Arquivo da tag: mobile

The Queen’s Race – jogo promove a diversidade enquanto te desafia a ser a rainha das passarelas

O game de hoje é inspirado na ideia de luta pela igualdade de gêneros. Desenvolvido pela equipe da Checkpoint Studios, The Queen’s Race coloca o jogador no comando de drags em corridas bem peculiares. Trata-se de um aplicativo em que o jogador cria seu avatar, o personaliza e corre contra outras corredoras em provas e minijogos bem casuais.

Antes de se lançar na corrida o jogador deve escolher etnia, biótipo etc. A possibilidade de personalização é bem grande. O objetivo é fazer com que sua drag prove ter as habilidades necessárias para prosseguir na disputa e desfilar nas passarelas virtuais e ser coroada a maior drag queen do mundo.

Para alcançar a fama e a glória o jogador deve passar por minijogos, passatempos, e muitos outros desafios. A cada desafio vencido, você ganha pontos e dinheiro do jogo para editar ainda mais o personagem. Os minigames de The Queen’s Race não seguem uma linearidade, de modo que o jogador fica livre para decidir qual desafio pretende enfrentar primeiro, entretanto é necessário ganhar os pontos para seguir na aventura.

Há alguns momentos bem pitorescos em The Queen’s Race, como a temida fase Lip Sync for Play. Basicamente trata-se de um karaokê em que o jogador deve realizar uma série de comandos para manter sua drag cantando. Isto ocorre sempre que há uma vergonhosa derrota na fase. O jogador pode voltar à corrida do ponto que parou, mas antes terá de enfrentar o Lip Sync a fim de convencer os jurados que você merece uma segunda chance no desafio.

O objetivo do game é promover a luta e os movimentos LGBT de maneira divertida, mostrando que todos podem se divertir e merecem seu espaço ao sol. Você pode obter mais informações sobre The Queen’s Race na página do Facebook.

Abaixo tem um trailer de The Queen’s Race:

 

Abertas as inscrições do Programa Launch 2019 da Playbor

Se você quer ter a oportunidade alavancar aquele seu projeto gamer bacana, eis a oportunidade: estão abertas as inscrições da 3ª edição do Programa Lauch da Raja Ventures. Neste ano o programa vai ser gerenciado pela Playbor, primeira pré-aceleradora com foco em games do mundo. Para participar seu projeto deve ser identificado como jogo digital ou aplicativo gamificado; ter foco nas plataformas mobile e estar em estágio inicial. A temática é livre.

O programa visa ajudar empreendedores do mercado de games na criação de empresas a partir de ideias ou projetos inovadores, apoiando no desenvolvimento da versão demonstrativa de seu jogo digital ou aplicativo gamificado, na validação de problema e solução e no lançamento da startup para os clientes no mercado. O objetivo é impulsionar o mercado de jogos mobile no Brasil e revelar novos talentos. Para se inscrever, clique aqui.

Basicamente os interessados no Programa Launch devem preencher a ficha de inscrição no site e aguardar a avaliação do júri. Os projetos selecionados passarão por 1 mês de aceleração, em que submeterão suas ideias e projetos inovadores à metodologia de 3 fases do programa, sendo elas a Game Jam, a Pré-aceleração e a Demoday. O período de inscrições está aberto e vai até o dia 07/04/2019.

De acordo com a Playbor, a Game Jam segue o programa básico, ou seja, uma maratona de desenvolvimento de jogos com 48 horas de duração, com a finalidade de concepção ou aprimoramento dos jogos digitais e aplicativos gamificados selecionados. Após isso será dado início a fase de Pré-aceleração – uma série de eventos online – com possibilidade de participação presencial – que consistem em mentorias, workshops, acompanhamentos e avaliações com profissionais que compreendem intelectual e metodologicamente sobre aspectos inerentes ao empreendedorismo no mercado de games mobile.

Por fim, será organizado o Demoday, um evento presencial voltado para apresentação das equipes participantes por meio de um pitch de negócios e ainda apresentação do jogo digital ou aplicativo gamificado desenvolvido para o público participante. Esta é a chance de o projeto ganhar destaque entre o público e imprensa nacional.

 

CALENDÁRIO – PROGRAMA LAUNCH

04/02/19 a 07/04/19: Inscrições Abertas

30/03/19: Launch Games Summit

08/04/19 a 22/04/19: Avaliação das Inscrições

03/05/19 a 05/05/19: Game Jam

13/05/19 a 07/06/19: Pré-Aceleração

15/06/19: Demo Day

 

Sobre o Projeto Launch

A iniciativa Projeto Launch terá a parceria da Consultoria Playbor e do fundo de investimentos Raja Ventures, que possui 38 startups investidas, das quais apenas 8% sofreram write-offs, investimento em 8 pools de investimento. A Raja conta com um orçamento de R$ 1 milhão já previsto para investimento em startups em 2019 e está presente em mais de 6 estados brasileiros e internacionalmente: MG, SP, RN, RS, RJ, SC e Boston.

 

Widow Games lança versão de Banco Imobiliário com realidade aumentada

Quem nunca passou boas horas com a família e com os amigos se divertindo no clássico Banco Imobiliário? Pois é pensando no espírito de nostalgia que a Widow Games, startup especializada no desenvolvimento de versões digitais de jogos de tabuleiro, resolveu atualizar um pouco a forma com que as pessoas poderão jogar este clássico. A empresa acaba de lançar ao mercado uma versão mobile nomeada Banco Imobiliário GEO (B.I.G.), que tem como grande destaque o uso da geolocalização e realidade aumentada.

A Widow Games buscou inspiração em Pokémon Go nesta empreitada , de modo que os jogadores terão a oportunidade de explorar locais reais para cumprir missões e desafios ingame. Com a essência de um jogo multiplayer, o game permite aos participantes comprar, vender, ofertar e fazer contrapropostas relacionadas às propriedades de outros usuários, com o objetivo de alcançar o topo do ranking dos melhores jogadores.

“O Banco Imobiliário GEO é um game para smartphone que vai muito além da tela do celular, pois utiliza mapas reais, com o uso da câmera e da realidade aumentada, permitindo que o jogador compre propriedades ao redor do mundo, além de interagir com outros milhões de jogadores”, destaca Martin Spinetto, fundador e CEO da Widow Games.

Tal como na versão de mesa, em Banco Imobiliário Geo você deve investir em propriedades para depois vendê-las mais caro, a fim de se tornar figura hegeônica financeiramente. A diferença é que com o advento das funções AR, você pode se deparar com outros jogadores e ganhar uma grana extra.

A expectativa é atrair entusiastas por boardgames, fãs do Banco Imobiliário e toda uma nova gerção de aficionados por jogos eletrônicos. Vale dizer que esta não é a primeira vez que a Widow forma aliança com a Estrela: no passado as empresas se uniram para o lançamento de versões digitais de Jogo da Vida e Genius.

Abaixo você confere um trailer de Banco Imobiliário GEO:

Top 5: acessórios para mobile gamers

Tem quem torça o nariz para jogos mobile, desdenhando da capacidade e o alcance que jogos menores tem. O que essas pessoas não se dão conta é que são justamente os jogos mobile àqueles que mais movimentam dinheiro no grande negócio dos jogos eletrônicos e são justamente eles que mais possuem adeptos ao redor do mundo. Justamente por isso dezenas de empresas mundo afora investem pesado em jogos e acessórios para tornar a jogatina móvel mais prazerosa.

Foi justamente pensando nisso que a Gorila Shield elaborou uma pequena lista de cinco acessórios ideiais para quem curte jogos para dispositivos mobile. Tem um pouco de tudo: de headset a gamepad. Dá para transformar seu smartphone em um console portatil bem estiloso e confortável.

“A indústria sempre foi muito focada no público masculino. A verdade é que se trata de uma atividade que muitas meninas também têm interesse, e a popularidade de jogos para smartphone entre elas ajudou a comprovar essa ideia”, diz Michelle Martins, da GorilaShield. Com o objetivo de tornar a experiência das mulheres geeks ainda melhor, a loja virtual fez uma seleção de acessórios imprescindíveis:

1. Gamepad

Os filhos dos anos 1990 e 2000 cresceram com os controles dos famosos consoles e portáteis Nintendo ou Sony em mãos, intuitivos e fáceis de manusear, diferentemente dos celulares, que exigem muita habilidade para executar as ações nos jogos com o toque na tela. Para criar uma experiência mais confortável, recomenda-se um gamepad, como o Red Knight ou o Pirate, que podem ser utilizados por usuários Android e iOS.

 

2. Suporte de pescoço

Assistir inúmeros vídeos de gameplay e descobrir os segredos e técnicas necessárias para zerar um jogo difícil pode ser uma tarefa exaustiva. Para que as meninas não deem mal jeito no pescoço ou fiquem com dor nas costas enquanto desvendam os mistérios dos seus apps favoritos, a Gorila Shield selecionou os suportes para smartphones, que podem ser utilizados em casa e no transporte público e são muito úteis também em longas viagens, sejam elas de carro, ônibus ou avião.

3. Headphones

Imergir no universo de fantasia, aventura e combates é parte importante dos jogos e, para criar essa atmosfera, os sons são indispensáveis. Para que a experiência seja completa, adquirir fones de ouvido de qualidade é essencial. Geralmente, os mais confortáveis e potentes são os headphones, como o Headset Tank; para quem prefere um modelo mais compacto, o Dual Tank entrega igual qualidade sonora. Ambos se conectam aos celulares via bluetooth, prevenindo que as pessoas se enrosquem nos fios.

4. Carregador portátil

Com tantos dispositivos – gamepads, headphones, os próprios celulares –, é preciso ter um carregador que reponha a bateria de mais de um deles por vez, sem abusar das tomadas de casa ou deixar o usuário na mão quando estiver na rua, em meio à correria do dia a dia. O Turbo Dual Shock resolve o problema e mantém os equipamentos vivos o dia todo com suas duas saídas USB.

5. Organizadores

Em meio aos diferentes gadgets, evitar que os fios enrosquem ou que alguma peça seja perdida é importante para não os inutilizar ou ter que gastar na compra de um novo. A Necessaire Organizadora Guardian ajuda a manter os dispositivos alinhados e seguros por meio de sua estrutura semirrígida, fabricada com material termomoldado.

Shooting Pixels – jogo de desenvolvedor independente é indicação para quem curte shooters

Nossa recomendação indie do dia é para quem curte jogos com pegada retrô: Shooting Pixels, criado pelo desenvolvedor Felipe Godoy. Trata-se de um shooter espacial que lembra muito o clima de Space Invaders, porém repaginado para as novas tecnologias. Seu objetivo é destruir naves inimigas e criaturas alienígenas que surgirem na sua frente.

Shooting Pixels foi desenvolvido para dispositivos mobile, de modo que a jogabilidade é bem simples – você apenas define a rota da nave para desviar ou mirar os inimigos, ou seja, não existe botão para atirar. O interessante é conforme você destrói os inimigos surgem power ups que melhoram o poder de fogo de sua espaçonave.

Conforme você segue a aventura e passa as fases, maior a sua pontuação. Esses pontos podem ser usados posteriormente para comprar naves mais bonitas e poderosas. Entre os pontos positivos do game estão os visuais pixelados e bastante coloridos, a ação rápida e o clima de ação irrefreável.

Shooting Pixels está disponível para aparelhos mobile através do Google Play. A expectativa é capturar as atenções de jogadores aficionados por jogos com visuais noventistas. O download é gratuito.

Cassinos: top 4 para seu celular

Os jogos de cassino são uma verdadeira loucura para os jogadores que adoram essa diversão naqueles dias de grande estresse ou nos dias de tédio também. Mas, para os jogadores brasileiros amantes dessa modalidade fica um pouco mais difícil de se divertir porque eles só podem praticar o seu hobbie em plataformas online uma vez que os jogos de azar estão proibidos no Brasil. Mas, nem sempre temos um computador à mão para nos divertir, não é mesmo? Por isso hoje vocês vão conhecer 4 aplicativos excelentes para você que curte um jogo de azar estilo cassino e não pode estar o tempo todo conectado a um computador.

Então vamos lá!

Astraware Cassino

Você é daqueles que gosta de diversidade e variedade na hora de jogar? Então esse é o aplicativo ideal para você! O Astraware Cassino conta com mais de 11 jogos diferentes e bem populares entre os jogadores como o Poker, Roleta, Slots, Baccarat, Card Poker, Blackjack e muito mais! E o que o diferencia é que, mesmo você não sabendo as regras de cada modalidade pode se aventurar nela sem medo pois o app te auxilia nas regras de cada jogo antes de começar qualquer partida. Vale a pena experimentar no seu celular.

 Mfortune

O Mfortune é um dos aplicativos mais famosos e com maior número de apostadores online diariamente. A vantagem dele diante dos outros é que há sempre incríveis bônus para os apostadores que jogam com uma certa frequência. Então só de você estar entrando e jogando frequentemente você já será presenteado com bônus maravilhosos!

Casino All Slots

Já com sua esperada e tão pedida versão para Android disponível o Casino All Slots também entra na lista dos melhores aplicativos de cassinos para o seu celular. Ele oferece aos apostadores uma interface bem fácil de entendimento, jogos mais diferentes possíveis e um incrível bônus de 100% sobre o valor do seu primeiro depósito no app. Ta bom ou quer mais?

 Slotland

Já com mais de 13 anos no mercado garantindo a melhor experiência a todos que a procuram, a slotland oferece uma vasta gama de jogos e novidades diárias para continuar cativando todos os seus apostadores online. As transações no app contam com tecnologia de ponta para sua melhor segurança, dados sempre criptografados e todo o sigilo possível na arrecadação dos seus prêmios. Uma verdadeira maravilha para quem adora jogar online.

Todos esses aplicativos podem ser baixados diretamente do seu celular sem grandes problemas e você pode também ver mais informações sobre cada um deles direto da fonte original onde além de informações terá dicas de como vencer nos jogos de cassino e também regras e truques para se tornar um expert desse universo tão disputado. Vale a pena dar uma conferida!

Conheça Life is a Game, game que mistura simulador de vida com o gênero Infinite Runner

Nosso destaque do dia veio diretamente da Coréia do Sul e é um prato cheio para quem curte games mobile. Trata-se de Life is a Game, da produtora DaeriSoft, que mistura os gêneros simulador e infinite runner. A mistura é bem incomum, mas merece uma olhada graças a sua jogabilidade simples e sua metáfora da vida humana.

Basicamente você deve acompanhar a vida de uma pessoa desde seu nascimento até a morte em breves passagens que ilustram momentos chaves de sua existência. O macete é que o jogador deve fazer escolhas ao longo da vida, tais como qual namorada arrumar, qual profissão seguir, manter contato com amigos etc.

A jogabilidade de Life is a Game é bem rápida, de modo que o jogador não chega a cansar da partida, além disso, há alguns extras interessantes que funcionam como conquistas. O objetivo é viver o maior número de vidas possível. Quanto mais vidas você tiver vivido, mais conquistas terá, novas aparências são disponibilizadas e cidades são liberadas.

Life is a Game

Life is a Game premia quem mantém um estilo de vida único. Se você, por exemplo, for uma criança peralta que rabisca as paredes, na vida adulta fica mais fácil se tornar um pintos de renome. Outra coisa interessante é que você deve coletar itens e manter os relacionamentos vivos a fim de manter a felicidade do personagem em alta, do contrário ele acaba se suicidando ou tendo uma vida solitária.

O maior destaque do título é seu visual em pixel art. É um colírio para os olhos dos retrogamers. A cada vez que você chega ao fim da vida de um determinado personagem, o game exibe uma sequência de encerramento em pixel art bem interessante – totalmente inspiradas nas decisões que o jogador tomou.

O game Life is a Game está disponível para download em português do Brasil através da Google Play.

Abaixo tem um trailer de Life is a Game:

Tencent Games divulga calendário para a 3ª temporada da Valor Series de Arena of Valor

Essa é para os fãs do MOBA mobile Arena of Valor: após o sucesso do evento Valor Series realizada em novembro de 2018 e que consagrou os times Nova e-Sports (campeã) e a brasileira Geo e-Sports (vice), a Tencent Games, organizadora do evento decidiu preparar uma segunda edição.

De acordo com a Tencent, o novo calendário vai reunir equipes da América Latina, América do Norte e Europa na busca por até U$ 65 mil em prêmios em dinheiro. A premiação total desta edição da Valor Series é de U$ 200 mil.

O formato permanece o mesmo das últimas temporadas: os times inscritos participam de uma classificatórias online, que começa no próximo final de semana, dias 19 e 20 de janeiro, e continua no seguinte, dias 26 e 27. É nesta etapa que serão selecionados os seis melhores times. A partir daí, as seis equipes competirão durante oito semanas consecutivas na modalidade de melhor de dois.

As partidas brasileiras serão transmitidas pela página oficial de Arena of Valor Brasil, aos sábados e domingos, em confrontos duplos, de 2 de fevereiro até 24 de março. As quatro melhores equipes de cada região avançam para os playoffs regionais. O local para os playoffs (semifinais e finais) ainda serão divulgados, porém acontecerão nos dias 6 e 7 de abril.

Algumas equipes já estão confirmadas nas classificatórias online, tais como a atual campeã latino americana, Nova e-Sports, paiN Gaming, INTZ, GeO e-Sports, ACE1. A inscrição é gratuita e aberta ao público. As equipes da América Latina já podem se inscrever no site do evento.

Gamellito – Jogo produzido na UEL ensina os cuidados que a criança diabética deve ter

Um game criado na Universidade Estadual de Londrina (UEL) tem tudo para se tornar um instrumento no tratamento da diabetes. Trata-se do jogo Gamellito Adventures, um pet virtual em que o jogador deve ajudar o alienígena Mellito a se adaptar a doença da diabetes tipo 1 (DM1). Toda a interação ingame tem por objetivo fazer com que as crianças se identifiquem com o personagem e aprendam a lidar com a patologia de forma divertida.

Durante a jogatina a criança deve ficar atenta aos níveis de insulina do Mellito, pois se ela ficar baixa, o personagem fica enfraquecido. Outra coisa a se preocupar é se a insulina ficar alta demais, pois se isso acontecer, o personagem pode até morrer. O macete é dar a noção para quem tem diabetes de que é uma doença que demanda atenção frequente. Deste modo, a criança aprende a se cuidar se divertindo.

A trama de Gamellito narra a história de Mellito, um alienígena laranja que vive no planeta Záccari, onde todos os seus amigos são cinzas. Vez por outra Mellito sente fraquezas, sede e fome excessiva, além de outros sinais de que há algo errado com sua saúde. Após uma breve pesquisa, o personagem descobre o planeta Terra, onde crianças possuem os mesmos sintomas. Mellito manda um sinal ao nosso mundo a fim de encontrar uma criança que possa ajudá-lo a aprender mais sobre a diabetes e como tratar a doença.

Gamellito é composto basicamente por três mini games: um shmup, para representar a viagem do Mellito para a Terra; uma esteira para selecionar alimentos saudáveis; e um speed runner, em que o jogador deve desviar de alimentos inapropriados como bolos e chocolates. Nesta última parte, aliás, há até metáforas do que as crianças diabéticas enfrentam, tais como preconceito, piadas e imposição de hábitos por parte de adultos. Não fosse o bastante, o título ainda conta com quizzes para firmar alguns ensinamentos sobre o tratamento da doença.

De acordo com Vânia Vargas, psicóloga da UEL, Gamellito ajuda as crianças a se adaptar melhor à diabetes, pois a criança acaba por entender os cuidados que irá precisar ter durante sua vida. Além disso, a abordagem de pet care do Gamellito faz com que se gere um sentimento de empatia para com o visitante espacial.

Gamellito ainda está em fase final de desenvolvimento através da produtora Coffe & Coffe,  startup da Incubadora Internacional de Empresas de Base Tecnológica da Universidade Estadual de Londrina (Intuel). O desenvolvimento já dura quatro anos pelos estudantes do departamento de computação da UEL. Há duas versões do game: “Pró” e “Kids”.

A primeira é mais voltada para profissionais de saúde que desejam usar a aplicação como instrumento no tratamento das crianças mais jovens. Já a versão kids é recomendada para crianças como meio de diversão lúdica, de modo que pode-se jogar sozinha ou com acompanhamento dos pais. Se você ficou interessado em Gamellito, basta entrar em contato com os desenvolvedores através da página do game para ter acesso a uma versão de testes.

Abaixo tem um trailer de Gamellito Adventures:

Languinis – Game mobile ajuda a expandir o vocabulário dos jogadores

Nosso destaque do dia é Languinis, um jogo mobile para quem quer expandir o vocabulário brincando. Trata-se de um quebra-cabeças ortográfico que ajuda o jogador a melhorar seu vocabulário e até aprender nuances de outros idiomas. O game foi consagrado o segundo jogo de palavras mais popular da App Store brasileira em novembro de 2018 e para comemorar o feito, os desenvolvedores estão lançando conteúdo exclusivo, eventos sociais, novos eventos ao vivo, modos de jogo e muito mais.

Languinis é gratuito e está disponível em português. A ideia básica é utilizar a fórmula de “match” para formar palavras. A mecânica é bem fácil de aprender, sem perder o fator desafio. Em suma, aqui o jogador encontra uma ferramenta para enriquecer seu idioma ou para ganhar vocabulário em línguas como inglês, espanhol, alemão, francês, italiano e russo.

No jogo, você precisa salvar os Languinis, uma tribo de criaturas construtoras de palavras, contra a vingança do Deus Fênix ao combinar gemas e formar palavras. Conforme as missões progridem, o jogador ganha acesso a power ups e até ao modo multiplayer, no qual enfrenta amigos ou une forças para enfrentar o Fênix.

“Nós identificamos um interesse muito grande de jogadores brasileiros,” disse Samir El Agili, presidente da publisher Tilting Point. “Os jogadores do Brasil estão entre os mais dedicados do game, explorando os novos níveis assim que ficam disponíveis e notamos a paixão deles na comunidade do jogo. Nós queremos apoiar nossos fãs no Brasil, e é por isso que estamos expandindo as opções de jogabilidade para o Brasil.”

De acordo com a Tilting Point, Publisher do jogo, Languinis atraiu um grande público disposto a aprender outros idiomas. Segundo relatórios, cerca de 15% dos jogadores brasileiros estão utilizando o game no idioma em inglês com o objetivo de melhorar suas habilidades. Para quem quiser testar, basta acessar através das lojas mobile de iOs e Android.

Abaixo tem o trailer de Languinis: