Arquivo da tag: Horizon Chase

BIG Festival 2016 bate recorde de público

Ainda que o BIG Festival tenha começado de maneira tímida lá em 2012, hoje o evento já pode ser considerado um dos maiores e mais importantes do calendário gamer brasileiro em sua quarta edição. De acordo com estimativas da organização do evento, mais de 18 mil pessoas compareceram ao Centro Cultural São Paulo nos nove dias de evento para conferir os mais de 60 jogos disponíveis.

O número de visitantes equivale a mais de 5400 pessoas da edição anterior. Um verdadeiro recorde! Desse total, 2.400 foram profissionais que participaram do BIG Business Fórum, onde foram realizadas mais de 1.500 reuniões de negócios entre empreendedores brasileiros e internacionais. O evento realizou, ainda, 70 palestras que abordaram temas diversos relacionados aos games, desde sua concepção até a distribuição.

Como se não bastasse, houve um anúncio que pode modificar a interação entre o setor de jogos eletrônicos e o governo: foi anunciado que a Aquiris Game Studio, desenvolvedora de Porto Alegre (RS), será a primeira empresa brasileira de games a receber recursos do BNDES Procult, programa que financia negócios de empresas de todas as cadeias produtivas da economia da Cultura. O investimento de R$ 1,5 milhão foi anunciado por Luciane Gorgulho, chefe do departamento de economia da cultura do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no dia 1 de julho, um dia depois da premiação do festival.

Por falar na Aquiris, o prêmio de Melhor Jogo do ano entre os desenvolvedores independentes ficaram com esses Gauchos. O game Horizon Chase, da Aquiris, levou o prêmio de “Melhor Jogo”. Esta é a primeira vez que uma empresa nacional ganha a categoria no BIG Festival.

Outros dois jogos brasileiros foram premiados no BIG Festival. Starlit Adventures, da Rockhead Games, também de Porto Alegre, foi o vencedor na categoria “Melhor Jogo Brasileiro”. Na categoria “Voto Popular”, quem levou foi Deed – The Game, da Sinergia Studios, de São Paulo. Ape Out, do estúdio norte-americano Gorilla Loves Company, venceu em duas categorias, “Melhor Gameplay” e “Melhor Som”.

Nas categorias BIG Starter, dedicadas a jogos brasileiros ainda em fase de produção, os vencedores foram Vetor, da Supernova Indie Games, como “Melhor Jogo Educacional”; e Monowheels VR, da IMGNATION Studios, como “Melhor Jogo de Entretenimento”.

Abaixo tem um vídeo do canal IGN Brasil sobre o que de melhor rolou no BIG Festival:

Horizon Chase está entre finalistas de “Melhor Jogo” do BIG Festival

O BIG Festival já tem seus finalistas definidos. O grande destaque é o jogo Horizon Chase, da Aquiris Game Studios, que está disputando em três categorias da premiação (Melhor Jogo, Melhor Jogo Brasileiro e Melhor Gameplay). Esta é a segunda vez que um título brasileiro concorre na principal categoria do BIG Festival. Em 2015, o game Treeker: Os Óculos Perdidos, da desenvolvedora brasileira Blu Box Soft, também concorreu na categoria, vencida pelo jogo This War of Mine, da polonesa 11 bit studios.

Para quem não conhece, Horizon Chase é um game de corrida para dispositivos móveis, que faz homenagem aos clássicos jogos de corrida da geração 16 bits. Este ano, foram 515 jogos inscritos, de 48 países diferentes, e quase a metade deles (232) produzidos no Brasil. Os vencedores serão divulgados em 30 de junho, na cerimônia de premiação do evento, no Centro Cultural São Paulo.

De acordo com a organização, serão distribuídos R$ 52 mil em prêmios, divididos da seguinte forma: Melhor Jogo (R$ 10 mil), Melhor Jogo Brasileiro (R$ 15 mil), Melhor Jogo da América Latina (R$ 15 mil), Melhor Jogo Educacional ou de Aprendizagem (R$ 5 mil), Melhor Jogo Ambiental (R$ 2 mil). Os outros R$ 5 mil irão para o game eleito pelos visitantes do evento, que no ano passado recebeu mais de 12.600 pessoas. A entrada é gratuita e o público pode testar todos os jogos finalistas.

O evento oferece ainda BIG Business Fórum, o fórum de negócios do festival; exposição gratuita dos jogos finalistas; e o BIG Booth, que contará com a presença de 20 desenvolvedoras brasileiras apresentando seus jogos. Abaixo tem a relação dos finalistas do BIG Festival:

Melhor Jogo
– Horizon Chase (Aquiris Game Studio), do Brasil
– Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
– Pavilion (Visiontrick Media), da Suécia

Melhor Jogo Brasileiro
– Horizon Chase (Aquiris Game Studio)
– Skytorn (Skytorn)
– My Night Job (Webcore Games)
– Dandara (Long Hat House)
– Jake and Tess’ Finding Monsters Adventure (Black River)
– Ninjin: Clash of Carrots (Pocket Trap)
– Star Vikings (Rogue Snail)
– Starlit Adventures (Rockhead Games)
– Möira (Onagro Studios)
– Zone of Lacryma (OopHok)

Melhor Jogo da América Latina
– Ernesto (Ernesto Team), da Argentina
– Kingdom Rush Origins (Ironhide Game Studio), do Uruguai
– BalanCity (Souvegames), da Argentina
– The Interactive Adventures of Dog Mendonça & Pizzaboy (OKAM Studio), da Argentina
– Rex Odyssey (Brainhold Games), da Argentina

Melhor Arte
– Jake and Tess’ Finding Monsters Adventure (Black River), do Brasil
– Black the Fall (Sand Sailor Studio), da Romênia
– Bulb Boy (Bulbware), da Polônia
– Pavilion (Visiontrick Media), da Suécia
– Optikammer (Optikammer), da Grã-Bretanha
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– The Interactive Adventures of Dog Mendonça & Pizzaboy (OKAM Studio), da Argentina

Melhor Gameplay
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– Tricky Towers (Weirdbeard Games), da Holanda
– Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
– Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
– My Night Job (Webcore Games), do Brasil
– Clustertruck (Landfall Games), da Suécia
– Horizon Chase (Aquiris Game Studio), do Brasil

Melhor Narrativa
– The Magic Circle (Question), dos Estados Unidos
– Late Shift (CtrlMovie), da Suiça
– Antioch: Scarlet Bay (Mi Clos Studio, FibreTigre e Midnight Mood Studio), da França
– Replica (Somi Games), da Coreia do Sul
– Hacknet (Team Fractal Alligator), da Austrália
– Swaptales: Leon! (Witty Wings), da França
– Wheels of Aurelia (Santa Ragione), da Itália

Inovação
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– The Magic Circle (Question), dos Estados Unidos
– Calendula (Blooming Buds Studio), da Espanha
– Screencheat (Samurai Punk), da Austrália
– Stifled (Gattai Games), de Singapura
– INVERSUS (Hypersect), dos Estados Unidos
– Antioch: Scarlet Bay (Mi Clos Studio, FibreTigre e Midnight Mood Studio), da França

Melhor Som
– Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
– Skytorn (Skytorn), do Brasil
– The Aquatic Adventure of the Last Human (YCJYgames AB), da Suécia
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
– Epistory – Typing Chronicles (Fishing Cactus), da Bélgica

Melhor Jogo Ambiental
– Doti-Doti no Gaea (Loud Noises), do Brasil
– Cloud Chasers – A Journey of Hope (Blindflug Studios), da Suiça
– Deed – The Game (Sinergia Studios), do Brasil

Melhor Jogo Educacional ou de Impacto Social
– Optikammer (Optikammer), da Grã-Bretanha
– It’s Spring Again (Asya Yurina), da Rússia
– Figurado (Antworks Studio), do Brasil
– Peronio Pop-Up Book (Ovni Studios), do Brasil
– Carcará – Asas da Justiça (Supernova Indie Games), do Brasil

Serviço – 4º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 25 de Junho a 3 de Julho (Segunda, 27, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Dia 29, quarta, fecha às 17h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Inscrições para o BIG Business Forum: A partir de 16 de maio emwww.bigfestival.com.br
Entrada: Gratuita

Jogo de corrida Horizon Chase chega ao Android

Horizon Chase, eleito por muitos veículos de imprensa como “o melhor jogo mobile do Brasil de 2015”, acaba de chegar à plataforma Android, após um período de três meses de exclusividade no iOS. Para quem não conhece, Horizon Chase é um jogo de corrida árcade, em que os jogadores são levados a pistas ao redor do mundo, competindo para se tornar o melhor corredor do globo.

Durante essas provas o jogador pode conferir paisagens belíssimas, estilizadas em low poly e com uso de cores secundárias. Os ambientes variam de pôr-do-sol relaxantes a vista noturna da Via Láctea com o céu todo estrelado. Além disso, há variações climáticas como chuvas torrenciais, nevascas, cinzas vulcânicas, tempestades de areia etc. Para não ficar na mão, os jogadores podem customizar os veículos para melhorar a performance de acordo com as condições climáticas e tipos de terreno.

Na versão de Android o jogador confere um conteúdo bastante robusto, com 8 copas, 32 cidades, 73 pistas e 16 carros desbloqueáveis. O modelo de negócios da Aquiris Game Studios (desenvolvedora do jogo) é premium, de modo que o jogador baixa uma versão com 5 corridas grátis e depois adquire o jogo completo. A desenvolvedora espera que os jogadores ficarão impressionados o bastante para comprar a versão completa.

Horizon Chase tem um espírito retrô e lembra velhos clássicos como Top Gear e Outrun graças aos visuais e ao gameplay. Vale destacar ainda a trilha sonora do jogo que foi criada por Barry Leitch, o gênio por trás das músicas de Top Gear, Rush e Lotus Turbo Challenge 2.

“Estamos muito felizes e orgulhosos em saber que muitas pessoas no mundo aguardavam por essa volta aos tempos de ouro dos jogos arcade de corrida, e neste caso com ares modernizados”, disse a Aquiris em comunicado à imprensa.

Horizon Chase chegou para o Android em 19 de novembro e futuramente o estúdio irá trazê-lo para o PS4 e PC, porém sem data definida para estas versões.

Abaixo tem o trailer de Horizon Chase: