Escape Hotel inaugura nova unidade no bairro Moema, em São Paulo

A Escape Hotel não para de crescer: o empreendimento especializado em jogos de fuga acaba de inaugurar sua mais nova unidade na capital paulista. A nova unidade do Escape Hotel fica localizado no bairro de Moema, na zona sul da cidade. Assim como a unidade Pinheiros, a nova unidade em Moema conta com uma variedade de salas para agradar os visitantes que procuram desafios e novidades no setor jogos de fuga. Ao todo são três salas, sendo elas “O Mistério da Mansão”, “Escola da Magia” e “O Matadouro”.

Escola da Magia” é feita sob medida para quem acompanha livros e filmes de um certo garoto bruxo. Vai soar familiar. Aqui os magos, bruxos e bruxinhas se unem em uma emocionante batalha contra o tempo para encontrar a Pedra Filosofal e frustrar os planos do Lord do Mal, que tenta pôr as mãos na relíquia. Além da trama de forte apelo entre os jovens, a sala não faz uso de cadeados nos enigmas propostos, aumentando ainda mais a atmosfera de tensão e aventura.

Na sala ”O Mistério da Mansão”, renomados detetives do naipe de Sherlock Holmes e Mister Poirot unem mentes e esforços para investigar quem matou o Comendador Bastos – um reservado e enigmático senhor cujas circunstâncias da morte são duvidosas e apontam para cinco suspeitos. Seriam as provas reais ou forjadas? Cabe aos postulantes a detetives descobrir a identidade do assassino e responder outras questões, tais como em qual aposento ocorreu a fatalidade, com qual arma e qual a motivação do crime.

Já em “O Matadouro”, vítimas de um psicopata estão presas em um calabouço e precisam decifrar os terríveis enigmas criados pela mente doentia do assassino. Inteligente, manipulador, astuto e perverso, o criminoso tem prazer em fazer mind games e explorar os limites do medo dos reféns, que têm apenas uma saída: entrar no perigoso jogo do serial killer em troca da própria vida.

Segundo Vanessa von Leszna, proprietária do Escape Hotel, a unidade Pinheiros segue plena, com a casa sempre cheia, mas a vontade empreendedora chegou forte, tanto pela vontade de oferecer ao público salas ainda mais imersivas como pela crescente demanda de ávidos clientes em busca de novas e excitantes aventuras.

“O Escape Hotel Moema representa a evolução de tudo que vivenciamos em três anos à frente do Escape Hotel Pinheiros”, diz a executiva. “É um novo conceito de lazer de fuga que estamos levando para Moema, um passo natural no ciclo de crescimento do grupo Escape Hotel”.

Por hora o Escape Hotel Moema conta com três opções de salas, entretanto a organização do empreendimento promete mais duas salas até o mês de setembro. De acordo com o Escape Hotel, os jogos de fuga da unidade Moema têm duração de uma hora e comportam grupos de 2 a 16 jogadores dependendo da sala. Esse tipo de jogo já se tornou bastante utilizado por empresas para estreitar o relacionamento entre seus funcionários. O Escape Hotel Moema oferece ainda um espaço com capacidade para 80 pessoas, ideal para eventos e festas sociais e empresariais.

 

Serviço

O EH Moema funciona de terças a domingos, das 10h às 0h, na Avenida Miruna, 770. Informações sobre valores, número de jogadores por sala e reservas podem ser obtidas no fone 11. 5052-6523 ou no site.

Conheça Árida, survival/adventure que se passa no Sertão brasileiro

Hoje vamos falar do primeiro lançamento do estúdio brasileiro Aoca Game Lab. Trata-se Árida, um jogo de aventura e sobrevivência ambientado no sertão brasileiro. Aqui o jogador deve auxiliar explorar ambientes hostis e tentar sobreviver as mazelas da seca nordestina. Você deve reunir recursos e coletar pistas que levem ao paradeiro dos pais da jovem Cícera, a protagonista do game.

Árida é ambientado no século XIX, de modo que o jogador irá se deparar com um ambiente ainda empobrecido e sem quaisquer infraestrutura. Nesse clima seco você deve encontrar Cícera e vivenciar uma jornada de sobrevivência e aventura. Muito da mecânica de jogo envolve reunir recursos, construir utensílios, aprender a utilizar ferramentas e interagir com outros sertanejos.

Para sobreviver, o jogador deve ter à mão equipamentos indispensáveis, como o facão e enxada para obtenção de alimentos, abrir caminho pelo cerrado ou ainda escavar para encontrar água. Outro equipamento importante são as pedras para afiar suas ferramentas. Em alguns momentos Árida faz lembrar o clássico Harvest Moon, afinal existe um sistema de crafting com os itens típicos da região.

Outro elemnto importante em Árida é a interação com NPCs: pessoas mais velhas a vila podem dar conselhos e até abrir novas quests que podem providenciar água e comida para Cícera. O ideal é sempre conversar com as pessoas e explorar a região em busca de novos recursos.

Árida não é apenas um game de sobrevivência, mas também uma forma de despertar o interesse do jogador pela região nordeste e conhecer mais sobre a geografia e a história do lugar. Afinal, o sertão é um lugar único do mundo, repleto de lendas e boas histórias para contar e com um povo forte e guerreiro. Conhecer um pouco dessa cultura, mesmo que pelos videogames é uma experiência encantadora.

De acordo com o estúdio Aoca, Árida: Backland’s Awakening é a primeira de três partes que contam sobre a jornada de Cícera em pleno sertão brasileiro do século XIX. O estúdio foi criado na Bahia e conta com 8 desenvolvedores, que acreditam que jogos eletrônicos são boas ferramentas para contação de história e comunicar valores. Após ver o projeto, temos de concordar. O título chega à Steam em 15 de agosto.

Abaixo tem o trailer de Árida Backland’s Awakening:

Influenciadores se preparam para Global Star Challenge, torneio do Chess Rush

Amanhã (27/07) é um grande dia para a Tencent Games, pois será o grande torneio Global Star Challenge de Chess Rush, campeonato mundial que irá reunir oito influenciadores. A competição envolverá os principais youtubers dos EUA, Brasil, Alemanha, Rússia e mais quatro países. Entre os confirmados já estão o youtuber brasileiro Playhard, que tem 9 milhões de seguidores, e o Disguised Toast, streamer dos Estados Unidos com 1 milhão de seguidores. Há ainda o tailandês CGGG, com 5 milhões de seguidores, e Erpan1140, youtuber da Indonésia que tem 4 milhões de fãs.

O torneio será transmitido ao vivo nas páginas do Facebook e YouTube do Chess Rush em 27 de julho. Os seguidores também poderão assistir ao vivo a partir da plataforma de streaming dos influenciadores que vão competir, como YouTube e Twitch, por exemplo. Para aumentar a dificuldade e o deixar o desafio mais interessante, o Chess Rush fez uma regra especial com oito influenciadores. Todos eles receberão um herói diferente para jogarem durante o torneio e não poderão mudar ou vender este herói durante o modo clássico.

Durante a transmissão ao vivo da final, esses oito influenciadores lutarão pelo prêmio total de $16.000. O campeão ganhará $10.000 em dinheiro e tem a oportunidade de se tornar um influenciador exclusivo do Chess Rush. O segundo lugar levará $5.000 e o terceiro levará $1.000.

Enquanto isso, aqueles que acompanharem a página oficial do Facebook ou assistirem ao torneio também poderão ganhar prêmios, entre os quais estão os recentes celulares do Xiaomi MI9, Oppo Reno e Vivo NEX.

O Chess Rush suporta mais de 50 heróis únicos, gráficos impressionantes e diferentes modos de jogo. Os jogadores têm que competir contra outros sete oponentes em um tabuleiro 8×8, combinando heróis para ganhar diferentes efeitos de status. O auto battler da Tencent Games tem os modos turbo, clássico e cooperativo.

Para mais informações sobre o Global Star Challenge Chess Rush e outros eventos, visite o website ou a página oficial do Facebook e Twitter.

Prepare-se para a encrenca! Equipe Rocket invade o Pokémon GO!

Essa é para os fãs de Pokémon GO: o jogo da Niantic acaba de se envolver em uma encrenca e os jogadores é que devem resolver a situação. Acontece é que a Equipe GO Rocket invadiu as Poképaradas com um Pokémon em péssimo estado. Cabe ao jogador enfrentar os vilões e resgatar o monstrinho.

O Professor Willow e os líderes das equipes têm trabalhado muito para observar e pesquisar esses acontecimentos da Equipe GO Rocket, e eles elaboraram um plano para restaurar as Poképaradas e resgatar o Pokémon das Sombras!

  1. Encontre a Equipe GO Rocket — Spark e o Professor Willow observaram membros da Equipe GO Rocket em volta de Poképaradas descoloridas. Parece que eles estão atrás dos recursos das Poképaradas!

 

  1. Batalhe contra a Equipe GO Rocket — Assim que você começar a encontrar os recrutas da Equipe GO Rocket, eles desafiarão você para uma batalha. Estamos contando que você vai aceitar o desafio e derrotá-los!

 

  1. Capture o Pokémon das Sombras — Depois de ganhar a batalha, você terá a oportunidade de capturar o Pokémon das Sombras que a Equipe GO Rocket abandonou de forma descuidada. Candela e o Professor Willow descobriram que esse Pokémon tem uma aparência incomum e um comportamento estranho porque a Equipe GO Rocket tentou deixá-lo mais forte de maneira não natural. Após mais pesquisas, o Professor Willow descobriu que os Pokémon Sombra não podem ser trocados pelo Treinador que os resgataram a não ser que tenham sido Purificados antes!

 

  1. Purifique o Pokémon das Sombras — Graças a toda essa pesquisa, Blanche e o Professor Willow descobriram um processo chamado Purificação. A Purificação não só ajuda o Pokémon das Sombras a retornar a um estado mais normal, como o Pokémon Purificado também pode se tornar mais forte do que os normais devido à gratidão que ele sente pelo Treinador que o salvou!

 

Se você é um dos treinadores Pokémon que apreciam o Pokémon GO, eis a hora de enfrentar os vilões mais icônicos da franquia. Abaixo você confere o trailer de revelação:

PAC-MAN Experience será apresentada durante a GAME XP 2019

Essa é para os jogadores de longa data que cresceram com o Pac-Man: a Bandai Namco e o Grupo G3 ormaram uma parceria para trazer o mascote em uma atração inedita da Game XP 2019, um dos maiores eventos de games e cultura pop do Brasil. O PAC-MAN Experience será a primeira atração itinerante oficial do mascote dos anos 80 e promete atrair jogadores da velha guarda e das novas gerações.

Ainda não ficou claro como a coisa vai funcionar, mas os organizadores da atração irão levar atração durante a Game XP 2019, nos dias 25 a 28 de julho, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. O estande terá nada menos que 200m² na área externa da Game XP. Além disso, sabe-se que os participantes devem entrar nos papéis de PAC-MAN e seus adversários, os fantasmas Blinky, Pinky, Inky e Clyde, em uma emocionante simulação do clássico arcade dos anos 1980. Assim como no game, o jogador que estiver representando PAC-MAN deve percorrer o labirinto azulado repleto de pastilhas enquanto foge a todo custo dos fantasmas.

Vencendo ou perdendo, a experiência não acaba com o fim da partida. O espaço, totalmente decorado com temas que rementem ao jogo, também contará com área para fotos e uma loja oficial com os mais diversos produtos licenciados para esta e outras marcas da BANDAI NAMCO Entertainment, como: chaveiros, camisetas, bolsas, mochilas, copos, almofadas e luminárias estilizadas de PAC-MAN, além de fantasias (infantis) e bonecos colecionáveis de DRAGON BALL Z®, NARUTO SHIPPUDEN™ e ONE PIECE®.

“A Game XP vem se consolidando desde 2017 como um dos principais eventos voltados ao público geek da América Latina. Sua proposta única de transformar o espaço em um verdadeiro GamePark tornou natural sua escolha para apresentarmos o conceito da PAC-MAN Experience.” diz Viviane Jalil, Diretora da Pepper Brands. “Temos certeza de que será uma atração divertida para pessoas de todas as idades, e estamos ansiosos para presenciar crianças e adultos de todo o país criando novas e ótimas lembranças com um personagem tão icônico como o PAC-MAN.”

Para quem não puder comparecer na Game XP, não tem problema: ainda neste semestre a PAC-MAN Experience marcará presença no Rock in Rio, antes de se tornar itinerante e iniciar um tour por sete capitais brasileiras – São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife e Fortaleza -, em um formato ainda maior (variando entre 1500 e 2000m², dependendo da cidade) e contando com diversas atrações próprias.

 

SERVIÇO – Game XP 2019

Data: 25, 26, 27 e 28 de julho

Hora: 10h às 21h

 

Conheça o jogo indie Amora Crystal, que estará disponível na Steam em 9 de setembro

Hoje vamos falar de um novo jogo indie que promete divertir fãs do gênero plataforma. Criado pelo brasileiro Rapha Chiavegati, Amora Crystal nos coloca no papel da personagem homônima ao título que se lança em uma missão para resgatar seu namorado das garras do terrível vilão M, que está disposto a conquistar um poderoso cristal e usá-lo para seus objetivos escusos.

Cabe a Amora utilizar suas habilidades especiais para desbravar os cenários a fim de proteger o cristal e garantir a segurança dos animais da floresta. Sim, um dos motes do jogo é atravessar os cenários sem matar um único animal (acredite, não é tarefa fácil). A jogabilidade se assemelha ao clássico Super Mario Bros., de modo que os animais seriam como os goombas que passa pelo ambiente, e a movimentação de Amora é igual ao de Mario. A cada pulo você deve tomar cuidado para não esmagar os seres vivos da floresta.

Mas você deve estar se perguntando por que é tão importante não matar os animais, certo? Pois então, de acordo com Chiavegati, se você chegar ao final do jogo sem matar nenhum animal durante toda a campanha, será premiado com o final bom. Mas se houver a morte acidental de alguma criatura, o vilão M irá usar isso contra ela.

Amora Crystal terá nada menos que 18 fases, todas elas com boas referências aos games dos anos 90. A ideia é que o jogador tenha uma experiência parecida com a que tínhamos na época dos consoles 8-16 bits. Além disso, o jogo possui diversos itens a serem coletados em todas as fases, o que incentivará a exploração.

Além disso, durante a jogatina o player se depara com algumas aves presas em gaiolas que devem ser libertadas no decorrer da aventura. Coletando os diversos itens e salvando as aves o jogador pode desbloquear desafios extras após finalizar a campanha principal. Amora Crystal estará disponível a partir do dia 9 de setembro na Steam.

Abaixo você confere o trailer de Amora Crystal:

Top 10 – Melhores jogos da história da EA Games

Você certamente já deve ter ouvido que a Electronic Arts (EA Games) é a pior empresa do mundo, que suas práticas são predatórias e que os executivos da empresa estão apenas sedentos por dinheiro, certo? Pois é, este post não é para passar o pano para a empresa americana, mas sim para mostrar que a EA tem belos jogos e que devem ser conferidos por qualquer um.

Confira abaixo os 10 melhores jogos da EA:

 

Battlefield 3

Battlefield já era uma franquia respeitada antes do terceiro capítulo, mas foi somente com o terceiro capítulo que a comunidade passou a ver a série da EA como um rival perigoso para o domínio de Call of Duty, da Activision. O game chegou ao mercado no final de 2013 e logo conquistou aclamação da crítica especializada e atenção dos fãs de FPS, graças as suas mecânicas bem construídas, variedade de armas e o modo multiplayer viciante.

O modo multiplayer, aliás, é o grande destaque de Battlefield 3, reunindo nada menos que até 64 jogadores (PC) em uma única partida, praticamente redefinindo os jogos de tiro online. Ainda que a franquia não tenha se mantido altura das entregas de CoD, Battlefield 3 marcou uma época dos jogos eletrônicos em que os focos estavam saindo do singleplayer para o multiplayer.

 

Dead Space

Há quem pense que jogos de terror são coisas exclusivas da Capcom e da Konami, porém até mesmo a EA já teve sua própria franquia. Dead Space colocava o jogador em uma missão investigativa no ano 2508 em uma espaçonave que perdeu comunicação de maneira misteriosa. Ao chegar a espaçonave o protagonista Isaac é atacado por estranhas criaturas alienígenas deve utilizar seu treinamento militar e inteligência para entender o que estava ocorrendo e conseguir voltar para casa.

Dead Space surgiu em um momento que os fãs de terror estavam descrentes com jogos eletrônicos, afinal Silent Hill estava em franca decadência e Resident Evil se virava para uma direção mais voltada para a ação. E que surpresa o game não se mostrou? Havia um clima claustrofóbico, jump scares e momentos de extrema tensão. Para quem não jogou, essa aqui e uma obra prima do terror.

 

The Sim 2

O simulador de vida digital alcançou seu ponto máximo no segundo jogo, tornando-se o game de PC mais vendido de todos os tempos em sua época. O título não tem objetivos específicos, deixando o jogador livre para fazer o que quisesse. Criar a casa dos sonhos, arrumar uma esposa e criar seus filhos? Sim, tudo isso e muito mais e possível! As expansões deixaram o game ainda maior e mais diversificado. Muita gente detesta a “brincadeira de casinha”, mas a verdade é que jogar meia hora de The Sims 2 pode ser a porta de entrada para o vício.

 

Mass Effect 2

Outro game lançado pela EA na geração anterior e que foi considerado uma obra prima. Mas Effect 2 foi o ponto alto da franquia, introduzindo novos personagens, permitindo que o jogador faça múltiplas escolhas (que afetam o desenvolvimento da história). Não bastasse isso, Mass Effect 2 ainda contava com cenários de tirar o folego, uma aventura cheia de reviravoltas e tramas de fundo. Não e bobagem dizer que este jogo foi um dos que definiu os RPGs ocidentais nos anos vindouros. Até mesmo os RPGs orientais acabaram influenciados pelas mecânicas de Mass Effect 2 e toda a sua escala grandiosa. Trata-se de um game extremamente bem otimizado e que merece ser jogado por todos os fãs de jogos eletrônicos.

 

Need for Speed Most Wanted (2005)

Há quem considere NFS Underground 2 o maior e melhor de toda a franquia de corridas da EA, entretanto consideramos que Most Wanted (o original de 2005) e o ponto alto da franquia. MW pegou tudo que havia de bom nas corridas de Underground, porem ao invés de corridas noturnas o jogador deveria correr a luz do dia. Sua missão principal e ascender até o topo dos corredores de Rockport, e de quebra fugir da polícia. Colocar o jogo durante o dia possibilitou que o jogador prestasse atenção em diversos detalhes do cenário e fosse inundado por um show visual espetacular. Experimente sair de um túnel escuro e ter as retinas atingidas pela luz do dia. Espetacular!

 

Burnout Paradise

Burnout 3: Takedown foi um monstro, ou seja, um game que beirava a perfeição e uma compra obrigatória. Como melhorar uma formula tão bem feita? A Criterion pegou aquela sensação de velocidade insana, transportou para a nova geração de videogames e incluiu uma cidade fictícia que dá nome ao jogo. Não bastasse isso, Burnout tinha modos de jogo e desafios extremamente funcionais e que garantiam variedade na jogatina. A quantidade de veículos também e absurda e o sistema de conquistas casou bem com o jogo. Jogadores hardcore se esforçaram bastante para conquistar todos os troféus do game. E que trilha sonora magnifica!

 

Sim City 4

Uma verdade deve ser dita: já se passaram dezesseis anos desde o lançamento de Sim City 4 e ainda não existe nenhum game de administração de cidade minimamente a altura deste jogo. Sim, a Maxis conseguiu um triunfo que nem mesmo seus produtores seriam capazes de repetir. Os gráficos envelheceram bem e a cidade está sempre em movimento, dando ao jogador a sensação de que as coisas de fato evoluem.

Sim City 4 tem tantos detalhes e desafios que o jogador se sente compelido a fazer seu melhor sempre. Disponibilizar um Estadista inteiro para o jogador construir suas cidades foi um grande acerto, pois o jogador sente que suas cidades tem propósitos e não são isoladas em um contexto aleatório (tal como ocorria nos jogos anteriores).

 

The Lord of the Rings: The Battle for Middle-Earth II

É realmente difícil escolher um único jogo de RTS da EA, afinal a empresa entregou alguns dos mais magníficos do gênero, tais como Genewars, Populous e as diversas entradas de Command & Conquer, mas escolhemos o segundo capitulo de Battle for Middle Earth porque é um dos melhores e mais envolventes jogos inspirados na Terra Média. Imagine construir seu castelo, bolar estratégias e invocar os grandes heróis e vilões para varrer o chão com a cara de seus inimigos? Não há satisfação maior. Para quem curte a mitologia de Tolkien não existe jogo mais recompensador. Uma pena que o título não teve mais sequencias.

 

Black

Black foi um jogo lançado na transição de gerações, lá no equidistante ano de 2005 e meio que fazia parecer o investimento nos novos videogames totalmente desnecessário. Os gráficos eram lindos e a jogabilidade era perfeita, com muita ação e cenários destrutíveis. Black jamais teve uma sequência direta, mas conseguiu marcar o coração de muitos jogadores. É realmente improvável que uma sequência surja, então só nos resta revogar este clássico e exaltar toda a sua qualidade.

 

Kingdoms of Amalur: Reckoning

Para a nossa última posição podíamos citar Rock Band, Dragon’s Age ou Mirror’s Edge, mas resolvemos sair do senso comum (não que esses jogos não mereça), então resolvemos dar espaço para um jogo até bem desconhecido chamado Kindoms of Amalur: Reckoning, que surgiu graças a uma parceria com a Big Huge. O título é um RPG de ação com mundo aberto onde o jogador deve destruir monstros, feiticeiros e demônios para avançar. O título segue um caminho semelhante ao Fable, da Microsoft, ou seja, você faz algumas escolhas e pode seguir um caminho mais sombrio.

O grande macete aqui mesmo é o combate baseado na ação, ainda que simplificado, pois o jogador se diverte muito e disposto a conquistar os diversos poderes disponibilizados. Uma pena não ter ganhado sequência e reconhecimento do público, pois este aqui foi um dos melhores jogos de RPG da geração Xbox 360 e PS3.

Black Dragons disputará Campeonato Brasileiro de Counter-Strike com line-up feminina

A Black Dragons resolveu inovar neste ano: a equipe anunciou há pouco que disputará o Campeonato Brasileiro de Counter-Strike com uma line-up composta exclusivamente por mulheres. Esta será a primeira vez que isso será realizado. A equipe mesclará jogadoras veteranas e novas apostas da organização. Esta será a única equipe feminina da competição, que começará no dia 25 de Julho ao vivo da GameXP, no Rio de Janeiro, mostrando o pioneirismo da equipe tão adorada..

O Campeonato Brasileiro de Counter-Strike reunirá oito das melhores equipes brasileiras em busca da prize pool total que chega a R$ 800 mil por ano. Além da Black Dragons, já estão confirmadas as equipes Evidence eSports, INTZ eSports, Redemption, SkullZ Gaming (antiga Pro Gaming) e as restantes serão anunciadas na semana que vem.

Desenvolvido em modelo de franquia, o Campeonato Brasileiro de Counter-Strike terá jogos em lan todas as quintas e sextas-feiras, direto do estúdio em São Paulo. Os jogos serão transmitidos ao vivo pelos Canais SporTV e demais plataformas de Streaming. A expectativa é que as meninas da Black Dragons mostrem sua força e façam bonito durante a competição.

CBLoL – Iniciada a venda do segundo lote de ingressos para a Final do Campeonato Brasileiro

Ainda não conseguiu comprar seu ingresso para a final do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2019 (CBLoL)? Não entre em pânico! Já iniciou a venda do segundo lote de ingressos através do site da Ticket360. A decisão será realizada no dia 7 de setembro na Jeunesse Arena, no Rio de  Janeiro – RJ. Quem tiver interesse tem que se preparar, pois a fila virtual começa às 6h.

São quatro tipos de ingressos:

  • Cadeira de Quadra – R$ 100 (inteira)
  • Cadeira Especial – R$ 100 (inteira)
  • Nível 1 – R$ 100 (inteira)
  • Nível 3 – R$ 80 (inteira)

*Meia-entrada válida de acordo com a legislação do Rio de Janeiro

Para mais informações acesse o LoL ESPORTS BR, site oficial da competição.

Serviço – Campeonato Brasileiro de League of Legends 2019 – Segunda Etapa (CBLoL)

Data: 07 de Setembro
Local: Jeunesse Arena
Endereço: Av. Embaixador Abelardo Bueno, 3401, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro/RJ
Abertura dos portões: 9h
Início da transmissão: 12h

Action VR – Loja especializada em jogos de realidade virtual é inaugurada no Minas Shopping

Mais uma empresa decidiu investir pesado na realidade virtual e decidiu abrir uma loja para quem quer passar algum tempo conhecendo novos mundos. A Action VR acaba de chegar ao Minas Shopping, localizado em Belo Horizonte, a capital mineira. Inaugurado neste mês, o estabelecimento oferece jogos de realidade virtual e diversos produtos colecionáveis dos universos geek e nerd. O objetivo é atrair fãs de jogos eletrônicos que buscam novas opções de lazer nos shoppings.

O Action VR conta com quatro estações de entretenimento virtual, variando entre jogos de corrida, ritmo musical e experiências lúdicas. Ao todo o empreendimento conta com 12 jogos para todas as idades, prometendo alto realismo e adrenalina para proporcionar experiências únicas. Os valores são R$ 20 por 15 minutos; R$ 30 por 30 minutos; ou R$ 50 por 1 hora.

Além disso, na loja, os clientes também encontram produtos variados, como canecas, copos, pop funkos, almofadas com kit pipoca, quadros decorativos e chaveiros. Toda a linha tem estampas com personagens de Harry Potter, Disney, Game Of Thrones, heróis da Marvel e da DC, além de séries, animes e filmes como La Casa de Papel, Naruto e Star Wars. Os preços são a partir de R$ 29,90.

“A cidade de Belo Horizonte é carente em relação a esse tipo de produto. Esperamos atender o público do Minas Shopping e atrair os frequentadores apaixonados por games de realidade virtual e por todo esse universo. Durante a inauguração fizemos uma ação de cosplay com o Homem Aranha, que está em cartaz no cinema, e atraímos muita gente para a nossa loja”, conta.