Arquivo da tag: pc

Colina Legacy é o game de terror psicológico da Samurai Games

A dica de hoje é para quem curte horror psicológico e clima de suspense. Colina Legacy é um jogo publicado pela Samurai Games e não é nenhuma novidade (ele foi apresentado ao público durante a BGS 2016 e teve a demo liberada no início de outubro). Você controla, um jovem chamado Alex que vai até a antiga casa da colina onde sua avó vivera um dia. Nesta estranha casa acontecem muitos fenômenos paranormais e acontecimentos que colocam sua vida em perigo. Cabe a Alex descobrir o que está acontecendo na casa e onde estão as outras pessoas.

O game começa assim que Alex acorda dentro do carro de seus pais sozinho e em frente a casa da colina. Sem alternativas a não ser procurar por seus pais, Alex adentra a casa ciente de que algo está muito errado. O game não é linear, de modo que há um clima de incerteza do que se vai encontrar em sua jogatina a cada corredor ou nova porta. De acordo com a Samurai Games, a ideia é manter o suspense, ou seja, os elementos de ambientação do gameplay são dinâmicos e cada partida é única.

Diferente do habitual, Colina Legacy tem jogabilidade em 3º pessoa, pois, de acordo com os desenvolvedores, havia a intenção de reviver a experiência de terror psicológico old school. Os puzzles também são bem complicados, lembrando games da era 32/64 bits como Silent Hill e Resident Evil. Mas a Samurai Games deu um jeito de colocar mecânicas mais novas para prender a atenção dos jogadores mais novos, bem à lá Alan Wake em que você enfrenta inimigos com a luz da lanterna. Os gráficos também são bem bonitos e a ambientação é bem aterrorizante e contribui com  clima de mistério e suspense.

Para quem não conhece, a Samurai Games é uma pequena produtora brasileira de jogos. A demo está disponível para download na Steam. A ideia inicial era lançar Colina Legacy no final deste ano, porém os desenvolvedores tiveram de alongar o prazo e a expectativa é lançar a versão final em meados de 2017. O game é uma boa pedida para quem curte horror psicológico e sente saudades da pegada Silent Hill clássica.

Abaixo você confere o trailer de Colina Legacy:

Legend of the Skyfish é o novo título da MGaia Studios inspirado na franquia Zelda

A MGaia Studios já é bem conhecida dos jogadores e é justamente deles que vamos falar hoje. O estúdio de Bauru, SP acaba de publicar seu novo game na Steam em busca de sinal verde da plataforma para o lançamento global para PCs. Trata-se de Legend of the Skyfish, um título de ação e aventura repleto de puzzles e inimigos desafiantes. Aqui você ajuda a improvável heroína Ganchinho Vermelho e sua mentora Moonwhale em uma missão para derrotar o vilão Skyfish.

Na breve trama você é Ganchinho Vermelho, uma garota que integra um grupo de pescadores que inadvertidamente desperta a ira de uma espécie de seres violentos que habita as profundezas do oceano. Sob a liderança do terrível Skyfish, esses seres submetem os pescadores e a única sobrevivente é Ganchinho Vermelho, que é resgatada pela baleia Moonwhale. Agora cabe a dupla descobrir uma forma de conter as forças de Skyfish e restabelecer a paz no mundo da superfície.

Legend of the Skyfish tem um estilo bem parecido com Legend of Zelda, ou seja, você vai explorar um mundo de fantasia com variadas dungeons e resolver quebra-cabeças enquanto enfrenta estranhos chefões. Ao invés de espadas, a Ganchinho Vermelho usa uma vara de pesca, uma arma que combina com a ambientação do jogo (o oceano). Durante a aventura o jogador vai aprimorar a vara de pesca, dando-lhe novas funções e usos para vencer os desafios.

Um dos elementos que mais salta aos olhos é o estilo visual de Legend of the Skyfish, que é inspirada no estilo da folk art, pintada à mão. Cada uma das 45 fases promete tirar o fôlego do jogador tal como a principal fonte de inspiração é capaz. A trilha sonora também é original e foi composta por Sean Beeson, ou seja, apesar de beber da fonte de Zelda este game tem identidade própria.

Até o momento não há uma data definida de lançamento para o título, mas a expectativa é que chegue por meados de 2017 para PCs. Por enquanto o estúdio procura o sinal verde na Steam, então toda a ajuda será bem vinda. Faltou apenas mencionar que o game é uma colaboração com o estúdio Crescent Moon, os mesmos desenvolvedores por trás de Jewel Road.

