Arquivo da tag: online

Vainglory ganha modo 5V5 e novas parcerias para a temporada 2018

Se você é um dos milhares de aficionados pelo Vainglory, prepare-se para encarar combates ainda mais ferrenhos graças a mais recente atualização do jogo, que permite que até dez jogadores se enfrentem em batalhas de 5V5, modalidade que passa a ser vigente para todos os campeonatos oficiais do jogo.

Disponível desde o dia 13, o novo modo de jogo é o carro chefe para a temporada inaugural da Vainglory Premier League – antiga Vainglory8 – que inicia no mês de junho. A temporada regular seguirá uma pré-temporada prolongada, para dar às organizações profissionais a oportunidade para a transição e expansão de suas equipes do modo 3V3 para o 5V5.

De acordo com a Super Evil Megacorp, a Vainglory Premier League terá uma alteração em sua estrutura e cronograma, passando para partidas em rodadas duplas, com eliminatórias de meio e de final de temporada, juntamente com um único torneio de promoção. Além disso, os campeonatos regionais qualificarão times para o Campeonato Mundial do jogo.

Outras novidades envolvendo o Vaingloy são as duas parcerias que a Super Evil Megacorp firmaram para tornar o game ainda maior e mais conhecido. O primeiro deles foi com a ESP Gaming, principal empresa de conteúdo de jogos competitivos do mundo com experiência na produção de eventos de escala mundial, incluindo as Olimpíadas, X Games, NFL e Série Mundial de Pôquer (World Series of Poker). A intenção é que Vainglory seja o principal eSport para dispositivos móveis da ESP. “Aproveitaremos nossa vasta experiência com esportes ao vivo e em games para criar o melhor conteúdo de eSports para uma das bases de fãs mais apaixonadas de todos os jogos”, disse Jeff Liboon, presidente da ESP Gaming.

A outra parceria é com a Razer, proeminente produtora de hardware, software e sistemas para games. Este acordo é para combinar o jogo com seus dispositivos e periféricos. “As duas companhias compartilham uma crença comum de que os games têm um grande futuro na plataforma móvel”, afirma Tom Moss, Gerente Geral e Vice-Presidente da área Mobile da Razer. “O grande desempenho de Vainglory, a precisão do jogo e seus gráficos deslumbrantes são destacados no Razer Phone”.

Conheça o Swarmio, plataforma de eSports criada para disponibilizar jogatina online sem lags

Cansado de lags nos seus jogos online? Se a resposta for positiva, conheça o Swarmio, a plataforma criada pela Ubique Networks, que chega ao Brasil graças a uma parceria com a Glameplan. A plataforma é baseada em blockchain que entrega uma experiência mais fluída para títulos multiplayer online como Counter-Strike Global Offensive (CS:GO) e League of Legends, entre outros. Os criadores garantem que a plataforma é capaz de fornecer aos organizadores de torneios e casters as ferramentas necessárias para ter experiências profissionais de eSports em qualquer nível de conhecimento, em qualquer lugar do mundo.

Para garantir a melhor experiência de jogo, a Swarmio integra uma tecnologia de redes global proprietária que otimiza a latência. A parceria entre GamePlan e Ubique Networks foi possibilitada por conta do trabalho feito pelo Consulado Geral do Canadá, que identificou a GamePlan como uma empresa capacitada a atender às necessidades da Ubique Networks, além de outras empresas canadenses, em estabelecer negócios no Brasil.

“Jogadores no Brasil, assim como organizadores de torneios, serão os primeiros na América do Sul a aproveitar dos benefícios da plataforma Swarmio sem lag para eSports”, explica Vijai Karthigesu, fundador e CEO da Ubique Networks. “O Brasil é o principal mercado da região e que vem crescendo ano a ano em número de jogadores online, e estamos empolgados com o lançamento no país ainda neste trimestre”.

Para quem não conhece, a GamePlan é uma consultoria brasileira especializada em games fundada em 2014. Já a Ubique Networks é a fornecedora da única plataforma vertical integrada para eSports. Sua plataforma Swarmio, para esports é a única no mundo a usar a infraestrutura global ao integrar tecnologias sem lag a um sistema completo e automatizado de gerenciamento de torneios para dar aos gamers a experiência mais avançada. Se as promessas forem cumpridas, a jogatina online no Brasil será melhorada drasticamente.

Campus Party Brasil 2018 terá programação especial dedicada ao eSport

Quem for visitar a Campus Party 2018 irá conferir mais uma grande novidade: a Academia Gamer. Por meio de conteúdo prático e didático sobre o mundo do eSport, o espaço vai trazer palestras e debates com jogadores profissionais, donos de times, narradores, empresários, comentaristas, personalidades e muito mais. O principal objetivo é esclarecer questões que vão desde como se tornar um gamer profissional até como viabilizar comercialmente um evento.

Entre as atrações já confirmadas, os destaques ficam para: Gabriel Fallen, nomeado em 2015 como o jogador mais influente do eSport brasileiro; o bate-papo com Leonardo e Guilherme da Team One, sobre como é ser dono de um time de eSports; a palestra com Yuri “Fly” da Gamers Club, sobre como é o processo e principais etapas para se tornar um jogador profissional; a participação de Bruno Clash, um dos mais influentes jogadores de Clash Royale que contará a sua experiência mundial com o game; e Marcio Soares, Diretor Geral do Campeonato de Rainbow Six.

“Preparamos um conteúdo imperdível para os fãs de eSports que participarem desta edição da Campus Party”, comenta Moacyr Alves, curador do espaço e parte da Talent Experts. Para participar da Academia Gamer, é preciso adquirir o ingresso no site da Campus Party Brasil. Confira as categorias no site do evento.

A Academia Gamer terá ainda um segundo espaço chamado “Arena Gamer”, localizado na Open Campus, área gratuita do evento. Este espaço será voltado para a realização de campeonatos de jogos eletrônicos. A programação contará com torneios de Tekken 7, Counter Strike, Mortal Kombat, Rainbow Six, Gwent (jogo de cartas do game e universo The Witcher) e muitos outros, além de um concurso de narração de jogos de eSport e uma mesa redonda com jogadores.

 

Serviço – Academia e Arena Gamer

Data e horário Academia Gamer: de 31 de janeiro a 03 de fevereiro, das 10h30 às 23h, na Arena da Campus Party Brasil.

Data e horário Arena Gamer: 31 de janeiro a 03 de fevereiro, das 10h às 20h, na Open Campus, área gratuita da Campus Party Brasil.

Onde: Pavilhão de Exposições do Anhembi – São Paulo (Av. Olavo Fontoura, 1209 – Parque Anhembi).

Evento ‘Rixty – Jogue entre as Lendas’ chega a São Paulo e coloca fãs para jogar com seus ídolos

No próximo dia 20 de janeiro a Rixty, empresa dedicada em pagamento de créditos de jogos online, em parceria com a Z8Games realizam o evento “Rixty – Jogue entre as lendas”, que colocará pela primeira vez oito fãs de eSports para jogar Crossfire com 12 jogadores profissionais. O evento acontece na ArenaMax5, em São Paulo, valendo um prêmio de R$ 30 mil.

As partidas terão transmissão ao vivo para todo o Brasil e contarão com uma torcida presente na Arena MAX5, promovendo assim, uma experiência única para todos os participantes. A lista dos jogadores profissionais conta com alguns de experiência internacional e que já passaram por times de peso do cenário de eSportscomo BRAVE, INTZ, Operation Kino, entre outras.

Além da chance de ser sorteado, jogar ao lado dos ídolos e lutar pelo prêmio em dinheiro, todos os visitantes do evento da Rixty vão receber um item permanente no CrossFire Brasil (Anaconda Ouro) e ainda concorrer a diversos sorteios, no local e também on-line.

Sobre a premiação: O evento Rixty – Jogue entre as Lendas oferece uma premiação total em dinheiro de R$30.000 (trinta mil reais) a ser dividido entre os 20 jogadores participantes do torneio que seguirem todas as regras do evento da seguinte maneira:

1º Lugar: 10 mil reais

2º Lugar: 8 mil reais

3º Lugar: 7 mil reais

4º Lugar: 5 mil reais

Mais informações no site da Rixty.

 

Serviço: Rixty – Jogue entre as lendas

Data: 20 de janeiro

Local: Arena Max5, em São Paulo – Rua da Mooca, 1601 – Mooca

Ingressos: Estão à venda por R$ 29 no site: www.max5.com.br/eventos/91/jogue-entre-as-lendas.

Outras informações pelo Facebook: www.facebook.com/CrossFireBrasil/photos/a.268254033254626.64631.185475471532483/1594927123920637/?type=3

Campeonato universitário de Heavy Metal Machines acontece na próxima terça-feira (21) na URI

O jogo Heavy Metal Machines está fazendo história! Desta vez o jogo da Hoplon terá um torneio amistoso entre alunos da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), no Rio Grande do Sul. A competição inédita acontece na próxima terça-feira, 21 de novembro. O mais interessante é que o torneio é organizado pelos próprios alunos.

A competição é exclusiva para alunos e será sediada no campus de Frederico Westphalen/RS. Ao todo serão oito times na disputa, que terá o formato de eliminação simples, ou seja, uma única derrota é o bastante para que a equipe seja eliminada. De acordo com os organizadores, será utilizada a plataforma Battlefy para sortear os confrontos. Como premiação, todos os jogadores do time campeão ganharão um mouse Razer Krait, itens do jogo e camisetas.

“O Brasil é um grande mercado consumidor de games e sempre notamos nos nossos alunos um enorme interesse pelos jogos eletrônicos. A Hoplon participou de uma aula inaugural na URI e o feedback dos alunos foi excelente. Alguns, inclusive, formaram uma equipe e participaram do campeonato sul-americano de Heavy Metal Machines, ficando em quarto lugar”, disse Rosângela Faschel, coordenadora do mestrado em Letras da URI. “Diante do interesse dos estudantes e a fim de fomentar o game nacional, decidimos ampliar essa parceria entre URI e Hoplon com um campeonato de Heavy Metal Machines. Temos certeza que será um sucesso e esperamos um dia participar de torneios interuniversidades”, completou.

Esta não e a primeira vez que universitários organizam um torneio de Heavy Metal Machines: no ultimo dia 11 de novembro a Universidade do Vale do Itajai (Univali) recebeu o primeiro torneio do jogo e contou com partidas frenéticas. A expectativa da Hoplon e que esses torneios se tornem mais frequentes e mobilizem diversas universidades pelo Brasil e no exterior. Interessados em realizar torneios oficiais de Heavy Metal Machines em suas universidades podem entrar em contato com a Hoplon pelo e-mail marketing@hoplon.com.

Para quem não conhece, Heavy Metal Machines (HMM) é um jogo multiplayer online de batalha de carros free-to-play da desenvolvedora catarinense Hoplon. Ele coloca carros armados até os dentes em combates nas arenas mais surreais imaginadas. Lembra algo de Rock n Roll Racing e Twisted Metal. Heavy Metal Machines está disponível em beta aberto no Steam e pode ser baixado gratuitamente.

Abaixo tem um trailer de Heavy Metal Machines:

“É Arte” – Jogo indie embarca na maior discussão do momento

Em Porto Alegre uma exposição de “arte” patrocinada por um grande banco choca as pessoas: imagens representam crianças assumindo sua orientação sexual, enquanto que outro quadro mostra Cristo crucificado empunhando objetos nada santos e em outra sala um quadro representa um homem praticando sexo com um animal. Em São Paulo uma performance “artística” coloca uma criança tocando os pés e mãos de um homem deitado no chão totalmente nú.

As redes sociais entram em polvorosa e um debate acalorado tem espaço: afinal o que é arte? Essas apresentações podem ser consideradas formas de arte? Aproveitando o gancho criado nestas semanas o estúdio indie Icon Games lançou o game “É Arte”, que coloca em evidência a discussão sobre o que é, ou não é arte, botando o jogador para avaliar algumas obras, bastando responder se a imagem informada é ou não uma obra de arte. Caso ele erre a resposta um maluco irá dar facadas no jogador.

É Arte” é na verdade um experimento: sua opinião é comparada com a de todos os outros jogadores que vieram antes, e se ela for contrária à opinião da maioria, o maluco irá atacar. A ideia é trazer à luz a discussão sobre o mérito da arte, sobre o que se acredita ser aceitável ou não. E sobre como “o diferente” não deve ser descriminado.

O jogo é gratuito, e roda direto no navegador, funcionando da mesma forma que o aplicativo “Tinder“, ou o jogo “Reigns“, onde você move a imagem apresentada (com as setas no teclado, ou com o mouse) para uma direção para dizer “Sim” ou para outra, para dizer “Não”. Se você quer participar da discussão mais quente do momento, eis aqui uma oportunidade de deixar sua opinião.

O jogo “É Arte” pode ser acessado diretamente no site da empresa: http://www.icongames.com.br/eharte/index.html

Nexon revela novo trailer de Durango para a E3 2017

A Nexon e o What! Studio aproveitaram esse período pré-E3 para apresentar o novo trailer de Durango, o RPG online em mundo aberto que se passa em um universo habitado por dinossauros ferozes. O game para dispositivos mobile deve chegar ao mercado ainda nesta primavera e se diferencia de outros jogos graças a sua ambientação e estilo artístico incríveis.

Em Durango os jogadores usarão os materiais e tecnologias transportadas de suas vidas anteriores para explorar e desenvolver uma região. De acordo com os criadores, Durango é a próxima evolução das experiências de MMO, com recursos completos os quais oferecem aos jogadores plena liberdade para perseguir vários pilares de jogo, ao mesmo tempo em que usufrui experiências únicas de exploração e construção de cidades com colaborações em tempo real e batalhas diretas contra clãs inimigos e dinossauros colossais.

Durango aumenta o nível de jogos persistentes e maciços em dispositivos móveis”, disse Lawrence Koh, Gerente Geral da Nexon M. “O What! Studio criou uma experiência rica e dinâmica para que os jogadores realmente se tornem pioneiros entre os dinossauros, permitindo que eles formem o mundo, os eventos e a história através de jogadas sociais e eventos cooperativos e competitivos no jogo”.

Além da exploração, os jogadores devem se unir em combates contra dinossauros carnívoros que costumam ser extremamente perigosos. Os aventureiros aprenderão a usar a terra em sua vantagem para criar armas, armaduras e ferramentas, assim como desenvolver aldeias que possam crescer e se tornarem fortalezas. Durango utiliza um revolucionário sistema de construção de mundos, gerado por processos que preenche o enorme mundo aberto com um número infinito de locais para descobrir e explorar.

O título será jogável na Electronic Entertainment Expo (E3) 2017 no Centro de Convenções de Los Angeles, de terça-feira, 13 de junho até quinta-feira, 15 de junho, no Mobile and Social Games Pavilion, South Hall, Stand #2623.

Abaixo você confere o trailer de Durango para a E3 2017:

Twitch Prime já está em mais de 200 países. Marca é comemorada com brindes aos usuários

O Twitch conquistou uma importante marca recentemente: o Twitch Prime, programa criado a partir da Amazon Prime com foco nos fãs de games, já está disponível para seus usuários em mais de 200 países e territórios. Isto significa que a plataforma não apenas é a maior do semento streaming, como também é a de maior alcance mundial. O Twitch Prime é famoso por presentear seus usuários com mimos e traquitanas variadas.

Mensalmente, os assinantes do Twitch Prime recebem conteúdo de jogos grátis, como personagens exclusivos, aprimoramentos e skins, além de jogos completos de desenvolvedoras independentes. Os membros também recebem uma assinatura de um canal da Twitch a cada 30 dias, bem como um conjunto de emotes, cores e um distintivo exclusivo para o bate-papo, além de assistirem aos vídeos sem anúncios. O Twitch Prime está incluso na assinatura do Prime Video.

A partir de 9 de junho, os membros do Twitch Prime receberão conteúdo exclusivo do jogo de sobrevivência PLAYERUNKNOWN’S BATTLEGROUNDS, um dos títulos mais vistos do ano na Twitch. O pacote exclusivo de vestuário inclui jeans, uma camiseta e uma máscara balaclava, todas com temática da Twitch.

“O Twitch Prime cresceu drasticamente desde que foi lançado em setembro de 2016 na América do Norte e na Europa Ocidental. O programa ajuda os streamers a atrair seguidores, as desenvolvedoras de jogos a alcançarem mais clientes e os fãs a obter conteúdos gratuitamente, enquanto apoiam seus canais favoritos”, comenta Ethan Evans, Vice-Presidente de Comércio da Twitch.

Mais sobre o Twitch Prime

Com a expansão, o Twitch Prime abrange mais de 200 países e territórios em todo o mundo, além de EUA, Canadá, Itália, França, Alemanha, Bélgica, Áustria, Espanha e Reino Unido, primeiros países a receberem o programa. O sistema está incluído no Prime Video pelo valor de US$ 2,99 por mês nos primeiros seis meses e US$ 5,99 posteriormente.

Os membros do Prime Video podem assistir produções originais da Amazon, como American GodsThe Grand Tour de Jeremy Clarkson, Richard Hammond e James May, Mozart in the JungleTransparentThe Man in the High Castle e Tumble Leaf, assim como filmes populares de Hollywood e programas de TV. Os assinantes podem assistir os conteúdos disponíveis por meio do aplicativo Amazon Prime Video em dispositivos conectados, como smartphones e tablets, smart TVs ou on-line em PrimeVideo.com, além de terem a opção de fazer o download para assistir off-line.

Para testar o serviço gratuitamente ou conectar sua conta do Prime Video, acesse o site especial.

GWENT tem seu primeiro Campeonato Oficial com premiação de US$ 100 mil

A CD PROJEKT RED está investindo todas suas fichas no GWENT, o card game inspirado em The Witcher. Prova disso é o recente anúncio do primeiro Campeonato Oficial do game com uma premiação total de US$ 100 mil. O torneio colocará os melhores jogadores da comunidade contra 4 jogadores profissionais: Trump (Jeffrey Shih), Lifecoach (Adrian Koy), Noxious (Kacem Khilaji) and ppd (Peter Dager).

“É um verdadeiro privilégio poder acompanhar o quão ativos são os jogadores de GWENT no cenário competitivo. Campeonatos criados pela comunidade como o Passiflora Championship, The Seven Cats Brawl ou o The Gwentlemen’s Open são uma fonte de inspiração para todo o time da CD PROJEKT RED, e nós definitivamente queremos que este cenário cresça ainda mais”, comenta Paweł Burza, Gerente de Comunidades da CD PROJEKT RED.

catsDe acordo com a organização, os interessados em participar da etapa qualificatória deve se inscrever entre os dias 16 e 22 de março. Apenas os jogadores participantes do Beta de GWENT podem participar do campeonato, mas ainda possível obter um acesso através do site. Entretanto o torneio é apenas para os jogadores de PC, de modo que as plataformas Xbox One e Playstation 4 ficarão de fora.

Há planos de transmitir os oito melhores jogadores através o Twitch e a CD PROJEKT RED não descarta outros torneios no futuro. As qualificatórias acontecem em dois dias (8 de abril e 9 de abril), sendo elas dividias em dois grupos Temeria e Redania. Se você já é membro da comunidade The Witcher, vale a pena participar do primeiro grande evento de e-sport do game.

“GWENT: The Witcher Card Game foi criado, pois a comunidade de The Witcher clamava por este jogo em uma versão standalone. Agora vemos mais e mais jogadores com o intuito de jogar GWENT competitivamente, então esta é a chance de colocarmos estes jogadores para enfrentar gamers profissionais de peso, além de uma premiação para apimentar ainda mais a competição”, diz Marcin Iwiński, Co-fundador da CD PROJEKT RED. “Não posso esperar para ver quem sairá vitorioso!”, adiciona Iwiński.

Para participar do GWENT Challenger, basta acessar o website oficial da competição. Vale lembrar que jogadores do mundo todo poderão participar deste campeonato!

Abaixo tem o trailer de GWENT: The Witcher Card Game

Ballistic Overkill – FPS competitivo brasileiro consegue sucesso após muitas mudanças ao longo de sete anos

Hoje o tema é um game nacional bastante conhecido pela comunidade gamer e que é sinônimo de sucesso e dedicação de seus desenvolvedores. Trata-se de Ballistic Overkill, um shooter da Aquiris com bastante intensidade e funcionalidades. O game está completando sete anos (nasceu como Ballistic) e ao longo destes anos todos jamais deixou de receber suporte dos desenvolvedores e da comunidade mostrando que a dedicação pode transformar um simples FPS online em um título premium para quem procura um shooter premium para PCs.

ss_5772178d78ffe1ced3a1846b44f5cb34d78d06af-600x338Ballistic Overkill é um jogo de ritmo bastante acelerado e muita ação, o gameplay tem influencias de clássicos como Quake III Arena, Unreal Tournament, e outros jogos mais recentes como CoD4 Modern Warfare ou Battlefield 3. Desde que foi lançado, Ballistic Overkil recebeu muitas funcionalidades e novidades que apenas serviram para engrandecer o projeto, como novos mapas, armas, modos de jogo, servidores dedicados, interface, músicas, sistema de conquistas, comandos de voz e melhorias nas opções de sensibilidade do jogo.

Se você jogava a antiga versão Ballistic em 2012, certamente viu que as mudanças foram tão progressivas e grandes que o game de hoje nem pode ser comparado com o do inicio. A recepção do Ballistic Overkill por parte da comunidade de FPS tem sido muito boa, conquistando a atenção de gamers hardcores do FPS e casuais, mas também de pessoas que nunca jogaram um FPS PvP e adoraram o fato de ser um jogo fácil de se começar a jogar.

ss_d6381e805de37345fd105529b36efb7708a463c7-600x338De acordo com a Aquiris Studio, Ballistic Overkill vendeu mais de 45 mil cópias desde a abertura do Acesso Antecipado em 2015, e a adesão tem aumentado a cada nova atualização. Outra forma de aumentar a quantidade de jogadores para Ballistic Overkill foi apoiar Youtubers e divulgação através de imprensa. Um dos destaques de Overkill é seu ritmo acelerado e a necessidade de se trabalhar em equipe, ao melhor estilo Team Fortress 2. O game contém sete classes de personagens com habilidades únicas e mais de 30 armas.

Apesar de ter começado com F2P, a Aquiris decidiu tornar o modelo de negócio em Premium, o que certamente não foi uma tarefa fácil, mas os desenvolvedores conseguiram reverter a situação. Para isso, eles mostraram que o game estava ficando melhor a cada nova atualização e deixando o diálogo aberto com a comunidade.

ss_bd343a2f41f27c6b1be4d138eb129aab4daf78cb-600x338

“O maior desafio definitivamente foi gerir as expectativas dos jogadores durante esse processo de transição. Veja só, ir de premium a F2P é até comum, no entanto, o oposto não é. Jogadores não estão acostumados com isso. Não só isso, mas tivemos o problema com o próprio port. Alguns jogadores não entendiam o fato de que grande parte do jogo precisava ser refeita praticamente do zero. Para eles era tão simples quanto colocar o jogo do jeito que era no Facebook, mas no Steam. No final, apenas os jogadores hardcore de Ballistic permaneceram. Só agora estamos presenciando um surto de novos jogadores”, disse Arthur Bobany, game designer da Aquiris.

Mais funcionalidades de Ballistic Overkill

ss_aa1d019c0eb41598345c397c6674ff9cbaf8c77f-600x338Você consegue pontos de XP no final de cada partida, eventualmente evoluindo o nível do seu personagem e desbloqueando mais armas e habilidades. O jogo está em Acesso Antecipado desde outubro de 2015 e recebendo atualizações constantes. Os Modos de Jogo disponíveis no momento são: Disputa de Times, Free For All (cada um por si), Captura de Pontos e Rei do Pedaço.

De acordo com a desenvolvedora, Ballistic Overkill tem mais de mais de 35 servidores espalhados pelo mundo todo, de modo que os jogadores têm a liberdade de navegar pelo lobby e encontrar o servidor com a qualidade de conexão mais adequada. Jogadores também podem criar seus próprios servidores e convidar amigos para jogar juntos. O game está disponível na Steam.

Abaixo tem o trailer de Ballistic Overkill: