Arquivo da tag: Oniken

Estúdio JoyMasher lança Odallus, um game com cara de geração 8 bits

Três anos após o lançamento de Oniken, a equipe da desenvolvedora brasileira JoyMasher lançou seu mais novo título (há alguns dias) para PCs. Batizado de Odallus: The Dark Call, o game é meio que o sucessor espiritual do título anterior, ou seja, o jogador pode esperar por mais uma aventura de exploração 2D com cara de geração 8 bits.

Na trama, o jogador toma o papel de Haggis, um guerreiro que precisa explorar os cantos mais sombrios do mundo em busca de seu filho, que foi levado pelas forças da escuridão. O mundo do jogo é um lugar desolado, onde as forças do mal tomaram conta e se espalharam rapidamente e passaram a coletar almas humanas.

Odallus foi lançado na Steam no último dia 15 de julho custando R$ 24,99. O lançamento deveu-se à campanha de crowdfunding no site Indiegogo (foi necessário apenas um mês para arrecadar o valor solicitado). O trabalho da JoyMasher foi praticamente criar um jogo retrô, como se estivéssemos na geração NES, algo que deve agradar em cheio aos jogadores das antigas.

Além da ambientação soturna, o game apresenta um sistema de jogo totalmente inspirado em clássicos como Ghosts’n Goblins, Demon’s Crest e até mesmo Castlevania. O título é um prato cheio para quem gosta de exploração e bastante ação com clima dark. Ao todo são oito fases, representando mais de quatro horas de gameplay. As fases são pontuadas por chefões gigantes e mais de 50 inimigos diferentes. De acordo com a desenvolvedora, o game possui dois finais. Pergunta: quem já chegou no final? Comente! ;)

Odallus já está disponível nas lojas Steam e GoG.

Veja o trailer do game Odallus:

Oniken quer trazer de volta o estilo da geração 8-16 bits nos games

O estúdio brasileiro indie JoyMasher anunciou o lançamento de seu novo jogo, Oniken. O jogo levou dois anos para ser concluído e foi desenvolvido pela dupla Pedro Paiva e Danilo Dias. De acordo com a produtora, o game chega ao mercado através do site Desura acompanhado da trilha sonora oficial e um manual digital pelo preço de U$4,99.

O jogo é de plataforma cuja inspiração são os jogos da geração 8-16 bits. A intenção dos produtores era fazer uma homenagem aos games do final da década de 80 e início dos anos 90. Pode-se notar as francas referencias destes jogos no design gráfico, sons e enredo do game.

Na trama acompanhamos a história de Zaku, um ninja mercenário que se uniu a grupo que almeja derrotar uma organização militar denominada Oniken, que tomou o controle do planeta após uma guerra mundial que devastou todo o mundo. O objetivo é destruir a Oniken e trazer a liberdade para os sobreviventes do conflito.

Inicialmente o game só estará disponível para Windows, porém os produtores têm planos de trazer o game para Mac e Linux em breve. Mais informações sobre Oniken e o estúdio JoyMasher podem ser obtidas através do site oficial da produtora.

Confira abaixo o trailer oficial do game:

Oniken: projeto indie brazuca busca resgatar o espírito 8 bits

Por Thais Weiller, do Game Comments

Muitos videogames hoje tentam facilitar o trabalho do jogador e tornam o gameplay mais fácil e simplificado, muito diferente dos jogos de 30, 20 ou até 10 anos atrás. Muitos, mas não todos. Oniken é um destes jogos que não simplifica em nada a vida do jogador.

Com gráficos pensados dentro das limitações 8-bit, o jogo todo é uma homenagem ao estilo da época, com dificuldade alta e jogabilidade alucinante. Não é fácil passar dos três setores da primeira fase de Oniken, quanto mais das três fases disponíveis no demo, o que torna toda a experiência desafiadora mas, depois de muitas mortes ou prática, muito recompensadora.

O jogo é feito pelo gaúcho Pedro Paiva e o caipira Danilo Dias e quando pronto terá 6 fases.

:: Conheça o site do projeto Oniken