Arquivo da tag: Game Jam

Coletivo Jogo Limpo organiza Ocupa Game Jam

A polêmica da vez em São Paulo se deve às estratégias de reorganização escolar propostas pelo governador Geraldo Alckmin. Como todos sabem, o plano não deu muito certo para o político após uma onda de ocupações promovidas pelos estudantes no último mês. Pensando nisso e em como os games são uma ferramenta abrangente e de forte impacto social, o Coletivo Jogo Limpo (CJL) um grupo de professores e especialistas da área de games resolveu tocar para frente o Ocupa Game Jam, um evento que visa criar jogos com o tema “ocupações”.

A Game Jam inicia hoje e termina no domingo, de modo que os organizadores esperam que ela sirva como forma de apoio e que incentive as pessoas a lutarem pela melhoria dos padrões educacionais. O evento é gratuito e aberto para todos os desenvolvedores de jogos do Brasil, afinal não se trata de uma luta local, mas nacional. Para quem participar, basta fazer a inscrição no site do evento.

Os participantes terão o prazo de 48 horas para desenvolver um game com o tema ocupações. Se depender da expertise dos organizadores, este evento tem tudo para dar certo, pois nos dois anos de atuação, o CJL já realizou ações culturais e educacionais bem sucedidas, tais como a Global game Jam, a Goethe Game Jam e a Campus Party. O Ocupa Game Jam não será presencial, ou seja, os desenvolvedores desenvolvem os games em suas próprias casas ou estúdios e posteriormente serão encaminhados para o site do evento.

Esses jogos servirão para gerar indagações nas pessoas sobre o cenário educacional do país e, portanto serão disponibilizados para a comunidade testar e desenvolver seu próprio senso crítico. Vale destacar que serious games costumam chamar as atenções da mídia se a mensagem for passada de maneira impactante, tal como ocorreu com o recente sucesso de This War of Mine.

Além do incentivo da comunidade de desenvolvedores, o Ocupa Game Jam tem o apoio e suporte de avaliação de alguns nomes da área como: Prof. Gilson Schwartz (ECA – USP / Games For Change), Artur Tilieri (Cartoon Network), Profa. Paula Carolei (UNIFESP), Luciana Allan (Instituto Crescer) e outros que estão para confirmar. Se você é desenvolvedor e quer criar algo único e com conteúdo reflexivo, este evento pode ser uma boa oportunidade.

Sobre a Ocupa Game Jam

O evento inicia às 22 h do dia 11/12/15 e termina às 16 h do dia 13/12/15. Os grupos podem ser formados por até 5 pessoas. O desenvolvimento é remoto e o tema é “ocupações nas escolas” ou apenas “ocupações”. Para participar basta entrar no site do evento, onde é possível esclarecer todas as dúvidas.

 

Florianópolis sedia o primeiro HackaJam

A cidade de Florianópolis, Santa Catarina, irá sediar neste mês de setembro o 1º HackaJam, um evento que promete reunir desenvolvedores independentes e investidores para uma Game Jam e para um Hackathon. O evento é uma iniciativa da Vertical Games da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e, de acordo com os organizadores, tem a pretensão de estimular a criatividade dos desenvolvedores de jogos digitais. O Game Jam terá o tempo de duração de 41 horas e as equipes participantes deverão ter entre 3 a 5 componentes.

Os games criados nesta Jam serão julgados por empresários, gestores de fundos e investidores do ramo. Deste modo, o evento é uma boa oportunidade de fazer negócios e impulsionar sua equipe para deslanchar no mercado de jogos eletrônicos. Além da oportunidade de ter um investidor, os vencedores do desafio ganham licenças de software de programação, bolsa de estudos na área de jogos, coaching de carreira, mentorias do Sebrae e de empresas de Games consolidadas no mercado.

“O diferencial desse evento é que ele tem como objetivo algo além do desenvolvimento de software, a identificação de talentos e a aproximação desses jovens das empresas de tecnologia e de potenciais investidores para novos negócios”, garante Dennis Kerr Coelho, diretor da Vertical Games da ACATE.

A distribuição dos prêmios entre os vencedores seguirá o perfil das duas maratonas que o HackaJam irá mobilizar em paralelo: a Game Jam e a Hackathon (cujo foco é desenvolver um aplicativo mobile, web ou desktop). Antes do início das maratonas, o evento terá algumas palestras e a explicação dos temas para a criação dos games e aplicativos a serem produzidos. O evento começa na sexta feira, dia 25, às 20h. Os desenvolvedores terão até às 15h de domingo para finalizarem suas ideias e os protótipos.

Para vencer o desafio da Game Jam, os games produzidos devem passar por critérios de avaliação como direção de arte, de áudio, compatibilidade com diferentes sistemas operacionais, inovação e mecanismos para monetização do jogo, incluindo o potencial como modelo de negócio. Nos aplicativos, será avaliado o potencial de uso, de negócio, acabamento e apresentação do projeto aos jurados. Vale destacar que todas as produções deverão ser inéditas.

Mais informações sobre a HackaJam estão disponíveis no site oficial do evento.

HackaJam

Quando: 25 a 27 de setembro

Site: http://www.eventick.com.br/hackajam

Microsoft organiza Windows 10 Game Jam no final de maio

Como todos sabem, a Microsoft está se preparando para o lançamento do Windows 10 e a expectativa ao redor do mundo é muito alta. Uma das certezas é que o mercado de jogos para PC novamente estará mais do que direcionado ao Windows, apesar dos sistemas concorrentes terem crescido exponencialmente. Tendo isso em mente, a Microsoft organizará o primeiro Windows 10 Game Jam.

Trata-se de um hackaton de 30 horas que ocorrerá em 22 países do mundo. O objetivo é reunir estudantes e desenvolvedores para criar jogos em uma verdadeira maratona para o novo sistema operacional da gigante americana. O evento ocorre entre os dias 23 e 24 de maio na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Vale dizer que mais que um sistema operacional, a Microsoft quer criar um sistema único para todos os devices do jogador. Ou seja, o Windows 10 terá versões para PC, mobile e Xbox One. A intenção é que com alguns poucos ajustes, um game criado para PC possa ser portado para smartphones, tablets ou para o Xbox One. Claro que isso são conceitos que devem ser explorados pela Microsoft ao longo dos meses e são eventos como o Windows 10 Game Jam que devem tronar as coisas mais palpáveis.

Para participar, basta fazer a inscrição no site do evento. Não se esqueça que você precisa levar seu próprio laptop já com o Windows 10 SDK e o Visual Studio Community Edition instalados. Uma dica é acompanhar o blog do Windows 10, pois lá tem dicas e informações sobre o novo sistema operacional.

Windows 10 Game Jam

Quando: 23 e 24 de maio de 2015

Horários: das 10h de 23/05 às 16h de 24/05

Onde: Universidade Anhembi Morumbi – Rua Casa do Ator, 294 – sala 501-C – Vila Olímpia

Vortex Game Studio anuncia datas para SPJam 2015

Entra ano, sai ano e a SPJam mantém-se firme e forte como o principal evento de game jam brasileira. Prova disso é que Vortex Game Studio já anunciou a realização da 5º edição do evento para os dias 28, 29 e 30 de agosto de 2015. O evento ocorrerá no campus Marquês de Paranaguá da PUC-SP. Mesmo campus que abriga o curso de Jogos Digitais da Universidade.

Tal como nas edições anteriores, os participantes terão um prazo de 48 horas para desenvolver um game completo a partir de um tema a ser divulgado na hora. O grande macete é que os participantes acabam desenvolvendo novas amizades e conexões dentro da indústria, além de aprender novas técnicas e utilizar novas ferramentas para desenvolvimento de jogos eletrônicos.

Muitos dos desenvolvedores de sucesso no cenário nacional já participaram de game jams, como é o caso de Saulo Camarotti, da Behold Studios (Knights of Pen & Paper, Chroma Squad). Para ele “game jams são especiais, pois em poucas horas você aprende o que levaria meses para aprender. É uma experiência longa comprimida em pouco tempo. E é muito melhor errar em um projeto de 48 horas, do que jogar fora meses de trabalho por conta de uma má decisão”, diz Camarotti.

Para participar da SPJam 2015, basta ficar antenado no site do evento.

SPJam 2015

Quando: 28 a 30 de agosto de 2015

Onde: PUC-SP – Marquês de Paranaguá

Global Game Jam ocorre entre 23 a 25 de janeiro na Unicamp

Quem esperava o evento Global Game Jam já pode ir se preparando: nos próximos dias 23 a 25 de janeiro a Unicamp será uma das sedes da maior game jam do planeta. Quem já participou e acompanha, sabe que o evento é uma mega maratona de desenvolvedores indie para a criação de jogos em pouco tempo. A organização internacional está por conta da Global Game Jam Inc, empresa sediada na Califórnia, EUA.

Confira a lista completa das sedes brasileiras da Global Game Jam.

Como de praxe, os desenvolvedores terão o prazo de 48 horas para desenvolver um game completo que siga o tema proposto pela organização. Toda a comissão de organização na Unicamp é formada por membros do Gamux – uma instituição estudantil organizada na forma de uma escola interna de desenvolvimento de jogos; que visa oferecer aos estudantes da Unicamp a oportunidade de participar do processo de produção dos mesmos.

De acordo com a organização o cronograma inicia com os estudantes se reunindo na sexta-feira à tarde para assistir um breve vídeo que contém dicas e conselhos para a maratona que vêm pela frente. Em seguida o tema é anunciado. A previsão é de reunir cerca de 100 estudantes, que poderão utilizar as salas de desenvolvimento e as salas de descanso preparadas para quem vêm de fora da cidade.

Para ter ideia da grandiosidade do evento, em 2012 cerca de 50 países participaram do evento com 242 sedes e no período do evento foram criados cerca de 2000 jogos (um recorde mundial). Muito além de criar jogos, o Global Game Jam acaba contribuindo para formar novos contatos profissionais, desafiar os desenvolvedores intelectualmente, explorar novas tecnologias. O espírito não é de competição, mas sim de colaboração.

O evento ocorre dentro da FEEC (Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação) dentro da Unicamp, nas salas FE11, FE12, FE21, FE22, FE23, tendo início às 16, com a liberação do tema pela organização internacional do evento às 17h. Para participar, basta fazer a inscrição no site da Gamux.

Confira a lista completa das sedes brasileiras da Global Game Jam.

Fatec São Caetano do Sul realizará a 3ª edição Games Day

Durante o final de semana dos dias 18 e 19 de outubro a Fatec de São Caetano do Sul realizará a 3º edição do Fatec SCS Games Day, evento anual do curso de Tecnologia em Jogos Digitais da instituição. O evento compreende uma série de palestras, minicursos e workshops a ocorrer a partir das 10hs e vão até as 18hs.

Além das atividades citadas anteriormente, o evento ainda contará com apresentações musicais, exposição de games, uma game jam e apresentação de Trabalhos de Conclusão de Curso realizados pelos alunos da Fatec São Caetano. O evento é indicado para alunos, professores e demais interessados em desenvolvimento de jogos eletrônicos.

Os seminários e minicursos serão ministrados por professores com experiência na área de jogos como Raul Tabajara (ilustrador, professor e um dos desenvolvedores do game Kaiju: Infestation), André Avelino e Marcus Imazumi (especialistas no mercado latino-americano de games) e Guilherme Tsubota (proprietário da 8D Games, produtora de games e aplicativos).

Na página do evento no Facebook é possível obter informações sobre as atividades, rotas até a o local e demais informações sobre as atividades previstas. Já a inscrição é feita no link específico gratuitamente. Maiores informações podem ser obtidas com o Prof. Alan Henrique Pardo de Carvalho, Coordenador do Curso de Tecnologia em Jogos Digitais, e organizador da III Fatec SCS Games Day por meio do do e-mail alan.carvalho@fatec.sp.gov.br.

SBGames 2014 terá com Game Jam valendo R$ 3 mil

Novidades sobre a SBGames 2014 – o Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital. A próxima edição do evento contará com uma inédita Game Jam que vai premiar a equipe vencedora com um prêmio em dinheiro de R$ 3 mil. Esta é a primeira vez que a SBGames contará com uma game jam e para celebrar a ocasião, os organizadores do evento prometem uma jam bastante organizada e bem executada.

De acordo com a organização, serão formadas cinco equipes compostas de 2 à 6 integrantes, que terão o prazo de 48 horas para criar um game a partir de um tema único a ser revelado em breve. Um detalhe importante é que as equipes participantes já devem ter participado de outras jams e todos os membros das equipes devem estar presentes nos três dias de evento.

O processo seletivo das equipes levará em consideração como ponto prioritário a escolha de uma equipe por região do país e a ordem de inscrição (realizada pelo site). O tema da jam será revelado no início do evento (12/11/14) e a avaliação ocorrerá no encerramento do evento. No final será declarado o melhor projeto àquele que atender requisitos como inovação, game design, tecnologia, gráficos e som.

A fim de organização: cada equipe terá a seu dispor uma estação de trabalho composta por seis pontos de rede e seis pontos de energia para instalar seus equipamentos. Além disso, as equipes serão responsáveis pela própria alimentação de seus membros e momentos de descanso. Para participar é necessário preencher o formulário de inscrição até o dia 30/09/2014.

As equipes escolhidas para participar do evento serão divulgadas no site do evento no dia 15/10/2014 e a cofirmação decorrerá em 25/10/2014. A SBGames 2014 ocorrerá na PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), em Porto Alegre entre os dias 12 e 14 de novembro. Mais informações no site do evento.

Games for Change convoca desenvolvedores e estudantes para a 2ª edição da Gelly Jam

Com a organização da Games for Change, do Media Education Lab e grande mobilização de professores engajados em projetos que façam uso de novas tecnologias, a cidade de São Paulo sedia a segunda edição do Gelly Jam, um desafio para que desenvolvedores criem um game em apenas três dias. A ideia é colocar a mão na massa para criar games educativos.

O Gelly Jam já começou para dizer a verdade, foi no dia 30 de agosto, mas ele continua nos dias 13 e 14 de setembro, com a intenção de reunir desenvolvedores interessados em criar projetos de cunho educacional através da gamificação.

“Decidimos ampliar e prolongar a experiência de imersão no uso criativo de games na educomunicação após verificar na prática o impacto das oficinas na prática dos professores envolvidos”, afirma Gilson Schwartz, diretor da G4C no Brasil e curador, ao lado de Alexandre Sayad (MEL), da “Gelly Jam”.

Além da oportunidade de desenvolver um projeto inovador e fazer novos contatos, os participantes da Gelly Jam recebem uma cópia digital do livro (recém-lançado) “Brinco, Logo Aprendo: Educação, Videogames e Moralidades Pós-Modernas” do Prof. Gilson Schwartz, além de licenças dos games “Conflitos Globais”, “Ludwig” e “FazGame” e por fim, a adesão anual à comunidade “Games for Change no Brasil”. Esta adesão concede descontos em atividades da Games for Change até agosto de 2015.

Além da Game Jam, há outras atividades como oficinas e palestras que buscam explicar tendências da gamification na educação, com Alexandre Sayad e Bruna Waitman; e debate sobre a cultura dos games e a educomunicação digital, com Gilson Schwartz, diretor da Games for Change.

Quem tiver interesse em participar dos eventos, basta entrar em contato através de email para contatogellyjam@gmail.com e verificar disponibilidade e custo. Ou ainda entrar no site do evento. O Gelly Jam é uma rara oportunidade de conhecer e interagir com pessoas que querem levar os videogames para as salas de aula sem preconceitos.

2ª Gelly Jam

Jogos Ativos: PUCPR sedia evento voltado a games e saúde

Durante os dias 19 a 21 de setembro a cidade de Curitiba sediará o evento Jogos Ativos: Possibilidades e Implicações para a Promoção, Tratamento e Reabilitação no Contexto da Saúde. O evento tem como objetivo reunir profissionais da área da saúde e computação para criar e discutir jogos que utilizem o corpo, ou seja, algo que vai de acordo com as intenções da Nintendo.

