Arquivo da tag: Space Boost

IndieReporter: Space Boost, o primeiro lançamento da GamerSeed

Falamos de Anderson Ferminiano e de seu estúdio GamerSeed. Hoje, o assunto é Space Boost, o primeiro game publicado pelo estúdio.

O game gratuito de ação está, por enquanto, disponível apenas para iOS. Pela sinopse, parece um novo Asteroids (lembra?) – aquele game em que você precisa vagar pelo espaço com sua nave destruindo asteróides antes que eles o destrua.

Space Boost é realmente simples: você precisa rumar em direções a novas galáxias, usando o acelerômetro do iPhone (ou do iPad) para conduzir a nave. Com um toque, você ativa o nitro para aumentar a aceleração e, assim, pontuar mais. Esses pontos (estrelas, na verdade) são somados a cada partida e podem ser investidos em naves mais potentes.

Apesar da simplicidade, o game surpreende. Ainda mais quando sabemos que levou duas semanas para ser programado. E o estúdio oferece atualizações semanais do game, que acrescentam novidades como tiros e naves inimigas.

No futuro, o pessoal da GamerSeed pretende trazer Space Boost também ao Android, o que deve aumentar a base de fãs. O jogo está sendo bem recebido entre os usuários do sistema portátil da Apple, e hoje tem pontuação máxima em sua avaliação.

:: Conheça (e baixe) o Super Boost agora

IndieReporter: o prodígio Anderson Ferminiano Rodrigues

Com 17 anos, Anderson Ferminiano Rodrigues tem um futuro promissor. Acabou de concluir o ensino médio e está se mudando para a Califórnia, para estudar no exterior.

Interessando em programação, design, marketing digital e publicidade, o forte de Anderson é a programação, ofício que exerce desde que tinha 11 anos. Na realidade, por ser novo, começou com uma onda que na vida de muitos aqui é realmente nova: os MMORPGs. Pegou gosto ao participar de uma comunidade de desenvolvedores de servidores não oficiais para o game Tíbia e desde então se aperfeiçoou.

Fã de jogos rápidos de plataformas portáteis, adora também games de futebol para jogar com os amigos, e passou boa parte de sua vida gamer em RPGs de PlayStation 1, entre eles Final Fantasy, Chrono Cross e Breath of Fire. Coloca, inclusive, Final Fantasy VII como o game que mais curtiu na vida: “Um dos primeiros RPGs que eu já joguei, nessa época achava os jogos mais criativos e menos enjoativos e repetitivos”, explica.

Anderson já publicou alguns jogos, que podem ser conhecidos em seu portfólio online, mas o mais recente é Space Boost, uma ação para iPhone e iPad que resenharemos na terceira etapa desse IndieReporter.

O gamedev se inspira em diverso games, mas se fosse citar um dos mais recentes, o nome seria Cut the Rope, pela sua simplicidade e diversão. O que é mais bacana é que, mesmo sendo jovem, Anderson partilha da opinião de muitos jogadores veteranos e aprecia o que cada vez mais parece ser apreciado por alguns gamers antigos: os títulos casuais, que reúnem elementos de games de plataformas mais antigas, como a competitividade e o simples prazer em somar pontos.