18 – o momento de decisão tem como personagens centrais o pro-player e streamer Felipe “YoDa” Noronha, os skatistas Sandro Dias e Letícia Bufoni, o capoeirista Arthur Fiu, a cantora Tássia Reis, a artista Mari Mats, o ator Leandro Firmino, a produtora de conteúdo Ellora Haonne e a atleta de Stand-Up Paddle Nicole Pacelli, a série fala sobre paixão, determinação e os desafios encontrados em meio ao desenvolvimento de uma carreira não convencional.

Para montar o roteiro da série, a equipe de filmagem explorou criativamente elementos gráficos que ilustrassem o universo de cada personagem.“Foi inspirador e ao mesmo tempo divertido, há uma cena em um dos episódios, em que Nicole Pacelli aparece relutando sobre o que fazer em uma sala de aula debaixo d’água. E não teve efeito ali, nós realmente convencemos a Nicole a se sentar em uma cadeira escolar dentro de uma piscina cheia”, comenta Hugo Haddad, diretor de Until 18. O mesmo se deu na linguagem, quando o Sandro Dias, skatista hexacampeão mundial, precisa decidir se “dropa” ou “não dropa” da empresa do pai.

“Outro fator muito legal, que nos ajudou a reunir profissionais de áreas tão diferentes sob uma mesma linha narrativa, foi a inspiração que eles encontraram nas histórias uns dos outros. O YoDa e o Sandro atuam em universos quase opostos: estamos falando de rampas, de manobras radicais no asfalto x salas de streaming e habilidades estratégicas realizadas no computador. Mesmo assim, rolou uma sintonia, uma identificação quando um conheceu a história do outro. Algo parecido aconteceu com a Tássia Reis, que topou participar inspirada pelo depoimento do Fiu”,  explica Haddad.

Onde assistir:

A série pode ser assistida na Red Bull TV ou pelo aplicativo Red Bull TV, disponível nas TVs Samsung, Sony BRAVIA, aparelhos Blu-Ray, PlayStation®4 (PS4™), PlayStation®3 (PS3™) e Apple TV. O aplicativo também pode ser baixado nos sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone. O download também está disponível nos seguintes dispositivos: Amazon Fire TV, Kindle Fire, Nexus, Roku e Xbox 360.

Documentário: o mercado paralelo de games no Brasil

Documentário da Crua Produções vai mostrar bastidores da cena indie no Brasil

Quem não se recorda do documentário Indie Game: The Movie? Pois bem, chegou a vez de um grupo de cineastas criar uma versão nacional, mostrando os bastidores de empresas de desenvolvimento da games independentes do Brasil. A ideia é da Crua Produções  e vai abordar como tema o processo, a rotina, as dificuldades, e as conquistas de quatro empresas de jogos independentes, sendo uma empresa de Santa Catarina (Cat Nigiri), uma de Minas Gerais (GILP) e duas de São Paulo (Kinship e Sinergia). Além disso, haverá um trecho todo especial mostrando as empresas durante a BGS 2017.

O documentário já possui dois trailers lançados e são separados por “levels”. O Level 1 mostra um pouco sobre como foram as gravações com a Cat Nigiri, em Santa Catarina. E o Level 2 mostra sobre como foram as gravações com GILP, em Minas Gerais. Ambos já estão disponíveis no canal do youtube, e o restante será liberado durante os próximos três meses.

Para quem não conhece, a Crua Produções é uma produtora acadêmica independente e sem fins lucrativos criada em 2015 por alunos da Universidade Anhembi Morumbi, tendo seu primeiro projeto, o curta metragem “João 11:25”, lançado em junho de 2016 e o seu segundo projeto lançado em maio de 2017, o longa-metragem documental “A Imagem da Música: Os anos de influencia da MTV Brasil”, o qual alcançou mais de 16 mil visualizações no youtube, virando notícia em diversos veículos da internet.

Se você curte o trabalho de produtores independentes, assim como nós, fique ligado nas novidades deste projeto. De acordo com a Crua Produções, a ideia é lançar o documentário em janeiro de 2018. Já que as gravações vão ser encerradas durante a BGS, se você estiver pelo evento, quem sabe não vai aparecer no documentário?

Abaixo você confere o primeiro trailer do projeto que vai mostrar a cena indie no Brasil:

Vivo lança “Game Changers”, websérie documental sobre a indústria de games no Brasil

Quem diria que os videogames se tornariam assunto tão respeitado quanto cinema e a televisão? Prova disso é que a Vivo acabou de lançar uma websérie em formato de documentário que explora o universo dos jogos eletrônicos sob diferentes perspectivas. O projeto chamado Game Changers é composto de quatro episódios que mostram o mercado dos jogos eletrônicos sob a ótica de youtubers famosos, cyber-atletas, desenvolvedores e gamers. A série mostrará curiosidades, bastidores e a relevância deste universo que já movimentou mais de US$ 90 bilhões apenas em 2016.

Vale dizer que Game Changers é a primeira campanha digital da Vivo sobre da temática dos gamers e a primeira em linguagem de documentário. Com o projeto, a Vivo tem como objetivo se aproximar deste mercado e ser referência de banda larga para este público. A websérie conta com a participação de grandes nomes do mercado de games, como os jogadores profissionais Gabriel Kami e Murilo Takeshi; Youtubers como Pedro Rezende (Rezendeevil), Rafael Lange (Celbit), Mariana Satty, Damiani e BRKSEdu, além de dezenas de outros profissionais desse mercado.

“Neste nosso primeiro projeto documental queremos mostrar quem está por trás dessa indústria que gera empregos, oportunidades e diversão. O mercado de games é um dos grandes impulsionadores da economia digital, na qual a Vivo está trabalhando para se posicionar de forma cada vez mais forte”, diz Marcio Fabbris, vice-presidente de Marketing Consumer da Vivo.

De acordo com a Vivo, Game Changers é criação da agência Ginga, responsável pela direção criativa e estratégica do projeto, e produzida pela Vice. As primeiras gravações de Game Changers começaram no último ano, durante a Comic Con Experience, em São Paulo/SP. Todos os episódios já estão disponíveis a partir de hoje no canal da Vivo no YouTube e no site especial do prjeto. Além disso, os capítulos da websérie serão transmitidos como conteúdo na grade de programação de TV da ESPN, em data e horário a serem divulgados.

Os episódios de Game Changers

O primeiro episódio retrata o mundo das competições e dos players profissionais, abordando o que está em jogo quando um gamer decide encarar os desafios diários da vida de competidor profissional. No segundo episódio, Youtubers especializados em games contam como começaram e falam sobre a percepção que têm do universo de games.

Já o terceiro capítulo mostra os bastidores da vida dos desenvolvedores, que dedicam suas vidas a pesquisar tendências e criar games. Para finalizar, o último episódio de “Game Changers” apresenta estudantes e professores que encaram horas e horas nas salas de aula, para formar novos profissionais para este mercado tão promissor. A campanha digital trará ainda exploração de conteúdo, clipes curtos, gifs, canvas, scratch reel e outros formatos interativos. O conteúdo será publicado no Facebook, Twitter e Google.

“Nosso trabalho foi muito mais do que identificar ou explorar o segmento dos games. Consideramos que, com o projeto Game Changers, a Vivo está desempenhando o papel de revelar a grandeza e a riqueza desse universo para toda a sua base de consumidores, na mesma medida em que prestigia os protagonistas dessa indústria e se consolida como principal player de banda larga no segmento”, comenta André Felipe, Chief Creative Director da Ginga.

Abaixo tem o trailer de Game Changers

Documentário nacional vai mostrar a chegada dos videogames no Brasil

Lembra do livro chamado 1983: O Ano dos Videogames no Brasil, escrito pelo gamer Marcus Chiado? Pois bem, o autor escreveuescreveu posteriormente outro livro abrangendo o ano de 1984, pois esses dois anos foram importantes para a indústria nacional de jogos eletrônicos. Mas isso você já sabia, certo?

O que você talvez não soubesse é que Marcus uniu-se a outros gamers para levar este trabalho documental para outra mídia, a saber: o cinema. Trata-se do primeiro documentário brasileiro que visa contar como os videogames chegaram ao país.

O projeto está em desenvolvimento, mas para sair do papel, os criadores precisam da contribuição dos próprios jogadores. Por isso, o documentário está arrecadando fundos no site de crowdfunding Kickante. A meta a ser atingida é de vinte mil e com tal valor o filme conseguirá contar os primórdios do mercado, passando pela era do Game&Watch, o Pong etc.

Vale lembrar que os consoles clássicos NES, Master System, SNES e outros, não fazem parte desta parte do trabalho. Mas os autores sinalizam que eles são temas para produções vindouras.  A grande sacada é que o documentário é um verdadeiro resgate da nossa indústria de jogos eletrônicos.

Qualquer um poder contribuir, para isso basta acessar a página da campanha.

1983: o ano dos videogames no Brasil

O videogame no Brasil # Episódio 4

O videogame no Brasil # Episódio 3

O videogame no Brasil # Episódio 02

O videogame no Brasil # Episódio 01