Arquivo da tag: Satoru Iwata

Homenagem a Satoru Iwata, uma das pessoas mais adoradas na indústria de jogos eletrônicos

A semana dos fãs de jogos eletrônicos não podia ter começado mais triste. Como todos sabem, Satoru Iwata, presidente da Nintendo, faleceu aos 55 anos. Fãs da empresa japonesa lamentaram a morte do executivo, bem como membros da imprensa e muitos outros desenvolvedores. Até mesmo concorrentes diretos da Nintendo demonstraram suas condolências, como Phil Spencer da Microsoft e Shuhei Yoshida da Sony.

A morte de Iwata foi sentida por todos. Poucas vezes a morte de um executivo da indústria foi tão sentida como ocorre com o caso de Iwata. Mas por quê? Será que é por que ele foi o chefe de uma das empresas mais queridas do mundo dos games? Absolutamente não. Talvez por que ele tenha falecido tão jovem? Provavelmente não.

A comoção pela morte de Iwata veio porque mais do que um executivo, Iwata era um legítimo gamer. Ele foi uma grande pessoa acima de tudo e bastante querido mesmo entre àqueles que não o conheceram pessoalmente. Basta ler algumas histórias para se dar conta que a Nintendo e o mundo do entretenimento perdeu uma de suas personalidades mais emblemáticas.

Entre suas realizações, vale mencionar que Satoru Iwata foi responsável direto pela criação de Balloon Fight, um clássico do NES lançado em 1984. Iwata foi o programador responsável por todo o game. Diz-se que ele era um grande prodígio enquanto programador. Para fazer jus a essa fama, Iwata teria sido reescrito o código de jogo de Earthbound em apenas uma semana. O game foi bem recepcionado pela crítica e pelos jogadores.

Iwata também trabalhou arduamente nos meses antes de Pokémon Stadium, do Nintendo 64. Na época os programadores encontravam dificuldade em comprimir o tamanho do jogo para caber nos cartuchos do N64. Reza a lenda que tal feito foi realizado em apenas uma semana sem que Iwata tenha feito uso de qualquer documento de referência. O resultado foi um dos jogos de maior destaque da era 32-64 bits.

Anos depois, já como presidente da Nintendo, Iwata percebeu a dificuldade que havia no desenvolvimento final de Super Smash Bros. Melee para o Game Cube. Ainda que não tivesse qualquer obrigação, Iwata teria descido até os laboratórios da companhia e auxiliou os programadores, de modo que o jogo estivesse pronto para o lançamento conjunto com o Game Cube. Além disso, o executivo participou ativamente da criação de outros jogos da plataforma, como Super Mario Sunshine, Metroid Prime, Animal Crossing e The Legend of Zelda: The Wind Waker.

E como falar de Iwata, sem mencionar sua maior contribuição para a indústria? De acordo com colegas da Nintendo, Iwata foi o grande responsável pelo conceito que deu origem à criação de Kirby, um dos mascotes mais queridos da Big N. Iwata não foi o criador de Kirby, mas foram suas ideias que tornaram o mascote o que é hoje.

Muito mais do que um programador respeitado, Satoru Iwata tinha fama de ser uma pessoa bastante humilde. Quando o 3DS foi um fiasco no lançamento, por exemplo, ele pediu desculpas aos investidores e aos fãs da empresa, e como se não bastasse ainda reduziu a metade de seu próprio salario para que os funcionários da empresa não fossem prejudicados pelos tempos de crise que se anunciavam.

Iwata foi um dos poucos executivos do alto escalão da indústria de jogos eletrônicos que falava diretamente com seus fãs, graças ao Iwata Asks. O programa foi idealizado por ele e durante esses vídeos, Iwata falava com desenvolvedores que estavam criando jogos para as plataformas Nintendo. A ideia era que os fãs ficassem atualizados acerca das novidades dos games da companhia a cada mês. O programa também servia para apresentar novidades. Uma das decisões mais polêmicas de Iwata foi abandonar as suntuosas conferências de imprensa durante a E3. Nas ultimas três edições, por exemplo, Iwata e outras personalidades da Nintendo apareciam em vídeos pré-gravados para revelar as novidades da companhia para o mundo.

O grande pesar pela morte da Iwata dá-se talvez por seu espírito e personalidade. Ao invés de afastar-se de seus fãs, como muitos executivos costumam fazer quando chegam aos cargos mais altos, Iwata queria ser visto como apenas mais uma pessoa que move essa indústria.

“No meu cartão de visitas, eu sou presidente de uma empresa. Na minha mente, eu sou um desenvolvedor de jogos. Em meu coração eu sou gamer.”

Abaixo tem a homenagem que a Nintendo Life fez para Iwata:

Controle do novo Wii terá botões e direcional, diz chefão da Nintendo

Um dos rumores que surgiram com o anúncio de um Wii 2 a caminho é de que o controle do console terá uma tela sensível ao toque, estilo tablet. Isso permitiria, de acordo com os rumores, remover os botões físicos tradicionais.

Bem, não será assim. Ao menos pelo que diz Satoru Iwata, chefão da Nintendo. O executivo disse que sempre que a empresa produz um novo console, tenta não se livrar do mecanismo mais clássico de jogo: os botões e o direcional.

“A razão para isso é que é melhor tê-los, porque botões e direcionais beneficiam a resposta no gameplay”, justificou acrescentando que por isso a Nintendo não planeja acabar de vez com os botões, nem pegar os tablets como são hoje e trazê-los para um console.

Percebam que o rumor de trazer sensibilidade ao toque no controle não foi desmentido. Será que a boataria de que uma tela de seis polegadas inclusas em cada joystick do novo aparelho da Nintendo se concretizará?

Quais são suas apostas? Como deve ser o Wii 2?

[Via CVG]