Arquivo da tag: Ori

E3 2018 – Microsoft realiza a melhor conferência de sua história. Variedade e games de alta qualidade anima os jogadores

Meses antes da E3 2018 a Microsoft alardeada aos quatro ventos que estava preparando a maior E3 de sua história. De acordo com a empresa de Redmond, os jogadores poderiam esperar por uma tonelada de novos jogos de alta qualidade. Promessa é dívida: a empresa americana cumpriu com louvor sua missão. Foram muitos jogos mostrados em sequência.

A impressão que tivemos é que duas horas foi pouco para a tonelada de jogos apresentados. Se havia desconfiança em relação ao Xbox para este ano e início de 2019, esqueça. O console corre a passos largos a se tornar uma plataforma essencial para apreciadores de games. E some-se a isso o fato de o Xbox One X ser a plataforma mais poderosa do mercado.

Confira abaixo o resumo da conferência da Microsoft na E3 2018:

Halo 6

A Microsoft resolveu começar sua conferência chutando a porta com o anúncio de Halo Infinite. A 343 Industries não deu muitos detalhes da trama, mas pelo curto vídeo, sabe-se que Master Chief está de volta em uma missão para salvar a humanidade. O trailer mostra os Spartans em um planeta com bastante vegetação, parecido com a Terra. O grande detalhe é que o game faz uso de uma nova engine chamada Slipspace. Ainda não há data de lançamento, nem gameplay.

Ori and the Will of the Wisps

Após Phil Spencer subir ao palco para falar do novo direcionamento da Microsoft (agora dedicada aos jogos), foi a vez mostrar a sequência do belo Ori. Ao que o trailer mostrou, haverá uma variação interessante de cenários e parece que as condições climáticas devem influenciar na jogabilidade. O estilo artístico continua sendo o ponto alto de Ori.  Este parece ser compra certa.

Sekiro: Shadows Die Twice

A FromSoftware subiu ao placo para mostrar seu mais novo projeto denominado de Sekiro: Shadows Die Twice, um jogo ao estilo Souls com uma pegada Japão feudal. O nível de dificuldade deve ser bem alto, mantendo o legado da franquia Souls. As comparações com Nioh, da Team Ninja, devem ser recorrentes. Lançamento prometido para 2019 e a publicação fica a cargo da Activision.

Fallout 4 e Fallout 76

A Bethesda aproveitou seus preciosos minutos dentro da conferência da Microsoft para falar de seus dois novos jogos: Fallout 76 e Fallout 4. O primeiro será uma prequela para todos os outros jogos da série. O vídeo não mostrou quase nada, mas serviu para colocar a comunidade de fãs em estado de hype. Já Fallout 4 chegou hoje (10) para os felizardos usuários do Xbox Game Pass.

Captain Spirit

Uma surpresa e tanto guardada durante a conferência da Microsoft foi o trailer de Captain Spirit, um jogo no mesmo universo de Life is Strange. O game acompanha as aventuras de uma criança bastante imaginativa. A boa notícia: o game chega já no dia 26 de junho gratuitamente para PC, Xbox One e PS4.

Crackdown 3

Um dos trailers com mais ação foi Crackdown 3. O trailer mostrou o gameplay do jogo com a versão digitalizada de Terry Crews. Ao que parece haverá muita ação, veículos, armas improváveis e explosões. De acordo com a Microsoft, o game chega em 2019. Esperamos que não ocorram novos adiamentos.

Vários jogos multiplataformas

Os usuários do PS4 já não podem incluir Nier Automata em suas listas de exclusivos. Sim, o game foi anunciado para o Xbox One e chega já no dia 26/06.

Outro peso pesado a entrar no catálogo da plataforma é Metro Exodus. O game não é uma novidade, mas desde seu anúncio, a comunidade aguarda ansiosamente. O vídeo mostrou cenas de gameplay, onde pode-se ver algo de stealth, zumbis e diversos inimigos.

Logo em seguida surgiu o esperado Kingdom Hearts 3, da Square-Enix. Esta é a primeira vez que um jogo da franquia chega à plataforma da Microsoft. A novidade é a adição do mundo de Frozen, Detona Ralph, Enrolados, Monstros S.A e Toy Story. Todos esses mundos são relativamente novos, mostrando que a franquia está buscando se reinventar. O lançamento foi marcado para 29 de janeiro de 2019.

Sea of Thieves recebe nova DLC

Depois de mostrar todos esses títulos multiplataformas, a Microsoft abriu espaço para a Rare revelar as duas novas expansões de Sea of Thieves: Cursed Sails e Forsaken Shores, que chegam em setembro e devem suprir as principais críticas do game, ou seja, mais missões, ambientes, inimigos etc.

Forza Horizon 4

Finalmente tivemos um trailer de Forza Horizon 4 e a data de lançamento para outubro deste ano, com lançamento simultâneo no Game Pass. O game terá ambientação na Europa, ao invés do Japão, conforme rumores sugeriam. Pelo que deu para notar, haverão diversos veículos inéditos, como motos, submarinos e a MacLaren. Este promete ser um dos maiores lançamentos do ano e contará com gráficos belíssimos.

Novos estúdios assimilados pela Microsoft Game Studios

Alguns vazamentos ja adiantavam que a Microsoft saiu às compras a fim de fortalecer sua posição como desenvolvedora de games e fazendo frente aos concorrentes Sony e Microsoft.  Foi anunciado cinco novos estúdios integrados ao Microsoft Studios, sendo eles The Initiative (baseado em Santa Monica); Playground Games (os criadores de Forza Horizon); Undead Labs (State of Decay); a Ninja Theory (Hellbade); e a Compulsion Games (criadores de We Happy Few).

The Division 2 está espetacular

Um dos grandes jogos da Ubisoft nos últimos anos foi The Division. A empresa mantém apoio à franquia com o segundo título da franquia. O jogo foi apresentado em gameplay e com uma ambientação mais colorida. The Division 2 chegará a 15 de Março de 2018 e quem quiser pode participar da fase beta ainda em 2018.

Shadow of the Tomb Raider para coroar a melhor trilogia da década

Depois foi a vez da Crystal Dynamics mostrar a nova entrada de Tomb Raider. O título deve manter a mesma pegada dos dois anteriores, mostrando a Lara em desafios em ambientes urbanos e tropicais.  Os visuais estão incríveis e Lara ainda vai sofrer bastante.

E tome mais jogos emocionantes

Primeiro foi a vez de mostrar a nova IP Session. Este game é exclusivo para o Xbox e é já visto por muitos como sucessor espiritual da franquia Skate. Você poderá fazer manobras em cidades e parques. Depois foi a vez da Microsoft mostrar um vídeo do MMORPG Black Desert. Ele está muito bonito e promete bastante ação e aventuras por um mundo vasto.

Para coroar a noite de gala, a Microsoft mostrou um teaser de Devil May Cry 5. O game era sonho antigo da comunidade e vai mostrar Dante em batalhas avassaladoras contra demônios terríveis e bosses gigantescos. O jogo ainda conta com o retorno dos personagens Nero e Dante.

Chuva de conteúdo para Xbox

Cuphead ganhará um conteúdo exclusivo através de DLC. O game é um dos mais bem sucedidos do Xbox nos últimos anos.

Logo na sequência a Microsoft mostrou o trailer de Tunic, um RPG de ação claramente inspirado na franquia Legend of Zelda. Ele será exclusivo para Xbox e PCs.

Outro game que deu o que falar foi Jump Force. O game vai unir personagens da revista Shonen Jump em lutas devastadoras. O game tem um estilo gráfico mais realista do que as entregas mais tradicionais da Bandai Namco. Pode contar com a participação de lutadores das franquias Dragon Ball, One Piece, Naruto e até Death Note.

Dying Light 2

Dying Light 2 apareceu para alegria dos fãs de jogos de zumbis. O game não recebeu muitos detalhes, mas sabe-se que as escolhas que o jogador faz na campanha terá consequências no mundo do jogo. O game recebeu até mesmo um trailer gameplay, que serviu para provar que os poucos deslizes do primeiro game foram superados.

O retorno de Battletoads

A Microsoft prometeu o retorno de Battletoads para 2019, ainda sem detalhes, nem gameplay, nem detalhes adicionais. O anúncio serviu para tirar lágrimas dos jogadores mais saudosistas.

Just Cause 4 está lindo

Na esteira de Battletoads, a Microsoft já enganchou um trailer de Just Cause 4. O mundo de game parece extremamente caótico e as missões devem envolver diferentes veículos e movimentos improváveis.

Overdose de Gears of War

A Microsoft resolveu apostar pesado na franquia Gears. O primeiro foi Gears Pop, um jogo de celular mais simples e com personagens ao estilo funko. Uma mudança drástica para quem está acostumado com os personagens abrutalhados da franquia.

Mas as coisas não pararam aí, o teaser era uma brincadeira para depois apresentar Gears Tactics, um RTS para PCs. Os esquadrões serão customizáveis, haverão diversas armas e chefões gigantescos. Mais um bait para a cereja no bolo.

O verdadeiro jogo da noite é Gears 5, que coloca o jogador no comando de Kait, uma soldado altamente treinada e destemida. Os poucos minutos do gameplay serviram para mostrar que o trabalho gráfico está primoroso e haverá diversos ambientes. Um detalhe importante: os personagens estão mais realistas, fugindo do design malhado dos personagens anteriores.

Cyberpunk 2077 será o melhor game da CD Projekt RED

Antes de encerrar os anúncios, Phil Spencer subiu ao palco para anunciar que a Microsoft vai investir no serviço de streaming. O objetivo é trazer os jogos para os consoles, PCs e mobile. Em seguida a fala do executivo foi interrompida pelo trailer de Cyberpunk 2077. O game será ambientado em um Estados Unidos futurista, numa cidade chamada Night City. O trailer finalizou os anúncios da Microsoft em grande estilo.

Os 5 melhores (e piores) momentos da Microsoft na E3 2017

A E3 2017 está a todo o vapor e dentre as três fabricantes de hardware já tivemos a apresentação da Microsoft ontem (11 de junho). A conferência foi marcada por novidades e muitos games. A Microsoft dedicou quase todo o espaço para mostrar jogos, e foram muitos jogos mesmo! Vai faltar tempo para jogar tanto jogo bom.

Como não poderia deixar de ser, também tivemos os detalhes do Xbox Scorpio, que já até ganhou um nome definitivo. Selecionamos aqui os cinco momentos mais legais da conferência da Microsoft e os cinco menos empolgantes.

Confira abaixo os “highlights” da apresentação da Microsoft na E3 2017:

 

Xbox One X

A Microsoft cumpriu a promessa: O Xbox One X (ex-Scorpio) é realmente muito poderoso e surpreendeu até os mais descrentes graças as suas configurações top de linha: são 12 GB de memória RAM e 6 teraflops de GPU. O aparelho é belíssimo, menor que o modelo S e totalmente compatível com acessórios dos modelos antigos.

E sim, ele roda os jogos a 4K com elementos gráficos exagerados (os efeitos de luz, sombras, reflexos e partículas é algo que você nuca viu). Já até saiu a data de lançamento (7 de novembro). Até o preço agradou (US$ 499), pena que no Brasil vai sair caro.

 

Retrocompatibilidade com o Xbox

A segunda melhor coisa da conferencia da empresa de Redmond foi ainda com relação com o Xbox One X: Phil Spencer anunciou que a plataforma será retrocompatível com a biblioteca do Xbox original. Ou seja, você vai poder jogar megassucessos como Jade Empire, Knights of the Old Republic, Conker Live & Reloaded, Pazer Dragon Orta e muitos outros.

Vale lembrar que os jogos do Xbox 360 já estão compatíveis com o One, deste modo, a plataforma da Microsoft possui a maior biblioteca de jogos compatíveis dentre os três consoles do mercado. Muita gente torce o nariz para essa ideia de jogar games antigos, mas a comunidade retrogamer agradece.

 

Forza Motorsport 7

O primeiro grande título do Xbox One X não podia ser melhor: Forza Motorsport 7 é a realização dos sonhos de qualquer aficionado por corridas e jogos foto-realistas. Sim, o game é bonito demais e serve para dar um norte das possibilidades do novo console.

O visual de mudança dinâmica de clima impressiona e dificilmente vamos ver algo mais impressionante no primeiro ano da plataforma. A Turn 10 é especialista em apresentar jogos com qualidade gráfica e de jogabilidade impecáveis. Quem não curte simulador, pode apenas imaginar o que esses caras vão fazer numa provável sequência de Forza Horizon.

 

Sequências matadoras

Muita gente reclama que o Xbox não tem jogos exclusivos e isso é bem verdade, mas ainda assim os jogos apresentados impressionaram. Alguns dos destaques são justamente sequências muito esperadas de jogos famosos, como Metro Exodus, Assassins Creed Origins, State of Decay 2, Ori and the Will of the Wisps.

O novo Ori, aliás, é sem dúvidas um dos melhores da conferência e apesar de não servir para mostrar as capacidades técnicas do One, ao menos diverte muito e tem todo o potencial para agradar os jogadores que investiram na plataforma.

 

Novas IPs

Por muitos anos se diz que a indústria está estagnada em velhas franquias. Isto não foi o que se viu na conferência da Microsoft, pois a empresa de Redmond mostrou um batalhão de novas IPs. Algumas já eram velhas conhecidas do público, como Cuphead e Sea of Thieves, mas se colocarmos na balança, fica claro que os produtores estão investindo em novas ideias e estão saindo do lugar comum.

Entre os jogos apresentados estavam PlayerUnknown’s Battlegrounds, The Darwin Project, Deep Rock Galactic, The Last Night, The Artful Escape, Super Lucky’s Tale, Ashen, Anthem. Vale dar um destaque especial para Code Vein, um game da Bandai Namco com uma estética bem parecida com Dark Souls.

 

E os cinco momentos menos empolgantes

 

Minecraft em 4K

Sim, Minecraft é um dos jogos mais populares do mundo e é fácil entender por que a Microsoft continua investindo pesado na marca. Entretanto é desapontador que a empresa tenha dedicado um tempo considerável para anunciar que o jogo estará em 4K.

Não nos entenda mal, mas um anúncio rápido teria sido mais efetivo e poder-se-ia utilizar esse tempo para mostrar mais um pouco de outros games que ficamos curiosos. Além de mostrar Minecraft em 4K, a Microsoft já falou que haverá cross-play entre todas as plataformas em que o jogo foi lançado (com exceção do PS4).

 

Crackdown 3

Crackdown 3 é vendido como um dos pilares do Xbox One desde sua apresentação em 2014. Dsde então o game está no limbo do desenvolvimento. A julgar pelo trailer (e a data de lançamento marcada para 7 de novembro), finalmente os jogadores poderão botar as mãos no produto. Mas ainda assim, ele não é bem o jogo para vender plataforma que a Microsoft precisa.

Além disso, pelo tempo em desenvolvimento e a promessa de utilizar a nuvem para gerar efeitos destruidores de ultima geração, parece que Crackdown 3 está longe de ser essa bola toda. Visualmente o game também decepciona. Resta torcer para que o fator diversão nos cale. Mas confesso que pelo gameplay, não fiquei muito animado.

 

Sea of Thieves só em 2018

Outra notícia triste foi que Sea of Thieves somente será lançado em 2018, sem mês definido. Este sim é um jogo que me deixou muito animado e gostaria de jogá-lo o quanto antes. Naturalmente o tempo maior em produção vai servir para polir arestas e tornar a experiência mais próxima da perfeição.

O vídeo mostrado na E3 teve quase 10 minutos e apresentou uma missão de caça ao tesouro com exploração, luta de espadas e bastante ação. Parece que a Rare acertou o passo dessa vez, uma pena ter de esperar tanto por um game tão promissor.

 

Nada de VR ou AR

osvr

Uma dúvida ficou no ar ao fim da apresentação da Microsoft: será que a empresa desistiu dos óculos de realidade virtual e aumentada? Nas quase duas horas de conferência não se ouviu um pio sobre os planos ou jogos futuros que façam uso da tecnologia. E isto não foi apenas um problema da empresa, mas sim de todas as produtoras de jogos até o fechamento desta matéria.

O que acontece? Será que os desenvolvedores sacaram que este é um produto de nicho e resolveram abandonar o suporte, ou vão apenas deixar para mostrar jogos para os óculos em outros eventos futuros? Mistério!!!!!!!!!!

 

Microsoft foi “honesta demais”

A E3 é mais do que um evento de games, mas sim um evento para vender sonhos. A Sony sacou isso há alguns anos. Parece que a Microsoft ainda não entendeu, ou se recusa a dançar a mesma música que a concorrência. Não que a lealdade da empresa de Redmond seja execrável, mas não custava nada revelar coisas que vão sair em dois anos, tal como a Sony já fez no passado revelando God of War 4, The Last of Us e Shenmue 3.

Imaginem se a Microsoft encerra-se sua apresentação com a revelação de um novo Halo, Fable, ou quem sabe um Conker novo? Sim, sabemos que a essa altura Halo 6 deve estar em produção e só deve sair em 2018 ou 2019, talvez. Mas apenas o fato de vender o sonho de que o novo capítulo será o maior e mais surpreendente de todos os tempos deixaria as pessoas entorpecidas por meses a fio.