Arquivo da tag: lançamento

The Great Prank War da Aquiris Game Studio está na seleção do Melhor de 2014 da App Store

Mais um motivo de orgulho para os desenvolvedores do Brasil: o jogo The Great Prank War está na seleção dos Melhores de 2014 da App Store. O game foi desenvolvido pela Aquiris Game Studio de Porto Alegre e é fruto de uma parceria com a Cartoon Network baseado no desenho animado “Apenas um Show”.

O jogo é do gênero Tower Defense Tug of War e retrata a turma do desenho em uma batalha pelo parquinho que foi tomado pelo vilão Gene. O game já é sucesso de público e crítica e, inclusive, na ocasião do lançamento foi um dos aplicativos mais baixados na América Latina na plataforma iPad.

“A Aquiris está extremamente orgulhosa de ter “The Great Prank War” na lista “O Melhor de 2014 da App Store”. Chancela o trabalho de nível global que estamos fazendo aqui no Brasil”, explica Sandro Manfredini, Diretor de Negócios do estúdio.

Como se não bastasse, outro game da Aquiris também conquistou o sucesso de público: Copa Toon está entre os 50 apps mais baixados do ano e, na ocasião de seu lançamento, foi o game mais baixado na América Latina para a plataforma iPad.

Abaixo está o trailer de The Great Prank War:

Blizzard lança Hearthstone para tablets Android

Após muitos pedidos dos fãs, enfim a Blizzard começa a lançar o elogiado jogo de cards Hearthstone: Heroes of Warcraft para os tablets Android. A princípio, a empresa começa a distribuir o jogo pelo Google Play no Canadá, Austrália e Nova Zelândia, mas ao longo dos próximos dias o game será lançado no resto do mundo. O lançamento mundial será feiro no Google Play e também na Amazon App Store para Android. De acordo com a publisher, o game tem jogabilidade ideal para tablets e por isso a possibilidade de sucesso é grande.

“Nos esforçamos bastante para que os jogadores tivessem uma ótima experiência em uma ampla gama de dispositivos Android”, disse Mike Morhaime, CEO e cofundador da Blizzard Entertainment. “Estamos empolgados para acolher os jogadores Android na comunidade Hearthstone e mal podemos esperar para levar o jogo no futuro a outras plataformas móveis, inclusive celulares.”

Com este lançamento para o mercado mobile, a Blizzard espera popularizar ainda mais seu card game. No jogo, os gamers entram em duelos de cartas que utilizam toda a mitologia de World of Warcraft. Devem-se montar decks e encarar outros usuários em partidas online a fim de conquistar a supremacia do ranking online e testar as habilidades. Os confrontos são estratégicos e demandam muito da perícia e habilidade dos jogadores.

Os jogadores de Hearthstone usando tablets Android têm acesso a todos os recursos e conteúdos empolgantes disponíveis nas versões Windows, Mac e iPad do jogo, de acordo com a Blizzard. O recente pacote que foi lançado (Goblins vs. Gnomos), que traz cerca de 120 novas cartas também podem ser utilizadas pelos usuários dos tablets.

Abaixo está o trailer do game Hearthstone:

Avermedia lança placa de captura voltada aos gamers

A fabricante de equipamentos multimídia Avermedia acaba de lançar sua mais nova placa de captura voltada para o mercado de jogos eletrônicos, a Live Gamer HD. A placa é capaz de gravar as partidas em qualidade de até 1080p sem sobrecarregar a CPU ou travar o PC, de acordo com a Avermedia.

Além de gravar em qualidade Full HD, a fabricante informa que os jogadores podem fazer o streaming de suas partidas com comentários simultâneos graças ao programa RECentral, que vêm incluso na caixa com a placa. Para isso, basta ligar o microfone do PC e habilitar a opção de gravação.

O software, aliás, é uma das partes mais importantes do pacote, pois ele também permite gravar com taxa de transferência de bits, ou bitrate, de 60.000 kbps. Além disso, o programa oferece configurações amigáveis para fazer streaming com integração rápida às principais plataformas de transmissão como Twitch e Ustream. Além disso, o equipamento é compatível com o XSplit Broadcaster.

