Arquivo da tag: pc

Conheça o indie brasileiro Memories of Kami, o primeiro game da Yokai Collective Studio

Hoje vamos falar de um game indie brasileiro bastante promissor: Memories of Kami. Desenvolvido pela Yokai Collective Studio, o jogo é uma aventura de plataforma 2D com elementos de RPG. Aqui os jogadores embarcam no mundo mágico de Kami, habitado por Origamis, onde deve assumir o papel de nove guardiões que devem impedir as forças malignas de uma terrível contaminação que pretende devastar e destruir os seres vivos.

A grande sacada do jogo é sua mecânica baseada na troca de personagens a fim de tomar proveito de suas respectivas habilidades únicas. Estes personagens são caracterizados por nove animais sagrados – os guardiões da glória. Um dos aspectos que mais chamaram as atenções de quem conheceu Memories of Kami durante seu début na BGS 2017 foi o estilo visual, que lembra o consagrado Ori and the Blind Forest, mas a verdade é que o título tem inspirações mais antigas como Donkey Kong Country do Snes.

A trama: Kami é um mundo mágico habitado por criaturinhas de papel chamadas Origami. Esse mundo de luz e bençãos, onde todas as coisas boas do universo fluem abundantemente é, de tempos em tempos, atacado pela energia negativa de outros mundos. Os ataques de energia escura são chamados pelos habitantes de Kami de Incidentes. Quando a magia negra adentra Kami, ocorrem várias manifestações como doenças, acidentes, e qualquer tipo de desordem ou desgraça. Mas os Incidentes, geralmente não são nada demais, pois logo que surgem são combatidos e derrotados pelos nove famosos Sagrados Guardiões da Glória de Kami.

Os Guardiões da Glória são poderosos animais escolhidos pelo Destino e têm como dever eliminar toda e qualquer energia ruim que surge no belo paraíso de Kami. Não é preciso de todos os noves Guardiões para acabar com os Incidentes comuns. Mas a cada mil anos, um Incidente poderoso invade Kami, e esse sim, representa uma ameaça que necessita do poder de todos os Guardiões, juntos, para ser eliminado. Este Incidente grave é chamado de A Contaminação dos Mil Anos. E dessa vez, a Vigésima Sétima Contaminação dos Mil Anos veio muito mais feroz e irresistível, determinada a destruir de uma vez por todas o fantástico mundo dos nossos Guardiões.

Sua missão é guiar estes guardiões em uma busca pelos resquícios de energia que podem restabelecer Kami. Para tanto você adquire habilidades e poderes que lhe conferem novas transformações. Tal como num jogo de RPG, o jogo gratifica o jogador de acordo com seu estilo de jogo, graças a árvore de habilidades, ou seja, se você for do tipo defensivo, vai se tornar um grande defensor ao final da jornada.

Memories of Kami tem previsão de lançamento para 2018, sendo que uma demo deve ser lançada oficialmente em algum momento de maio do mesmo ano. Por enquanto o jogo é apenas para PC, mas os desenvolvedores esperam conseguir portar o título para Xbox One e Playstation 4. Mais informações no site oficial.

Abaixo você confere o trailer de Memories of Kami:

“É Arte” – Jogo indie embarca na maior discussão do momento

Em Porto Alegre uma exposição de “arte” patrocinada por um grande banco choca as pessoas: imagens representam crianças assumindo sua orientação sexual, enquanto que outro quadro mostra Cristo crucificado empunhando objetos nada santos e em outra sala um quadro representa um homem praticando sexo com um animal. Em São Paulo uma performance “artística” coloca uma criança tocando os pés e mãos de um homem deitado no chão totalmente nú.

As redes sociais entram em polvorosa e um debate acalorado tem espaço: afinal o que é arte? Essas apresentações podem ser consideradas formas de arte? Aproveitando o gancho criado nestas semanas o estúdio indie Icon Games lançou o game “É Arte”, que coloca em evidência a discussão sobre o que é, ou não é arte, botando o jogador para avaliar algumas obras, bastando responder se a imagem informada é ou não uma obra de arte. Caso ele erre a resposta um maluco irá dar facadas no jogador.

É Arte” é na verdade um experimento: sua opinião é comparada com a de todos os outros jogadores que vieram antes, e se ela for contrária à opinião da maioria, o maluco irá atacar. A ideia é trazer à luz a discussão sobre o mérito da arte, sobre o que se acredita ser aceitável ou não. E sobre como “o diferente” não deve ser descriminado.

O jogo é gratuito, e roda direto no navegador, funcionando da mesma forma que o aplicativo “Tinder“, ou o jogo “Reigns“, onde você move a imagem apresentada (com as setas no teclado, ou com o mouse) para uma direção para dizer “Sim” ou para outra, para dizer “Não”. Se você quer participar da discussão mais quente do momento, eis aqui uma oportunidade de deixar sua opinião.

O jogo “É Arte” pode ser acessado diretamente no site da empresa: http://www.icongames.com.br/eharte/index.html

Criança Segura lança jogo para ensinar a prevenção de acidentes para o público infantil

Acidentes são uma constante, principalmente entre as crianças que não medem a periculosidade de seus atos e brincadeiras. Todos os anos milhares de crianças de zero a 14 anos morrem e outras centenas de milhares são internadas devido a algum tipo de acidente, como atropelamento, afogamento, sufocação, queimadura etc. Pensando nisso, a Organização Criança Segura está lançando um aplicativo que dá dicas de segurança para os baixinhos.

Basicamente o aplicativo é um grande guia para que as crianças se informem sobre como prevenir acidentes e adotem comportamentos e medidas que garantam sua própria segurança. A ideia é que a linguagem seja apropriada para educar as crianças de forma rápida e efetiva.

O jogo estará disponível a partir de 30 de agosto, data em que se comemora o Dia Nacional da Prevenção de Acidentes. Para jogar, basta acessar o site. A dinâmica é a seguinte: por meio de vários jogos curtos, apresenta situações nas quais os pequenos aprendem a identificar os perigos em ambientes domésticos ou no trânsito e dá dicas de como evitar acidentes que podem acontecer com as crianças, tudo isso de forma divertida e leve, afinal, criança aprende brincando.

“A nossa mensagem é sempre direcionada para o adulto, pois entendemos que ele é o responsável pela vida da criança. Mas, é importante também ensinarmos a criança noções de comportamento seguro para que ela seja capaz de compreender algumas situações de perigo desde pequena. Daí vem a importância de um game como esse. Nele, nós nos preocupamos em trabalhar todas as principais causas de acidentes com crianças, como queda, intoxicação, sufocação, afogamento etc. Dessa forma, esperamos contribuir com o desenvolvimento da autonomia de meninos e meninas, com uma linguagem direcionada para esse público e muita ludicidade.”, explica Carla Lerner, responsável da Criança Segura pela área de Mobilização da organização e pelo desenvolvimento do jogo.

A intenção da Organização Criança Segura é lançar um aplicativo para iOS, Android e Windows Phone em breve. Assim, os baixinhos podem aprender em qualquer lugar como evitar acidentes. A expectativa é que o jogo se torne referência e evite uma série de situações ruins para os pais e para as crianças. O primeiro passo já foi dado.

Para quem não conhece, a Criança Segura é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, dedicada à prevenção de acidentes com crianças e adolescentes de até 14 anos. A organização atua no Brasil desde 2001 e faz parte da rede internacional Safe Kids Worldwide, fundada em 1987, nos Estados Unidos, pelo cirurgião pediatra Martin Eichelberger.

Electronic Arts anuncia Fe para Xbox One, PS4, PC e Nintendo Switch

A Electronic Arts anunciou que Fe, do programa EA Originals, será lançando no mundo todo no início de 2018. Desenvolvido pelo estúdio sueco Zoink Games e vencedor de diversos prêmios, Fe é um novo tipo de jogo de plataforma sem palavras, mas cheio de sons. Com Fe, um pequeno filho que de repente acorda na floresta, os jogadores descobrirão um mundo que eles nunca mais vão querer deixar, enquanto usam sons para se comunicar, para se conectar com a natureza, identificar criaturas amigáveis ou hostis e interpretar a narrativa ao longo do caminho.

“Nós quisemos criar um jogo que dê o sentimento de explorar algo especial”, disse Klaus Lyngeled, CEO e Líder Criativo da Zoink Games. “Nós gastávamos horas nas florestas quando crianças, e enquanto isso parecia assustador no início, eventualmente os sons estranhos se tronavam familiares – você se torna parte da natureza e a floresta passa a parecer um lar. Os jogadores terão sentimentos parecidos enquanto jogam Fe. Quando e como ele for jogado, garantimos que será uma experiência única de descoberta, diferente de tudo que foi jogado antes.”

“Com Fe, o estúdio Zoink nos lembrou que tudo está conectado. Eles criaram um jogo em que a mágica e a beleza da natureza e suas criaturas vêm à vida, disse Patrick Soderlund, EVP da EA Worldwide Studios. “Esse jogo e esse estúdio incorporam o espírito do programa EA Originals que críamos há pouco mais de um ano – a Liberdade de criar e de trazer jogos inovadores e memoráveis para os jogadores de todo o mundo de forma única”.

Em Fe, os jogadores ficarão encantados com os entornos naturais enquanto descobrem segredos, cumprem missões paralelas e conhecem criaturas místicas da floresta. Os jogadores irão subir, deslizar e cavar enquanto viajam através de uma experiência aberta, conhecendo, interagindo e resgatando plantas e animais dos Silent Ones, os antagonistas que estão ameaçando a floresta. Com uma liberdade de exploração sem igual em um mundo cheio de mistérios para descobrir, os jogadores se tornarão Fe e nunca mais vão querer ir embora.

Fe será lançando mundialmente no início de 2018 para Xbox One, PlayStation 4, Origin para PC e Nintendo Switch. Para mais informações, clique aqui.

Veja o trailer de Fe da Electronic Arts:

League of Legends: Estes são os favoritos ao Prêmio CBLoL

A Riot Games, que organiza o Campeonato Brasileiro de League of Legends, o CBLoL, anunciou nesta terça-feira (25) a lista de favoritos ao Prêmio CBLoL, evento que vai reverenciar os melhores jogadores da Segunda Etapa do torneio, que será decidida no dia 2 de setembro, no Mineirinho, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Os ganhadores das nove categorias serão conhecidos no dia 13 de novembro, em um evento de gala, que contemplará os grandes destaques individuais dos embates.

O Top 10, listado abaixo, foi definido com base no desempenho (MVP, ou destaque na partida, e KDA, índice de performance) dos jogadores ao longo da Fase Regular, que terminou no último final de semana. Eles são fortes candidatos a vencer uma das nove categorias. Trata-se de um resultado parcial, já que cada categoria possui seus próprios critérios e o campeonato segue para a Fase Semifinal, onde o cenário e o ranking podem sofrer mudanças. Mais informações no LoLeSports BR.

Prêmio CBLoL

O Prêmio CBLoL será composto de nove categorias. Os participantes serão elegíveis dependendo de sua posição na equipe. Os critérios para vencer também mudam de acordo com as estatísticas principais das funções que cada um cumpre dentro da equipe e também levará em conta os votos dos casters, imprensa e jogadores profissionais. Os cálculos serão realizados pela Riot Games, organizador do evento.

CBLoL

São várias as categorias do prêmio CBLoL, entre elas estão: Melhor Jogador, Melhor Topo, Melhor Caçador, Melhor Meio, Melhor Atirador, Melhor Suporte, Melhor Técnico, Jogador Revelação, Craque da Galera. A maioria das categorias são elegíveis a todos os jogadores participantes do CBLoL. Para mais informações, acesse o LoLeSports BR

Estão são os maiores candidatos a receber os prêmios CBLoL de melhor jogador:

 

10 – Alanderson “4LaN” Meireles

Equipe: Team oNe

Posição: Caçador

MVPs: 2 (vs INTZ e T Show)

KDA: 3,7 (35/30/77)

 

9 – Rodrigo “Tay” Panisa

Equipe: paiN Gaming

Posição: Caçador

MVPs: 3 (vs CNB, ProGaming e oNe)

KDA: 3,4 (40/31/66)

 

8 – Lucas “LUSKKA” Rentechen

Equipe: ProGaming e-Sports

Posição: Atirador

MVPs: 3 (vs oNe, Keyd e CNB)

KDA: 4,1 (55/27/56)

 

7 – Felipe “Yang” Zhao

Equipe: Keyd Stars

Posição: Topo

MVPs: 3 (vs CNB, T Show e ProGaming)

KDA: 4,7 (43/25/74)

 

6 – Gabriel “Tockers” Claumann

Equipe: Red Canids

Posição: Meio

MVPs: 3 (vs paiN, oNe e T Show)

KDA: 4,9 (65/29/78)

 

5 – Micael “micaO” Rodrigues

Equipe: INTZ e-Sports

Posição: Atirador

MVPs: 3 (vs CNB, Red e paiN)

KDA: 5,0 (64/28/77)

 

4 – Gabriel “Kami” Bohm

Equipe: paiN Gaming

Posição: Meio

MVPs: 3 (vs T Show, CNB e Keyd)

KDA: 5,0 (34/21/70)

 

3 – Felipe “brTT” Gonçalves

Equipe: Red Canids

Posição: Atirador

MVPs: 3 (vs ProGaming, CNB e Keyd)

KDA: 5,8 (50/20/65)

 

2 – Bruno “Envy” Ventura

Equipe: INTZ e-Sports

Posição: Meio

MVPs: 3 (vs CNB, T Show e Keyd)

KDA: 6,1 (62/24/84)

 

1 – Luan “Jockster” Cardoso

Equipe: INTZ e-Sports

Posição: Suporte

MVPs: 4 (vs Red, ProGaming (2x) e Keyd)

KDA: 3,9 (22/45/153)

Conheça o comovente jogo indie brasileiro White Lie

White Lie é ideal para quem procura por uma aventura diferente de tudo que já se viu. O jogo conta a comovente história de Greg, um coelho de pelúcia buscando por sua dona desaparecida em um mundo surreal e desolado. O projeto é de autoria do estúdio Ambize e uma das suas características mais marcantes é sua direção de arte desenhada a mão e colorida em tons sépia que complementa e intensifica as sensações e a ambientação solitária vivida durante o jogo. Podemos destacar o minucioso trabalho artístico do game.

O coelho Greg deve superar os desafios de seu passado com Emma se quiser descobrir a verdade por trás de tudo o que está acontecendo. De acordo com os desenvolvedores, a ideia de White Lie surgiu quando os envolvidos na produção refletiam o que podiam fazer de diferente para criar um jogo com um história emocional. O resultado foi um game inspirado por contos de fada e desenhos japoneses.

White Lie foi um dos ganhadores do edital de games da Spcine que aconteceu no fim de 2016 e também  da terceira turma da Core Labs Game Accelerator. O foco principal do jogo é contar uma história emocional sobre o relacionamento entre uma menina e seu brinquedo favorito, a lealdade dos dois e como sempre pertencerão um ao outro. É interessante notar a temática do coelho, também presente na literatura, histórias em quadrinhos e cinema.

O game tem uma jogabilidade simples e o foco não é o combate ou mecânicas elaboradas, mas sim a jornada. Espere por diálogos comoventes e cenas de arrepiar. Não por acaso, White Lie foi um dos premiados do edital da SPCine no fim de 2016. O game é exclusivo de PCs e você pode conferir mais detalhes no site oficial.

Abaixo tem o trailer de White Lie:

Isaac e o Enigma do Explorador é jogo indie de terror ambientado na região de SC

A dica é para quem procurar um jogo aterrador e repleto de mistério: o Laboratório de Tecnologias Computacionais – LabTeC – da Universidade Federal de Santa Catarina – acaba de lançar o jogo Isaac e o Enigma do Explorador, um título que coloca o jogador no papel de um jovem garoto em uma missão para resolver o mistério por trás do desaparecimento de seu avô. O game é repleto de momentos de tensão e muitos puzzles.

A trama começa após Isaac descobrir um cofre misterioso do Museu Histórico de Araranguá que contém pedaços de pergaminhos. Esse documento é parte de uma pista que o direciona até a Mina de Visitação Octávio Fontana em Criciúma. Dentro desse ambiente, o menino explora com uma lanterna que pode ser a luz que orienta o seu caminho, além de proteger dos perigos que somente a escuridão esconde.

O jogo se passa na cidade de Araranguá, que é a localização do LabTeC. Ou seja, além de transmitir uma sensação de pura tensão, o game permite ao jogador viajar pela história das cidades de Araranguá e Criciúma. A ideia é que o jogador tenha a sensação de estar em um ambiente mais realista. Perigosos desafios surgem a todo o instante e Isaac precisa ser cauteloso para que consiga ir até o fim em sua aventura.

Um dos pontos altos de Isaac e o Enigma do Explorador é a exploração das minas de Criciúma, pois ali a sensação de horror psicológico se torna mais denso. Aqui o jogador vai adentrar por subterrâneos lúgubres e frios, andar por um cofre misterioso, recolher lanternas e itens para se proteger de monstros horrendos. Os sustos são bem frequentes.

Como se não bastasse, Isaac deve resolver diversos puzzles e enigmas sobre as cidades de Araranguá e Criciúma, pertencentes ao sul de Santa Catarina. A intenção dos desenvolvedores foi de que os jogadores apreendessem sobre a história da região e seus pontos turísticos se divertindo. Durante o jogo pode-se recolher itens para montar um altar mágico e uma profecia misteriosa.

Apesar do clima pesado, Isaac não chega a afastar jogadores acostumados a jogos como Slender the Eight Pages ou Silent Hill, pois o enfoque é mais didático, o jogador vai aprender mais sobre os pontos turísticos de Araranguá e Criciúma de maneira prática e divertida. Para download gratuito do jogo, além de mais informações sobre o projeto, você pode acessar o site oficial do jogo.

Abaixo tem o trailer de Isaac e o Enigma do Explorador:

BIG Festival – Conheça os 20 jogos brasileiros convidados para o BIG Booth

Além de premiar os melhores jogos nacionais, o BIG Festival também é um grande palco para os desenvolvedores apresentarem seus games para o público de maneira mais intimista. Tanto é que o BIG Booth é uma das áreas mais disputada pelos visitantes durante o evento, lá ficam expostos games promissores que não participam da competição principal. É uma oportunidade perfeita para apresentar o jogo para pessoas de todo o país, desde jogadores, até investidores.

De acordo com a organização do BIG, esses vinte games são grandes destaques da produção nacional e representam a cultura de desenvolvimento de vários estados, como Amazonas, Minas Gerais, Paraná, Bahia, Brasília, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e nossa amada São Paulo. A expectativa é que a edição deste ano atraia público recorde, além de centenas de investidores, publishers, buyers, imprensa e demais agentes da indústria mundial de games.

Abaixo tem a relação dos games que participam da exposição BIG Booth:

O BIG Festival acontece de 24 de junho a 2 de julho, no Centro Cultural São Paulo. Além do BIG Booth e do BIG Starter, o evento conta com uma premiação internacional em que 45 jogos de diversos países concorrem em 11 categorias, como “Melhor Jogo”, “Melhor Gameplay”, “Melhor Arte” etc. Todos esses títulos estarão disponíveis para o público testar gratuitamente na área de exposição do evento.

Serviço – 5º BIG Festival 2017

Quando: De 24 de junho a 2 de julho (Segunda, 26, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Onde: Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Quanto: Entrada Gratuita

Distortions – Jogo indie está entre os cem mais votados na Steam Greenlight

Hoje vamos falar do jogo Distortions, da produtora indie brasileira Among Giants, pois o título de aventura musical acabou de alcançar um feito impressionante na Steam: o game acabou de entrar na lista dos cem maiores do Greenlight, ou seja, é um dos que mais estão recebendo sinal verde dos jogadores nos últimos tempos.

O jogo, que está em desenvolvimento há mais de oito anos, conquistou o 62º lugar na lista dos cem maiores jogos do Greenlight. O mais bacana é que o game está em campanha há apenas dez dias e já deixou mais de 3700 jogos para trás, conquistando mais de 2900 votos positivos. A expectativa é que o sucesso da campanha dê novo fôlego para os desenvolvedores e o projeto chegue ao mercado mais rápido do que se espera.

“Estamos muito felizes em ter chegado nos 100 maiores do Greenlight e a cada dia estamos mais próximos dos 50 e isso nos motiva muito”, disse Thiago Girello, produtor chefe do Distortions. “Temos certeza que com a ajuda da comunidade brasileira podemos chegar no top 10 do Greenlight, levando a bandeira brasileira para todos os países do mundo”, completou.

No próximo dia 24 de junho a 2 de julho começa o BIG Festival e Among Giants contará com um estande no evento para exibir o Distortions com a primeira versão jogável do game. Assim o público geral poderá conhecer em primeira mão este ambicioso projeto e ajudar a torna-lo ainda melhor. Além do BIG, Distortions estará na Brasil Game Show, a maior feira de games da América Latina, e ocupará três estandes da área indie do evento.

“Estamos trabalhando muito para ter a melhor build possível para o BIG Festival. O jogo ainda passará por muitas melhoras mas estamos muito satisfeitos com o rápido avanço que estamos conseguindo”, completou Thiago.

Em Distortions, você controla uma garota que viaja por ambientes hostis como montanhas, florestas, cavernas, rios, lagos e até mesmo o mar, e usar o poder das músicas aprendidas para moldar o mundo ao seu redor, criando pontes, explosões e barreiras. De acordo com os desenvolvedores, o game tem uma mensagem forte de superação de experiências passadas, sobretudo de relacionamentos.

Uma das mecânicas mais interessantes é misturar a música com muito suspense e drama para criar uma atmosfera única. O jogo, aliás, se passa em um lugar onde o tempo parece estar parado e as músicas são suas armas e os relatos de páginas de um diário, seu guia. A campanha no Steam Greelight continua no ar.

Abaixo tem o trailer de Distortions:

 

SAGA de Brasília recebe fãs de Overwatch e Heroes of the Storm no Blizzard Gamers Day

Os fãs da Blizzard tem novo compromisso na SAGA (School of Art, Game and Animation)neste domingo (07/05), pois a unidade de Brasília abre suas portas para o Blizzard Gamers Day. Esta é a primeira edição do evento dedicado aos fãs de Overwatch e Heroes of the Storm, na capital federal. O evento começa as 10h e vai até as 18h, período em que os fãs podem interagir e jogar seus títulos favoritos.

De acordo com a SAGA, entre as atrações do Blizzard Gamers Day estão uma área para jogar à vontade Overwatch e Heroes of the Storm, campeonatos, mesas redondas, workshops, sorteios de brindes e a presença de cosplayers. Outras unidades da instituição já abriram suas portas para o evento, com alta adesão de público e ótimas atividades.

blizzardAlém das atrações mencionadas, os participantes poderão encontrar o jogador profissional de Overwatch, Filipe “nosfa” Barbosa, do First e-Sports, e os streamers SuperUai e Lu Simioni, conhecidos por transmitir e narrar partidas de jogos da Blizzard. Espera-se que as transmissões pela internet sirvam para atrair mais jogadores para as próximas edições do evento.

As vagas para o primeiro Blizzard Gamers Day em Brasília já estão preenchidas, mas quem quiser participar dos próximos eventos da SAGA na capital federal ou em qualquer outra unidade, devem ficar atentos às novidades da escola nas redes sociais e se inscrever pelo próprio site da SAGA.

 

Serviço – Blizzard Gamers Day

Local: SAGA Brasília – Quadra C07, Lote 02, Sala 101/201, Centro, Taguatinga-DF

Data: 07/05/2017

Horário: Das 10h às 18h