Arquivo da tag: E3 2013

Top 10: os melhores momentos da E3 2013

e3

A E3 2013 foi uma das mais espetaculares de toda a história, afinal tivemos conferência bem acaloradas, principalmente da parte da Sony e da Microsoft que não mediram esforços para provar que seus novos sistemas valem o investimento quando forem lançados no final do ano. Para isso, mostraram vários jogos exclusivos e funcionalidades interessantes para seus consoles.

Muitos costumam dizer que empresa “tal” venceu a E3, balela em minha opinião. Quem venceu foram os jogadores que agora possuem vários prós e contras antes de adquirir sua nova plataforma. De qualquer forma, isso não quer dizer que a E3 não tenha tido seus momentos mais brilhantes. Resolvemos eleger nossos 10 momentos favoritos da maior feira de games do mundo. Confira:

10 – Battlefield 4

Era mais do que esperado que o novo shooter da DICE fizesse sua aparição, porém a forma com que ele apareceu realmente foi de deixar muita gente de boca aberta. Para delírio da plateia, a produtora mostrou nada menos que 64 jogadores em uma guerra total ocorrendo em cenários urbanos. Como se não bastasse, o visual de está de tirar o fôlego. Quem assistiu sentiu a sensação de “eu quero isso”.

9 – Killer Instinct

Quando a Microsoft anunciou que iria mostrar sua nova “Caixa X” durante a E3 2013 as pessoas estavam um tanto quanto céticas do que estava por vir, principalmente depois da primeira aparição do novo console. A Microsoft já havia sinalizado que iria mostrar vários jogos, mas ninguém poderia imaginar que depois de quase 15 anos Killer Instinct fizesse seu retorno triunfal. Foi bem bonito e empolgante ver como o jogo se encontra em seu estado atual. O breve teaser serviu para reavivar várias lembranças da juventude, nos tempos em que a Rare era uma das melhores produtoras do mundo. Este momento poderia ter ganhado uma posição melhor em nosso ranking não fosse revelado que o jogo é de graça, mas todos os personagens exceto Jago serão pagos. Microsoft não seria melhor lançar o jogo completo e cobrar o preço normal? Posteriormente você poderiam fazer igual a Capcom e cobrar por conteúdos adicionais…

8 – Metal Gear V: Phantom Pain (e Hideo Kojima surgindo mais uma vez no palco da MS)

Hideo Kojima, o mítico produtor da franquia Metal Gear, tomou mais uma vez o palco da E3 para anunciar uma nova entrada de sua franquia milionária. A contragosto de quem já associou a série à marca Playstation, Kojima apareceu no palco da Microsoft, assim como ocorreu na época do anúncio de Metal Gear Rising. Desta vez, ao invés de um jogo à parte da série principal, o produtor foi ao evento para revelar muitos detalhes de uma nova aventura do lendário Solid Snake. Pelo trailer deu pra ver que o game será nada menos que épico.

7 – Versus XIII é XV e Kingdom Hearts III existe mesmo!

Se você vê a Square Enix em algum evento, o que você espera? Sim, algo relacionado a Final Fantasy. Desta vez a Publisher nipônica mostrou aquele que era conhecido como Versus XIII, àquele jogo que já estava no status “lendas da internet”. O título foi apresentado de forma triunfal, e depois de muito CG (ao melhor estilo Nomura). Ao que parece os combates serão muito dinâmicos e os gráficos estão de matar. Para surpresa de muitos, Versus XIII tornou-se FFXV, mostrando que a Square considerou que o título não deve ser associado a FFXIII (ah, será que devemos esquecer todo aquele blá blá blá de 2006 quando anunciaram a tal Fabula Nova Crystalis?).

Quando a grande bomba parecia já ter sido detonada, eis que mais uma franquia de peso resolveu dar as caras no evento: Kingdom Hearts 3 ressurgiu após 7 anos desde o lançamento de seu antecessor, mostrando que nada daquilo que foi prometido, foi esquecido. O teaser não revelou nada, porém deu pra notar que Sora estará envolvido novamente também para entusiasmar os fãs da franquia. A despeito do que a apresentação deixou parecer, o game não é exclusivo das plataformas da Sony. Uma pena que a atual geração não viu um Kingdom Hearts

6 – Mega Man vs Mario

Apesar de ter sido bastante humilde, a apresentação da Nintendo na E3 foi boa e serviu pra mostrar que coisa boa vem aí, deixando claro que a Big N tem muito gás para manter a chama do Wii U acesa. Em um desses momentos de brilhantismo, pudemos ver o simpático robô azul da Capcom surgir na apresentação. O mais estranho (e a melhor parte dessa história) foi que a aparição de Megaman foi para encarar o Mario no novo Super Smash Bros para Wii U (e também para o portátil 3DS). A aparição de Megaman não foi como muitos esperavam (em um novo game próprio), porém serviu para matar as saudades de um dos personagens mais icônicos de todos os tempos. A pergunta que não quer calar: será que depois de correr com o Sonic, o bigodudo da Big N também tem peito para encarar o Megaman?

5 – X

Você conseguiu jogar Xenoblade? Ele foi um dos últimos títulos lançados para o Wii. Se sim, parabéns, pois você jogou um dos melhores jogos já criados para o console revolucionário. Mas a coisa não termina aí, agora é a vez do Wii U receber a franquia, rebatizada apenas de “X”. O jogo é fruto dos mesmos criadores da obra mencionada anteriormente, ou seja, espere por um game de visual incrível e uma proposta bastante promissora de jogabilidade. Sem dúvidas este foi um dos melhores momentos desta E3.

4 – Saúdem a Estação de Jogos 4

Da parte da Sony o que mais era esperado sem duvidas era a primeira aparição pública do PS4. E a promessa foi cumprida para matar a curiosidade da comunidade sonysta.  O novo console mostrou-se não apenas um titã em suas configurações, mas também em dimensões: ele é grande. Como se não bastasse, ele possui um design questionável, principalmente pelo escarcéu que a comunidade fez depois de ver o design do Xbox One (as duas plataformas têm algumas similaridades). De qualquer forma, consideramos o aparelho bem simpático e certamente apostamos que ele vem ai com muitos jogos pra dar e vender (principalmente vender).

3 – Indie Games para PS4

Se por um lado a Microsoft não deu muita bola para os criadores de jogos independentes, por outro a Sony não se fez de rogada e mostrou que vai dar suporte a esses criadores no Playstation 4. Faz todo o sentido: games indie estão ganhando cada vez mais espaço. Foi muito agradável ver a Sony dando alto suporte para este tipo de desenvolvimento, pois além de jogos AAA que já foram anunciados, a empresa garantiu que haverá muitos jogos “menores”. Se você curte jogos indie, já sabe uma plataforma que vai apoiá-los.

2 – A segunda chance de Mirror’s Edge

Quem jogou o primeiro Mirror’s Edge sabe que o título não é lá essas coisas. Além disso, games com o conceito apresentado por ele costumam ficar apenas no primeiro titulo, mas sempre existem jogadores que gostam de coisas diferenciadas e fazem coro por uma nova empreitada. Mostrando que dá ouvidos aos seus consumidores e que todos merecem uma segunda chance, a Electronic Arts anunciou o segundo jogo da série. O melhor (ou não): somente será lançado quando tudo estiver pronto (quer dizer que o primeiro não estava?).

1 – A grande trolada da noite

A conferência da Sony estava sólida o bastante, apesar de alguns momentos bem bocejantes. Falava-se sobre o Playstation 4 aqui e ali, mas sem tocar no fator preço. Eis que ao estilo “Serginho Malandro”, um slide bastante sugestivo revelou: US$ 399, mostrando que o preço americano será similar ao de outros continentes, como o europeu. O preço é menor que o preço do Xbox One, o que garantiu alguns aplausos para a Sony. Como se não bastasse, outro slide gigante revela que o Playstation 4 terá suporte a jogos usados, ao contrario da sua concorrente direta. Mais aplausos e ovações.  E foi assim que se encerrou uma baita apresentação da Sony na E3. Mas, se houve um momento digno de ficar registrado na memória foi o vídeo mostrando como se empresta jogos no novo console:

Colaboração: Victor Candido

 

E3 2013: resumo da conferência da Sony

PlayStation logo

A última conferência de imprensa a ser exibida na segunda-feira foi a da Sony. Além de anunciar jogos pro PS Vita, PS3, PS4, essa conferência teve a revelação de como será o PlayStation4, a Sony Entertainment e Sony Pictures anunciando que desenvolverão conteúdo exclusivo para o PS4, apresentação de vários jogos independentes e declaração sobre as políticas de uso da PlayStation Plus e de jogos usados.

PlayStation Vita:

A apresentação começou com uma sessão falando sobre o portátil da Sony, que é peça fundamental de seu ecossistema. Desde sua entrada no mercado, o Vita conta com 125 títulos lançados totalizando 650 jogos disponíveis.

Dentre os próximos lançamentos para o portátil, foram anunciados alguns títulos que são remakes de jogos antigos do PS2, como God of War 1 e 2 versão HD e Final Fantasy X e X-2.

Além dessas versões melhoradas, a Sony revelou também lançamentos para o PS Vita. Dentre eles, três jogos exclusivos para esta plataforma: Tearaway, desenvolvido pela Media Molecule (os criadores de Little Big Planet), Killzone: Mercenary e Destiny of Spirits, um RPG gratuito, baseado em turnos onde você cria seus espíritos para lutar com seus oponentes.

Outros títulos anunciados para o PS Vita são jogos que serão lançados também para o PS3 e/ou PS4, como: CounterSpy que também será lançado para o PS3 e Doki Doki Universe, um jogo gratuito que sairá também para o PS3 e PS4. Ambos os jogos possuem um visual bem interessante, cada um à sua maneira.

Outro ponto importante da sessão do PS Vita foi o anúncio que o DLC 400 Days da primeira temporada do jogo The Walking Dead da Telltale chegará para o Vita no meio do ano, inclusive com o lançamento de um bundle do portátil com a primeira temporada inteira além do DLC. 400 Days será um DLC que ligará a primeira com a segunda temporada do grande sucesso da Telltale e ajudará a matar a vontade / saudade de algumas pessoas.

Destes títulos, o que me chamou mais a atenção foi o jogo Tearaway, pela sua direção de arte extremamente rica além de suas mecânicas que parecem utilizar os sensores do Vita de uma forma bem interessante, pelo que é mostrado no trailer abaixo:

PlayStation 3:

Depois de sessão de seu portátil, foi hora da Sony dedicar um tempo pra falar de sua plataforma atual de games, o PS3. Começando por mostrar mais um trailer de The Last of Us, que será lançado oficialmente amanhã, dia 14/06, inclusive no Brasil.

Após esse jogo foi exibido o trailer de Puppeteer, que além de ter um visual bem bonito parece ser um bom jogo de plataforma, com uma temática um pouco mais adulta que Little Big Planet, dado que seu personagem usa uma tesoura como arma pra se defender dos inimigos.

O próximo jogo anunciado foi Rain que além de mostrar no seu trailer uma mecânica de interação bem interessante com a chuva estando diretamente relacionada com a história do jogo, possui uma música que é emocionante. Esse foi um dos títulos da conferência da Sony que eu mais gostei.

Depois deste jogo “alternativo”, foi revelado um novo trailer do jogo BEYOND: Two Souls. Esse título foi revelado na E3 do ano passado e não se sabia muita coisa sobre ele até então exceto que a protagonista é a Ellen Page e que a tecnologia de reconhecimento facial de BEYOND é bastante realista.

O novo trailer explora muito da história e jogabilidade do jogo, revela o passado militar de Jodie Holmes (personagem de Ellen Page) e que ela é enviada para uma missão secreta em um país na África. O que foi mostrado nesse trailer não lembra em nada o trailer do ano passado. Mas isso não é necessariamente ruim. Contanto que o foco do jogo seja na história e não na mecânica de combate. Como BEYOND: Two Souls está em desenvolvimento pela Quantic Dream, o mesmo estúdio responsável por Heavy Rain, acredito que isso não será problema.

BEYOND: Two Souls será lançado no dia 08 de Outubro de 2013.

Outro jogo um pouco polêmico é o próximo título do Batman, Arkham Origins, que ao contrário dos outros jogos da série não foi desenvolvido pela Rocksteady. Esse jogo se passará antes dos acontecimentos de Arkham Asylum e Arkham City e terá um Batman mais novo, um pouco inexperiente, como você pode ver no trailer abaixo.

Batman: Arkham Origins será lançado no dia 25 de Outubro de 2013.

A sessão do PlayStation 3 acabou com o trailer do principal simulador de corrida da plataforma, Gran Turismo 6. O sexto jogo da série traz novas pistas, dentre elas: uma planta de energia solar localizada em Sevilha, na Espanha; um circuito na Califórnia e um trajeto montanhoso pela Suíça.

Além destas pistas, Gran Turismo 6 também conta com novos carros, como você pode ver neste post (em inglês), detalhando cada uma das novas adições dos carros e trajetos desta franquia.

Antes de falar sobre o PlayStation 4, a Sony anunciou que o PS3 terá um bundle que virá com o console (versão de 500 GB de HD), o jogo GTA V e um headset com design personalizado do jogo. Esse pacote custará US$ 299.

Grand Theft Auto V é um dos títulos mais aguardados desse ano e será lançado no dia 17 de Setembro de 2013.

PlayStation 4:

A parte final da conferência da Sony foi dedicada ao seu console da próxima geração, o PS4. No início desta sessão, o design do console foi revelado.

PlayStation4

Após a revelação do Hardware, houve uma rápida apresentação pelo CEO da Sony Entertainment e Sony Pictures falando que o PlayStation 4 terá um conteúdo exclusivo desenvolvido para esta plataforma. E que a funcionalidade de Music Unlimited e Video Unlimited, onde os gamers poderão comprar filmes, séries e música online, estará disponível no primeiro dia de funcionamento do console. Essa declaração foi bem similar ao que a Microsoft apresentou no dia 21 de maio, como você já leu aqui no Game Reporter.

O primeiro jogo revelado para o PS4 nesta conferência se chama The Order: 1886, uma nova Propriedade Intelectual da ReadyAtDawn, e é ambientado em uma Londres vitoriana Steampunk. No trailer abaixo, vemos quatro membros da Ordem chegando em Whitechapel, famoso bairro londrino graças a Jack o Estripador, onde lutam contra monstros que parecem lobisomens.

Foi anunciado também o próximo jogo da franquia Kilzone, Shadow Fall.

A Sony anunciou também um novo jogo de corrida, exclusivo para o PS4, que se chama Driveclub, e está em desenvolvimento pela Evolution Studios empresa mais conhecida pelos jogos da série MotorStorm.

Killzone: Shadow Fall, Drive Club e Knack (jogo com uma mecânica interessante você confere o trailer abaixo) são três jogos que estarão disponíveis para venda no dia do lançamento do PlayStation 4.

Outro título exclusivo para o PlayStation são os jogos da série InFAMOUS. E nessa conferência, foi anunciado o próximo jogo desta franquia, InFAMOUS: Second Son. Confira o trailer do jogo abaixo que mostra um pouco de sua jogabilidade.

InFAMOUS: Second Son tem previsão de lançamento para o primeiro trimestre de 2014.

A Quantic Dream (empresa responsável pelo BEYOND: Two Souls para o PS3, lembra?) revelou um tech-demo da capacidade gráfica do PlayStation 4 através do vídeo intitulado de The Dark Sorcerer: A Next Gen Comedy,  traduzido livremente para Feiticeiro Sombrio: Uma Comédia da Próxima Geração. Em um vídeo para o YouTube oficial do PlayStation, David Cage, o diretor da Quantic Dream, disse que esse vídeo não faz parte de um jogo (até que se decida o contrário) e serviu para os desenvolvedores testarem a capacidade do PS4, além de dizer que esse tipo de procedimento é normal na empresa.

Chegou a hora dos desenvolvedores independentes tomaram o palco do PS4. E eles não fizeram feio. O primeiro jogo independente revelado foi Transistor, um RPG de ação com uma temática de Ficção Científica do estúdio Super Giant Games, os criadores de Bastion. Destaque para a música chamada de “We All Become”, da trilha original do game.

Transistor será lançado em 2014 para o PlayStation 4 e para PC (via Steam).

Um aspecto extremamente importante do PS4 é que ele permitirá os próprios desenvolvedores a publicarem seus jogos e essa liberdade é algo que os desenvolvedores consideram muito importante, como a própria Super Giant disse em seu blog.

Desta forma, outros títulos independentes para o PS4 literalmente, tomaram o palco da Sony são: Don’t Starve (desenvolvido pela Klei Entertainment os criadores de Mark of the Ninja), Mercenary Kings, OctoDad, Secret Ponchos, Ray’s Dad, Outlast, Galak-Z, Abe’s Odyssee: New and Tasty, entre tantos outros como Contrast.

Após a sessão independente, o diretor da Square Enix veio ao palco e revelou dois trailers. O primeiro deles é sobre a série Final Fantasy. Final Fantasy Versus XIII que estava em desenvolvimento há um bom tempo agora se chama Final Fantasy XV e será lançado para o PlayStation 4 e para o Xbox One.

O outro trailer é de uma série querida por muitos e que também estava “abandonada” há um tempo, ainda mais com as diversas fusões pelas quais a Disney passou. Sim! Estou falando de Kingdom Hearts III que está em desenvolvimento e será lançado para o Xbox One e PlayStation 4.

Agora vamos a uma das maiores surpresas (pelo menos pra mim) da conferência da Sony: Mad Max. Desenvolvido pela Avalanche Studios (da série Just Cause), esse jogo será baseado no universo dos consagrados filmes estrelados por Mel Gibson, que se passa num futuro desértico e pós-apocalíptico. Mad Max será lançado para em 2014. Até o momento não foi especificado para quais plataformas.

Pra fechar a conferência da Sony, Jack Tretton, CEO da Sony Computer Entertainment of America ou simplesmente SCEA, veio ao palco pra falar sobre as políticas de uso do PlayStation 4. As declarações que deixaram a platéia bastante animada foram:

  • O PlayStation 4 suporta jogos usados e oferece liberdade para seus clientes revenderem seus jogos, emprestarem para os amigos, etc;
  • O PlayStation 4  não necessitará de conexão à internet a cada 24 horas para que você possa jogar;
  • Os consumidores que já possuem uma conta da PlayStation Plus poderão migrar essa conta para o PlayStation 4, podendo desfrutar dos benefícios do serviço para o PS3, PS4 e PS Vita pagando só uma mensalidade.

Um detalhe importante é que para se jogar multiplayer no PS4 será necessário ter uma conta da PlayStation Plus.

A última informação relevante da conferência é o preço e data de lançamento do console. O PlayStation 4 será lançado na época de Natal (até agora não há uma data definida) e custará US$ 399,00. Até o momento não há um preço definido para o lançamento oficial do console no Brasil.

**Além de tudo que foi dito neste post, a conferência da Sony também teve uma demo de Assassin’s Creed IV: Black Flag que deu pau duas vezes no palco, um vídeo com mais gameplay de Watch Dogs, trailer pro The Elder Scrolls Online (que terá o beta liberado primeiro para o PS4), trailer de Destiny e outras coisas não tão relevantes assim, como isso.**

E aí, o que vocês acharam da conferência da Sony na E3 2013?

E3 2013: resumo da conferência da Electronic Arts

E3 2013 / EA

A conferência da EA (Electronic Arts) foi a segunda conferência exibida ontem (10/06), às 17 horas (horário de Brasília) e contou com o anúncio de 11 novos títulos para a próxima geração de consoles.

John Vechey, um dos co-fundadores da PopCap deu início à conferência da EA anunciando um novo jogo da série Plants Vs Zombies. Esse jogo, que se chama Garden Warfare, rodará a engine Frostbite 3 e é uma mistura de shooter em terceira pessoa com um Tower Defense. O gameplay apresentado lembra Orcs Must Die, mas Garden Warfare oferece uma experiência multi-player, onde os jogadores devem usar as diferentes classes de “flores” e seus ataques característicos para deter as ondas de zumbis e os chefes que aparecem ao final de cada level.

Plants Vs Zombies: Garden Warfare será lançado, inicialmente, para o Xbox One e depois para o Xbox 360, PC e demais plataformas e não foi confirmada uma data de lançamento.

Ao final de sua presença no palco, Vechey anunciou, de forma bastante eufórica, Peggle 2.

Após a PopCap, foi hora da Respawn Entertainment (empresa fundada pelos co-fundadores da Infinity Ward) mostrar seu primeiro jogo: Titanfall. Esse jogo de tiro oferece uma experiência multiplayer interessante, onde o jogador poderá escolher entre duas mecânicas de combate diferentes: jogar como um ágil piloto ou pilotar um Titã, um robô gigante que se move de forma bem fluída e realista. Você pode conferir um pouco da experiência do jogo, no demo abaixo, mostrado inicialmente na palestra da Microsoft, que você pode ler o resumo aqui.

A EA anunciou o novo jogo da série Need for Speed que se chamará Need for Speed Rivals, que além de oferecer um mundo aberto para os jogadores se esbaldarem nos diferentes modos de corrida, traz também uma mecânica chamada de All Drive. Essa mecânica pode, ao acaso, dar início a uma sessão multi-player, como foi o caso da demo mostrada na conferência. Onde um jogador corria em um racha e o outro jogava como um carro de polícia cujo objetivo era parar os corredores ilegais.

Outro ponto interessante a se notar nessa demo é que um terceiro jogador interagiu com o jogo, através de um Tablet, e controlou um helicóptero para auxiliar a polícia.

Adicionalmente, foi anunciado que no ano que vem, irá aos cinemas um filme de Need for Speed estrelado pelo ator Aaron Paul (famoso pelo seu papel na série Breaking Bad).

A Bioware marcou presença na conferência da EA ao anunciar o jogo Dragon Age III: Inquisiton. O terceiro jogo da série Dragon Age terá um mundo aberto e, ao que tudo indica, ele será uma continuação direta de Dragon Age 2. Aaryn Flynn, Gerente Geral da Bioware, disse que o jogo será lançado no Outono de 2014.

Não sei quanto a vocês, mas eu gostaria bastante que a Bioware também lançasse esse jogo para a geração atual (Xbox 360 e PS3) e que fosse possível carregarmos o save de nossos jogos, assim como ela fez na trilogia Mass Effect. Mas eu sei que é pedir muito…

Jogos de esportes são uma importante parte do portifólio da EA e a divisão EA Sports mostrou quatro títulos que serão lançados para o XBox One e para o PlayStation 4. São eles: NBA Live 14, Madden 25, Fifa 14 e UFC. Todos estes jogos utilizam a engine IGNITE, que traz um realismo ainda maior na simulação dos esportes destas franquias.

Após a EA Sports, foi o momento da DICE entrar no palco e anunciar seus jogos. Ela começou com Battlefield 4 e com uma demo em tempo real com 64 jogadores online no palco. Além disso, a DICE apresentou o modo Commander (Comandante), onde um jogador interagiu pela partida através de um Tablet e enviou ataques de suporte de mísseis para auxiliar um dos times.

A conferência da EA contou com dois anúncios, que embora não detalhassem muito dos jogos deixou os gamers bem interessados. Dentre eles, um teaser de pouco mais de 3o segundos de um novo jogo da franquia de grande sucesso de George Lucas (e agora da Disney), Star Wars Battlefront.

E ao final da apresentação da DICE, ela revelou o trailer para um novo Mirror’s Edge, cuja história será focada na origem da protagonista Faith e será lançado para o PlayStation 4, Xbox One e PC.

Tanto Mirror’s Edge quanto Star Wars Battlefront não possuem previsão de lançamento.

E aí, o que você achou da conferência da EA na E3 2013?

E3 2013: resumo da conferência da Microsoft

e3 2013 microsoft

E começou a E3 2013! O primeiro tiro da batalha de Los Angeles começou! O dia 10 de junho de 2013 marcou o início de uma nova era dos videogames, pois foi há poucas horas que a Microsoft fez sua tradicional conferência para a imprensa a fim de apresentar a primeira leva de jogos do Xbox One, o sucessor do Xbox 360.

Se a impressão geral dos que acompanharam o evento de revelação do One foi de tédio, o mesmo não se aplica à apresentação feita na E3 2013. Prometendo o que havia dito dias atrás, a Microsoft dedicou a Electronic Entertainment Expo para apresentar games, games e mais games. Praticamente foi uma enxurrada de títulos que guiarão o caminho do novo aparelho.

O primeiro deles foi o engenhoso Metal Gear Solid : The Phanton Pain. O vídeo divulgado mostra os personagens Revolver Ocelot e Big Boss conversando, mas nada de muito revelador é mostrado. O que deu para perceber é que o design está muito bacana e o jogador terá muita liberdade para executar suas ações (tem até direito a entrar em veículos quando bem entender). A luz e sombra serão elementos de muita importância no jogo para dar cabo dos inimigos ou passar sem ser visto. Novos personagens farão sua entrada, bem como alguns antigos retornarão.

O game não ganhou data de lançamento, mas deve chegar até 2014. Pelo que pudemos ver, Kojima não está poupando esforços para criar seu melhor jogo até agora.

Xbox 360

Depois deste trailer fabuloso, Don Mattrick subiu ao palco para apresentar Yusuf Medhi, vice-presidente senior de Negócios Interativos da Microsoft, que foi anunciar as novidades envolvendo o Xbox 360, mostrando que a plataforma mais rentável do momento ainda não foi esquecida. O executivo começou com uma grata surpresa: o Xbox 360 ganhou uma versão nova, menor e silenciosa. O design é semelhante ao do Xbox One e será mais barato também (US$ 199 na versão 4GB e US$ 299 com 250 GB  ou o mesmo preço pelo versão de 4GB acompanhada do Kinect).

Além de perder peso, a Microsoft anunciou que a partir de 1 de julho os assinantes gold da Xbox Live terão direito a dois games gratuitos através da rede online. A promoção começará com dois pesos pesados: Halo 3 e Assassin’s Creed 2. Essa promoção durará até o lançamento do Xbox One.

Quanto aos lançamentos da plataforma, os proprietários ainda verão alguns games bem interessantes como o MMO gratuito World of Tanks da produtora Wargaming; Max: The Curse of Brotherhood, que nada mais é que a sequencia de Max and the Magic Marker. Trata-se de um game de plataforma que coloca o jogador na missão de resgatar seu irmão. Outro título que marcou presença no Xbox 360 foi Dark Souls 2, sequência de um dos RPGs mais aclamados da atual geração.

Xbox One

Depois foi a ver de dar o merecido destaque ao Xbox One. Phil Spencer foi quem fez as honras de mostrar aquilo que o hardcore gamer tanto aguardava: games.

Ryse: Sono f Rome já havia sido mostrado antes, porém o novo trailer serviu para mostrar que a Crytek não está esforçada em criar apenas um game bonito, mas também um sistema de batalhas empolgante. Há quem tenha sentindo um God of War feeling, contudo o jogo parece muito promissor.

O game que mais chamou as atenções foi Killer Instinct. A Rare ressuscitou a franquia de lutas que outrora rivalizava com Mortal Kombat e Street Fighter pela preferência dos jogadores. Aparentemente o sistema de batalhas é o mesmo da era SNES, porém aprimorado para tornar as batalhas mais insanas e rápidas. Em alguns aspectos o jogo lembrou Street Fighter IV. O bacana é que personagens das antigas estão de volta, como Jago, Sabrewulf e Glacius. Para muitos, este já é um bom motivo para aguardar o Xbox One. A plateia foi ao delírio com a revelação.

Sunset Overdrive

É o primeiro game da Insomniac após o estúdio ter se separado da Sony. O game é bem cartunesco e não mostrou muito a que veio. De acordo com Ted Price, o conceito é que o game muda de cara a todo o tempo, pois a produtora pode incluir coisas novas quando bem entender.

Forza Mororsport 5 também deu as caras, como era esperado. O game realmente está bem apresentável e certamente tem cara de nova geração. De acordo com Dan Greewalt da Turn 10, o grande macete do jogo é fazer uso da tecnologia de processamento em nuvem do novo console. Aparentemente a tecnologia decretará o fim, da inteligência artificial como a conhecemos, tornando os adversários mais imprevisíveis e difíceis do que o habitual. Não foram dadas muitas dicas de como isso funciona, mas de qualquer forma o jogo parece evoluir tudo o que já conhecíamos de Forza.

Em seguida, Minecraft foi anunciado como lançamento do Xbox One. Pode não parecer um anúncio de peso, mas a franquia tem sido uma das mais acessadas na Xbox Live. Rapidamente o foco se voltou para Quantum Break da Remedy.. O game foi apresentado por Sam Lake da produtora, que prometeu revolucionar a forma como jogamos videogames. O trailer mostrou o protagonista Jack e como ele salva uma mulher de um acidente de carro que ficou parado no tempo, causado por uma anomalia temporal. O game é bem curioso e parece ser o tipo de jogo que não vemos com frequência no Xbox.

Outros jogos apresentados foram D4 e Crimson Dragon. O primeiro é criação de SWERY65, o criador de Deadly Premonition. Basicamente é um game que apresenta assassinatos misteriosos para o jogador. A arte é no estilão de Borderlands e o jogo será episódico. Já Crimson Dragon é sucessor espiritual de Panzer Dragon da SEGA, àquele de combates entre dragões alados. O game tem amplo suporte ao Kinect e será exclusivo da plataforma Xbox One.

A Capcom também chegou na apresentação para anunciar a exclusividade de Dead Rising 3. O game terá um novo protagonista chamado Nick Ramos, que deve tentar fugir de uma cidade tomada por zumbis. A pegada parece ser a mesma dos títulos anteriores, ou seja, muitas armas espalhadas pelos cenários e sutis toques de humor. A Capcom também garantiu que não existirão loads durante a partida. O jeito é esperar.

The Witcher 3 foi outro grande jogo da apresentação. Sequencia do RPG de mundo aberto da CD Project, que prometeu combates mais profundos, uma trama não linear e cerca de 100 horas de jogo. O game terá suporte ao sistema de voz do Kinect e ao SmartGlass para gerenciamento do inventário. O game também parece ser muito mais épico que o segundo capítulo. Nada se falou do enredo, mas o trailer empolgou os fãs de RPG.

Titanfall da Respawn Entertainment mostrou uma batalha de ficção científica sem precedentes, colocando humanos contra mechas em ambientes urbanos. Os  produtores não tiveram medo de mostrar que aprenderam bons truques depois de tantos anos com a franquia Modern Warfare (as cenas em 1º pessoa são empolgantes e lembra o jogo da Activision indiscutivelmente). Não foi divulgado data de lançamento.

E por fim, o jogo com o DNA da Microsoft também foi anunciado: Halo. Nada de detalhes adicionais. Será Halo 5? Não há nome definido também. Tudo o que vemos é Master Chief vagando pelo deserto. Foi prometido que o jogo rodará a 60FPS e será o Halo mais bonito já criado.

E a revelação mais esperada do dia: Xbox One chega em novembro em 21 países (apostamos que o Brasil está nessa). O preço lá fora é de US$ 499 e R$ 2.200 no Brasil.

O que vocês acharam da conferência da Microsoft na E3 2013?