Arquivo da tag: lançamento

Jovens brasileiros podem aprender física brincando com educativo Ludwig

ludwig03

Física é provavelmente uma das disciplinas mais difíceis de estudar desde os tempos de colégio, porém há uma maneira bem interativa e simples de se aprender: basta jogar o novo game do estúdio Ovos chamado Ludwig.

Para explicar como você vai aprender qualquer coisa com este jogo, vamos ao princípio; você controla um robô de pesquisa chamado Ludwig que veio de outro planeta e chega à Terra para descobrir sobre tecnologias humanas, leis da física e como encontrar fontes de energia renováveis para voltar ao seu planeta de origem. Em outras palavras, durante a pesquisa, o simpático robô acaba aprendendo muito sobre as ciências deste planeta.

Ludwig acaba mostrando de maneira educativa um pouco de ciência, física e tecnologia para os jogadores mais jovens. E não é por menos: a produtora Ovos é uma companhia europeia empenhada na criação de Serious Games. O lançamento no Brasil é cortesia do Uol Boa Compra, que providenciou a monetização do produto.

Para ensinar com efetividade, o time de criação resolveu fazer diferente do que se vê em outros jogos educativos por aí, ou seja, a jogabilidade educativa foi incorporada diretamente na trama do game, sem diferenciar o ato de brincar, aprender ou elementos de avaliação para manter os jogadores envolvidos em todo o processo.

Ludwig é mais um progresso na rota de discussões na relação entre educação, cultura e novas mídias”, disse Schwartz, diretor da Games for Change da América Latina e Professor na Universidade de São Paulo.

A ideia é que Ludwig torne-se uma ferramenta nas salas de aula, maximizando a experiência de estudo. Afinal de contas, Ludwig é um dos jogos que detém o apoio da organização Games for Change. O game chega ao Brasil credenciado como um dos mais relevantes Serious Games já criados graças a prêmios que conquistou ao longo de dois anos para sua categoria, tais qual o German Developer Award, o World Didac Award 2012, o World Summit Award 2013, entre outros.

Estamos orgulhosos em entrar para esse novo mercado de jogos educacionais com um produto tão premiado na Europa”, comemorou Christian Ribeiro, CEO e Fundador do UOL BoaCompra. De acordo com o executivo, a parceira do Uol BoaCompra com a Universidade de São Paulo vai permitir que  Ludwig possa ser distribuído do jogo nas salas de aula de todo o país. Então só resta esperar.

Abaixo o vídeo do game:

Ludic Side, nova dev brasileira lança seu primeiro jogo – Freeze the Way

banner-freeze-the-way

Marque o nome Freeze the Way, pois este é o primeiro game da recém criada desenvolvedora brasileira Ludic Side, cujo foco são os games para dispositivos móveis e web.  A desenvolvedora é sucessora espiritual da antiga “Cube Factory Game Studio”, criadora do sucesso C-Bot Puzzle, que já deu as caras aqui no GameReporter. A Cube Factory acabou fechando as portas, porém os desenvolvedores mantiveram o espiríto empreendedor.

O primeiro game dessa nova desenvolvedora é Freeze the Way, um título que almeja desafiar a memória dos jogadores com quatro modos de jogo. Apesar de ser um puzzle, o game tem um roteiro que remete aos RPGs. Na trama, o Mago Alex Snow nota que o vulcão próximo ao seu vilarejo está entrando em erupção e para evitar uma catástrofe ele ruma em direção à cratera do vulcão para congelar seu núcleo.

O primeiro desses modos de jogo é o “Aventura”, que coloca o jogador para percorrer um caminho e decorá-lo. Na sequência o jogador deve repetir o mesmo caminho, porém se errar o percurso terá de voltar desde o início.

O outro modo de jogo é o “Tempo”, que é parecido com o descrito anteriormente. A diferença é que há um contador de tempo para dificultar as coisas. Neste modo, o jogador precisa apenas decorar a sequência de 10 casas, pois há checkpoints em determinados locais. Neste modo ainda é possível realizar combos que afetam o multiplicador do tempo recebido.

