Wii

Wii é coisa de mulézinha

Calma, leitor. A gente adora o Wii, mas a opinião aí de cima é de Ann Hamilton, da Ubisoft, e não foi dita num tom pejorativo.

Hamilton diz que o aumento nas vendas de videogames, em grande parte por conta do Wii e do DS, está popularizando o mercado, e trazendo uma grande parte de mulheres, que preferem as plataformas da Big N.

Em dois anos, o número de mulheres jogadoras subiu de 50% para 57%. Em uma entrevista, Hamilton declarou que “o que está aumentando a venda de Wii é o uso do videogame por mulheres, garotas e famílias” e um novo foco no mercado de jogos esportivos, com games de ginástica, está em crescimento por causa deste mesmo público.

E você, leitor? O que acha disso?

[Via Wii Fanboy]

2 opiniões sobre “Wii é coisa de mulézinha”

  1. O videogame é o futuro em termos de diversão.
    Todos já sabem que atualmente esse mercado supera o de filmes e em breve deverá se tornar o maior meio de entretenimento.
    Parabéns pelo blog, pra mim é sempre uma leitura obrigatória. ;)

  2. Acho que a plataforma é voltada para toda família, mas se a Nintendo conseguiu a atenção das mulheres é um ponto para a empresa, pois desde as primeiras gerações de consoles se tenta crescer no mercado feminino, todas as tentativas em vão.
    Lembrando que a Ubisoft Brasil entrou com a proposta de fazer jogos para esse nicho de mercado, tarefa mais árdua do que parece, pois todo jogo feito para mulher é estigmatizado, o que acaba sendo rejeitado pelo público alvo e por todos os demais.

Deixe seu comentário