Arquivo da tag: documentário

Documentário da Crua Produções vai mostrar bastidores da cena indie no Brasil

Quem não se recorda do documentário Indie Game: The Movie? Pois bem, chegou a vez de um grupo de cineastas criar uma versão nacional, mostrando os bastidores de empresas de desenvolvimento da games independentes do Brasil. A ideia é da Crua Produções  e vai abordar como tema o processo, a rotina, as dificuldades, e as conquistas de quatro empresas de jogos independentes, sendo uma empresa de Santa Catarina (Cat Nigiri), uma de Minas Gerais (GILP) e duas de São Paulo (Kinship e Sinergia). Além disso, haverá um trecho todo especial mostrando as empresas durante a BGS 2017.

O documentário já possui dois trailers lançados e são separados por “levels”. O Level 1 mostra um pouco sobre como foram as gravações com a Cat Nigiri, em Santa Catarina. E o Level 2 mostra sobre como foram as gravações com GILP, em Minas Gerais. Ambos já estão disponíveis no canal do youtube, e o restante será liberado durante os próximos três meses.

Para quem não conhece, a Crua Produções é uma produtora acadêmica independente e sem fins lucrativos criada em 2015 por alunos da Universidade Anhembi Morumbi, tendo seu primeiro projeto, o curta metragem “João 11:25”, lançado em junho de 2016 e o seu segundo projeto lançado em maio de 2017, o longa-metragem documental “A Imagem da Música: Os anos de influencia da MTV Brasil”, o qual alcançou mais de 16 mil visualizações no youtube, virando notícia em diversos veículos da internet.

Se você curte o trabalho de produtores independentes, assim como nós, fique ligado nas novidades deste projeto. De acordo com a Crua Produções, a ideia é lançar o documentário em janeiro de 2018. Já que as gravações vão ser encerradas durante a BGS, se você estiver pelo evento, quem sabe não vai aparecer no documentário?

Abaixo você confere o primeiro trailer do projeto que vai mostrar a cena indie no Brasil:

Vivo lança “Game Changers”, websérie documental sobre a indústria de games no Brasil

Quem diria que os videogames se tornariam assunto tão respeitado quanto cinema e a televisão? Prova disso é que a Vivo acabou de lançar uma websérie em formato de documentário que explora o universo dos jogos eletrônicos sob diferentes perspectivas. O projeto chamado Game Changers é composto de quatro episódios que mostram o mercado dos jogos eletrônicos sob a ótica de youtubers famosos, cyber-atletas, desenvolvedores e gamers. A série mostrará curiosidades, bastidores e a relevância deste universo que já movimentou mais de US$ 90 bilhões apenas em 2016.

Vale dizer que Game Changers é a primeira campanha digital da Vivo sobre da temática dos gamers e a primeira em linguagem de documentário. Com o projeto, a Vivo tem como objetivo se aproximar deste mercado e ser referência de banda larga para este público. A websérie conta com a participação de grandes nomes do mercado de games, como os jogadores profissionais Gabriel Kami e Murilo Takeshi; Youtubers como Pedro Rezende (Rezendeevil), Rafael Lange (Celbit), Mariana Satty, Damiani e BRKSEdu, além de dezenas de outros profissionais desse mercado.

“Neste nosso primeiro projeto documental queremos mostrar quem está por trás dessa indústria que gera empregos, oportunidades e diversão. O mercado de games é um dos grandes impulsionadores da economia digital, na qual a Vivo está trabalhando para se posicionar de forma cada vez mais forte”, diz Marcio Fabbris, vice-presidente de Marketing Consumer da Vivo.

De acordo com a Vivo, Game Changers é criação da agência Ginga, responsável pela direção criativa e estratégica do projeto, e produzida pela Vice. As primeiras gravações de Game Changers começaram no último ano, durante a Comic Con Experience, em São Paulo/SP. Todos os episódios já estão disponíveis a partir de hoje no canal da Vivo no YouTube e no site especial do prjeto. Além disso, os capítulos da websérie serão transmitidos como conteúdo na grade de programação de TV da ESPN, em data e horário a serem divulgados.

Os episódios de Game Changers

O primeiro episódio retrata o mundo das competições e dos players profissionais, abordando o que está em jogo quando um gamer decide encarar os desafios diários da vida de competidor profissional. No segundo episódio, Youtubers especializados em games contam como começaram e falam sobre a percepção que têm do universo de games.

Já o terceiro capítulo mostra os bastidores da vida dos desenvolvedores, que dedicam suas vidas a pesquisar tendências e criar games. Para finalizar, o último episódio de “Game Changers” apresenta estudantes e professores que encaram horas e horas nas salas de aula, para formar novos profissionais para este mercado tão promissor. A campanha digital trará ainda exploração de conteúdo, clipes curtos, gifs, canvas, scratch reel e outros formatos interativos. O conteúdo será publicado no Facebook, Twitter e Google.

“Nosso trabalho foi muito mais do que identificar ou explorar o segmento dos games. Consideramos que, com o projeto Game Changers, a Vivo está desempenhando o papel de revelar a grandeza e a riqueza desse universo para toda a sua base de consumidores, na mesma medida em que prestigia os protagonistas dessa indústria e se consolida como principal player de banda larga no segmento”, comenta André Felipe, Chief Creative Director da Ginga.

Abaixo tem o trailer de Game Changers

Documentário nacional vai mostrar a chegada dos videogames no Brasil

Lembra do livro chamado 1983: O Ano dos Videogames no Brasil, escrito pelo gamer Marcus Chiado? Pois bem, o autor escreveuescreveu posteriormente outro livro abrangendo o ano de 1984, pois esses dois anos foram importantes para a indústria nacional de jogos eletrônicos. Mas isso você já sabia, certo?

O que você talvez não soubesse é que Marcus uniu-se a outros gamers para levar este trabalho documental para outra mídia, a saber: o cinema. Trata-se do primeiro documentário brasileiro que visa contar como os videogames chegaram ao país.

O projeto está em desenvolvimento, mas para sair do papel, os criadores precisam da contribuição dos próprios jogadores. Por isso, o documentário está arrecadando fundos no site de crowdfunding Kickante. A meta a ser atingida é de vinte mil e com tal valor o filme conseguirá contar os primórdios do mercado, passando pela era do Game&Watch, o Pong etc.

Vale lembrar que os consoles clássicos NES, Master System, SNES e outros, não fazem parte desta parte do trabalho. Mas os autores sinalizam que eles são temas para produções vindouras.  A grande sacada é que o documentário é um verdadeiro resgate da nossa indústria de jogos eletrônicos.

Qualquer um poder contribuir, para isso basta acessar a página da campanha.

1983: o ano dos videogames no Brasil

The Gamer Inside: documentários contam a história dos games no Brasil

the gamer inside

Para quem leva muito a série o ramo dos videogames, vale muito a pena conhecer o projeto  The Gamer Inside, que visa mostrar mais a fundo como funciona o mercado de videogames e a cabeça dos jogadores e das pessoas que movimentam a indústria. Basicamente o TGI foi iniciado em 2010 pelo espanhol Jesús Fabre e trata-se de séries episódicas mostrando algum aspecto da indústria de games no formato documentário.

O motivo de estarmos falando sobre esse projeto aqui no GameReporter é que o TGI iniciou uma série de episódios falando sobre o Brasil. O primeiro deles, inclusive já está no ar. Na série, os idealizadores vieram para algumas das principais capitais do país como São Paulo, Rio e Porto Alegre para conversar com importantes nomes da indústria de games brasileira com o intuito de contar um pouco da história de como a indústria se desenvolveu por aqui.

Entre os nomes que você encontrará na série de vídeos, estão nomes facilmente reconhecidos como Théo Azevedo (editor do UOL Jogos), Moacyr Alves (da Acigames), Stephano Arnhold (da Tectoy), Nino (da banda Megadriver), entre outros nomes.

No primeiro episódio o foco é a infância desses profissionais da indústria e o primeiro contato deles com os jogos eletrônicos. Nos próximos episódios vamos conferir como o Brasil sempre contou com jogadores tão dedicados, e como lidamos com a falta de interesse dos políticos do país durante anos.

The Gamer Inside: assista e comente

O documentário é um belo material de arquivo para conhecer algumas das personalidades mais importantes do setor aqui no Brasil e também para conhecer a história dos games em nosso país. Abaixo está o primeiro episódio da série sobre o Brasil dos jogos:

Aquiris promove exibição do documentário Indie Game The Movie em São Paulo

Indie Game The Movie

Se você ainda não viu o documentário Indie Game The Movie, a Aquiris promove nos dias 13 e 14 de agosto de 2012 a exibição da película no Itaú Cultural, lá na Av. Paulista, 149, na Capital Paulista. As sessões acontecerão às 20h, porém os ingressos passam a ser distribuídos a partir das 19h30. A exibição conta com o apoio dos sites Update or Die e do Kotaku Brasil. O convite da exibição você pode ver aqui.

Para quem não conhece ainda, o documentário conta a história por trás do desenvolvimento dos jogos indie Braid, FEZ e Super Meat Boy. Indie Game The Movie foi muito elogiado nos circuitos internacionais e tem sido apontado pela crítica especializada como o primeiro documentário verdadeiramente voltado aos jogadores.

O longa foi criado pelos produtores James Swirsky e Lisanne Paiot e serve como inspiração para os futuros game designers que ainda não tem muita noção de como é a rotina de produção de um game de sucesso. Vale uma olhada hein! Abaixo está o trailer do documentário:

Documentário Indie Game: The Movie terá estréia durante evento Experiências Transmidias

Indie Game The Movie

Você, leitor do GameReporter, já deve ter ouvido falar do documentário Indie Game: The Movie. Pois bem, haverá uma premiere nacional para apresentar ao público o documentário. O evento irá ocorrer no dia 26 de junho de 2012 às 21hs na cidade do Rio de Janeiro, lá na Estação SESC Rio.

Para quem não lembra o Indie Game: The Movie é o documentário cuja temática é justamente a vida de desenvolvedores de games independente. Além disso, o documentário também destaca as características artísticas que motivam a produção de jogos como uma mídia expressiva ao lado do cinema e da literatura.

A mostra faz parte do projeto Experiências Transmidia realizado em parceria pelo Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas (CTS/FGV), o Programa Avançado de Cultura Contemporânea da Universidade Federal do Rio de Janeiro (PACC/UFRJ) e a Associação Cultural de Estudos Contemporâneos (ACEC) com o patrocínio da Petrobrás.

Basicamente o Experiências Transmídias consiste em uma série de atividades que serão realizadas em três grandes encontros durante 2012 /2013 e o objetivo desses eventos é estimular a reflexão crítica, divulgar o caráter cultural, artístico e expressivo dos jogos eletrônicos; e ressaltar seu vínculo com as demais áreas literárias e artísticas.

Durante a premiere, além da exibição do documentário canadense Indie Game: The Movie, os visitantes irão conferir um debate em que participarão a Heloisa Buarque de Hollanda, Ronaldo Lemos, Arthur Protasio e Eliane Costa.

Em outro momento, o projeto contará com palestras organizadas por desenvolvedores e workshops com escritores, jornalistas, críticos, quadrinistas, designers e desenvolvedores de jogos sobre narrativas transmídias que se utilizam de tecnologias novas para cativar os espectadores. Além disso, o evento vai abrigar uma festa movida a chiptune, músicas criadas a partir de chips de videogames retro. As musicas serão discotecadas por artistas brasileiros e estrangeiros. Sendo assim, o Experiência Transmidia contará com algumas das mídias de entretenimento mais populares do mundo, como jogos, música cinema, poemas, HQ etc.

Então fica a dica para quem estiver na Cidade Maravilhosa no final do mês, tente não perder o Experiências Transmidia, pois o evento promete bons momentos para os fãs de videogames. Mais informações no site do evento.

Experiências Transmidia

 Data: 26 de junho, às 21h
Local: Estação SESC Rio – sala 3
Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 35 – Botafogo, Rio de Janeiro
Entrada: Gratuita. Espaço limitado. Senhas distribuídas 2 horas antes
Contato: Tatiana Louzada
Telefone: (21) 2529-6974