Arquivo da tag: point-and-click

A Vítima de Ouro: mistério e suspense no game da Little Leds

Elisabeth Fleur é uma jovem muito diferente das demais, pois ela tem um tato para casos de mistérios e resolução de problemas. Apesar disso, a jovem jamais imaginou que teria em suas mãos o caso de um estranho assassinato para resolver. O milionário Julius Absolom foi encontrado morto em circunstâncias que desafiam até os mais experientes detetives, agora cabe a Elisabeth utilizar-se de toda sua perspicácia para desvendar o crime.

Esse é o pontapé inicial do game A Vítima de Ouro, criação do estúdio independente Little Leds. O game é uma homenagem aos livros de mistério e tem referências de obras clássicas da Lucas Arts. A jogabilidade é inspirada nos clássicos Point & Click Adventures, ou seja, bem simples e intuitiva.

O jogador deve passar por corredores de uma mansão isolada na Ilha do Farol, coletando pistas e interrogando as pessoas com cuidado (pois todos são suspeitos e podem desviar o rumo da investigação). A intenção do estúdio foi criar um jogo divertido em single player e que desafiasse a atenção do jogador.

O game não conta com conquistas, desbloqueios e microtransações, pois ele pretende reviver a era de ouro dos videogames em que o jogador comprava o game e o jogava até o final sem sentir que falta um pedaço para jogar. Felizmente, para quem não quer arriscar na compra direto, o desenvolvedor disponibilizou uma demo para testes: basta baixar e experimentar, se gostar é só comprar o game completo.

O game deve ser lançado em meados de maio, mas já dá para conferir a demo e o material promocional. Vale dizer que todo o design, textos, ilustrações, animação e programação foram feitos por uma única pessoa: o desenvolvedor André Alves.

E aí, você se acha um grande detetive? Acha que consegue resolver este mistério?

Projeto tenta recriar adventure clássico Riven

Em 1997, a Cyan lançava o game Riven, um adventure que continuava a saga do popular Myst e encantava a todos com seus belíssimos gráficos.

O jogo estilo “point-and-click” foi muito bem recebido, ganhando notas máximas pela mídia especializada, e ainda hoje – quase 15 anos depois de seu lançamento, tem seus fãs.

Parte dessa base de fãs está trabalhando em um projeto colaborativo tentando criar uma adaptação em tempo real 3D de Riven, em Unity.

A “reconstrução” está sendo chamada de “The Starry Expanse Project”, e o time tem apenas oito membros. Quem se interessou pode ajudar com a doação de dinheiro, que será usado no investimento das ferramentas necessárias (como a licença do engine Unity Pro).

:: Conheça mais do The Starry Expanse Project

[Obrigado Prof. Dr. Luís Carlos Petry]