Arquivo da tag: VR

Dinos do Brasil – Museu Catavento inaugura sala de realidade virtual sobre dinossauros

O grande macete dos óculos de realidade virtual é a imersão. Agora imagine visitar mundos distantes, o fundo do oceano ou planetas longe do Sistema Solar. Tudo isso é possível. O Catavento Cultural, Museu do Governo do Estado de São Paulo, resolveu utilizar a tecnologia para colocar seus visitantes em um passeio pelo planeta Terra na época dos dinossauros. No dia 18 de fevereiro o museu inaugurou a sala Dinos do Brasil, que fica na seção “Vida” do Museu.

A sala conta com 100m² e dá ao visitante um vislumbre de como era nosso mundo na era mesozóica – entre 250 milhões e 65 milhões de anos atrás – com auxílio de óculos de realidade virtual. A aplicação foi desenvolvida pela startup brasileira VR Monkey com patrocínio da Intel e da Ambev. De acordo com o Catavento Cultural, a sala Dinos do Brasil terá sete sessões diárias com 40 minutos de duração e capacidade para 25 pessoas. A bordo de uma cápsula do tempo, a atividade levará o público para uma viagem pelas paisagens primitivas do Brasil, de norte a sul, nos períodos Triássico e Cretáceo.

catavento-espaco-cultural-da-c-4506818202512806Uberabatitan, Abelissauro, Unaissauro e Saturnália são algumas das espécies de dinossauros brasileiros que irão interagir com os visitantes, junto a outros animais pré-históricos, em meio a um passeio por florestas, desertos e áreas vulcânicas que, à época, faziam parte do relevo do território nacional. A experiência multissensorial, que estimula visão, audição e senso de direção, irá atrair não somente as crianças, frequentadoras assíduas do museu, mas também os adultos que apreciam História, tecnologia egames.

O projeto Dinos do Brasil contou com a consultoria do Prof. Dr. Luiz Anelli do Instituto de Geociências da USP, com o apoio da FAPESP por meio do PIPE. É o primeiro projeto de realidade virtual financiado pela Lei Rouanet. A intenção é divertir os visitantes, além de utilizar a tecnologia para apresentar ciência e biologia para as pessoas. Vale lembrar que muitos produtores de games acreditam que a realidade virtual pode se tornar bastante popular em instituições de ensino no futuro.

 

Serviço – Dinos do Brasil

Onde: Museu Catavento Cultural – Palácio das Indústrias – Avenida Mercúrio, s/no, Parque Dom Pedro II, Centro – São Paulo/SP

Sessões: 10h, 11h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h (de terça a sexta-feira sessões para grupos agendados, aos finais de semana, férias escolares e feriados é necessário retirar senha para participar da atividade).

Capacidade: 25 pessoas por sessão

Telefone(011) 3315-0051

Funcionamento: terça a domingo, das 9h00 às 17h00 (bilheteria fecha às 16h)

Ingresso: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia). Aposentados, crianças de 4 a 12 anos, estudantes com carteirinha e pessoas com deficiência pagam meia. Aos sábados, a entrada é gratuita para todos os visitantes

 

Realidade virtual estará em alta durante o evento FITIC 2016

Quem curte fazer trilha mesmo já deve ter imaginado uma situação de entrar na floresta Amazônica, certo? E quem curte música já deve ter tido a curiosidade de conhecer os bastidores do processo de um criação de um videoclipe. Pois bem, a FITIC – Feira de Tecnologia e Inovação, terá uma exposição em que os visitantes poderão conferir isso e muito mais.

O evento será realizado entre os dias 15 a 18 de dezembro e promete uma série de novidades do mundo da realidade virtual. O FITIC é uma realização em parceria  com o a Greenpeace. A VR EXPERIENCE ZONE  propiciará um passeio  em VR  360º na floresta amazônica, já a Vevo vai possibilitar que os visitantes descubram os bastidores do processo de criação de um videoclipe.

Além disso, as últimas tendências dos games também estarão em exposição. De acordo com os organizadores nos próximos quatro anos a venda de aparelhos de realidade virtual deve crescer a um ritmo anual de 84,5%, chegando a 50 milhões de unidades em 2020. E a tendência é que o segmento se popularize ainda mais. Segundo uma pesquisa da Advanced Imaging Society, de Hollywood, 70% dos americanos entre 18 e 60 anos se mostram extremamente interessados no assunto. No Brasil, a FITIC – Feira de Tecnologia e Inovação trará ao público um grande espaço inteiramente dedicado à categoria.

business-lounge-opti-1024x574Na FITIC, os participantes terão acesso a uma área de experiência, em que os equipamentos poderão ser utilizados. Os visitantes terão, por exemplo, a oportunidade de experimentar óculos de realidade virtual que os levarão direto para a floresta Amazônica, com visão 360°. A atração é resultante de uma parceria com o Greenpeace e vai permitir que o público conheça um pouco mais da maior floresta tropical e reserva de biodiversidade do planeta, sem sair de São Paulo.

Entre as diversas atrações do segmento, uma parceria com a Vevo vai permitir que os visitantes participem de videoclipes e acompanhem todo o processo de montagem, efeitos e produção, por meio da realidade aumentada. O público ainda terá a oportunidade de viajar sem sair do lugar, se aventurar em tirolesas e conhecer as últimas novidades em games.

“Até bem pouco tempo atrás muitos pensavam que VR, ou realidade virtual, seria sempre um sonho de autores de ficção científica. Hoje em dia já é possível ver a tecnologia aplicada em diversos campos como turismo, entretenimento, educação e saúde. Suas vantagens se tornaram acessíveis ao público em geral, transformando-a numa opção de lazer e conhecimento”, declara Luís Prata, CEO da FITIC.

A Messier, empresa brasileira de produção de games com experiência digital, levará aos visitantes três criações. Uma delas é a versão para o premiado mangá Holy Avenger, um jogo de aventura em 3D para PC e Consoles (XBOX e PlayStation), no estilo “Hack and Slash”, jogos que enfatizam o combate. Outra atração no segmento é o Opus Castle, um horror game em realidade virtual gestual. A história acontece dentro de um pequeno castelo, onde uma família foi brutalmente assassinada.

O jogador precisa escapar do local e enfrentar seus medos mais terríveis. Para isso, o jogador experimenta uma imersão sensorial que usa, além dos óculos de realidade virtual, dois controles, um em cada mão, sensíveis aos movimentos e aos toques. Os óculos de realidade virtual da HTC VIVE possuem ainda duas telas de 1200×1080, uma para cada olho, com taxa de atualização de 90 hz que torna a experiência altamente realista.

Quem estiver na feira também poderá conhecer o Kriaturaz, jogo em que os personagens são parte de um novo conceito de lendas, mitos e folclore do Brasil. O jogador deve controlar e cuidar de uma criatura nascida de um pequeno ovo, que passará por diversas evoluções, começando por um nível completamente inferior (mirim) para o nível mais alto no panteão dos mitos, o Guardião das Lendas. Neste game totalmente em 3D, que mescla batalhas por turno e RPG clássico com a evolução do personagem, perda de itens ao morrer, e adição de pontos e atributos baseados em experiências, o jogador terá, ao longo de sua jornada, que desbravar cada região do Brasil, solucionando questões e enfrentando inimigos para que o mundo das lendas não entre em colapso com o mundo humano.

Entre as várias experiências da feira, os visitantes poderão viajar para o interior de São Paulo sem sair do lugar com a Tirolesa VR, inédita no Brasil. Viabilizada pela VR Studios, em parceria com o município de Brotas (SP), a atração permitirá que o público se aventure em duas das tirolesas mais famosas da cidade: o Voo do Tarzan, com 1.100 metros de percurso e 1 minuto e 20 segundos de duração, e Voo do Vale, com 800 metros de percurso e 1 minuto de descida.

Os participantes ficarão suspensos em uma estrutura metálica exatamente como se estivessem em um equipamento real. Em seguida, usarão os óculos de realidade virtual, no qual verão uma gravação em 360º realizada nas tirolesas de Brotas. Fortes ventiladores simularão o vento da descida nos rostos das pessoas. Os visitantes também vão conhecer diversas soluções que podem ser aplicadas nos segmentos de turismo, educação, arquitetura e saúde.

Quem estiver na feira também poderá conhecer Foz do Iguaçu, no Paraná. No estande da AIS – Ambientes Virtuais, as pessoas poderão fazer um tour por pontos turísticos como Itaipu Binacional, Cataratas do Iguaçu e Dream Land. A empresa Esconderijo das Crianças levará a revista de realidade virtual Mundo360, que reúne um pacote de experiência completo interagindo óculos, revista e um aparelho celular.

Essa iniciativa trouxe em um mesmo produto uma mídia que já tem mais de 350 anos juntamente com uma mídia que ainda está se desenvolvendo como mercado. A empresa apresentará, também, a melhor solução de sistema de votação online, a Chooicely, que recentemente apresentou resultados surpreendentes em um grande concurso de beleza fitness e que poderão ser conferidos em demos para os visitantes.

Para mais detalhes sobre as atrações da FITIC, acesse a programação.

SERVIÇO: FITIC – Feira de tecnologia e inovação
Data: 15 a 18 de dezembro
Local: Centro de Exposições de São Paulo
Endereço: Rod. dos Imigrantes, s/n – Água Funda, São Paulo – SP

Batman Arkham VR chega à VR Gamer com exclusividade

Um dos games de maior destaque entre aqueles dedicados à realidade virtual sem duvidas é Batman Arkham VR, que foi um dos melhores da BGS 2016. Ciente de que os fãs do Cavaleiro das Trevas estão ansiosos para colocar as mãos no Game, a VR Gamer conseguiu incluir o título em seu catálogo. No game, temos a cidade de Gotham sob o jugo dos piores vilões dos quadrinhos e só Batman pode salvá-la.

Graças ao uso do Playstation VR, os jogadores podem entrar na pele o vigilante mais bacana dos quadrinhos. Além de explorar Gotham, o jogador precisará usar todos os aparelhos e a inteligência do Maior Detetive do Mundo para resolver um grande mistério que ameaça a vida de seus aliados.

Para quem não conhece, a VR Gamer é a primeira casa arcade dedicada exclusivamente a jogos de realidade virtual no Brasil. A expectativa é que com a inclusão de Arkham VR, o público da casa cresça ainda mais. Todos os jogos para PS4 VR, lançados mundialmente ontem (13), já estão disponíveis em primeira-mão no primeiro arcade VR do Brasil.

Alguns dos títulos incluem ‘Loading Human: Chapter 1’, ‘Rush of Blood’, ‘Battle Zone’, ‘EVE: Valkyrie’, ‘RIGS Mechanized Combat League’ e ‘PlayStation VR Worlds’. É necessário marcar hora para jogar o Playstation VR pelo telefone (11) 5081-7623, pelo e-mail contato@vrgamer.com.br ou por WhatsApp: (11) 9-6449-5635.
Os gamers podem testar o Playsatation VR a partir de 15 reais. Os preços são os mesmos do HTC Vive, e a promoção especial continua, das 13h às 18h, de segunda a sexta.

Serviço – Batman Arkham VR na Casa VR GAMER

O que:  Arcade de realidade virtual; mais de 60 jogos e experiências com HTC VIVE
Onde: Rua Dona Inácia Uchoa, 373 – Vila Mariana – São Paulo/SP
Funcionamento: De segunda a segunda, das 13h às 22h.
Quanto: R$ 30/30min.

VR Gamer, a primeira Casa de Arcade de realidade virtual do Brasil, é inaugurada em São Paulo

Os óculos de realidade virtual já conquistaram o status de “tendência dos games” para o futuro. O grande problema é que esses assessorios não devem custar pouco nos primeiros anos, o que der afastar muitos dos jogadores. Entretanto Ja existe uma alternativa para quem quer conhecer os jogos VR mas não podem investir no equipamento por enquanto: a VR Gamer, uma casa de games dedicada aos jogos de realidade virtual.

A VR Gamer é a primeira Casa de  Arcade de realidade virtual do Brasil. O recinto foi recém-inaugurado em São Paulo, no bairro Vila Mariana. Lá os jogadores encontram salas individuais bastante confortáveis e uma biblioteca com mais de 60 títulos. A VR Gamer possui cinco salas equipadas com um set completo de realidade virtual com ambiente mapeado, óculos HTC Vive, o mais avançado do mercado, e computadores de última geração.

Para quem nunca jogou, a realidade virtual é uma experiência indescritível. Os óculos cobrem totalmente os olhos e os fones de ouvido garantem o som ambiente do game. São possibilidades de experiências únicas, como voar pelo sistema solar e ver os planetas de perto, em todos os detalhes, e até pegá-los na mão; ou observar as criaturas abissais do oceano, ou passear por um recife de coral colorido, ou explorar o corpo humano em detalhes. Para os fãs de Star Wars, a experiência de Trials on Tattooine, em que a espaçonave Millenium Falcon pousa sobre o jogador e o droid R2-D2 lhe entrega um sabre de luz, estão além de qualquer descrição.

Os óculos HTC VIVE possuem um sistema de rastreamento e mapeamento do ambiente e dos controles de movimento, que são recriados em modelos tridimensionais dentro do jogo. Os controles se transformam nos objetos que o jogador usa nos games, como armas, lanternas, espadas e todo o resto. É impressionante poder aproximar esses objetos do rosto e vê-los com perfeição.

Entre os títulos, alguns que merecem destaque são o aclamado ADR1FT, de sobrevivência e exploração espacial; The Brookhaven Experiment, jogo de terror em que o jogador precisa exterminar hordas de zumbis que tentam matá-lo; o premiado Job Simulator, que simula diversas profissões, como mecânico, vendedor, cozinheiro, e outras; The Lab, a experiência de realidade virtual da Valve, criadora do Steam, com diversas opções de jogos (como defender um castelo com arco-e–flecha no puro estilo tower defense; controlar uma pequena espaçonave dando tiros de raio laser para atingir os inimigos),  dentro de um laboratório experimental da Aperture Science, de Portal, que inclui um simpático cachorrinho robô! E muitos, muitos outros, como Holopoint, House of the Dying Sun e Vanishing Realms.
Vale muito a pena conhecer.

A VR Gamer disponibiliza uma ferramenta online de agendamento para evitar filas muito grandes na casa – pois é garantido que os usuários desfrutem dos jogos e demais experiências imersivas por horas, inclusive com a possibilidade de jogar em rede com os amigos. Mas, para quem for lá  sem prévio agendamento, a casa possui uma sala de espera com PlayStation 4 à vontade e uma área externa com som ambiente, onde são servidas algumas bebidas.

Além do arcade de realidade virtual, a VR Gamer se posiciona como um espaço para eventos, particulares ou corporativos, e também oferece um serviço único de captação, gravação e edição de gameplays em uma sala com fundo verde (chroma key).

Serviço – VR GAMER Realidade Virtual

O que:  Arcade de realidade virtual; mais de 60 jogos e experiências com HTC VIVE
Onde: Rua Dona Inácia Uchoa, 373 – Vila Mariana – São Paulo/SP
Funcionamento: De segunda a segunda, das 13h às 22h.
Quanto: R$ 30/30min. Preço promocional de R$ 15/30min no período das 13h às 18h

Opus Castle leva o jogador para Castelinho assombrado da rua Apa, em São Paulo

A realidade virtual foi uma das atrações mais alardeadas durante a Brasil Game Show 2016. Um dos jogos mais notáveis a utilizar essa tecnologia foi o Opus Castle, único título para o HTC Vive e um dos melhores destaques da área indie do evento. A Messier Game & Animations fez uma parceria com a FIAP e  um grupo de alunos do curso de Jogos Digitais trabalhou no desenvolvimento do jogo bem como na apresentação do game em um estande bem bacana. Basicamente trata-se de um jogo de terror em primeira pessoa que tem como pano de fundo uma das histórias mais assombrosas da capital paulista.

messiergames_fiap

O grande macete é que além dos óculos de realidade virtual, Opus Castle também conta com capacidades gestuais, graças à tecnologia envolvida no HTC Vive. A ação se passa no Castelinho da rua Apa, localizada no centro de São Paulo, onde contam que nos anos 30 uma família inteira foi assassinada sem que a polícia chegasse ao responsável pelos crimes de forma conclusiva. Após muitos anos o tal Castelo ainda existe e é considerado um dos lugares mais assombrados do Brasil.

unnamedNo game, o jogador deve explorar as salas e ambientes secretos do Castelinho, deparando-se com as famosas aparições sobrenaturais, barulhos vindos de lugar algum e lamentos de espíritos do passado. Nesse ínterim, você acorda em um dos cômodos ao lado de um corpo crivado de balas. Suicídio ou assassinato? Você deve resolver este mistério ou fugir por sua vida.

Quem visitou o estande da Messier na BGS experimentou uma imersão sensorial sem precedentes, com uma arma na mão e uma lanterna em outra, o jogador podia caminhar pelo cenário e interagir com vários itens realmente assustadores. Inclusive o pessoal do Tecmundo levou um susto homérico jogando Opus Castle (no vídeo abaixo). A intenção parece ter sido se distanciar do que a maioria dos desenvolvedores brasileiros estão fazendo. O detalhe é que apesar de ter foco na realidade virtual, os responsáveis pelo projeto não descartam uma versão tradicional, sem o uso do HTC Vive.

Opus Castle ainda não tem data de lançamento definida, mas já fica a dica: fique de olho neste projeto se você é fã de games de terror, pois ele promete ser um dos melhores para as próximas temporadas. Mais informações podem ser obtidas no site oficial do jogo.

Abaixo tem o gameplay de Opus Castle:

Beenoculus e Azuris oferecem 1º curso de Games Imersivos com realidade virtual

A realidade virtual é a grande aposta do mercado de jogos eletrônicos para os próximos anos. Não apenas as grandes fabricantes de hardware e software apostam nessa empreitada, como também muitas pessoas que trabalham com publicidade e propaganda. Pois bem, outra empresa que aposta nessa tecnologia é a startup Beenoculus Tecnologia, que acaba de lançar o 1º Curso de Programação de Games Imersivos com Realidade Virtual do Brasil.

Este curso é chamado de CrossMobile Imersive Games Essentials e é fruto de uma parceria com a Azuris Cloud System, empresa especializada em sistemas de mobile e nuvem. De acordo com os responsáveis pelo curso, a grade será voltada para empresários, estudantes e desenvolvedores de games do Brasil. O curso será online.

De acordo com a Beenoculus, a intenção do curso é preparar o aluno para o desenvolvimento de jogos que utilizem o VR em dispositivos Mobile Crossplataform com C#. Vale lembrar que este curso é uma introdução ao desenvolvimento de jogos e, deste modo, oferece uma visão geral de games desenvolvidos tanto em 2D quanto em 3D para várias plataformas.

“Queremos preparar mais pessoas para conhecerem o mundo dos jogos imersivos em realidade virtual, contribuindo para que esse mercado cresça no Brasil e no mundo. O curso é uma forma de estimular o setor e abrir novas frentes para o desenvolvimento de games que despontem ainda mais o país em VR”, afirma Rawlinson Terrabuio, diretor de Marketing da Beenoculus Tecnologia.

Quem estiver interessado sobre o curso, basta acessar o site da Azuris. As inscrições já estão abertas e oferecem descontos especiais para membros da Assespro. De acordo com as empresas, o curso online ficará disponível pelos próximos três meses, com média de duas aulas por semana. A ideia é que sejam formadas novas turmas a cada trimestre.