Arquivo da tag: League of Legends

INTZ anuncia line up de 2017 com aposta em filosofia vitoriosa

Visando se manter no topo entre as equipes mais competitivas do eSports brasileiro, o INTZ eSports Club inicia, a partir do fim deste ano, o processo de reformulação de sua equipe de League of Legends para a temporada de 2017. Com as saídas de Gabriel “Revolta” Henud, Felipe “yang” Zhao e Gabriel “tockers” Claumman, a diretoria manterá a aposta no modelo de sucesso implementado desde a fundação do clube, em junho de 2014. Na ocasião, cinco jovens promissores começaram a ser lapidados até formarem o melhor quinteto da história do Brasil e, consequentemente, serem reconhecidos mundialmente.

Sendo assim, nesta segunda (5), o clube oficializou as contratações de Marcelo “Ayel” Mello (topo), Gabriel “Turtle” Peixoto” (caçador) e João “Marf” Luís (meio) para o elenco. O grupo já contava com os titulares Micael “micaO” Rodrigues (atirador) e Luan “Jockster” Cardoso (suporte), os reservas Daniels “desu” Marcon e Luan “sNk” Rodrigo, além agora de Álvaro “Verto” Miguel (topo), Diogo “Shini” Roge (caçador), Bruno “Envy” Farias (meio), Luis “Absolut” Felipe (atirador) e Ygor “RedBert” Freitas (suporte), ex-integrantes da Genesis, recém-adquirida pelo INTZ para o Circuito Desafiante (confira as line ups abaixo).

“Nos últimos tempos, avaliamos mais de 100 atletas e até chegamos a bater na porta de jogadores do exterior, mas finalmente decidimos apostar nos jogadores do mercado brasileiro. Temos grandes atletas no nosso cenário e tenho certeza de que, com a filosofia do INTZ, poderemos formar novamente a melhor equipe do país. Nosso clube nasceu com aqueles cinco jogadores de LoL, que eram até então desconhecidos e depois acabaram varrendo todos os campeonatos nacionais, conquistaram o WildCard e chegaram ao Mundial, desbancando a poderosa Edward Gaming. No Brasil, fomos o único clube que manteve 4 jogadores por tanto tempo. Sim, 4 dos 5 jogadores estavam com a gente desde a nossa fundação”, afirmou o diretor do INTZ, Lucas Almeida.

A expectativa da INTZ é que com as novas contratações o time ganhe fôlego de campeão e dispute os principais eventos com bastante determinação. Nestes quase dois anos e meio com a equipe de LoL, o INTZ alcançou os seguintes feitos: Bicampeão CBLoL 1º Split, Campeão CBLoL 2º Split, Campeão CBLoL Pós-Temporada, Tricampeão BRMA, IWCQ, Worlds (participação), IEM Paris e Oakland (participação) e Campeão Desafio Invocadores.

Com a saída do treinador norte-americano Alexander “abaxial” Haibel, o analista Peter Dun, peça fundamental em todas as conquistas do clube, será o Head Coach dos treinos técnicos e específicos aos jogadores – com períodos in loco no Brasil e de forma remota, quando estiver no exterior. O psicólogo Claudio Godoi, também apontado pelos próprios atletas como o diferencial para o sucesso da equipe, será o Mind Coach, liderando o quinteto em torneios presenciais na ausência de Peter.

“Temos total confiança no Peter Dun, que é um fora de série no League of Legends, e no Claudio, que sabe como ninguém a lapidar mentes vitoriosas e a formar grupos que se ajudam com humildade e determinação. Nosso staff está motivado e preparado para seguir a caminhada em 2017, após uma temporada que foi, disparada, a melhor de um clube brasileiro na história do cenário”, ressaltou o diretor do INTZ.

Abaixo você confere a line up do INTZ – CBLoL e Circuito Desafiante para a temporada 2017:

 

# INTZ @ CBLOL

Marcelo “ayel” Mello

Gabriel “Turtle” Peixoto

Bruno “envy” Farias

Micael “micaO” Rodrigues (c)

Luan “Jockster” Cardoso

 

Álvaro “Verto” Miguel

Diogo “Shini” Rogê

João “Marf” Luís

Luan “sNk” Rodrigo

Daniel “Daniels” Marcon

 

# INTZ.Genesis @ Circuito Desafiante

Álvaro “Verto” Miguel

Diogo “Shini” Rogê (c)

João “Marf” Luís

Luis “Absolut” Carvalho

Ygor “RedBert” Freitas

 

Peter Dun (Head Coach)

Claudio Godoi (Mind Coach)

Vinícius Dutra (Manager/Coach)

Caique Henriques (Manager)

 

INTZ anuncia vagas para time profissional de League of Legends

Já imaginou ser um jogador profissional de videogames? A fantasia de ganhar dinheiro e se tornar um cyberatleta pode se tornar real muito em breve para alguns jogadores, pois no início desta semana o clube profissional INTZ publicou em sua conta do Twitter que está buscando novos jogadores para todas as posições do time de League of Legends.

Os interessados devem preencher um formulário no site da organização. Tal formulário revela a intenção da INTZ de montar um time competitivo e criar uma nova geração de propayers. Aparentemente, os contratados ficarão durante toda a temporada de 2017 do CBLoL. Se você conhece bem o game e as nuances estratégicas utilizadas pelos times top de linha, eis uma bela oportunidade de mudar de vida fazendo o que gosta.

twitter-intzPara se candidatar é necessário preencher alguns requisitos, como ser maior de 17 anos; experiência de 2 anos jogando LoL; disponibilidade para morar em São Paulo; condição técnica de representar a nossa equipe no 1º Split do CBLoL; interesse em seguir carreira profissional de cyber-atleta; apoio da família na profissão; ser brasileiro ou morar no Brasil há mais de 1 ano.

Infelizmente a INTZ não divulgou os benefícios do cargo, como salário. Mas pelo calibre do clube, espera-se que esteja compatível com o mercado. Para quem não acompanha os eSports, a equipe de “LoL” da INTZ foi o principal destaque no CBLoL em 2016, conseguindo inclusive uma vaga no Mundial. A formação atual da equipe é Felipe “Yang” Zhao, Gabriel “Revolta” Henud, Gabriel “Tockers” Claumann, Micael “micaO” Rodrigues e Luan “Jockster” Cardoso. A INTZ ainda não se pronunciou se os atuais jogadores serão substituídos pelos novos contratados ou se está é parte de alguma estratégia do clube para montar um time alternativo.

Riot Games Brasil e SporTV transmitem a final do Campeonato Mundial de League of Legends

Boa notícia para os fãs de League of Legends: a Riot Games e os canais SporTV retomaram a velha parceria, de modo que a rede televisiva volta a transmitir as partidas decisivas do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2016 (CBLOL) e o International Wildcard Qualifier 2016 (IWCQ). A intenção é transmitir as partidas até que chegue a grande final do Campeonato Mundial de League of Legends 2016 (Worlds), a ser realizada no dia 29 de outubro.

O palco da grande partida final será o STAPLES Center, em Los Angeles, nos Estados Unidos. A transmissão, com direito a Cerimônia de Abertura, terá início às 20h30 (horário de Brasília), no SporTV2 e sportv.com, e contará com a participação da equipe brasileira de apresentadores da Riot Games diretamente do ginásio. Os torcedores também poderão assistir o embate nos canais da Riot Games Brasil no YouTube, noTwitch TV e no Azubu TV.

O Worlds 2016 teve início em 29 de setembro, quando o Bill Graham Civic Auditorium, em São Francisco, recebeu as 16 melhores equipes do mundo para a disputa da Fase de Grupos. Em seguida, foi a vez de Chicago sediar as Quartas de Finais, no tradicional Chicago Theatre. Em 21  de outubro foi a vez da cidade de Nova Iorque abrir as portas do Madison Square Garden para as Semi-finais. Todas as partidas são transmitidas pelos canais da Riot Games Brasil e a cobertura completa do campeonato pode ser acompanhada em br.lolesports.com.  A parceria espera repetir o sucesso das transmissões anteriores, quando a Riot Games e o SporTV juntos tiveram audiência de 2,1 milhões de pessoas no CBLOL e 2,3 milhões no IWCQ.

“O interesse dos brasileiros pelas partidas da Fase de Grupos do Worlds deste ano garantiu a média de audiência de 600 mil espectadores e o público acompanhou não só as partidas da INTZ, representante brasileiro, como dos demais times da elite do cenário profissional mundial”, diz Roberto Iervolino, Gerente Geral da Riot Games Brasil. Os fãs do jogo também acompanham as redes sociais e a cobertura da imprensa de eSports, demonstrando interesse pelo cenário internacional. “O Brasil apresenta não só equipes profissionais capazes de disputar campeonatos no exterior, como também uma torcida que vibra com as partidas entre as melhores equipes do mundo. Isso só reforça nossa crença e afirmação do esporte eletrônico como conteúdo relevante para o público”, completa o executivo.

Mais sobre as transmissões de League of Legends

Os fãs de eSports também poderão acompanhar a grande final por meio da Torcida LoL: uma série de eventos independentes espalhados pelo país que reúnem a comunidade de League of Legends durante partidas decisivas. Esse ano serão realizados 70 eventos com a expectativa de receber mais de 20 mil torcedores. Todos que comparecerem à Torcida LOL ganharão brindes e participarão de diversas atividades. Para mais detalhes e informações acesse o site do evento.

Riot Games Brasil cria os quadrinhos GGWP de League of Legends

League of Legends já conquistou o mundo dos games, agora chegou a vez de conquistar o universo dos quadrinhos. Sim, a Riot Games acaba de criar uma série de quadrinhos inspirados em seu famoso MOBA. Diferente do que se possa imaginar, a série de quadrinhos GGWP foi criada não para expandir o universo do jogo, mas sim para incentivar o comportamento positivo dos jogadores durante as partidas.

Os quadrinhos GGWP (Good Game Well Played) dão visibilidade aos jogadores que agirem de forma esportiva em partidas reais. Ainda de acordo com a Publisher, a ação foi colocada em prática com base em ideias vindas do fórum do game que coleta que incentiva os relatos sobre jogadores que agiram de forma positiva frente a situações de estresse durante a partida.

Outro evento do fórum voltado para celebrar o comportamento positivo durante os jogos é o “Quer umas dicas para melhorar seu comportamento?”, onde os jogadores explicam para os outros participantes as dificuldades que têm para lidar com a raiva ou a frustração dentro de League of Legends e a própria comunidade dá sugestões de como agir diante desses problemas.

Segundo Flávio Gerab, executivo da Riot Games Brasil, a intenção principal é tornar a experiência do jogo mais divertida para todos os envolvidos. “A cada três semanas lançamos novos quadrinhos e o roteiro deles é construído a partir de conversas reais que aconteceram em partidas de League of Legends, indicadas no nosso fórum, onde os participantes contam histórias de jogadores legais com quem jogaram recentemente”, explica.

O primeiro quadrinho publicado pela Riot Games foi “Nautilus e o Carrossel da Culpa”, que, a partir da experiência dos próprios jogadores, descreve o prejuízo que um time sofre em seu desempenho ao ficar procurando “um culpado” para os momentos em que a equipe comete erros e perde pontos na partida. A história mostra também a solução encontrada por um dos jogadores para finalizar a inútil discussão. “A Virada de Karma” foi o segundo quadrinho publicado, que mostrou a forma como uma jogadora conseguiu unir o time e dar início a uma amizade entre os membros após uma experiência de fracasso no início da partida, evitando a desistência da equipe.

Outra história transposta para os quadrinhos GGWP conta a experiência de Fair Play (jogo limpo) de um jogador que se recusou a atacar um oponente quando a conexão de internet deste havia caído. Na quarta edição da HQ a história ilustrada é contada por um jogador novato, que entrou em uma partida competitiva (ranqueada) por engano. O time, inicialmente frustrado, passou a apoiá-lo quando ele reconheceu que era novato e aceitou as sugestões que os outros membros de sua equipe lhe deram.

 “O retorno da comunidade a essa iniciativa tem sido bacana no sentido de fazer com que os leitores dos quadrinhos contem as próprias experiências que tiveram com jogadores com comportamento positivo, como isso os inspirou e como tornou aquelas partidas memoráveis”, acrescenta Gerab.

Para acessar os quadrinhos GGWP, basta acessar o site do game. Abaixo tem um trailer de League of Legends:

Riot Games está com vagas abertas em São Paulo

Oportunidade de trabalho em uma das maiores empresas do mundo para quem quer entrar na área de jogos eletrônicos. A Riot Games, empresa responsável pelo sucesso League of Legends, divulgou 15 vagas de emprego para seu escritório em São Paulo. As vagas são para as áreas de Artes, Comunidade, eSports, Experiência do Jogador, Gerenciamento de Projetos, Localização, Marketing, Relações Públicas, Produção de Vídeos, Suporte ao Jogador e Tecnologia da Informação (TI).

De acordo com o Gerente Geral da Riot Games, Roberto Iervolino, o mercado de games hoje oferece oportunidades para todos, desde posições de analista, coordenação a direção. “Buscamos identificar talentos que possam contribuir com os nossos esforços em promover a melhor experiência aos nossos fãs e jogadores”, comenta o executivo.

A Riot não divulgou salários ou benefícios, mas sabe-se que a empresa costuma oferecer oportunidades competitivas em relação ao mercado, além de uma bolsa anual para jogos. O objetivo é melhorar as capacidades de seus funcionários e perpetuar-se como uma das companhias ligadas aos jogos eletrônicos mais focada no jogador do mundo.

Como concorrer às vagas da Riot

Os interessados devem entrar no site da Riot e selecionar a cidade de São Paulo; após acessar a vaga de interesse, é preciso enviar uma carta de apresentação e currículo. Todas as oportunidades exigem o idioma inglês entre os níveis avançado e fluente. Após a seleção dos currículos, serão realizadas entrevistas para verificar a experiência e formação do candidato, além de avaliar se o perfil do profissional é compatível com a cultura da empresa.

Cinemark exibe ao vivo a final da 1ª etapa do CBLoL 2016

Quem um dia imaginaria que os videogames seriam tão populares a ponto de partidas serem transmitidas em salas de cinema? Pois é exatamente isso que vai ocorrer no próximo sábado (2 de abril) quando algumas salas da rede cinemática exibirão a final da primeira etapa  do Campeonato Brasileiro de League of Legends 2016 (o tradicional CBLoL). A exibição ocorre a partir das 12h, com transmissão em HD.

De acordo com a Riot, a transmissão será realizada em tempo real para 26 complexos da Rede Cinemark em 23 cidades brasileiras. Tal empreitada foi negociada pela FLIX Media, por meio da parceria firmada com a Cinelive. A final da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends acontecerá nos estúdios da Riot Games, em São Paulo. Os times Keyd Stars e INTZ se enfrentarão pelo primeiro lugar.

A equipe campeã do CBLoL leva o prêmio de R$ 15 mil e ainda garante vaga para disputar o International WildCard Invitational 2016 (IWCI) – evento que acontecerá pela primeira vez no país, em Curitiba. Os demais competidores também receberão prêmios em dinheiro. O CBLoL é considerado um dos mais importantes do cenário e-sports brasileiro. Quem não puder acompanhar as finais no cinema poderá assistir através de transmissão ao vivo pela internet.

Os cinemas que vão exibir as partidas são: Midway Mall (Natal); Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Eldorado (São Paulo); Plaza Shopping (Niterói); Shopping Campo Grande (Campo Grande); Mueller e ParkShopping Barigui (Curitiba); Shopping Vitória (Vitória); Floripa Shopping (Florianópolis); Praiamar Shopping (Santos); Colinas Shopping (São José dos Campos); Downtown (Rio de Janeiro); Pier 21 (Brasília); Iguatemi Campinas (Campinas); Novo Shopping (Ribeirão Preto); RioMar (Aracaju); Internacional Shopping (Guarulhos); BH Shopping (Belo Horizonte); Salvador Shopping (Salvador); Uberlândia Shopping (Uberlândia); Boulevard Londrina Shopping (Londrina); RioMar (Recife); Goiabeiras Shopping (Cuiabá); Flamboyant (Goiânia); e Bourbon Ipiranga (Porto Alegre).

Os ingressos podem ser adquiridos no site da Rede Cinemark ou nas bilheterias dos cinemas participantes, por R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). Os clientes que possuem o cartão Cinemark Mania ganham 50% de desconto na compra de um ingresso. Vale destacar que esta não é a primeira vez que o CBLoL é exibido nos cinemas: em 2015, a 1ª Etapa do CBLoL foi exibida em 19 complexos da Rede em 11 cidades, tendo 23 salas com lotação esgotada. Devido a este êxito, a Cinemark ampliou o circuito em 2016 para 28 cinemas espalhados por diversos estados.

Serviço Cinemark – 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL):

Data: 2 de abril
Horário: a partir das 12h (horário oficial de Brasília)
Classificação indicativa: livre

Complexos participantes:
Aracaju (SE)
Shopping RioMar – Rua Delmiro Gouveia s/nº
Belo Horizonte (MG)
BH Shopping – BR 356, 3.049
Brasília (DF)
Pier 21 – S.C.E. Sul, Trecho 2
Campinas (SP)
Iguatemi Campinas – Av. Iguatemi, 777
Campo Grande (MS)
Shopping Campo Grande – Av. Afonso Pena, 4909
Cuiabá (MT)
Goiabeiras Shopping – Av. José Monteiro de Figueiredo, 500

Curitiba (PR)
ParkShopping Barigui – Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 600
Shopping Mueller – Av. Candido de Abreu, 127

Florianópolis (SC)
Floripa Shopping – Rodovia Virgilio Várzea, 587

Goiânia (GO)
Flamboyant – Av. Jamel Cecilio, 3300
Guarulhos (SP)
Internacional Shopping Guarulhos – Rodovia Pres. Dutra, 397/650
Londrina (PR)
Boulevard Londrina Shopping – Av. Theodoro Victorelli, 150

Natal (RN)
Midway Mall Natal – Av. Bernardo Vieira, 3775

Niterói (RJ)
Plaza Shopping Niterói – Rua XV de Novembro, 8

Porto Alegre (RS)
Bourbon Ipiranga – Av. Ipiranga, 5.200

Rio de Janeiro (RJ)
Downtown – Av. das Américas,500
Ribeirão Preto (SP)
Novo Shopping – Av. Presidente Kennedy, 1500
Recife (PE)
RioMar – Av. República do Líbano, s/nº

Salvador (BA)
Salvador Shopping – Av. Tancredo Neves, 2.915

São José dos Campos (SP)
Colinas Shopping – Av. São João, 2.200
Santos (SP)
Praiamar Shopping – Rua Alexandre Martins, 80

São Paulo (SP)
Eldorado – Av. Rebouças, 3970
Metrô Santa Cruz – Rua Domingos de Morais, 2564
Metro Tatuapé – Rua Domingos de Agostin, 91

Uberlândia (MG)
Uberlândia Shopping – Av. Paulo Gracindo, 15

Vitória (ES)
Shopping Vitória –Av. Américo Buaiz, 200

XLG é a nova organizadora do Circuito Desafiante de LoL

Notícias interessantes para quem é fã de League of Legends: a Xtreme League (XLG) fechou uma parceria com a Riot, de modo que a XLG será a nova organizadora do circuito o principal torneio de acesso ao Campeonato Brasileiro de LoL (o CBLoL). Com a parceria, espera-se que a organização do Circuito Desafiante de League of Legends seja melhor e mais organizado.

Para quem não conhece, a XLG é uma liga de e-Sports organizada pelo BoaCompra, uma empresa ligada ao UOL. Outra novidade interessante é que a transmissão do torneio será feita com exclusividade pela Azubu, rede de entretenimento especializada em esportes eletrônicos. De acordo com a XLG, o Circuito Desafiante terá início no próximo dia 18 de janeiro e contará com seis times: 2Kill Gaming, Big Gods, Brave E-Sports, Estúdio XP, Keyd Warriors e Robot E-Sports, disputando um total de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) em dinheiro.

Os primeiros confrontos já foram definidos. O Circuito de LoL será dividido em dois splits, disputados no formato de pontos corridos. A primeira semana será marcada pelos seguintes confrontos:

 

– Segunda-feira (18/01) às 21:00:

– 2kill vs Big Gods

 

– Terça-feira (19/01) às 19:30:

– Estúdio XP vs Brave e-Sports

– Keyd Warriors vs Robot

 

O calendário completo do Circuito Desafiante de LoL está disponível no site da XLG. A transmissão ao vivo dos jogos será feita exclusivamente pela Azubu, no canal da XLG.

Abaixo tem o trailer de LoL:

 

 

Riot Games abre 20 vagas para São Paulo

A Riot Games, produtora por trás do sucesso League of Legends, anunciou a abertura de 20 vagas para seu escritório em São Paulo. As vagas são para especialistas em artes, business intelligence, desenvolvimento web, produção de vídeos, suporte ao jogador, tecnologia da  informação (TI), entre outros. Tais vagas são parte do plano de expansão da Riot na América Latina.

“Estamos em busca de profissionais que sejam apaixonados por jogos em geral e que possuam uma grande bagagem no mercado de trabalho” afirma Roberto Iervolino, Gerente Geral da Riot Games. “Nosso escritório já possui 63 funcionários inovadores, comprometidos com o objetivo de oferecer a melhor experiência a nossos jogadores”, completa.

A Riot Games oferece vários benefícios aos seus funcionários, tais como uma bolsa anual para jogos, de modo que o funcionário pode se especializar ainda mais no ramo da empresa. Em um ranking da revista Fortune, a Riot Games foi eleita a 13º melhor empresa para se trabalhar. Se você é profissional da área de jogos eletrônicos e está em busca de uma oportunidade em uma grande empresa, aí está a chance!

Como participar do processo seletivo da Riot Games

Para participar do processo seletivo, basta entrar no site da Riot e selecionar a cidade de São Paulo, selecionar a vaga de interesse e anexar uma carta de apresentação juntamente com o currículo. De acordo com a Riot Games, todas as vagas exigem o idioma inglês (entre nível avançado e fluente). Após análise de currículos, a empresa entrará em contato para agendar entrevistas.

Riot Games tem várias oportunidades de trabalho em níveis de liderança

A Riot Games acaba de anunciar dez vagas de emprego em níveis de liderança em seu escritório de São Paulo. A empresa por trás de League of Legends informa que as oportunidades são para as áreas de Comunidade, Eventos, Financeiro, Gerenciamento de Projetos, Recursos Humanos, Suporte ao Jogador e Tecnologia da Informação (TI).

“Procuramos profissionais que, além de contar com uma rica experiência de trabalho, possam agregar grande conhecimento à nossa equipe e sejam apaixonados por jogos em geral. Somente com uma equipe que tenha grande interesse pelos mais variados títulos podemos ter ideias inovadoras, com o objetivo de oferecer a melhor experiência a nossos jogadores”, afirma Roberto Iervolino, Gerente Geral da Riot Games no Brasil.

Além de salário compatível com a função, a Riot ainda oferece benefícios aos seus funcionários e uma bolsa anual para jogos. Esta bolsa é parte dos esforços da empresa em se tornar a companhia mais focada no jogador do mundo. Além dessas vagas em níveis de liderança, a empresa divulgou ainda que também conta com outras 11 vagas em outras áreas como Artes, Desenvolvimento Web, Eventos, Financeiro, Marketing, Produção de Vídeos, Recursos Humanos e Suporte ao Jogador.

Quem almeja trabalhar na Riot deve entrar no site e selecionar a cidade de São Paulo; após acessar a vaga de interesse, é preciso anexar uma carta de apresentação e currículo. Vale destacar que todas as oportunidades exigem o idioma inglês entre os níveis avançado e fluente. Após a seleção dos currículos, serão realizadas entrevistas para verificar a experiência do candidato, além de avaliar se o perfil do profissional é compatível com a cultura da empresa.

Os candidatos selecionados terão muita sorte, pois além de realizar o sonho de trabalhar em uma empresa de games, ainda vai trabalhar em uma das melhores empresas para se trabalhar no mundo. Quem diz isso é a revista Fortune, que elegeu a Riot como a 13º entre as 100 melhores empresas para se trabalhar na edição de março de 2015. Além disso, em junho, a empresa ficou com a 21ª colocação no ranking das 100 Melhores Empresas para se Trabalhar para a Geração do Milênio, realizado pela mesma revista.

Riot Games em Santa Mônica, Califórnia

Behive anuncia jogadores que integram novos times profissionais

Após um processo que perdurou meses, a Behive enfim anunciou os jogadores que passam a integrar os dois times profissionais que disputarão torneios de League of Legends pela startup. O processo iniciado no início do ano reuniu mais de mil candidatos em busca do sonho de ser um jogador profissional de LoL, sendo treinado e remunerado como se fosse um emprego convencional.

Os dez cyberatletas escolhidos são Adailton Mota, Anna Carolina Aurili, Bruno Di Franco, Daniel Lontra, Derick Lima, Fábio Coda, Gabriel Leite, Livia Rodrigues, Raphaela Laet e Ruan Ramos. Estes jovens foram escolhidos após analise de habilidades e comportamental como se fosse um processo seletivo rotineiro de RH, afinal a Behive pretende levar a estrutura empresarial e gestão profissional para os e-Sports.

“Foi uma seleção com alto nível de competidores. Para a decisão final, levamos em consideração a possibilidade de desenvolvimento de cada jogador, análise comportamental da equipe composta e habilidades de jogo”, disse Miriam Tsugawa, a master coach da Behive e coidealizadora do projeto. “Não queríamos jogadores prontos, mas sim jogadores que permitissem uma interação e uma dinâmica com respeito e competitividade e com um potencial de vitória dentro de uma organização em conjunto e em equipe”, completou.

O processo de escolha foi bastante criterioso e na última etapa restaram apenas 60 candidatos no chamado tryout. Esses passaram por uma bateria de testes psicológicos e físicos, além de entrevistas pessoais. Os dez selecionados começam a ‘trabalhar’ em 2015 em locais e horários a serem definidos pela Behive. Inicialmente, os dez jogadores irão compor dois times de LoL e a expectativa é que, em 2015, disputem o Campeonato Brasileiro de League of Legends e, em 2016, vençam alguma competição.

Se o projeto da Behive for bem sucedido, espera-se que outras empresas adotem o formato empresarial para formar times profissionais, afinal as competições de e-Sports movimentam milhões de dólares ao redor do mundo.