Arquivo da tag: mobile

Antbuster – jogo indie nacional ganha versão para Android

Há 10 anos falamos sobre o Antbuster, um game do gênero defense tower, para a web. Pois bem, o projeto seguiu firme e forte durante todos esses anos, recebendo feedbacks da comunidade e dezenas de melhorias. É com muita alegria que podemos noticiar que o Antbuster acaba de ganhar uma versão para mobile (por enquanto apenas para Android). O game continua com a mesma pegada, ou seja, viciante e com uma curva de aprendizado rápida.

Para quem não se lembra, em Antbuster você precisa defender seu piquenique do ataque voraz de formigas esfomeadas. Para isso, você deve espalhar armadilhas pelo caminho dos insetos antes que elas roubem sua comida e retornem para o formigueiro. O cenário é simples, tal como a trilha sonora. Vez por outra surgem trivias sobre o comportamento das formigas. O mais interessante é que o desenvolvedor Marcelo Stein criou uma inteligência artificial evolutiva para as pequenas formigas.

Conforme você avança no game, o algoritmo Ant Colony Optimization providencia que as formigas aprendam o caminho mais seguro para chegar na comida sem levar tiros dos canhões instalados pelo jogador. A aceitação do jogo pela comunidade foi grande o bastante para que Stein não desistisse do projeto e resolvesse criar o remake para mobile. É um jogo gostoso de jogar e extremamente viciante: dá para perder horas tentando acabar com a infestação de formigas.

Para evitar que as formigas roubem seu bolo, basta instalar canhões que atiram automaticamente na formiga mais próxima. Assim que o jogador adquire mais dinheiro, pode-se realizar diferentes atualizações para deixar os canhões mais poderosos. Além disso, existem 31 tipos de canhões diferentes para montar diferentes estratégias e impedir as formigas de alcançarem o objetivo. Quem já jogou Defense Grid vai ter uma ideia do que o Antbuster tem a oferecer, ou seja, bastante diversão. A versão para Android já está disponível aqui.

Abaixo tem um vídeo de Antbuster:

Inscrições para o International Mobile Gaming Awards (IMGA) estão abertas até o final de dezembro

Se você é produtor de games mobile e quer ganhar visibilidade em meio aos inúmeros jogos que são lançados todos os dias, fique atento: estão abertas as inscrições para o IMGA Awards 2018 (International Mobile Gaming Awards), a premiação que visa reconhecer os melhores jogos mobile do mundo. As inscrições são gratuitas e vão somente até o dia 31 de dezembro e podem ser feitas por todos os desenvolvedores, desde que seu game tenha sido lançado ainda em 2017.

Esta é a 14º edição do tradicional evento, cuja premiação ocorre em março de 2018 durante a GDC (Game Developers Conference) na cidade de São Francisco, EUA. Vale lembrar que você deve submeter seu game através do site do evento e você pode até indicar um game ainda não lançado. Afinal, seu game pode concorrer no IMGA Awards na categoria “Jogo Mais esperado”. Para isso basta enviar uma demo jogável. Ah, este ano a premiação também está aberta para jogos AR e VR.

Este é o principal evento do mundo para games mobile e a expectativa é descobrir jogos promissores e desenvolvedores talentosos. Durante a cerimônia de premiação os jogos são testados por jornalistas, investidores e jogadores. Alguns jogos de sucesso foram premiados pelo IMGA em edições anteriores, tais como o Clash Royale e Steamburg. Se você lançou um game ainda neste ano ou pretende lançar um título mobile, não deixe a oportunidade passar. De acordo com os organizadores, os indicados para o IMGA Awards serão anunciados no dia 19 de fevereiro.

 

Serviço – IMGA Awards 2018

O quê: premiação para os melhores games mobile

Quando: 20 de março de 2018

Onde: São Francisco, EUA

Inscrições: Até o dia 31 de dezembro através do site oficial.

Until Dead – Jogo vencedor do Indie Prize entra em Early Access para Android

O jogo brasileiro Until Dead tornou-se um sucesso antes mesmo de seu lançamento, graças ao prêmio recebido pelo Indie Prize Awards na categoria Melhor Jogo Mobile. Pois bem, se você queria saber se o game é realmente tudo isso, chegou a hora: o título finalmente entrou em Early Acess para usuários de Android. Disponível para todo o ocidente, o jogo da desenvolvedora brasileira Monomyto terá números limitados de download dentro do Google Play, loja oficial da plataforma, e espera colher feedback para seu lançamento oficial, que deve ocorrer em janeiro de 2018, para dispositivos que possuam o sistema operacional Android e iOS.

Until Dead, primeiro jogo brasileiro a conquistar um prêmio no Indie Prize, é um free-to-play de estratégia e raciocínio com mecânica baseada em turnos e combate tático. No jogo, você controla John Mur, um detetive aventureiro e explorador que, graças às suas habilidades, consegue sobreviver em um mundo caótico infestado por zumbis. Na pele do protagonista, você precisa encontrar pistas em uma grande aventura na busca por respostas para desvendar esse mistério. O segredo do jogo é usar a cabeça para manter-se vivo.

O título é ideal para quem curte jogos de tabuleiro, pois ele empresta muita das suas características, unindo uma experiência inovadora e a facilidade dos jogos online. De acordo com a desenvolvedora, são mais de cinco horas de conteúdo jogável. Quem esteve na BGS 2017 pôde apreciar alguns minutos dessa obra que promete fazer sucesso no Brasil e no exterior.

A mecânica básica é de point and click baseada em turnos (lembra um pouco XCOM). De modo que os jogadores não devem encontrar dificuldades para aprender a jogar e se divertir. O objetivo é simples: passar pelos zumbis e chegar até a saída mais próxima. Porém não pense que as coisas são fáceis! Para cumprir os objetivos você deve usar de estratégia e reflexos rápidos.

Um dos pontos positivos mais aclamados foi o visual em preto e branco à lá noir. A atmosfera é bem densa e mostram que os jogos mobile em geral tem capacidade bastante elevada. O game deve sair em algum momento de 2018 com versões para Android e iOS.

Abaixo tem um trailer de Until Dead:

Starlit Archery Club é o spin off mais divertido que você verá do fenômeno Starlit Adventures

Outro estúdio que está fazendo bonito, e bem bonito, é o Rockhead Games (RS), que foi um dos destaques do evento da Abragames: Casos de sucesso 2017 com o título Starlit Archery Club. Basicamente é um puzzle de combinar cores, à lá candy Crush ou Bejeweled, porém com a diferença que o foco está nas divertidas e empolgantes batalhas contra outros jogadores online.

Em Starlit o jogador precisa unir estratégia e precisão para vencer os adversários, além de ser rápido e bastante atento. Para facilitar a vida do jogador existem power ups destraváveis que garantem ótimas vantagens. Vale lembrar que há diferentes modos de jogo para o jogador passar mais tempo se divertindo.

Você deve ajudar os personagens Bo e Kikki em uma competição de arco e flecha com regras bem peculiares. Diferente de outros jogos do gênero, aqui a jogabilidade busca inovação, exigindo raciocínio rápido para decidir o melhor alvo a ser atingido e o power up mais adequado para cada situação. A mecânica gira em torno de capturar uma determinada zona vazia, pois elas esvaziam a energia do adversário, como em um game de luta.

De tempos em tempos surgem desafios especiais que fazem o jogador encarar chefões barra-pesada. Conforme o jogador avança, surgem novos mundos com desafios específicos e novos personagens. Em um dos modos de jogo o gamer deve vencer copas online contra adversários de todo o mundo se quiser evoluir.

De acordo com os desenvolvedores, além de divertir os usuários, Starlit Archery Club também é um belo estimulante cerebral, uma vez que instiga a agilidade e pensamento estratégico. Aqui não basta mirar determinados alvos, mas sim dominar as regras a fim de criar estratégias próprias e vencer os adversários. Nesse aspecto o game até lembra um eSport, já que para ser o vencedor você deve mirar mais do que suas próprias ações.

Para quem não conhece, o universo do game surgiu em Starlit Adventures em 2015, um game de aventura 2D para mobile. O título foi baixado mais de 10 milhões de vezes, recebendo destaque nas lojas online em que esteve presente. Além disso, a aventura de Bo, Kikki e companhia conquistou vários prêmios de melhor game ao redor do mundo. O sucesso foi tanto que até uma revista em quadrinho foi lançada e um piloto de série animada já está em produção. Graças a esse esmagador sucesso os produtores decidiram levar os personagens para um novo estilo de game.

O game Starlit Archery Club é free-to-play e estará disponível para free-to-play em 7 de dezembro de 2017 para Android e iOS.

Abaixo tem um trailer de Starlit Archery Club:

Dragon Raja, o sucesso da Coréia ganha jogo para dispositivos mobile

Provavelmente você ainda não ouviu falar de Dragon Raja, mas há uma chance de esta obra coreana desembarcar no ocidente e fazer tanto sucesso quanto tem feito na Ásia. O livro foi escrito por Lee Yeongado e é comumente comparado a Harry Potter graças ao seu ambiente de fantasia e ficção. Pois bem, a Publisher Playwith está apostando nesta franquia e por isso, está lançando para toda América Latina o jogo oficial de Dragon Raja.

O game segue os acontecimentos mais importantes dos 12 volumes dos livros, em um estilo de Action-RPG. Tal como um jogo do gênero, os jogadores podem esperar bastante ação e combates ferrenhos. Um dos destaques é que há a possibilidade de combate 30 vs 30 em PvP, em tempo real. Os cenários são bem desenhados e passam bem o clima de ficção e fantasia dos livros.

De acordo com os responsáveis por Dragon Raja, o game possui efeitos impressionantes que tiram o máximo proveito dos aparelhos celulares, graças as animações de personagens e a mistura de suspense, drama e romance. A missão principal dos jogadores é salvar o mundo de Bisus de um terrível dragão que aterroriza o reino por mais de 20 anos.

Para quem já conhece a série de livros, pode esperar rostos familiares, pois há a possibilidade de encarnar cinco dos personagens centrais das obras, sendo que eles possuem habilidades especiais únicas. Como não poderia deixar de ser, há dezenas de dungeons, incluindo a infinita e terrível “abyss”. O título está disponível para download gratuito para iOS e Android em toda América Latina.

Confira abaixo o trailer de Dragon Raja:

Game of Thrones: Conquest – domine os sete reinos de Westeros e o trono de ferro neste jogo mobile

A série de televisão mais impactante dos últimos anos agora ganha um game para celulares! Chamado Game of Thrones: Conquest, o título coloca o jogador em uma divertida guerra estratégica para decidir quem irá controlar os sete reinos de Westeros. O game é fruto de uma parceria entre a Warner Bros. e a HBO (e desenvolvido pela Turbine) e já está disponível para usuários Android e iPhone.

Game of Thrones: Conquest segue o estilo MMO e estratégia. Os jogadores devem primeiro criar sua própria casa com direito a brasão e exércitos para enfrentar as tradicionais casas Lannister, Targaryen, Baratheon, Bolton, entre outras. Além de bolar as melhores estratégias para destruir o exército é possível também sabotar os inimigos utilizando espiões. Alguns rostos familiares da série da HBO fazem aparição no jogo, tais como Jon Snow, Daenerys Targaryen, Petyr Baelish e outros.

“A manobra política de Game of Thrones sempre foi um dos elementos mais interessantes do show, e agora os jogadores podem viver essa fantasia enquanto competem com milhares de outras pessoas pelo controle do Trono de Ferro”, afirma Tom Casey, Vice-Presidente , da Turbine. “Existe também a oportunidade de trair seus aliados e revelar seus esquemas mais astutos para ganhar mais poder, o que pode levar a momentos muito intensos e divertidos”.

Navegar em Westeros não será simples, mas com a ajuda do inovador Sistema Allegiance, os jogadores podem recrutar aliados de todo o mundo para ter uma chance de conquistar o Trono de Ferro enquanto provam sua lealdade a seu senhor ou senhora. Mas, neste mundo dinâmico e político, existe a opção de escolher entre traição e lealdade e, no melhor estilo Game of Thrones, alianças podem ser quebradas para aumentar sua influência em Westeros.

Em Game of Thrones: Conquest, os jogadores podem capturar mais de 120 Pontos de Poder icônicos da série, como King’s Landing e Winterfell. Para controlar esses locais, você deve recrutar aliados, já que nenhuma guerra é vencida sozinha. Os jogadores devem criar seus exércitos e travar batalhas contra rivais para capturar essas fortalezas icônicas. Uma vez capturadas, será necessário defendê-las, já que cada Ponto de Poder confere ao jogador upgrades militares e econômicos. As fortalezas apontarão seus próprios pequenos conselhos e recompensarão aqueles mais fieis, tornando-os os defensores do ponto de poder.

Se você é um dos milhares de apaixonados pela série da HBO e um sagaz jogador de estratégia, dê uma olhada neste título que promete fazer bastante sucesso, tal como o seriado. E lembre-se: o inverno já chegou! Valar Morghulis.

Confira o trailer de lançamento de Game of Thrones: Conquest:

Battlejack, RPG de fantasia e batalhas com cartas, chega aos dispositivos móveis em 24 de agosto

Se você curte jogos de carta e o mundo de fantasia medieval com criaturas fantásticas, chegou a hora de conhecer o novo lançamento da Nexon. Battlejack é um RPG profundo e estratégico no qual os jogadores se aventurarão por um mundo de fantasia mítico e batalhas contra as forças do mal através de uma inovadora experiência de jogo.

Os jogadores embarcarão em uma viagem épica em busca de vencer as forças do mal em mais de 100 níveis da história. Ao recolher, fundir e desenvolver heróis poderosos com habilidades elementais únicas e conjuntos de runas, os jogadores podem construir o baralho definitivo para devastar inimigos temíveis.

“Battlejack leva as emoções intemporais do blackjack e combina elas perfeitamente com a mecânica de role-play em profundidade para oferecer uma experiência de jogo verdadeiramente inovadora e estratégica”, disse Lawrence Koh, gerente geral da Nexon M. “Estamos ansiosos para que os jogadores comecem sua jornada neste verão e estamos felizes em colaborar com o Grand Cru ao trazer o belo mundo de Midgard para a vida”.

Como um toque inovador no blackjack, o jogo de cartas mais popular do mundo, Battlejack adiciona sistemas de role-playing imersivos na fórmula, realmente colocando o poder na mão do jogador. Um modo PvP (Jogador x Jogador) permite que os heróis se enfrentem em batalhas, e os jogadores podem se juntar às Guildas para vencer inimigos poderosos em equipe, e para ganhar valiosos pontos de aliança que podem ser usados para subir de nível e ganhar recompensas especiais.

“Com uma classificação já impressionantemente alta nas lojas, os jogadores mostraram que estão profundamente envolvidos na experiência de batalha rápida que a Battlejack oferece”, disse Markus Pasula, CEO da Grand Cru. “Se você é um jogador hardcore ou casual, o Battlejack tem algo para todos, oferecendo altas recompensas para uma jogabilidade simples e estratégica”.

Surfista brasileiro Gabriel Medina estrela seu próprio jogo mobile

E não é que Gabriel Medina, o 1º Brasileiro Campeão Mundial de Surf, ganhou seu próprio game? O jogo Go! Medina, chega aos celulares e tablets e pode ser baixado gratuitamente nos dispositivos móveis que utilizam os sistemas operacionais Android a partir de agora. Uma versão para iOS será lançada em agosto. Aqui os jogadores devem realizar manobras radicais nos circuitos mais desafiadores do mundo do surf.

Em Go! Medina, o jogador customiza seu personagem / surfista, e vai ter o privilégio de aprender a surfar com o campeão Medina, com dicas de seu técnico e padrasto, conhecido carinhosamente como “Charlão”. A partir daí, terá de seguir a própria carreira no Circuito de Surf. Quanto melhor for seu desempenho, melhores serão suas recompensas – que permitirão que o surfista adquira novos equipamentos, como pranchas, roupas, consumíveis e manobras especiais. Outra forma de evoluir no game é comprando itens. O modelo de negócios é free-to-play com venda de itens.

Destaque especial para a Ilha Medina, onde os jogadores poderão se divertir surfando em disputas de corridas contra o tempo, obstáculos e práticas do free surf. O game contará com um painel interativo incluindo a Rotina do atleta, acesso a promoções e conteúdos exclusivos. Ainda está previsto um e-commerce, onde serão comercializados produtos licenciados.

“É muito legal ver que as pessoas que acompanham a minha carreira poderão ficar mais próximos, através desse game que está fantástico. Nós fizemos um jogo para mostrar as emoções que sinto ao surfar e tenho certeza que a galera que curte o esporte, a galera do surf, vai se amarrar. Tudo foi pensado para ser o mais próximo do que eu vivo, de forma divertida e fácil de se jogar. Os cenários, os personagens são bem reais e construídos com muito carinho pela equipe de desenvolvimento. Está maneiríssimo”, diz Medina.

Mais sobre o Go! Medina

Go! Medina é publicado pela SOMA (+), empresa carioca cujo foco é promover games estrelados por personalidades – atletas, artistas e influenciadores. De acordo com os responsáveis pelo projeto, o game será disponibilizado no mercado global em cinco idiomas. Português e Inglês no seu lançamento, e nos próximos meses em Francês, Espanhol e Chinês. O game chega em um momento em que há muitos brasileiros disputando na elite do surf. Gabriel Medina já um dos ícones do Brasil no esporte, tal como Guga foi para o Tênis e Senna foi para o automobilismo.

A SOMA (+) entende que o Gabriel Medina é o cara certo para o lançamento do seu primeiro produto no mercado de jogos, uma vez que é um jovem de sucesso, e inspira milhares de pessoas ao redor do mundo – é talentoso, carismático e consegue atingir desde o público infantil aos quarentões.

Projeto Terror Imersivo está em campanha de crowdfunding

Para quem curte histórias de terror, a dica é o projeto “Terror Imersivo”, criado pelo game designer Leandro Siqueira, que nada mais é que uma coletânea de 10 livros-jogos em formato de aplicativo. São dez histórias de terror que tem potencial para entreter adultos e crianças. Aqui os jogadores devem explorar fases e resolver mistérios para sobreviver, porém, ao invés de um jogo tradicional, o foco está no enredo e não nas mecânicas de jogo.

Terror Imersivo está em campanha de crowdfunding no apoia.se. De acordo com o desenvolvedor, escolher o formato de aplicativo permite dar uma liberdade e interação maior ao jogador. Para que o público pudesse entender melhor o projeto foi disponibilizado um demo de uma das histórias que compõe o aplicativo, o “cemitério do desespero“.

Esta demo pode ser baixada para Android ou para PC. Os demos são apenas para entendimento do projeto, o produto final será muito superior, promete Leandro. O valor arrecadado na campanha vai pagar os profissionais envolvidos no projeto como artistas, revisores de texto e programadores.

Segue abaixo os títulos de cada livro-jogo que compõe o Terror Imersivo:

– Cemitério do Desespero.

– 2 minutos para a meia-noite.

– A tumba do rei maldito.

– Vila Fantasma.

– Floresta sangrenta.

– Fim da linha.

– A morte está no quarto ao lado.

– 7 meninas.

– Pânico na estação.

– O Abismo profundo.

 

Abaixo tem o vídeo explicativo do projeto Terror Imersivo:

Nexon revela novo trailer de Durango para a E3 2017

A Nexon e o What! Studio aproveitaram esse período pré-E3 para apresentar o novo trailer de Durango, o RPG online em mundo aberto que se passa em um universo habitado por dinossauros ferozes. O game para dispositivos mobile deve chegar ao mercado ainda nesta primavera e se diferencia de outros jogos graças a sua ambientação e estilo artístico incríveis.

Em Durango os jogadores usarão os materiais e tecnologias transportadas de suas vidas anteriores para explorar e desenvolver uma região. De acordo com os criadores, Durango é a próxima evolução das experiências de MMO, com recursos completos os quais oferecem aos jogadores plena liberdade para perseguir vários pilares de jogo, ao mesmo tempo em que usufrui experiências únicas de exploração e construção de cidades com colaborações em tempo real e batalhas diretas contra clãs inimigos e dinossauros colossais.

Durango aumenta o nível de jogos persistentes e maciços em dispositivos móveis”, disse Lawrence Koh, Gerente Geral da Nexon M. “O What! Studio criou uma experiência rica e dinâmica para que os jogadores realmente se tornem pioneiros entre os dinossauros, permitindo que eles formem o mundo, os eventos e a história através de jogadas sociais e eventos cooperativos e competitivos no jogo”.

Além da exploração, os jogadores devem se unir em combates contra dinossauros carnívoros que costumam ser extremamente perigosos. Os aventureiros aprenderão a usar a terra em sua vantagem para criar armas, armaduras e ferramentas, assim como desenvolver aldeias que possam crescer e se tornarem fortalezas. Durango utiliza um revolucionário sistema de construção de mundos, gerado por processos que preenche o enorme mundo aberto com um número infinito de locais para descobrir e explorar.

O título será jogável na Electronic Entertainment Expo (E3) 2017 no Centro de Convenções de Los Angeles, de terça-feira, 13 de junho até quinta-feira, 15 de junho, no Mobile and Social Games Pavilion, South Hall, Stand #2623.

Abaixo você confere o trailer de Durango para a E3 2017: