Arquivo da tag: Fez

Top 10: Games Independentes que quebraram barreiras

indie-game-the-movie

Umas das atividades mais comuns no GameReporter é falar sobre jogos independentes e projetos de baixo orçamento nacionais. Hoje vamos fazer isso de uma forma diferente: vamos eleger 10 games indie que quebraram barreiras de sucesso, qualidade e prestígio. Serve como um belo incentivo para qualquer um que entra na indústria e almeja alcançar o sucesso de crítica e pública.

Não garantimos que todo mundo fica rico fazendo jogos, mas temos certeza que se o seu game for de qualidade, com certeza ele será tão bem sucedido quanto qualquer um dessa lista. Afinal de contas, a grande parte dos desenvolvedores dos jogos abaixo começou exatamente como os desenvolvedores brasileiros. Que saber quais os dez games indie que fizeram mais que o “arroz com feijão”?

Confira na lista abaixo:

Continue lendo Top 10: Games Independentes que quebraram barreiras

Fez 2013: o indie game será produzido para novas plataformas

Fez

O jogo Fez, exclusivo da para a plataforma Xbox 360, acabou sendo um dos jogos mais elogiados de 2012 e levou muitos anos para ser desenvolvido. Inclusive, ele é um dos jogos citados no documentário Indie Game: The Movie.

Fez é produzido pela Polytron e está querendo sair do mundo indie o quanto antes, para assim ganhar espaço também em sólidas plataformas de jogos, tanto de consoles como de outros dispositivos móveis. Phil Fish, um dos desenvolvedores do game, veio a público comentar sobre os novos planos para 2013:

“2012 foi uma loucura. Mas e agora?

2013 vai ser um ano interessante também.

Para começar, FEZ finalmente será portado para outras plataformas. É isso mesmo. Nós ouvimos vocês, dúzias de pessoas mandando e-mails todos os dias dizendo como eu sou idiota por não portar FEZ para tudo.

Nós também temos planos empolgantes para a trilha sonora, e alguma coisa sobre uma franquia [da empresa] nos EUA?” – escreveu Fish no blog da Polytron.

Sobre a jogabilidade de Fez

Por meio dos botões superiores do joystick, você consegue fazer movimentos de rotação do cenário e explorar assim novas perspectivas para o personagem. Em primeiro momento, talvez seja um pouco confuso esse tipo de jogabilidade. Mas depois de alguns minutos jogando, você já se adapta facilmente ao novo universo e percebe que explorar o cenário, com recursos em 3D, é possível criar uma nova visão para os jogos de plataforma 2D.

Para jogar Fez, não basta apenas sair correndo pelo cenário e pulando pelos objetos, no melhor estilo Mario. Muitas vezes se faz necessário ficar parado no cenário para pensar nos novos caminhos. Com o giro do cenário é possível coletar novos itens durante a fase, habilitar novos objetivos e abrir passagens secretas no cenário.

Mas e aí, em quais plataformas você gostaria de jogar o Fez: PC, PS3, Android ou iOS? Será que essa jogabilidade funcionaria também em telas touchs? Bom, é esperar para ver!

Documentário mostra o universo dos games independentes

Como uma pessoa extrai de sua mente uma ideia para um videogame e a torna num jogo? Como acontece todo esse processo?

Se você já pensou sobre se tornar um desenvolvedor independente de games, muito provavelmente já se fez as perguntas acima. Ou talvez você simplesmente se questionou como que os jogos eram feitos nos bons e velhos tempos quando não havia um time de designers, músicos e programadores, apenas um cara (muito possivelmente um “nerd”) em sua garagem brincando com placas de circuito integrado…

É um fato que a indústria de jogos está na melhor época de sua existência. Isso pode ser constatado em diversas materias, como o ESRB | Video Game Industry Statistics, onde diz que, em 2009 a indústria de jogos de computadores e consoles vendeu 273 milhões de unidades em todo o mundo levando a uma surpreendente receita de 10,5 bilhões dólares.

Dito isto, é natural que alguns profissionais que possuam as habilidades e paixão necessárias para o desenvolvimento de jogos façam uma escolha, se não A escolha de iniciar o árduo processo para construir um jogo do zero. Se você, pelo menos uma vez em sua vida, transformou uma ideia em algo, seja ela um texto, podcast, site, uma canção, ou mesmo um jogo, você sabe como complicado, cansativo e demorado esse processo criativo pode se tornar.

Então, como seria um documentário que capta esse sentimento? Este filme  épico nos mostrará a viagem de quatro desenvolvedores e três jogos: Fez, Super Meat Boy e Braid.

O site do documentário diz que “com o século XXI surge uma nova raça de artistas independentes: os designer de jogos indie. Recusando-se a se sacrificar para os outros, esses inovadores independentemente concebem, projetam e programam seus jogos nitidamente pessoais na esperança de que eles também possam encontrar o sucesso”. Chega até a emocionar.

A propósito, devido ao seu sucesso, Indie Game: The Movie se tornará uma série na HBO produzida por Scott Rudin. Quando será que poderemos ver o filme completo? Alguém por aqui já viu?