Arquivo da tag: iphone

Ajude um simpático alien no jogo indie Rapid Alien

Reflexos rápidos e muita habilidade são as exigências para quem pretende se aventurar no game Rapid Alien, lançamento indie recente. O game é inspirado no game Rapid Roll (também conhecido como Rapid Ball) da Nokia, e assim como sua fonte inspiradora, o preceito é testar os reflexos do jogador.

O gameplay é simples, porém desafiador: você controla um pequeno alienígena que está pilotando sua nave espacial. Durante o percurso o jogador deve desviar de inimigos e meteoritos que surgem à frente. Essas rochas espaciais servem também como plataformas de apoio. Quanto melhor o desempenho, mais a pontuação obtida ao final do percurso. O game conta com um sistema de ranking para que os jogadores com maior senso de competitividade batam recordes e se desafiem.

O game já está disponível na App Store e custa U$ 0,99. O game foi desenvolvido pelo game designer Francisco Batista e é recomendado para jogadores casuais, com bastante potencial para agradar em cheio os jogadores graças a seu design cativante e cores vibrantes. Roda nos devices iPad, iPhone, iPod e iPod Touch.

Abaixo você confere o trailer do game Rapid Alien:

Buraco Jogatina: primeiro aplicativo mobile do Jogatina.com

Buraco Jogatina

Quem conhece o site Jogatina.com sabe que lá é o lugar pra encontrar jogos de cartas online e outros fãs do gênero. Pois em breve o portal também deve se tornar conhecido pela produção de jogos, pois acaba de lançar seu primeiroo aplicativo.

Chamado de Buraco Jogatina, o game retrata em versão digital o tradicional jogo de cartas oferecendo 3 opções de jogo (Buraco Aberto, Fechado e STBL), além de opção de jogatina online contra amigos ou offline contra o computador. O aplicativo é gratuito e tem versão para iPhone, iPad e Android. De acordo com os desenvolvedores, o game já foi acessado mais de 10 mil vezes em apenas na semana de lançamento.

Um grande atrativo do jogo é a compatibilidade entre as diferentes versões, ou seja, usuários de iPad podem jogar contra amigos que possuem a versão para Android graças a tecnologia multiplataforma. Além disso, os jogadores podem desfrutar de todas as funções sociais do game, como compartilhar resultados de partidas, convidar amigos, chat interno na mesa de jogo, etc.

O aplicativo permite ainda que os jogadores customizem algumas opções, como a cor da mesa e o fundo do baralho. O time de desenvolvimento se esforçou para criar uma versão digital do tradicional jogo de cartas o mais divertido possível. Tanto que recebeu várias avaliações positivas dos usuários. Se você é fã de Buraco e estava atrás de uma versão digital basta correr no Google Play ou na App Store e fazer o download gratuito.

Another Dragon: primeiro jogo da Softnyx para iOS

Another Dragon

De olho no sucesso do gênero Tower Defense, a produtora brasileira Softnyx, empresa responsável por hits como Gunbound, Loveritmo e Wolfteam, acabou de lançar o Another Dragon, seu primeiro game do gênero para o sistema iOS. O game coloca o jogador na liderança do exército Dragon Knights que precisam derrotar a tirania do Rei Beuripa que juntou criaturas das trevas, orcs, goblins e dragões para controlar o reino de Belronia.

Com a ajuda de um destemido dragão, você deverá encarar confrontos ferrenhos para conquistar diversas torres inimigas espalhadas por diversas localidades do mundo, como florestas, desertos, vulcões, geleiras, etc. Mas não pense que tudo se resume a atacar: há missões em que você deve defender suas próprias torres, utilizando-se de feiticeiros, guerreiros, arqueiros, e até um golem. Isso para não falar dos cerca de 70 itens especiais para fortalecer os poderes de seu dragão.

A intenção dos produtores foi criar um Tower Defense com clima épico e muita ação. O resultado foi um game bastante chamativo para os fãs do gênero com gráficos bem trabalhados e momentos de ação bem animados. De acordo com os desenvolvedores, o objetivo de Another Dragon é utilizar um gênero consagrado em plataformas mobile para atrair os milhares de jogadores que a empresa tem cadastrados em seus outros jogos.

O título já está disponível na App Store para iPhone e iPad gratuitamente (até o segundo mundo) e para jogá-lo é necessário ter a plataforma iOS 4.0 ou superior. Vale dizer que a versão completa, comercializada por USD1,99, compreende 4 modos de jogo e 128 fases. Ao todo o jogo compreende 4 modos de jogo e 128 fases.

Se você curte o gênero Tower Defense e histórias de fantasia, o game pode ser muito interessante.

Abaixo você confere o trailer de Another Dragon:

Crystal Catcher: jogo indie para colecionar cristais e subir no ranking

Crystal Catcher

Aqui vai a sugestão de um game feito para quem tem reflexos rápidos e gosta de colecionar itens nas telas. O game de hoje chama-se Crystal Catcher, produzido pelo estúdio Crazy Minds, ele é um jogo de aventura seguindo a linha de Temple Run, ou seja, você passa pelos cenários em alta velocidade pelos cenários pegando os cristais espalhados.

Aqui você irá controlar um pequeno robô que precisa dos cristais para energizar a energia de sua nave. Porém, a tarefa não será tão simples: há obstáculos que devem ser evitados no caminho. Os traços e sons do jogo são cartunescos, dando ao jogador um ambiente divertido e lúdico.

O game está no Game Center e possui seis leaderboard para medir o desempenho, sendo eles a melhor pontuação, maior distância, maior quantidade de cristais pegos em uma corrida, tem também leaderboard para total de pontos acumulados em todas corridas, total de cristais acumulados, e total de distância acumulada.

Há um ranking geral para que o jogador teste seu desempenho: quanto mais cristais pegar nos cenários, maior é a pontuação. Além disso, há cerca de 31 desafios disponibilizados na forma de achievments para enriquecer a experiência de jogo.

Crystal Catcher já foi lançado e está disponível nas plataformas iOS, podendo ser acessado tanto no iPad quanto no iPhone a partir da geração 3GS.

Gameloft dará iPhone e iPad em promoção comemorativa

Gameloft

O que me diz de ganhar um iPhone, 1 iPad e 1 iTunes Gift Card com o valor de $100 para gastar à vontade com jogos para esses aparelhos? Bem legal não? Para conseguir isso, você só precisa curtir a página da Gameloft no Facebook e participar da promoção organizada pela empresa.

O concurso baseia-se em criar um vídeo e enviar para a gameloft contando diria da Gameloft para 1 milhão de pessoas. Bem fácil, hein? O concurso está sendo organizado porque a desenvolvedora alcançou a marca de 1 milhão de seguidores na rede social.

Após a promoção, os melhores vídeos serão unidos em uma mega vídeo e postado pela produtora. O grande vencedor será anunciado junto deste vídeo. É uma ótima oportunidade para ganhar um iPad e depois acompanhar o GameReporter em qualquer lugar, certo?

Para participar, você deve acessar o perfil da empresa no Facebook e acompanhar os detalhes. De acordo com informações da Gameloft, os participantes deverão acessar um aplicativo especial desenvolvido para a promoção e seguir o regulamento que também é explicado por lá. E aí, vai perder essa promoção?

10 dicas de como fazer um game de sucesso para iPhone e Android

Por Rafael Rodrigues, da Aquiris Game Experience

Alguns jogos para iPhone e Android foram sucesso instantâneo de vendas e viraram a coqueluche dos mercados de games. Vários desenvolvedores, principalmente os independentes, esperam criar o próximo “joguinho” e se transformar em milionário da noite para o dia.

Esse cenário só é possível com o surgimento de novos modelos de distribuição de games, aliado à proliferação de ferramentas que tornam a criação de jogos para essas plataformas algo muito simples e democrático de ser feito.

Mas a grande verdade é que essa facilidade pode ser também o caminho para desenvolvedores que estão apenas começando, e querem ter a oportunidade de colocar o seu game no mercado. Passar por todo o processo de criação de um jogo, de seu planejamento até a sua publicação, é uma das grandes maneiras de se ganhar experiência na indústria, e preparar quem está começando para o que está por vir.

Por isso resolvi criar uma lista de dez dicas de sucesso para o desenvolvimento de jogos para essas plataformas. Apenas explicando: essas dicas foram criadas de maneira subjetiva, sem nenhuma análise científica. Elas são frutos apenas da minha observação em jogos que já foram sucesso e que, se não garantir o sucesso, poderão ajudar a pensar em como criar o seu game.

Dicas de como fazer um game de sucesso para iPhone e Android


PlayFirst lança novo game de administração para iPhone e iPad

PlayFirst / Mall Stars

Gosta de jogos administrativos e de construção? Pois bem, a PlayFirst acaba de lançar um game de construção chamado Mall Stars para o iPhone, iPod e iPad através da App Store. O jogo tem o estilo freemium e desafia os jogadores a construir seus próprios shopping centers, o objetivo é atender as necessidades dos consumidores ávidos por tardes de lazer no paraíso das compras.

Os clientes são chamados de estrelas, ou Stars, daí o nome do jogo. Cada um deles tem seus produtos e atrações prediletas. Sendo assim, você deve providenciar a demanda desses das estrelas, fazendo com que elas enveredem para a velha corrida desesperada de compras. Ao fazer isso, o jogador ganha bônus especiais.

“Mall Stars está na vanguarda da nova onda de jogos de estratégia imersivos freemium que estão chegando no mercado para celulares. Esses jogos estão redefinindo a estratégia do funcionamento do jogo com o adicionamento de camadas de estratégia de jogo imersiva em várias dimensões para inspirar uma mais longa e mais envolvente sessão de jogo”, disse Marco DeMiroz CEO da PlayFirst.

Os gráficos e personagens do jogo tem estilo caricato, ou seja, o game tem um toque de humor interessante. Para se ter ideia, uma das Estrelas do jogo é a Cathy Cashian, uma estrela de reality show que vai ao seu shopping atrás de produtos da Louie Baton. Se você é fã do gênero administrativo e gostaria de conhecer melhor o jogo, basta entrar no site da produtora ou baixar o game na App Store.

IndieReporter: o prodígio Anderson Ferminiano Rodrigues

Com 17 anos, Anderson Ferminiano Rodrigues tem um futuro promissor. Acabou de concluir o ensino médio e está se mudando para a Califórnia, para estudar no exterior.

Interessando em programação, design, marketing digital e publicidade, o forte de Anderson é a programação, ofício que exerce desde que tinha 11 anos. Na realidade, por ser novo, começou com uma onda que na vida de muitos aqui é realmente nova: os MMORPGs. Pegou gosto ao participar de uma comunidade de desenvolvedores de servidores não oficiais para o game Tíbia e desde então se aperfeiçoou.

Fã de jogos rápidos de plataformas portáteis, adora também games de futebol para jogar com os amigos, e passou boa parte de sua vida gamer em RPGs de PlayStation 1, entre eles Final Fantasy, Chrono Cross e Breath of Fire. Coloca, inclusive, Final Fantasy VII como o game que mais curtiu na vida: “Um dos primeiros RPGs que eu já joguei, nessa época achava os jogos mais criativos e menos enjoativos e repetitivos”, explica.

Anderson já publicou alguns jogos, que podem ser conhecidos em seu portfólio online, mas o mais recente é Space Boost, uma ação para iPhone e iPad que resenharemos na terceira etapa desse IndieReporter.

O gamedev se inspira em diverso games, mas se fosse citar um dos mais recentes, o nome seria Cut the Rope, pela sua simplicidade e diversão. O que é mais bacana é que, mesmo sendo jovem, Anderson partilha da opinião de muitos jogadores veteranos e aprecia o que cada vez mais parece ser apreciado por alguns gamers antigos: os títulos casuais, que reúnem elementos de games de plataformas mais antigas, como a competitividade e o simples prazer em somar pontos.

Dindin o Duende: mais um game brazuca na App Store

DinDin o Duende, é o primeiro lançamento do ano da Riffel Interactive Media na App Store BR. O game é uma aventura com o duende que dá nome ao jogo e conta com 50 fases e 5 mundos em uma jornada até enfrentar Crock o rei ganancioso.

No caminho DinDin coleta moedas e notas de dinheiro. A interação se dá de várias formas, removendo obstáculos para Dindin coletar as moedas, ajudando DindDin a pular ou tocando a tela para coletar as notas. Todo em português e desenhado em estilo cartum o jogo brilha no iPhone.

Gostou? O jogo tem uma versão gratuita para degustação.

Empresa brasileira cria jogo Action Real-Time Strategy para iOS

Os jogos Action Real-Time Strategy conquistaram diversos adeptos em pouco mais de 2 anos, período em que surgiram os primeiros produtos do gênero comercializados para PC. A Maya Games acaba de lançar o primeiro jogo Action Real-Time Strategy para dispositivos mobile, o Legendary Heroes. “Enxergamos uma boa oportunidade. O gênero teve um crescimento explosivo e há grande popularidade entre grupos de jogadores. Esse tipo de game já atinge milhões de pessoas e desenvolvemos no Brasil o primeiro do gênero para mobile”, explica Renato Pereira, sócio presidente da Maya Games.

Com versões para iPhone, iPod e iPad, o Legendary Heroes já está disponível na Apple. No game, times de heróis guerreiam ao longo de arenas, sendo um time controlado pelo jogador e o outro pelo inimigo. “Esse jogo mobiliza outras empresas e profissionais brasileiros a investir em desenvolvimento de jogos de alta qualidade. Com a inclusão de produção de games na Lei Federal Rouanet de Incentivo à Cultura, acreditamos que o mercado irá crescer muito na região”, completa Reinaldo Pires, Produtor de Legendary Heroes e Diretor da Maya Games.

Todos os heróis possuem personalidades únicas, com histórias, temas e aparências baseadas em eras e culturas de todo o mundo. Todo jogador deve escolher quais heróis treinar e como especializá-los, criando sua própria equipe para superar o inimigo. Mas formar seu time é apenas a primeira metade da experiência, e o jogador deve então controlá-los nos campos de batalha cheios de ação. Vai encarar?

:: Gostou? Você pode baixar na App Store brasileira. Vai lá.