Arquivo da tag: Vale do Silício

HackTown 2018 – megaevento de tecnologia acontece no “Vale do Silício” do Brasil

Você sabia que o Brasil tem seu próprio Vale do Silício? Pois é assim que é conhecida a pequena cidade de Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas Gerais. A cidade tem apenas 40 mil habitantes, mas ganhou esse título devido à concentração de cerca de 150 empresas de alta tecnologia na cidade. Devido a esse poderio tecnológico, a cidade ganhou a honra de sediar pela quarta vez o HackTown, um evento para reunir a comunidade inovadora da América Latina para celebrar e apresentar práticas de inovação no ramo de tecnologia.

O HackTown ocorre entre os dias 06 a 09 de setembro e contará com centenas de startups que buscam soluções tecnológicas para problemas do cotidiano. De acordo com os organizadores, o evento chama as atenções de empresas do ramo de publicidade, empreendedorismo, tecnologia, games, design, música, economia criativa e audiovisual. É uma oportunidade para quem quer conhecer o melhor do mundo criativo. Além de grandes empresas, o encontro sempre conta com a participação de projetos independentes que geralmente quebram paradigmas.

São cerca de 300 atividades no HackTown, incluindo palestras, workshops, debates, showcases, mentorias, exposições e apresentações de startups. O evento ocorre por toda a cidade, de modo que o visitante vai encontrar encontros em auditórios, salas de aula, bares, restaurantes e até mesmo em garagens. Sim, garagens, afinal até mesmo a Microsoft começou numa pequena garagem. O evento todo foi inspirado no formato consagrado pelo SXSW, que ocorre nos EUA, e no Tech Open Air, da Alemanha.

“A cada edição, ouvimos inúmeros casos de conexões que resultaram em negócios e parcerias incríveis”, destaca. “É este o espírito do HackTown”, complementa Marcos David, um dos idealizadores do evento. De acordo com o empreendedor, o HackTown recebe pessoas de todo o Brasil e isso acaba aquecendo a economia de toda a cidade.

O jovem empreendedor também lembra que o público, que vem de todo Brasil, principalmente pela proximidade com São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, aproveita as palestras ao máximo, mas também acaba optando por alugar um sítio ou uma casa para se hospedar, fazer churrasco e até mesmo festas com velhos e novos conhecidos.

Entre os palestrantes, estão nomes como Dennis Wang, VP de Operações do Nubank (e ex-CEO da Easy Taxi); Milena Brentan, Talent Lead para America Latina no Airbnb; Courtney Guimarães, referência mundial em Blockchain; Natasha Bontempi, Head de Mindfulness e Habilidades Humanas na IBM; Amanda Alvernaz, Gerente de Marketing do Trello;Renata Perrenoud, Fellowship na Universidade de Harvard; entre outros.

O HackTown já é considerado um dos eventos mais disruptivos do mundo, contando com a presença de gigantes mundiais da tecnologia como o Facebook, o Google e a IBM. Você pode conferir toda a programação no site do evento. O ingresso de meia entrada custa R$ 250, mediante doação de um livro.

 

Serviço – HackTown 2018

Quando: 06 a 09 de setembro de 2018

Onde: Santa Rita do Sapucaí, MG

Quanto: Meia Entrada R$ 250,00 (+ R$ 22,47 em taxas); Público Geral: 50% De Desconto (Mediante Doação De 1 Livro) R$ 250,00 (+ R$ 22,47 em taxas); e Público-Geral: Inteira R$ 500,00 (+ R$ 44,95 em taxas).

Empresas brasileiras de games vão ao Vale do Silício em busca de novos negócios

O Brasil está em alta no ramo dos videogames, ainda que as aparências digam o contrário. Devido ao Projeto Setorial de Exportação Brazilian Game Developers (BGD) e uma parceria entre a Abragames com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportação de Investimentos), algumas empresas brasileiras de games terão a oportunidade de ir até São Francisco e ao Vale do Silício para participar de dois grandes eventos da indústria, a GDC e a Game Connection, além de uma agenda paralela com visitas a empresas como a Electronic Arts e a divisão PlayStation.

De acordo com os organizadores, serão cerca de 30 empresas e quase 100 desenvolvedores brasileiros a fazer parte desta delegação. Este acontecimento ocorrerá entre os dias 2 e 9 de março. As empresas que participarão do programa são: a Behold Studios, criadores dos jogos “Chroma Squad” e “Knights of Pen & Paper”; Prosperity Games, criadores de Full Metal Wars (ex-Jotunheim Project), vencedor da DemoNight 2014 no BIG Festival, e muitos outros. Além deles, 2Mundos , 44 toons, Aquiris, BadMinions, Cat Nigiri, Eudora, Flux Game Studio, Gameplan, Hoplon Infotainment, Kokku, Lumentech, Manifesto Game Studio, MKT Virtual, Nuuvem, Oktagon, Pandora Game Studio, Reload, Rockhead Games, Smyowl , Virgo Game Studios, Webcore, Swordtales, Joysticket.

O objetivo desta delegação é puramente fortalecer as desenvolvedoras de games brasileiras. De modo, que os devs poderão exibir suas propostas e negócios para possíveis patrocinadores e parceiros comerciais.

Além desta novidade, há o anúncio do projeto Brazilian Game Developers, na Game Connection America, a maior convenção de negócios da indústria de videogames, que desenvolveu um APP Gameficado para incentivar a visitação de tomadores de decisão em seu stand no evento. Lá as empresas internacionais poderão conhecer os jogos e serviços de 20 empresas brasileiras e concorrer a uma viagem ao Brasil,  para participar do Fórum de Negócios do BIG Festival, o maior evento de jogos independentes da América Latina.

O app foi desenvolvido pela Flux Game Studio. O objetivo da ação é fortalecer a presença internacional das empresas brasileiras, que hoje compreende cerca de 200 empresas,  de estúdios de desenvolvimento a prestadores de serviços em diversas áreas.

A Game Connection acontece entre 2 e 5 de março e o vencedor da Gameficação será anunciado na Festa de Network do BGD, na quarta-feira, dia 4 de março, no bar central da Game Connection.  Vamos torcer para quem os desenvolvedores brasileiros possam chamar as atenções dos gringos e atraiam novos negócios para nosso país!

“Considerando o perfil de nossas empresas a Game Connection America é o melhor evento para gerar novas oportunidades de negócios” declara Eliana Russi, gerente executiva do Projeto Brazilian Games Developers.

De acordo com Flávia Egypto, Gestora do setor na Apex-Brasil, o Centro de Negócios da agência em São Francisco também oferecerá aos empresários a experiência no apoio à internacionalização de empresas brasileiras. “Isso é fundamental num setor tão globalizado e competitivo como o de games”, destaca Flávia.