Arquivo da tag: contrato

Inscrições abertas para o concurso de jogos da Papaya Editora

Ótima oportunidade para quem desenvolve jogos de carta ou de tabuleiro e gostaria de comercializá-lo: a Papaya Editora abriu um concurso público para que desenvolvedores inscrevam seus games e tenham a oportunidade de publicá-los após votação popular e mostra ao público. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 10/03/2017. Após algumas etapas o melhor game recebe um contrato de publicação e a chance de aparecer em diversos eventos pelo Brasil.

O concurso de jogos da Papaya Editora terá 3 etapas e o autor do jogo vencedor vai garantir um contrato de publicação com a Papaya Editora. Para se inscrever é simples: basta enviar um email (concurso@papayaeditora.com.br) para a Papaya contendo o manual de regras de seu jogo em PDF e um link de vídeo em que você explica as regras do game e por que ele é tão divertido. O vídeo deve estar privado para que somente a Editora possa assistir e deve conter no máximo 60 minutos. Não se esqueça de ir até o site da editora e conferir as regras do concurso.

cropped-papaya-solo-claroFeito isso, a Papaya Editora escolherá até 12 jogos considerados mais interessantes e comercialmente viáveis para irem para as semifinais. Nesta etapa os desenvolvedores devem enviar 3 protótipos completos para avaliação. Além da Papaya Editora e dos consultores da primeira fase, os protótipos serão avaliados por personalidades da área de jogos como blogueiros, youtubers e organizadores de eventos. Os jogos semifinalistas serão expostos publicamente online através de blogs e facebook. Serão então escolhidos até 5 jogos finalistas.

Os cinco finalistas serão então enviados para diversos eventos para que possam ser jogados pelo público. Os autores dos jogos finalistas também serão entrevistados no programa Leite Night do canal Jogos com Leite e passarão por uma votação popular no Ludopedia. O melhor game recebe um contrato de publicação da Papaya e deve fazer parte do circuito de eventos que a empresa participar. Então se você tem um card ou board game na manga, esta é a sua chance!

Confira o vídeo explicando o concurso da Papaya Editora:

Big Gods contrata primeiro brasileiro como reforço para equipe na Challenger Series

A Big Gods – uma das principais organizações do eSport do País – anunciou a contratação do suporte Gustavo “Baiano” Gomes como reserva de Koo Hyuk “KonKwon” Kown para a lineup que disputará a Challenger Series norte-americana de League of Legends. A equipe espera ter um leque maior de campeões, visto que o jogo passa por mudanças constantes de meta, e por isso investiu no atleta brasileiro, que também disputará algumas das partidas da liga de acesso à LCS. O atleta é o primeiro brasileiro a reforçar a equipe para a disputa da Challenger Series.

“O cenário brasileiro de League of Legends conta com jogadores de altíssimo desempenho. Após diversas negociações, ficamos contentes em anunciar o Baiano como um reforço para o nosso time. Temos certeza que a vinda dele para a Big Gods será o primeiro passo para outros talentos do nosso País disputarem a liga norte-americana”, afirma Danilo Salgueiro, CEO da Big Gods. “A ideia é que esses atletas tragam mais versatilidade à nossa lineup e que treinem constantemente com o restante da equipe para termos a flexibilidade necessária que os confrontos da Challenger Series exigirão”, completa.

Entre os motivos para Baiano ter escolhido ir para os EUA ao invés de continuar no Brasil estão o compromisso de sagrar-se campeão, aprender táticas em um cenário mais competitivo e voltar a trabalhar com o técnico Ednilson “Jukaah” Vargas. A princípio o jogador será reserva da equipe. A Challenger Series norte-americana começa em fevereiro e a equipe vencedora garante vaga para a segunda etapa do campeonato principal de League of Legends.

Como Baiano foi parar na Big Gods

“Assim que eu anunciei que estava free agent eu recebi proposta de dois times do CBLoL, mas eu não acho que jogaria meu 100% em um time que não lutaria pelo título, nao queria aceitar qualquer proposta só para estar jogando no CBLoL”, conta o jogador em entrevista para ESPN, sem dizer, claro, quais seriam esses times. “Junto com essas, também vieram algumas propostas dos principais times do LAS [região sul-americana] e também a da BigGods”, continua.