Arquivo da tag: novidade

BIG Festival 2019 – inscrições para participar do evento estão abertas

Chegou o momento mais esperado pelos produtores independeste de todo o Brasil: o BIG Festival acaba de abrir inscrições para quem quer participar das competições e mostrar seu projeto a um público influente e dedicado a conhecer games novos. De acordo com a organização do evento, as inscrições são gratuitas e poderão ser feitas pela internet até o dia 26 de abril.

O BIG Festival 2019 é considerado o mais importante festival de jogos independentes da América Latina e sua missão é fortalecer o ecossistema de games no Brasil. Em 2019 o evento chega a sua 7º edição, e novamente será um evento que ocorrerá simultaneamente em São Paulo e no Rio de Janeiro, entre as datas de 22 a 30 de junho. Em São Paulo o evento acontece no Centro Cultural São Paulo e no Rio de janeiro, no Centro Cultural da Oi Futuro.

Pode realizar inscrições os jogos desenvolvidos para todas as plataformas, (computadores, tablets, smartphones, consoles e dispositivos de realidade virtual), independente de estarem publicados ou não. Os jogos finalistas de cada categoria, serão exibidos em uma exposição de 9 dias. Na edição de 2018 o BIG Festival recebeu mais de 36 mil visitantes para ver os 87 jogos expostos (sendo 48 jogos brasileiros), distribuídos em 15 categorias além de 2 mostras não-competitivas.

Se você é desenvolvedor e seu jogo está pronto para jogar, faça sua inscrição pelo site do evento.

Novidades para o BIG Festival 2019

Pela primeira vez o BIG Festival abre espaço na grade de programação para profissionais brasileiros da economia criativa inscreverem suas sugestões de palestras. As palestras sugeridas pelo público terão 30 minutos ou 1 hora de duração e cada candidato poderá inscrever 1 palestra.

Hit “POP/STARS” da banda K/DA chega ao jogo Beat Saber

O jogo Beat Saber não para de crescer. O mais famoso jogo de realidade virtual está recebendo suporte de várias empresas em um fenômeno parecido com o que ocorreu com Guitar Hero anos atrás. A bola da vez é a Riot Games, que anunciou uma inédita colaboração com a Beat Games para trazer o hit “POP/Stars” para dentro do game. A música estreou em primeiro lugar na parada de vendas da World Digital Song e chegou a atingir 100 milhões de visualizações no YouTube em apenas um mês. Quem já comprou o jogo poderá baixar a faixa gratuitamente.

“Nós ficamos surpresos com a reação das pessoas com ‘POP/STARS’ e a variedade de adaptações incríveis que os desenvolvedores de conteúdo de League e outras comunidades fizeram”, disse Tom Ebsworth, diretor de marketing da Riot Games na União Européia. “Como somos grandes fãs da Beat Saber, tanto do jogo quanto da Beat Games, que compartilha a nossa paixão por jogos e música, foi muito óbvio que esse crossover precisava existir. Estamos empolgados para dar aos fãs do single uma nova maneira de experimentá-lo!”

Esta será a primeira vez que uma música do universo de League of Legends é oficialmente licenciada para uso em um jogo musical. A Beat Games criou o mapa de jogo personalizado para a música, que também contará com um nível de dificuldade Expert+. Os jogadores de Beat Saber em todo o mundo podem tocar a música gratuitamente. “POP/STARS” poderá ser reproduzida em acessórios de VR, incluindo headsets HTC Vive, Oculus Rift, PlayStation VR e Windows Mixed Reality.

As skins da K/DA estão disponíveis em League of Legends para as campeãs Ahri, Akali (que tem duas versões: regular e Prestige), Evelynn e Kai’Sa (que também tem uma versão K/DA Prestige). League of Legends é gratuito e os novatos podem se inscrever e fazer o download.

“POP/STARS” atingiu o 1º lugar no ranking de vendas de músicas digitais da Billboard World. A música, que foi lançada de surpresa na Cerimônia de Abertura da Final do Campeonato de League of Legends de 2018, em 3 de novembro, contou com uma performance épica com realidade aumentada e os talentos musicais de Madison Beer, (G)I-DLE e Jaira Burns. A canção estreou na 10ª posição do Billboard Pop Digital Sales e na posição 30 do ranking Billboard Digital Song Sales na semana que terminou em 8 de novembro.

Para saber mais sobre o K/DA, basta acessar sua própria página no Universo de League of Legends. Os fãs interessados ​​no Beat Saber podem descobrir mais no site da Beat Games.

Abaixo tem um vídeo mostrando como ficou POP/STARS no Beat Saber:

 

Havan Liberty Gaming anuncia line-up para disputa do Circuito Desafiante e investimento no Tier 3 em 2019

O ano de 2019 promete ser um dos mais agitados para os eSports, afinal muitos torneios já foram confirmados para a temporada. Uma das equipes que mais promete crescer no próximo ano é a Havan Liberty Gaming, organização profissional de esportes eletrônicos baseada na cidade de Brusque, em Santa Catarina. O motivo para acreditar neste crescimento é que a organização esta investindo pesado na categoria. Na ultima semana, alias, a Havan anunciou sua line-up para disputa do Circuito Desafiante de League of Legends na temporada 2019.

A equipe será formada por jovens jogadores que se destacaram no cenário, o que dá a esperança de sucesso e performances memoráveis. Três jogadores vindos da IDM Gaming foram contratados para a Havan Liberty, que aposta no entrosamento já existente entre os atletas e na experiência de CBLoL para acelerar o desenvolvimento da equipe. Foram trazidos da IDM o top laner Gustavo “Name” Rodrigues, o jungler Marcos “Cariok” Junior e o atirador Matheus “Sarkis” Guimarães.

Para a rota do meio, a Havan Liberty Gaming contratou o ex-KaBuM e-Sports Guilherme “Atlanta” de Lima, revelado pela Operation Kino em 2016 e campeão do Circuito Desafiante em 2017 pela equipe de Limeira. Fechando a equipe, o suporte da line-up será Lucas “K0ga” Godoy, atleta que defendeu a Iron Hawks durante o primeiro semestre de 2018 e que depois foi contratado pela RED Canids.

Para coordenar o desenvolvimento dos atletas, será mantido o treinador Evandro “Yaltz” de Cerqueira, técnico da equipe durante a temporada 2018 e que já teve passagem por equipes como paiN Gaming, Furious Gaming e Team Liquid. A equipe de suporte ao jogador também será composta por fisioterapeuta, nutricionista e psicólogo.

Investimento na base:

Além do Circuito Desafiante, a Havan Liberty Gaming também investirá em uma equipe secundária em 2019. “Nós acreditamos muito na renovação do cenário e temos um compromisso de investimento na revelação e formação de novos atletas”, afirmou Samuel Walendowsky, CEO da organização. “Existem muitos jogadores com um potencial enorme para ser desenvolvido e nós queremos acelerar o crescimento do cenário oferecendo oportunidades para novos jogadores mostrarem seu valor”, completou.

Para a equipe, serão mantidos os jogadores Bruno “Kennedys” Goularte e Thales “Kales” Braga, que fizeram parte da equipe em 2018. Para completar a line-up, foi contratado o argentino Lucas “woofi” Abadie que defendia a Feint Gaming, vice-campeã do Logitech G Challenge 2018. Além deles, a Havan investiu na contratação do jogador Leandro “Gyeong” Oliveira, que jogou pela WP Gaming no Circuito Desafiante de 2018 e Luiz “Flare” Lobo, que se destacou em competições do tier 3 e é a nova aposta da organização para a temporada 2019.

Os jogadores do time B também serão inscritos no Circuito Desafiante e poderão ser utilizados estrategicamente durante a competição. Além disso, também irão usufruir de toda a estrutura de treinamento, comissão técnica e da equipe de suporte ao jogador da Havan Liberty Gaming.

 

Esses são os indicados a melhores jogos do Brazil Game Awards

E por fim saiu a lista dos indicados ao prêmio Brazil Game Awards 2018 (BGA), a principal premiação nacional de jogos digitais nacionais. A relação de indicados foi divulgada hoje (05/12) e serviu para mostrar que este ano foi um dos melhores de todos os tempos para quem curte videogames.

Os indicados são escolhidos por um júri independente, formado por diversos veículos de alta relevância ligados a jogos eletrônicos, tecnologia e cultura nerd. Ao todo, votam 40 produtores de conteúdo, de sites a influenciadores. A lista de ganhadores sai no dia 12/12/2018 no site oficial.

Para quem não conhece, o Brazil Game Awards (BGA) nasceu em 2015 como um júri independente que reunia veículos e críticos de videogame do país para eleger os melhores jogos da Brasil Game Show (BGS). Em 2018, o Brazil Game Awards passou a eleger os melhores games do ano, não mais atrelado à Brasil Game Show.

Entre os jogos mais indicado e que são favoritos a ganhar os prêmios estão Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment), Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft), God of War e o animalesco Red Dead Redemption 2. A disputa promete ser acirrada. Vale destacar o brasileiro Horizon Chase Turbo, que figura na categoria Melhor Jogo de Corrida, além de brigar pelo título de Jogo Brasileiro do Ano.

Abaixo você confere as categorias e indicados ao Brazil Game Awards:

 

Jogo do Ano

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Monster Hunter World (Capcom)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Jogo Brasileiro do Ano

Dandara (Long Hat House/Raw Fury)

Distortions (Among Giants)

Horizon Chase Turbo (Aquiris Game Studio)

No Heroes Here (Mad Mimic Interactive/Chorus Worldwide)

Sword Legacy Omen (Firecast Studio/Fableware Narrative Design/Team17)

 

Jogo Mais Aguardado – 2019

Anthem (BioWare/Electronic Arts)

Devil May Cry 5 (Capcom)

Kingdom Hearts III (Square Enix)

Resident Evil 2 Remake (Capcom)

Sekiro: Shadows Die Twice (FromSoftware/Activision)

 

Melhor Jogo Original

A Way Out (Hazelight Studios/Electronic Arts)

Celeste (Matt Makes Games)

Dead Cells (Motion Twin)

Detroit: Become Human (Quantic Dream/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

 

Melhor Jogo para PC

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Celeste (Matt Makes Games)

Monster Hunter World (Capcom)

 

Melhor Jogo para Console

Celeste (Matt Makes Games)

Forza Horizon 4 (Playground Games/Microsoft Studios)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Melhor Periférico/Hardware

GeForce RTX 2070 (NVIDIA)

GeForce RTX 2080 (NVIDIA)

Nintendo Labo (Nintendo)

Poké Ball Plus (The Pokémon Company/Nintendo)

Xbox Adaptive Controller (Microsoft)

 

Melhor Jogo de Tiro

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Destiny 2: Renegados (Bungie/Activision)

Far Cry 5 (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

Insurgency: Sandstorm (New World Interactive)

 

Melhor Jogo de Ação e Aventura

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

Shadow of the Tomb Raider (Eidos Montréal/Square Enix)

 

Melhor Jogo de Luta

BlazBlue: Cross Tag Battle (Arc System Works)

Dragon Ball FighterZ (Arc System Works/Bandai Namco Entertainment)

SoulCalibur VI (Bandai Namco Entertainment)

Street Fighter 30th Anniversary Collection (Capcom)

Street Fighter V Arcade Edition (Capcom)

 

Melhor RPG

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age

Monster Hunter World (Capcom)

Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Level-5/Bandai Namco Entertainment)

Octopath Traveler (Square Enix/Acquire/Nintendo)

 

Melhor Jogo de Corrida

F1 2018 (Eden Games/Codemasters)

Forza Horizon 4 (Playground Games/Microsoft Studios)

Horizon Chase Turbo (Aquiris Game Studio)

On Rush (Codemasters/Deep Silver)

The Crew 2 (Ivory Tower/Ubisoft)

 

Melhor Jogo de Esporte

FIFA 19 (EA Vancouver/EA Sports)

Madden NFL 2019 (EA Tiburon/EA Sports)

Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning/Nintendo)

NBA 2K19 (Visual Concepts/2K Sports)

Pro Evolution Soccer 2019 (PES Productions/Konami)

 

Melhor Jogo de Estratégia

Frostpunk (11 bit studios)

Into the Breach (Subset Games)

The Banner Saga 3 (Stoic Studio/Versus Evil)

Thronebreaker: The Witcher Tales (CD Projekt RED)

Valkyria Chronicles 4 (SEGA)

 

Melhor Jogo para a Família

Mario Tennis Aces (Camelot Software Planning/Nintendo)

Overcooked 2 (Ghost Town Games/Team17)

Pokémon Let’s Go (Game Freak/Nintendo)

Super Mario Party (NDcube/Nintendo)

Spyro Reignited Trilogy (Toys for Bob/Activision)

 

Melhor Jogo Mobile

Donut County (Ben Esposito/Annapurna Interactive)

Florence (Mountains)

Fortnite (Epic Games)

PUBG MOBILE (Lightspeed & Quantum/Tencent Games)

REIGNS: Game of Thrones (Nerial/Devolver Digital)

 

Melhor Multiplayer

Battlefield V (EA DICE/Electronic Arts)

Call of Duty: Black Ops 4 (Treyarch/Activision)

Monster Hunter World (Capcom)

Overcooked 2 (Ghost Town Games/Team17)

Sea of Thieves (Rare/Microsoft Studios)

 

Melhor Trilha Sonora

Celeste (Matt Makes Games)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

Ni no Kuni II: Revenant Kingdom (Level-5/Bandai Namco Entertainment)

Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)

 

Melhor Estúdio

Capcom

Insomniac Games

Rockstar Games

SIE Santa Monica Studio

Ubisoft Quebec

 

Melhor Publisher

Devolver Digital

Nintendo

Rockstar Games

Sony Interactive Entertainment

Ubisoft

 

Melhor Jogo Independente

Celeste (Matt Makes Games)

Dead Cells (Motion Twin)

Frostpunk (11 bit studios)

Into the Breach (Subset Games)

The Messenger (Sabotage Studio)

 

Melhor Dublagem em Português

Assassin’s Creed Odyssey (Ubisoft Quebec/Ubisoft)

Detroit: Become Human (Quantic Dream/Sony Interactive Entertainment)

Far Cry 5 (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

God of War (SIE Santa Monica Studio/Sony Interactive Entertainment)

Marvel’s Spider-Man (Insomniac Games/Sony Interactive Entertainment)

 

Melhor Equipe de eSport do Brasil

Black Dragons

Brasil Gaming House

INTZ e-Sports

KaBuM! e-Sports

paiN Gaming

 

Melhor Pro Player do Brasil

André “Nesk” Oliveira (Rainbow Six Siege – Team Liquid)

Epitácio “TACO” de Melo (CS:GO – Team Liquid)

Gabriel “Fallen” Toledo (CS: GO – Mibr )

Marcelo “Coldzera” David (CS: GO – Mibr)

Matheus “dyNquedo” Rossini (League of Legends – KaBuM! e-Sports)

 

Melhor Jogo de eSports

Counter-Strike: Global Offensive (Hidden Path Entertainment/Valve Corporation)

Fortnite (Epic Games)

League of Legends (Riot Games)

Overwatch (Blizzard Entertainment)

Rainbow Six: Siege (Ubisoft Montreal/Ubisoft)

 

OEX Game anuncia novo controle para jogos de celular e PCs  no Brasil

Hoje a dica é para quem procura por um novo controle desenhado para proporcionar o máximo de conforto e baixo preço para curtir jogos de PCs e jogos Android. Estamos falando do Gamepad Origin GD100, da OEX Game, um controle bluetooth cujas características tem tudo para agradar fãs de jogos mobile graças a sua alta precisão e conforto. O modelo, está disponível nas principais lojas do país pelo preço sugerido de R$159,00

O Origin GD100 possui conexão bluetooth 2.4GHz, gatilhos, direcionais digitais, alavancas analógicas, e botões responsivos no formato ABXY. De acordo com a OEX Game, o acessório é capaz de proporcionar a experiência definitiva de um gamepad de console nos jogos Android, evitando que jogadas ou progressos sejam perdidos por conta de respostas lentas ou imprecisas das telas Touch Screen. O controle conta com acabamento emborrachado, a fim de garantir mais aderência, conforto, e uma pegada mais firme durante as partidas.

O controle também conta com um suporte para ser acoplado em smartphones, uma alternativa prática para quem gosta de jogar games de corrida, luta, plataforma, e competitivos online – especialmente as versões para Android de PUBG (Playerunknown’s Battleground) e Free Fire – em movimento ou mais à vontade no sofá de casa.

Apesar de focar na experiência de jogo mais completa para usuários de Android, as conexões USB e Bluetooth do Origin GD100 também garantem sua compatibilidade com PCs, onde ele é capaz de operar nas funções de controle ou mouse.

Características gerais do Gamepad Origin GD100:

  • Conexão Bluetooth
  • Frequência: 2.4GHZ
  • Controle sem fio para Android (compatível com PC)
  • Opera em duas funções: controle ou mouse
  • Acabamento emborrachado
  • Bateria de lítio embutida: 3.7V/300mA
  • Recarregável via USB (cabo incluso)
  • Possui LED indicador de carga
  • 4 botões superiores (2 gatilhos), alavancas e padrão de botões ABXY
  • Suporte incluso para acoplar o gamepad em smartphones Android
  • Peso: 165g
  • 02 Anos de Garantia

O Gamepad Origin GD100 já pode ser encontrado nas principais lojas de acessórios para PC e games do país pelo preço sugerido de R$159,00.

eChampions League – EA Sports anuncia nova competição de eSports de futebol virtual

A Electronic Arts acaba de anunciar uma parceria inédita com a Union of European Football Associations (UEFA) para a criação da maior liga de eSports de futebol digital do mundo, o eChampions League, uma expansão dos torneios da EA SPORTS FIFA 19 Global Series. A criação do torneio é uma nova forma de os fãs de futebol se conectarem à UEFA Champions League.

De acordo com a EA Games, a eChampions League irá integrar a lista de eventos e competições globais no caminho para a FIFA eWorld Cup 2019, no próximo inverno. Os competidores eleitos jogam no PlayStation 4 e participam nos torneios eChampions League Global Online Knockout entre 2 e 3 de março, com os 64 melhores avançando para as qualificações ao vivo em 26 e 27 de abril.

“EA SPORTS FIFA cativa dezenas de milhares pelo mundo, e nossa profunda integração com as muitas experiências do jogo nos dão oportunidades de conectar a UEFA Champions League com os jogadores,” disse Guy-Laurent Epstein, Diretor de Marketing da UEFA. “Vemos a eChampions League e o competitivo em FIFA como um passo importante para unir novos e antigos fãs com a UEFA Champions League.”

Apenas oito da elite mundial irá avançar do evento ao vivo em Abril para a final da eChampions League. Sediado em Madri em 31 de maio, a Final da eChampions League será disputada um dia antes da final da UEFA Champions League real, em 1 de junho, criando uma celebração de dois dias no futebol tradicional e digital.

Para conectar a final da eChampions League com a competição real, os oito competidores irão criar e usar os jogadores envolvidos na fase de grupos da UEFA Champions League. O vencedor da eChampions League irá receber a quantia de $100,000 compartilhados da bolsa de $280,000 e 850 EA SPORTS FIFA 19 Global Series Points.

Você pode consultar as Restrições de Elegibilidade através do site oficial e do e FUTChampions.com para mais detalhes.

Esports Week busca capacitar profissionais e entusiastas do esporte eletrônico brasileiro

Os eSports movimentam a cada ano um caminhão de dinheiro no Brasil e no mundo. Para se ter ideia, as grandes finais mundiais dos principais torneios como Rainbow Six e League of Legends conseguem encher as arenas. Além disso, a audiência das partidas costumam ser enormes através de canais de streaming. Foi pensando neste sucesso e em ajudar a capacitar os profissionais do setor que surge a Esports Week (ESW), um evento totalmente dedicado aos campeonatos de jogos eletrônicos.

A Esports Week está agendada entre 06 e 09 de fevereiro de 2019 na cidade de São Paulo, e tem como principal objetivo expandir e consolidar os profissionais envolvidos no cenário brasileiro dos esportes eletrônicos, fornecendo conteúdo e experiências para o desenvolvimento, qualificação, entretenimento e networking deste mercado. Os organizadores do evento informam que as vagas são limitadas e toda a estrutura contará com áreas distintas, destinadas a todos os públicos interessados no setor.

“Queremos que o Brasil seja reconhecido mundialmente não apenas pelo talento de nossos jogadores profissionais, mas também como uma referência de conteúdo e geração de negócios para o cenário como um todo”, afirma Rubens do Carmo, Diretor Executivo e de Projetos da Esports Week. “Percebemos essa carência no setor, devido ao enorme foco dado ao entretenimento. Por trás de cada partida encontramos um ambiente repleto de oportunidades de carreira e negócios, que operam em conjunto para oferecer novas experiências aos jogadores e ao público. Por meio da ESW, queremos entregar uma imersão completa em todas as áreas impactadas pelo mercado”, completa.

Um dos destaques do evento serão as paletras, onde os participantes poderão aprofundar seus conhecimentos e debater ideias. Haverá ainda a Arena de Entretenimento, voltada aos entusiastas e amantes de esports que buscam a diversão e contato mais próximo com seus ídolos e equipes prediletas. Já o Espaço para Expositores expande a possibilidade de negócios e networking, enquanto os Workshops capacitam e atualizam profissionais já inseridos ou interessados no segmento.

Atrações inéditas no cenário brasileiro

Com mais de 40 atrações, a ESW contará com palestras de empresas que participam pela primeira vez de um evento voltado à capacitação do segmento no Brasil. É o caso da Newzoo, que apresentará o tema Dimensionando e entendendo as oportunidades dos esports no Brasil, além dos executivos internacionais Jonathan Pan, instrutor de esports da University of California, e Rachel Gowers, reitora assistente da Staffordshire University. O evento oferecerá também workshops com foco em Psicologia e Locução nos Esports, espaço destinado a Meet & Greet e showmatches de League of Legends e Counter-Strike: Global Offensive.

De acordo com os organizadores, a ESW tem papel de questionar, auxiliar na qualificação e entreter os interessados no cenário, trazendo a democratização e acesso à informação para profissionais, empresas e também investidores, incentivando o empreendedorismo, a troca de experiências e novos adeptos e espectadores para os esports.

Mais informações sobre a Esports Week podem ser acessadas no site do evento.

 

Serviço: Esports Week – ESW

Data: 06 a 09 de fevereiro de 2019

Local: Centro de Convenções Rebouças – Av. Rebouças, 600 – Pinheiros – São Paulo/SP

Auditório de Palestras: das 10h às 20h

Arena de Entretenimento: das 12h às 21h

 

Riot Games anuncia os três próximos países que vão sediar o Campeonato Mundial de League of Legends

Esta notícia é para quem curte League of Legends e acompanha os circuitos profissionais. A Riot Games, produtora e distribuidora do LoL acaba de anunciar as sedes para as três próximas edições do Campeonato Mundial do game. O anuncio alegrou boa parte da comunidade e serviu para mostrar que o jogo de eSport esta mais vivo do que nunca.

De acordo com a Riot, estes serão os próximos três países a sediar o maior torneio de League of Legends do mundo: Europa (2019), China (2020) e América do Norte (2021). É a primeira vez que a empresa divulga os locais da competição com esta antecedência, a fim de cumprir o compromisso de construir e sustentar um futuro de longo prazo para os fãs, jogadores, equipes e parceiros dos eSports de LoL. Veja mais detalhes sobre cada região escolhida aqui.

Sobre a Riot Games

A Riot Games foi criada em 2006 por Brandon Beck e Marc Merrill com a intenção de mudar a forma como os games são desenvolvidos para os jogadores. Em 2009, a companhia lançou seu primeiro título, League of Legends, aclamado mundialmente.

O game de PC se tornou o mais jogado no mundo e um dos principais impulsionadores do crescimento explosivo dos eSports. Os jogadores são a base da comunidade da Riot e é para eles que a empresa continua a evoluir e a melhorar a experiência em League of Legends. A Riot Games está sediada em Los Angeles, Califórnia, e tem 23 escritórios em todo o mundo.

Conheça Toasterball, o jogo indie que coloca torradeiras no papel de atletas esportivas

Já imaginou um esporte em que os grandes astros são torradeiras? Pois é esta a premissa maluca do jogo Toasterball, game criado pelo estúdio francês Couch Game Crafters. A ideia é que o jogador deve jogar uma espécie de gol a gol à lá Pong, o objetivo é usar as torradas para rebater as bolas e marcar gols.

Toasterball tem um estilo bastante party game, ou seja, ele foi desenvolvido para ser disputado entre amigos. Outro aspecto é que o jogador pode esperar por muitas situações engraçadas, mas também há uma curva de aprendizado para dominar as mecânicas, diversas variantes de jogabilidade e muitos minigames que prometem muitas horas de diversão e boas risadas.

A cada gol, uma variante de jogo aleatória é escolhida, causando pequenas mudanças como aumentar ou diminuir o tamanho das torradeiras, colocar mais bolas em jogo, ou mudar completamente o ambiente, criando novos gols, aplicando uma física diferente no cenário e na movimentação da bola, enfrentando até mesmo fortes rajadas de vento e explosões. Com essas variantes, cada partida é única, ao mesmo tempo divertida e competitiva.

Os desenvolvedores ainda incluíram variantes para tornar a jogatina de Toasterball mais divertido, tais como os minigames, que colocam as torradeiras em situações completamente diferentes: no espaço, na praia, em uma luta de neve ou em um ringue de boxe de brinquedo. O game é bem casual, mas sem esquecer o estilo mais competitivo das partidas online. Em Toasterball, duas equipes principais estão sempre se enfrentando, em busca de um lugar no cobiçado ranking dos times mais bem-sucedidos da modalidade.

Toasterball foi desenvolvido para ser ao mesmo tempo fácil de aprender mas difícil de dominar. Por isso, os movimentos básicos são simples: basta pressionar um dos botões da sua torradeira por um curto período de tempo, soltá-lo e observar sua torrada voar pelo ar. Quanto mais tempo pressionar, maior será a força com que a torrada será arremessada. Cada lançamento de torrada também faz você pular, permitindo que se movimente pelo campo e empurre seu oponente para situações difíceis.

O título está em campanha de crowdfunding através do Kickstarter, que conta com vários bônus para os apoiadores. A expectativa é que o jogo saia em 2019. Aqueles que estiverem interessados podem conferir uma versão demo através do itch.ioGamejolt ou no Newgrounds.

Você pode conferir o trailer de Toasterball abaixo:

 

BGS 2018 – Resident Evil 2 rouba o show e se mostra um prato cheio para fãs de terror

Um dos jogos mais esperados na Brasil Game Show foi Resident Evil 2 da Capcom, um remake muito esperado e que já deu mostras de revitalizar a série na próxima temporada. O título estava com demo jogável no evento paulista e o GameReporter teve a chance de testá-lo durante uma fase e trouxemos agora as nossas impressões.

A primeira coisa que você precisa saber: esqueça todas as horas de jogo que você teve no PS1 e no Nintendo 64, elas não valerão de nada! O game está bem diferente do original e muito mais difícil. A Capcom está fazendo questão de mudar praticamente tudo que você conhece em prol de um desafio maior. Então, não importa quantas vezes você já zerou o Resident Evil 2 original, aqui a experiência é bem diferente.

Desde o visual realista dos corredores e salas até o modo como a câmera, a impressão que você tem é de que Resident Evil 2 está totalmente revigorado. O sentimento é tão intenso que dificilmente você vai reconhecer este jogo, mesmo que tenha passado centenas de horas no PS1. Mas não se deixe enganar: muito da essência do original permanece inalterada. Leon e Claire estão ali, bem como a delegacia e os temíveis zumbis.

São duas demos distintas que servem para mostrar como será o gameplay, uma com Leon e outra com a Claire. Ambas as demos mostram toda a capacidade que o jogo possui em levar o jogador para atmosferas arrepiantes e atestam que os puzzles estão mais complexos e os inimigos estão mais brutais. A ambientação de  Resident Evil 2 é aterrorizante e as mecânicas são bem funcionais, apesar de achar a mira um pouco leve demais.

A primeira demo que testamos é a de Leon, que é a mais conhecida. Basicamente você deve ajudar Marvin o policial em estado grave. Para isso, você deve resolver o puzzle da estátua realizando três combinações em estátuas espalhadas pelo cenário. O objetivo é chegar nos andares inferiores. Já a segunda demo é com Clare Redfield, na demonstração você deve enfrentar William Birkin em sua primeira forma.

O título chega ao mercado em janeiro do próximo ano, e ao que tudo indica parece ser uma compra certa. Se você curtiu o remake do primeiro jogo, já deve ter uma ideia do que esperar aqui, certo?

Abaixo tem um trailer de Resident Evil 2:

Texto por Victor Cândido