Arquivo da tag: EA

Electronic Arts anuncia data de lançamento de Fe, jogo do selo EA Originals

Para quem estava esperando novidades sobre o promissor jogo “Fe”, temos  algumas noticias. A Electronic Arts anunciou que o título será lançado mundialmente em 16 de Fevereiro para Xbox One, PlayStation 4, Origin para PC e Nintendo Switch. O game está sendo bastante aguardado por jogadores que esperam por  experiências totalmente novas.

Desenvolvido pelo estúdio sueco Zoink Games, Fe é um jogo imaginativo de plataforma de mundo aberto em que os jogadores irão embarcar em uma aventura na pele de um filhote perdido em uma densa floresta, explorando e descobrindo os segredos da flora através de visão e som. Além de explorar o ambiente, o jogador deve interagir com outros animais e plantas locais. Para tanto você deve aprender novas músicas para acessar diferentes partes do ambiente florestal.

Mas nem tudo são flores em Fe: durante a aventura você irá se deparar com criaturas malignas que trazem o silencio e tentam modificar o bosque. Outro ponto de interesse do jogo é que você é livre para explorar sem qualquer indicação de onde ir ou o que fazer! Você é jogado em uma densa floresta e deve descobrir por si só o que fazer para encontrar seu caminho e impedir que a floresta seja corrompida pelas criaturas malignas.

Em Fe, jogadores serão encantados pelos arredores naturais, enquanto desvendam segredos, completam missões secundárias e encontram criaturas místicas da floresta. Os jogadores irão escalar, deslizar e cavar enquanto viajam pela experiência de mundo aberto, encontrando, interagindo e resgatando plantas e animais dos Silent Ones, as máquinas antagonistas que estão ameaçando a floresta. Através de uma liberdade de exploração única em um mundo cheio de descobertas a serem feitas, jogadores se tornarão Fe e nunca vão querer partir.

Fe é mais uma mostra da nova estratégia da EA de apoiar a desenvolvedores independentes, tal como aconteceu com o excelente Unravel. O objetivo do selo EA Originals é oferecer experiências únicas ao jogador ao passo que apoia desenvolvedores menores. De acordo com a EA, todo o dinheiro das vendas dos jogos deste selo vão direto para os desenvolvedores, a fim de melhorar a estrutura desses estúdios.

Abaixo tem o trailer de Fe:

Top 10: Games mais aguardados para 2018

O ano 2018 começou. Você já sabe quais os games que devem fazer bonito nesta temporada? Preparamos aqui um guia dos jogos mais aguardados e que tem tudo para fazer bonito neste ano. Claro que alguns podem se mostrar grandes decepções, além da possibilidade se aparecer surpresas ao longo dos meses, mas baseando-se no que já foi apresentado até aqui, estes são os games que mais estamos ansiosos para ver em 2018.

Confira abaixo os dez games mais aguardados para 2018:

 

Shadow of the Colossus

Sim, Shadow of the Colossus não é exatamente uma “novidade”, visto que já sabemos o que esperar do jogo desde a era 128 bits. Mas vamos lá, Shadow of the Colossus é um dos melhores games de todos os tempos e um dos poucos games considerados obras de arte interativas. Aqui podemos ver toda a glória da obra de Fumito Ueda rodando na melhor resolução possível.

O mundo aberto, a trilha sonora e as batalhas emocionantes cativaram os jogadores por muitos anos. Ao que parece o game não vai ganhar novidades como os míticos colossus perdidos, mas ainda assim não podemos deixar de ficar animados com a volta de Wanda e sua aventura para salvar sua amada. Se você nunca jogou este clássico do PS2, esta é a chance, afinal Shadow of the Colossus foi tão importante em sua época que era comparado com a franquia Zelda, da Nintendo, graças a sua grandiosidade.

 

Anthem

A Bioware sabe que pisou na bola com Mass Effect Andromeda e a intenção com Anthem é recuperar a honra do estúdio. Seguindo uma premissa parecida com a de Destiny, Anthem coloca os jogadores em um RPG de ação cooperativo em uma exploração por mundos alienígenas. Você escolhe uma classe e as habilidades de cada uma delas são importantes para vencer os mais estranhos desafios.

Parece que a Bioware está mirando os fãs de sci-fi, além de quem se desapontou com Destiny 2. Cada freelancer possui uma javali (o traje mecânico), que é customizável e pode trazer vantagens importantes. A expectativa é que a EA tenha aprendido a lição com os polêmicos lançamentos de Mass Effect Andromeda eStar Wars Battlefront II e pare de extorquir a comunidade ou entregar produtos pouco otimizados. Se entregar o que foi prometido, Anthem tem um futuro bastante promissor.

 

Metro Exodus

O terceiro game da franquia Metro chega para trazer ares mais sombrios para a obra de Dmitriy Glukhovskiy. O trailer revelado mostra que o jogo deve ser um dos mais apavorantes de 2018, com muitos jump scares e uma ambientação pesada. A ambientação mantém o clima pós-apocalíptico devastado por uma guerra nuclear. Neste mundo desesperançoso surgem criaturas mutantes sedentas por sangue.

