Arquivo da tag: destaque

Conheça Trash Treasures, o game indie brasileiro para fãs de humor negro e cultura nerd

O destaque do dia é o jogo indie Trash Treasures, um game para dispositivos Android feito especialmente para os fãs de humor negro. Basicamente você precisa escavar o cenário para encontrar preciosos tesouros escondidos no lixo. O macete é que os tesouros encontrados são um prato cheio para quem curte cultura nerd/geek. Entre suas escavações, você vai encontrar cartuchos enterrados, cabeças de personagens de Game of Thrones e até a Master Sword.

Trash Treasures tem uma jogabilidade simples, voltada para o público casual, mas tão divertida quanto se pode esperar. Muito da diversão vem das pitadas de humor bem dark. O jogo foi produzido pelo designer Thiago Cóser junto com o programador Paulo Salvatore, em alguns poucos finais de semana.

Apesar da implementação rápida do jogo, a simplicidade da jogabilidade foi produzida a partir de um protótipo feito alguns anos atrás, que era bem complexo, em 3D. “Saber simplificar um projeto é uma das mais difíceis e principais funções que tenho” explica Thiago. A ideia da experiência do game foi criar uma interação simples e divertida, como estourar plástico bolha, junto com os tesouros e a narrativa que pode levar a algumas risadas inesperadas.

Os desenvolvedores explicam que apesar da simplicidade, há muitos detalhes para criar um jogo como esse. A criação das fases proceduralmente, a probabilidade do jogador encontrar um tesouro ou o sistema de monetização, são alguns detalhes que tornam o game diferenciado.

“Minha maior satisfação com este projeto foi ver pessoas que não tem o hábito de jogar chegando longe no game e dando risadas com o absurdo de alguns tesouros. Sempre gosto de perguntar qual foi o seu tesouro favorito” comenta o desenvolvedor. Trash Treasures está disponível no Google Play.

Abaixo tem o trailer de Trash Treasures:

Jogo brasileiro Sword of Yohh estará presente na Game Developers Conference (GDC) 2018

Hoje vamos falar de um jogo independente criado pelo estúdio UNDEVS, de São Paulo. Trata-se de Sword of Yohh, um game de combate multiplayer 2D com inspiração no gênero tower defense. Aqui o objetivo é destruir o totem do jogador adversário antes que ele destrua o seu próprio totem. Mas não pense que a terafa será fácil: os adversários (assim como você) podem usar armas poderosas e até manipular o cenário para ganhar vantagem no combate.

As batalhas acontecem num campo de batalha bastante ritualístico de um templo abandonado. Os totens apenas podem ser destruídos pelas poderosas Espadas de Yohh. A jogabilidade lembra uma partida de handball, com a diferença que ao invés de uma bola, vocês usam a mítica espada de Yohh. Quem estiver com a espada pode destruir o totem do adversário.

A jogabilidade é simples, porém bem fundamentada, de tal modo que há suporte para até quatro jogadores em simultâneo. Você pode escolher entre 7 personagens e o vencedor é definido por quem acertar a enorme espada no totem inimigo três vezes. Os visuais são um dos pontos mais bem avaliados da obra, graças ao design em preto e branco e as construções cheias de detalhes.

A impressão foi tão boa que Sword of Yohh é um dos destaques da Game Developers Conference 2018, nos EUA. O jogo foi vencedor da EPIC Game Jam Brasil e premiado no Rock in Rio 2017. A UNDEVS marcará ainda presença no estande da IDJ Games, na GDC Play, exposição de jogos independentes que acontece dentro da GDC. De acordo com os desenvolvedores, Sword of Yohh é apenas o primeiro game da IP Children of Yohh, que nasceu durante a Epic Game Jam, em São Paulo. A previsão de lançamento é para o final deste ano.

Abaixo tem o trailer de Sword of Yohh:

 

BIG Festival abre inscrições para o BIG Starter, premiação para jogos em desenvolvimento

Seu game ainda está em desenvolvimento e você quer impulsionar o marketing e quem sabe conquistar um investidor? O BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival), maior festival de jogos independentes da América Latina, está com inscrições abertas para o BIG Starter, premiação dedicada aos projetos de games em desenvolvimento ou ainda não publicados de desenvolvedores independentes brasileiros. As inscrições devem ser feitas até o dia 7 de maio, através do site oficial.

Como já é tradição, serão duas categorias: “Melhor Jogo de Entretenimento” e “Melhor Jogo Educacional ou de Impacto”. Os participantes podem enviar quantos games desejarem, para as categorias que quiserem. Os finalistas terão a oportunidade única de apresentarem seus projetos a um público com nomes de destaque na indústria, nacional e internacional, à imprensa e a investidores no dia 27 de junho, no palco do BIG Festival, em São Paulo.

O comitê de avaliação irá analisar a qualidade geral do projeto de jogo. Os critérios incluem aspectos audiovisuais, interativos, mecânica, e criatividade, para então os projetos finalistas serem selecionados. Todos os jogos submetidos deverão ser inéditos e de propriedade de seus criadores. E mais uma coisa importante: os participantes podem enviar o mesmo projeto que submeterem ao BIG Starter à competição principal do BIG Festival, contanto que ele cumpra todas as regras.

Em 2017, o vencedor do BIG Starter na categoria Entretenimento foi King Boom, jogo mobile da Digi Ten com grande foco em interações sociais em que o jogador assume o papel de capitão em um navio voador, junto com sua tripulação de animais engraçados e animados, em busca de tesouros em ilhas flutuantes.

Já na categoria Educacional ou de Impacto, o vencedor foi o projeto Medroom, um simulador que utiliza realidade virtual para treinamento em saúde. O projeto trazia uma proposta madura, com oportunidades de aplicação global para a formação e aprendizagem na área – em que a introdução de novas tecnologias é fundamental. A sexta edição do BIG Festival acontece de 23 de junho a 1 de julho, no Centro Cultural São Paulo, na capital paulista, e no Oi Futuro, no Rio de Janeiro.

Serviço: 6º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 23 de junho a 1 de julho (Segunda, 25, não abre)
Rodadas de Negócios – de 27 a 29 de junho
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita