Arquivo da tag: Literatura

Livro Lean Game Development explora táticas para um desenvolvimento de jogos sem desperdício de tempo e recursos

Ei, você que estuda desenvolvimento de jogos e está atrás de boas dicas para melhorar suas técnicas e evitar problemas recorrentes: na próxima terça-feira, 13, será lançado na sede da ThoughtWorks em São Paulo o livro Lean Game Development – ou Desenvolvimento Enxuto de Jogos. Basicamente, o livro apresenta um modelo de produção de jogos elaborado para atender todas as demandas da indústria, auxiliando o desenvolvedor a eliminar desperdícios, reduzir bugs e empoderar o trabalho de suas equipes.

O livro Lean Game Development foi criado pela Julia Naomi Boeira, e ele apresenta a visão de que o jogo digital é também um software, e que o desenvolvimento de software pode ser encarado como um jogo cooperativo de invenção e comunicação no qual todas as peças são importantes. Deste modo, a autora aborda diversos aspectos do desenvolvimento lean aplicados a jogos, como Inceptions e MVPs, desenvolvimento guiado a testes, integração contínua, geração de hipóteses, medições e análises.

Para manter a publicação atualizada, Julia planeja constantes alterações em seu conteúdo, visando oferecer uma alternativa metodológica para auxiliar a indústria de jogos a eliminar desperdícios, reduzir bugs e empoderar o trabalho de suas equipes — obtendo resultados com mais qualidade e no menor tempo possível.

O lançamento de Lean Game Development acontece na terça-feira, 13, a partir das 19h, com a participação de Paulo Caroli, consultor principal na ThoughtWorks Brasil e cofundador da Agile Brasil, e Ceci Fernandes, agilista na ThoughtWorks Brasil e board member da Agile Alliance Brazil, e debate com a autora Julia Naomi Boeira. Os interessados em comparecer ao evento devem realizar sua inscrição, que é gratuita, por meio deste link.

Sobre a autora de Lean Game Development

Para quem não conhece, Julia Naomi Boeira é desenvolvedora de software na ThoughtWorks Brasil e possui grande experiência no desenvolvimento de jogos, tendo idealizado o Lean Game Development. Atualmente, trabalha na divulgação da Engine Unity dentro da ThoughtWorks, principalmente em Realidade Aumentada.

Serviço – Lançamento de Lean Game Development

Quando: Terça-feira, 13 de junho de 2017, às 19h30

Onde: ThoughtWorks São Paulo – Avenida Paulista, 2300

Edifício São Luis Gonzaga – Conjunto 41

Como: É preciso realizar inscrição por do site.

Warpzone lança livro com a história definitiva do Mega Drive

O Mega Drive é até hoje considerado um dos melhores consoles de videogame já produzido pela SEGA. Não por acaso a plataforma ainda conta com milhares de fãs espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Pensando nisso, a Warpzone uniu-se com a Tectoy para lançar o livro definitivo que vai contar toda a trajetória do console de 16 bits.

megawz_capaO livro cataloga todos os jogos lançados para o Mega Drive, Sega CD e 32X, ou seja, mais de 1200 jogos. Cada um deles com análises em texto, contendo uma breve descrição e telas de todos os jogos. O livro traz também a história do console incluindo um capítulo inteiro sobre a Tectoy e sua mítica parceria com a SEGA.

O livro Mega Drive Definitivo possui 358 páginas e serve como uma homenagem ao maior console que a SEGA já lançou e a seus fãs. Quem comprar a obra até o dia 31/05 poderá gravar seu nome e uma frase no livro. O livro é vendido em dois formatos (com e sem caixa) pelos preços de R$ 274 e R$ 174, respectivamente. A pré-venda está disponível no site da Warpzone.

Abaixo tem um vídeo unboxing do Livro Definitivo do Mega Drive:

Livro com temática gamer é lançado pela Etherique Editora – A Saga dos Bugadores: A Alquimia dos Sentidos e os Meninos Unicórnios

Mais uma dica sapiente de leitura: a Etherique Editora acaba de lançar A Saga dos Bugadores: A Alquimia dos Sentidos e os Meninos Unicórnios, uma obra que tem bastante ligação com o mundo dos games e um enredo bem divertido. Aqui acompanhamos três histórias que ocorrem em tempos diferentes, mas que se cruzam num só lugar. Trata-se de um livro infanto-juvenil com bastante aventura e fantasia que trata temas como game, bullying, sentidos, elementos, alquimia, artes, amizade etc

Tudo acontece em três lugares diferentes quando três crianças recebem “presentes”. Eva, uma gamer do planeta Terra, apelidada Three Fingers devido à sua mão esquerda, recebe um sinal. À Brisa, nativa da mesma Ilha, do planeta Atmosphere, e aprendiz dos Poços Cantantes, é dado um enigma. E, por fim, Benjamin, o filho dos ventos, nativo do planeta Atmosphere, recebe uma direção. A Ilha Etérea de Martina, do planeta Atmosphere, enfrenta problemas, está prestes a submergir, distanciando-se cada vez mais do continente e da ajuda externa. Entretanto, os habitantes da Ilha não estarão sozinhos. Quando menos se espera, vem ajuda externa.

anna-guiAos dozes anos, dez meninos de diferentes planetas se encontram no campo imaginário do planeta Atmosphere, no mágico e virtual universo Unigame, na Ilha Etérea de Martina. Um grupo de avatares Perceptivos Bugadores de Games têm de invadir os games humanos mais violentos e promover o caos no seu funcionamento. O objetivo é o de chamar a atenção dos jogadores humanos, primeiro, para a existência do Duogame, o imaginário virtual do planeta Terra, dominado pelos games humanos mais violentos, cujos poderes são magnéticos e obscuros. Segundo, para a conexão e iminente colisão dos dois universos virtuais: o Duogame, do planeta Terra e o Unigame, do planeta Atmosphere. Mas os Avatares Perceptivos Bugadores de Games somente vão conseguir ser eficientes nessa luta ao alcançarem seu grau máximo, o de Meninos Unicórnios.

18558672_298853973894488_917670565675590812_oSe você procurar no dicionário, não encontrará a palavra Bugadores. Trata-se de uma palavra inventada pela autora Anna Gui para dar sentido a um mundo fantástico de ideias e aventuras Bugado remete ao sentido de jogos eletrônicos, ou seja, defeito, erro em algum game ou algo indesejável. Uma falha na lógica de um programa. No livro, bugadores causam falhas em games muito cruéis para provocar reflexão, chamar atenção, e recrutar aprendizes de Perceptivos, a fim de criar novos tipos de games.

Anna Gui é a autora e ilustradora do livro A Saga dos Bugadores: A Alquimia dos Sentidos e os Meninos Unicórnios, da Etherique Editora. Ela é Phd e Pós-Doutora em Artes (PUC-SP; UNESP; IUPUI-IN). Ilustradora, Art Designer de Concept Art, Artista Plástica, desde 2006, com prêmio de Ilustração da AI-AP Latin American Illustration (2016). Em 2015, ilustrou o livro Cena Cosplay, da Editora Sulinas.

 

Serviço – A Saga dos Bugadores: A Alquimia dos Sentidos e os Meninos Unicórnios

Editora: Etherique

Autora: Anna Gui

Número de páginas: 206

Preço: $25,00

Pré-venda do livro impresso no site da Etherique e o ebook na Amazon

Lançamento: 05/06/2017 no site da editora.

Idioma: Português

Editora Intrínseca lança o livro Five Night at Freddy’s Olhos Prateados no Brasil

Nenhum outro game de terror causou impacto tão imediato e sensível aos jogadores nos últimos anos quanto a franquia Five Nights at Freddy’s. Não por acaso, desde o lançamento do original em 2014 já existem cinco jogos principais e dois spins-off. Pois bem, a série de terror não vai se limitar aos jogos eletrônicos: no fim do ano passado, o universo da série se expandiu com o lançamento do primeiro livro da trilogia Five Nights at Freddy’s: Olhos Prateados.

Gostou? Compre o livro Five Night at Freddy’s Olhos Prateados no Brasil agora

O lançamento foi tão bem sucedido que o livro está há mais de quinze semanas na lista de mais vendidos do New York Times. Os fãs brasileiros poderão colocar as mãos na obra literária em breve, pois a editora Intrínseca está trazendo este lançamento em nosso país. Olhos Prateados foi escrito pelo próprio Scott Cawthon, o criador da série Five Nights at Freddy’s, ou seja, é uma obra canône e com bastante detalhes sobre a trama.

olhos-prateadosO mais interessante é que o lançamento de Olhos Prateados pode responder muitos mistérios que permeiam a obra de Cawthon. E já não era sem tempo: a própria comunidade criou centenas de teorias sobre os acontecimentos vivenciados ao longo dos cinco games. Na série de jogos, o gamer assume o papel de um vigia noturno, contratado para cuidar de uma pizzaria que abriga grandes bonecos eletrônicos. Estes, porém, não só ganharam vida como passam a perseguir o vigia.

O horror em Five Nights at Freddy’s: Olhos Prateados

Já o livro Olhos Perdidos leva o leitor ao mundo de Charlie, uma adolescente que volta para sua cidade natal quando é convidada para participar de uma homenagem a um de seus amigos de infância, morto misteriosamente na pizzaria que pertencia ao pai da garota.

Dez anos depois, ela está de volta à cidade do assassinato e, com os amigos, decide revisitar o lugar que marcou a todos de forma tão pesada: a Pizzaria Freddy Fazbear’s. O local, cujas principais atrações eram os animatrônicos, ainda está de pé, mas, abandonado, se assemelha agora a um cenário de filme de terror.

7847a4fbd3ff176718821de6afa4d7f3

A atmosfera angustiante está presente tanto no jogo eletrônico quanto no livro. Se, no computador, os sustos causados pela aproximação dos bonecos são o grande ápice, no livro, o mistério que ameaça os jovens e as reviravoltas do enredo dão o tom de tensão, que se tornou marca registrada de Five Nights at Freddy’s.

Ao longo das 368 páginas o leitor vai mergulhar em um mundo de terror psicológico recheado de detalhes. A tradução ficou a cargo da Glenda D’Oliveira e o leitor encontrará o livro em formato impresso e em eBook pelos preços de R$ 39,90 e R$ 24,90, respectivamente.

Livro “Imergindo no Mundo do Videogame” explica o que torna um jogo eletrônico tão interessante

Hoje vamos falar de uma obra que pode ajudar qualquer pessoa que curte videogames ou está desenvolvendo seu próprio projeto. Trata-se da obra “Imergindo no Mundo do Videogame”, criado pelo jornalista e professor Gustavo Audi, com publicação da editora Appris. O livro trata de conceitos como Jogo, Narrativa, Imersão e Atenção, relacionando elementos do jogo com mecanismos de criação e manutenção do “transe imersivo”.

A abordagem é mais conceitual e teórica, pois ela é o resultado de uma pesquisa de Mestrado, porém com a diferença de que seu autor também é um gamer, além de pesquisador. “Imergindo no Mundo do Videogame” responde a algumas perguntas importantes, como o por quê de as pessoas passarem tanto tempo jogando videogames, o que as faz imergir neste mundo e o que prende sua atenção durante horas sem interrupção. Para isso, a obra expõe características do jogo narrativo que agem sobre as mentes, criando um verdadeiro transe.

Além disso, o livro demonstra que, além do uso de histórias, a agência, navegação, personagens, objetivos e a linguagem são alguns dos elementos presentes nos videogames que conseguem isolar o indivíduo dos ambientes cada vez mais frenéticos. Acionar corretamente os sentidos eleva fortemente as chances de se alcançar esta sensação de deslocamento e pertencimento ao mundo imaginário.

Segundo Fátima Régis, professora da Faculdade de Comunicação Social da UERJ e Doutora em Comunicação e Cultura pela ECO-UFRJ, “Por meio de uma linguagem fluida e instigante, o autor destrincha os conceitos de narrativa, agência, atenção, imersão, entre outros, explicando que atuam de forma articulada para potencializar a capacidade imersiva do ato de jogar. (…) Imergindo no mundo do videogame oferece valiosa fonte de consulta a estudiosos de áreas como comunicação, design, educação e psicologia, bem como a curiosos sobre as possibilidades do fascinante mundo dos games.”

Onde encontrar o livro “Imergindo no Mundo do Videogame”

“Imergindo no Mundo do Videogame” já está disponível e pode ser adquirido no site da editora Appris pelo preço de R$ 49,00. O títulopossui 199 páginas e é extremamente recomendável para fãs de jogos eletrônicos e estudantes de game design que precisam de algumas dicas do que orna um jogo tão viciante e atrativo aos jogadores. No site da Appris há a possibilidade de comprar este livro junto com “A Virtualização do Lúdico e a Formação da Criança” (Almir Zandoná Júnior) com algum desconto.

A Misteriosa Marca do Griefer é o segundo livro de Winter Morgan sobre Minecraft

Já falamos aqui do livro “Em Busca da Espada de Diamante”, da autora Winter Morgan. Agora vamos falar sobre o segundo lançamento da autora que homenageia os fãs de Minecraft. O segundo livro chama-se A Misteriosa Marca do Griefer e tem como objetivo manter os fãs do jogo da Mojang conectados ao mundo do jogo mesmo quando estão com o PC desligado.

A leitura é fácil e bastante descontraída, de modo que o livro é voltado para o público mais infantil. Há ainda mensagens positivas ao longo da narrativa e situações de superação que podem inspirar o jogador. De acordo com Morgan, A Misteriosa Marca do Griefer contém mais ação e ambientes para explorar do que o livro anterior.

A aventura coloca o fazendeiro Steve em uma missão para resgatar sua espada de diamante que desapareceu após uma explosão misteriosa em sua fazenda. As suspeitas é de que um Griefer é o causador da explosão que destruiu sua fazenda. A partir daí, Steve deve encontrar a criatura e reconstruir sua fazenda. Para isso, Steve conta com a ajuda de seus amigos e conhecidos da cidade, que também estão apavorados com as aparições do Griefer.

Sobre A Misteriosa Marca do Griefer

A Misteriosa Marca do Griefer é obra da autora Winter Morgan (pseudônimo), de Nova York que acabou conhecendo o mundo de Minecraft através do filho, que é viciado no jogo. A autora, aliás, já publicou outros livros infantis e adultos.

Dedicada aos fãs de Minecraft, essa série de Morgan não é um produto oficial e licenciado, mas sim uma forma de homenagear o game e serve até para expandir o mundo do game para outro público. O livro foi lançado no Brasil através da editora Pandorga e possui 112 páginas. Chega ao país em capa dura com o preço sugerido de R$ 27,90.

Editora Pandorga lança livro de Minecraft

Esta é para os fãs de Minecraft: a editora Pandorga acaba de lançar o 1º livro de aventura inspirado na série de sucesso dos videogames. O livro se chama “Em busca da espada de diamante” e a editora considera que este não é apenas um livro, mas uma “versão literária”, pois o universo do jogo está inserido no livro. A obra conta as aventuras de Steve, um fazendeiro de trigo, que está em busca de quarenta diamantes a fim de forjar uma espada poderosa o bastante para defender a si e a seu mundo de uma ameaça de zumbis.

Tal como no game, Steve tem apenas uma cama, casa e comida para manter-se vivo, mas após algum tempo de game ele coleta recursos que podem ser úteis. A aventura começa mesmo quando ele descobre que zumbis estão atacando pessoas da vila. O ferreiro da vila é uma das vítimas, de modo que Steve fica sem espadas para poder lutar. Daí em diante ele parte em busca de diamantes para criar a espada que livrará o mundo da ameaça zumbi.

Durante a aventura, Steve conhece o trio de caçadores de tesouros Max, Lucy e Henry, que se juntam à missão para achar os poderosos minérios. O livro apresenta o mundo de Minecraft em detalhes, de modo que os jogadores reconheceram rapidamente algumas localidades do game, tais como templos, mobs, paisagens etc.

Em busca da espada de diamante é fruto da autora Winter Morgan (pseudônimo), de Nova York que acabou conhecendo o mundo de Minecraft através do filho, que é viciado no jogo. A autora, aliás, já publicou diversos livros infantis e adultos. Este novo livro é uma forma de homenagear o game e serve até para expandir o mundo do game para outro público.

Onde adquirir o livro de Minecraft

O livro foi lançado em capa dura e tem 112 páginas. O preço sugerido é de R$ 27,90 e pode ser adquirido online. O livro é especialmente indicado para “minecrafters”.

Literatura e games são tema de evento no Sítio do Picapau Amarelo

UNITAU, USP e Games for Change fazem a “Ligação” de 9 a 12 de outubro

Promover a literatura entre crianças e jovens, divulgar games com foco em educação, cultura e mudança social e defender o uso criativo das novas tecnologias são os eixos da quinta edição da Ligação (Literatura Infantojuvenil, Games e Artes em Ação), uma festa em Taubaté, entre os dias 9 e 12 de outubro, no Sítio do Picapau Amarelo e no Departamento de Informática da Universidade de Taubaté (UNITAU).

O evento é uma iniciativa da Universidade de Taubaté (UNITAU), com apoio da Prefeitura e parcerias com a ONG “Instituto do Mundo”, a rede internacional “Games for Change” e o grupo de pesquisa “Cidade do Conhecimento” da USP. A festa é patrocinada pela empresa Campo Limpo Reciclagem e Transformação.
A programação, gratuita e aberta ao público, inclui contação de histórias, rodas de conversa, debates com escritores e lançamento de livros como “Brinco, Logo Aprendo – Educação, Videogames e Moralidades Pós-Modernas” (Editora Paulus), de Gilson Schwartz, um dos curadores dessa festa literária que celebra também a cultura digital de crianças e adolescentes.

Espetáculos teatrais, cinema, oficinas de criação de games e de construção de brinquedos completam a programação. Escolas e famílias paulistanas interessadas em participar contam com um serviço de apoio (traslado e hospedagem).

“O evento tem como missão tornar a leitura encantadora para crianças e jovens, discutindo a chegada da tecnologia neste contexto”, explica a curadora da “Ligação” e responsável pelo sistema de bibliotecas da UNITAU, Márcia Maria de Moura Ribeiro.
A programação é diversificada, cobrindo as áreas de literatura, games e artes com atividades para crianças, jovens, pais e professores. Entre os temas polêmicos estão as mudanças geradas pela tecnologia na produção de literatura (como, por exemplo, os blogs de literatura), a atuação de jovens escritores (haverá uma discussão com adolescentes que já lançaram livros) e o papel dos games como ferramentas de aprendizado, difusão do conhecimento e mudança social.

As atividades acontecem no Sítio do Picapau Amarelo, no Departamento de Informática da UNITAU e no Jardim Cultural.
A programação completa está disponível em www.ligacao.org.br

APOIO PROAC – Em sua quinta edição, a “Ligação” tem apoio do Proac (Programa de Ação Cultural) do Governo do Estado de São Paulo (permite a empresas apoiar projetos culturais com dedução de ICMS).

SERVIÇO
5º Festival Ligação (Literatura Infantojuvenil, Games e Artes em Ação)
Data: 9 a 12/10/2014
Entrada: gratuita e aberta ao público
Endereços:
• Sítio do Picapau Amarelo (Avenida Monteiro Lobato, s/nº – Chácara do Visconde)
• Departamento de Ciências Sociais e Letras da UNITAU (Rua Visconde do Rio Branco, 22, Centro)
• Departamento de Informática da UNITAU (Av. Marechal Deodoro, 605 – Jardim Sta. Clara)
• Jardim Cultural (Rua Domingues Ribas, 345, Chácara do Visconde)
Informações: contato@ligacao.org.br ou 3635-5166 e www.ligacao.org.br
Excursões partindo de São Paulo: contatogellyjam@gmail.com ou 30914305.

DIA 09 DE OUTUBRO – QUINTA-FEIRA

Sítio do Picapau Amarelo

Tenda Autores

A partir das 9h e durante o dia todo: Presença da Turma do Sítio do Picapau Amarelo

10h30 – Roda de conversa “Gestar não é parir” – com os grupos Clarear, Do ventre ao peito e Sementeira do nascer

15h – Oficina de Xilogravura – Aron Pereira

Tenda Oficinas

Presença da Biblioteca Móvel da SETUC

10h – Oficina Pedagógica – Criação de brinquedos – Evolução Eventos

14h – Oficina Criação de brinquedos – Cia do Sol

Sala de cinema

9h30 – Parceria SESC – filme “IEP” (80 min)

15h – Exibição do curta “Os sons do divino e o espírito santo do silêncio” e bate papo com o autor – Alexandre Gennari

UNITAU
Departamento de Informática

9h – Asi Burak – Master Class – JEDI

10h – Conflitos Globais – Vitor Cavadas e Empresa RI Jr./USP

14 h – Games for Change: projetos, cursos e rede – Gilson Schwartz

16h – Programa JEDI – UNITAU – Luis Fernando Almeida

Departamento de Ciências Sociais e Letras

19:30 – Salvo pela imaginação – Conversa com Ricardo Aleixo

DIA 10 DE OUTUBRO – SEXTA-FEIRA

Sítio do Picapau Amarelo

Tenda Autores

9h – Contação de histórias do Saci – Ditão Virgílio

10h – Leitura corporal do livro “Um amigo assim pra mim” – Vana Campos e Andressa Marques

14h – Contação de histórias do Saci – Ditão Virgílio

14h – Oficina Criação de Brinquedos – Cattia Bercano

Tenda Livraria

Dia todo: presença da Turma do Sítio do Picapau Amarelo

15h – Lançamento de livro – Mariza Baur – Era uma vez um padre e um rei…

Tenda Oficinas

Presença da Biblioteca Móvel da SETUC

10h – Oficina de HQ – Reynaldo Damázio – Parceria Casa das Rosas (SP)

10h – Oficina Criação de brinquedos – Cia do Sol

14h – Narração de história e mediação de leitura – Oficina para professores – Penélope Martins

15h – Ofício do escritor – Reynaldo Damázio – Parceria Casa das Rosas (SP)

Sala de Cinema

9h30 – Parceria SESC – Apresentação filmes infantojuvenis – “O menino da Floresta” (95 min)

14h30 – Parceria SESC – Apresentação filmes infantojuvenis – “IEP” (80 min)

UNITAU
Departamento de Informática

9h – Idade Midia – Alexandre Sayad

11h – Ludwig – Jessica M. Silva

14h – A internet do futuro e as crianças – José Roberto Amazonas

Departamento de Ciências Sociais e Letras

18h – Bate papo “Jovens escritores” – Guilherme Tauil e Jefferson Beat. Mediação: Diego Valadares

19h30 – Palestra “Formando leitores dentro da escola e de casa: caminhos para aproximar crianças e jovens dos livros” – Ilan Brenman

DIA 11 DE OUTUBRO – SÁBADO

Sítio do Picapau Amarelo

Tenda Autores

A partir das 9h e durante o dia todo: Presença da Turma do Sítio do Picapau Amarelo

10h – Cordel em debate: Marco Haurélio, Jô Oliveira e Moreira de Acopiara. Mediação: Cris Cobra

14h30 – “A onça eu engoli inteira” – Penélope Martins e Alexandre Gennari

Tenda Livraria

Presença da Biblioteca Móvel da SETUC

10h – Oficina Brinquedos – Truões

10h – Lançamento do livro “A palavra Mágica” – Teresa Bendini

11h – Oficina Teia das Palavras – Teresa Bendini

16h – Lançamento do livro “O baú do rei” – João Pedro Venâncio

Tenda Oficinas

9h30 – Oficina de Maracatu – Coletivo de artes Cultura na Kombi

O dia todo – “A ciência Maluca do Visconde” – Jarbas Noronha

11h – Oficina de Stencil – Coletivo Anartistas

11:30 – Contação de histórias – Tia Rose

13h30 – Oficina Brinquedos – Balakko Bacco

14h – Contação de histórias -Alexandre Vila

14h30 – Oficina Brinquedos – Cia Philaderpho

15h30 – Espetáculo “Sanestina me contou, depois li nos livros!” – Ciça Oliveira

Teatro

Dia Todo: DJ Ângelo

11h – Teatro do Sítio – Visconde Esconde

16h – Teatro do Sítio – Visconde Esconde

Sala de Cinema

9h30 – Parceria SESC – Apresentação filmes infantojuvenis – “O menino da Floresta” (95 min)

14h30 – Parceria SESC – Apresentação filmes infantojuvenis – “IEP” (80 min)

UNITAU
Departamento de Informática

9h – Grupo JEDAI_SJCampos – Paula Piccolo

11h – Feminismo e Games – Dianaluz C.L.Correia

14h – ProgramaÊ! – Lucas Machado Rocha

Jardim Cultural

20h – Narração de contos – Penélope Martins (especial adultos)

21h – Lançamento do livro “O homem bumerangue” de Téo Lorent

DIA 12 DE OUTUBRO – DOMINGO

Sítio do Picapau Amarelo

Tenda Autores

10h – Oficina Brinquedos – Psiu e Cia

9h30 – Oficina de desenho – Jô Oliveira

10h30 – “Sete histórias de medo, versos de horror e outros bichos de fazer dó” – Penélope Martins

11h30 – Contação de História – Cia do Sol

13h – Oficina Brinquedos – Tia Alegria

14h – Contação de Histórias – Truões

15h – Show Poesia, Cantiga e Brincadeiras

José Santos, Selma Maria e Luiz Ribeiro

16h30 – Mesa de encerramento

Tenda Livraria

Dia todo: DJ Saturno

Dia todo: Presença da Turma do Sítio do Picapau Amarelo

Presença da Biblioteca Móvel da SETUC

11h – Intervenção Polvos poéticos

11h30 – Lançamento do Livro: Brinco, logo aprendo – Gilson Schwartz

Edu Lourenço e Ciça Oliveira – Cantação (musical) de histórias interativa “A historia do Zé Melado”

14h – Oficina Teia das Palavras – Teresa Bendini

Tenda Oficinas

11h – Intervenção Cosplay e bate papo com os personagens

14h – Oficina de Stencil – Coletivo Anartistas

15h – Oficina Criação de brinquedos – Molinha e Cia

Teatro

11h – Teatro do Sítio – Visconde Esconde

16h – Teatro do Sítio – Visconde Esconde

Sala de Cinema

9h30 – Parceria SESC – Apresentação filmes infantojuvenis – “O menino da Floresta” (95 min)

14h30 – Parceria SESC – Apresentação filmes infantojuvenis – “O menino da Floresta” (95 min)

UNITAU
Departamento de Informática

9h – Grupo JEDAI_SJCampos – Paula Piccolo

10h – FazGame com Carla Zeltzer

14h – Brincando com a Internet das Coisas – Leandro Andrade

Brinco, logo aprendo: educação, videogames e muito mais

A Bienal do Livro de São Paulo agitou a cidade e, como não poderia deixar de ser, os videogames estão devidamente representados no evento. Durante a Bienal foi lançado o livro Brinco, logo aprendo: educação, videogames e moralidades pós-modernas de Gilson Schwartz. O livro traz algumas reflexões das relações entre o brincar, fazer e pensar, combinando perspectivas de economia, filosofia, tecnologia e educação.

Lendo assim não parece um conteúdo voltado para fãs de videogames, entretanto a obra tem muito a ver com o hábito de jogar, pensar e agir. A obra conta que o videogame é uma das etapas mais avançadas da tendência econômica e política da sociedade da informação. Isso não apenas no conteúdo, mas também nos principais “jardineiros” do conhecimento (os intelectuais), que perdem a sua função em face de máquinas (hardware), sistemas (software) e redes.

Pois, como ressalta o autor: “a disseminação de games e da educomunicação tornou-se rapidamente uma visão hegemônica em todo o mundo. Governos apostam em ecossistemas educacionais como ferramentas de superação da crise financeira, que é também crise do trabalho e da identidade do sujeito autônomo que confia e depende da ampliação incessante da democracia de massa. Bibliografia e links na internet completam esse percurso”.

A ideia básica do livro é substituir o mantra “penso, logo existo”, em prol de uma nova forma de pensamento concreto baseado em “brinco, logo aprendo”. Apresenta-se no livro como os jogos eletrônicos auxiliam no aprendizado.

O conteúdo do livro Brinco, logo aprendo é bastante reflexivo e foi idealizado Schwartz, que é economista e sociólogo formado na USP. O dinheiro das vendas do livro serão destinadas às ações da Games for Change no Brasil. A Games for Change é uma iniciativa que celebra os jogos eletrônicos como formas autênticas de promover bons costumes, conscientização e a cidadania de seus usuários.

Para quem estiver em São Paulo, na sexta-feira, dia 13 de outubro, às 19h, tem o lançamento do livro na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.