Arquivo da tag: MMORPG

Riot Games inicia transferência de contas do League of Legends para o servidor Brasil

league of legends

Seguindo a tendência do mercado de MMOs, a Riot Games começou a migração das contas de jogadores brasileiros para servidores nacionais do jogo League of Legends, jogo que mistura elementos de RPG e Estratégia e coloca times de jogadores competindo em campos de batalha estilizados. A migração não acarretará em custos para os jogadores, além disso, ao fazer a mudança da conta para o servidor brazuca, os jogadores ganham benefícios como bônus de IP (Pontos de Influência) a cada 10 vitórias.

Todos os itens, IPs, Experiências, Campeões, Skins, Runas etc, que foram adquiridos em servidores gringos serão providencialmente mantidos. Outra informação importante é que a migração não é obrigatória e não haverá bloqueio para a criação de novas contas no servidor brasileiro. Todavia, se você fizer a migração não haverá possibilidade de retornar ao antigo servidor.

Com a migração de conta, a Riot Games promete que os jogadores brasileiros poderão curtir ainda mais o game, pois haverá diminuição da latência de jogo (os chamados lags), haverá localização completa em nosso idioma, suporte técnico especializado e mais opções de pagamento nas microtransações efetuadas in-game.

Para fazer a migração definitiva basta acessar a página dedicada do jogo, ler as instruções e concordar com o procedimento.

Ragnarok Online: ainda existe isso no Brasil?

Ragnarok Online
Febre no início do século XXI, Ragnarok Online conquistou muitos fãs aqui no Brasil. O game praticamente moldou a jogatina online em nosso país e levou muita gente para as LAN houses, movimentando muito dinheiro por aqui. Passado alguns anos, os jogadores tem à sua disposição uma grande variedade de títulos MMORPG (muitos deles tecnicamente superiores ao jogo da Level Up!), fazendo com que Ragnarok Online fosse relegado ao fatídico esquecimento.

Hoje vamos publicar o texto cedido pelo jornalista Renan Biazotti, 24 anos, que dissertou sobre o passado deste game tão icônico no cenário dos games online no Brasil e como o produto manteve-se vivo no coração dos fãs:

“Ragnarok Online foi um dos MMORPGs mais jogados no Brasil, isso é incontestável, principalmente no início dos anos 2000. Esse game de gráficos simplórios mexeu com a vida de muito gamer por aí e abriu as portas para uma infinidade de outros jogos onlines aportarem em solo brasileiro. Mas e hoje? Como está o famoso (ou nem tanto) Ragnarök Online?

Sem dúvida o prestígio já não é mais o mesmo. Nem a Level UP! Games (a controversa Lug) está dando tanta bola para o game que a tornou conhecida no Brasil. Muitos outros lançamentos, com gráficos 1.000 vezes melhores (no mínimo), tomaram a cabeça da empresa. Mas será que o tempo do Ragnarök acabou? Será que não existe mais espaço para gráficos 2D no século XXI?

Com certeza existe. Ragnarök pode não ser mais o furacão que abalou a net brasileiro em tempos atrás, mas com certeza mantém a força de players veteranos, que até hoje se dedicam a “upar” seus personagens e perseguir as famosas e cobiçadas cartas de MVP e itens divinos (vendendo itens por quantias astronômicas, que ultrapassam os milhares). E no Brasil? O jogo continua forte, e isso é graças aos servidores privados.

Quando a Lug passou a cobrar para se jogar o Ragnarök e alguns grupos de fanáticos lançaram emuladores para o game, o cenário nacional se modificou de uma forma definitiva. Hoje os servers privados (não-oficiais) possuem mais de 50% da parcela de players em atividade. E eles não param, mesmo com o lançamento de um servidor gratuito pela Level Up! Um exemplo é o servidor RagnaQuest que foi lançado há menos de duas semanas.

O RagnaQuest apresenta todas as características que transformaram os privados em atrações à parte do servidor oficial. É mais fácil de evoluir, de conseguir itens e cartas e muitas outras coisas. É uma prova de que o Ragnarök Online continua vivo no Brasil! Diferente, menor, mas ainda assim conquistando jogadores em todos os cantos das terras verde e amarelas”.

E aí? Você ainda joga Ragnarok Online?

Inscrições abertas para o Closed Beta do MMORPG Runes of Magic

Runes of Magic

O MMORPG Runes of Magic andou passando por algumas reformulações e é justamente para ver se não falta nada que a Aeria Games abrirá em agosto de 2012 o Closed Beta para que jogadores do mundo todo possam testar a versão em espanhol do título.

Para quem não conhece, o título coloca o jogador em uma terra chamada Taborea que está infestada de perigosos monstros. E é justamente lá que você deve desbravar dugeons para completar valorosas missões, ou ainda tentar cravar seu nome como o avatar mais poderoso de todo o mundo, derrotando chefes e melhorando seus equipamentos.

Algumas sacadas do jogo são o sistema de classes duplos, que permite agregar mais de uma especialidade ao personagem; o sistema de Runas, que deixa que o jogador personalize seus equipamentos e atributos. Além disso, o jogador é livre para ter uma casa virtual e decorá-la à vontade, ou ainda criar animais de estimação que podem ser caçados no jogo.

Fique atento se você curte MMORPG, pois agosto está quase aí. Mais informações sobre o game podem ser conferidas no site oficial ou ainda no Facebook da Aeria Games.

Aeria Games lança versão em português de Eden Eternal

 Eden Eternal

Está procurando por algum MMORPG? A Aeria Games lançou há poucos dias a versão em português do Eden Eternal. Disponível desde o último dia 24 de maio, o game chegou em nosso país totalmente localizado em português. Para quem não conhece, o jogo já foi eleito pelo site Zona MMORPG como o melhor MMORPG Free 2 Play de 2011.

O lançamento no Brasil segue em consonância com a estratégia adotada pela Aeria Games, ou seja, o de MMOs gratuitos. O game foi desenvolvido pelo produtora X-Legend e já estava disponível no Brasil há algum tempo, porém apenas em inglês. A exemplo de tantos outros jogos consagrados do gênero, Eden Eternal não é pago, porém os jogadores podem desembolsar para melhorar seus avatares.

Como marca registrada, o jogo oferece aos jogadores um design inspirado em animes. Além disso, o game possui outras características interessantes como a mudança de classe espontânea, ou seja, à medida que progride no game, o jogador pode alternar entre as 15 classes disponíveis, como Ladrão, Caçador, Mágico etc.

Para fazer o download e obter mais informações do game, basta visitar a página oficial do jogo. Confira abaixo o vídeo do game.

Luna Plus recebe primeira grande atualização

O MMO Luna Plus, aquele com temática anime desenvolvido pela Axeso5.com, acabou de ganhar uma nova atualização que promete muitas novidades para os fãs do game que estavam esperando por novidades.

Basicamente o game passou por uma boa revisão, e agora permite que os jogadores desenvolvam o nível dos avatares de 80 para até 105, desta forma cada jogador pode se especializar na profissão escolhida.

Além disso, o game ganhará novos mapas como o “Vale das Fadas”, “Porto Nera”, onde é possível encontrar e enfrentar piratas e ainda o setor desértico “Zona Sahel”. Também foi incorporado o mapa “Cidade do Castelo de Nera”, que habilita o modo de assédios aos castelos. Neste modo os clãs combinam peleja a fim de dominar o jogo.

Luna Plus também vai ganhar um modo de torneio entre os clãs, que nada mais é que uma competição semanal entre grupos de jogadores compostos por até 14 membros em duelos de 1 contra 1. De acordo com a produtora, os vencedores desses torneios ganham prêmios. Outras mudanças incluem a modalidade “Calabouço de Encontros”, que permite aos jogadores desafiar um jogador específico, nessa modalidade o jogador pode duplicar os pontos de experiência a fim de subir de level mais rápido.

Toda a atualização de Luna Plus já está disponível, inclusive em português. As informações podem ser obtidas por meio do site oficial. Você já conhecia esse jogo? Recomenda?

Heroes of Newerth chega ao Brasil através do portal Axeso5

Se você é fã de MMOs aí vai uma dica: mais um game do gênero está prestes a desembarcar em terras tupiniquins! Trata-se de Heroes of Newerth que foi criado pela S2 Games, a mesma produtora de Savage.

Heroes of Newerth será lançado e distribuído pelo portal axeso5.com que irá se responsabilizar pelas versões em português e espanhol do jogo, além disso, HoN terá suporte da E-Prepag que providenciará a venda de créditos aos jogadores.

“Com um serviço de HoN em espanhol e português, axeso5.com e S2 Games procuram dar aos usuários latinos um serviço de maior qualidade. Os jogadores da América Latina poderão utilizar suas moedas locais através da ampla rede de formas de pagamento que axeso5.com tem nesta região”, disse Cristian Schweizer, CEO da companhia.

O lançamento do game em nosso país compreende servidores localizados, assistência aos jogadores, serviço de vendas de serviços, além da criação de torneios e eventos dentro do ambiente de jogo. De acordo com a produtora, os campeonatos lançados na América Latina deverão seguir os moldes dos torneios aisáticos como a HoN National Championship, que possui prêmios de mais de 50 mil dólares.

O game possui mais de 2,5 milhões de contas ativas no sudeste asiático desde seu lançamento em 2011. O lançamento efetivo deve ocorrer no início de abril e os jogadores que já tem cadastro no game poderão migrar suas contas para os novos servidores com todo o apoio da produtora, ou seja, sem perder as contas já criadas.

Para quem não conhece, Heroes of Neweth foi lançado em 2010 e é muito assemelhado ao mapa customizado de Warcraft III: The Frozen Throne, o DotA. Basicamente o game divide os jogadores em dois times rivais: os Legion contra o Hellbourne. O gênero do game é obviamente RTS de ação. Confira abaixo o vídeo que mostra do que se trata o game:

Magic Campus, MMO chinês para navegadores, chega ao Brasil em beta aberto

O MMO Magic Campus, para navegadores, acaba de ganhar uma versão em português, que está em fase de teste beta aberto.

Magic Campus é um game criado na China em 2008 e que até hoje possui mais de 20 milhões de jogadores registrados. Ambientado em um mundo mágico cheio de tradição oriental, o webgame convida o gamer a criar um personagem e conseguir um mascote, que o auxiliará durante o jogo.

Os combates possuem mecânica diferenciada, acontecem de forma individual ou em grupo por turnos. Todos os elementos de games de RPG e MMO estão lá, direto no navegador, da evolução do personagem a partir de pontos de experiência a magias e classes de personagens, entre elas bardos, médicos, lutadores, caçadores e soldados.

Para quem gosta de webgames, MMOs e RPG, Magic Campus pode ser um belo convite. Registre-se para jogar agora.

Square Enix procura ajuda de jogadores em mudanças de Final Fantasy XIV

O MMO Final Fantasy XIV, lançado para PC em setembro passado, encontrou algumas críticas ferrenhas de jogadores insatisfeitos com sua falta de conteúdo e recursos. As críticas atingiram tão duramente o título que levaram ao atraso da versão para PS3 e à mudança da direção do projeto.

O estúdio divulgou uma nota pedindo desculpas e falando que as últimas semanas de 2010 foram tumultuadas com a reestruturação na equipe e múltiplas atualizações. Mas a maior prova de humildade foi criar uma enquete pedindo um direcionamento por parte dos jogadores.

Um questionário foi mandado aos assinantes de FFXIV na tentativa de identificar as mudanças mais importantes, como uma revisão geral nos aspectos fundamentais de gameplay, atualizações mais frequentes ou ainda uma maior comunicação com os gamers.

A enquete ainda pediu para que os jogadores sugerissem novidades a serem incluídas no jogo.

O que você achou da atitude?

[Via Gamasutra]

Blog elenca os sete momentos mais catastróficos de World of Warcraft

Em homenagem à expansão Cataclysm, lançada para o MMO World of Warcraft, o pessoal do blog GameLife, hospedado pela Wired, criou uma curiosa galeria dos sete momentos mais catastróficos dentro do game.

São sete vídeos de momentos clássicos que muitos jogadores já devem ter visto, mas que são sempre legais de relembrar.

Confira a galeria aqui, um prato cheio para os fãs do universo da Blizzard, principalmente os que entendem inglês.

Fã de WoW descobre falha e ganha homenagem como NPC

O pessoal do blog WoW Girl levantou uma bola interessante. Um jogador inveterado de World of Warcraft, durante um painel de perguntas e respostas com os produtores do game na BlizzCon, perguntou por Falstad Wildhammer, um NPC que deveria aparecer em Cataclysm, mas que aparentemente foi esquecido.

Chris Metzen, vice-presidente de desenvolvimento criativo do estúdio, achava que Falstad estava morto, ao que o garoto de camiseta vermelha respondeu que o NPC havia sobrevivido. A saia justa foi passada para o designer chefe da Blizzard, que reconheceu o erro e prometeu consertá-lo.

Em uma nova imagem divulgada no fórum, o NPC ganhou um companheiro: “Wildhammer Fact Checker”, que em homenagem ao jogador que pescou o erro veste vermelho.

Abaixo você confere um vídeo que mostra a pergunta do rapaz e a resposta dos executivos da Blizzard.

[Obrigado pela dica, Dr. Luís Carlos Petry!]