Arquivo da tag: Windows

Kriaturaz: jogo do estúdio Messier coloca lendas do folclore brasileiro para brigar

Um dos estandes mais bonitos da Brasil Game Show foi o do estúdio independente Messier Games. O estúdio de Santo André, SP, montou um estande todo estilizado com plantas e árvores para chamar a atenção dos jogadores para o game Kriaturaz: O Guardião das Lendas, um título que leva as lendas e folclores brasileiros para o campo de batalha à lá Killer Instinct.

O game retrata as criaturas do folclore nacional, porém com uma estética totalmente nova e agressiva. Deste modo, o Saci-Pererê ganhou traços medonhos e a Cuca deixou de ser uma mulher-jacaré, para se tornar uma criatura saída de pesadelos infantis. O estilo artístico permitiu que as personagens se adequassem ao gênero de combate (que em geral apresenta personagens agressivos e com cara de poucos amigos).

Alguns dos recursos do jogo são bastante tecnológicos e inéditos para produções locais, tais como a geolocalização e o uso de QRcodes para acesso de diferentes conteúdos. Durante a BGS, aliás, o estúdio preparou uma versão especial via Twitter em que os jogadores davam ordens de batalha online para os lutadores e estes golpes eram executados em tempo real.

Tal como funciona em Pokémon, o jogador atuará como um treinador de monstros. Ou seja, irá capturar as criaturas, treiná-las e depois coloca-las para brigar com outros seres míticos. De acordo com o estúdio, a pesquisa das quase 300 criaturas presentes no game levou cerca de 5 meses. Tais criaturas são oriundas de lendas indígenas ou trazidas pelos colonizadores europeus.

Kriaturaz conseguiu financiamento graças à lei Rouanet, que permite que impostos sejam direcionados a projetos culturais. De acordo com os desenvolvedores, o game deve chegar ao mercado em meados de 2016 para as plataformas Android, iOS e Windows Phone em um primeiro momento. Posteriormente haverá lançamentos para PC e consoles.

Veja o teaser de Kriaturaz:

Brasil Game Show lança aplicativo para manter fãs atualizados sobre o evento

Sabe uma maneira fácil e rápida de estar por dentro das notícias da Brasil Game Show a qualquer hora do dia? Baixando o aplicativo oficial do evento! Sim, a organização da maior feira de games da América Latina lançou um aplicativo exclusivo para manter os fãs atualizados sobre as novidades da feira.

O aplicativo chamado Brasil Game Show Official App é gratuito para as plataformas Android, iOS e Windows. A grande sacada é que o aplicativo disponibiliza as principais informações sobre o evento, tais como expositores, jogos confirmados, personalidades, ingressos, campeonatos, agenda de atrações, mapa da feia e notícias em primeira mão.

A melhor função do aplicativo, porém, é a possibilidade de compartilhar textos e fotos com outros usuários e visitantes do evento. Essa função funciona como uma rede social, permitindo que os usuários compartilhem fotos, interajam entre si e curtam conteúdos. A intenção é que o aplicativo ajude quem quer ir à BGS quanto quem já estiver por lá e tem a intenção de aproveitar ao máximo as centenas de atrações que ocuparão os 70 mil m² dedicados aos games. Além disso, o aplicativo vai tornar a BGS em um espaço mais dedicado à família.

Para que o visitante não deixe de ver nenhuma novidade, o app inclui um sistema de check-in que permite marcar quais foram os estandes já visitados. O aplicativo tem também um sistema de gamificação, pelo qual o usuário pontua conforme for interagindo com outros utilizadores. “Procuramos reunir todas as novidades da BGS 2015 em um único lugar. Isso permite que os visitantes fiquem atualizados sobre quais jogos, atrações e empresas estarão presentes e ainda possam interagir entre si”, afirma Marcelo Tavares, criador e CEO da BGS.

O aplicativo já está disponível gratuitamente para Android, iOS e Windows. A BGS ocorre entre os dias 8 a 12 de outubro no Expo Center Norte, em São Paulo.

Aplicativo da Brasil Game Show:

 

Serviço – BGS 2015

Quando: 08 a 12 de outubro (08 só para business e imprensa)
Onde: Expo Center Norte – Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – SP – 13h às 21h

Quanto: até 14 de setembro de 2015: R$ 69,00 (individual meia-entrada)

Sucesso do Android, Supernova lança Carcará para PCs

Um dos jogos bem comentados recentemente é o Carcará – Asas da Justiça, da produtora independente Supernova. Os motivos para todo o reconhecimentos são o roteiro sagaz, o gameplay interessante e o humor inteligente. O título desafia o jogador em uma visual novel inspirada em Ace Attorney, da Capcom, em que o jogador vivencia o clima de investigação de crimes e encara conflitos em tribunais de justiça.

O Carcará apresenta o advogado Fábio Carcará, um jovem advogado cheio de ideais que almeja trazer justiça aos mais necessitados. Para isso, ele deve desvendar os casos utilizando a lógica, coletando evidências e conversando com várias pessoas envolvidas nos casos. Após a investigação, o advogado deve levar suas evidências ao Júri, onde enfrentará advogados excêntricos em uma verdadeira batalha para ver quem tem as melhores objeções e argumentos.

A melhor parte do game é que ele acaba mostrando ao jogador algumas nuances dos Direitos do Consumidor, de modo que ele acaba servindo para divertir e orientar. As histórias apresentadas são bem desenvolvidas e mostram personagens carismáticos. O título é uma das pouquíssimas visual novel produzida no Brasil para plataforma Android. Por conta disso tudo o jogo foi um dos vencedores do Concurso INOVApps 2014.

O game foi lançado para Android gratuitamente e foi um grande sucesso de crítica e de downloads. Motivado por essas avaliações positivas, e para levar o jogo a um público mais amplo, a produtora Supernova acabou levando o game também para os PCs. Futuramente haverá um lançamento na Splitplay, de acordo com a desenvolvedora.

Abaixo está o trailer do game Carcará:

Locomotivah convida jogadores a testar Cahors Sunset

Nosso game do dia é cortesia do desenvolvedor brasileiro Rodrigo Silvestre do estúdio Locomotivah. O game chama-se Cahors Sunset e é para a plataforma Windows. No game, o jogador define as ações de um velho francês que nasceu e viveu na cidade de Cahors (França), local conhecido pela produção de vinhos e pela proximidade com o rio Lot.

O objetivo do jogador é simples: manter o jogador vivo. Para isso, basta valer-se de ações que lhe sejam benéficas. Entretanto, assim como na vida real, cada ação carrega uma reação e nem todas as escolhas mostram-se acertadas para o personagem, ou seja, alguns efeitos colaterais indesejáveis aguardam o personagem se as escolhas forem tolas.

A ideia é balancear os efeitos positivos e negativos de cada ação, de modo que o impacto na saúde do velho senhor sejam positivas. É um jogo sobre a vida, ainda que isto soe genérico. Além disso, podemos ver que o game pleiteia dar ao jogador liberdades de decisão e caráter inerentes a cada gamer. Quanto tempo você pode viver?

O time de desenvolvimento providenciou uma demo para quem quer entender este conceito ambicioso, para isso basta acessar o link do jogo.  Para quem quer o game completo, basta acessá-lo através do Desura ou do IndieCity. Cahors Sunset também pode entrar no Steam Greenlight , mas para tanto será necessário a ajuda dos jogadores.

Abaixo tem o trailer conceitual do game. Não mostra como é o título, mas introduz o conceito. Mais informações no site da Locomotivah.

Abaixo você confere o trailer do game Cahors Sunset

Vitrum está pronto: pague quanto quiser e ajude uma instituição de caridade

Vitrum

Vocês devem se lembrar do jogo Vitrum do estúdio 9heads, game de plataforma em primeira pessoa que utiliza uma engine própria para simular uma física toda especial, como superpulo e inversão de gravidade. Nós já havíamos falado sobre o jogo aqui no GameReporter, agora voltamos a falar sobre ele porquê a 9heads já lançou o produto para aquisição nas plataformas Windows.

O game pode ser comprado através das lojas Desura, Indievania e IndieCity. Porém, àqueles que acessarem o game através do Gumroad podem escolher qual preço desejam pagar (mínimo de U$4,99), além disso, o estúdio irá doar 10% dos lucros obtidos para a instituição Child’s Play. Ou seja, você escolhe quanto vai pagar no jogo e ainda ajuda uma instituição de caridade.

Para quem não conhece, Vitrum coloca o jogador no controle de um androide capacitado a converter a energia de cristais coloridos em habilidades extraordinárias, incluindo a manipulação da gravidade.  O problema é que alguns cristais causam dano ao androide. O objetivo é resolver os puzzles de cada um dos 45 estágios dentro do laboratório abandonado. O game promete exercitar o raciocínio do jogador, além de apresentar efeitos bastante inventivos para um game indie.

No vídeo abaixo, você confere como é o game:

Os dez melhores games independentes de 2011

O fim do ano é também o período de listas. Uma bem bacana foi lançada pelo blog IndieGames, que listou os dez melhores jogos independentes do ano.

A lista serve de ponto de partida para quem procura jogos divertidos e baratos – existe até um gratuito entre os dez melhores – que tenham passado batido durante o ano.

Confira o top 10, que traz a plataforma (abrange games de Windows, Mac, Linux, iOS e Xbox Live), uma tela, uma breve descrição e o link da página oficial.

:: Acesse aqui a página do Top 10 de games independentes

IsoClinous: um game indie que pode ser controlado com o Wiimote

Adoramos jogos independentes e ideias simples. Por conta disso, IsoClinous é um game que nos chamou a atenção. O plataformas para dois jogadores está disponível para Windows e Linux, gratuitamente.

O game de apenas quatro níveis coloca os jogadores no controle de um urso e um urso panda que precisam encontrar um gatinho perdido. O mais legal? IsoClinous pode ser controlado a partir de joysticks do Wii, que conforme movimentados definirão a inclinação de plataformas no cenário.

Criado na Espanha, o jogo ganhou o segundo prêmio no Wiideojuegos 2010 e o terceiro prêmio no iDeame++ 2011. Seus menus estão em espanhol, o que não deve ser um problema.

:: Baixe IsoClinous agora

Game Fest Brasil 2011 acontece este mês em São Paulo


O Game Fest Brasil é o principal evento do Brasil sobre as tecnologias de desenvolvimento para as plataformas da Microsoft focado no desenvolvimento de jogos para Windows, Xbox 360 e Windows Phone 7.  É também o primeiro evento oficial da Acigames voltado exclusivamente para profissionais, empresas e estudantes do mercado de desenvolvimento de jogos.

O evento está em sua terceira edição e será realizado no dia 19/02, a partir das 9h, na Faculdade FIAP em São Paulo. Nas duas primeiras edições o evento contou com um público superior a 3.000 pessoas e os principais profissionais do mercado nacional e internacional como palestrantes.

Na edição de 2011, o evento está organizado em quatro tracks (divisão de salas por nível):

• Básico: o desenvolvimento de jogos está cada vez focado para propósitos educacionais em escolas e universidades. Este track irá demonstrar os principais benefícios da plataforma XNA, dando o conhecimento necessário para alunos e futuros profissionais tornarem a criação de jogos realidade em suas vidas.

• Avançado:
nem só de código é feito um jogo. Nesse track você ficará sabendo de técnicas e ferramentas para a criação de roteiros, fases e efeitos especiais para uso em seus jogos.

• Conteúdo: o Brasil é tido como um dos países mais criativos do mundo, porém essa criatividade nunca foi corretamente explorada no mercado de jogos para consoles e videogames. Com o XNA, muitas das barreiras técnicas foram removidas e este track lhe dará uma visão mais profunda do que o XNA pode significar para o mercado nacional de desenvolvimento de jogos.

• Indústria: a indústria nacional de criação de jogos está vivenciando um momento de crescimento acentuado venha conhecer o que os maiores players estão planejando para os próximos anos.

Pela primeira vez o número de vagas será restrito de maneira a proporcionar conforto e tranqüilidade para o público. Apenas 230 vagas estão disponíveis e o valor para participação do evento será de R$ 69,90.

O evento oferecerá estrutura confortável de auditório e salas, dois cafés (manhã e tarde) e brindes distribuídos por patrocinadores. O Game Fest Brasil 2011 já conta com o apoio de empresas como: Faculdade FIAP, Portal Xbox, Jogo Justo, Game Shirts e a própria Acigames.

Anote na sua agenda
Data: 19/02/2011 – 9h
FIAP – Av. Lins de Vasconcelos, 1222 – Aclimação – São Paulo
Site oficial: www.gamefestbrasil.com.br

Square Enix procura ajuda de jogadores em mudanças de Final Fantasy XIV

O MMO Final Fantasy XIV, lançado para PC em setembro passado, encontrou algumas críticas ferrenhas de jogadores insatisfeitos com sua falta de conteúdo e recursos. As críticas atingiram tão duramente o título que levaram ao atraso da versão para PS3 e à mudança da direção do projeto.

O estúdio divulgou uma nota pedindo desculpas e falando que as últimas semanas de 2010 foram tumultuadas com a reestruturação na equipe e múltiplas atualizações. Mas a maior prova de humildade foi criar uma enquete pedindo um direcionamento por parte dos jogadores.

Um questionário foi mandado aos assinantes de FFXIV na tentativa de identificar as mudanças mais importantes, como uma revisão geral nos aspectos fundamentais de gameplay, atualizações mais frequentes ou ainda uma maior comunicação com os gamers.

A enquete ainda pediu para que os jogadores sugerissem novidades a serem incluídas no jogo.

O que você achou da atitude?

[Via Gamasutra]

Rapper abre processo milionário contra Take-Two por causa de GTA: San Andreas

Shagg, um dos membros de Cypress Hill, viu recentemente Grand Theft Auto: San Andreas e decidiu que a Take-Two, empresa responsável pela Rockstar Games, criadora da série GTA, o devia dinheiro.

O rapper americano abriu um processo contra a empresa que, segundo suas alegações, teriam usado sua imagem no protagonista do game, CJ, sem devidos créditos ou pagamento pela imagem.

Segundo a acusação, Shagg ouviu a respeito do game agora, e tem motivos para acreditar que a ré se aproveitou das informações passadas em uma reunião que ambos tiveram em 2003 para conversar sobre sua época de gangues, em que ele teria inclusive mencionado que os adolescentes membros da gangue usavam bicicletas.

O que o músico pede? 25% do faturamento da Take-Two com o game, o que segundo o site IGN daria US$ 250 milhões. A Take-Two chamou a ação de “totalmente sem mérito”.