O evento ocorre no Ginásio de Esportes da PUCPR, em Curitiba. Nesses três dias de evento ocorrerão palestras e tutoriais voltados aos públicos de ambas as áreas e uma Game Jam com duração de 40 horas, cuja finalidade é criar um “exergame”. Para  participar do evento, basta preencher uma ficha de inscrição no site oficial.

O Jogos Ativos promete dois prêmios muito interessantes para os melhores desenvolvedores. A primeira é a premiação SENAI, que confere uma pré-qualificação para a equipe vencedora para a etapa final do processo seletivo da Incubadora SENAI, que ocorre em fevereiro de 2015. Além disso, os desenvolvedores ganham 1 mês de participação gratuita no Clube do Empreendedor SENAI durante o segundo semestre de 2014.

Há ainda a premiação Unity, que dá ao time vencedor uma licença completa da última versão da ferramenta de desenvolvimento Unity, uma das engines mais utilizadas nos últimos tempos e que está sendo cada vez mais solicitada no portfólio de profissionais por estúdios de games no Brasil.

Serão vendidos quatro tipos de ingressos para o evento, sendo eles Game Jam, Acadêmico PUCPR, Público Externo e Evento Completo. Cada um tem seu preço afixado e serão comercializados em três lotes (julho, agosto e setembro), com variações de preços. Então é bom ficar de olho! As inscrições se encerram em 14/09.

Serviço: Jogos Ativos

Onde: Rua Imaculada Conceição, 1155, Prado Velho, Curitiba – PR.

Quando: de 19 a 21 de setembro

Contato: jogosativos2014@gmail.com

Escola de desenvolvimento de Jogos da Unicamp sedia workshop internacional de criação

HomeImage

O mês de janeiro é especialíssimo para os desenvolvedoires de jogos do Brasil, pois a Global Game Jam tem data marcada para ocorrer entre os dias 24 e 26. Para quem não conhece, a GGJ reúne estudantes, aspirantes e profissionais do setor de jogos que buscam aumentar expandir suas redes de contatos, conhecer o mercado e trocar experiências e técnicas de produção.

O evento ocorre na Unicamp e tem apoio das gigantes do desenvolvimento Microsoft e Mozzilla Corp. Além da oportunidade de interagir com outros developers, a GGJ também conta com uma Game Jam (daí o nome do evento), uma maratona de 48 horas para que os visitantes criem um game do zero. A Unicamp participa do encontro atravé do Gamux, uma Escola Interna de Desenvolvimento de Jogos da própria Unicamp que tem apoio de empresas como a Nokia e a Blackberry.

O tem dos jogos a serem desenvolvidos é lançado para todas as sedes do Global Game Jam simultaneamente. A partir daí, cada equipe tem o prazo de 48 horas para desenvolver um jogo inteiro e funcional baseado em tal tema. Os games são publicados no site do evento com link para download. A ideia é que os participantes façam um netwok bacana e ainda mostrem seus talentos no ramo de desenvolvimento de jogos.

Desenvolver um jogo inteiro, com uma temática muitas vezes difícil num intervalo de tempo de apenas 48h pode ser bem desafiador. Entretanto é exatamente esse aspecto de ‘missão impossível’ que ajuda a reforçar o espírito de cooperação e inovação que a Global Game Jam procura incentivar. A colaboração está presente em todas as etapas do evento, desde as inscrições, que são gratuitas, até no fato de que todos os jogos serão publicados, não se tratando de uma competição“, disse Bruno Melo, diretor executivo do Gamux.

Para participar do Global Game Jam basta fazer a inscição no site oficial. O melhor é que a inscrição é gratuita. Mas seja rápido, pois as vags são limitadas.

 

Serviço: Gamux – Global Game Jam

Data: de 24 de janeiro às 19h, às 19h de 26 de janeiro

Local: Instituto de Computação da Unicamp (IC) Av. Albert Einstein, 1251 – Cidade Universitária, Campinas/SP – Brasil.

Inscrições através do site http://www.gamux.com.br/eventos/globalgamejam2014/

Vagas: 200

Mais informações: por e-mail contact@gamux.com.br ou pelo site http://www.gamux.com.br/