Arquivo da tag: space invaders

Games e marcas: uma parceria com resultados cada vez mais inovadores

Os videogames podem até não parecer o lugar mais óbvio (ou mesmo preferível) para campanhas publicitárias. Porém, quando bem executadas, o resultado pode ser memorável – tanto para marcas e desenvolvedores quanto para os aficionados por jogos eletrônicos. Uma combinação vantajosa para todos.

Para os estúdios de games, os patrocínios ou a criação de espaços de publicidade garantem uma verba extra no orçamento, permitindo um produto final de maior qualidade para os jogadores. Já para as marcas, significa colocar seus produtos na frente de um público que passará, em média, de 25 a 125 horas com um jogo. Ou seja, a combinação de mensagens de branding e games incentiva os usuários a interagir com uma marca muito mais do que fariam de outra forma.

Marcas e games têm uma longa história em comum, que vai desde iniciativas insipientes como o lançamento do jogo de ação da Pepsi intitulado “Pepsiman”, em 1999, até mais recentemente com “Game of Thrones: Winter is Coming”, uma parceria entre a Yoozoo Games, WarnerBros e HBO. De fato, as colaborações entre marcas de diferentes nichos é cada vez mais comum.

Colaborações e gamificação

Desde o mês passado, os 80 milhões de jogadores do “The Sims” podem vestir seus avatares com designs originais da grife Moschino, como resultado de uma parceria entre a Electronic Arts e o designer italiano. Do mesmo modo, em abril, a PokerStars uniu-se ao UFC, a organização de promoção de artes marciais mistas, para criar uma modalidade de poker que fosse inspirada nas lutas do octógono – é uma das empreitadas de ambas como parte de uma exclusiva parceria global.

Outra forma pela qual as marcas têm explorado o universo dos games é através da gamificação, em que elementos de jogabilidade são utilizados para aumentar o engajamento da marca. Um exemplo clássico é o jogo “Monopoly” do McDonald’s, uma parceria entre a cadeia de fast food e a fabricante de jogos Hasbro. A mesma estratégia foi utilizada com sucesso quando o Yahoo surpreendeu seus usuários ao colocar as naves de “Space Invaders” invadindo seu portal, em 2009.

Mais recentemente, no último dia 2 de fevereiro, o popular produtor de música eletrônica Marshmello realizou um concerto ao vivo em formato de gum ame. O evento teve a participação de mais de 10 milhões de pessoas e serve como um exemplo extraordinário de como novas formas de gamificação podem ser aproveitadas na publicidade

Foto por Sean Do, Licença Unsplash

Shooting Pixels – jogo de desenvolvedor independente é indicação para quem curte shooters

Nossa recomendação indie do dia é para quem curte jogos com pegada retrô: Shooting Pixels, criado pelo desenvolvedor Felipe Godoy. Trata-se de um shooter espacial que lembra muito o clima de Space Invaders, porém repaginado para as novas tecnologias. Seu objetivo é destruir naves inimigas e criaturas alienígenas que surgirem na sua frente.

Shooting Pixels foi desenvolvido para dispositivos mobile, de modo que a jogabilidade é bem simples – você apenas define a rota da nave para desviar ou mirar os inimigos, ou seja, não existe botão para atirar. O interessante é conforme você destrói os inimigos surgem power ups que melhoram o poder de fogo de sua espaçonave.

Conforme você segue a aventura e passa as fases, maior a sua pontuação. Esses pontos podem ser usados posteriormente para comprar naves mais bonitas e poderosas. Entre os pontos positivos do game estão os visuais pixelados e bastante coloridos, a ação rápida e o clima de ação irrefreável.

Shooting Pixels está disponível para aparelhos mobile através do Google Play. A expectativa é capturar as atenções de jogadores aficionados por jogos com visuais noventistas. O download é gratuito.

Invaders – Banco Neon relembra clássico dos Arcades com nova roupagem

Um dos jogos mais icônicos de todos os tempos é o Space Invaders. Se você sente falta daquela diversão descompromissada e bastante casual, o pessoal do Banco Neon, instituição bancária totalmente digital, lançou uma releitura do clássico dos Arcades, chamada Invaders. Aqui os jogadores devem ajudar um unicórnio deve destruir figuras que representam gerentes de banco.

O unicórnio simboliza as centenas de startups que almejam valer um bilhão de dólares ou mais. Já os gerentes de banco representam as dificuldades e velhos paradigmas bancários. De acordo com o Neon, Invaders será um game multiplataforma e terá nível infinito na quebra dos paradigmas do tradicional modelo bancário.

neonO jogo é prático e simples: o unicórnio se movimenta em horizontal e terá o objetivo de eliminar todos os processos, taxas e asteriscos dos grandes bancos enquanto emite um raio de inovação e transparência. Durante o jogo, o unicórnio ainda terá que desviar de objetos que serão lançados contra ele.

Mais sobre Invaders do Banco Neon

A jogabilidade não poderia ser mais simples: os comandos são “esquerda”, “direita” e “espaço” para atirar contra os inimigos. Quanto mais inimigos você derrotar, mais pontos fará e mais fases vai avançar. Ao avançar nas fases a dificuldade aumenta com a velocidade. Ao ser derrotado, você pode compartilhar seu resultado nas redes sociais e desafiar amigos a quebrar seu recorde.

“A proposta do jogo é ser tão simples como utilizar os produtos e serviços do Neon. Nosso público é jovem e totalmente conectado, então encontramos mais uma forma de estar no dia a dia dele”, afirma Alexandre Alvares, CMO do Neon. Como se trata de um webgame, para jogar é só acessar o site oficial, não precisa instalar nada.

Inverta os lados em Space Spacy, jogo inspirado no clássico Space Invaders

Quem não se lembra do clássico Space Invaders? O game e praticamente um ícone do mundo dos games. Foi em homenagem a este jogo icônico que o desenvolvedor independente Henry Gosuen criou o game Space Spacy, um título que busca colocar o jogador no papel inverso do que estávamos acostumados em Space Invaders.

Em suma, você controla uma nave que está no topo do cenário e deve desviar dos tiros deflagrados por uma nave posicionada na parte inferior da tela. O objetivo é se aproximar do chão. Conforme as fases avançam, surgem chefões que  disparam tiros mais rápidos, mais devastadores e em maior quantidade. O jogador precisa de reflexos rápidos para sobreviver.

Para facilitar a vida do jogador, a nave possui uma barra de HP que lhe permite ser alvejada até duas vezes durante as fases. Quando isso acontece, todavia, ainda há uma chance de prosseguir na missão: o piloto fica vagando no espaço, dando ao jogador uma chance de agarrar qualquer coisa que passar de vassoura a tapete mágico, para ganhar mais um ponto de HP. Há também itens de auxilio como: bolhas de escudo e um relógio que diminui a velocidade das balas inimigas, além de um imã que atrai energia.

É como se Space Invaders fosse recriado com as técnicas e ideias de um desenvolvedor dos tempos modernos. O desenvolvedor, aliás, já havia lançado dois games para mobile: North Wind: Trill of Consciousness e o the trip. Space Spacy tem jogabilidade simples e belo acabamento, de modo que é uma boa opção para jogadores saudosistas. O download está disponível para Android e iOS.

Abaixo tem o trailer do game Space Spacy:

Space Crazy Zones: game relembra saudosos tempos de Space Invaders para Android

Com certeza você já deve ter jogado Space Invaders, não? A fórmula de jogo inspirou muitos outros games do gênero shmups e manteve fãs fiéis por anos. Talvez alguns desses fãs seja o Prof. Mário Fontes da PUC-SP, pois o mestre lançou há poucos dias um game pela empresa Ludabyte chamado Space Crazy Zones.

O game segue a fórmula de Space Invaders, porém com um ar mais contemporâneo e fazendo uma bonita homenagem aos games que fazem sucesso. Basicamente você deve proteger-se de invasores do espaço que possuem poderes capazes de alterar as configurações do espaço ao redor da sua nave ou deixá-la paralisada. A ideia é que o game seja mais desafiante que  sua fonte de inspiração.

São quatro modos de jogo em Space Crazy Zones: normal, giratório, espelho e espelho giratório. Além disso, há níveis para cada um desses modos de jogo, o que eleva o fator replay instantaneamente. O macete do jogo é treinar habilidades e reflexos para se desviar dos tiros e dos inimigos que voam em sua direção.

Mas não pense que o game diferencia-se de Space Invaders apenas pela adição desses modos de jogo. Na verdade a paleta de cores e os gráficos estão de acordo com o que se faz atualmente em plataformas mobile. Mas a grande surpresa mesmo é a homenagem que Space Crazy Zones faz aos games de sucesso da indústria: as naves inimigas se dispõe em formações que lembram ícones dos jogos eletrônicos como o icônico Pac Man e a inspiradora Triforce de Legend of Zelda, entre outros.

Confira o vídeo e baixe o Space Crazy Zones

O game está disponível gratuitamente para Android e pode ser acessado no Google Play. Baixe-o e boa jogatina!

Barra de chocolate Space Invaders: quer um pedaço?

Quer um presente gamer e legal? Que tal uma barra de chocolate Space Invader?

Criada por Mark Kizelshteyn, um hobbysta fã de videogames antigos, a barra vem numa caixa de madeira gravada. O próximo lote começará a ser enviado em primeiro de janeiro.

Custa US$ 20 e vai com uma barra de 50 gramas, um mini-poster, um adesivo, um cartão postal e a caixinha.

Curioso para conhecer o processo? Saca só o site dos caras.

[Via BoingBoing]

Sofá inspirado em Space Invaders

Todo gamer entusiasta quer uma sala para guardar seus jogos e, com isso em mente, o designer Igor Chak criou um conceito de sofá sensacional.

O Retro Alien Couch se inspira nos alienígenas de Space Invader para criar um sofá de três lugares, criado em couro. Quanto custa? Sente para não cair para trás: US$ 5 mil com despesa de envio de US$ 300 para o território americano.

Preço absurdo? É alto mesmo, mas é um item em edição limitada e, quem sabe, outros artistas um pouco mais modestos não se inspirem e recriem o aparato por aqui também?

:: Veja o Retro Alien Couch

Carteado a la Space Invaders

Gosta de carteado? Que tal essas cartas pixeladas inspiradas nos anos oitenta e que evoca a nostalgia?

Feito na Rússia, o deck Space Invaders, de 54 cartas, foi desenhado por Alexei Lyapunov e Lena Erlikh e está sendo vendido por US$ 12 na Art Lebedev Studio.

Um presente legal para quem gosta de videogames e também de jogos de cartas, um item bacana para colecionadores de baralho ou entusiastas de retrogaming.

:: Confira o deck na loja Art Lebedev

[Via BoingBoing]