Arquivo da tag: mouse

Logitech anuncia novos produtos para o Brasil

Colaboração: Victor Cândido

Os suíços da Logitech resolveram apostar alto no Brasil nos próximos meses. A famosa produtora de mouses e teclados está em um processo de reestruturação que promete revitalizar a marca e conquistar os fãs de tecnologia de ponta. Em evento realizado em São Paulo, a Logitech anunciou seus novos produtos para o mercado brasileiro. Entre as novidades anunciadas estão caixas de som, teclados, mouses e um volante para o Playstation.

O volante, aliás, foi o grande destaque entre as novidades apresentadas. Trata-se do volante G29, que chega para substituir o G27, que está no mercado há seis anos. Além de ser compatível para PCs e PS3, o novo volante terá suporte para o PS4. De acordo com a Logitech, o G29 traz uma série de melhorias nas questões de mobilidade e condução do veiculo virtual, graças às novas engrenagens inspiradas em veículos reais.

O volante terá pedais de acelerador, freio e embreagem e o hardware anti-backlash, que mantém o volante e o pedal apertado para maximizar o controle, possibilitando também ao jogador sentir algumas sensações reais como perda de tração, mudança de peso e as condições de estrada.

O acessório será lançado em setembro com o preço sugerido de R$1999,00. Vale lembrar que o equipamento não estará acompanhado do câmbio para troca de marchas. De acordo com a Logitech esta peça será lançada futuramente em nosso território, porém não houve detalhes de quando isso irá ocorrer. Para os jogadores de Xbox One, a Logitech anunciou que em breve lançará um volante desenvolvido especificamente para o console, o G920.

Como parte da estratégia da Logitech de se reinventar, foram anunciadas as novas caixas de som da empresa. A ideia é se afastar da imagem de ser apenas uma empresa de informática. Os produtos para áudio serão lançados sob a linha EU (Ultimate Ears). Basicamente são três caixas de som com design jovem e colorido: a Boom, Mega Boom e a Roll. Todas foras criadas para ser à prova da água e resistir a fortes quedas. O preço sugerido é de R$ 1 mil, R$ 1,5 mil e R$ 600, respectivamente. A Logitech garante que os produtos atendem às expectativas dos usuários e o preço é competitivo dado à tecnologia empregada. Para quem considera os preços elevados demais, a Logitech tem a caixa sem fio X50, que chega ao mercado em outubro por R$ 170,00.

“Estamos reinventando a Logitech, criando produtos que misturam tecnologia avançada e design para trazer experiências incríveis aos consumidores”, diz Bracken Darrell, presidente e CEO da Logitech. “Montamos uma equipe de design de primeira linha, liderada pelo diretor de design Alastair Curtis. Estamos colocando o design no centro de tudo o que fazemos e nossa abordagem de design vai além da definição clássica. Design para nós é a combinação de tecnologia avançada, estratégia de negócios e insights dos consumidores. Nossos produtos têm percorrido um longo caminho e, agora, é a hora de levarmos a marca para frente também.”

Ainda que invista em novos produtos, a Logitech não vai abandonar de vez o que a fez tão reconhecida. Para o mercado de periféricos a Logitech traz para o Brasil o MX Master Wireless, o novo mouse permite que até três dispositivos sejam conectados simultaneamente via bluetooth com compatibilidade para Mac e Windows. O periférico tem design bastante robusto e é indicado para os chamados “heavy users”.  Ele possui sensor por laser que funciona até mesmo em superfícies de vidro. O MX Master tem scroll inercial para você rolar por documentos e páginas da web mais rapidamente, sensor por laser que funciona inclusive em superfícies de vidro e suporte para pareamento com até três aparelhos — há um seletor na parte inferior do mouse para você alternar entre os dispositivos.

A bateria interna do MX Master é de 500 mAh, dura até 40 dias, e bastam 5 minutos de recarga para usar o mouse pelo resto do dia. Outra novidade sobre este mouse é que além da barra de rolagem superior na qual permite rolamento automático também a uma barra de rolagem na lateral sendo que esta não possui o rolamento automático, a ideia é rolar páginas mais longas como a do Facebook, que vai atualizando durante a navegação. O MX Master tem previsão de lançamento para Novembro ainda sem preço divulgado.

Outra novidade é o teclado K480 Bluetooth Multi-Device. Este equipamento tem como principal atrativo a possibilidade de se conectar a até três dispositivos e alterna-los através de uma chave, com compatibilidade para iOS, Windows e Android. Tal como as caixas de som, o novo teclado tem design bem jovem e apela para as cores para atrair o público mais jovem. O preço sugerido é de R$299 e já chega neste mês às lojas.

Outro produto para informática é o teclado Keys-to-Go, que possui design sofisticado, fino e extremamente leve, porém não frágil permitindo que sejam carregados para todos os lados, estes teclados tem uma superfície emborrachada e é praticamente imune à sujeira e água. Eles estarão disponíveis nas cores vermelho e preto. O ponto negativo é que o Keys-to-Go é compatível apenas para sistemas iOS. O ponto positivo é a duração da bateria: três meses. O preço sugerido de R$389.

Por fim, há o teclado para gamers, o G910 Orion Spark, que possui um design bastante charmoso e hi-tech. Ele possui teclas mecânicas e botões programáveis que suportam até 27 comandos diferentes. O destaque é a retroiluminação de 16 milhões de cores que tornam o design bastante futurista e auxiliam o jogador nas partidas. Há suporte ao Dock ARX Control, aplicativo que mostra os dados do jogo na tela do smartphone. Parece que a Logitech quer tornar o Orion Spark o teclado número um entre os cyber-atletas. Toda esta tecnologia tem um preço: R$ 1499,00, um preço pouco acessível entre a maioria dos jogadores, mas a Logitech está mirando os jogadores que querem o melhor para uma experiência mais completa. O teclado chega ao mercado em novembro.

Por fim, vale mencionar que a Logitech vai mudar sua marca, além de sua imagem. De acordo com Ricardo Filó, gerente de marketing da Logitech no Brasil, a mudança será gradativa. Aos poucos o mercado vai se acostumar a ver a empresa lançando caixas de som coloridas, capas para tablets e celulares etc. A Logitech em breve será conhecida apenas como “Logi”.

Review: Logitech Optical Gaming Mouse G400

Optical Gaming Mouse G400

É bem difícil encontrar um mouse decente para jogos hoje em dia. Em geral os jogadores acabam utilizando mouses comuns porque a maioria dos produtos lançados no mercado que são chamados de “mouses para gamers” são caros demais e prometem mais do que cumprem. Um dos raros casos de mouse dedicados aos jogos eletrônicos que deu certo foi o MX-500 da Logitech.

Ainda hoje tem muitos jogadores espalhados pela internet que se lembram do produto com carinho. Para relembrar tal sucesso e abastecer esse nicho de mercado, a Logitech lançou no Brasil em meados de maio o G400 Optical Gaming Mouse. Este brinquedo pode ser considerado um sucessor espiritual do MX-500 graças aos recursos e design. Nós testamos o novo mouse e agora vamos dar nossas impressões sobre o produto que promete o maior controle de nível DPI possível. Como se não bastasse, o mouse executa até mil movimentos por minuto e possui vida útil estimada de 10 milhões de cliques, o que garante muito tempo de utilização por parte dos jogadores.

A primeira impressão que o mouse deixa é de conforto: ele se ajusta muito bem na mão direita, além do mais ele é bem robusto, se adequando a diferentes tamanhos das mãos dos usuários. Ao todo o G400 conta com oito botões: os tradicionais cliques direito e esquerdo, três botões próximos a rolagem e mais dois que ficam posicionados na lateral esquerda. O fio é cumprido, cerca de 2 metros, permitindo bastante liberdade de movimentação ao jogador. Além disso, o cabo é 25% mais leve que o de mouses convencionais para garantir agilidade dos movimentos.

O nível DPI pra quem não conhece é justamente a sensibilidade do mouse ao arrastá-lo em determinada direção. E é exatamente essa a função dos três botões próximos à barra de rolagem. Tal controle de DPI é ideal para se adequar ao diferentes tipos de jogos, por exemplo, jogos de FPS que demandam mira mais precisa como Battlefield e Crysis. Nestes casos basta deixar o mouse no nível de sensibilidade mais reduzido para evitar movimentos não intencionais. Por outro lado, jogos que demandam movimentos mais rápidos do jogador podem ser desfrutados sem grandes dificuldades, bastando ajustar a sensibilidade no nível mais alto.

O primeiro botão (acima da barra de rolagem) aumenta a sensibilidade, o botão abaixo da barra a diminui e por fim o terceiro botão mais abaixo serve para manter o DPI no padrão normal de todos os mouses (exatamente 800 DPIs). De acordo com a fabricante, o G400 possui quatro níveis de controle que varia de 200 a 3600, o que significa que dá para configurar os níveis da melhor maneira necessária para aquele game esperto. Entretanto há um problema grave para navegantes de primeira viagem: o mouse não possui qualquer indicação de que tais níveis DPI foram alterados, fazendo com que o jogador fique experimentando e mexendo em configurações até achar seu ponto ideal.

Já os dois botões laterais servem como atalhos, ou seja, você mesmo configura quais funções dará a eles. Em geral os mouses dedicados a games possuem vários botões de atalhos, mas isso não chega a ser um ponto fraco do G400, visto que esses botões devem ter suas funções cuidadosamente escolhidas. O posicionamento dos botões de atalho foram bem definidos, de forma que é muito fácil e rápido acessá-los.

O design do mouse também é bem elegante com seu tom cinza escuro e detalhes pretos. Com certeza ele vai se destacar quando você levá-lo para exibir aos amigos aficionados por tecnologia. Evidentemente não tem um aspecto futurista, mas a ergonomia e robustez compensam tudo. E apesar do tamanho avantajado ele pesa apenas 133 gramas. Para quem é gamer de PC e não está acostumado com esse tipo de acessório dedicado aos jogos eletrônicos, a diferença é brutal. É difícil voltar a utilizar mouses comuns após algumas horas jogando Battlefield com o G400.

O kit G400 não vem acompanhado de nenhum software para instalação, bastando plugar em uma entrada USB para utilizar. Entretanto os jogadores tem a opção de ir até o site do produto para baixar o programa Logitech Gaming Software Package que permite alterar as configurações do mouse. Esse programa é gratuito e bastante simples de utilizar. Quando instalado ele sabe exatamente qual mouse da Logitech você está utilizando, além disso, ele permite que você defina as melhores configurações de acordo com cada game que você tem instalado em sua máquina. Deste modo, quando você abre um jogo o mouse se adapta a configuração salva. Um recurso muito útil, acreditem.

Se couber uma crítica ao mouse é que ele foi desenhado para usuários destros, ou seja, quem for canhoto fica a ver navios aqui. Além disso, o G400 não possui botões intercambiáveis e nem extras como luzes LED. Porém isso não faz qualquer diferença para quem está em busca de um mouse funcional desenvolvido para games.

O veredicto é que o Logitech Optical Gaming Mouse é bem recomendado para quem estava em busca de um mouse para jogar. Quem conheceu o MX-500 e sentia saudades do produto pode comprar o G400 sem medo, a menos que você seja canhoto, pois neste caso o melhor é procurar um produto para ambidestros. Por causa do conforto e da facilidade o G400 merece uma sonora nota 9. O mouse já pode ser encontrado nas melhores lojas dedicadas do país.

Logitech Optical Gaming Mouse G400

Conexão: USB
Material: Plástico
Botões: 8
Sensibilidade: 200 – 3600 DPI
Preço sugerido: R$ 149,90

Site: Logitech Optical Gaming Mouse