Arquivo da tag: concurso

KOHQ – Spcine abre 2ª edição de concurso de games inspirados em HQ

A relação entre videogames e quadrinhos já é bastante antiga e rendeu produtos memoráveis, tais como Tomb Raider, Comix Zone e Injustice. Talvez pensando em como games e quadrinhos combinam, a Spcine abriu o edital para o KOHQ, um concurso que desafia os desenvolvedores a criar games mobile a partir de uma história em quadrinho. Esta é a segunda edição do evento e as inscrições já estão abertas.

Para participar do KOQH você deve se inscrever rapidamente, pois a primeira seletiva termina amanhã (5 de setembro) e é voltada apenas para quadrinistas. De acordo com a Spcine, neste ano tem duas novidades: os donos dos direitos dos quadrinhos podem ser de qualquer parte do Brasil; e os dois primeiros colocados recebem o mesmo prêmio.

Na edição de 2017, as vagas eram reservadas apenas para quem residia em São Paulo. O objetivo é dar as mesmas chances para todos e contemplar criadores de todo o Brasil. Sobre a premiação: os dois primeiros colocados levam o valor de R$ 80 mil cada. O detalhe é que os estúdios de games continuam precisando estar sediados na capital paulistana por ao menos três meses.

Os vencedores terão cinco meses para produzir o game. O lançamento oficial será durante a Comic Con de 2019. O estúdio Webcore foi o vencedor da primeira edição do KOHQ. A equipe desenvolveu o game mobile baseado na HQ Timo, de Raul Aguiar.

A expectativa é que o edital atraia desenvolvedores talentosos, capazes de dar novo formato para quadrinhos nacionais. Quem sabe até expandindo o público que lê os quadrinhos vencedores. Não deixe de acompanhar o site da Spcine.

Abaixo você confere as etapas do concurso KOHQ da Spcine:

 

– 22/8 a 5/9: Inscrição dos Quadrinistas

– 10/9 a 25/10: Inscrição dos Estúdios de Games

– 29/10: Anúncio dos quatro finalistas

– 5/11 a 5/12: Produção dos Protótipos Finalistas

– 5 a 10/12: Divulgação dos protótipos finalistas no estande da Spcine na CCXP 2018

– 19/12: Anúncio dos vencedores

– Jun/2019: Entrega dos game mobiles

Flux Game Studio produz jogo inspirado na animação do pinguim Oswaldo e vence o edital da Spcine

No mês de junho saiu o resultado do edital Batalha Animada da Spcine, que tinha como objetivo desenvolver um jogo para celular a partir de uma animação nacional. A concorrência foi pesada e rendeu alguns jogos realmente interessantes. Quem se saiu bem mesmo foi o pessoal da Flux Game Studio que apostou no carisma do pinguim Oswaldo, uma animação criada pela produtora Birdo Studio que narra a história de um pinguim que foi achado e criado como gente por um casal carioca.

O game da Flux vai mostrar as desventuras de Oswaldo ao iniciar o 6º ano do colégio. Tal como na animação, o game terá muitas referências da cultura nerd e geek dos anos 80-90. De acordo com os desenvolvedores, o jogo será baseado em uma brincadeira de rua, transpondo suas mecânicas icônicas para o celular.

Nas duas etapas de seleção do edital, a Flux Game Studio esteve na primeira colocação entre todos os participantes e, para o segundo semestre a produtora promete lançar a versão final do projeto em parceria com a Birdo Studio. O orçamento do jogo foi garantido com o prêmio conquistado no Spcine: R$ 80 mil. A expectativa é lançar o jogo até o mês de outubro para Android e iOS.

Museu do Videogame Itinerante terá concurso cosplay

No próximo final de semana o Museu do Videogame Itinerante no RioMar Kennedy vai receber uma série de campeonatos e atrações divertidas. Uma das atrações mais esperadas será o Campeonato de Cosplays na categoria desfile. Os três melhores colocados no torneio levarão prêmios, o que deve elevar o nível de disputa dos participantes.

O campeonato ocorre no sábado, 23 de setembro, a partir das 17h. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 21 de setembro, das 10h às 21h, na loja CVC RioMar Kennedy, no Piso L1, e são limitadas a 50 vagas. O regulamento completo está disponível no site do RioMar Kennedy.

Outro torneio que vai animar os visitantes do Museu do Videogame Itinerante será o Campeonato de Just Dance que ocorrerá no domingo, 24 de setembro, a partir das 17h. As inscrições serão realizadas no Piso L1, ao lado do palco Just Dance.

O Cosplay é uma atividade em que as pessoas se caracterizam e interpretam seus personagens preferidos de jogos digitais, séries, filmes, dentre outros. Os finalistas serão escolhidos por uma comissão julgadora convidada pela curadoria da exposição e os três melhores receberão premiação.

O Museu do Videogame Itinerante tem entrada gratuita e segue até o dia 24 de setembro, com funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos, das 14h às 20h, na Praça Central de Eventos, no Piso L1.

 

Serviço – Campeonatos de Cosplays e Just Dance – Museu do Videogame Itinerante

Data: 23 e 24 de setembro (sábado e domingo)

Horário: a partir das 17h

Local: Praça Central de Eventos do Piso L1 – RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)

Entrada Gratuita

Confira quem são os 12 semifinalistas do concurso de jogos da Papaya Editora

Vocês lembram que em meados de fevereiro falamos sobre o concurso da Papaya Editora que ajudaria criadores de jogos de carta e tabuleiro a lançar seu projeto? Pois bem, a hora de divulgar os doze semifinalistas chegou! De acordo coma editora, agora os desenvolvedores dos doze jogos devem enviar 3 protótipos completos para avaliação.

Além da Papaya Editora e dos consultores da primeira fase, os protótipos serão avaliados por personalidades da área de jogos como blogueiros, youtubers e organizadores de eventos. Os jogos semifinalistas serão expostos publicamente online através de blogs e Facebook. Serão então escolhidos até 5 jogos finalistas.

Abaixo estão listados os doze semifinalistas escolhidos pela Papaya:

A MODA DA CASA
Edu Reis

DISTRITO 6
Roberto Pinheiro

DUMB DUNGEOUS & DRUNK DRAGONS (DD&DD)
Diego Sá
Eduardo Pras

IMIGRANTES
Guilherme Bacciotti

JUST FIGHT
Jonatas Bermudes

MEROVÍNGIOS
Tiago Luna

OKTOBER
Rodrigo Sampaio Rodriguez

PICH IT
Eduardo Guerra

PRIMEIRO COMANDO
Marcelo Luiz Dias

RAPTOR`S VALLEY
Marcos Juliano Riffel

REVIRAVOLTA
Luiz Carlos Vieira
Marcelo de Almeida Nunes
Martin Norris
Rodrigo Paiva Inácio Lima

ROLOS DO OFICIO
Aron Guelfi Palo

 

cropped-papaya-solo-claroConforme divulgado anteriormente, o concurso de jogos conta com 3 etapas e o autor do jogo vencedor vai garantir um contrato de publicação com a Papaya Editora. Os cinco finalistas serão então enviados para diversos eventos para que possam ser jogados pelo público. Os autores dos jogos finalistas também serão entrevistados no programa Leite Night do canal Jogos com Leite e passarão por uma votação popular no Ludopedia.

O melhor game recebe um contrato de publicação da Papaya e deve fazer parte do circuito de eventos que a empresa participar. Então se você tem um card ou board game na manga, esta é a sua chance!

Abaixo tem o vídeo sobre os doze semifinalistas e como foi a avaliação da Papaya:

 

PRODAV – Inscrições abertas para novo edital de investimento em jogos eletrônicos

Ótima oportunidade para conquistar o tão sonhado orçamento para produzir aquele seu game bacana! Já estão abertas as inscrições para a Chamada Pública PRODAV 14/2017, a segunda edição da iniciativa do Programa Brasil de Todas as Telas que seleciona propostas de produção de jogos eletrônicos para exploração comercial em consoles, computadores ou dispositivos móveis.

De acordo com o edital, serão disponibilizados R$ 10 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA, e estima-se a seleção de 22 projetos de games. O prazo para inscrição vai até o dia 3 de julho, e devem ser feitas pelo Sistema FSA, no site do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE, agente financeiro do FSA.

video-gamesOs valores de investimento da Chamada Pública da PRODAV estão divididos em três categorias, de acordo com o valor do investimento.  A categoria C contemplará projetos com até R$ 250 mil; a categoria B, até R$ 500 mil; e a categoria A, até R$ 1 milhão. A previsão é de seleção de 2 projetos na categoria A, 12 na categoria B, e 8 na categoria C. Podem ser inscritos projetos que se encontrem em qualquer etapa de produção, desde que o jogo não tenha sido lançado comercialmente. Cada proponente pode apresentar apenas um projeto e deve fazer a opção pela categoria em que deseja concorrer no momento da inscrição.

foto-800x450Podem participar do edital da PRODAV empresas produtoras audiovisuais e desenvolvedoras de jogos eletrônicos registradas e classificadas na ANCINE como agente econômico brasileiro independente. As empresas desenvolvedoras de jogos eletrônicos deverão possuir atividade econômica classificada no CNAE – Classificação Nacional de Atividades Econômicas como desenvolvimento de programas de computador sob encomenda; desenvolvimento e licenciamento de programas de computador customizáveis; ou desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não customizáveis. Devem ainda respeitar as vedações de controle, coligação e veto comercial ou qualquer tipo de interferência comercial sobre os conteúdos produzidos aos agregadores de serviços de jogos eletrônicos, ou provedores deste serviço ao consumidor final.

O processo de seleção levará em conta ainda as reservas mínimas de 30% dos recursos para projetos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e 10% para projetos da região Sul e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. Assim como na primeira edição, todas as propostas classificadas para a fase de defesa oral poderão se candidatar aos recursos do Procult/BNDES, de acordo com as regras específicas do Programa.

O lançamento do edital foi anunciado pelo diretor-presidente Manoel Rangel em evento realizado na última sexta-feira, 5, no Escritório Regional da ANCINE em São Paulo. No evento também foram anunciados os vencedores da primeira edição, a Chamada Pública PRODAV 14/2016.

Inscrições abertas para o concurso de jogos da Papaya Editora

Ótima oportunidade para quem desenvolve jogos de carta ou de tabuleiro e gostaria de comercializá-lo: a Papaya Editora abriu um concurso público para que desenvolvedores inscrevam seus games e tenham a oportunidade de publicá-los após votação popular e mostra ao público. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 10/03/2017. Após algumas etapas o melhor game recebe um contrato de publicação e a chance de aparecer em diversos eventos pelo Brasil.

O concurso de jogos da Papaya Editora terá 3 etapas e o autor do jogo vencedor vai garantir um contrato de publicação com a Papaya Editora. Para se inscrever é simples: basta enviar um email (concurso@papayaeditora.com.br) para a Papaya contendo o manual de regras de seu jogo em PDF e um link de vídeo em que você explica as regras do game e por que ele é tão divertido. O vídeo deve estar privado para que somente a Editora possa assistir e deve conter no máximo 60 minutos. Não se esqueça de ir até o site da editora e conferir as regras do concurso.

cropped-papaya-solo-claroFeito isso, a Papaya Editora escolherá até 12 jogos considerados mais interessantes e comercialmente viáveis para irem para as semifinais. Nesta etapa os desenvolvedores devem enviar 3 protótipos completos para avaliação. Além da Papaya Editora e dos consultores da primeira fase, os protótipos serão avaliados por personalidades da área de jogos como blogueiros, youtubers e organizadores de eventos. Os jogos semifinalistas serão expostos publicamente online através de blogs e facebook. Serão então escolhidos até 5 jogos finalistas.

Os cinco finalistas serão então enviados para diversos eventos para que possam ser jogados pelo público. Os autores dos jogos finalistas também serão entrevistados no programa Leite Night do canal Jogos com Leite e passarão por uma votação popular no Ludopedia. O melhor game recebe um contrato de publicação da Papaya e deve fazer parte do circuito de eventos que a empresa participar. Então se você tem um card ou board game na manga, esta é a sua chance!

Confira o vídeo explicando o concurso da Papaya Editora:

Time de Curitiba representará o Brasil na Imagine Cup 2014

Alguns dedicados desenvolvedores brasileiros foram selecionados para as finais da Imagine Cup 2014, um concurso de jogos independentes organizado pela Microsoft que vai eleger o melhor dentre os games participantes. O destaque é que os curitibanos Eduardo Schildt, Luiz Henrique Gomes Monclar, Rhandros Dembicki e Robson Keidy Sewo são os únicos representantes brasileiros na final mundial da Imagine Cup. São todos estudantes de Pós-Graduação em Aplicativos para Jogos Digitais da Universidade Positivo.

Tal feito foi alcançado com o jogo Liaison, que foi desenvolvido para as plataformas PC e Xbox Live. Trata-se de um game que retrata a amizade de um menino e seu cachorro que foram presos em um calabouço e devem encontrar a saída do castelo resolvendo complicados puzzles espalhados por diversos cenários. O game foi desenvolvido para ser jogado tanto no Xbox 360 quanto no Xbox One.

Liaison baseia-se na premissa que o menino e o cachorro possuem habilidades diferentes e precisam trabalhar juntos para vencer os desafios. O ideal é que eles trabalham sem se distanciar, pois quanto mais distante, mais sombrio o cenário fica e surgem novos inimigos. O título foi desenvolvido em Unity 3D e seu estilo plataforma/puzzle tem tudo para agradar em cheio jovens jogadores e adultos.

“O jogo é focado na resolução de quebra-cabeças e problemas, mas também possui elementos que requerem destreza e agilidade por parte do jogador”, diz o estudante Luiz Henrique Gomes Monclar, um dos autores do projeto.

A final da Imagine Cup será realizada em Seattle, nos EUA, entre 10 jogos, incluindo Liaison. De acordo com dados da Positivo, na fase inicial haviam 34 países na disputa e o quarteto brasileiro é o único finalista na competição, o que torna o fato ainda mais impressionante. A Imagine Cup ocorre desde 2007 e tem como um dos objetivos reconhecer inovações tecnológicas produzidas por estudantes de todo o mundo.

Se os brasileiros vencerem a competição, levaram o prêmio de US$ 50 mil e a chance de divulgar seu jogo durante o PAX (Penny Arcade eXpo), um festival que passa pelas cidades de Seattle, Boston e Melbourne. Se depender da qualidade do jogo, o time Liaisontem boas chances. Vamos ficar na torcida!

Detetive Carioca 2: game que mistura ação e quiz está no concurso RioApps

detetive

 

Nossa recomendação de jogo para hoje é especialíssima, pois trata-se de um game que está concorrendo no concurso “RioApps”, um concurso da prefeitura carioca onde concorrem aplicativos desenvolvidos para celular que envolvam a Cidade Maravilhosa. O nome do game é Detetive Carioca 2.

O jogo é bem simples, porém bastante divertido e educacional: trata-se de um quis, ou melhor: um battle quis. Nele os jogadores enfrentam adversários medindo seus conhecimentos. A cada resposta correta você tira energia de seus adversários, porém, a cada resposta errada quem perde energia é você.

Na breve história, um estranho cai na cidade por acaso e está perdido. Para piorar a situação, monstros aparecem por toda a cidade. Para resolver a situação, a polícia solicita seu auxílio (o grande detetive), que deve resolver o mistério da aparição dessas monstruosidades. A partir daí você deve passear pela cidade do Rio, enfrentando monstros do folclore nacional como o mítico Saci-Pererê, Zumbis, Bruxas, Lobisomens, entre outros. A ideia é descobrir o que está acontecendo e limpar as ruas da cidade.

Detetive Carioca 2 é um misto de gêneros, pois mistura mecânicas de jogos de luta e o conhecido sistema de perguntas e respostas. Assim, ele tem um misto único de desafio e adrenalina, ou seja, não adianta ser bom no pega-pra-capar, se não utilizar a cabeça. Você golpeia os adversários acertando as perguntas, mas se errar perde energia.

Se a energia estiver baixa, basta comer um picolé para restaurar as energias (fazendo jus aos famosos versos “Rio quarenta graus”). Para auxiliar na aventura, você tem uma lupa para revelar respostas e um distintivo para reduzir os danos dos inimigos. Entretanto, a jogabilidade não é moleza: alguns inimigos não ficam passíveis esperando a resposta. Alguns adversários atacam antes, por isso é importante ser rápido nas respostas antes que a energia se acabe.

O game ensina muito sobre cidadania, saúde, ecologia, história, geografia, biologia, português, conhecimentos gerais, etc. Em outras palavras, não se trata de um título em que você vai esmagar botões a esmo. Seja esperto e rápido.

O game é gratuito e está disponível para Android (o time de desenvolvimento pretende levá-lo para plataformas iOS e Blackberry Playbook). O game é muito desafiador e divertido, não por acaso ele concorre no concurso mencionado acima.

Abaixo está o trailer do game:

Sebrae lança concurso de desenvolvimento de jogos

Concurso de Desenvolvimento de Jogos

Desenvolvedores de games, apresentem-se! O Sebrae acabou de abrir um concurso de desenvolvimento de jogos valendo vários prêmios em dinheiro. A intenção é promover e fomentar a indústria nacional de jogos digitais, iniciada na Campus Party 2013 quando desenvolvedores participaram de uma Jam de 17 horas.

O novo concurso iniciou no último dia 20 de março de 2013, mas não se preocupe: o prazo para inscrição no concurso vai até o dia 01 de maio de 2013 através de um site especial. O desafio é que os desenvolvedores criem games com temas relacionados à gestão empresarial.

Não há restrições para os participantes, podendo ser designers profissionais ou amadores, empresas estabelecidas, estudantes, professores, etc. Ou seja, o concurso é aberto para qualquer interessado, e o número deve ser elevado levando-se em consideração o total de premiação aos dez melhores classificados.

Para inscrever seu projeto é necessário criar um cadastro junto ao Sebrae e posteriormente informar que tipo de jogo pretende criar, indicando o gênero e quais temas foram abordados. Após fazer isso você recebe um código de inscrição para enviar seu game. Este código deverá ser identificado com o game quando ele for enviado via CD, DVD ou pen drive.

Os projetos serão julgados por três técnicos e três especialistas em empreendedorismo e educação empreendedora, que irão analisar quesitos como capacidade técnica dos desenvolvedores, relação com o tema do concurso, originalidade, inovação, viabilidade técnica, jogabilidade e integração com redes sociais. O resultado será revelado no dia 15 de maio.

O primeiro lugar leva R$ 80 mil para casa, enquanto que o segundo colocado fica com R$ 70 mil e o terceiro lugar fica com R$ 60 mil. O quarto e o quinto lugar são premiados com R$ 50 e R$ 40 mil respectivamente. A partir do sexto lugar até o décimo colocado os prêmios são de R$ 30 mil reais cada.

“Quando bem elaborados, os games, além de serem divertidos, ajudam a desenvolver a capacidade gerencial em pequenos negócios e habilidades empreendedoras, além de difundir os conceitos de competitividade, ética e associativismo”, disse Luiz Barretto, presidente do Sebrae.

Além dos prêmios em dinheiro, os grandes vencedores assinarão um termo de cessão com o Sebrae para que os jogos sejam disponibilizados gratuitamente na nova plataforma de jogos da entidade que tem a finalidade de desenvolver a capacidade gerencial em pequenos negócios e habilidades empreendedoras de forma interativa. Para isso, o Sebrae munirá os vencedores com um kit para portar o jogo para essa plataforma que certamente será muito importante para o portfólio dos desenvolvedores e dará boa notoriedade.

O concurso é organizado pelo Sebrae, com o apoio da iMasters, Associação Brasileira de Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames) e Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games (Acigames). Mais informações sobre o concurso deverão ser liberadas em breve. Você pode acompanhar o andamento do concurso e as regras gerais no site.

Brasileiro está na final do Square-Enix Latin America Game Contest

Square-Enix Latin America Game Contest

Quem se lembra do Square-Enix Latin America Game Contest? Pois é a disputa chegou na fase decisiva em que o público deve escolher seus jogos favoritos. Como muitos sabem, o concurso engloba toda a América Latina, e não apenas o Brasil. Entretanto engana-se quem achou que o Brasil não teria nenhum representante nesta fase.

Um webgame brasileiro está entre os dez finalistas e foi desenvolvido pelo time do Renan Reis, que já apareceu nas páginas do GameReporter com seu game bem humorado Gritar Hero. O jogo que lhe valeu entrar na etapa decisiva do concurso da Square é o Galaxy Runner.

O título coloca o jogador no controle de um cometa Deus da Destruição que chega até o planeta para causar a devastação em toda a sua superfície. O destaque é que o cometa do jogo foi previsto por uma profecia Maia a se realizar em meados de 2012 (!). O controle é em primeira pessoa e o desafio é desviar de obstáculos utilizando o mouse para coletar estrelas em túneis interdimensionais. A missão é chegar na Terra para arrasá-la completamente.

O game é simples porém divertido, e já está disponível para testes, basta acessar a página do jogo. Você pode jogar e posteriormente avaliar o título para ajudar nossos compatriotas a impressionar o pessoal da Square. Apostamos que com toda essa onda de fim de mundo, esse game tem tudo para fazer bastante sucesso por aí!