Abaixo você confere o trailer de Legend of the Skyfish:

Conheça Alkimya, o empolgante game do estúdio indie Bad Minions

O destaque do dia é um jogo brasileiro bastante animador. Trata-se de Alkimya, do estúdio indie Bad Minions, um game de ação e aventura  que te coloca na pele de um alquimista para resolver puzzles e interagir com elementos da natureza. O universo é de pura fantasia e o jogador encontra diversas criaturas e monstros enormes para derrotar, além de quests e missões envolventes. Para isso, você deve utilizar elementos do fogo, da água, da terra e do ar, além de sua fiel espada.

Alkimya permite que você crie suas próprias poções e as utilize para solucionar puzzles, interagir com o ambiente e lutar contra terríveis criaturas, tornando-se assim um verdadeiro mestre alquimista. Funciona tal como na maioria dos RPGs com sistema de crafting, ou seja, você cria suas próprias bombas, poções e armas para sair em combate.

O personagem principal é Seth, um jovem corajoso que acorda neste mundo de fantasia, confuso e sem memórias, mas com algum conhecimento alquímico. Ele começa então sua jornada para sobreviver e recuperar sua identidade, ajudado por um misterioso homúnculo.  O mundo de Alkimya já foi o berço da alquimia, mas agora está devastada por uma antiga guerra. A terra foi abandonada e cobaias de décadas de experimentos escaparam e fizeram do local o seu covil.

Alkimya tem suporte para multiplayer, de modo que um amigo pode jogar como Pan, um homunculus voador que serve para ajudar a resolver puzzles, coletar itens e batalhar contra os perigosos inimigos. A intenção do Bad Minions é lançar o game para PC, Playstation 4 e Xbox One em algum momento de 2017. O título já até recebeu sinal verde da Steam Greenlight.

Abaixo você confere o empolgante trailer de Alkimya:

Conheça o game indie brasileiro Rise of Ages

Hoje vamos falar de um dos títulos mais ambiciosos já produzidos por um estúdio indie brasileiro. Trata-se de Rise of Ages, um sandbox 2D que faz o jogador passar por diferentes eras da civilização, desde a idade da pedra até a robótica. Neste game você vai assumir o papel de um líder de uma nova civilização com o objetivo de recrutar mais pessoas para expandir esse povo e evoluí-lo tecnologicamente através das Eras. Rise of Ages é uma cortesia da Anguis Game Studio, um estúdio fundado em 2013 em Porto Alegre com foco em jogos 2D.

Após customizar seu personagem, você inicia o jogo em uma caverna escura, onde lhe é contada ema breve história de introdução. A partir daí, você deve sair da cavena em busca de outras pessoas para formar uma comunidade. Para tanto, basta explorar todo o mapa do jogo. Mas não pense que a tarefa será fácil, durante a aventura, você vai executar diversas atividades que vão desde cortar árvores até encarar batalhas ferrenhas contra diferentes inimigos.

Coletar recursos naturais é uma das atividades mais corriqueiras do jogo, de modo que você deve coletar madeira, couro, carne, vegetais etc. A ideia básica é manter o personagem com energia e utilizar alguns dos recursos para construir novas estruturas para sua população crescente. Vale destacar que Rise of Ages possui dois modos de jogo: single player e multiplayer.

Um dos pontos mais interessantes é que o jogador terá interagir com outras civilizações, utilizando uma abordagem mais democrática ou (dependendo do caso) agressiva, através de guerras.Durante a etapa de busca de aliados, você vai atribuir aos NPCs diferentes profissões, desde guardas para proteger a cidade de inimigos e animais selvagens, até alguém responsável pela produção dos equipamentos.

Rise of Ages contará com um sistema chamado Genoma, onde o jogador irá evoluir através das Eras, enquanto o seu DNA também evolui através de várias ações que irão dar experiência e, após acumular determinada quantia, poderá ativar habilidades unidas, que podem ser obtidas através da árvore de habilidades.

Rise of Ages está em desenvolvimento para PCs, mas o estúdio não descarta uma versão para consoles de mesa caso o projeto seja bem sucedido. A comunidade já até deu sinal verde para que o game seja lançado através da Steam. A previsão de lançamento é para o primeiro trimestre de 2017. Para quem estiver ansioso para jogar este game, o Anguis Studio disponibilizou uma demo gratuita.

Abaixo tem o trailer de Rise of Ages:

Já conhece o game de terror psicológico Room 404?

Hoje vamos falar de um título que não é exatamente novidade, mas que merece destaque pela comunidade, pois trata-se de um título que tenta reviver o gênero de terror psicológico que fez fama no fim dos anos 90. Room 404 é fruto de uma parceria entre os estúdios brasileiros Machine Bear e 3DTM e possui mecânica em 1º pessoa. O jogo mescla horror psicológico com uma atmosfera sobrenatural, para contar a historia de Alex, um homem que perdeu o filho num misterioso acidente dentro do quarto 404 de um antigo hotel.

A trama narra a história de Alex, um homem que perdeu seu filho de maneira trágica dentro do quarto 404 de um misterioso hotel. O menino foi assassinado e sua mãe Catherine ficou foi encontrada ao lado do corpo, totalmente catatônica. Este fato a levou a completa loucura e internação em um manicômio. Após algum tempo, Catherine foge do hospital e os indícios apontam que ela tenha voltado ao quarto 404 atrás do filho falecido. Agora Alex tem que voltar ao Hotel, em busca de sua esposa, enquanto lida com o sobrenatural.

O game tem elementos típicos de horror psicológico, lembrando algo de Silent Hill ou Outlast. Parece que o objetivo do estúdio é deixar o jogador o mais perturbado possível. Para isso, foram colocados elementos para tornar o game mais tenebroso, como cenários que mudam sozinhos e uma trilha sonora bem sombria, além de terríveis aparições dignas de pesadelos.

Room 404 foi produzido com a Unreal Engine 4 e, por isso, consegue efeitos de luz e sombra dignos de menção. A física também é bem interessante, tal como o gameplay. Por se tratar de um game com atmosfera densa, não é indicado para jogadores mais novos. Há diversos quebra-cabeças a serem resolvidos e jump scares à lá Slender: The Eight Pages. O game já está disponível (exclusivo de PCs) através da Steam.

Abaixo temos o trailer de Room 404:

Cultura gaúcha é inspiração para o game PAGO, desenvolvido pela Epopeia

O destaque do dia é um titulo brasileiro que pretende contar um pouco da cultura gaúcha para os seus jogadores. Trata-se de PAGO, um game do estúdio Epopéia, do Rio Grande do Sul. Basicamente é um adventure de contemplação, onde os jogadores conhecerão histórias gaúchas e cenários do pampa para mostrar a jornada de um viajante para sua casa.

De acordo com os desenvolvedores, as inspirações para o projeto são as obras do autor Simões Lopes Neto. Assim, eles esperam explorar o vasto folclore gaúcho e suas figuras mais icônicas como o Boi Tatá e a Salamanca do Jarau. A intenção é levar a cultura e o folclore gaúcho para o mundo virtual de maneira divertida, mas sem mecânicas de combate e violência, pois o estúdio espera que todos os jogadores possam curtir PAGO.

“A ideia de criar um game com a temática gaúcha surgiu da observação de como outros jogos já existentes no mercado conseguem criar grandes experiências”, destacou o Sócio Fundador da Epopeia, Ivan Sendin. Vale destacar que entre as referências de PAGO estão games de sucesso da crítica como Never Alone, que é baseado na vida e nas lendas de esquimós, e Guacamelee, que abraça elementos da cultura mexicana.

O principal diferencial do nosso jogo é que ele contará e mostrará para o mundo a nossa cultura de uma forma natural, será um jogo prazeroso de jogar“, exalta Gustavo Silveira, Sócio da Epopeia, que também salienta que as histórias e lendas do estado estarão diretamente conectadas com a proposta do game, tornando PAGO não só um instrumento de diversão, como de aprendizado. Ao longo da jornada, o personagem de PAGO irá se deparar com moradores, andarilhos, soldados e todas as figuras que compõem a cultura do pampa, além de enfrentar lendas e seres fantásticos para alcançar os objetivos de sua missão.

Previsão de lançamento do jogo PAGO

O titulo ainda está em desenvolvimento e deve ser lançado oficialmente no final de 2017 para computador e, futuramente, para plataformas como Playstation e Xbox. No momento, a Epopeia procura empresas para financiar o projeto de PAGO. Vale ficar de olho, pois este game promete retratar uma parte da cultura brasileira de forma artística e bastante intensa.

Conheça o jogo indie Sunrise Warden, título com estética 8 bits

O destaque do dia é um game indie produzida pela desenvolvedora brasileira Pixel Travelers. Trata-se de um adventure de ação à moda antiga chamado Sunrise Warden. No título você deve ajudar um guardião que age nos planos espirituais, cuja função é evitar que os espíritos presos no Limiar fujam para o plano material. Para isso, você utilizar seus diversos poderes nos momentos ideias, pois os inimigos estão em maior número e tomaram a maior parte dos cenários.

No game você controla o guerreiro “Guardião do Amanhecer”, que detém os poderes da luz e da escuridão. Para destruir as criaturas do submundo é necessário fazer a troca de poderes (entre luz e escuridão) de acordo com o inimigo a ser atingido. Além disso, nosso protagonista é capaz de realizar o famoso super pulo. Assim, temos um personagem carismático, apesar de possuir poucas linhas de expressão.

Sunrise Warden tem todo o clima de geração 8 bits, incluindo gráficos e efeitos sonoros. Parece que a desenvolvedora quis homenagear os velhos clássicos, porém a verdade é outra. O game surgiu de uma maratona de desenvolvimento da Academia de Produção de Jogos e tinha o prazo para ser concluído em apenas 12 semanas. Para cumprir o prazo e simplificar o processo, o estúdio decidiu criar o game como se ele tivesse surgido no fim dos anos 80: o resultado é um título ideal para gamers old school.

Para derrotar os inimigos basta pular seguidas vezes em cima de suas cabeças até que desapareçam. Ao pular em cima dos inimigos sua pontuação aumenta. A intenção era que os elementos e jogabilidade de Sunrise Warden fossem bem diferentes, porém a equipe decidiu retrabalhar os conceitos a fim de cumprir o prazo. Isto não significa que o jogo está capado, apenas simplificado, pois muitas pessoas que testaram fizeram elogios à equipe da Pixel Travelers.

O resultado foi um jogo simples de aprender, com ação frenética e dinâmica. A jogabilidade é bastante simples e o grande desafio é pontuar o máximo possível enquanto livra o mundo das perturbadas criaturas do plano espiritual. A Pixel Travelers lançou o game para dispositivos Android no início de setembro, além de uma versão web. Na página do jogo tem todas as informações deste que é o primeiro game deste estúdio.

Abaixo tem o trailer de Sunrise Warden:

conheça Holodrive, o jogo shooter 2D mais doido da BGS 2016

Conforme prometemos, vamos falar dos jogos indie que foram destaques na Brasil Game Show. O primeiro deles é brasileiro e foi recentemente aprovado na Steam, mostrando-se um sucesso latente. Trata-se de Holodrive, um shooter 2D com foco em multiplayer que coloca os jogadores no controle de simpáticos robôs para explodirem-se mutualmente causando o caos. A ideia era criar um game que fosse dinâmico e divertido.

Os personagens são bastante variados e os jogadores podem fazer uso de armas e equipamentos malucos. Um dos destaques é a possibilidade de colecionar equipamentos e roupas para personalizar os personagens. As armas garantem uma jogabilidade diversificada e cada partida acaba sendo diferente da anterior. Há jetpacks também para tornar a movimentação mais rápida e divertida.

O roteiro é simples, mas dá uma ideia do que esperar do game: Quando a Holocorp criou os Dummys com o propósito de serem o robô companheiro de todo mundo, ninguém esperava que eles se tornassem obcecados em explodir uns aos outros! Agora eles competem em renas especiais equipados com um arsenal de armas loucas e causam o caos com power-ups imprevisíveis, enquanto vestem os acessórios mais fabulosos. Nada pode dar errado!

De acordo com a desenvolvedora, Holodrive começou como um protótipo chamado Tilt feito em apenas um dia contando com influências de jogos bem sucedidos como Minecraft, Team Fortress 2, Quake e Mario Kart, por exemplo. O projeto Tilt era bem despretensioso, mas rapidamente tornou-se um hit entre a comunidade de jogadores, chegando a 950 mil jogadores em poucos meses.

O título é cortesia da Bitcake Studios, uma desenvolvedora iniciada em 2013 e a primeira brasileira a nascer com auxílio do GameFounders, um programa de aceleração dedicada a jogos eletrônicos. Assim que o estúdio conseguiu o primeiro investimento da GameFounders, foi possível participar de eventos entre desenvolvedores na Europa.

Holodrive será um jogo gratuito e abaixo você pode conferir o empolgante gameplay:

Nuuvem seleciona 13 jogos que qualquer PC pode rodar

Então você quer jogar, mas não tem um console ou um PC parrudo? Sem problemas! A Nuuvem, plataforma de games online, preparou uma lista especial para você com os melhores jogos leves para PC, todos com menos de 1GB e especificações simples para serem rodados. A melhor parte é que a selação de jogos abaixo são de jogos bastante aclamados pela crítica e que irão divertir qualquer jogador por horas a fio.

A ideia é provar que ninguém precisa de um PC Master Race pra jogar. Conforme os gráficos avançam, cresce também o número de jogos mais simples que qualquer um com uma torradeira em casa poderia jogar. Não importa se você tem um PC um pouco mais fraco em casa ou só um laptop que quer botar jogos leves para levar por aí. Foram destacados jogos dos gêneros “Ação” e “RPG”.

Confira abaixo a seleção de jogos leves da Nuuvem:

 

Broforce

Broforce

Atire, mate, exploda coisas e seja um verdadeiro agente do caos em Broforce, um jogo tão insano e explosivo que é difícil não se impressionar com toda a ação rolando na tela. Mande seus amigos também instalarem também porque esse é um jogo muito divertido pra jogar com a galera.

 

Hotline Miami

Hotline Miami

Uma verdadeira homenagem aos anos 80, Hotline Miami é um game bem violento, mas inofensivo com relação aos pré requisitos. Seus gráficos retrôs e sua trilha sonora maravilhosa fazem dele uma das melhores pedidas para quem quer um jogo que não exija muito da máquina.

 

Risk of Rain

Risk of Rain

Roguelike é um gênero que tem ganhado força na cena indie, onde a dificuldade costuma ser alta e as mortes são permanentes, o que pode assustar alguns jogadores. Risk of Rain é um dos melhores desse gênero, o que faz dele um verdadeiro desafio. Felizmente não será desafio rodar em qualquer laptop, já que os pré-requisitos são bem básicos. O título também está disponível na plataforma Nuuvem.

 

Rogue Legacy

Rogue Legacy

Rogue Legacy é um divertido jogo em 2D no estilo corra-ataque-morra-continue que com certeza lhe renderá boas horas de diversão. Quando você morre, e tenha certeza que isso vai acontecer, poderá escolher qual será o seu herdeiro para continuar sua aventura, sempre procurando evoluir e melhorar seus personagens.

 

Spelunky

Spelunky

Um belo e colorido jogo que talvez te engane se você for julgá-lo apenas por isso, Spelunky é desafiador. No controle de um explorador, você deve procurar tesouros em cavernas, tomando cuidado para fugir de animais selvagens, armadilhas e maldições. Nem mesmo armadilhas vão impedir que ele rode no seu PC, já que é um dos melhores jogos leves para PC.

 

Super Meat Boy

Super Meat Boy

Não deixe que a imagem te engane: esse não é apenas mais um daqueles joguinhos simples do gênero plataforma que encontramos espalhados pela internet. Super Meat Boy é uma versão melhorada do clássico Meat Boy, originalmente lançado como um jogo de flash gratuito pela internet. Trata-se de um jogo de plataforma estrelado por um personagem feito de carne que pretende salvar sua garota (feita de band-aid) das garras do vilão Dr. Fetus.

 

Darkest Dungeon

Darkest Dungeon

Em Darkest Dungeon você vivenciará um título sombrio, com temas controversos, aliado a uma jogabilidade viciante e muita dificuldade. O jogo, que já está na Nuuvem, também possui um excelente estilo artístico, e a flexibilidade de poder ser rodado em praticamente qualquer computador, graças aos belos sprites animados em duas dimensões, fazem dele um candidato ideal a um dos melhores jogos leves para PC.

 

Evoland

Evoland

Uma verdadeira viagem no tempo através dos jogos, Evoland pode surpreender quem o pega pra jogar sem saber algo sobre o jogo. Isso porque a principal característica do jogo é que os gráficos vão evoluindo junto ao enredo, mas pode ficar tranquilo porque mesmo em partes avançadas do jogo ele ainda vai rodar sem problemas na sua máquina, já que requer configurações bem básicas.

 

Knights of Pen and Paper

Knights of Pen and Paper

A ideia de Knights of Pen and Paper é lembrar como o RPG de mesa era legal e divertido, mesmo que no meio digital. Ao iniciar um novo jogo, você não é apresentado à uma grande história ou a um tutorial, você tem apenas o Mestre do jogo e uma mesa, com cinco cadeiras. A ideia que o jogo te apresenta é simples: você realmente está jogando um RPG. Sua primeira missão é criar seus personagens e escolher sua classe, dando início à grande customização do jogo, já que as possibilidades são quase infinitas.

 

Gods Will be Watching

Gods Will be Watching

Gods Will Be Watching é um jogo de adventure point’em click, com versões para PC e Mac. Com uma história que envolve cenários pós-apocalípticos e terrorismo cibernético, este jogo pixelado com visual retrô, destaca-se mesmo pela dificuldade absurda, digna de fazer qualquer um jogar algo contra o monitor do seu computador. Felizmente só isso vai se mostrar um desafio, porque pra rodar na sua máquina você não precisará de muito.

 

To the Moon

To the Moon

A motivação de To The Moon é simples. Johnny Wyles é um senhor de idade com os dias contados. Assim, antes que sua saúde piore, ele contrata os serviços da Corporação Sigmound. Tal empresa presta um único serviço: alterar as memórias do cliente. Mas, por qual motivo alguém gostaria de fazer isso? Bem, nem todas pessoas chegam aos seus momentos finais satisfeitos com a vida que tiveram. Dessa forma, a Sigmound permite aos seus clientes, através das novas memórias, morrer com as lembranças de uma vida alternativa.

 

Punch Club

Punch Club

Em busca de vingança contra o assassino de seu pai, um jovem lutador procura se tornar o campeão mundial, ao mesmo tempo em que investiga o misterioso crime. Partindo dessa premissa, Punch Club coloca o jogador na posição de controlador de todos os aspectos da vida do personagem, desde a alimentação até seus relacionamentos, quase como um The Sims, mas com muita pancadaria e referências. MUITAS referências. Dos anos 70 até coisas mais modernas, mas não vamos dar spoilers.

 

SteamWorld Heist

Steamworld Heist

Situado muito tempo após os acontecimentos de SteamWorld Dig, em SteamWorld Heist a Terra explodiu por conta de alguma calamidade não explicitada e os robôs a vapor sobreviventes passam a viver no espaço, perto dos restos do planeta. Controlamos um grupo de piratas, liderados pela Capitã Piper, que tem como objetivo saquear naves neste universo sem lei. Naturalmente, eles acabam se envolvendo em problemas que tomam grandes proporções, e vão depender das suas habilidades estratégicas para vencer.

 

 

Nuuvem traz jogos da Bethesda com até 56 de desconto esta semana

Está atrás de games com um preço bacana? Pois bem, a Nuuvem, maior plataforma de venda de games anunciou uma promoção de títulos da Bethesda até o dia 21 de julho, quinta-feira, às 19h, com descontos de até 56% em jogos famosos. Alguns jogos são antigos como Doom, cujo desconto é de 47%. Outros títulos mais recentes também estão com desconto, como Skyrim (55%) e a franquia Fallout, com até 56% de desconto. A intenção é impulsionar a venda desses jogos e dar a chance de jogadores dedicados adquirirem ótimos games com um preço justo.

A ação, intitulada “Especial Bethesda”, conta com quase 30 jogos da publisher e traz, além dos nomes citados, títulos como The Evil Within, com 56% de desconto, Wolfenstein: The New Order, com 56% de desconto, e o Dishonored com 46% de desconto. Este último, para ter ideia, está custando apenas R$ 15,99. Outros games conceituados estão com oferta imperdível, como é o caso de Fallout 3, que sai por R$ 8,99. A lista completa, com quase 30 jogos, pode ser encontrada no site da Nuuvem.

Sobre a Nuuvem

Para quem não conhece, a Nuuvem é uma plataforma brasileira de distribuição digital de jogos para computador, e que oferece uma forma prática e fácil das pessoas terem seus games pela internet. A loja virtual possui mais de 3 mil jogos dos mais diversos gêneros e de renomadas produtoras como Take 2, Konami, Rockstar, Sega e Ubisoft. A empresa facilita a entrada de produtoras e desenvolvedores em mercados locais de jogos, através de preços mais acessíveis. Ao adquirir os seus jogos, os clientes da Nuuvem ficam com eles sempre disponíveis em sua conta para serem baixados e instalados em seu computador.