Já o modo “Random” torna a jogatina muito mais difícil e imprevisível, pois a cada vez que o jogador erra, o caminho é redefinido. Este modo é indicado para os jogadores mais atentos.

No modo “Genius” o desafio é um pouco mais simples, bastando o jogador repetir uma sequência de casas que é mostrada. Com esses variados modos, a produtora espera agradar variados tipos de jogadores. Como se não bastasse, Freeze the Way conta com as famosas “conquistas” e premiações para quem encara o modo “random”.

O título estará disponível gratuitamente em breve para as plataformas iOS e Android. Mas enquanto isso não ocorre, vamos conferir o trailer do game abaixo:

 

Organização Global Gaming Ititiative lança Sidekick Cycle para iOS

hero1_bg

Uma nova produtora de games acaba de nascer e, aparentemente, cheia de boas intenções! A Global Gaming Initiative é uma produtora americana dedicada a jogos móveis e também à causas sociais. Pelo menos assim está sendo com o lançamento do jogo Sidekick Cycle para iOS, pois este reverterá metade de seus lucros para áreas de pobreza da África.

O game é o primeiro da produtora novata e, de acordo com os produtores, a cada 387 downloads, a empresa comprará uma bicicleta para uma criança em uma comunidade empobrecida (ainda não divulgada). O game em si é de corrida para ciclistas downhill, onde os jogadores correm em cerca de 30 pistas na África e América do Norte para chegar ao pódio. Para vencer as corridas é necessário habilidade e coragem para vencer e fazer manobras, pois as pistas não são moleza.

Para ajudar na corrida, existem criaturas chamadas sidekicks que possuem cada qual sua habilidade especial, permitindo que o jogador bole táticas para vencer. Ou seja, no modo multiplayer as partidas ficam ainda mais concorridas. Além disso, os jogadores podem personalizar avatares e veículos.

O game foi desenvolvido pela It Matters Games da Alemanha e está disponível na App Store pelo preço de US$ 0,99. De acordo com a companhia, uma versão para Android será lançada em breve. O interessante é que a Global Gaming Initiative irá dispor de 50% dos lucros do jogo para a World Bicycle Relief, uma organização que já doou cerca de 120 mil bicicletas para estudantes, vítimas de catástrofes e profissionais de assistência médica na África desde 2005. Ou seja, é uma iniciativa que fará a diferença para milhares de pessoas carentes.

Ao combinar a velocidade e a adrenalina das corridas de downhill com um design inovador, criado especificamente para incentivar microdoações, o Sidekick Cycle ajuda todos os jogadores a causarem um impacto nas vidas dos outros de forma agradável“, disse Elizabeth Sarquis, CEO e fundadora da GGI. “Não somos simplesmente uma produtora de jogos, somos uma empresa que gosta de oferecer, e o dia de hoje marca o início desse sonho. Trata-se de “criar mudanças com o nosso bolso“.

Abaixo você confere o trailer do game:

Beemoov lança Amor Doce para Android e iOS

Castiel 3

Após conquistar mais de 1 milhão de jogadores, a produtora Beemoov resolver trazer o jogo Doce Amor para o universo dos tablets e smartphones. Para quem não conhece, trata-se de um otome game, em que o objetivo é conquistar uma das garotas do game e viver uma bela história de amor. De acordo com a produtora, o game mantém as características da versão de PC, mantendo o clima de romance de paquera virtual.

Na trama, acompanhamos a história de uma estudante recém-chegada na escola Sweet Amoris. No novo ambiente escolar, a jovem conhece diferentes rapazes e é conhecendo-os que ela deve escolher o melhor partido e marcar um encontro. O desafio é escolher quem é o par mais apropriado, pois esses garotos têm suas próprias características e personalidades. No decorrer do jogo, vai-se descobrindo mais sobre o paquera favorito e quais situações e frases mais o agradam.

O game é voltado especialmente para as garotas e é inspirado em nos típicos games japoneses para otomes, conforme fica evidenciado com o character design e no foco voltado para as aventuras sentimentais de uma garota. Em outras palavras, esqueça ação e combates. O game envolve muitos diálogos e personalização de avatar, comprando roupas e mudando roupas e o cabelo.

Amor Doce para móbiles está disponível gratuitamente através do Google Play e da App Store. Após o download, o usuário escolhe se pretende criar uma conta ou logar-se na que já possui da versão web.

Confira abaixo o vídeo do game:

Sam Fisher está de volta em Tom Clancy’s Splinter Cell Blacklist

Splinter-Cell-Blacklist-video-demonstrates-Non-lethal-Takedowns

Um dos maiores lançamentos do ano acaba de chegar ao mercado nacional: Splinter Cell Blacklist já pode ser encontrado nas lojas com versões para Playstation 3, Xbox 360 e WiiU por R$ 179,90. Para a chegada no mercado nacional a gigante da França, Ubisoft, tratou deixar o game mais acessível para os brasileiros com legenda e dublagem em português.

Na trama, Sam Fischer, o agente mais soturno dos games, aceita uma missão muito desafiadora: caçar o líder da Blacklist, uma organização terrorista que está por trás de uma série de ataques que afetam interesses americanos. A partir desse plot o agente Fischer vai passar por várias situações de risco, onde deve mostrar sua habilidade e inteligência.

O título é o primeiro game produzido pelo estúdio de Toronto, que garante que este é o game mais ambicioso da franquia. Para tal, a desenvolvedora aposta em inovação, mas sem esquecer elementos que fizeram sucesso no passado. “Splinter Cell Blacklist mantém a tradição de levar a franquia a outro patamar e apresenta novo conteúdo, enredo imersivo e o retorno do famoso modo multiplayer Spies vs. Mercs,” disse Tony Key, vice-presidente de vendas e marketing da Ubisoft.

Além desse modo e da campanha single player, Blacklist introduz o modo Spies vs Mercs Blacklist, que permite que até oito jogadores atuem ao mesmo tempo em times de quatro pessoas. A idéia da Ubisoft é de transforma Splinter Cell em uma febre nas redes online dos consoles. Os jogadores podem variar em três maneiras para cumprir as missões: Ghost, Panther e Assault. No primeiro o jogador avança como um fantasma sem ser visto e sem usar habilidades letais; no segundo há o avanço progressivo e mortal; e o último é para os jogadores mais corajosos que não se importam de ser vistos e usar ataques letais.

Blacklist é o retorno da franquia aos consoles de mesa com uma aventura inédita após um hiato de 3 anos desde o lançamento de Splinter Cell Conviction para Xbox 360 em 2010. Quem curte games de stealth sabe que essa é um dos melhores games do gênero. Resta saber se a recepção da crítica e público serão compatíveis com o hype.

Confira o trailer do game:

 

Parceria entre Hasbro e Ubisoft traz famosos jogos de tabuleiro para os consoles

jogos de tabuleiro

Quem não conhece os clássicos jogos de tabuleiro como Monopoly, Scrabble, Risk, Battleship, Cranium e Trivial Pursuit? Esses jogos são muito populares e são jogados ainda hoje por famílias e amigos em todo o mundo. Por isso, a Hasbro e a Ubisoft decidiram levar tais jogos para as telas dos jogadores. Sim, os jogos citados ganharão versões para os consoles atuais e os de próxima geração.

Poucos detalhes foram revelados sobre as versões digitais desses jogos de tabuleiro, porém já dá para imaginar que eles devem ter variados modos multiplayer e gráficos bem definidos. Os games serão desenvolvidos e publicados pela Ubisoft tanto para Xbox 360, PS3 e Wii, quanto para os vindouros consoles de nova geração (Xbox One e PS4).

A Hasbro faz jogos que todos nós conhecemos e amamos, e estamos entusiasmados em trabalhar  para criar games baseados em algumas de suas marcas mais populares“, disseram Geoffroy Sardin e Tony Key, diretor e vice-presidente sênior de vendas e marketing da Ubisoft, respectivamente.

Será que os jogadores irão preferir a versão digital ou irão continuar com suas versões de tabuleiro?

Tectoy lança novos modelos de tablets de baixo custo no Brasil

TecToy

A Tectoy anunciou há cerca de uma semana dois novos tablets no mercado nacional, prometendo alta performance e preços atraentes. Batizados de Acqua TT-1710 e Octopus TT-2800, os gadgets custam R$ 349 e R$ 549, respectivamente. De acordo com a empresa, os gadgets agregam alta performance e um custo atraente para quem procura seu primeiro tablete. De acordo com a lendária fabricante , ambos os modelos possuem o Android 4.1 como OS, além de serem equipados com Wi-fi, Bluetooth e suporte a modem 3G.

A intenção da Tectoy foi de criar aparelhos capazes de navegar pela internet com bom desempenho. O Octopus, por exemplo, tem processador Dual Core de 1.5Ghz e tela de 8” com resolução de 1024×768 pixels e memória interna de 8GB, que pode ser expandida para até 32GB.

O aparelho conta ainda com duas câmeras (uma frontal e outra traseira). Já o Acqua tem uma tela de 7”, processador de 1.0Ghz, resolução de tela de 800×480 pixels e memória interna de 4G, que a exemplo de seu irmão mais parrudo, pode ser estendida para 32GB com cartão Micro SD.

Assim como o Octopus, este modelo possui também conexões para fone de ouvido, SD Card, USB e HDMI, que permite ligar o aparelho a TVs de LCD. “Acompanhamos a evolução do mercado de tablets e acreditamos que esse item tende a se tornar cada vez mais presente na vida das pessoas. Nossa linha de produtos conta com modelos para diferentes perfis e procuramos sempre garantir o melhor custo-benefício para todos os nossos consumidores”, disse Sergio Bastos, CEO da Tectoy.

Ambos os tablets são fabricados em Manaus e podem ser encontrados nas principais lojas do país. Se você gosta de games e jogar em tablets, talvez algum desses lançamentos possa ser o que você procura. Confira abaixo as especificações técnicas de cada um deles.

Octopus TT-2800

  • Processador dual-core de 1,5 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Tela de oito polegadas, resolução 1024 x 768;
  • 8 GB de armazenamento, expansível por cartão micro SD;
  • Câmera traseira de 2 MP e frontal de 0,3 MP.

Acqua TT-1710

  • Processador núcleo simples de 1 GHz;
  • 1 GB de memória RAM;
  • Tela de sete polegadas, resolução 800 x 480;
  • 4 GB de armazenamento, expansível por cartão micro SD;
  • Câmera frontal de 0,3 MP.

Para mais informações visite o site da Tectoy: www.tectoy.com.br.

Novo jogo da Give me Five chama-se Past Memories, um runner cheio de estilo para mobile

Past Memories

A produtora indie brasileira Give me Five acabou de lançar um novo jogo para iOS e Android intitulado Past Memories, um runner que, diferente da maioria, tem o foco voltado na atmosfera e no enredo que é ricamente contado através dos cenários do jogo.

Você deve ajudar uma mulher a relembrar episódios conturbados de sua vida através de sonhos e memórias esquecidas, passando por passagens importantes de sua vida, mas que por alguma razão ficaram distorcidas. Ao longo dos cenários o jogador terá de passar por muitos inimigos e obstáculos, porém ao invés de lutar só é possível fugir das criaturas.

Past Memories é a primeira propriedade intelectual da Give me Five e queríamos fazer algo que significasse essa realização”, diz Roberto Guedes, Diretor Geral da produtora indie.

Nesta corrida pela sobrevivência, a jovem contará com o auxílio de recursos como variados itens e uma bem-vinda troca de dimensões. De acordo com a produtora, o game foi criado a partir de ideias dos próprios desenvolvedores que queriam que o jogador experimentasse um game simples, porém divertido e inteligente. O interessante é que o time de criação aboliu cutscenes, ao invés disso, a história é contada através dos cenários. Deste modo a narrativa do game torna-se muito diferente do habitual.

A ambientação em geral é bem sombria, utilizando de forma inteligente as cores preto, branco e cinza. A princípio o uso da silhueta da personagem e a escolha de cenários escuros faz lembrar o excelente game Limbo, da Playdead.

Past Memories foi lançado para as plataformas iPhone, iPod Touch e celulares Android por US$ 0.99, para acessar o jogo basta ir até a App Store ou no Google Play. O game destaca-se também por ser o principal projeto da Give me Five desde maio de 2012, lembrando que a produtora é responsável por jogos de sucesso como “Dilma Adventure” (2010) e “Jogo Justo na Ilha dos Impostos” (2011).

Abaixo você confere o trailer do game Past Memories:

Soul Gambler: jogo brasileiro baseado em Fausto já está disponível

Soul Gambler

A data de hoje (30/07/2013) marca o lançamento do no novo projeto da desenvolvedora brasileira MGaia Studio. O game chamado Soul Gambler é do gênero Adventure/RPG e já pode ser encontrado através das plataformas Web, PCs, Mac e Linux. O grande destaque do jogo é que ele foi financiado através do site de crowdfunding Kickstarter, tendo alcançado suas metas graças a sua ambientação. O projeto foi anunciado no site em janeiro de 2013 e conseguiu levantar US$ 5.831,00 em 30 dias.

Soul Gambler foi inspirado na peça trágica “Fausto”, de Goethe. Na releitura, os jogadores encontram uma estética muito comum aos quadrinhos modernos, ou seja, ele foi concebido como uma história de quadrinhos interativa. O jogador encarna Fausto, um jovem contador que está se preparando para mais um dia de trabalho quando recebe uma proposta tentadora: vender sua alma em troca da realização de seus sonhos. A partir daí o jogador decide como vai utilizar seus desejos para ter uma vida mais feliz.

A história de Fausto é uma das mais conhecidas em todo o mundo e já inspirou diversas adaptações como o filme dirigido por Aleksandr Sokurov, um musical de Randy Newman, além de pequenas referências como o anime Puella Magi Madoka Magika e no filme The Imaginarium of Doctor Parnassus estrelado por Heath Ledger, e, é claro, o clássico episódio do Chapolin Colorado.

O game ficou sete meses no forno e foi um dos primeiros projetos brasileiros a ter sucesso no site Kickstarter. “A indústria de games independentes no Brasil acaba de nascer”, comemorou Túlio Soria, fundador do MGaia Studio. Todos os recursos obtidos com a campanha foram utilizados exclusivamente na produção do jogo. “O financiamento coletivo é uma grande oportunidade para empreendedores digitais explorarem mercados de nicho e financiarem seus próprios projetos“, disse Soria.

De acordo com a desenvolvedora, o game terá versões para iOS e Android até o final de agosto. Então os utilizadores de plataformas mobile precisam esperar mais um pouco.

Abaixo você confere o trailer de Soul Gambler:

InnoGames lança versões de Grepolis para Android e iOS

Grepolis

A Innogames lançou há pouco tempo a versão para iOS e Android de Grepolis, um de seus projetos mais bem sucedidos das redes sociais. A versão lançada para os smartphones é light, ou seja, conta apenas com as funções essenciais do jogo. A intenção com este lançamento é competir no mercado mobile.

Para quem não conhece, Grepolis é um game de estratégia ambientado na Grécia antiga. Nele, os jogadores devem construir uma grande metrópole e formar um exército poderoso para conquistar todos os territórios possíveis. Para isso vale tudo, até mesmo unir-se com outros jogadores. Vale lembrar que o jogo já conta com mais de 20 milhões de usuários e está disponível em 22 idiomas.

Todas as características que fazem parte do jogo online também serão encontradas nesta plataforma móvel. É fundamental mantermos o jogo atraente e organizado, tendo em vista a conquista de novos públicos”, disse Sebastian Seeber, gerente de produtos da Innogames.

Para jogar nos dispositivos móveis, basta baixar o aplicativo gratuitamente no Google Play ou no App Store. Além de Grepolis, a Innogames, empresa sediada em Hamburgo, Alemanha, conta em seu portfólio com outros games de sucesso, como  Tribal WarsForge of Empires e The West.

Abaixo você confere o trailer de Grepolis: