Arquivo da tag: Livro

Editora Intrínseca lança o livro Five Night at Freddy’s Olhos Prateados no Brasil

Nenhum outro game de terror causou impacto tão imediato e sensível aos jogadores nos últimos anos quanto a franquia Five Nights at Freddy’s. Não por acaso, desde o lançamento do original em 2014 já existem cinco jogos principais e dois spins-off. Pois bem, a série de terror não vai se limitar aos jogos eletrônicos: no fim do ano passado, o universo da série se expandiu com o lançamento do primeiro livro da trilogia Five Nights at Freddy’s: Olhos Prateados.

Gostou? Compre o livro Five Night at Freddy’s Olhos Prateados no Brasil agora

O lançamento foi tão bem sucedido que o livro está há mais de quinze semanas na lista de mais vendidos do New York Times. Os fãs brasileiros poderão colocar as mãos na obra literária em breve, pois a editora Intrínseca está trazendo este lançamento em nosso país. Olhos Prateados foi escrito pelo próprio Scott Cawthon, o criador da série Five Nights at Freddy’s, ou seja, é uma obra canône e com bastante detalhes sobre a trama.

olhos-prateadosO mais interessante é que o lançamento de Olhos Prateados pode responder muitos mistérios que permeiam a obra de Cawthon. E já não era sem tempo: a própria comunidade criou centenas de teorias sobre os acontecimentos vivenciados ao longo dos cinco games. Na série de jogos, o gamer assume o papel de um vigia noturno, contratado para cuidar de uma pizzaria que abriga grandes bonecos eletrônicos. Estes, porém, não só ganharam vida como passam a perseguir o vigia.

O horror em Five Nights at Freddy’s: Olhos Prateados

Já o livro Olhos Perdidos leva o leitor ao mundo de Charlie, uma adolescente que volta para sua cidade natal quando é convidada para participar de uma homenagem a um de seus amigos de infância, morto misteriosamente na pizzaria que pertencia ao pai da garota.

Dez anos depois, ela está de volta à cidade do assassinato e, com os amigos, decide revisitar o lugar que marcou a todos de forma tão pesada: a Pizzaria Freddy Fazbear’s. O local, cujas principais atrações eram os animatrônicos, ainda está de pé, mas, abandonado, se assemelha agora a um cenário de filme de terror.

7847a4fbd3ff176718821de6afa4d7f3

A atmosfera angustiante está presente tanto no jogo eletrônico quanto no livro. Se, no computador, os sustos causados pela aproximação dos bonecos são o grande ápice, no livro, o mistério que ameaça os jovens e as reviravoltas do enredo dão o tom de tensão, que se tornou marca registrada de Five Nights at Freddy’s.

Ao longo das 368 páginas o leitor vai mergulhar em um mundo de terror psicológico recheado de detalhes. A tradução ficou a cargo da Glenda D’Oliveira e o leitor encontrará o livro em formato impresso e em eBook pelos preços de R$ 39,90 e R$ 24,90, respectivamente.

“Moscas Volantes” é uma aventura literária com jeitão de videogame

O roteirista Rodrigo Budrush foi buscar nos videogames a inspiração para seu primeiro livro, “Moscas Volantes”, uma obra recheada de referências à cultura pop e temas polêmicos levados com bom humor. Na trama acompanhamos o jovem Claudiano que se vê perdido no mundo assim que acorda sozinho num beco da cidade. Ele olha por todos os lados e desespera-se: onde está sua mãe? O rapaz sai à sua busca e acaba encontrando um misterioso homem que diz ter pedras preciosas capazes de indicar o caminho até sua casa. Mas, para consegui-las, Claudiano deve lhe entregar alguns tesouros que estão escondidos pela cidade — e é assim que o jovem acaba entrando numa insólita aventura.

Moscas Volantes traz uma ambientação que lembra muito a dinâmica dos antigos RPGs da era 16 bits. O protagonista Claudiano encontrará em seu caminho aliados como Zezinho (um quarentão hippie fascinado por cálculos matemáticos que deseja decorar todas as tabuadas), Jéssica (uma libidinosa jovem cujo maior sonho é ser top model) e Vitroril (um rapaz hipocondríaco que almeja uma cura para todas as suas doenças). Os quatro aventureiros enfrentarão muitos desafios e seres bizarros em sua jornada — cujo desfecho aparentemente depende das pistas de um misterioso ouriço azul.

rodrigo-budrushA história é recheada de referências ao universo pop: você vai reconhecer games, filmes, músicas e até memes da internet. A estrutura narrativa é baseada na dinâmica dos videogames retrô, com direito a muitas batalhas contra “chefes de fase” e várias outras surpresas. Além disso, Moscas Volantes surpreende pela inesperada profundidade: a história aparentemente banal é na verdade uma grande alegoria que retrata, de maneira leve e divertida, temas profundos da nossa sociedade.

Onde encontrar o livro Moscas Volantes

O livro está disponível em um primeiro momento apenas em eBook e já pode ser comprado na Amazon por R$ 9,90 — assinantes do programa Kindle Unlimited, contudo, podem acessá-lo gratuitamente. A expectativa é que o livro faça bastante sucesso entre os jovens graças a sua estrutura e leitura fácil.

Professor André Kishimoto lança livro sobre desenvolvimento de Jogos Digitais pelo Catarse

Se você tem interesse em aprender ainda mais sobre programação de jogos digitais, a dica é o livro que o professor André Kishimoto está criando. O tema é programação de computadores com foco em criação de jogos digitais. O livro ainda não foi lançado oficialmente, mas está em fase de campanha no Catarse. A intenção é que os alunos e entusiastas em desenvolvimento de jogos tenham um material de acesso fácil e centralizado, evitando-se acúmulo de material espalhado em diversos livros, artigos entre outros.

Como se não bastasse, o leitor terá sua vida facilitada pelo fato de o material ser todo em português, evitando-se assim interpretações errôneas. A ideia é que o livro de Kishimoto seja o guia sobre desenvolvimento de games. De acordo com Kishimoto, a ideia surgiu após ministrar uma disciplina introdutória de programação de computadores para diversas turmas de um curso superior de Jogos Digitais. Após isso ele começou a escrever seu próprio material para facilitar a vida de seus alunos.

Embora existam outros livros de programação em português, tive que adaptar o conteúdo para que as aulas fossem direcionadas à criação de jogos. Para isso, acabava usando outras referências e experiência própria para explicar conceitos como game loop, sprites, sistemas de coordenadas, uso de estruturas de decisão para verificar colisão de objetos, entre outros, além de criar projetos-exemplo de jogos.

Uma dificuldade de muitos alunos era que parte das referências e exemplos estava em inglês. Assim, decidi documentar minhas aulas em forma de apostila e slides e comecei a usar o material no curso. Percebi que as aulas começaram a fluir melhor e que os alunos usaram o material como referência. Com esse resultado, resolvi revisar e expandir minha apostila, transformando-a em livro para que outras pessoas interessadas no assunto também pudessem ter acesso ao material”, disse o professor Kishimoto.

A partir da revisão e expansão deste material surgiu o livro “Programação de Computadores“, que apresenta conceitos fundamentais de programação de computadores com foco em desenvolvimento de jogos digitais, independente de linguagem de programação. Na parte prática, o livro usa a ferramenta de criação de jogos GameMaker: Studio e sua linguagem GML. O objetivo é que o leitor obtenha o conhecimento necessário para começar a programar seus próprios jogos e aplicativos para computador e para começar a estudar assuntos comumente considerados de nível intermediário e avançado.

Kishimoto optou pela publicação independente do livro e começou uma campanha de financiamento coletivo no Catarse, que aceita apoios até o dia 16/11/2016. A previsão de lançamento do livro é dezembro de 2016. Além de adquirir exemplares do livro pelo Catarse, os apoiadores da campanha também podem escolher recompensas destinadas a artistas e game designers (sketchbooks e cartas para prototipação) e obter código-fonte de jogos desenvolvidos pelo autor.

O livro também possui um site, onde é possível baixar dois capítulos gratuitamente e concorrer a um sorteio de licenças da ferramenta GameMaker: Studio. Se você é um estudante de programação e precisa de material mais claro e objetivo, o livro de Kishimoto promete ser uma boa pedida.

Mais sobre André Kishimoto

André Kishimoto é desenvolvedor profissional de jogos digitais desde 2005. Foi líder técnico do Central Technology Group (CTG) na Electronic Arts Brasil (trabalhando diretamente com EALA, EA Montreal e outras regiões) e game developer da Glu Mobile. Desenvolveu jogos e tecnologias para múltiplas plataformas como Java mobile, Brew, Blackberry, iOS, Android, Web, Freebox e Windows.

Além disso, o acadêmico é Mestre em Engenharia Elétrica e graduado em Ciência da Computação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, especialista em Computação Gráfica 3D pelo Centro Universitário Senac e técnico em Processamento de Dados pelo Colégio FECAP. Atualmente é professor da Universidade Cruzeiro do Sul (desde 2009) e presta serviços de desenvolvimento de jogos para o mercado global pela Kishimoto Studios, além de desenvolver seus próprios jogos pela mesma empresa.

Abaixo tem um vídeo do projeto Programação de Computadores por André Kishimoto, no Catarse:

Novatec Editora lança livro “Desenvolvendo jogos mobile com HTML5”

É verdade que desenvolver jogo pra mobile é uma tarefa mais fácil do que desenvolver jogos para plataformas maiores como PC e consoles. Ainda assim, há algumas dicas básicas para tornar o game jogável e de alta qualidade que muitos desenvolvedores desconhecem ou ignoram. Com o objetivo de apresentar ao leitor conceitos e práticas para desenvolvimento de jogos para dispositivos móveis a partir de uma única base de códigos usando HTML5 e JavaScript, a Novatec lança o livro “Desenvolvendo jogos mobile com HTML5”.

O livro é de autoria do Desenvolvedor e Professor Luiz Fernando Estevarengo. A obra apresenta linguagem clara e têm ênfase no desenvolvimento de projetos que utilizam as ferramentas Intel XDK e Apache Cordova/PhoneGap. Com isto, os desenvolvedores são capazes de apreender conceitos básicos do JavaScript e sobre a orientação de objetos. O livro é um grande passo a passo e é bastante recomendável para novos desenvolvedores.

Além disso, os estudantes que devorarem “Desenvolvendo jogos mobile com HTML5” serão capazes de utilizar o framework open source Phaser para a construção de jogos mobile; criar três projetos completos de jogos entre estilos, plataforma e RPG; exportar jogos como aplicativos nativos para as plataformas Google Play Store, Apple App Store e Windows Store e; publicar jogos em cada uma das plataformas seguindo instruções passo a passo.

De acordo com Luiz Estevarengo, “Desenvolvendo jogos mobile com HTML5 é indicado para estudantes e profissionais das áreas de tecnologia e programação, e também para entusiastas em desenvolvimento de games à procura de uma forma simples de criar e distribuir seus próprios jogos sem que precisem aprender a linguagem de programação nativa de cada plataforma”.

Onde encontrar o livro desenvolvendo Jogos Mobile para HTML 5

O livro está disponível no site da editora Novatec pelo preço de R$ 57,00. A obra possui 232 páginas que explicam em detalhes como desenvolver um game mobile funcional e bastante divertido, além de apresentar os métodos para publicá-lo nas lojas online mais acessadas da atualidade. Se você é desenvolvedor e precisa de algumas dicas, este é um bom ponto de partida.

Aproveite o cupom de desconto Saraiva.

Livro “Imergindo no Mundo do Videogame” explica o que torna um jogo eletrônico tão interessante

Hoje vamos falar de uma obra que pode ajudar qualquer pessoa que curte videogames ou está desenvolvendo seu próprio projeto. Trata-se da obra “Imergindo no Mundo do Videogame”, criado pelo jornalista e professor Gustavo Audi, com publicação da editora Appris. O livro trata de conceitos como Jogo, Narrativa, Imersão e Atenção, relacionando elementos do jogo com mecanismos de criação e manutenção do “transe imersivo”.

A abordagem é mais conceitual e teórica, pois ela é o resultado de uma pesquisa de Mestrado, porém com a diferença de que seu autor também é um gamer, além de pesquisador. “Imergindo no Mundo do Videogame” responde a algumas perguntas importantes, como o por quê de as pessoas passarem tanto tempo jogando videogames, o que as faz imergir neste mundo e o que prende sua atenção durante horas sem interrupção. Para isso, a obra expõe características do jogo narrativo que agem sobre as mentes, criando um verdadeiro transe.

Além disso, o livro demonstra que, além do uso de histórias, a agência, navegação, personagens, objetivos e a linguagem são alguns dos elementos presentes nos videogames que conseguem isolar o indivíduo dos ambientes cada vez mais frenéticos. Acionar corretamente os sentidos eleva fortemente as chances de se alcançar esta sensação de deslocamento e pertencimento ao mundo imaginário.

Segundo Fátima Régis, professora da Faculdade de Comunicação Social da UERJ e Doutora em Comunicação e Cultura pela ECO-UFRJ, “Por meio de uma linguagem fluida e instigante, o autor destrincha os conceitos de narrativa, agência, atenção, imersão, entre outros, explicando que atuam de forma articulada para potencializar a capacidade imersiva do ato de jogar. (…) Imergindo no mundo do videogame oferece valiosa fonte de consulta a estudiosos de áreas como comunicação, design, educação e psicologia, bem como a curiosos sobre as possibilidades do fascinante mundo dos games.”

Onde encontrar o livro “Imergindo no Mundo do Videogame”

“Imergindo no Mundo do Videogame” já está disponível e pode ser adquirido no site da editora Appris pelo preço de R$ 49,00. O títulopossui 199 páginas e é extremamente recomendável para fãs de jogos eletrônicos e estudantes de game design que precisam de algumas dicas do que orna um jogo tão viciante e atrativo aos jogadores. No site da Appris há a possibilidade de comprar este livro junto com “A Virtualização do Lúdico e a Formação da Criança” (Almir Zandoná Júnior) com algum desconto.

“Aprenda a programar com Minecraft” ensina a usar a linguagem Python para personalizar o Minecraft

Já imaginou que os jogos eletrônicos são ferramentas de aprendizado, não é? Muita gente aprende inglês e espanhol jogando videogames. O que muita gente não sabe é que eles podem ensinar programação. E é justamente isso que o livro “Aprenda a programar com Minecraft” quer mostrar. A ideia básica é ensinar a linguagem Python para construir, criar e personalizar o mundo de Minecraft.

Com este livro, o usuário é capaz de modificar elementos do jogo, tais como transformar a lendária espada do jogo em uma poderosa varinha mágica, construir um grandioso castelo em poucos minutos ou criar uma pista de dança pessoal. Conforme o jogador aprende a linguagem Python, pode-se tornar o jogo mais divertido e vivenciar uma experiência completamente nova.

Python é uma das programações mais populares do mundo e é uma das que mais atrai programadores iniciantes, devido a sua facilidade e resultados satisfatórios. Aprenda a Programar com Minecraft inicia com lições simples no Python; conforme o leitor adquire conhecimento, aprende a modificar o Minecraft e produzir resultados instantâneos.

image

A leitura é voltada para crianças, jovens e adultos, de modo que qualquer um pode aprender a fazer minigames, duplicar casas, transformar blocos comuns em ouro, viajar de teletransporte, construir pirâmides e florestas, criar passagens secretas, construir blocos raros e muito mais.

O leitor verá o Minecraft sob uma nova perspectiva, aprendendo, ao mesmo tempo, os conceitos básicos de programação. Além de modificar o jogo e criar novas localidades, o jogador pode ter a vida facilitada no mundo do jogo, ou seja, você pode parar de garimpar pedras preciosas e construir sua mansão bloco a bloco. Bastam algumas linhas de instrução e “voilà”, tudo estará conforme desejado.

Sobre o livro”Aprenda a Programar com Minecraft”

O livro “Aprenda a Programar com Minecraft” foi escrito por Craig Richardson, desenvolvedor de software e professor de Python que trabalhou para a Fundação Raspberry Pi. Craig foi professor de computação do ensino médio e ministrou muitos workshops sobre programação em Python com Minecraft. A edição lançada pela editora Novatec está em português e possui 360 páginas. O preço sugerido é de R$ 89,00 e pode ser adquirido no site da Novatec.

A Misteriosa Marca do Griefer é o segundo livro de Winter Morgan sobre Minecraft

Já falamos aqui do livro “Em Busca da Espada de Diamante”, da autora Winter Morgan. Agora vamos falar sobre o segundo lançamento da autora que homenageia os fãs de Minecraft. O segundo livro chama-se A Misteriosa Marca do Griefer e tem como objetivo manter os fãs do jogo da Mojang conectados ao mundo do jogo mesmo quando estão com o PC desligado.

A leitura é fácil e bastante descontraída, de modo que o livro é voltado para o público mais infantil. Há ainda mensagens positivas ao longo da narrativa e situações de superação que podem inspirar o jogador. De acordo com Morgan, A Misteriosa Marca do Griefer contém mais ação e ambientes para explorar do que o livro anterior.

A aventura coloca o fazendeiro Steve em uma missão para resgatar sua espada de diamante que desapareceu após uma explosão misteriosa em sua fazenda. As suspeitas é de que um Griefer é o causador da explosão que destruiu sua fazenda. A partir daí, Steve deve encontrar a criatura e reconstruir sua fazenda. Para isso, Steve conta com a ajuda de seus amigos e conhecidos da cidade, que também estão apavorados com as aparições do Griefer.

Sobre A Misteriosa Marca do Griefer

A Misteriosa Marca do Griefer é obra da autora Winter Morgan (pseudônimo), de Nova York que acabou conhecendo o mundo de Minecraft através do filho, que é viciado no jogo. A autora, aliás, já publicou outros livros infantis e adultos.

Dedicada aos fãs de Minecraft, essa série de Morgan não é um produto oficial e licenciado, mas sim uma forma de homenagear o game e serve até para expandir o mundo do game para outro público. O livro foi lançado no Brasil através da editora Pandorga e possui 112 páginas. Chega ao país em capa dura com o preço sugerido de R$ 27,90.

Editora Pandorga lança livro de Minecraft

Esta é para os fãs de Minecraft: a editora Pandorga acaba de lançar o 1º livro de aventura inspirado na série de sucesso dos videogames. O livro se chama “Em busca da espada de diamante” e a editora considera que este não é apenas um livro, mas uma “versão literária”, pois o universo do jogo está inserido no livro. A obra conta as aventuras de Steve, um fazendeiro de trigo, que está em busca de quarenta diamantes a fim de forjar uma espada poderosa o bastante para defender a si e a seu mundo de uma ameaça de zumbis.

Tal como no game, Steve tem apenas uma cama, casa e comida para manter-se vivo, mas após algum tempo de game ele coleta recursos que podem ser úteis. A aventura começa mesmo quando ele descobre que zumbis estão atacando pessoas da vila. O ferreiro da vila é uma das vítimas, de modo que Steve fica sem espadas para poder lutar. Daí em diante ele parte em busca de diamantes para criar a espada que livrará o mundo da ameaça zumbi.

Durante a aventura, Steve conhece o trio de caçadores de tesouros Max, Lucy e Henry, que se juntam à missão para achar os poderosos minérios. O livro apresenta o mundo de Minecraft em detalhes, de modo que os jogadores reconheceram rapidamente algumas localidades do game, tais como templos, mobs, paisagens etc.

Em busca da espada de diamante é fruto da autora Winter Morgan (pseudônimo), de Nova York que acabou conhecendo o mundo de Minecraft através do filho, que é viciado no jogo. A autora, aliás, já publicou diversos livros infantis e adultos. Este novo livro é uma forma de homenagear o game e serve até para expandir o mundo do game para outro público.

Onde adquirir o livro de Minecraft

O livro foi lançado em capa dura e tem 112 páginas. O preço sugerido é de R$ 27,90 e pode ser adquirido online. O livro é especialmente indicado para “minecrafters”.

Janela Mágica: aplicação vencedora do INOVApps ajuda crianças a ler

Janela Mágica é uma aplicação educativa cujo publico alvo são as crianças. Criado e desenvolvido pela dupla brasileira Vanessa Soares (pedagoga) e Matheus Borges (desenvolvedor da aplicação), o jogo é gratuito e tem uma linguagem semelhante a de livros interativos, de forma que as crianças podem lidar com o aplicativo facilmente e se divertir enquanto aprende.

Mas o que ele ensina? Basicamente é uma ferramenta que auxilia na leitura das crianças e as deixa familiarizada com as palavras do português. Além disso, há um modo de narração em português que facilita para que as crianças interajam sozinhas com o jogo. Há ainda um modo de legendas para as crianças que já sabem ler. Este último, aliás, auxilia a aprendizagem de forma auditiva e visual, tornando o aplicativo acessível também para deficientes auditivos.

O livro conta as aventuras do gato Piter, que sonha em viajar ao espaço. O livro e a aplicação Janela Mágica são voltadas para as crianças, mas a ideia é que os adultos sentem-se com seus filhos para contar a história de Piter. A aplicação é simples, porém funciona, tanto que recebeu um grande reconhecimento do governo: foi um dos vencedores do concurso INOVApps do Ministério das Comunicações.

Janela Mágica funciona da seguinte maneira: você aponta a câmera do seu aparelho para as páginas do livro educativo “Piter a caminho do espaço”, esse também gratuito e, nesse momento, as páginas ganharão vida e os personagens se tornarão animados. A história se torna viva e muito mais interessante.

A aplicação está livre de anúncios e compras indesejáveis, é tudo sobre aprendizado. De acordo com os desenvolvedores, o game foi pensando exclusivamente para as crianças, desde as cores, navegação e a fonte nos textos. O download pode ser realizado gratuitamente para Android. A versão para iOS deve ser lançada em breve, segundo os desenvolvedores.

Trailer do aplicativo Janela Mágica:

Desire Universe inicia projeto multimídia que apresenta mundo de fantasia e ficção científica

Hoje o destaque é um projeto multimídia criada por brasileiros e que já está em fase de desenvolvimento há cerca de vinte anos e está prestes a se tornar algo grande! Trata-se de Desire, da empresa Desire Universe, um projeto de ficção científica e fantasia que envolve livros, RPG, animação e MMO.

O projeto Desire será lançado aos poucos, sendo que a primeira parte é o lançamento de um livro chamado Archin, que conta a história de Archin, uma divindade que está em busca de seu irmão no universo. Com o decorrer desta jornada, este ser precisou proteger sua essência, sendo assim, Archin fragmenta sua alma em três partes e as envia a um pequeno planeta chamado Uria (a Terra).

Cada um desses fragmentos é deixado aos cuidados de três nativos humanos: um guerreiro indígena, um padre bretão e um samurai japonês. O romance aborda de forma filosófica a história desses três seres humanos que contém uma entidade superior dentro deles e como isso influencia no convívio e contato com seu meio e pessoas ao seu redor. Ao longo da narrativa, o leitor vai entender o porquê de essas figuras carregarem algo tão especial.

Claro que o livro é apenas a ponta do iceberg, de acordo com os responsáveis pelo projeto, futuramente o universo Desire vai contemplar um MMO, animações, quadrinhos, pôsteres etc. Vale destacar, aliás, que essa vocação midiática de Desire não é de agora. Na verdade, quando o Universo Desire surgiu em meados dos anos 90 pela mente de  Daniel Abrahão, designer gráfico, ele era um jogo de RPG de mesa que acabou ganhando suas próprias regras e evoluiu nesses vinte anos até ser o que é hoje. Nesse caminho ele passou por diversos eventos como Animecon, Anime Friends, Mangacon, entre outros, sendo visto e jogado por mais de cinco mil pessoas.

Além de Daniel Abrahão, Desire também tem entre seus idealizadores o escritor de ficção científica, fantasia e horror, Roberto Causo, que é considerado o maior escritor de ficção científica do Brasil. Outra figura importante da equipe é o ilustrador Diego Cunha, que já fez trabalhos para a Wizards of the Coast em ilustrações para cartas Magic.

Quando o MMO e a animação chegarão ao mercado é incerto e tudo depende do sucesso da série de livros. O livro está em pré-venda no Kickante e precisa de sua ajuda. Vamos colaborar?

Vídeo da campanha Desire Universe: