Arquivo da tag: china

Halo Digital inicia operações no Brasil e procura jogos nacionais para novos negócios

Há pouco tempo a empresa de tecnologia Halo Digital abriu suas operações no Brasil. Ela é uma proeminente força na Ásia que trabalha com jogos digitais, sendo que já atua na Tailândia, Indonésia, Rússia, entre outros, com mais de 200 jogos em seu catálogo.

Agora que a empresa passou a atuar em nosso país, chegou a vez dos desenvolvedores locais terem seus projetos no portfólio da empresa chinesa pelo mundo afora. Deste modo, os produtores brasileiros podem enviar seus jogos para avaliação da Halo Digital.

A primeira coisa que os desenvolvedores precisam saber é que a Halo mantém o foco em jogos mobile e para eles é importante que os games tenham algum sistema de conquistas e monetização. Mas não se preocupe, à princípio o que eles querem são jogos, ainda que na versão beta. Seu jogo precisa estar no Android ou no iOS.

Se você vai encaminhar o game para avaliação, não esqueça de mandar um arquivo em PDF ou Power Point, em inglês, para apresentar o game (um media kit, literalmente). Se houver um vídeo no YouTube, encaminhe o link também. Caso tenha números sobre o game, encaminhe também.

Uma vez encaminhado, a Halo Digital do Brasil vai reencaminhar o material para os outros oito escritórios da companhia espalhados pelo mundo. Depois disso, basta esperar o feedback de cada um deles. De acordo com a Halo, recentemente um game do Uruguai foi adquirido pelo grupo e ainda há outros em avaliação.

Para mandar seu projeto para a empresa, o desenvolvedor deve entrar em contato através do site da empresa, pelo Facebook, ou encaminhar um email para o Moacyr Alves Jr, da Acigames, que também faz parte do projeto Halo Digital. O email para envio é moacyr.junior@halodigit.com.

Lenovo atrasa lançamento de seu videogame chinês eBox

Lembra do eBox? O console que a fabricante Lenovo está preparando para lançar no mercado chinês teve seu lançamento adiado para que o aparelho possa passar por um aperfeiçoamento técnico.

Agora, a fabricante planeja colocar o videogame nas prateleiras apenas em fevereiro, embora não tenha data certa. O eBox possui reconhecimento de movimentos, um dos principais aspectos da nova geração de games.

A pegada da Lenovo foi inteligente, uma vez que o governo proibiu que fabricantes estrangeiras vendessem consoles e acessórios no país. A Lenovo usou a Eedo Technology, seu braço em Pequim, para trazer legalmente, um videogame com o recurso de reconhecimento de movimentos para os consumidores de lá.

Com o atraso, a Lenovo pode perder o gancho. O site Gamasutra revela que a Microsoft procura meios de entrar com os aparelhos legalmente no país.