Arquivo da tag: fps

Level Up promove etapa brasileira do campeonato mundial de Warface

A Level Up acaba de informar que já estão abertas as inscrições para times brasileiros de Warface interessados em disputar uma vaga no campeonato mundial do jogo que será realizada no final do ano, na Rússia. As inscrições para a etapa brasileira da competição do FPS desenvolvido pela Crytek são gratuitas e podem ser feitas pelo link. Serão três fases: Qualificatórias (QW), Conferências Warface & Blackwood (CWB) e Final Presencial. Além de garantir um lugar no Warface Open Cup XI, o time vencedor da etapa brasileira terá todas as despesas de viagem pagas e ainda receberá R$ 4.500,00 em barras de ouro e prêmios em War Cash (a moeda do jogo).

As primeiras partidas da etapa brasileira fazem parte da fase QW e serão disputadas online sempre aos sábados, de 24/09 a 29/10. Haverá inscrições para cada final de semana e os interessados devem se registrar com sete dias de antecedência em relação às datas dos jogos. Para participar é necessário ter um time de 5 a 7 jogadores, residir no Brasil e não ter sofrido qualquer tipo de punição em sua conta do Warface. As disputas serão realizadas em sistema de eliminação simples e os oito melhores times de cada dia somam pontos na rodada. Ao final da fase QW, as 12 equipes com maior pontuação avançam na competição.

A segunda fase, chamada de CWB, terá dois grupos de seis times, separados de acordo com suas posições na etapa anterior. Ao longo de seis rodadas, as equipes se enfrentam em sistema de eliminação dupla com partidas “melhor de 3”. Os confrontos começam com adversários do mesmo grupo e, em caso de derrota, a equipe migra para o outro grupo, onde um novo revés causará a eliminação do torneio. Os campeões de cada chave se classificam para a terceira e última etapa.

Na final, e única disputa presencial da etapa brasileira do campeonato mundial de Warface, os dois melhores times da CWB se enfrentarão no estúdio da Razer, em Santos, no dia 16/12, em confronto melhor de 3. A equipe vencedora representará o Brasil na Rússia. As partidas decisivas da regional brasileira serão transmitidas, ao vivo, na página do Warface no Facebook, nos canais da Level Up (Youtube e Twitch) e pelo Facebook do Esporte Interativo.

Quake Champions expande presença nos eSports em 2017 com torneios nos EUA e na Suécia

A franquia Quake é uma das mais lendárias no gênero FPS e Quake Champions veio justamente para restabelecer a importância da franquia. Os objetivos agora são agarrar parte dos seguidores de eSports e parece que as coisas estão no rumo certo graças as finais do mundial Quake World Championships, na QuakeCon.

Recentemente a Bethesda e a DreamHack revelaram dois novos torneios para 2017, expandindo o alcance do jogo no atual cenário competitivo profissional: o DreamHack Denver Quake Championship, que tem premiação de US$ 75 mil, nos EUA, e o Quake Champions Invitational, um grande torneio que será realizado no festival DreamHack Winter, na Suécia, com premiação de US$ 350 mil. Novos eventos de eSports para Quake Champions serão anunciados no futuro.

DreamHack Denver Quake Championship – 20 a 22 de outubro: A Bethesda realizará um campeonato de Quake Champions em Denver, Colorado, nos EUA, com premiação de US$ 75 mil, em que os competidores irão se enfrentar tanto no modo Duel quanto no intenso modo de times 4v4, o Sacrifice. As qualificatórias para o DreamHack Denver Quake Championship começarão em setembro.

Quake Champions Invitational, na DreamHack Winter – 1 a 4 de dezembro: Os melhores jogadores estarão reunidos no primeiro Quake Champions Invitational, que será realizado no DreamHack Winter, na Suécia. Os maiores jogadores de elite de todo o mundo irão competir por uma premiação de US$ 350 mil nos modos Duel e Sacrifice.

Ambos os torneios contarão com qualificatórias abertas, além de uma seleta lista de grandes jogadores profissionais de Quake Champions que serão convidados a competir. Aqueles interessados em participar das qualificatórias abertas poderão se inscrever no site da DreamHack. Detalhes serão anunciados num futuro próximo.

Se você não quiser esperar pelos torneios da DreamHack para ver mais competições de Quake Champions, não deixe de assistir às finais do Quake World Championships, direto da QuakeCon, nesta semana, de 24 a 26 de agosto, onde os melhores jogadores do mundo irão se enfrentar ao vivo, nos do Twitch e Facebook.

Smoking Snakes – Jogo que contará empreitada brasileira na Segunda Guerra Mundial entra em crowdfunding

Um grupo de brasileiros resolveu ir até a Segunda Guerra Mundial para a produção de um novo jogo. Smoking Snakes é um FPS que contará a história dos 25 mil homens da Força Expedicionária Brasileira (FEB) que foram enviados para o confronto na Europa. O jogo está em produção pela Weendie Games e está em processo de financiamento coletivo através do Kickante.

Smoking Snakes será baseado em fatos e lugares em que a Força Expedicionária Brasileira esteve. Os mapas do jogo são baseados em fronts de batalha históricos a fim de tornar a experiência mais fidedigna. Além disso, haverá um sistema exclusivo de mudança de clima, que deixará os combates ainda mais difíceis e únicos. O jogador vai encarnar um jovem soldado da FEB em território italiano e irá presenciar os horrores e adrenalina da guerra.

smoking-snakes-ss01-thumbDe acordo com os responsáveis pelo projeto, Smoking Snakes terá modo multiplayer e features clássicas de FPS de sucesso como Battlefield e Red Orchestra. As partidas serão dividas em três modos de jogo (Team Deathmatch, Conquest e Assalto) e, por meio de um sofisticado sistema de ranking e busca de partidas, os jogadores serão colocados em lobbies específicos dependendo do seu nível de habilidade.

“Acreditamos que a história é viva e, por isso, resolvemos lembrar dos soldados que foram enviados para a Segunda Guerra Mundial”, contou Dênis Fernandes, responsável pelo projeto. “Smoking Snakes não é um jogo/documentário, no entanto, temos como objetivo principal transportar o jogador para dentro de um front de batalha e, para isso, utilizaremos de relatos históricos e fotos da época para criarmos o cenário e a ambientação do jogo. Todo o som emitido pelas armas de Smoking Snakes será desenvolvido com o maior nível possível de fidelidade”, completou.

unnamedSobre o nome do jogo? É uma referência à expressão “A cobra vai fumar”, utilizada para se referir aos mais de 25 mil homens da FEB que foram enviados para a Itália durante a Segunda Guerra Mundial. Essa expressão se originou de uma fala do então presidente brasileiro Getúlio Vargas, que disse em um pronunciamento: “É mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil entrar na Guerra”. Smoking Snakes será lançado para PC / Windows, poderá também ser lançado para outras plataformas, dependendo do valor que a campanha conquistar.

A meta é conseguir R$ 150 mil (divididas em cinco níveis). As recompensas para quem apoiar a campanha de financiamento coletivo estão divididas em seis níveis diferentes e incluem desde acesso ao alpha até multiplicadores de experiência e armas exclusivas. Mais informações na página da campanha no Kickante.

Abaixo tem o trailer de Smoking Snakes:

Ballistic Overkill será lançado oficialmente amanhã para PC, Mac e Linux

É amanhã! Após um ciclo de desenvolvimento superior a dois anos, finalmente a Aquiris Game Studio está pronta para o lançamento oficial de Ballistic Overkill, o FPS sucessor espiritual do web game Ballistic. Ao longo do desenvolvimento, a versão beta chegou a ter 50 mil cópias vendidas e um rating de 84% positivo no Steam. O lançamento oficial ocorre amanhã (28/03) pelo preço de R$ 19,99 na Steam e na Humble Store com versões para Windows, Mac e Linux.

Para quem não conhece, Ballistic é um jogo de tiro de ritmo intenso, onde os jogadores podem selecionar uma de 7 classes únicas, cada uma com suas próprias habilidades e armas. O gameplay tem influencias de clássicos como Quake III ArenaUnreal Tournament, e outros jogos mais recentes como CoD 4 Modern Warfare ou Battlefield 3. Jogadores de Overwatch devem se sentir em casa com Ballistic Overkill. É possível fazer múltiplos “loadouts”, criando estratégias diferentes com o mesmo personagem. Já que não existem classes de suporte, todos os personagens são assassinos por natureza.

ss_5772178d78ffe1ced3a1846b44f5cb34d78d06af-600x338As armas e habilidades são desbloqueadas em Ballistic Overkill ao passo que o jogador adquire experiência, dando novas possibilidades e maneiras de se jogar. Você pode criar múltiplos “loadouts”, criando estratégias diferentes com o mesmo personagem. Além disso, o jogo possui um preço acessível considerando o conteúdo que oferece. Ballistic Overkill foi otimizado para rodar em máquinas mais antigas, não exigindo um PC atual para jogar.

O título possui quatro modos de jogo: Disputa de Times, Todos contra Todos, Captura de Pontos e Rei do Pedaço. Como se não bastasse, há dez mapas, de modo que o jogador passa por cenários como um museu, um parque corporativo, um shopping e até um hospital abandonado. Cada mapa conta com sua própria atmosfera, personalidade de design que os torna únicos. se você está interessado, confira o game na Steam ou na Humble Store.

Abaixo tem o gameplay de Ballistic Overkill:

Rainbow Six Siege – Ubisoft confirma primeira temporada do Brasil no torneio mundial da Pro League 2017

A Ubisoft decidiu dar uma moral especial para o Brasil durante o torneio mundial Pro League 2017 de Rainbow Six Siege. De acordo com a Publisher, as competições começam em 20 de março na América do Norte, 23 de março na Europa e 26 de março na América Latina – esta última região com duelos que ocorrerão no Brasil. O calendário do 2º ano de competições será dividido em três temporadas; oito equipes brasileiras estão na disputa do título de campeão mundial.

Como se não bastasse, a primeira temporada da Pro League 2017 no Brasil, inclusive, terá apenas equipes nacionais como representantes da América Latina: Santos Dexterity, Keyd Stars, paiN Gaming, Black Dragons, V3 Masters, BRK e-Sports, NOX Gaming e SemXorah Gaming. Com tantos brasileiros de peso, não dá para deixar de imaginar que nosso país tem muitas chances na disputa mundial, certo?

unnamedA Pro League será disputada na plataforma PC e terá três temporadas (seasons), cada uma composta por uma fase regional e um evento presencial com os melhores times da Europa, América do Norte e América Latina. Ao final, os vencedores se enfrentarão pelo título de campeão mundial e disputarão uma premiação de US$100 mil. As decisões da primeira temporada acontecerão em Katowice, na Polônia, em 20 e 21 de maio.

“Temos muito orgulho e satisfação de anunciar que o Brasil será uma das três regiões da Pro League de Rainbow Six Siege. O cenário de eSports no país é promissor, temos pro players talentosos e uma torcida diferenciada, que vibra o tempo todo e transforma a atmosfera em algo único em todo o planeta”, disse Bertrand Chaverot, diretor da Ubisoft para América Latina. “A Ubisoft acompanha o engajamento dos brasileiros em todas as plataformas, e trazer a Pro League para o país é uma maneira de presenteá-los, além de reafirmar o compromisso com a comunidade local”, completou.

O público poderá acompanhar a transmissão ao vivo do Pro League 2017, sempre aos domingos a partir das 14h, com narração em português, nos canais da Ubisoft eSports no Twitch e no YouTube.

O trailer oficial do segundo ano da Pro League já está disponível:

Point Blank Brasil recebe grande atualização

Quem costuma jogar Point Blank já deve ter notado a nova atualização que adiciona novos personagens, mapas, armas e modos de jogo. A atualização é chamada “DECODIFICAÇÃO” e foi lançada no fim de novembro em uma live (assista aqui) com convidados como Murillo “Shooow” Medeiros e o pro player Caio “400kg” Lazzaro. Nela a comunidade já podia notar a otimização gráfica, de interface e configurações, além dos dois novos personagens Wolf e Grey.

A atualização, que chegou agora no mês de dezembro, apresenta uma nova interface, otimização gráfica, novos personagens, novas armas (aumentando as opções dos players para mais de 100 armas), novos mapas e modos de jogo, o que promete elevar o nível do competitivo do PB Brasil. Outra novidade é o Sistema de Clãfronto, onde os grupos de jogadores entram em confronto para subirem no ranking; esse sistema novo também dá espaço aos jogadores sem clã.

Não se assuste se você for jogar e ainda não encontrar uma arma ou outra, pois o jogo ainda terá packs de atualização ao decorrer dos próximos meses. Os novos modos de jogo ‘Escolta’ e ‘Destruição 5×5’, por exemplo, estão previstos para janeiro de 2017. A expectativa é que Point Blank vai ficar mais competitivo e divertido com o decorrer dos meses.

“Temos muito conteúdo programado para lançar no próximo ano! Agora em janeiro, por exemplo, além de novos modos de jogo, estamos preparando um conteúdo bem bacana que com certeza a comunidade irá pirar! Em breve devemos publicar notas sobre os testes.” – comenta o Gerente de Produto do PBBr.

Para quem não conhece, Point Blank é um FPS com estilo de jogo rápido e combates eletrizantes que coloca os Free Rebels contra a CT FORCE em uma guerra em cidades e campos de batalha variados. Point Blank tem campeonatos regionais, nacional e dois mundiais por ano para entreter e desafiar todos os jogadores.

Confira aqui o vídeo com os novos personagens de Point Blank:

Websérie produzida pela Gomídia conta a história do Counter Strike no Brasil

Counter Strike é um marco na história dos eSports do Brasil e provavelmente a maior razão pela febre das lan houses. Para demonstrar a importância deste título em nosso país, a Gomídia, agência de marketing digital com foco em entretenimento, foi a fundo na história de Counter Strike no Brasil. O resultado é a websérie “NVIDIA Experience – CS: GO”, produzida em parceria com a NVIDIA e que aborda, em quatro episódios, desde a chegada do jogo ao país, sua popularização, o crescimento do cenário competitivo e o lançamento de Counter Strike: Global Offensive (versão definitiva da franquia), até as finais do campeonato mundial disputadas recentemente no Brasil.

Para a primeira websérie produzida para a NVIDIA Brasil, a Gomidia ouviu figuras que fazem parte da história do jogo no país, como Alexandre “Gaulês” Borges, tricampeão brasileiro de Counter Strike e atual dono da equipe g3x; Claudia “Lokinha”, uma das primeiras jogadoras de Counter Strike e ex-membro da primeira equipe feminina de CS, e Gabriel “Fallen”, melhor jogador brasileiro de Counter Strike da atualidade, que contaram um pouco de suas experiências com Counter Strike, desde o tempo das lan houses e competições locais até os grandes torneios que hoje atraem milhares de espectadores pelo mundo e premiam atletas de e-sports com cifras milionárias.

“O CS faz parte da cultura gamer e foi isso que procuramos mostrar nessa websérie. Trouxemos pessoas ligadas ao game e que fizeram história ganhando competições e representando o Brasil, e o feedback junto à comunidade tem sido bem positivo”, comenta Lucas Patrício, diretor geral e cofundador da Gomídia.

A websérie já está no ar e se você é fã de Counter Strike esta é uma oportunidade de conhecer mais sobre seu jogo. Afinal de contas, a websérie é a primeira e única a mostrar as origens do jogo e o crescimento do cenário competitivo no país. O interessante é que CS surgiu em uma época em que nem todos tinham um computadr pessoal em casa, mas isto não o impediu de ser um dos games mais influentes de todos os tempos.

Abaixo você confere os quatro episódios da websérie de Counter Strike produzida pela Gomídia e NVIDIA Brasil:

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

Parte 4:

 

paiN Gaming encara equipe Innova e-Sports na semifinal do Campeonato Brasileiro de CrossFire 

Para quem acompanha eventos de e-sports, a dica é conferir o grande confronto de semifinal entre os times paiN Gaming e a Innova e-Sports que acontece hoje (3 de junho), valendo vaga para a grande final do Campeonato Brasileiro de Crossfire. À partida começa às 19hs e terá transmissão ao vivo pelo canal X5TV.

Com um retrospecto positivo e o peso da camisa, a paiN Gaming entra com o favoritismo, mas com a cautela de quem sabe que o adversário não chegou até as semifinais à toa. “Ganhamos da Innova na 8ª Semana do CBCF e, apesar do jogo da última fase valer apenas seed, a vitória sempre ajuda”, disse Felippe “Felippe1” Martins, atleta da paiN Gaming. “Vale lembrar que vencemos eles no presencial e isso ajuda muito”, completou.

A paiN Gaming chegou à fase eliminatória ocupando a terceira colocação do campeonato, empatada em pontos com o segundo colocado da competição. Se avançar para a Grande Final, a paiN enfrentará a tradicional equipe da INTZ, que venceu o confronto contra a g3nerationX no último dia 31 de maio.

O Campeonato Brasileiro de Crossfire é atualmente um dos que possui maior premiação entre os grandes torneios de e-Sports. A premiação total é de R$ 50 mil, o que tem atraído cada vez mais times e tornando a competição mais competitiva. Neste ano o Campeonato contou com a participação de seis equipes. As duas últimas equipes colocadas na pontuação geral serão rebaixadas para a Série de acesso, dando lugar às duas melhores equipes da 2ª Divisão.

Serviço – Campeonato Brasileiro de Crossfire

Quando: 3 de junho – 19 horas

Onde: X5 Mega Arena

Online: http://azubu.uol.com.br/x5tv

Level Up e destaques da comunidade de Warface se unem para crias novas regras para os torneios de 2016

A Level Up convidou recentemente membros da comunidade de jogadores de Warface para uma visita em sua sede. A intenção era coletar feedbacks para melhorar o jogo e definir regras para os próximos campeonatos de Warface que ocorrerem. Não é a primeira vez que a Level Up leva jogadores até sua sede para debater um jogo: um dos programas periódicos da empresa chama-se “Visita Level Up”, que permite que membros da comunidade conheçam as instalações, vejam os setores da companhia e batam um papo com os responsáveis por seus jogos favoritos.

A visita dos jogadores de Warface ocorreu em Abril, no escritório da Level Up, em São Paulo. A visita serviu para criar as “Regras 2.0”, o conjunto de regras a serem utilizadas durante as competições oficiais de Warface em todos os campeonatos a ocorrer neste ano. Elas delimitam o tamanho dos mapas utilizados em competição, modos de jogo, armamentos e equipamentos de uso restrito ou proibido para as competições. O objetivo dessas regras é tornar as competições mais equilibradas e justas para todos, de modo a valorizar as habilidades de cada competidor.

De acordo com a Level Up, estavam presentes neste encontro alguns membros importantes do cenário de e-sports brasileiro para que assim fique assegurado que as opiniões dos jogadores fossem ouvidas. Naturalmente que essas regras não são obrigatórias em todos os campeonatos, mas elas servem como base para determinar os oficiais e estabelecer um padrão para os torneios particulares organizados por outras ligas.

Ainda segundo a publisher, essa iniciativa reitera a postura da empresa em sempre se aproximar de seus fãs, de forma que possam contribuir com o bem da comunidade e ajudar a trazer momentos inesquecíveis a todos – tanto dentro quanto fora de seus jogos. As normas detalhadas do competitivo e os membros da comunidade participantes podem ser conferidos no site oficial do game.

Além de estabelecer as Regras 2.0, o encontro serviu para que os visitantes deixassem feedbacks aos responsáveis pelo Warface no Brasil, falando sobre a performance das partidas, armas e equipamentos que gostariam de ver, melhorias nos modos e traduções, entre outros. A Level Up se comprometeu a melhorar gradativamente o jogo e torna-lo mais parecido possível com o que a comunidade de jogadores espera. Para conferir como foi a Visita Level Up de Warface, basta acessar a página do Facebook.

Sobre Warface

Para quem não conhece, Warface é um FPS Online desenvolvido pela Crytek. O game possui visuais bacanas, física realista e um sistema de combate fluído. O título é free-to-play e há um modo cooperativo que permite evoluir o personagem conforme as partidas são vencidas. O game recebe atualizações constantes e novas missões desafiadoras a cada nova atualização. Atualmente este é um dos jogos mais jogados do cenário e-sport profissional.

 

Line of Sight é lançado oficialmente no Brasil pela Level Up

O gênero FPS é um dos favoritos dos jogadores brasileiros desde os tempos de Counter Strike e sempre que há um novo lançamento a comunidade de jogadores fica ansiosa. Ciente desta popularidade de gênero, a Level Up! Games acaba de trazer seu mais novo título ao país, o Line of Sight. Trata-se de um FPS em que os personagens podem utilizar superpoderes para surpreender os adversários.

O game foi desenvolvido pela desenvolvedora coreana Blackspot e chega ao país com legenda e dublagem em português. Tal como em seus outros títulos, a Level Up! dará o devido suporte para a comunidade local. De acordo com os responsáveis, o game passou por duas fases de testes nos últimos dois meses, de modo que a última rodada de testes foi aberta ao público. Algumas funções apontadas pelos jogadores melhoraram a experiência de jogo de e foram mantidas, tais como conquistas, customização e dados de eliminações.

Para quem não conhece, Line of Sight é um jogo de FPS online que busca se diferenciar de outros ao oferecer personagens com superpoderes a fim de tornar o combate mais imprevisível. Essas habilidades podem ser ofensivas ou de suporte, tais como teletransporte, conjuração de energia e até o chamado Ataque Orbital, com o qual o soldado invoca um satélite diretamente da órbita do planeta para eliminar os adversários. Os combates são bastante intensos e bem diferentes de outros jogos de tiro que você conhece.

Além disso, Line of Sight possui variadas opções de customização, sendo possível personalizar a aparência do personagem, modificar armas e até mesmo aplicar pinturas especiais que alteram o visual do arsenal. De acordo com a LUG, a versão final ainda conta com conteúdos inéditos, como a nova personagem Ellen Wood, novas armas, equipamentos e modificações. Também há o novo mapa Cornflakes, a Loja e a Ladder Match, sistema no qual os dados das partidas são contabilizados para o cenário competitivo do jogo.

Outros destaques são os modos Crystal Boost, Team Deathmatch IA e Defense Mode. No primeiro, o objetivo é coletar os cristais para receber mais pontos por eliminação e assim alcançar a vitória. No segundo, os jogadores enfrentarão um time adversário controlado pela inteligência artificial. No último, uma equipe de soldados precisa defender geradores de energia contra ondas de zumbis resultados de experiências genéticas.

O título já está disponível e é gratuito. Para acessá-lo basta fazer o cadastro no site do game.

Abaixo tem o trailer de Line of Sight.