Cabe ao jogador encarnar um dos sobreviventes da guerra e atravessar os túneis escuros do que um dia já foi a Rússia. O final de Last Light apenas serviu para deixar a comunidade ansiosa por uma sequência. De acordo com o que foi mostrado, os elementos de furtividade serão ainda mais onipresentes, ou seja, não é nada esperto sair atirando feito louco pelos túneis escuros.

 

Kingdom Hearts 3

Tetsuya Nomura vêm prometendo Kingdom Hearts 3 desde a primeira geração de games do PS4, mas a produção de Final Fantasy XV tomou muito de seu tempo. Agora com o campo livre para se dedicar a KH3 esperasse que o game saia até o final de 2018 (vamos torcer). O título coloca o usuário da Keyblade (Sora) e seus amigos Pato Donald e o Pateta em uma aventura através dos mundos mágicos da Disney.

Este será o primeiro Kingdom Hearts da série principal desde que a Disney comprou os direitos de Star Wars e toda a divisão Pixar. Ainda é cedo para dizer, mas a comunidade espera que a Square-Enix explore elementos destes jogos (Toy Story já está confirmado). Quem sabe, dependendo do andamento da produção, possamos esperar alguns easter eggs sobre possíveis aparições do mundo de super heróis da Marvel? Não custa sonhar, mas pelo que se espera, este será um dos games mais divertidos do gênero RPG dos próximos anos, saindo um pouco do mote obscuro que domina o gênero atualmente.

 

State of Decay 2

Uma das maiores surpresas da última década foi State of Decay, uma espécie de GTA ambientado em um mundo pós-apocalíptico infestado de zumbis. A ideia é colocar os jogadores em um mundo totalmente aberto, mas ao invés de brigar entre si com em PUBG (outro fenômeno a ser estudado), aqui a ideia é cooperativo.

Com o devido apoio da Microsoft e o novo poder de processamento do Xbox One, a expectativa é que State of Decay se torne uma das franquias mais importantes para quem curte multiplayer online. Espera-se um mundo explorável ainda maior que a do primeiro game, então pode esperar por muita ação e diversão. Ah, vale lembrar que o título terá foco na  construção de uma comunidade de players, onde as habilidades únicas de cada personagem são importantes para deter as hordas invasoras de zumbis. 

 

Marvel`s Spider Man

Desde o lançamento de Batman Arkham Asylum nunca houve um jogo de super heróis tão impactante, porém a expectativa é que finalmente a Marvel tenha um game para rivalizar com a qualidade do Cavaleiro das Trevas. A movimentação pela cidade de NY parece impressionante, tal como a escolha de personagens, vilões e mecânica de combate.

Uma das principais críticas que a comunidade tem feito desde os trailers de revelação são sobre a quantidade de QTEs (quick time events), mas a Insomniac Games já garantiu que o jogo não tem tantas QTEs assim. Ah outra boa notícia é que o mapa do jogo promete ser bastante grande, o maior já feito pela Insomniac. Se as promessas forem cumpridas, aqui está um game que todos os fãs do aracnídeo esperavam.

 

Dragon Ball FighterZ

Emu ma época que Street Fighter e Marvel vs Capcom são capazes de desapontar os jogadores, surge Dragon Ball FighterZ, que não apenas traz os lutadores mais poderosos da ficção, como também tem aquele sentimento perdido de jogos de luta árcade. FighterZ traz uma galeria vasta de personagens (espera-se que todo o elenco de DBZ e Dragon Ball Super esteja no game). Os combates lembram o clássico DBZ Budokai do PS2, porém com ação mais fluída.

Os combates são de 3×3 e as animações estão tão bonitas que até parecem episódios do anime. A Bandai Namco irá lançar FighterZ no dia 26 de janeiro e se tudo correr bem, este deve ser um dos queridinhos na temporada de eSports de 2018, afinal vale lembrar que Dragon Ball Super está a todo vapor e os fãs de Dragon Ball já estavam esperando por muitos anos por um game neste nível de qualidade.

 

Far Cry 5

A franquia Far Cry já é uma das melhores dos últimos anos. Após passarmos por ilhas desertas e pela idade da pedra, chegou a hora de uma abordagem mais moderna. Em Far Cry 5 os jogadores vão para a cidade de New Hope, Montana para assumir o papel de xerife. O maior desafio é capturar o líder religioso Joseph Seed, que formou um grupo racista com ideais apocalípticos (bastante inspirado em Charles Manson).

Assim como nos games anteriores, o jogador pode esperar uma inteligência artificial dos inimigos bastante aprimorada, além de uma história bem desenvolvida. A novidade fica por conta da possibilidade de personalizar o personagem, escolhendo gênero, cor de pele entre outras modificações.

 

God of War

O retorno da franquia God of War traz mudanças drásticas: Kratos está mais maduro e é acompanhado por seu filho Atreus. A ação deixa de lado o estilo hack ‘n slash dos títulos anteriores, ficando mais desacelerada e tática, quase como uma inspiração de Dark Souls. Como se não bastasse, a trama parece mais densa e deve explorar o relacionamento entre Kratos e seu filho.

Mas calma: de acordo com os produtores, o jogador não será babá da criança, já que Atreus realizará suas próprias escolhas durante o jogo. Ah, a nova abordagem na mitologia nórdica promete trazer um pouco de brisa fresca para uma franquia tão amada.

 

Red Dead Redemption 2

Um dos jogos mais bem produzidos da Rockstar foi Red Dead Redemption, não por menos a comunidade implorou por muito tempo que a produtora criasse uma sequência. Os pedidos serão atendidos em 2018 com algumas perfumarias bastante esperadas, como o novo modo multiplayer que servirá para complementar a campanha singleplayer. A trama gira em torno de Arthur Morgan, um membro da perigosa gangue Dutch van der , tendo de realizar diferentes missões em uma ambientação de velho oeste.

A expectativa da comunidade é bastante alta, pois nos últimos projetos a Rockstar conseguiu entregar produtos de extrema relevância, além de alcançar vendas impressionantes com GTAV. Muita gente aposta que RDR2 pode se tornar o jogo mais vendido de 2018, ainda que a concorrência seja bastante alta.

NZN elege as as promessas em games para 2017

Os apaixonados por jogos já têm motivos para comemorar! O ano de 2017 definitivamente será um dos melhores para quem aguarda por lançamentos e novidades. E para atualizar os gamers de plantão, a NZN, um dos principais players em soluções para publicidade e comunicação do mercado, acaba de reunir as grandes promessas para o primeiro semestre.

A lista traz apenas os lançamentos para o primeiro semestre do ano, de modo que a comunidade terá muitas coisas boas para se entreter neste início de ano. Muitos outros games que devem sair no segundo semestre ainda não possuem data de lançamento definida, e tantos outros devem ser anunciados apenas durante a E3, a maior feira de games do mundo, a ocorrer em Los Angeles entre os dias 13 e 15 de junho.

Confira abaixo o calendário de lançamentos da NZN para 2017:

Janeiro

khhdgonbrasilComeçando em Janeiro, teremos Gravity Rush 2, exclusivo do PS4; Yakuza 0, prequel que vai explicar as origens da franquia; Kingdom Hearts HD 2.8: Final Chapter Prologue, compilação com conteúdo do RPG que mistura Disney com Square e Resident Evil 7, que promete revitalizar a série com uma perspectiva em primeira pessoa.

 

Fevereiro

c356330f-e4b0-4dca-8ef6-e685d5eb83c6Fevereiro também promete grandes surpresas: Halo Wars 2, que vai agradar os fãs de estratégia no Xbox One e no PC; Sniper Elite 4 que pretende ser um jogo mais acessível da franquia; For Honor que deve trazer combates cadenciados nas mãos da Ubisoft; NioH que seguirá uma fórmula Dark Souls com Onimusha e Horizon: Zero Dawn, grande promessa da Sony, que chegará ao PS4 (com direito a patch para o PS4 Pro).
Março

zelda0005Já em Março, o ritmo pode até acalmar, mas não irá esfriar: NieR: Automata é um RPG de ação futurista da Square Enix ainda envolto por muitos mistérios; Ghost Recon Wildlands que marcará o retorno de uma das franquias de ação mais amadas do selo Tom Clancy. Temos também Mass Effect Andromeda, o aguardado RPG sci-fi da EA. E para fechar o mês, teremos a chegada do jogo mais aguardado do mercado: o lançamento do Switch! Com alguns dos títulos já anunciados – entre eles The Legend of Zelda: Breath of the Wild, o novo Super Mario Odyssey, além de jogos third-party –, o console híbrido será lançado nos Estados Unidos no dia 3 de março e custará US$ 299. Este novo consoles da Nintendo promete ser um divisor de água em 2017.

 

Abril

maxresdefaultNo mês de Abril, temos quatro lançamentos já confirmados: Sniper Ghost Warrior 3, que segue uma fórmula com pouco Far Cry com Sniper Elite, e traz um mundo aberto militar; Persona 5, o tão esperado RPG da Atlus que dará continuidade ao formato descontraído da franquia; Yooka-Laylee, jogo de plataforma dos mesmos criadores de Banjo-Kazooie; e Dragon Quest Heroes 2, continuação do game que transformou a série de RPG japonesa em um hack-and-slash estilo Dynasty Warriors.

 

Durante o primeiro semestre

seaofthieves

Ainda sem data, mas previstos para o primeiro semestre de 2017, temos os aguardados: Outlast 2, Prey, Sea of Thieves, Uncharted: The Lost Legacy, South Park: A Fenda que Abunda Força e Sexta-Feira 13. A ideia é que esses títulos sejam lançados pelo menos até o final de junho.

Top 10: os jogos mais aguardados para 2017

O ano de 2016 ainda não terminou, mas já estamos com nossos radares acionados para o que nos espera para o próximo ano. Muitos jogos estão por vir e a maioria deles sequer foi revelada ainda. A E3 2017 promete ser uma das mais emocionantes, pois a Nintendo e a Microsoft devem preparar terreno para o lançamento de seus novos consoles, ao passo que a Sony deve investir pesado em novos jogos matadores.

As perspectivas são tão altas pois a atual geração está finalmente amadurecida e os estúdios já podem tirar o máximo proveito dos hardwares. Seja como for, já sabemos da existência de muitos games que devem ser sensação em 2017 e listamos 10 dessas preciosidades que são extremamente aguardadas pela comunidade.

Confira abaixo dez dos mais aguardados jogos para 2017:

 

For Honor

For Honor é mais uma nova IP da Ubisoft que tem tudo para se tornar um marco da indústria. Para quem não conhece, trata-se de um hack ‘n slash ambientado em um mundo de fantasia medieval. Neste mundo os jogadores enfrentam batalhas com samurais, cavaleiros e vikings pela supremacia no campo de batalha. A intenção da Ubisoft parece ser priorizar o multiplayer ao invés do singleplayer, o que pode ser uma má decisão. Entretanto, a estrutura inspirada em jogos de tiro pode ser uma boa opção para tornar os combates mais empolgantes. Mas não se preocupe ainda, o singleplayer já está confirmado, mas a Ubisoft não parece dar muito destaque para a história. Também pudera, uma história que reúna samurais, vikings e cavaleiros não deve ser levada tão a série mesmo. Quem sabe seja essa mistura louca que a comunidade precisa?

 

Shenmue 3

Shenmue nunca foi um sucesso comercial e a ideia original de Yu Suzuki de criar uma trilogia parecia fadada ao fracasso. Mas graças ao Kickstarter, uma ajudinha da Sony e à união de milhares de fãs parece que Shenmue 3 sairá do papel. Você assume o papel de Ryo Hazuki que busca descobrir os responsáveis pelo assassinato de seu pai. Apesar de carregar o peso de uma franquia famosa, Shenmue 3 deve ser bem diferente dos antecessores, pois a tecnologia deu um grande salto desde a derrocada do Dreamcast. Deste modo, esperamos uma espécie de GTA ambientado em pequenos vilarejos japoneses.

 

Injustice 2

O primeiro Injustice foi bastante aclamado pela crítica e pela comunidade de jogadores. Com a Warner/DC investindo pesado em seus heróis para a temporada 2017 no cinema, faz todo o sentido uma sequência para o game de luta. Batman, Superman e muitos outros heróis e vilões retornam para mais pancadaria com direito a reutilizar a mesma engine de Mortal Kombat X. Há quem possa torcer o nariz e dizer que o game é muito sombrio ou que é apenas outro Mortal Kombat com personagens da DC, mas a verdade é que Injustice 2 tem a ambição de ser o maior jogo de luta da próxima temporada.

 

Halo Wars 2

Sim, sabemos que Halo Wars 2 não é exatamente o título Halo que todos esperam. Mas Halo 6 sequer foi anunciado ainda e seu lançamento deve demorar um bocado. Até lá podemos curtir o universo expandido de Halo através desta improvável continuação do RTS que agitou o Xbox 360. Os acontecimentos deste game são imediatos após o fim de Halo 5: Guardians e retrata a tripulação da UNSC tendo de lidar com uma facção alienígena extremamente hostil chamada Banished. Tal como no primeiro Halo Wars, aqui vamos ter bastante estratégia e combates intensos, porém de maneira simplificada para atrair jogadores pouco acostumados com RTS.

 

Marvel vs Capcom Infinite

E se os heróis da DC farão seu retorno em 2017 através de um jogo de luta, o mesmo pode ser dito dos heróis da Marvel. A Capcom já apresentou muitas coisas sobre Marvel vs Capcom 4 e o que foi revelado é promissor: guerra pelas gemas do infinito, combate dois contra dois, combos, modo história e a introdução de muitos personagens novos. Ainda não temos confirmação se os X-Men ficarão mesmo de fora da pancadaria devido aos desacordos entre a Marvel e os detentores dos direitos de imagem dos mutantes. Se não tiver acordo, o jogo perde uma gama de personagens icônicos, mas a esperança é que os produtores conseguirão a participação de todo o roll de personagens criados pela Marvel.

 

Horizon Zero Dawn

Horizon Zero Dawn tem tudo o que fãs de RPGs de ação em mundo aberto podem querer, ou seja, universo único, enredo épico, temáticas envolvendo destino e identidade, combates intensos etc. O mais interessante é que os inimigos são dinossauros-robôs, algo pouco usual em qualquer jogo eletrônico. Mas é justamente essa liberdade criativa e o mundo pós-apocalíptico que faz com que tantos jogadores fiquem interessados neste game. Se a empreitada for bem sucedida, podemos apostar que Horizon Zero Dawn se tronará uma franquia.

 

God of War

O panteão grego foi totalmente exterminado por Kratos em sua sede por vingança, fato que levou todos os jogadores a acreditar que a franquia estava definitivamente acabada. Mas os produtores da Santa Monica deram um jeito bem interessante de trazer Kratos de volta: leva-lo até a mitologia nórdica para dar cabo de novos monstros, criaturas e deuses. Pelo que a Sony apresentou, os combates seguem um ritmo mais desacelerado do que nos jogos anteriores e muito do gameplay deve envolver o filho de Kratos. Ainda que a Sony não tenha confirmado nenhuma data de lançamento, a expectativa é que o novo game chegue às lojas ainda em 2017.

 

Mass Effect Andromeda

A história do Comandante Shepard já terminou, mas isso não quer dizer que a Bioware não tenho boas ideias para sua franquia estelar. É essa aposta de que ainda tem muitas histórias para contar que impulsiona este novo capítulo, então não espera que Andromeda seja mais do mesmo. Ate onde se sabe, o argumento central do game será encontrar uma nova casa para a decadente raça humana. Essa busca irá levar a nova tripulação por lugares inóspitos e violentos, então podemos esperar por momentos tão épicos quanto os da trilogia original. Ah e podemos esperar também que as mecânicas de conversação, romances e tiroteios estarão de volta.

 

Resident Evil 7

Resident Evil 6 foi um erro terrível e a Capcom sabe disso. Não nos interprete mal: o jogo não é injogável, mas a ação é tão recorrente que não deveria ter o nome de Resident Evil na capa. Resident Evil 7, por outro lado, promete reviver a sensação de puro horror que marcaram os primeiros games da franquia. A Capcom, aliás, parece estar disposta a ir além dos jump scares para abraçar de vez uma forma mais psicológica de terror (talvez inspirado em Silent Hills). As demos apresentadas até agora assombraram os jogadores (de forma positiva), então mal podemos esperar para ver se o novo capítulo da controversa série voltará a ser sinônimo de medo.

 

The Legend of Zelda: Breath of the Wild

A franquia Legend of Zelda é provavelmente a mais amada e respeitada de toda a história dos videogames. Afinal, ao longo dos trinta anos em que esteve ativa não podemos nos lembrar de um único Zelda ruim (bem, talvez aqueles licenciados para a Panasonic). De qualquer modo, Breath of the Wild tentará elevar a franquia para ares ainda não explorados graças a um mundo aberto e colorido a ser explorado. Ainda não temos detalhes sobre o enredo, mas o fato de que ele está em desenvolvimento desde 2013 é um sinal de que a Nintendo quer lançar um game impecável.

 

E para você, quais outros games são aguardados para o próximo ano?

FIFA Mobile chega ao mercado para reinventar o futebol virtual em smatphones

Quem esperava uma novidade para jogos mobile, eis a resposta vinda da Electronic Arts: um Game de futebol totalmente reinventado para esse tipo de plataforma. Trata-se de EA SPORTS FIFA Mobile, que já está disponível em todo o mundo através da App Store, Google Play e Windows 10 Store. Basicamente é um título produzido para jogadores que procuram um divertido jogo rápido de futebol, enquanto ainda oferece a profundidade de modos de jogo e apresentação sinônimos da franquia EA SPORTS FIFA.

Os jogadores podem competir com as suas estrelas favoritas, ligas e clubes em uma experiência autêntica de futebol inigualável. Apresentando novas e exclusivas maneiras de jogo como o Attack Mode, eventos diários baseados em histórias e jogos acontecendo ao redor do globo.

“Ao desenvolver FIFA Mobile, nós nos concentramos em dar aos jogadores as partes mais emocionantes do futebol, de forma rápida e divertida, enquanto priorizando a jogabilidade e envolventes novas maneiras de jogar FIFA em movimento”, disse Todd Batty, Produtor Sênior. “Isto significa que a construção de um jogo que foi otimizada para o jogador mobile resultando em um jogo divertido e sociável que carrega rapidamente, funciona sem problemas em uma ampla gama de dispositivos, e tem um pequeno tamanho de download em relação à profundidade de funcionalidades e conteúdos no jogo.”

Attack Mode, ou Modo de ataque, é uma nova maneira de jogar EA SPORTS FIFA no celular, e é tudo sobre marcar gols. Neste, o modo é baseado em turnos cheios de ação com partidas rápidas. Os jogadores tentam capitalizar o maior número de cenários de ataque possíveis, e em seguida, ‘passam’ a ação para seu adversário fazer o mesmo. Cada gol marcado ganha fãs dentro do jogo que ajudam os jogadores a subir de divisões.

FIFA Mobile ainda introduz o modo Ligas, onde os jogadores podem criar uma liga com os amigos ou participar de uma liga existente de até 32 jogadores de todo o mundo para competir e subir nos placares de líderes. Os jogadores podem ganhar conquistas cooperativas das ligas, competir para exigir direitos em campeonatos entre ligas, e desafiar outras Ligas em Torneios.

Para os jogadores mobile interessados na elaboração de esquadrões, Planos é um sistema para remover itens indesejados trocando-os para ganhar novas ou melhores recompensas no jogo. Planos encoraja os jogadores a construir um clube maior e mais profundo, oferecendo um método simplificado para ajudar a desbloquear itens valiosos no jogo.

Complementando todas as novas formas de jogar são totalmente híbridas, gestos e toques dão a jogadores avançados mais opções estratégicas, mas mantendo a jogabilidade simples e divertida para todos.

FIFA Mobile funciona como um Live Service, entregando novos e conteúdos e desafios baseados em histórias do mundo real e partidas do dia. Se algo acontece no mundo real do futebol, os jogadores podem experimentar no FIFA Mobile através de eventos ao vivo, novos planos, ou encontrando novos conteúdos disponíveis em embalagens.

De acordo com a EA, FIFA Mobile suporta uma ampla gama de dispositivos, é jogável em 19 línguas diferentes, e tem o tamanho de instalação de menos de 100 MB. Para mais informações sobre FIFA Mobile, visite o site do jogo.

Abaixo tem o trailer de FIFA Mobile:

EA lança Vida secreta dos Bichos para dispositivos mobile

Fãs de cinema e animações poderão conferir no próximo dia 8 de julho o novo filme da Illumination Entertainment, A Vida Secreta dos Bichos: Tá Liberado! Para acompanhar este lançamento, a Electronic Arts lançou o game oficial para smartphones gratuitamente, com versões para a App Store e Google Play. O título é composto por quebra-cabeças desafiantes e um clima divertido e colorido como no longa-metragem.

Durante a aventura, o jogador deve chegar até a cidade de Nova York com a ajuda de Max, revelando novos amigos e desafios pelo caminho. Os jogadores poderão perseguir esquilos com Mel ou procurar ossos gigantes para o Duke. Durante o progresso, ao alcançar altas colocações no quadro de posições, os jogadores encontram novos amigos, incluindo Chloe, que não pode ser incomodado a menos que haja comida; Leonard, o poodle do punk elegante e Bola de Neve, o coelho mais bonito e também mais insano.

A Vida Secreta dos Bichos tem uma jogabilidade estilo match 3, se assemelhando muito a sucessos como Candy Crush ou Bejeweled. O objetivo é realizar combinações perfeitas para desbloquear novos efeitos e momentos secretos. O game tem jogabilidade casual e simples, de modo que a intenção dos produtores foi criar um projeto viciante e capaz de conquistar milhares de jogadores.

“Nós da EA estamos animados por trabalhar com a Illumination Entertainment, os criadores dos sucessos da franquia Meu Malvado Favorito e Minions, para trazer o oficial quebra cabeça do filme A Vida Secreta dos Bichos”, disse Michelle Bizzarro, Gerente Geral de Jogos da EA. “Juntos, nós tentamos combinar as características, funcionalidade e desafio de um jogo de Match-3 com a linha de história e humor de um filme de animação para que você possa interagir com estes animais de estimação insanamente fofos antes e mesmo depois de assistir ao filme”.

O filme é cortesia da Illumination Entertainment e da Universal Pictures. O longa mostra as aventuras dos animais de estimação assim que seus donos saem para o trabalho e para a escola todos os dias. Grandes estrelas da comédia norte-americana compõe o elenco como Louis CK, Eric Stonestreet e Kevin Hart. O jogo está disponível para download gratuito na App Store e Google Play.

Abaixo tem um trailer de Vida Secreta dos Bichos:

The Sims 4 expande as opções de personalização de sexo

Muito tem se falado sobre identidade de gênero nas redes sociais e as pessoas começam a aceitar mais a sexualidade de cada indivíduo aos poucos. A Electronic Arts já havia demonstrado que não tem preconceitos ao permitir relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo em jogos como Mass Effect e Dragon Age. A bola da vez é The Sims 4, que ganhou um pacote de atualização que expande as opções de personalização de personagens.

O título já permitia que os jogadores se expressassem graças a uma jogabilidade aberta e uma personalização infinita. Na verdade não havia um roteiro definido, ou seja, os jogadores tinham a liberdade para fazer o que quisessem durante a jogatina. Com esta nova atualização gratuita expande-se ainda mais a liberdade do jogador. The Sims 4 possui agora o modo “Criar um Sim” aprimorado com novas opções de personalização de gênero, e oferece mais formas de jogar com a vida.

Para ser mais específico, você poderá personalizar seu Sim sem os limites de gênero previamente estabelecidos. Deste modo os jogadores podem criar Sims com qualquer tipo de físico, estilo de andar e tom de voz que quiser, independente do sexo. É possível utilizar qualquer roupa, penteado, joias e demais opções visuais em qualquer Sim, independente do sexo.

De acordo com a EA, são mais de 700 itens de conteúdo disponíveis para todos os Sims, independente da seleção inicial de sexo. Isso inclui conteúdo do jogo base The Sims 4 e dos pacotes lançados anteriormente. De acordo com a publisher, The Sims é feito por uma equipe diversa e para um público diverso. Assim, os produtores esperam alcançar um público mais amplo e diversificado.

“Para nós, é muito importante que os jogadores possam ser criativos e se expressar nos nossos jogos. Queremos ter certeza de que os jogadores sejam capazes de criar personagens com os quais possam se relacionar, usando ferramentas poderosas que oferecem controle sobre o sexo, a idade, a etnia, o tipo físico e outras características dos Sims”, dizia o comunicado da EA para a imprensa.

Abaixo tem o trailer de atualização de The Sims 4:

Flavia Gasi e Thiago Borbolla estão em Star Wars Battlefront

A EA Brasil acaba de anunciar uma notícia que surpreenderá os jogadores brasileiros: o aguardado Star Wars Battlefront contará com as participações dos carismáticos Thiago Borbolla e a Flávia Gasi na dublagem em português. De acordo com a gigante dos games, as duas personalidades darão vozes aos rebeldes durante os combates.

Tanto Thiago quanto Flávia são rostos bastante conhecidos pelos jogadores brasileiros e, mais importante, também são jogadores. Flávia é colunista do IGN Brasil e Thiago é editor-chefe do Judão. Segundo Thiago, a oportunidade é indescritível: “No mesmo ano, não só vai ter um filme de Star Wars como vai ter um jogo, com todo mundo que você cresceu vendo e é fã. E aí chega a informação que eu posso dublar um rebelde. Não sei se posso descrever isso com alguma palavra”, disse o jornalista.

De acordo com Jonathan Harris, Gerente de Negócios da Electronic Arts no Brasil, a decisão de incluir os dois profissionais de comunicação no novo Star Wars teve muito a ver com a identificação deles com o universo criado por George Lucas. “Queríamos ter pessoas importantes para a comunidade e que realmente fossem fãs da franquia participando dessa dublagem. Ficamos muito felizes com o resultado e estamos ansiosos para mostrar para o público”, disse o executivo.

O trabalho de dublagem foi realizado em Porto Alegre e os dois viajaram até a cidade para participar da bateria de gravações. Com a inclusão da dupla, Star Wars Battlefront conta com um casting de 39 vozes. O processo de localização já terminou e o lançamento do game está marcado para o dia 19 de novembro para Playstation 4, Xbox One e PC.

“Acabou aqui, mas por mim não acabaria, eu ficaria para sempre dublando coisas de Star Wars. Pra mim vai ficar marcado para sempre na memória como uma das coisas mais legais que eu já fiz. Fazer parte do universo Star Wars é profundamente tocante”, comemorou Flávia.

Confira os bastidores da dupla em Star Wars Battlefront

 

 

Balanço geral da Brasil Game Show 2015

A Brasil Game Show foi encerrada na última segunda-feira (12) e reuniu cerca de 280 mil visitantes ao longo dos cinco dias de evento (nenhum outro evento de games conseguiu tal feito em terras tupiniquins). O saldo foi extremamente positivo, afinal de contas a organização conseguiu captar cerca de 70 toneladas de alimentos não perecíveis, que serão doados para a Casa de David, instituição que cuida de pessoas com deficiência intelectual, física e autismo. Além do numero gigantesco de pessoas e de alimentos, o evento contou com a participação de centenas de empresas ligadas ao ramo dos jogos eletrônicos e tecnologia.

Um dos grandes destaques (como não poderia deixar de ser) foi o estande da Microsoft, que reservou seu grandioso espaço para divulgar a melhor linha de jogos da história do Xbox. Entre as novidades estavam Forza 6, Halo 5: Guardians, Rise of the Tomb Rider,  Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, Batman: Arkham Knight, Mad Max, Final Fantasy XV, , Cuphead, Rock Band 4, Killer Instinct Season 3, FIFA 16, Mortal Kombat X, entre outros.

O espaço da gigante americana estava bastante movimentado com fãs testando os mais diferentes jogos possíveis. Havia um espaço parecido com a dashboard do Xbox onde os visitantes podiam tirar fotos e posteriormente a equipe da Microsoft disponibilizaria as fotos para os fãs. Também foi montado um palco e um telão no estande, onde ocorriam desafios de jogos e apresentações de dança com o boneco de Cuphead. Rise of the Tomb Raider foi apresentado à portas fechadas e até havia uma garota com cosplay da Lara tirando fotos com os fãs. Ah, vale lembrar que o chefe da divisão Xbox, Phil Spencer esteve pessoalmente no estande para apresentar os jogos, receber a imprensa e até tirou fotos com fãs.

Quem também fez bonito foi a Sony com seu bonito estande para promover os próximos lançamentos do Playstation 4. Entre os jogos destacados estavam Dark Souls 3, Horizon Zero Dawn, o lindo Star Wars Battlefront,  Street Fighter V, Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados, Uncharted: The Nathan Drake Collection, Pro Evolution Soccer 2016. O estande da Sony estava repleto de consoles fabricados aqui mesmo no Brasil, a fim de mostrar que a fabricação local está a todo vapor e tudo está indo bem.

O estande da gigante japonesa foi um dos mais concorridos da feira e andar por lá era uma tarefa heroica. Na área do palco principal houve uma grande surpresa para o público graças à participação do Yudi Tamashiro, que fez questão de relembrar seus tempos de Bom Dia e Cia, onde ele ganhou fama sorteando o Playstation 2 e Playstation 3.

No estande da Warner/EA não faltou animação, tudo graças aos badalados como FIFA 16, Star Wars Battlefront, Street Fighter 5, Need For Speed,LEGO Marvel Avengers, Mortal Kombat X, Batman Arkham Knight, Mad Max, Mega Man Legacy Collection, Resident Evil Origins Collection, além de títulos para dispositivos móveis. Street Fighter V, aliás, foi considerado por muitos como o melhor jogo da feira. No espaço da Warner tinha espaço também para um carro estilizado com o logo de Need for Speed, que também estava jogável.

A Activision não perdeu tempo e reservou seu espaço para divulgar o novo Call of Duty Black Ops 3, Guitar Hero Live e a expansão Destiny: O Rei dos Possuídos. As filas para jogar Guitar Hero estavam bem longas, mas ninguém estava reclamando.

Outra empresa que marcou presença foi a Ubisoft, que levou para a feira os seguintes jogos: Just Dance, Rainbow Six: Siege, Assassin’s Creed Syndicate e Tom Clancy’s The Division. O espaço dedicado a Just Dance era um dos mais celebrados pelos fãs, pois a Ubisoft organizou uma competição local para definir a última vaga para a final da Copa do Mundo de Just Dance. Os jogadores mais jovens puderam se divertir bastante no grande espaço dedicado à Minecraft, o jogo da Mojang que é um dos mais populares de todo o mundo.

Para os jogadores de PC não faltou tecnologia de ponta, graças aos estandes da Razer, Hyper X, Nvidia e Mad Catz. Teve até um espaço da DX Racer com cadeiras confortabilíssimas 0para gamers. Jogadores de PC tiveram vez, pois essas empresas trouxeram o que há de mais tecnológico no ramo de placas e processadores.

Quem queria fazer compra de jogos podia conferir as promoções da Saraiva ou da Americanas. Pena que a Nintendo não tem mais participação no Brasil, pois não era possível encontrar os jogos para Wii U em parte alguma. Na área dedicada aos Arcades formavam-se filas para testar os jogos que fizeram história ao longo dos anos. Street Fighter 2, as variações de King  of Fighters, Tekken, jogos de corrida de carros e de motos, enfim, tinha um pouco de tudo por lá.

Esse espaço até parecia uma casa de fliperama com a vantagem de que não era necessário pagar fichas para jogar. Tinha até um “jogo de botcha” para os mais entusiastas. Para completar o clima retrô, havia uma exposição de consoles antigos mostrando a evolução dos videogames desde a primeira geração.

Na área dedicada aos desenvolvedores independentes haviam jogos para todos os gostos, desde o futebol de botões da SmyOwl até as pipas da Maiworm. O espaço dos indies era grande e bem localizada, diferente do ano passado. Deste modo, os fãs de jogos eletrônicos encheram os corredores e estandes das produtoras nacionais. Os games apresentados lá estavam em ótimo nível de produção e o GameReporter vai abordar a maior quantidade deles em postagens futuras.

A novidade ficou por conta dos estandes localizados em outro pavilhão do Expo Center Norte: havia um estande do Youtube, onde passavam youtubers populares; a área da da Brasil Game Cup (com um torneio de Dota 2); a área de Cosplay Meeting para facilitar o encontro com cosplayers badalados; e um espaço chamado Meet & Greet que permitiu a interação entre os jogadores e personalidades da indústria como Yoshinori Ono (Street Fighter) e a Kenya Sommerfeld (apresentadora da BGS).

Por fim, a BGS mostrou-se ser um acontecimento da cultura pop e já está no calendário dos grandes eventos do Brasil. Marcelo Tavares, criador da feira, já confirmou a edição 2016, porém ocorrerão algumas mudanças. De acordo com Marcelo, a edição 2016 ocorrerá no mês de setembro e o local também será alterado: será no São Paulo Expo, o mesmo local onde ocorre a Comic Con Experience, na zona sul da cidade. De acordo com o executivo, as mudanças visam a melhoria do evento, contudo um dos maiores elogios da edição 2015 foi justamente o espaço do Expo center Norte.

Galeria de fotos da Brasil Game Show

EA abre vagas para QA no Brasil

Fazia algum tempo que não surgiam vagas relacionadas a videogames aqui no GameReporter, mas surgiu uma nova oportunidade para quem quer entrar de cabeça na indústria. A Electronic Arts publicou há pouco uma vaga em sua página no LinkedIn para Testador de desenvolvimento no Brasil (QA = Quality Assurance / Controle de Qualidade).

O objetivo é garantir a alta qualidade dos softwares desenvolvidos pela empresa, testando em primeira mão os novos produtos e garantindo que eles atendam as expectativas de produção e desenvolvimento das equipes e do consumidor final. Para isso, são realizados testes à exaustão em diversas modalidades a fim de identificar e comunicar erros e bugs que impactam nos jogos desenvolvidos.

A vaga é para São Paulo e de acordo com a gigante dos games, é recomendável que o candidato tenha graduação em Ciência da Computação ou curso equivalente. Além disso, é importante que o profissional entenda o processo de garantia de qualidade e como funcionam esses testes, capacidade de analisar ou desenvolver processors e sugerir melhorias.

Outras qualificações são: um ano de experiência em testes de QA (Quality Assurance), compreensão do ciclo de vida de desenvolvimento de softwares, forte capacidade de detectar e isolar problemas, conhecimentos de processo Bug Tracking, experiência com Microsoft Office, experiência em plataformas móveis iOS, Android, WP7 e Kindle. E por fim, é mais que necessário que o candidato goste de jogos eletrônicos.

Pessoas capazes de trabalhar com pouca direção ou supervisão são desejadas, bem como alto grau de organização no trabalho e boa capacidade para procurar e assumir novas tarefas, identificar, analisar e procurar resoluções por conta própria. Além disso, é bom que o candidato possua boa comunicação escrita e verbal a fim de comunicar-se com os membros da equipe de forma clara e concisa.

Para se candidatar, basta acessar o site da EA e preencher um cadastro interno, criando login/senha e inserindo suas informações pessoais e profissionais. Não foram detalhadas algumas informações sobre o cargo com horário de trabalho, benefícios ou salários. Tais informações devem ser transmitidas durante o processo seletivo.