Arquivo da tag: novidade

Esses são os indicados a melhores jogos do Brazil Game Awards

E por fim saiu a lista dos indicados ao prêmio Brazil Game Awards 2018 (BGA), a principal premiação nacional de jogos digitais nacionais. A relação de indicados foi divulgada hoje (05/12) e serviu para mostrar que este ano foi um dos melhores de todos os tempos para quem curte videogames.

Os indicados são escolhidos por um júri independente, formado por diversos veículos de alta relevância ligados a jogos eletrônicos, tecnologia e cultura nerd. Ao todo, votam 40 produtores de conteúdo, de sites a influenciadores. A lista de ganhadores sai no dia 12/12/2018 no site oficial.

Para quem não conhece, o Brazil Game Awards (BGA) nasceu em 2015 como um júri independente que reunia veículos e críticos de videogame do país para eleger os melhores jogos da Brasil Game Show (BGS). Em 2018, o Brazil Game Awards passou a eleger os melhores games do ano, não mais atrelado à Brasil Game Show.

Entre os jogos mais indicado e que são favoritos a ganhar os prêmios estão Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment), Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft), God of War e o animalesco Red Dead Redemption 2. A disputa promete ser acirrada. Vale destacar o brasileiro Horizon Chase Turbo, que figura na categoria Melhor Jogo de Corrida, além de brigar pelo título de Jogo Brasileiro do Ano.

Abaixo você confere as categorias e indicados ao Brazil Game Awards:

 

Jogo do Ano

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Monster Hunter World (Capcom)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Jogo Brasileiro do Ano

Dandara (Long Hat House/Raw Fury)

Distortions (Among Giants)

Horizon Chase Turbo (Aquiris Game Studio)

No Heroes Here (Mad Mimic Interactive/Chorus Worldwide)

Sword Legacy Omen (Firecast Studio/Fableware Narrative Design/Team17)

 

Jogo Mais Aguardado – 2019

Anthem (BioWare/Electronic Arts)

Devil May Cry 5 (Capcom)

Kingdom Hearts III (Square Enix)

Resident Evil 2 Remake (Capcom)

Sekiro: Shadows Die Twice (FromSoftware/Activision)

 

Melhor Jogo Original

A Way Out (Hazelight Studios/Electronic Arts)

Celeste (Matt Makes Games)

Dead Cells (Motion Twin)

Detroit: Become Human (Quantic Dream/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

 

Melhor Jogo para PC

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Celeste (Matt Makes Games)

Monster Hunter World (Capcom)

 

Melhor Jogo para Console

Celeste (Matt Makes Games)

Forza Horizon 4 (Playground Games/Microsoft Studios)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Melhor Periférico/Hardware

GeForce RTX 2070 (NVIDIA)

GeForce RTX 2080 (NVIDIA)

Nintendo Labo (Nintendo)

Poké Ball Plus (The Pokémon Company/Nintendo)

Xbox Adaptive Controller (Microsoft)

 

Melhor Jogo de Tiro

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Destiny 2: Renegados (Bungie/Activision)

Far Cry 5 (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

Insurgency: Sandstorm (New World Interactive)

 

Melhor Jogo de Ação e Aventura

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

Shadow of the Tomb Raider (Eidos Montréal/Square Enix)

 

Melhor Jogo de Luta

BlazBlue: Cross Tag Battle (Arc System Works)

Dragon Ball FighterZ (Arc System Works/Bandai Namco Entertainment)

SoulCalibur VI (Bandai Namco Entertainment)

Street Fighter 30th Anniversary Collection (Capcom)

Street Fighter V Arcade Edition (Capcom)

 

Melhor RPG

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age

Monster Hunter World (Capcom)

Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Level-5/Bandai Namco Entertainment)

Octopath Traveler (Square Enix/Acquire/Nintendo)

 

Melhor Jogo de Corrida

F1 2018 (Eden Games/Codemasters)

Forza Horizon 4 (Playground Games/Microsoft Studios)

Horizon Chase Turbo (Aquiris Game Studio)

On Rush (Codemasters/Deep Silver)

The Crew 2 (Ivory Tower/Ubisoft)

 

Melhor Jogo de Esporte

FIFA 19 (EA Vancouver/EA Sports)

Madden NFL 2019 (EA Tiburon/EA Sports)

Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning/Nintendo)

NBA 2K19 (Visual Concepts/2K Sports)

Pro Evolution Soccer 2019 (PES Productions/Konami)

 

Melhor Jogo de Estratégia

Frostpunk (11 bit studios)

Into the Breach (Subset Games)

The Banner Saga 3 (Stoic Studio/Versus Evil)

Thronebreaker: The Witcher Tales (CD Projekt RED)

Valkyria Chronicles 4 (SEGA)

 

Melhor Jogo para a Família

Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning/Nintendo)

Overcooked 2 (Ghost Town Games/Team17)

Pokémon Let’s Go (Game Freak/Nintendo)

Super Mario Party (NDcube/Nintendo)

Spyro Reignited Trilogy (Toys for Bob/Activision)

 

Melhor Jogo Mobile

Donut County (Ben Esposito/Annapurna Interactive)

Florence (Mountains)

Fortnite (Epic Games)

PUBG MOBILE (Lightspeed & Quantum/Tencent Games)

REIGNS: Game of Thrones (Nerial/Devolver Digital)

 

Melhor Multiplayer

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Monster Hunter World (Capcom)

Overcooked 2 (Ghost Town Games/Team17)

Sea of Thieves (Rare/Microsoft Studios)

 

Melhor Trilha Sonora

Celeste (Matt Makes Games)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Level-5/Bandai Namco Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Melhor Estúdio

Capcom

Insomniac Games

Rockstar Games

SIE Santa Monica Studio

Ubisoft Quebec

 

Melhor Publisher

Devolver Digital

Nintendo

Rockstar Games

Sony Interactive Entertainment

Ubisoft

 

Melhor Jogo Independente

Celeste (Matt Makes Games)

Dead Cells (Motion Twin)

Frostpunk (11 bit studios)

Into the Breach (Subset Games)

The Messenger (Sabotage Studio)

 

Melhor Dublagem em Português

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Detroit: Become Human (Quantic Dream/Sony Interactive Entertainment)

Far Cry 5 (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

 

Melhor Equipe de eSport do Brasil

Black Dragons

Brasil Gaming House

INTZ e-Sports

KaBuM! e-Sports

paiN Gaming

 

Melhor Pro Player do Brasil

André “Nesk” Oliveira (Rainbow Six Siege – Team Liquid)

Epitácio “TACO” de Melo (CS:GO – Team Liquid)

Gabriel “Fallen” Toledo (CS: GO – Mibr )

Marcelo “Coldzera” David (CS: GO – Mibr)

Matheus “dyNquedo” Rossini (League of Legends – KaBuM! e-Sports)

 

Melhor Jogo de eSports

Counter-Strike: Global Offensive (Hidden Path Entertainment/Valve Corporation)

Fortnite (Epic Games)

League of Legends (Riot Games)

Overwatch (Blizzard Entertainment)

Rainbow Six: Siege (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

 

OEX Game anuncia novo controle para jogos de celular e PCs  no Brasil

Hoje a dica é para quem procura por um novo controle desenhado para proporcionar o máximo de conforto e baixo preço para curtir jogos de PCs e jogos Android. Estamos falando do Gamepad Origin GD100, da OEX Game, um controle bluetooth cujas características tem tudo para agradar fãs de jogos mobile graças a sua alta precisão e conforto. O modelo, está disponível nas principais lojas do país pelo preço sugerido de R$159,00

O Origin GD100 possui conexão bluetooth 2.4GHz, gatilhos, direcionais digitais, alavancas analógicas, e botões responsivos no formato ABXY. De acordo com a OEX Game, o acessório é capaz de proporcionar a experiência definitiva de um gamepad de console nos jogos Android, evitando que jogadas ou progressos sejam perdidos por conta de respostas lentas ou imprecisas das telas Touch Screen. O controle conta com acabamento emborrachado, a fim de garantir mais aderência, conforto, e uma pegada mais firme durante as partidas.

O controle também conta com um suporte para ser acoplado em smartphones, uma alternativa prática para quem gosta de jogar games de corrida, luta, plataforma, e competitivos online – especialmente as versões para Android de PUBG (Playerunknown’s Battleground) e Free Fire – em movimento ou mais à vontade no sofá de casa.

Apesar de focar na experiência de jogo mais completa para usuários de Android, as conexões USB e Bluetooth do Origin GD100 também garantem sua compatibilidade com PCs, onde ele é capaz de operar nas funções de controle ou mouse.

Características gerais do Gamepad Origin GD100:

  • Conexão Bluetooth
  • Frequência: 2.4GHZ
  • Controle sem fio para Android (compatível com PC)
  • Opera em duas funções: controle ou mouse
  • Acabamento emborrachado
  • Bateria de lítio embutida: 3.7V/300mA
  • Recarregável via USB (cabo incluso)
  • Possui LED indicador de carga
  • 4 botões superiores (2 gatilhos), alavancas e padrão de botões ABXY
  • Suporte incluso para acoplar o gamepad em smartphones Android
  • Peso: 165g
  • 02 Anos de Garantia

O Gamepad Origin GD100 já pode ser encontrado nas principais lojas de acessórios para PC e games do país pelo preço sugerido de R$159,00.

eChampions League – EA Sports anuncia nova competição de eSports de futebol virtual

A Electronic Arts acaba de anunciar uma parceria inédita com a Union of European Football Associations (UEFA) para a criação da maior liga de eSports de futebol digital do mundo, o eChampions League, uma expansão dos torneios da EA SPORTS FIFA 19 Global Series. A criação do torneio é uma nova forma de os fãs de futebol se conectarem à UEFA Champions League.

De acordo com a EA Games, a eChampions League irá integrar a lista de eventos e competições globais no caminho para a FIFA eWorld Cup 2019, no próximo inverno. Os competidores eleitos jogam no PlayStation 4 e participam nos torneios eChampions League Global Online Knockout entre 2 e 3 de março, com os 64 melhores avançando para as qualificações ao vivo em 26 e 27 de abril.

“EA SPORTS FIFA cativa dezenas de milhares pelo mundo, e nossa profunda integração com as muitas experiências do jogo nos dão oportunidades de conectar a UEFA Champions League com os jogadores,” disse Guy-Laurent Epstein, Diretor de Marketing da UEFA. “Vemos a eChampions League e o competitivo em FIFA como um passo importante para unir novos e antigos fãs com a UEFA Champions League.”

Apenas oito da elite mundial irá avançar do evento ao vivo em Abril para a final da eChampions League. Sediado em Madri em 31 de maio, a Final da eChampions League será disputada um dia antes da final da UEFA Champions League real, em 1 de junho, criando uma celebração de dois dias no futebol tradicional e digital.

Para conectar a final da eChampions League com a competição real, os oito competidores irão criar e usar os jogadores envolvidos na fase de grupos da UEFA Champions League. O vencedor da eChampions League irá receber a quantia de $100,000 compartilhados da bolsa de $280,000 e 850 EA SPORTS FIFA 19 Global Series Points.

Você pode consultar as Restrições de Elegibilidade através do site oficial e do e FUTChampions.com para mais detalhes.

Esports Week busca capacitar profissionais e entusiastas do esporte eletrônico brasileiro

Os eSports movimentam a cada ano um caminhão de dinheiro no Brasil e no mundo. Para se ter ideia, as grandes finais mundiais dos principais torneios como Rainbow Six e League of Legends conseguem encher as arenas. Além disso, a audiência das partidas costumam ser enormes através de canais de streaming. Foi pensando neste sucesso e em ajudar a capacitar os profissionais do setor que surge a Esports Week (ESW), um evento totalmente dedicado aos campeonatos de jogos eletrônicos.

A Esports Week está agendada entre 06 e 09 de fevereiro de 2019 na cidade de São Paulo, e tem como principal objetivo expandir e consolidar os profissionais envolvidos no cenário brasileiro dos esportes eletrônicos, fornecendo conteúdo e experiências para o desenvolvimento, qualificação, entretenimento e networking deste mercado. Os organizadores do evento informam que as vagas são limitadas e toda a estrutura contará com áreas distintas, destinadas a todos os públicos interessados no setor.

“Queremos que o Brasil seja reconhecido mundialmente não apenas pelo talento de nossos jogadores profissionais, mas também como uma referência de conteúdo e geração de negócios para o cenário como um todo”, afirma Rubens do Carmo, Diretor Executivo e de Projetos da Esports Week. “Percebemos essa carência no setor, devido ao enorme foco dado ao entretenimento. Por trás de cada partida encontramos um ambiente repleto de oportunidades de carreira e negócios, que operam em conjunto para oferecer novas experiências aos jogadores e ao público. Por meio da ESW, queremos entregar uma imersão completa em todas as áreas impactadas pelo mercado”, completa.

Um dos destaques do evento serão as paletras, onde os participantes poderão aprofundar seus conhecimentos e debater ideias. Haverá ainda a Arena de Entretenimento, voltada aos entusiastas e amantes de esports que buscam a diversão e contato mais próximo com seus ídolos e equipes prediletas. Já o Espaço para Expositores expande a possibilidade de negócios e networking, enquanto os Workshops capacitam e atualizam profissionais já inseridos ou interessados no segmento.

Atrações inéditas no cenário brasileiro

Com mais de 40 atrações, a ESW contará com palestras de empresas que participam pela primeira vez de um evento voltado à capacitação do segmento no Brasil. É o caso da Newzoo, que apresentará o tema Dimensionando e entendendo as oportunidades dos esports no Brasil, além dos executivos internacionais Jonathan Pan, instrutor de esports da University of California, e Rachel Gowers, reitora assistente da Staffordshire University. O evento oferecerá também workshops com foco em Psicologia e Locução nos Esports, espaço destinado a Meet & Greet e showmatches de League of Legends e Counter-Strike: Global Offensive.

De acordo com os organizadores, a ESW tem papel de questionar, auxiliar na qualificação e entreter os interessados no cenário, trazendo a democratização e acesso à informação para profissionais, empresas e também investidores, incentivando o empreendedorismo, a troca de experiências e novos adeptos e espectadores para os esports.

Mais informações sobre a Esports Week podem ser acessadas no site do evento.

 

Serviço: Esports Week – ESW

Data: 06 a 09 de fevereiro de 2019

Local: Centro de Convenções Rebouças – Av. Rebouças, 600 – Pinheiros – São Paulo/SP

Auditório de Palestras: das 10h às 20h

Arena de Entretenimento: das 12h às 21h

 

Riot Games anuncia os três próximos países que vão sediar o Campeonato Mundial de League of Legends

Esta notícia é para quem curte League of Legends e acompanha os circuitos profissionais. A Riot Games, produtora e distribuidora do LoL acaba de anunciar as sedes para as três próximas edições do Campeonato Mundial do game. O anuncio alegrou boa parte da comunidade e serviu para mostrar que o jogo de eSport esta mais vivo do que nunca.

De acordo com a Riot, estes serão os próximos três países a sediar o maior torneio de League of Legends do mundo: Europa (2019), China (2020) e América do Norte (2021). É a primeira vez que a empresa divulga os locais da competição com esta antecedência, a fim de cumprir o compromisso de construir e sustentar um futuro de longo prazo para os fãs, jogadores, equipes e parceiros dos eSports de LoL. Veja mais detalhes sobre cada região escolhida aqui.

Sobre a Riot Games

A Riot Games foi criada em 2006 por Brandon Beck e Marc Merrill com a intenção de mudar a forma como os games são desenvolvidos para os jogadores. Em 2009, a companhia lançou seu primeiro título, League of Legends, aclamado mundialmente.

O game de PC se tornou o mais jogado no mundo e um dos principais impulsionadores do crescimento explosivo dos eSports. Os jogadores são a base da comunidade da Riot e é para eles que a empresa continua a evoluir e a melhorar a experiência em League of Legends. A Riot Games está sediada em Los Angeles, Califórnia, e tem 23 escritórios em todo o mundo.

Conheça Toasterball, o jogo indie que coloca torradeiras no papel de atletas esportivas

Já imaginou um esporte em que os grandes astros são torradeiras? Pois é esta a premissa maluca do jogo Toasterball, game criado pelo estúdio francês Couch Game Crafters. A ideia é que o jogador deve jogar uma espécie de gol a gol à lá Pong, o objetivo é usar as torradas para rebater as bolas e marcar gols.

Toasterball tem um estilo bastante party game, ou seja, ele foi desenvolvido para ser disputado entre amigos. Outro aspecto é que o jogador pode esperar por muitas situações engraçadas, mas também há uma curva de aprendizado para dominar as mecânicas, diversas variantes de jogabilidade e muitos minigames que prometem muitas horas de diversão e boas risadas.

A cada gol, uma variante de jogo aleatória é escolhida, causando pequenas mudanças como aumentar ou diminuir o tamanho das torradeiras, colocar mais bolas em jogo, ou mudar completamente o ambiente, criando novos gols, aplicando uma física diferente no cenário e na movimentação da bola, enfrentando até mesmo fortes rajadas de vento e explosões. Com essas variantes, cada partida é única, ao mesmo tempo divertida e competitiva.

Os desenvolvedores ainda incluíram variantes para tornar a jogatina de Toasterball mais divertido, tais como os minigames, que colocam as torradeiras em situações completamente diferentes: no espaço, na praia, em uma luta de neve ou em um ringue de boxe de brinquedo. O game é bem casual, mas sem esquecer o estilo mais competitivo das partidas online. Em Toasterball, duas equipes principais estão sempre se enfrentando, em busca de um lugar no cobiçado ranking dos times mais bem-sucedidos da modalidade.

Toasterball foi desenvolvido para ser ao mesmo tempo fácil de aprender mas difícil de dominar. Por isso, os movimentos básicos são simples: basta pressionar um dos botões da sua torradeira por um curto período de tempo, soltá-lo e observar sua torrada voar pelo ar. Quanto mais tempo pressionar, maior será a força com que a torrada será arremessada. Cada lançamento de torrada também faz você pular, permitindo que se movimente pelo campo e empurre seu oponente para situações difíceis.

O título está em campanha de crowdfunding através do Kickstarter, que conta com vários bônus para os apoiadores. A expectativa é que o jogo saia em 2019. Aqueles que estiverem interessados podem conferir uma versão demo através do itch.ioGamejolt ou no Newgrounds.

Você pode conferir o trailer de Toasterball abaixo:

 

BGS 2018 – Resident Evil 2 rouba o show e se mostra um prato cheio para fãs de terror

Um dos jogos mais esperados na Brasil Game Show foi Resident Evil 2 da Capcom, um remake muito esperado e que já deu mostras de revitalizar a série na próxima temporada. O título estava com demo jogável no evento paulista e o GameReporter teve a chance de testá-lo durante uma fase e trouxemos agora as nossas impressões.

A primeira coisa que você precisa saber: esqueça todas as horas de jogo que você teve no PS1 e no Nintendo 64, elas não valerão de nada! O game está bem diferente do original e muito mais difícil. A Capcom está fazendo questão de mudar praticamente tudo que você conhece em prol de um desafio maior. Então, não importa quantas vezes você já zerou o Resident Evil 2 original, aqui a experiência é bem diferente.

Desde o visual realista dos corredores e salas até o modo como a câmera, a impressão que você tem é de que Resident Evil 2 está totalmente revigorado. O sentimento é tão intenso que dificilmente você vai reconhecer este jogo, mesmo que tenha passado centenas de horas no PS1. Mas não se deixe enganar: muito da essência do original permanece inalterada. Leon e Claire estão ali, bem como a delegacia e os temíveis zumbis.

São duas demos distintas que servem para mostrar como será o gameplay, uma com Leon e outra com a Claire. Ambas as demos mostram toda a capacidade que o jogo possui em levar o jogador para atmosferas arrepiantes e atestam que os puzzles estão mais complexos e os inimigos estão mais brutais. A ambientação de  Resident Evil 2 é aterrorizante e as mecânicas são bem funcionais, apesar de achar a mira um pouco leve demais.

A primeira demo que testamos é a de Leon, que é a mais conhecida. Basicamente você deve ajudar Marvin o policial em estado grave. Para isso, você deve resolver o puzzle da estátua realizando três combinações em estátuas espalhadas pelo cenário. O objetivo é chegar nos andares inferiores. Já a segunda demo é com Clare Redfield, na demonstração você deve enfrentar William Birkin em sua primeira forma.

O título chega ao mercado em janeiro do próximo ano, e ao que tudo indica parece ser uma compra certa. Se você curtiu o remake do primeiro jogo, já deve ter uma ideia do que esperar aqui, certo?

Abaixo tem um trailer de Resident Evil 2:

Texto por Victor Cândido

BGS 2018: as 4 novidades surpresas da DAZZ para o evento

A Brasil Game Show está a todo vapor! Para quem curte acessórios especiais para jogos eletrônicos, a dica é visitar o estande da Dazz, gigante da tecnologia focada em soluções para gamers. A empresa montou um mega estande recheado de novidades, incluindo 4 lançamentos que eram mantidos em segredo ate então. As novidades-surpresa da marca para o evento são o Mouse Gamer Legacy 6400 DPI, o Mouse Gamer Legion 4200 DPI, o Headset Spectrum 7.1 e o Teclado Mecânico Predator.

“Os lançamentos espelham o grande comprometimento da Dazz com tecnologia e inovação para o mercado de games no Brasil”, enfatiza Antônio Nascimento, gerente de produtos da Dazz. A intençao é revelar as tendencias da tecnologia que irao marcar o mercado gamer na proxima temporada. Além dos quatro lançamentos surpresas, a Dazz conta com nada menos que 18 lançamentos na BGS 2018.

Confira detalhes dos 4 lançamentos-surpresa:

 

Mouse Gamer Legacy 6400 DPI – Com formato único, sistema de cores RGB com 5 modos e 6400 DPI, o mouse Legacy é ideal para  jogadores que buscam aliar precisão e agilidade. O lançamento tem botão para mudança de resolução progressiva de 1600/2400/3200/6400 DPI, 3 botões programáveis e conexão USB 2.0. Compatível com Windows 7/Vista/XP e MAC 0S 9.0 ou superior, tem sensor SUNPLUS 6653 e cabo de 1,30 m reforçado com nylon. Preço sugerido R$ 79,90.

Mouse Gamer Legion 4200 DPI  – O Mouse Gamer Legion conta com formato único, sistema de cores RGB e botão para mudança de resolução progressiva de 1600 a 4200 DPI. O modelo possui 2 botões programáveis, conexão USB 2.0 e sensor PIXART PAW3519. Compatível com Windows 7/Vista/XP e MAC 0S 9.0 ou superior, tem cabo de 1,30 m reforçado em nylon. Preço sugerido R$ 69,90.

Headset Spectrum 7.1 – Primeiro headset híbrido da linha Dazz, o Headset Spectrum 7.1 conta com saída P3 ou USB, podendo ser usado em todas as situações possíveis: jogar, ouvir música, navegar na internet, etc. A novidade possui alto-falante de 40mm,  capacidade de 100mW e microfone com sensibilidade: -58dB ±3dB. Preço sugerido R$ 299,90.

Teclado Mecânico Predator – Excelente opção para jogos, o lançamento traz um novo conceito de Switch à laser e torna as ações de comando muito mais rápidas. O Teclado Mecânico Predator tem opção de descanso de pulso removível, iluminação LED RGB com 8 modos e 104 teclas, sendo 12 teclas multimídia acionadas pela função FN. Compatível com Windows XP/Vista/7/8, tem cabo de 1,80 m e configurações USB 2.0 e ABNT2. Preço sugerido R$ 299,90.

Mais informações sobre a BGS aqui.

Serviço: BGS 2018 (Brasil Game Show)

De 10 a 14 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo

Horário: das 13h às 21h

Estande da Dazz: PP08

Monster Sanctuary – Jogo indie é mistura de diferentes gêneros

Nosso destaque do dia é o jogo Monster Sanctuary, um jogo indie criado pelo desenvolvedor Denis Sinner. Trata-se de uma mistura de metroidvania e RPG por turnos com um estilo gráfico em pixel art. Aqui você deve explorar um mundo fantástico enquanto coleta monstros e tenta deter a ameaça de criaturas agressivas que tentam tornar o mundo de Sanctuary caótico. O título é uma das maiores apostas do cenário indie para a temporada.

Na trama, você assume o papel do herdeiro de uma antiga linhagem de Guardiões que vê seu mundo assolado pela chegada de criaturas que ameaçam a paz do mundo mágico. Seu papel é descobrir quem é o responsável pela chegada dessas criaturas. Para isso, você deve seguir os passos dos antigos guardiões. A jornada não será fácil, então você deve reunir monstros aliados que estejam dispostos a destruir os terríveis inimigos e selar a paz entre humanos e monstros.

O sistema de combates é por turno, como em RPGs clássicos. O macete é que Monster Sanctuary possui um sistema de combos integrados, de modo que os combates são mais dinâmicos. Além disso, há uma árvore de habilidades que o jogador deve utilizar para explorar as fraquezas dos inimigos. Você deve usar de estratégia a fim de vencer os combates e conquistar os prêmios, pois quanto menos turnos você levar para vencer os combates, mais chances tem de ganhar itens raros.

Monster Sanctuary é uma mistura de diferentes gêneros

 

De acordo com Denis Sinner, o criador do jogo, Monster Sanctuary foi criado a fim de combinar o melhor dos elementos “monster collection”, RPG por turnos, metroidvania e exploração. Cada monstro que você encontra no jogo pode ser integrado à sua party. O ideal é contar com um grupo numeroso, assim você pode mesclar diferentes habilidades para destruir os inimigos e explorar novas áreas.

Não se esqueça que além de reunir os monstros, você deve treiná-los para melhorar as habilidades individuais. Além disso, você deve alimentar as criaturas e melhorar os equipamentos conquistados nas árduas batalhas. O sistema de combinação dá profundidade adicional ao combate. Cada acerto individual aumenta o dano dos próximos movimentos dentro do mesmo turno de combate.

Monster Sanctuary será lançado para PCs através da Steam, com previsão de iniciar a campanha no Kickstarter em setembro deste ano. Você pode baixar uma demo através do site oficial ou na Steam.

Abaixo tem um trailer de Monster Sanctuary:

INTZ inaugura maior complexo de gaming houses da América Latina

Após o susto do quase rebaixamento no CBLoL neste final de semana, a INTZ eSports Club esta se preparando para deixar a fase ruim de lado e pensar no futuro. Na ultima semana a equipe inaugurou seu novo centro de treinamentos no bairro de Perdizes, zona oeste de São Paulo. A nova casa dos Intrépidos já e considerada o maior complexo de gaming house da América Latina e goza de uma estrutura invejável.

De acordo com a INTZ, o novo QG possui cerca de 1000 m² e quatro andares com diversos ambientes. A estrutura poderá receber até 30 atletas ao mesmo tempo das diversas modalidades que o clube tem em atividade. O objetivo e modernizar a equipe e oferecer o melhor ambiente possível para os atletas.

“O planejamento do nosso novo quartel general é disponibilizar o que há de melhor em termos de estrutura, inovação e tecnologia para nossos atletas, comissão técnica e staff. É um espaço único no país, que estimamos trazer um impacto muito positivo nos resultados do clube”, afirma Lucas Almeida, CEO do INTZ.

“Vamos ter diversas melhorias nessa nova empreitada. Além do ganho no aspecto técnico das nossas equipes, teremos um espaço importante para ativações e relacionamento com nossos patrocinadores, torcida e público em geral. Temos consciência da necessidade de falar com os Intrépidos, que é um dos pilares do nosso desenvolvimento. É o início de um novo posicionamento do clube”, completa o executivo.

Além da estrutura de alto nível disponível para os atletas e staff, o espaço conta com uma novidade para os patrocinadores: Logitech e PicPay terão salas personalizadas para uso dos streamers e influenciadores, além de customizarem as salas de treinamento. A parte administrativa do clube também terá sede no novo complexo de GHs.

O centro de treinamentos ainda contará com um espaço multifuncional no último andar da casa. Com capacidade para 50 pessoas sentadas no formato de auditório, o ambiente também servirá para atividades em conjunto com os atletas, estúdio ou até mesmo espaço para coletivas de imprensa e eventos com torcedores e patrocinadores.

A antiga gaming house, localizada no bairro do Brás, foi mantida como suporte para as equipes remotas que fazem treinamentos intensivos para determinadas competições das modalidades presentes.