A edição do material gravado também é facilitado pelo codificador on-board H.264, que salva o arquivo em um formato mais leve, a fim de realizar a manipulação na hora de montar os vídeos que também podem ser compartilhados no AVerMedia Club. Este site possibilita ainda testar os produtos mais recentes da empresa e participar de promoções exclusivas.

A intenção da Avermedia é que a Live Gamer HD seja referência no mercado de placas de captura, concorrendo com outras fabricantes como a Encore e Pixelview. A disputa será acirrada.

Mobogenie: nova loja de aplicativos chega ao Brasil

O Google Play e a App Store têm um novo concorrente no Brasil: trata-se do Mobogenie , uma nova loja de aplicativos que conta em seu acervo mais de 200 mil jogos gratuitos, além de vídeos, músicas, livros, quadrinhos etc. O foco da loja são os jogos eletrônicos e o jogador encontra diversos games de sucesso como Minecraft, GTA Vice City, The Walking Dead, entre outros.

Tal qual a App Store, a Mobogenie apresenta sugestões ao usuário que estiver procurando novos apps, tais como “jogos para a família”, “mais buscados”, “sexta casual”, entre outros. A loja está chegando ao Brasil agora, mas já está presente em cerca de 250 países, contando mais de 60 milhões de downloads feitos pelos usuários.

De acordo com os responsáveis, a loja possui um dos maiores acervos digitais do mundo, sendo que vários títulos AAA são gratuitos. Para instalar o app da loja é necessário ter a versão Android 2.3 no smartphone. O download do aplicativo é gratuito. Mais informações podem ser obtidas no site da Mobogenie.

Trailer oficial da Mobogenie:

Gazeus Games lança Gin Rummy para usuários de iPad

A Gazeus Games, estúdio voltado ao desenvolvimento de jogos mobile, acabou de lançar um game de cartas para iPad chamado Gin Rummy. Trata-se de um jogo bastante conhecido por fãs de carteado, cujo objetivo é atingir 100 pontos. Este não é o primeiro game da Gazeus voltado ao carteado: em seu portfólio tem Tranca, Truco, Poker etc.

Gin Rummy foi lançado gratuitamente e sua jogabilidade consiste em fazer os cem pontos, porém isto não garante a vitória durante as rodadas, pois o vencedor do jogo é definido com base no placar final, que leva em consideração alguns bônus.

O game é jogado com dois participantes e as cartas podem ser combinadas em sequências do mesmo naipe ou várias do mesmo valor, algo que lembra vagamente o Uno. Qualquer das combinações necessita de no mínimo três cartas. As cartas não utilizadas para formar as combinações são consideradas deadwoods. O jogador pode bater quando seu deadwood for igual ou inferior a 10 cartas.

Há três formas de finalizar a partida, sendo elas o Gin, Big Gin e Bater. Além disso, vale dizer que existem jogadas que fazem o jogador ganhar ou perder pontos. Todas as regras são explicadas no próprio game, a fim de agregar os jogadores de primeira viagem. Existem três níveis de dificuldade: fácil, médio e difícil.

Gin Rummy permite que o jogador convide seus amigos do Facebook para competições e ter acesso às estatísticas, que estão organizadas e detalhadas por nível de dificuldade. O usuário ainda tem regalias de customização, como a opção de escolher a velocidade da animação e a cor das cartas e do fundo de mesa; além de ligar e desligar o som. Finalmente, quando a partida termina, o resultado pode ser compartilhado no Facebook.

O game já está disponível gratuitamente na App Store e é um dos jogos de carta que prometem àquela diversão casual.

Paraíso dos Doces: novo puzzle para smartphones da Gameloft

O mais novo game da Gameloft é um título de puzzle chamado Paraíso dos Doces. O game está disponível para smartphones iPhone, iPad, iPad Touch, Android, Windows Phone 8 e Windows 8! O game é gratuito e coloca o jogador no controle de Hannah, uma chefa especializada em doces que deve impedir o vilão Moelleux de disseminar o mundo com suas tortas de lama e brigadeiros enlatados.

O game se passa em um universo fictício e a grande sacada é vencer Moelleux e seus capangas em concursos de chef. A dinâmica e os desafios se dão através de combinações de “peças” mesclado com um sistema de turnos. O jogador pode mover os doces em qualquer direção (inclusive na diagonal), de modo que o game passa a ser de reflexos e estratégia. A jogabilidade é simples e lembra jogos como Candy Crush e Bubble Poke.

Paraíso dos Doces já está disponível na App Store, Google Play e Windows Store. Além do modo principal, há desafios extras como eventos diários, fazer bolos, servir clientes etc. Por fim, o game tem um feeling social, permitindo que o jogador desafie amigos pela supremacia do ranking ou desbloqueie novos mapas com a ajuda dos amigos.

Assista ao trailer de Paraíso dos Doces:

Balloon: game relembra a geração 16 bits

O game Balloon é um puzzle de aventura clássico lançado recentemente para iOS pelo desenvolvedor indie Rodrigo “Odig” Campos, que remete aos visuais clássicos de jogos clássicos da geração 16 bits.

O jogador toma o controle de Balloon, um caçador de tesouros que vê seu ouro ser roubado por seu irmão gêmeo Loon. O tesouro é de origem pirata e cabe ao herói e seu amigo Moonkey recuperar o tesouro pedido.

O game possui 90 fases divididas em seis mundos recheados de referencias de jogos dos anos 80 e 90. Durante as fases o jogador deve utilizar as mais variadas habilidades e poderes especiais que Balloon coleta em sua progressão.

O game tem toda uma história desenvolvida que explica as motivações dos personagens e como o protagonista Baloon tornou-se um caçador de tesouros habilidoso, mas com problemas para controlar seu vício em bebida e como seu irmão era ambicioso e planejava roubar o desejado tesouro. Ainda que a jogabilidade seja simplificada, o game não é e a trama promete bastante diversão.

A trilha sonora do jogo conta com 19 músicas composta pelo músico André Colares e os visuais do game assemelham-se vagamente Twinbee e a outros games de plataforma da era SNES. Baloon está disponível para download através da App Store pelo preço de US$ 1,99.

Abaixo está o trailer do game Balloon:

Tratamento de Choque: jogo indie relembra truculência nas manifestações de 2013

Quem não se lembra das manifestações populares ocorridas em 2013, quando o povo saiu às ruas para protestar contra o aumento das passagens de ônibus, pedindo melhorias nos serviços públicos e investigação efetiva das denúncias de corrupção? Foram dias turbulentos que até ameaçaram a execução da Copa do Mundo em nosso país.

Infelizmente parece que a maioria da população esqueceu-se do que estava em pauta na ocasião e da mesma maneira surpreendente com que os protestos tiveram início, eles foram interrompidos. Uma das poucas pessoas que ainda guarda recordação daqueles dias é o desenvolvedor Éder Cardoso, do Ceará, que decidiu relembrar àqueles dias em formato de game.

Tratamento de Choque é o primeiro game desenvolvido por Éder e ele retrata de maneira irônica e escrachada a maneira com que a polícia tentava conter os manifestantes. A truculência de alguns policiais, inclusive, repercutiu negativamente pela mídia de todo o país.

O jogo é bastante simples: você controla um soldado do Choque que é destacado para “sentar o cacete” nos arruaceiros que estão fazendo baderna. Suas armas para manter a ordem são o cacetete e o spray de pimenta. O objetivo é agredir o maior número de pessoas que encontrar no caminho, sejam elas manifestantes pacíficos, Black blocks, zumbis, velhinhas, curiosos etc. Se não sair batendo nas pessoas, o comandante manda mensagens desmotivadoras do tipo “nunca vi alguém tão mole”. Por outro lado, se você destruir veículos na rua, seu comandante elogia seu comportamento enaltecendo que posteriormente poderão culpar os manifestantes.

O game tem uma veia cômica e tem uma jogabilidade que lembra os beat ‘em ups, porém mais simplicado para o manuseio na tela de toque. Basta andar e bater. Os cenários e os personagens são bastante simples também. Tratamento de choque tem todo o viés de criticar o poder do estado e a truculência de alguns policiais que estavam trabalhando nas manifestações.

O título é gratuito e está disponível para web-browser e dispositivos Android.

Mundo Canibal Apocalipse é lançado para PCs

Após um tempo em desenvolvimento, por fim o pessoal do Mundo Canibal lançou seu próprio game. O jogo foi desenvolvido em parceria entre a IzyPlay e o estúdio Hoplon. O game relembra clássicos beat ‘em up como Battletoads, Final Fight, Double Dragon, entre outros. Ele possui uma abordagem violenta, cheia de sarcasmo e não tem pudor algum a fim de promover uma limpeza social.

Mantendo a marca registrada do Mundo Canibal, o jogo tem alto teor humorístico traz diversas referências a políticos, filmes, quadrinhos e celebridades. O jogo é um prato cheio para quem curte humor negro e “zoeira”. Há piadas envolvendo funkeiros, gordos, marombeiros, otakus e tudo o mais.

Na trama, Chessus escolhe três pessoas para dar um reset na humanidade, ou seja, trazer o apocalipse. O motivo para isso é que a igreja está entrando na falência e o Todo Poderoso viu a desgraça que o mundo se tornou, perdendo assim a paciência. Logo de cara o jogo mostra que não tem medo de brincar com a polêmica e valores culturais das pessoas.

Durante a aventura, o jogador passa por ambientes variados como favelas, o Planalto e feiras de anime. São três personagens jogáveis: Pastor Metralhadora, Boby Psicótico e Tomelirolla. São eles os responsáveis por trazer o apocalipse ao mundo. Sendo que há suporte ao modo multiplayer para até dois jogadores. Há diversos inimigos nos cenários e chefões especiais. Para vencê-los, o jogador deve coletar novas armas e habilidades especiais como as Avaianas de Pau e o Meteoro de Chessus.

“Fizemos um trabalho extenso para tornar o gameplay desse gênero muito divertido e sempre fazendo com que os jogadores deem risadas a cada momento”, disse Cassiano Canheti, produtor do jogo. De acordo com a Hoplon, os fãs das animações do Mundo Canibal apreciarão o jogo, pois ele foi feito especialmente para os fãs e é bastante divertido.

Mundo Canibal Apocalipse teve seu lançamento oficial realizado neste último final de semana durante a Comic Con Experience com o preço de R$ 19,90. O lançamento é exclusivo para PCs.

Trailer do game Mundo Canibal Apocalipse:

Novo disco da banda MegaDriver é homenagem aos jogos de luta

A conhecida banda de metal MegaDriver acaba de lançar seu mais novo trabalho conceitual. O CD intitulado “Double K.O” traz 36 faixas divididas em três discos que homenageiam os games mais marcantes do gênero luta. A obra é um prato cheio para amantes do rock pesado da banda e fãs de jogos de luta.

O primeiro disco (Shoryuken Disk) é dedicado aos jogos da Capcom e traz em sua maioria faixas das franquias Street Fighter, Marvel vs Capcom. O grande destaque é para a música “Born to be Master”, inspirada no cenário dee-sport, pois o primeiro vídeo de divulgação do álbum é justamente desta faixa. A música é original e de autoria da banda.

O segundo disco é “Orochi Disk” e, como o nome não deixa dúvidas, é uma ode aos jogos da produtora SNK. A MegaDriver trabalhou as faixas para torná-las mais pesadas e dar seu toque pessoas. O disco traz temas de personagens adorados como Billy Kane, Joe Higashi, XXX entre outros. Para muitos, a SNK possui muitos temas em estilo rock, e o desafio da MegaDriver foi tornar as faixas uma pegada mais heavy metal.

Por fim, o terceiro disco (Keep Fighting EP), traz temas de outras produtoras que também criaram games de luta memoráveis como Mortal Kombat, Soul Edge, Killer Instinct, Eternal Champions etc.

Double K.O pode ser baixado gratuitamente através do site da banda, porém desta vez a MegaDriver conseguiu que todas as faixas fossem licenciadas através do selo norte-americano Loudr (a primeira vez que uma banda de game music consegue tal feito). Deste modo, o CD pode ser adquirido também pelo site da Loudr.fm, iTunes e Spotify. Em breve o álbum poderá ser adquirido também pelo Google Play, Amazon MP3, Rdio e Pandora. A ideia é que os fãs possam apoiar o trabalho da banda e fortalecer a game music brasileira. Confira o disco completo.

MegaDriver: veja o vídeo da música Born to be Master: