Arquivo da tag: Sociedade Nagô

Sociedade Nagô – Game sobre a Revolta dos Malês tem lançamento em 16 de dezembro

Falamos sobre este jogo nacional há alguns dias e vale mencioná-lo novamente, pois seu lançamento está muito próximo. Sociedade Nagô – O Resgate, aplicativo gamificado sobre a Revolta dos Malês, será lançado no dia 16 de dezembro, no São Jogue, espaço de Salvador dedicado aos mais diferentes tipos de jogos de tabuleiro, localizado no bairro da Pituba. No lançamento, a Strike Games, idealizadora dos projetos, disponibilizará computadores e celulares para que os espectadores possam jogar.

O aplicativo tem um formato todo gamificado, alternando entre o jogo virtual e tarefas no mundo real. Este é o terceiro jogo da Strike Games a trazer a temática da Revolta dos Malês. O foco do Sociedade Nagô – O Início e Sociedade Nagô – O Resgate é trazer o conteúdo histórico do levante de forma mais aprofundada com um suporte pedagógico, juntamente com o fator lúdico – mini games, mistério, desafio e tarefas que envolvem emitir opiniões, ilustrar e escrever textos e pesquisar.

O título faz a alusão à sociedade secreta fictícia do jogo formada pela maioria de libertos africanos da etnia Nagô. Em 1835, na noite de 24 para 25 de janeiro um grupo de negros africanos mulçumanos se rebelou contra a elite senhorial, com o objetivo de alcançar a liberdade e implantar um califado com seus costumes e tradições em Salvador. Esta luta que ficou conhecida como Revolta dos Malês.

O “Sociedade Nagô – O Resgate” é contextualizado por uma história que se alterna entre 1835 e 2018. O jogo traz um avatar feminino chamado Ísis, guiada por Vóvo Nena – uma senhora enigmática que esconde segredos. A neta vai ao passado e fala com figuras históricas como Ahuna, Calafate e Emerenciana, que são personagens fundamentais da história real.

O gênero do jogo é o point and click (apontar e clicar com exploração dos objetos, cenários e objetos) com influência de graphic novels (os personagens procuram o jogador para contar informações históricas e que ajudam no game).

 

SERVIÇO: Lançamento Sociedade Nagô – O Resgate

Data: Domingo – 16 de dezembro de 2018

Horário: Das 17 horas às 19 horas.

Local: São Jogue – Avenida Paulo VI, 1535 – Pituba

Revolta dos Búzios é tema de game a ser lançado no dia 03 de novembro no Muncab

Após o sucesso do jogo Sociedade Nagô, o time da Strike Games, desenvolvedora de games de cunho pedagógico, está prestes a lança seu terceiro jogo educativo. Trata-se de Revolta dos Búzios, que, a exemplo dos seus antecessores, busca resgatar nos jogos a cultura do povo preto baiano e conta com músicas de Tonho Matéria. O título será lançado no dia 03 de novembro, no Museu Nacional de Cultura Afro Brasileira – Muncab, das 14h às 16h.

Revolta dos Búzios reconta a revolta separatista de 1798, ocorrida na Bahia e que terminou com 33 pessoas processadas por tentarem promover o levante na cidade de Salvador contra a dominação Portuguesa. No dia 4 de março de 2011, os quatro protagonistas da Revolta dos Búzios (os alfaiates Manoel Faustino e João de Deus, e os soldados Lucas Dantas e Luiz Gonzaga) foram considerados heróis devido à importância que tiveram para o Estado Brasileiro.

Essas personalidades também foram incluídas no livro dos Heróis Brasileiros. A revolta também contou com a presença feminina, dentre elas, Ana Romana. O aplicativo é gamificado e reconta os fatos reais com uma jogabilidade ao estilo Point and Click, com influencias de Graphic Novel.

A designação Revolta dos Búzios se deve ao fato de alguns membros do movimento usarem um búzio (concha de molusco em forma de espiral) preso à uma pulseira para facilitar a identificação entre si. O movimento foi um dos mais famosos envolvendo a cultura afro contra a dominação portuguesa e serviu para inspirar outros movimentos revoltosos contra a coroa. O título está disponível para mobile através da Play Store e para PCs via Itch.io.

Abaixo tem um trailer de Revolta dos Búzios:

Sociedade Nagô – Revolta dos Malês vira tema de game para Windows e Android

Hoje vamos falar do game brasileiro Sociedade Nagô, criado pelo estúdio indie Strike Games. O título foi lançado há poucos dias e reconta a sangrenta Revolta dos Malês, um levante de escravos ocorrido na cidade de Salvador, Bahia, em 25 de janeiro de 1835. O game é para PCs e dispositivos mobile e alterna entre o jogo virtual e tarefas no mundo real. Basicamente trata-se de um apanhado de mini games recheados de mistério, desafios e tarefas que envolvem emitir opiniões, ilustrar e escrever textos.

O foco de Sociedade Nagô é trazer o conteúdo histórico da Revolta de forma mais aprofundada com um suporte pedagógico, juntamente com o fator lúdico. Este é mais um game com um pano de fundo histórico extremamente importante na história do Brasil. O game segue o estilo de Point & Click, de modo que pode ser apreciado por todos os tipos de jogadores.

Há muitas influências de graphic novels ao longo da jogatina, de modo que os personagens apresentados sempre procuram o jogador para contar informações históricas e que ajudam no desenrolar da trama. Vale dizer também que o título faz a alusão à sociedade secreta fictícia do jogo formada pela maioria de libertos africanos da etnia Nagô.

Sociedade Nagô demorou cinco meses de produção e foi financiado pela Secretaria do Audiovisual do Ministério  da Cultura, por meio do edital App pra cultura 2017. O projeto também conta com parceria da Strike Games e Labrasoft (grupo de pesquisa do IFBA).

Sociedade Nagô – O Início é idealizado pelo game designer Alexandre Santos, é financiado pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, por meio do edital App pra cultura 2017. O projeto foi desenvolvido pela Strike Games em parceria com a Labrasoft (grupo de pesquisa do IFBA). O lançamento oficial ocorreu no último dia 16 de junho no Shopping Bela Vista e contou com a participação do Grupo Afro Malê DeBalê.

Sobre a Revolta dos Malês

Para quem não sabe, em 1835, na noite de 24 para 25 de janeiro um grupo de negros africanos e brasileiros islamizados  se rebelou contra a elite senhorial, com o objetivo de alcançar a liberdade e implantar um califado com seus costumes e tradições em Salvador. Esta luta ficou conhecida como Revolta dos Malês. O levante foi motivado pela intolerância religiosa, política e cultural. A situação inflamou-se dos dois lados e culminou na morte de 70 escravos revoltosos e 7 soldados. Também foram feitos 200 presos, que foram julgados e condenados a penas variadas, como açoites, morte ou envio de volta à África.

Você pode baixar o game gratuitamente na Google Play ou acessar o game através do itch.io para Windows.

Abaixo tem um trailer de Sociedade Nagô – O Início: