Arquivo da tag: lançamento

TinyTap – Alunos da escola Pueri Domus de SP criam jogos que estimulam o aprendizado de outras crianças

Hoje vamos falar do aplicativo TinyTap, uma ferramenta criada por alunos da escola bilíngue Pueri Domus, que visa estimular o aprendizado de outras crianças através de uma linguagem lúdica, divertida e interativa. A velha história de aprender brincando. A unidade Itaim da escola Pueri Domus fez um desafio bastante diferente: os alunos deveriam criar jogos que abordassem os biomas brasileiros, como o Cerrado, a Mata Atlântica, a Caatinga, etc.

Foi através dessa ideia que surgiu o aplicativo “TinyTap”, que permite construir jogos sobre qualquer tema. Os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental se apropriaram da tecnologia para criar uma ferramenta interessante e atrativa de estudo não só para eles, mas para quem quiser se divertir e aprender, já que os jogos ficam disponíveis de forma pública. Dessa forma, além de aprofundar seus conhecimentos nas questões de ciências, também começam a ter contato com a lógica de programação.

“Para os alunos, poder construir seus próprios jogos e partilhar seu conhecimento com familiares e outros colegas é uma experiência muito rica”, afirma o professor Eduardo Cortez, Coordenador de Tecnologia Educacional da Escola Bilíngue Pueri Domus. Um dos jogos, que tem como tema o bioma do Pantanal, já teve mais de 500 downloads. Os alunos já criaram jogos sobre outros tópicos como turismo sustentável, monumentos históricos da cidade de São Paulo e biografias, que já foram acessados mais de 8000 vezes e tiveram mais de 1070 downloads, sendo que alguns estão começando a receber monetização do aplicativo.

Os jogos do pacote TinyTap, criados pelos alunos, tornam o momento de brincar uma excelente oportunidade de aprender. “Até a família pode se envolver – os pais podem jogar junto com seus filhos. E o mais bacana é que os jogos ficam disponíveis para todos, ou seja, é possível criar uma base de conteúdo integrada e, o mais bacana, compartilhada. É uma oportunidade de apresentar conceitos de forma inovadora na internet. E isso, na minha opinião, contribui para resultados pedagógicos mais relevantes”, afirma o prof. Eduardo.

Você pode ver mais informações do TinyTap aqui.

E3 2018 – Conheça a sinopse e as primeiras informações de Devil May Cry 5

Talvez nenhum jogo entre todos os títulos anunciados pela Microsoft em sua conferência na E3 tenha sido mais bombástico do que Devil May Cry 5. E não é por menos: o quarto capítulo da saga foi lançado no distante ano 2008 e o reboot DMC em 2013. Toda a comunidade esperava o retorno de Dante e companhia. No breve trailer, a Capcom mostrou que está empenhada em tornar esta a aventura mais desafiadora e difícil que os jogadores enfrentarão em um hack ‘n slash.

De acordo com a sinopse, após o final de Devil May Cry 4, uma antiga e esquecida ameaça volta a ameaçar o mundo. A invasão demoníaca tem início com as sementes de uma “árvore demoníaca” brotando em Red Grave City. Esta invasão infernal chama a atenção do jovem caçador de demônios Nero, um aliado de Dante, que agora se vê sem o seu braço demoníaco, a fonte de muito do seu poder. Além dele, os jogadores irão contar com a ajuda da parceira Nico, outra caçadora de demônios.

 A direção ficou a cargo de Hideaki Itsuno (DMC 4) e, de acordo com os produtores, o novo capítulo conclui a saga dos Filhos de Sparda. A Capcom está utilizando a RE Engine, a mesma utilizada para o desenvolvimento de Resident Evil 7: Biohazard. O objetivo é exibir gráficos espetaculares com personagens fotorrealistas e incríveis efeitos de luz e de ambiente.

Por fim, vale dizer que o jogo apresenta três personagens jogáveis, cada um com uma jogabilidade diferente. Pode esperar por lutas intensas contra chefes e ambientes altamente destrutíveis das ruas de Red Grave City. Devil May Cry 5 será lançado para Xbox One, PlayStation 4 e PC no Outono brasileiro de 2019.

Abaixo você confere um trailer de Devil May Cry 5:

Férias Divertidas – Rede AccorHotels lança game online para o público mais jovem

Uma dica para apresentar aos jogadores mais jovens é o Férias Divertidas, um game criado pelo Le Club AccorHotels, programa criado pelo AccorHotels, uma das redes hoteleiras mais famosas do mundo. No game, os jogadores devem fazer uma viagem ao redor do mundo com a turma do Le Kids Club encontrando objetos escondidos pelo cenário.

O título é indicado para crianças pequenas e apresenta cartões postais de importantes cidades pelo mundo. O desafio em Férias Divertidas é encontrar os objetos escondidos no hotel o mais rápido possível, quase como um jogo da memória. Ao todo são seis cenários para visitar, cada um com um tempo pré-determinado e nível de dificuldade próprio. A intenção é divertir o público infantil que visita os hotéis da rede.

A iniciativa faz parte do Le Kids Club, um canal com promoções especiais para família que oferece dicas de viagens e muito conteúdo para os jovens. O game é bem simples de jogar, basicamente um point & click, ou seja, você posiciona o mouse ou dedo em cima de determinado objeto que gostaria de abril, seja uma mala, uma gaveta ou um guarda roupa, a fim de encontrar o objeto solicitado.

O Férias Divertidas está integrado ao WordPress e utiliza recursos para gerenciamento de pontuação, tempo e grau de dificuldade do jogo, o que facilita sua manutenção. De acordo com a Le Kids Club, a ideia é que no futuro sejam lançados novos jogos, criando uma área de entretenimento on-line dentro do site para a criançada e os pais acessarem sempre que quiserem se divertir.

Férias Divertidas foi criado pelo Amarelo Manga, agência de publicidade do Le Club AccorHotels, e visa aguçar a atenção e a lógica, estimulando a memória e o raciocínio rápido da garotada. Para jogar, é só acessar o site do Le Kids Club.

Black Squad é lançado oficialmente no Brasil

O jogo de FPS online Black Squad já é bem conhecido do público brasileiro, mas jamais teve o lançamento oficial em nosso país. As coisas mudam agora com o lançamento do acesso antecipado na Steam brasileira. A intenção da NS Studio, responsável pelo game, é garantir um suporte mais próximo do público que dá suporte ao game durante tantos anos.

Black Squad conta com um total de aproximadamente 6,6 milhões de jogadores mundialmente, sendo que o Brasil representa a região com maior número de jogadores ativos – cerca de 16% do total das partidas diárias são disputadas por brasileiros. O título tem uma gama variada de armas, mapas, modos de jogo e personagens.

Para quem não conhece, o objetivo do jogo é proporcionar uma nova experiência ao jogador a cada partida. Black Squad possui suporte a 12 idiomas, incluindo o português, e conta com um pico médio de 13 mil usuários simultâneos e 100 mil acessos diários. Com o lançamento oficial, espera-se que a audiência do jogo entre brasileiros seja elevada.

“Queremos estar mais próximos de nossa maior comunidade e consolidar o Black Squad como o melhor FPS militar no Brasil, uma vez que o jogo tem todas as características que o público brasileiro gosta”, afirma Moon IL Lee, Diretor da NS Studio. “O título é completamente gratuito e é possível adquirir todos os armamentos do jogo apenas com o dinheiro que é ganho ao jogar, ao completar as missões diárias, semanais e as de clã, além de eventos especiais.”

Com a intenção de melhorar continuamente o jogo e ouvir a opinião da comunidade de todas as regiões, o jogo dispõe de um canal oficial no Discord para que os usuários possam se comunicar diretamente com a equipe de Black Squad.

“Nosso objetivo é finalizar o acesso antecipado até o início do segundo semestre deste ano e converter o jogo em um serviço formal. Itens, personagens, mapas, modos de jogo, entre outras características serão adicionados continuamente. Nossa expectativa é entrar no Top 10 de usuários simultâneos da Steam”, acrescenta Lee.

Black Squad é um jogo first-person-shooter (FPS) militar gratuito, disponível na Steam. Com gráficos realistas e visual dinâmico produzido pela Unreal Engine 3, o Black Squad oferece a melhor experiência aos fãs de jogos militares. Com uma variedade de mapas de jogo, modos e armas disponíveis, os jogadores podem aprimorar suas habilidades e estratégias para se sobressair em comparação aos oponentes.

Abaixo tem um trailer de Black Squad:

Ragnarok retorna ao Brasil com um novo formato gratuito e para browsers

Ragnarok Online, o MMORPG, ainda possui um espaço especial no coração dos jogadores brasileiros, afinal foi ele o principal motivo para a explosão das lan houses em todo o país. O título da Level Up ainda existe e segue forte no cenário nacional, não por acaso a LUG está apostando mais uma vez na franquia em 2018. Desta vez a ideia é a versão especial para browser Ragnarök Journey, cujo macete é a dispensa da necessidade de download ou de instalação, e pode ser jogado na aba de qualquer navegador.

De acordo com a Level Up, Ragnarok Journey é um jogo casual e de fácil acesso, que permite uma rápida conexão. Elementos clássicos como seleção de classes, melhoria de habilidades, criação de Guildas e caçadas por chefões poderosos (MVPs) foram mantidos para essa versão do jogo. A ideia é basicamente simplificar as coisas para o jogador, ao passo que o fator diversão é mantido.

Um grande diferencial de Ragnarok Journey é a facilidade com que os jogadores podem concluir as muitas missões disponíveis. Por meio do sistema automatizado, com apenas um clique o personagem criado realiza todas as ações necessárias do chamado “grind”, para receber experiência e itens adicionais. Assim, mesmo em meio à correria do dia a dia ainda é possível passar bons momentos na cidade de Prontera ou nos diversos outros campos do game.

“O ano de 2017 foi realmente muito bom para o Ragnarok Online”, comenta Julio Vieitez, diretor geral da Level Up. “Lançamos atualizações grandes e ainda inserimos conteúdos que agradaram tanto aos fãs novos quanto aos antigos. E com a chegada do Ragnarok Journey, vimos a oportunidade de firmar ainda mais essa marca que é tão importante para a empresa e para os jogadores”.

Como parte do acordo com a Warpportal, Ragnarok Journey está disponibilizado apenas em inglês e passará a fazer parte do portfólio de jogos internacionais da Level Up, que ficará encarregada pela revenda dos créditos online do título.

A parceria entre a Warpportal e a Level Up ainda levou à criação das LUCoins. Com esse crédito eletrônico, os jogadores poderão garantir itens mais valiosos dentro do Ragnarok Journey. Além disso, a moeda virtual oferece certas vantagens, pois não é influenciada pelas taxas de câmbio do dólar e sua compra ainda pode ser parcelada.

Mais informações sobre Ragnarök Journey estão disponíveis no site da Level Up.

PROACOINS – Game similar ao Pokémon Go permite aos jovens de SP trocarem pontuação por curso de inglês

Inspirado pelo sucesso de Pokémon GO, o Teatro Municipal de São Paulo aproveitou a apresentação de Marcelo Tas para lançar o game PROACOINS, um game de realidade aumentada que tem como objetivo cumprir provas na cidade de São Paulo em locais culturais e educacionais. Os jogadores podem visitar até 3500 lugares da cidade a fim de resolver missões específicas e interagir com outros jogadores. O macete é a possibilidade de ganhar até cursos de inglês no Minds English School.

Conforme o jovem vai cumprindo as atividades mais consegue aprimorar o seu avatar. A iniciativa foi feita pelo Instituto PROA que ajuda mais de 600 jovens anualmente e este ano completou 10 anos de existência. Para o planejamento do game e a criação das 10 mil tarefas disponíveis nele, o PROA contou com a parceria da Prefeitura de São Paulo, Secretaria de Cultura, e a desenvolvedora de tecnologia Oracle.

O grande ganho do PROACOINS, além desses jogadores aprenderem mais sobre a própria cidade e evoluírem como cidadãos, é que os estudantes de escolas públicas poderão trocar os seus pontos (moedas virtuais) por vários benefícios educacionais. Entre eles: bolsas em universidades, intercâmbio, ingressos para cinema, e bolsas na Minds English School.

“Apoiamos este game do PROA porque acreditamos que esses jovens podem se desenvolver na carreira e na vida aprendendo um segundo idioma. Só em São Paulo temos 9 escolas da Minds. Ou seja, o estudante que usar o APP e cumprir os pontos necessários, pode trocar por bolsas de estudo da Minds na unidade que for mais próxima”, evidencia Leiza Oliveira, CEO da Minds Idiomas.

O APP, PROACOINS, foi oficializado nesse último sábado, dia 19, como o aplicativo oficial da Virada Cultural. O evento teve recorde de público e através do game, o jogador recebia missões nos palcos, nas atrações que aconteceram nesse último final de semana.
Para saber mais, acesse o site oficial do game.

Massive Work Studio divulga mais detalhes do impressionante jogo Dolmen

Foram apenas duas semanas para acabar o período de financiamento coletivo de DOLMEN, o jogo Indie brasileiro inspirado na franquia Dark Souls e que promete qualidade em.níveis altíssimos. A equipe da Massive Work Studio decidiu envolver ainda mais a comunidade neste período tão importante do jogo  mostrando um pouco mais dos bastidores de seu horripilante RPG de ação.

O vídeo abaixo apresenta a enorme e misteriosa espaçonave Zoan, o veículo que será tão essencial durante a jornada do protagonista. A nave Zoan é onde a jornada começa. Ela contém algumas das tecnologias mais avançadas da humanidade e funciona como uma pequena porção de normalidade no mundo de DOLMEN – atuando como uma jangada proverbial para o jogador que enfrenta o planeta, até então inóspito, de Revion Prime.

Além de uma sala de comando e estação de trabalho totalmente equipada para construir e modificar armas e armaduras, a nave também conta com uma cozinha. Zoan também atua como o maior inventário do protagonista, significando que os recursos obtidos no mundo exterior que não forem armazenados lá podem ser perdidos para sempre.

A nave Zoan e o protagonista são apenas alguns dos aspectos cuidadosamente construídos do jogo que fazem de DOLMEN absurdamente detalhado e fascinante.

Veja o vídeo DOLMEN: The Main Character e The Zoan Ship abaixo:

Mushroom Guardian: game mobile para iOS relembra os clássicos platformers da era 16 bits

Nosso destaque do dia é o game Mushroom Guardian, um título de plataforma para iOS desenvolvido pelo produtor independente Mariano Larronde, da Argentina. Ele é inspirado nos jogos clássicos dos anos 90. O jogo está em desenvolvimento há quatro anos e tem como objetivo entregar uma experiência divertida sem intromissões de microtransações.

Em Mushroom Guardian, os jogadores devem testar suas capacidades sem nenhum tipo de ajuda, como era nos jogos de plataformas das antigas, os quais provocavam um profundo sentimento de vitória no jogador.

De acordo com o desenvolvedor, o game é o resultado da mistura dos jogos de plataformas de console dos anos 90s, com uma gameplay frenética que exige ao jogador habilidades muito diversas, desde corridas tradicionais, rodar pelo chão, pular, voar, subir em carrinho de trem, se se jogar em barris e tiro ao alvo com arco e flecha. Tudo ao longo de 20 desafiadores níveis cuidadosamente construídos para serem acessíveis mas bem difíceis de atingir 100%.

Na trama o jogador deve ajudar o gnomo Igory a combater o ataque do Rei Sapo e seu exército de répteis, que querem roubar todos os cogumelos mágicos da sua aldeia. Por sorte, Ziggy, o coelho guardião, que está indo ajudar com sua incrível velocidade pode rastrear o Rei Sapo.

Mushroom Guardian conta com 20 fases estilizadas em gráficos bem desenvolvidos e uma mecânica simples de aprender, totalmente inspirada em jogos clássicos: Apontar, atirar, pular, voar e rolar pelo chão. O game já está disponível para download.

Abaixo tem o trailer de Mushroom Guardian:

Polandball: aprenda a resolver os problemas do mundo com o doce punho da justiça armamentista nesse jogo para mobile

O mundo está em constante tensão: protestos abalam a China, terroristas se disseminam no Iraque, zombies tomam a Grécia de assalto. Manter a paz mundial através de ataques certeiros ou restrições comerciais sempre foi papel dos EUA, a polícia do mundo. Entretanto a comunidade internacional tem visto as ações da América como abusivas. Chegou a hora de um novo patrulheiro ajudar a colocar os demais países em seus respectivos lugares! Esse é o mote por trás de Polandball: Not Safe for World.

Cansado de tantas reclamações os EUA decidiram contratar a Polônia para resolver todas a crises diplomáticas que surgirem, ou seja, você cuida do trabalho sujo, enquanto eles te dão o know-how de como agir nas diferentes situações. Oh sim, vale tudo para manter a paz, um bombardeio localizado nas nações insurgentes ou uma pequena dose nuclear não fazem mal a ninguém. Você deve estar se perguntando: por que a Polônia? Bem, porque sim, fique quieto e distribua um pouco de liberdade através de seus caças.

Polandball foi criado pelo estúdio Sunny Chow e infelizmente ainda não tem legendas em português. Mas se você souber um pouco de inglês vai se divertir bastante com o humor negro e situações inusitadas do jogo. O objetivo aqui é ver qual o tempo máximo você pode manter a paz. Mas não abuse da sorte: se você começar a destruir todos os países, os EUA vão te expulsar do time de países civilizados. Seja obediente!

O grande destaque é o visual do game que se apropria do famoso meme “Ball”, aquele que representa os países em forma de bolas. O jogo é bem colorido e fácil de aprender. O humor contido aqui será a coisa mais engraçada que você vai ver, apesar da evidente crítica às Nações Unidas. O game está disponível gratuitamente para Android. Atenção: este jogo é ofensivo!

Abaixo tem um vídeo de Polandball: Nota Safe for World:

Trilha Sonora Original de DOOM será lançada em vinil e CD no Inverno de 2018

Essa é especial para os fãs de Doom, o shooter que revolucionou toda uma geração de games. A trilha sonora vai ser lançada em vinil em quatro versões arrasadoras. Os discos foram editados no famoso estúdio Abbey Road e estarão disponíveis nos formatos CD Duplo Deluxe, Vinil Duplo com 20 faixas selecionadas pelos desenvolvedores, uma Edição Especial com Quatro Discos em Vinil, e uma Vinyl Box Set Edição Especial Limitada – com os discos prensados em vinil vermelho de 180g, esta coleção de 4 LPs infernais inclui o CD Duplo Deluxe e um slipmat customizado em edição limitada para toca discos e mixers.

De acordo com a Laced Records, o Vinyl Box Set Edição Especial Limitada estará disponível apenas via pré-venda por um tempo limitado, que termina em 2 de maio de 2018, com a Laced Records. Vale lembrar que DOOM (Original Game Soundtrack) foi vencedora do Game Awards 2016 por Melhor Música/Sound Design, e indicada ao BAFTA Games por Melhor Música.

Composta pelo colaborador de longa data da Bethesda, Mick Gordon, sua visão sombria e intensa canaliza o metal industrial para expressar o tradicional gameplay brutal de DOOM em 31 faixas, com duração de mais de 2 horas. O processo de gravação permitiu que Gordon representasse o Inferno de DOOM através da energia da produção sonora, incutindo características de equipamentos analógicos em fontes digitais.
Vale destacar que Mick criou o “Instrumento DOOM”. Ele consiste em sine waves direcionadas em quatro cadeias de processos de áudio, e uma variedade de técnicas de pós-processamento, que permitiram que Gordon “corrompesse” dinamicamente os sons gerados.
Outras referências ao legado e à iconografia da franquia estão nas guitarras distorcidas e agudas, mixadas com o conhecido som da serra elétrica, extraído diretamente do game de 1993.

No site da Lacre Records você os detalhes do lançamento.