Arquivo da tag: xbla

Desenvolvedor critica XBLA da Microsoft por sua burocracia

Em uma entrevista com o site Gamasutra, Jonathan Blow, criador do game independente Braid – vendido pela rede XBLA – criticou a plataforma de distribuição da Microsoft.

Para Blow, a burocracia envolvida no processo de publicação e manutenção do título pela rede da Microsoft não compensa, se comparada a concorrentes como o Steam ou mesmo a autopublicação.

O gamedev explicou que ao fazer um game para o Xbox Live Arcade, você tem que dedicar de um terço ou mesmo a metade do esforço que investiu para criar o game, para lidar com burocracias como revisões de contratos e longas renegociações, além do processo de certificação.

“Eu posso viver uma vida confortável e apenas colocar meu jogo no Steam sem ter tanta dor de cabeça”, criticou, porém admitiu que a plataforma de distribuição da Microsoft ainda é importante para desenvolvedores como ele. “A XBLA tem uma grande audiência, e provavelmente ainda é maior que o Steam para alguns tipos de jogos”.

Alguém aqui já publicou games na XBLA?

[Via CVG]

Desenvolvedor independente critica Capcom e diz que foi plagiado

Vemos muitos jogos beber na fonte de games clássicos, mas não é sempre que vemos um estúdio de peso ser acusado de roubar o trabalho de um desenvolvedor independente. É exatamente isso que está acontecendo entre a independente Twisted Pixel e a distribuidora japonesa Capcom.

Em julho de 2009, o pessoal da Twisted Pixel enviou ao Xbox Live Arcade o game Splosion Man, que coloca o jogador na pele de um personagem feito de material explosivo com o objetivo de, é claro, explodir, a partir de uma série de níveis que exigem raciocínio lógico.

Meses depois, em janeiro de 2011, a Capcom colocou no ar MaXplosion, para iOS (o sistema que roda no iPhone). Nele, o jogador é Max, um personagem com habilidade de explodir para enfrentar os desafios em 20 níveis.

Para Mike Henry, programador da Twisted Pixel, o vídeo com o gameplay de MaXplosion o deixa triste. “Se você vai roubar um jogo, você deveria pelo menos entender o que o torna divertido”, disparou acrescentando que é ótimo se inspirar, mas o game em questão é roubo.

Para Michael Wilford, co-fundador da Twisted Pixel, a solução para a chateação vai ser criar um jogo melhor para o iPhone, o que segundo ele “não será difícil”. A parte mais curiosa é que Wilford afirma que a Twisted Pixel apresentou Splosion Man para a Capcom e ouviu um não na época.

E aí, o que você acha?

[Via GamesIndustry]