Arquivo da tag: Evento

PUC-SP é a casa da Virada Tecnológica 2017 em julho

Você já ouviu falar da Virada Tecnológica? Trata-se de um encontro de profissionais, estudantes e aficionados por diferentes ramos da tecnologia como Lógica de Programação, Programação de softwares de Jogos de Matemática, desenvolvimento de Games, Android, aprendizados sobre Blockchaim, Arduíno, processo jurídicos digitais, introdução da Cultura Hacker para Crianças, Inteligência Artificial, ART e IoT e até o tema Espionagem X Contraespionagem estão na programação das palestras.

O evento ocorre em 1° e 2 de julho de 2017 e vai contar com dezenas de palestras e atividades até a madrugada. De acordo com os organizadores, as oficinas acontecem das 9h de sábado até às 17h de domingo. O local do evento será na Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia da PUC-SP. Um bom motivo para ir? A próxima virada só acontecerá em São Paulo em 2019, após levar essa imersão a pessoas de outras cidades brasileiras. Serão mais de 30 horas de imersão em atividades e os adultos que levarem crianças não pagam a entrada.

“Esse grande evento foi criado com o objetivo para fornecer, de forma imersiva, um up data em novas tecnologias para todos os públicos”, conclui Wagner Marcelo Miranda​, o fundador da Virada Tecnológica.

​A Virada Tecnológica é um evento inclusivo, que tem o propósito de aprimorar o repertório do público interessado nas ciências humanas, exatas, biológicas e em tecnologia, de forma intensa, imersiva. Os ingressos vão de gratuito a R$ 30. Para pessoas com crianças a entrada é livre para grupos, bolsistas e pessoas com necessidades especiais há descontos, como incentivo à geração de conhecimento de ciências. Os valores são para compras até o dia 30 de junho de 2017, pelo site

As palestras são variadas e abordarão temas muito interessantes como Business Games, Games e E-Sports, Privacy FTW, Inteligência em Trade Marketing Digital, Educando um mini-hacker, Inteligência Artificial, Criando um Jogo Completo no Scratch. A programação completa você pode conferir no site.

 

Serviço – Virada Tecnológica 2017

Onde: PUC-SP Campus Marquês – São Paulo, SP

Quando: 01 de julho de 2017, 09h – 02 de julho de 2017, 17h

Quanto: R$ (ingresso para uma pessoa)

 

E3: 43 milhões de pessoas no Facebook falaram sobre games durante o mês antes do evento

Podemos dizer que a E3 2017 foi um verdadeiro sucesso, em todos os aspectos. Afinal, pela primeira vez ela foi aberta ao público geral, as produtoras de jogos surpreenderam com suas novidades e novas tecnologias foram apresentadas. Em relação aos números, também não há de que reclamar: cerca de 68 mil pessoas de pessoas passaram pelos corredores do L.A Convention Center.

Em sua primeira participação na E3, o Facebook monitorou de perto as interações das pessoas relacionadas a conteúdos da feira americana. De acordo com a gigante da internet, cerca de 43 milhões de pessoas no Facebook falaram sobre games durante o mês antes do evento. O número expressivo serve como termômetro para mostrar o interesse crescente da comunidade gamer em relação às novidades e mostra que ao contrário do que se pensa este ainda é um setor bastante aquecido.

MicrosoftEste acompanhamento reforça o papel do Facebook para ajudar a comunidade a descobrir, assistir, jogar e compartilhar os seus games preferidos com as pessoas que mais gostam. O mais interessante é que o Brasil foi um dos países mais ativos em discussões sobre games e a E3, mostrando a força e o interesse dos brasileiros no mercado.

No mês que antecede os três dias do evento, registraram no Facebook sobre os novos jogos, consoles e as principais novidades do mundo dos jogos, incluindo a E3. Durante os últimos 30 dias, 35% das interações (curtidas, publicações ou comentários) partiram de mulheres, contra apenas 10% no ano passado. Isso demonstra o aumento do interesse das jogadoras em nossa plataforma.

SonyOs jogos mais mencionados nos sete dias antes da feira foram Fifa, Star Wars: Battlefront, State of Decay, Assassin’s Creed e Sea of Thieves. Isto significa que estes jogos tem tudo para se tornarem campeões de vendas quando forem lançados. Além disso, 22% das pessoas que interagiram, homens ou mulheres, têm pelo menos 35 anos de idade.

As empresas desenvolvedoras de jogos e as fabricantes de consoles também foram lembradas pelos produtores de conteúdo no último final de semana, depois das coletivas de imprensa: a Sony foi a mais citada na imprensa, seguida pela Microsoft, Electronic Arts, Ubisoft e Activision Blizzard.

“Este ano, mais do que nunca, estamos entusiasmados em ver o Facebook com uma participação maior na E3. Ao longo dos últimos meses, as pessoas de todo o mundo chegaram à plataforma para discutir e compartilhar os jogos que eles amam com as pessoas que lhes interessam”afirma Franco DeCesare, Head of Global Console & Online Gaming do Facebook. O executivo ainda comenta que a comunidade de jogadores continua a crescer e evoluir a cada ano “O Facebook é a voz da comunidade de jogos, com mais de 800 milhões de pessoas jogando pelo menos um jogo conectado ao Facebook todos os meses”, finaliza.

Abaixo você confere os melhores jogos da E3, segundo o UOL Jogos:

 

 

BIG Festival divulga finalistas do BIG Starter, premiação para jogos em desenvolvimento

A organização do BIG Festival acaba de divulgar a lista de jogos selecionados para o BIG Starter, premiação dedicada aos projetos brasileiros em fase de desenvolvimento ou que ainda não tenham sido publicados. Foram escolhidos oito finalistas, sendo cinco para a categoria “Melhor Jogo de Entretenimento” e três para a categoria “Melhor Jogo Educacional”. Os vencedores receberão um troféu e um prêmio de R$ 20 mil cada, patrocinados pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES).

Durante o evento, os criadores dos games finalistas terão a oportunidade única de apresentarem seus projetos a um público com nomes de destaque na indústria nacional e internacional, à imprensa e a investidores no dia 28 de junho. Esta é uma oportunidade para todos os desenvolvedores (mesmo os que não vencerem o prêmio) consigam a oportunidade de desperter o interesse de um investidor.

De acordo com a organização do BIG, neste ano, foram inscritos 151 projetos de todo o país e, diferentemente dos anos anteriores, eles precisaram submeter também um plano de negócios detalhado. Para chegar aos oito selecionados, o comitê de avaliação analisou a qualidade geral do projeto de jogo e o plano de negócios. Os critérios incluíram aspectos audiovisuais, interativos, mecânica e acabamentos gerais.

No ano passado, o game Monowheels VR, da IMGNation Studios, do Rio Grande do Sul, foi o grande vencedor do BIG Starter na categoria “Melhor Jogo de Entretenimento”. O projeto tem previsão de lançamento para o fim de 2017. O game Vetor, da Supernova Indie Games, do Ceará, venceu na categoria “Melhor Jogo Educacional”.

“O Big Starter é uma ótima oportunidade para ganhar uma visibilidade extra para o seu jogo, atraindo a atenção de potenciais parceiros”, declara Orlando Fonseca, diretor criativo da IMGNation Studios. “O prêmio ajuda bastante, já que, como desenvolvedores independentes, estamos sempre atrás de formas de seguir criando nossos próprios jogos”.

 

Confira os finalistas do BIG Starter – Melhor Jogo de Entretenimento

 

– Adventure Llama (Mobile) – Pedro Savino

Sobre: Game com mecânica de plataforma e elementos de quebra-cabeça com interação de toque. O jogador tem o controle de uma Lhama que está em busca de relíquias perdidas nos antigos templos Incas.

 

– Darkness Revealed (PC e Mac) – Pixel Cows

Sobre: Jogo de plataforma submarino em que o jogador controla um mergulhador de alta profundidade. Conta com um estilo gráfico único, que mistura pixel art com luz 3D, conferindo à arte um tom misterioso e alienígena.

 

– King Boom (Mobile) – Digi Ten

Sobre: Jogo casual com grande foco em interações sociais em que o jogador assume o papel de capitão em um navio voador, junto com sua tripulação de animais engraçados e animados, em busca de tesouros em ilhas flutuantes.

 

– No Place for Bravery (PC e consoles) – Glitch Factory Games

Sobre: RPG de ação em que um grupo de aventureiros viaja por um mundo fantástico desolado por desastres mágicos em busca das entidades que trouxeram a aniquilação da civilização. Com aspecto minimalista, é um jogo de dificuldade elevada e totalmente baseado em habilidade e estratégia.

 

– The Last Princess (PC e consoles) – 40 Giants Entertainment

Sobre: Desenvolvido em parceria com a Jambô Editora, é um jogo de estratégia com batalhas em turnos e elementos de RPG, baseado no conhecido universo de Tormenta, em que as decisões do jogador alteram não apenas a história, mas o gameplay das batalhas.

 

 

MELHOR JOGO EDUCACIONAL

 

– MedRoom (Occulus Rift) – MedRoom

Sobre: Simulador para treinamento médico com realidade virtual que recria ambientes médicos, como uma sala cirúrgica, em que o usuário se vê no papel do médico e precisa realizar procedimentos como drenagem torácica, acesso venoso central, periférico, intubação, entre outros.

 

– Árida (PC) – Aoca Game Lab

Sobre: Franquia de jogos em 3D para PC que mescla elementos dos gêneros de aventura e sobrevivência. Baseado em mecânicas de quests e crafting, apresenta o universo ficcional através da história de Cícera, uma garota de 13 anos que vive o cotidiano do sertão baiano do século XIX até ser desafiada a explorar a pé e de forma solitária aquelas áridas terras.

 

Senta a Pua (Mobile, PC e Mac) – Comics World Games

Sobre: Desenvolvido em 2D com jogabilidade de aventura e furtiva, o jogo resgata a história do Brasil na Segunda Guerra Mundial. Utilizando fatos reais da FEB (Força Expedicionária Brasileira) o game apresenta à nova geração, de forma divertida, uma história esquecida do país.

 

Serviço – 5º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 24 de junho a 2 de julho (Segunda, 26, não abre)

BIG Business Forum – de 27 de junho a 1 de julho

De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h

Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP

Entrada: Gratuita

Quero Educação realiza Hackathon em São José dos Campos

A cidade de São José dos Campos será palco do Code In Quero, a hackathon anual realizada pela Quero Educação. O evento acontecerá nos dias 27 e 28 de maio, e as equipes participantes terão 24h para construir um protótipo a partir do zero, executando uma ideia que esteja alinhada com o tema do ano: Colaboração e Comunicação.

O Code In Quero é uma maratona de programação que acontece anualmente e já está em sua terceira edição. De acordo com Roger Garcia, diretor de Tecnologia da Quero Educação, o evento visa fomentar a inovação tecnológica no Vale do Paraíba e fortalecer a comunidade de desenvolvedores da região.

O evento é gratuito e contará com premiação para as melhores equipes. Todos os projetos desenvolvidos durante a hackathon serão supervisionados e apoiados por mentores ao longo da competição. Ao final do Code in Quero, todos os protótipos serão avaliados por uma banca julgadora com a participação de fundadores da Quero Educação.

unnamed

Recentemente, a empresa recebeu investimento e passou por uma mentoria com os sócios da YCombinator, aceleradora do Vale do Silício que está entre as mais prestigiadas do mundo. Seu lema é: “make something people want” (crie algo que as pessoas queiram), e o Code in Quero será um ambiente para colocar isso em ação, já que servirá como um guia para a escolha do case vencedor.

Sobre o Code In Quero 2017

O tema deste ano é Colaboração e Comunicação e espera-se que surjam projetos criativos que facilitem a organização de pessoas, ou que criem oportunidades de cooperação, independentemente do domínio de atuação. Eles podem ser sites, apps de celular, aplicativos desktop, hardware, serviços com APIs, enfim, praticamente qualquer coisa que envolva programação.

Participarão da hackathon estudantes universitários (de graduação e mestrado), independente da instituição de ensino. Mais informações sobre o evento no site do evento.

Manifesto Rock Bar sediará o festival Game Over São Paulo em junho

O pessoal que curte rock em São Paulo já deve ter conhecido o Manifesto Rock Bar. Agora é a vez de quem curte videogames conhecer esta tradicional casa noturna, pois no dia 15 de junho ocorrerá o Game Over: São Paulo, um festival de música que reunirá alguns dos maiores expoentes da game music brasileira.

Esta é a primeira vez os gamers da capital paulista terão um festival que reunirá músicas de games e muita jogatina. O evento é uma “importação” do Festival Game Over, que já acontece em diversas cidades americanas. Além das apresentações musicais, o evento vai contar com freeplay em consoles clássicos, proporcionando um encontro para os fãs de video games de todas as idades.

gameover

A festa começa com o show da banda Game Boys, seguida pelo tradicional “Game Metal” da banda MegaDriver e segue noite a dentro com a “Electronic Game Music” do PXJ DJ | AKA Thiago Adamo. Enquanto o som rola, os gamers poderão testar o mais novo Mega Drive, recém lançado pela Tec Toy. E não podemos deixar de citar a participação dos stormtroopers que farão a “segurança” do local. Sim, teremos a divertida participação da 501st Legion, a legião de Troopers mais insana do Império.

501stO evento é uma iniciativa do grupo americano MAGFest, abreviação de “Music And Gaming Festival“, responsável pelo maior festival de música e games do mundo, realizado anualmente nos EUA. De acordo com os organizadores, o “Game Over: São Paulo” chega com o objetivo de trazer esta tradição pela primeira vez ao Brasil, com toda a energia que a comunidade gamer merece.

 

Serviço: Game Over São Paulo

Data: Quinta, 15 de Junho de 2017

Ingressos: R$ 20,00 antecipado; R$ 30,00 no dia (ambos casos levar 1kg de alimento no dia)

Local: Manifesto Bar

Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi – São Paulo/SP

Abertura da casa: 18h

Fone: (11) 3168-9595

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/293611134414657/

Manifesto Bar – http://www.manifestobar.com.br

 

SAGA de Brasília recebe fãs de Overwatch e Heroes of the Storm no Blizzard Gamers Day

Os fãs da Blizzard tem novo compromisso na SAGA (School of Art, Game and Animation)neste domingo (07/05), pois a unidade de Brasília abre suas portas para o Blizzard Gamers Day. Esta é a primeira edição do evento dedicado aos fãs de Overwatch e Heroes of the Storm, na capital federal. O evento começa as 10h e vai até as 18h, período em que os fãs podem interagir e jogar seus títulos favoritos.

De acordo com a SAGA, entre as atrações do Blizzard Gamers Day estão uma área para jogar à vontade Overwatch e Heroes of the Storm, campeonatos, mesas redondas, workshops, sorteios de brindes e a presença de cosplayers. Outras unidades da instituição já abriram suas portas para o evento, com alta adesão de público e ótimas atividades.

blizzardAlém das atrações mencionadas, os participantes poderão encontrar o jogador profissional de Overwatch, Filipe “nosfa” Barbosa, do First e-Sports, e os streamers SuperUai e Lu Simioni, conhecidos por transmitir e narrar partidas de jogos da Blizzard. Espera-se que as transmissões pela internet sirvam para atrair mais jogadores para as próximas edições do evento.

As vagas para o primeiro Blizzard Gamers Day em Brasília já estão preenchidas, mas quem quiser participar dos próximos eventos da SAGA na capital federal ou em qualquer outra unidade, devem ficar atentos às novidades da escola nas redes sociais e se inscrever pelo próprio site da SAGA.

 

Serviço – Blizzard Gamers Day

Local: SAGA Brasília – Quadra C07, Lote 02, Sala 101/201, Centro, Taguatinga-DF

Data: 07/05/2017

Horário: Das 10h às 18h

Realidade virtual estará em alta durante o evento FITIC 2016

Quem curte fazer trilha mesmo já deve ter imaginado uma situação de entrar na floresta Amazônica, certo? E quem curte música já deve ter tido a curiosidade de conhecer os bastidores do processo de um criação de um videoclipe. Pois bem, a FITIC – Feira de Tecnologia e Inovação, terá uma exposição em que os visitantes poderão conferir isso e muito mais.

O evento será realizado entre os dias 15 a 18 de dezembro e promete uma série de novidades do mundo da realidade virtual. O FITIC é uma realização em parceria  com o a Greenpeace. A VR EXPERIENCE ZONE  propiciará um passeio  em VR  360º na floresta amazônica, já a Vevo vai possibilitar que os visitantes descubram os bastidores do processo de criação de um videoclipe.

Além disso, as últimas tendências dos games também estarão em exposição. De acordo com os organizadores nos próximos quatro anos a venda de aparelhos de realidade virtual deve crescer a um ritmo anual de 84,5%, chegando a 50 milhões de unidades em 2020. E a tendência é que o segmento se popularize ainda mais. Segundo uma pesquisa da Advanced Imaging Society, de Hollywood, 70% dos americanos entre 18 e 60 anos se mostram extremamente interessados no assunto. No Brasil, a FITIC – Feira de Tecnologia e Inovação trará ao público um grande espaço inteiramente dedicado à categoria.

business-lounge-opti-1024x574Na FITIC, os participantes terão acesso a uma área de experiência, em que os equipamentos poderão ser utilizados. Os visitantes terão, por exemplo, a oportunidade de experimentar óculos de realidade virtual que os levarão direto para a floresta Amazônica, com visão 360°. A atração é resultante de uma parceria com o Greenpeace e vai permitir que o público conheça um pouco mais da maior floresta tropical e reserva de biodiversidade do planeta, sem sair de São Paulo.

Entre as diversas atrações do segmento, uma parceria com a Vevo vai permitir que os visitantes participem de videoclipes e acompanhem todo o processo de montagem, efeitos e produção, por meio da realidade aumentada. O público ainda terá a oportunidade de viajar sem sair do lugar, se aventurar em tirolesas e conhecer as últimas novidades em games.

“Até bem pouco tempo atrás muitos pensavam que VR, ou realidade virtual, seria sempre um sonho de autores de ficção científica. Hoje em dia já é possível ver a tecnologia aplicada em diversos campos como turismo, entretenimento, educação e saúde. Suas vantagens se tornaram acessíveis ao público em geral, transformando-a numa opção de lazer e conhecimento”, declara Luís Prata, CEO da FITIC.

A Messier, empresa brasileira de produção de games com experiência digital, levará aos visitantes três criações. Uma delas é a versão para o premiado mangá Holy Avenger, um jogo de aventura em 3D para PC e Consoles (XBOX e PlayStation), no estilo “Hack and Slash”, jogos que enfatizam o combate. Outra atração no segmento é o Opus Castle, um horror game em realidade virtual gestual. A história acontece dentro de um pequeno castelo, onde uma família foi brutalmente assassinada.

O jogador precisa escapar do local e enfrentar seus medos mais terríveis. Para isso, o jogador experimenta uma imersão sensorial que usa, além dos óculos de realidade virtual, dois controles, um em cada mão, sensíveis aos movimentos e aos toques. Os óculos de realidade virtual da HTC VIVE possuem ainda duas telas de 1200×1080, uma para cada olho, com taxa de atualização de 90 hz que torna a experiência altamente realista.

Quem estiver na feira também poderá conhecer o Kriaturaz, jogo em que os personagens são parte de um novo conceito de lendas, mitos e folclore do Brasil. O jogador deve controlar e cuidar de uma criatura nascida de um pequeno ovo, que passará por diversas evoluções, começando por um nível completamente inferior (mirim) para o nível mais alto no panteão dos mitos, o Guardião das Lendas. Neste game totalmente em 3D, que mescla batalhas por turno e RPG clássico com a evolução do personagem, perda de itens ao morrer, e adição de pontos e atributos baseados em experiências, o jogador terá, ao longo de sua jornada, que desbravar cada região do Brasil, solucionando questões e enfrentando inimigos para que o mundo das lendas não entre em colapso com o mundo humano.

Entre as várias experiências da feira, os visitantes poderão viajar para o interior de São Paulo sem sair do lugar com a Tirolesa VR, inédita no Brasil. Viabilizada pela VR Studios, em parceria com o município de Brotas (SP), a atração permitirá que o público se aventure em duas das tirolesas mais famosas da cidade: o Voo do Tarzan, com 1.100 metros de percurso e 1 minuto e 20 segundos de duração, e Voo do Vale, com 800 metros de percurso e 1 minuto de descida.

Os participantes ficarão suspensos em uma estrutura metálica exatamente como se estivessem em um equipamento real. Em seguida, usarão os óculos de realidade virtual, no qual verão uma gravação em 360º realizada nas tirolesas de Brotas. Fortes ventiladores simularão o vento da descida nos rostos das pessoas. Os visitantes também vão conhecer diversas soluções que podem ser aplicadas nos segmentos de turismo, educação, arquitetura e saúde.

Quem estiver na feira também poderá conhecer Foz do Iguaçu, no Paraná. No estande da AIS – Ambientes Virtuais, as pessoas poderão fazer um tour por pontos turísticos como Itaipu Binacional, Cataratas do Iguaçu e Dream Land. A empresa Esconderijo das Crianças levará a revista de realidade virtual Mundo360, que reúne um pacote de experiência completo interagindo óculos, revista e um aparelho celular.

Essa iniciativa trouxe em um mesmo produto uma mídia que já tem mais de 350 anos juntamente com uma mídia que ainda está se desenvolvendo como mercado. A empresa apresentará, também, a melhor solução de sistema de votação online, a Chooicely, que recentemente apresentou resultados surpreendentes em um grande concurso de beleza fitness e que poderão ser conferidos em demos para os visitantes.

Para mais detalhes sobre as atrações da FITIC, acesse a programação.

SERVIÇO: FITIC – Feira de tecnologia e inovação
Data: 15 a 18 de dezembro
Local: Centro de Exposições de São Paulo
Endereço: Rod. dos Imigrantes, s/n – Água Funda, São Paulo – SP

BIG Festival recebe inscrições de 515 jogos de 48 países

O BIG Festival 2016 promete ser um dos mais disputados dos últimos anos, pois a organização do evento recebeu nada menos que 515 inscrições vindas de 48 países. O número representa um recorde que demonstra a importância que o evento vem recebendo a cada nova edição. Com tantos inscritos, é possível que o número de visitantes seja ainda maior que a edição anterior, que levou mais de 12 mil pessoas ao Centro Cultural em 2015.

O evento deste ano acontece de 25 de junho a 03 de julho, novamente no Centro Cultural São Paulo, na capital paulista. A maioria dos jogos inscritos, 232, são de estúdios brasileiros, o que representa 45,1% do total. Estados Unidos (36 jogos), Canadá (26) e França (24) vêm logo atrás em número de inscritos. Considerando a plataforma, 57,5% do total são jogos para computador, 35,7% para mobile, 5,6% para navegadores, 0,8% para consoles e 0,4% para outras plataformas.

Destes 515 jogos inscritos, serão selecionados aproximadamente 40 títulos finalistas (a data aproximada para a divulgação dos finalistas é 13 de maio), e todos estarão disponíveis em uma exposição aberta ao público. Os visitantes do BIG Festival poderão testar os jogos de forma gratuita e também contribuir votando em seus favoritos.

Os games serão analisados pelo Comitê de Seleção do festival e os finalistas irão competir nas categorias Melhor Jogo, Melhor Jogo da América Latina, Melhor Jogo Brasileiro, Melhor Som, Melhor Arte, Melhor Narrativa, Melhor Gameplay, Inovação, Melhor Jogo Educacional ou de Impacto Social e Voto Popular, além de uma premiação especial para o Melhor Jogo Ambiental, uma adição nova ao evento. Ao todo, serão distribuídos R$ 52 mil em prêmios, além da visibilidade que o BIG Festival garante aos vencedores.

Confira tabela com os números de inscritos no BIG Festival:

unnamed (1)

unnamed

 

Serviço – 4º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 25 de Junho a 3 de Julho (Segunda, 27, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita

BRMA tem final de World of Tanks

A próxima sexta-feira (18) é uma data muito importante para os fãs de e-sport, pois o Expo Center Norte está sediando a grande final do Campeonato Brasileiro de World of Tanks. As finais serão disputadas entre as equipes do Game-Over e a INTZ a partir das 19h no auditório principal, com direito a transmissão ao vivo pela Twitch, no canal da BRMA.

A equipe vencedora vai representar o Brasil na  Grande Final Global de World of Tanks que acontecerá nos dias 8 e 9 de abril em Varsóvia, na Polônia. Lá, ela enfrentará os melhores times do planeta para concorrer ao prêmio de US$ 300.000. Esta será a segunda edição do torneio. O último aconteceu na Polônia e foi vencido pelo Hellraisers, time Russo, que levou o prêmio final de US$ 150 mil.

World of Tanks é um MMO de ação e estratégia que coloca os jogadores para guerrear em partidas explosivas. Atualmente o título é o quinto mais rentável no mundo considerando-se apenas jogos de PC com um faturamento de US$ 446 em 2015, de acordo com pesquisa da consultoria Super Data Research. World of Tanks possui mais de 100 milhões de jogadores no mundo, inclusive no Brasil a comunidade de jogadores é crescente.

A Brasil Mega Arena atualmente é o maior evento de e-Sports da América Latina, com campeonatos de alguns dos jos de PCs mais populares do mundo, tais como, League of Legends, Counter-Strike: Global Offensive, Crossfire, World of Tanks, entre outros. As partidas ocorrem em um grande palco e tem narrações ao vivo. Além dos campeonatos, algumas empresas do setor revelam novidades e youtubers atendem seus fãs. Há ainda diversos computadores disponíveis para que o público jogue à vontade.

Abaixo tem um trailer de World of Tanks:

Patife vence o reality show Legends of Gaming Brasil

Neste último sábado (27 de fevereiro), o Youtube Space de São Paulo recebeu a grande final do Legends of Gaming, o reality show organizado pela EndemolShine, a mesma empresa responsável pelos sucessos Big Brother e Masterchef. O torneio iniciou em outubro e reuniu dezesseis youtubers famosos entre os jogadores para a disputa de um prêmio de R$ 50 mil e a vaga para a disputa do Legends of Gaming Mundial.

A grande final foi entre os youtubers Gabriel “Vilhena” e João Paulo “Patife” e a disputa foi bastante disputada, de modo que foram necessários os cinco rounds para definir quem é o melhor youtube gamer do Brasil. O Youtube Space recebeu torcedores dos dois adversários, além dos outros youtubers que foram eliminados anteriormente. Para quem não pôde comparecer, a Endemol permitiu que a final fosse assistida via streaming com apresentação do Felipe Castanhari, do Canal Nostalgia.

Log

Durante o tempo de transmissão, os fãs foram a loucura: cerca de 60 mil pessoas acompanharam a disputa online e a hashtag #LogBR ficou nos trending topics do Twitter. De acordo com a organização, o evento foi sucesso onde passou, inclusive na Inglaterra, EUA, França e Alemanha. A possibilidade de que ocorra a segunda temporada é muito grande, visto que antes da final os números de views já ultrapassavam os 26 milhões.

“Foi muito legal participar do LOGBR. Nunca fiz nada assim com games, fazíamos algo mais voltado para o humor, mas participar de um campeonato foi inédito e fazer a transmissão ao vivo foi algo novo e divertido de fazer com todas essas câmeras, o TP e o público junto. Foi tudo muito louco. Não sei se eu levo jeito para isso, ainda vou ver como ficou”, disse Felipe Castanhari. “Espero que o LogBR continue dando certo e cresça ainda mais, pois ele mostrou que não é apenas a TV pode fazer um reality show. Não sei se no futuro eu vou ser chamado para as demais temporadas, mas espero que o canal continue bombando”, finalizou Castanhari.

A final foi disputada em cinco rounds, de modo que os jogos utilizados para definir o grande vencedor foram Rocket League, FIFA 16, Gang Beasts, Saint Seiya e Counter Strike, respectivamente. Quem se deu melhor foi o Patife com três vitórias contra duas de seu adversário, o Vilhena. A última rodada foi especialmente emocionante e foi decidida em um misto de sorte e habilidade. Com a vitória, Patife ganhou o prêmio de R$ 50 mil e a possibilidade de disputar contra os outros campeões ao redor do mundo em uma espécie de Copa do Mundo.

A lenda do Legends of Gaming Brasil:

O GameReporter falou com o Patife após a grande disputa para saber qual a sensação de se tornar a lenda e ostentar o título de “Melhor youtuber gamer do Brasil”. Confira:

Como foi a sensação de participar do Legends of Gaming Brasil?

Foi incrível! Eu jogo videogames a vida toda e ainda lembro-me daquele filme da sessão da tarde do garoto que jogava videogames (O gênio do videogame) e praticamente me sentia naquela situação, sendo que eu era o garoto nerd que chega num grande torneio a vence de maneira improvável. Eu jogo de tudo, nunca imaginei que chegaria até aqui. É como realizar um sonho de criança.

 

Qual o balanço que você faz do LogBR?

Patife comemora o prêmio do LogBR
Patife comemora o prêmio do LogBR

Foi um bom começo e o evento já venho com bastante força. O reality quebrou recordes do youtube e acho que o futuro do e-sports está no Legends, esse evento veio para ficar e impactar. Ele conseguiu trazer a comunidade gamer para uma posição de destaque e os fãs dos canais ficaram bastante empolgados.

 

Como veio o convite para você participar do Legends of Gaming?

Foi tudo graças ao Damiani, ele me perguntou pelo whats app se poderia me indicar para um novo projeto da Endemol, eu falei que sim e então a empresa veio falar comigo. Foi tudo bem rápido e só acreditei porque o convite veio através do Damiani. No primeiro dia que cheguei já senti o impacto positivo, havia muitos youtubers e o ambiente era bem amistoso, algo que não esperava. Foi uma surpresa total. Eu me lembro de que no início cheguei apenas para brincar e participar e quando me vi na final fiquei sem chão. Foi ótimo.

 

Rolou o frio na barriga quando você disputou a final?

Você não faz ideia. Eu mal conseguia segurar o mouse, nas imagens não mostrou, mas quando eu estava configurando para o último round, o do Counter Strike, eu baixei a sensibilidade ao máximo possível, pois eu estava tremendo. No começo não conseguia me segurar mesmo. Eu e o Vilhena estávamos passando mal de nervoso, mas então consegui me acalmar e jogar direito.

LogBR

Já sabe o que vai fazer com o prêmio e como vai ser chegar em Londres para disputar o mundial do Legends of Gaming?

Quero chegar em Londres com tudo, vou representar o Brasil e causar muito, levar a bandeira e brigar com os gringos de igual pra igual. O prêmio ainda não sei direito o que fazer, tenho muitas conta para pagar (risos), mas já tenho uma ideia. Quero fazer duas coberturas de eventos internacionais esse ano: a E3 e a Comic Con, mas ainda não sei. Eu quero investir no canal, seja em equipamento ou em coberturas de eventos. Sei que vou converter isso para melhorar o conteúdo do canal.