Arquivo da tag: infinity blade

Cadê os jogos da série Unreal?

Unreal III foi lançado para PlayStation 3 há quatro anos e, depois disso, nenhuma nova versão do game chegou às prateleiras. Estranho, porque o game é um dos carros-chefe da Epic, e é para ele que o motor Unreal Engine, bastante usado por diversos estúdios, é primariamente usado e aprimorado.

Mike Capps, presidente da Epic, comentou que o game não está recebendo a atenção que merece. A empresa está focando em produzir novas franquias, o que teria gerado títulos como Shadow Complex, BulletStorm e Infinity Blade, e por isso está deixando de lado franquias importantes como a Unreal.

A franquia Gears of War também está consumindo bastante dos recursos. Tantos que o executivo chegou a brincar que “em algum ponto começamos a nos perguntar porque não rebatizamos a engine de Gears Engine ou alguma outra coisa”. Mas, para o site IndustryGamers, o papo de Mike Capps pode indicar que a empresa está guardando um novo lançamento da franquia.

Será que os fãs de Unreal terão uma boa notícia na edição européia da GDC, que acontece em agosto?

Executivos criticam avalanche de games baratos na App Store

Em uma entrevista ao site GamesIndustry, Donald e Geremy Mustard, CEO e CTO da Chair Entertainment (criadora de games como Shadow Complex e Infinity Blade), falaram um pouco do mercado de títulos e da App Store.

Os executivos criticaram o modelo da loja da Apple, muito voltado para os títulos de 99 centavos. A avalanche de games baratos “esconde” os games mais caros. Para eles, seria ótumo que o modelo da loja não encorajasse e mantivesse tanto em destaque os games mais baratos. “Espero e sonho com o dia que isso mude, porque ajudaria a encorajar desenvolvedores não sentir que eles precisam fazer games de 99 centavos”, comentou Donald.

Mesmo com essa crítica, os irmãos e sócios acreditam que a atitude da Apple com relação ao mercado de games é louvável. “A atitude com relação aos games certamente mudou. Três anos atrás eu acho que seria possível encontrar aspas deles dizendo que ‘o iPhone’ não é um videogame’, não importando quantos games existissem lá. Mas agora é impossível de negar, a atitude deles está mudando em definitivo”, explicou o CEO.

O que você acha?