Arquivo da tag: shmup

Conheça o shmup Super Smash Monster’s do estúdio indie Moraes Studio

Você gosta dos clássicos shmups (jogos de navinha)? Se a resposta for sim, então você deve ficar de olho no game Super Smash Monster’s um jogo retro do gênero Shoot Em Up 2D que prioriza a alta dificuldade, agradando jogadores old school. O título alterna momentos de pura ação frenética e explosiva contra criaturas e chefes com momentos de exploração em busca de itens ocultos e resolução de pequenos puzzles.

Você controla Alex, um garoto nerd, que após tentar jogar um estanho videogame, acorda em um lugar estranho e recebe a informação de um ser chamada Pix. A informação é que Alex está preso no submundo dos videogames e que sua irmã estaria presa na fortaleza do Rei Bit. Alex deve enfrentar monstros de todos os tamanhos, armadilhas mortais, todos os guardiões do Rei Bit e o próprio Bit, para só então salvar sua irmã e liberar o portal que o levará para casa.

16864723_1264683040278998_187916994058093761_nPara enfrentar seus inimigos, Alex recebe uma espingarda, mas pode coletar armas mais poderosas como metralhadoras, lança chamas, mísseis e armas a laser ou comprar na loja do mercenário Pix. Os cenários são exploráveis e os jogadores mais dedicados são recompensados com itens secretos e Armas bastante uteis.

Super Smash Monsters é cortesia do estúdio indie Moraes Studio mistura pixel art com batalhas frenéticas, lembrando muito clássicos da geração 16 bits. Os ambientes são exploráveis e trazem diversos itens secretos que servem de upgrades para o jovem Alex. Mas não pense que Super Smash Monsters é somente sobre atirar: há pequenos puzzles para serem resolvidos. O download já está disponível no site da Game Jolt.

Abaixo você confere um gameplay de Super Smash Monster’s:

Skykings é prato cheio para quem esperava um shmup de respeito

Nossa recomendação do dia é um jogo indie produzido pela produtora StreamSoft Games em 2016. Trata-se de Skykings, um título do gênero shoot ’em up para Android e iOS inspirado no clássico River Raid do Atari. Aqui o jogador deve controlar uma nave solitária vagando por cenários urbanos em progressão vertical enquanto atira e desvia das hordas inimigas coletando combustível.

Skykings segue à risca o estilo dos shmups da geração 16-32 bits, ou seja, conforme a jogatina progride você vai coletando moedas e medalhas para fazer upgrades na sua nave, ou mesmo comprar outras naves. Ao todo existem 16 naves para jogar, sendo que as 3 primeiras já estão liberadas para uso e as outras 13 o jogador precisa liberar com as moedas conquistadas.

screen696x696Além dos upgrades básicos, o jogador poderá contar com três habilidades especiais que podem ajudar o jogador em sua jornada e tem também cerca de trinta conquistas desbloqueáveis que ajudam a subir de nível nas lojas App Store e Google Play. O desafio é ser o melhor jogador na sua rede de amigos. Essas conquistas podem ser liberadas destruindo uma quantidade x de inimigos, percorrendo certa distância, coletando combustível, gastando uma quantidade considerável de moedas ou até mesmo morrendo algumas vezes.

Skykings acaba se tornando viciante, pois o jogador quer cada vez chegar mais longe e conquistar mais pontos possíveis, além disso, o game possui uma rádio com várias trilhas sonoras que o próprio jogador pode alterar no decorrer da partida, deixando assim muito mais agradável a jogabilidade. A intenção da StreamSoft é de justamente agradar os fãs antigos desse gênero tão esquecido pela indústria. O download já está disponível no Android e iOS.

Abaixo você confere um trailer de Skykings:

Conheça o shoot ‘em up Racketboy do estúdio Double Dash

Hoje vamos falar sobre o jogo Racketboy da produtora carioca Double Dash Studios. O game é uma mistura de shoot ‘em up (shmup) e block breaker que está dando o que falar nas redes sociais. O game venceu uma competição internacional promovida pelos canais do Pewdiepie, Markiplier e o Jacksepticeye. Desde então o game conquistou bastante destaque entre os jogadores.

Racketboy está em uma campanha de levantamento de fundos no Indiegogo. O título conta a história de uma garota que está em uma missão para salvar a galáxia da invasão de criaturas destrutivas (mas bem engraçadinhas). Tal como nos jogos de “navinha”, para ter sucesso nas missões é necessário desviar de chuvas de balas e ter reflexos rápidos. O contra-ataque é feito com a raquete que o garota segura, pois ela serve para rebater os ataques inimigos.

Um dos pontos altos do game é o alto grau de desafio: quem jogou pôde comprovar que a dificuldade aumenta progressivamente. No princípio o jogador está ocupado em somente rebater e desviar dos tiros, porém ao final as coisas tornam-se desafios à coordenação motora do jogador. Fácil de jogar, difícil de dominar.

O game tem visual bastante colorido e remete às gerações 8-16 bits. Até mesmo a trilha sonora é bem retrô, de modo que o jogo lembra clássicos como Parodius e Keio Flying Squadron. O pacote de jogos oferece seis mundos diferentes com quinze batalhas contra chefões e cerca de trinta inimigos diferentes. Para auxiliar nos combates, existem os famigerados power ups.

Racketboy está em desenvolvimento para as plataformas PC, Mac e Linux. Para sair do papel ele precisa da contribuição dos jogadores através do site de crowdfunding Indiegogo. Entretanto já é possível jogar a demo do jogo.

Abaixo está o trailer de Racketboy:

Estúdio Sapiens² lança Moonwalk: um shooter com jogabilidade clássica

Hoje vamos falar do jogo Moonwalk, o novo lançamento do estúdio indie Sapien². O game é um shooter clássico espacial que lembra bastante o emblemático Space Invaders. O game é para celulares e sua chance é agarrar o jogador com um jogabilidade frenética  e o desafio de fazer os jogadores subir no ranking global ao subir a pontuação a cada adversário abatido.

O jogador toma o controle de um robô espacial munido com uma arma laser. O desafio começa quando surgem naves inimigas aos montes. A partir daí o jogador deve utilizar-se de toda precisão necessária para eliminar os inimigos. Conforme derrota os inimigos, surgem níveis mais elevados e difíceis, além de bônus e novos itens e equipamentos para customizar o personagem.

Moonwalk foi desenvolvido por um único desenvolvedor, o Guilherme Macedo Candido, para Android suporta sistema de rankings e conquista. Durante o processo de criação foram utilizadas ferramentas gratuitas para o desenvolvimento. Os gráficos são bastante trabalhados e estão em alta definição. O game está disponível gratuitamente no Google Play.

Abaixo tem o trailer do game Moonwalk:

Copaguinho no Espaço é mais um game gratuito de aventura para iPad

Game Gratuito / Copaguinho

A Copag lançou há pouco seu primeiro game gratuito para iPad. Sim, você não leu mal, a empresa que é sinônimo de baralhos no Brasil resolveu investir há alguns meses em outro tipo de jogo e para isso resolveu levar seu mascote para uma das plataformas mobile mais populares do momento. Trata-se do game Copaguinho no Espaço.

O jogo foi desenvolvido em parceria com o estúdio Mkt Virtual e coloca o mascote da Copag em uma aventura no espaço, leia-se que o game tem estilo clássico dos “jogos de navinha” (shmups). Apesar de parecer seguir a velha premissa de “nave solitária contra o espaço infinito recheado de inimigos”, o jogador contará com o auxílio dos Tóins, duas criaturas que precisam achar o caminho de volta para casa.

Fãs do gênero “shmup” não encontrarão grandes dificuldades no jogo. O grande diferencial é que existem duas formas de controle: tocar no protagonista Super Copaguinho permite mover-se mais rápido pelo cenário, enquanto que manter o dedo em cima dos Tóins lhe dão controle da direção dos tiros. A ideia é que o jogador preste atenção para alternar entre esses modos de controle.

Copaguinho no Espaço possui dez fases cuja dificuldade é crescente conforme o progresso vai sendo alcançado. Porém, já que o game é voltado para os jogadores mais jovens, há um nível de dificuldade mais amigável. Além disso, o estilo gráfico do jogo foi desenvolvido especialmente para tirar proveito do hardware do iPad.

Se você ficou curioso para saber como é o jogo mas ainda não está certo se vale o tempo do download, basta matar a curiosidade indo até o site do Copaguinho e conferir o webgame “As Aventuras de Copaguinho” que é o predecessor para o novo game. Caso prefira cortar as cerimônias e partir logo para o Copaguinho no Espaço, basta ir até a App Store e fazer o download gratuito do game.