Arquivo da tag: Globo

Globo anuncia parceria com startup Magic Leap para explorar a realidade virtual

Que a realidade virtual é o futuro do entretenimento audiovisual, disso não temos duvidas. Afinal, a tecnologia é a grande aposta da Sony, da HTC Vive e também do estúdio ARVORE do Brasil. Quem também resolveu entrar na onda foi o Grupo Globo, que se uniu a startup americana Magic Leap para explorar as possibilidades da tecnologia em novas produções. Sim, a gigante da comunicação brasileira quer entrar de cabeça no mundo das três dimensões.

O acordo prevê pesquisa e desenvolvimento de novos formatos de conteúdo com o uso do Magic Leap One Creator Edition, novo dispositivo de computação espacial lançado pela empresa dos Estados Unidos. Ainda é cedo para dizer o que vai surgir dessa parceria, mas é improvável que a Globo passe a desenvolver jogos, já que a empresa está mais interessada em produção de conteúdo para sua programação televisiva e também devido às própria natureza do Magic Leap One.

O equipamento é composto por óculos, controle remoto e acessório que fica preso na cintura, para experiências que inserem elementos virtuais no mundo real. Ele é como a junção do óculos VR (realidade virtual) e do AR (realidade aumentada), sendo chamado de computação espacial, por permitir interações entre o ambiente do usuário e objetos ou ambientes virtuais.

De acordo com a Globo, a parceria com a Magic Leap garante acesso a informações técnicas e apoio à pesquisa de novos formatos de conteúdo. Já pensou ver uma partida de futebol em primeira pessoa, de modo que a sua visão acompanha a visão das câmeras da emissora? Esta é só uma das ideias que podem ser exploradas no futuro.

“Ter acesso às tecnologias mais inovadoras disponíveis sempre foi fundamental para que o Grupo Globo cumprisse sua missão de produzir e distribuir conteúdo de qualidade. As realidades imersivas, que incluem a computação espacial, são uma nova fronteira da indústria de mídia e é natural que nossos esforços de pesquisa e desenvolvimento se voltem para esse campo”, diz Raymundo Barros, diretor de tecnologia da TV Globo.

A emissora, aliás, chegou a fazer uma experiência piloto com a tecnologia do Magic Leap durante o programa “Central da Copa”, que foi ao ar no Brasil durante a Copa do Mundo da Rússia. Com este investimento, pode ser que a tecnologia do VR fique mais acessível a todos no futuro próximo. Vamos ficar de olho.

 

Grupo Globo e Go4it lançam Prêmio eSports Brasil

Quem acompanha de perto os torneios de eSports já deve conhecer os atletas e times pelo nome, além de narradores, personalidades e ligas profissionais. Pois bem, o eSport está prestes a se tornar ainda mais profissionais graças ao Prêmio eSports Brasil promovido pelo Grupo Globo e o Go4it, que visa celebrar os grandes atletas, personalidades do universo gamer e times mais competitivos do Brasil.

Este é o primeiro evento do segmento a ocorrer na América Latina. Com data marcada para o dia 19 de dezembro, em São Paulo, a iniciativa inédita nasce com a missão de reconhecer, celebrar e projetar representantes de todas as áreas que impulsionam a indústria brasileira de esportes eletrônicos.

O evento vai reconhecer diferentes modalidades no universo dos campeonatos de games como, por exemplo, Lol, Dota 2 e CS: GO, e tem a Claro como patrocinadora máster na categoria “apresenta”. Os fãs das modalidades serão envolvidos desde o aquecimento e terão papel fundamental na escolha dos finalistas. O público vai conhecer as categorias da premiação, os jurados, os indicados, votar para levar seu atleta preferido para a final e acompanhar, na íntegra e ao vivo, tudo o que acontece no evento pelo SporTV.

A escolha dos vencedores será baseada em duas frentes: votação técnica (11 categorias) e popular (4 categorias). No aspecto técnico, um júri especializado composto por 34 nomes vai indicar os concorrentes para cada uma das 11 categorias como, por exemplo, “atleta revelação” e “melhor atleta de eSports”. Oito indicados em cada categoria vão para votação do público no site do prêmio.

Os fãs levam o indicado mais votado para a final junto com mais dois finalistas com maior número de indicações do júri. Dentre os finalistas, o júri mais uma vez vota para chegar ao vencedor. Já na eleição popular, que inclui “melhor streamer”, “melhor organização”, “melhor jogo” e “craque Claro da galera”, o público vai nomear seus favoritos e o mais votado será eleito vencedor diretamente.

“Buscamos a linguagem e os personagens do universo gamer e a nossa ideia é apresentar um storytelling completo, tanto para a audiência quanto para o anunciante. O prêmio é o reconhecimento desse ‘novo atleta’ e estamos muito felizes de participar desse projeto com o SporTV e a Go4it”, explica Vanessa Oliveira, diretora de projetos digitais da VIU.

 

 Categorias – Prêmio eSports Brasil

 

Júri Técnico:

Atleta Revelação

Personalidade do ano

Atleta de eSports do ano

Melhor atleta de League of Legends

Melhor atleta de Dota 2

Melhor atleta de CS:GO

Melhor atleta de Overwatch

Melhor atleta de Futebol Virtual

Melhor atleta de Card Game

Melhor atleta de Rainbow Six  Siege

Melhor atleta de outras modalidades

 

Júri Popular:

Melhor streamer

Melhor organização

Melhor jogo

Craque Claro da Galera

PUC-SP e Globo realizam seminário voltado a construir negócios no mundo digital

A PUC-SP e a Globo irão organizar um seminário inédito no próximo dia 25 de setembro voltado aos jogos eletrônicos. Batizado de “Games & Marketing – Aprendendo a Construir Negócios no Mundo Digital”, o evento irá abordar conhecimentos práticos de processos de marketing aplicado em jogos eletrônicos, ou seja, dicas para trazer negócios ao seu jogo eletrônico.

O encontro vai contar com a participação de desenvolvedores que discutirão peculiaridades dos jogos e sua utilização em empresas. Neste encontro estarão presentes os profissionais Roberto Schmidt, diretor de planejamento de marketing da Globo;  Fernando Chamis, da Webcore e Mario Lapin, da Virgo Games. Os visitantes conhecerão técnicas e histórias de sucesso envolvendo games e marketing.

“Aprendendo a Construir Negócios no Mundo Digital” ocorrerá no período das 9h às 12h30, no Anfiteatro da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia da PUC-SP, localizada na rua Marquês de Paranaguá, 111. O evento é gratuito e aberto a estudantes e interessados em games em geral. Para participar é necessário preencher uma ficha de inscrição no formulário do evento ou encaminhar um email para globo.universidade@tvglobo.com.br. Os espectadores receberão um certificado de participação válido para 3 horas de atividades complementares, caso sejam estudantes.

Abaixo segue a programação do evento, de acordo com a organização:

Programação:

08h30 às 09h15    
Credenciamento + Café de boas vindas

09h15 às 09h30     
Mesa de abertura

09h30 às 10h15
Do Game ao Business. Como desenvolver o negócio?                                Roberto Schmidt – Diretor de Planejamento de Marketing da Globo

10h15 às 11H00   
Game Futebol: Como desenvolver para diversas plataformas?
Fernando Chamis – WebCore

11h00 às 11H45   
Aplicativo Álbum Esperança: Como escalonar para milhões de acessos?
Mario Lapin – Virgo Games

11h45 às 12H30
Bate-papo

Globo lança o game Mundo Esperança

Mundo Esperança

Como todos sabem, a Rede Globo está com sua campanha anual “Criança Esperança” que visa arrecadar dinheiro para ajudar crianças carentes. A novidade deste ano é que a campanha desta vez também alcançou os videogames graças ao lançamento do jogo online Mundo Esperança.

O objetivo é servir como mais um meio de divulgação da ação, aprofundando o conhecimento dos usuários sobre como funciona a campanha e a que são destinados os recursos que serão levantados. Caso os jogadores sintam-se inspirados a fazer doações, o próprio game orienta as formas de como o fazer.

No controle de seu avatar você deve incentivar outros personagens a apoiarem a campanha mostrando os projetos beneficiados com o Criança Esperança. Se você conseguir impactar os personagens de uma fase poderá ir para a fase seguinte. Basicamente seu papel é reunir o máximo possível de apoiadores. Para isso, basta responder perguntas que os personagens fazem sobre o projeto.

O jogador deve formar um argumento combinando dois elementos entre ‘pessoas’, ‘ ações’ e ‘valores’. Se o argumento formado for adequado, o seu nível de convicção no projeto aumenta, gerando mais ‘Esperanças’ que podem ser compartilhadas, mostrando a força da comunicação em rede”, diz o informativo sobre o jogo.

Mundo Esperança já está disponível através de um site específico, onde pode ser jogado gratuitamente. Se você tem curiosidade a respeito do Criança Esperança, esta é uma das melhores formas de ficar mais informado. Depois basta contribuir se considerar que o projeto é válido.

Conheça o game Eu Atleta, novo projeto da Globo

game eu atleta

A Rede Globo está investindo forte nos games! Prova disso é a criação game Eu Atleta, que chega para integrar o projeto de mesmo nome da emissora carioca, que visa instruir as pessoas sobre a prática de esportes e bons hábitos para entrar em forma e manter a saúde. O game em questão simula algumas das mais tradicionais provas de rua do Brasil, como a Volta da Pampulha e a Meia Maratona de São Paulo, com narração de Luís Roberto.

O projeto foi criado para promover a interação entre atletas profissionais e atletas de fim de semana, apresentando conteúdos como o próprio game e dicas de nutrição, saúde e treinamentos. Além do game online, o “Eu Atleta” ainda compreende colunas de jornalistas e de profissionais da saúde para auxiliar os aspirantes a atletas a entrar em forma.

Game Eu Atleta

O jogador que encarar os desafios deverão cumprir algumas provas a fim de testarem suas capacidades física e mental. O game desafia o jogador a equilibrar os status do avatar como stress, motivação  e resistência para cumprir as etapas. Mas não pense que manter o equilíbrio será fácil, afinal a ideia é justamente simular como se sente um corredor profissional ao encarar essas provas. Outras provas dificílimas devem ser adicionadas em breve como a São Silvestre e a Meia Maratona do Rio de Janeiro.

O game já está disponível e pode ser jogador gratuitamente pelo seu navegador por meio do site do projeto. Será que os jogadores  do game Eu Atleta poderão se chamar “cyber-atletas”?