Arquivo da tag: campanha

Gomídia transforma São Paulo em cenário de jogo para a campanha de lançamento de Watch_Dogs 2

O lançamento de Watch Dogs 2 promete ser um dos mais empolgantes , especialmente em São Paulo. A Gomídia, agência de marketing digital, transportou o universo do game para as ruas de São Paulo. Basicamente a agência produziu um vídeo de 1 minuto em que um atleta de parkour vestido como o protagonista do jogo Watch_Dogs 2 percorre as ruas da cidade interagindo com o espaço urbano e com os passantes, simulando a dinâmica do próprio game. A ideia é passar um pouco da sensação do game para a vida real, permitindo que os jogadores brasileiros se identifiquem com o personagem e o universo do game.

Watch Dogs 2 conta com elementos de parkour e temática hacker, além de um mundo totalmente aberto para explorar. Os jogadores ficam livres para cumprir missões numa versão digital da icônica cidade de San Francisco. Além disso, o jogo mistura elementos de ficção com o mundo real. A produção da Gomídia contou com a colaboração de mais de 50 pessoas e será veiculada nas mídias sociais da Ubisoft durante a campanha de marketing do jogo.

“Watch_Dogs 2 mexe muito com a imaginação dos jogadores, não apenas por ser uma superprodução, mas por explorar diversos aspectos tecnológicos e permitir que o gamer viaje por um mapa gigantesco e real da cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. A intenção da Gomídia nessa campanha foi aproximar esse ambiente dos fãs brasileiros, só que tendo como cenário as ruas de São Paulo e não as do Vale do Silício”, comenta Lucas Patrício, diretor geral e cofundador da Gomídia.

unnamedPara tornar o vídeo ainda mais real e imersivo, um atleta de parkour foi chamado para ser o dublê de Marcus Holloway – o jovem e brilhante hacker que protagoniza o jogo – e escalou e saltou em alguns dos pontos turísticos mais conhecidos de São Paulo, como o Vale do Anhangabaú, Viaduto do Chá, Praça Roosevelt e Minhocão. Já o youtuber Patife – que tem mais de 1,5 milhão de seguidores em seu canal –, sob o mesmo lenço que esconde o rosto do personagem dos videogames, foi o convidado surpresa que desempenhou o papel principal da trama e precisou atrair admiradores e apoiadores à sua causa formando um time de hackers, exatamente como no game. Com essa equipe reunida, o grand finale do vídeo aconteceu em frente ao prédio da FIESP, na Avenida Paulista: a cena de uma complexa operação hacker que mudou a paisagem do local.

Sobre o desafio de se criar uma ação que seja atraente para os consumidores e ao mesmo tempo interessante para o cliente, Lucas destaca que “quando se compreende os valores de uma produção tão complexa quanto a que um videogame busca em sua narrativa, amplificar essa mensagem por meio de outras mídias se torna uma missão mais fácil”.

Abaixo você confere o vídeo de marketing de Watch Dogs 2 produzido pela equipe da Gomídia:

 

Conheça The Last War, o survival da equipe WolfB

Um game bem ambicioso está sendo produzido pela equipe brasileira do WolfB, mas para se tornar real precisa de ajuda no site de crowdfunding Kickante. O jogo em questão chama-se The Last War, um survival horror com foco em multiplayer online onde os jogadores precisam resistir ao apocalipse zumbi que varreu a maior parte da civilização. De acordo com os desenvolvedores, o grande destaque deve ser o nível de dificuldade, pois este está sendo aprimorado para tornar o jogo o mais desafiador possível.

O game permite que o jogador alterne a visão da câmera entre 1º e 3º pessoa, de modo que os jogadores deixem o jogo da forma que considerem melhor para jogar. The Last War está em desenvolvimento há cerca de um ano e tem influências em jogos bastante conhecidos do público gamer, como DayZ e Infestation.

Além de ser o primeiro projeto do gênero produzido por brasileiros, The Last War também quer inovar em outros aspectos, como a introdução do grupo A Ordem. Formada por administradores, a Ordem é um grupo criado com o objetivo nos servidores e monitorar a ação dos jogadores e, assim que algum player tentar burlar o sistema anticheat do jogo, a Ordem sai em seu encalço para assassiná-lo. A intenção é trazer paz para as cidades e eliminar jogadores com reputação negativa da jogatina.

Outro aspecto interessante é que o mapa inicial do game é a cidade do Rio de Janeiro. Já imaginou um apocalipse zumbi na Cidade Maravilhosa? Se a equipe conseguir passar demais metas, será incluído o mapa da Amazônia. Quem sabe futuramente eles não incluem mapas de outras cidades brasileiras, como São Paulo e Porto Alegre? Não custa sonhar.

A meta inicial é de R$ 30 mil, que serão utilizados para a compra de equipamentos e licenças de programas para a produção do jogo. A versão inicial terá 10 modelos de armas, quatro personagens jogáveis e três zumbis diferentes (cada um com suas habilidades especiais). A campanha fica no ar por mais 50 dias, então se você gostou do projeto e quer contribuir, corre lá na página do Kickante.

Abaixo tem o trailer de The Last War:

Além da Vida: CR Game Studio lança projeto no Catarse

Além da Vida é um projeto brasileiro que busca financiamento no site de crowdfunding Catarse. Seu grande trunfo para conquistar a simpatia dos jogadores é sua premissa baseada em espiritismo e uma história comovente. Na trama, o jogador assume o papel de um espírito recém-chegado aos portões do paraíso que estão fechados e não o permitem adentrar por causa de sua vida terrena desregrada.

A partir daí, o personagem sai em busca de redenção em uma jornada de autodescobrimento e enfrentando a si mesmo em um mundo abstrato. De acordo com a desenvolvedora, o game baseia-se em escolhas pessoais que irão definir o desfecho da aventura. Além disso, o título buscou inspiração no elogiado Journey do Playstation 3.

O game é em 3º pessoa está em desenvolvimento exclusivamente para PC e deve ser lançado pela Steam com suporte aos idiomas português e inglês. Um ponto interessante é que o game não possui inimigos espalhados pelo cenário e não há meios em que o personagem possa morrer. Além da Vida terá diversos puzzles a serem resolvidos e de forma geral o título será bastante linear, porém com decisões a serem tomadas ao final das fases.

O game é fruto dos esforços do C.R Game Studio, um estúdio independente que conta atualmente com 7 jogos publicados, todos para a plataforma Mobile/Android. A meta de arrecadação é de R$ 15 mil. Quando lançado o game será pago, porém os contribuintes durante a fase de crowdfunding terão direito ao game gratuitamente. Mais informações, descrição e imagens do game estão disponíveis no site da campanha.

Abaixo está o trailer do game Além da Vida:

NC Games confirma que campanha Play Festival continua em setembro

Boa notícia para quem quer aumentar a coleção de jogos sem desembolsar muito: a NC Games, maior distribuidora de games do Brasil, confirmou que a campanha Play Festival continuará válida no mês de setembro. De acordo com a empresa, mais de 280 jogos e 500 mil peças de variadas plataformas como Playstation 3, Xbox 360, Wii e PCs mantém descontos, com preços a partir de R$ 59,90.

A campanha iniciou em agosto e contou com a colaboração de algumas das maiores lojas varejistas do Brasil como Saraiva, Lojas Americanas, Magazine Luiza, Extra, Fnac, entre outras. Alguns dos games que entraram na promoção foram as franquias Call of Duty, GTA, Just Dance, Assassin’s Creed, Diablo etc.

A intenção da campanha é aumentar as vendas e repassar preços mais amistosos aos consumidores finais. Lembrando que a promoção é válida até o dia 30/09 ou enquanto durarem os estoques. Para mais informações sobre a Play Festival e conferir a lista completa de títulos participantes, acesse o site da campanha.

Universe Project: o projeto de game mais ambicioso da história

universe project

Sabe aquelas ideias loucas e futuristas de viver na Matrix? Aquela ideia que já deve ter passado por todo gamer de criar um avatar e fazer o que quiser com ele num mundo virtual? Ter um game que pudesse ser jogado como um game de luta, ou um RPG, ou um gerenciador de construções ao mesmo tempo? Está na hora de conhecer o Universe Project.

Se você joga videogames certamente já pensou que seria o máximo ter um jogo que o deixasse fazer o que quisesse, certo? Candidatos ao posto de “vida alternativa” não faltaram ao longo dos anos, vide The Sims e Second Life que, diga-se de passagem, fizeram muito barulho por aí.

Mas o fato é que um game que permitisse liberdade irrestrita ao jogador parecia muito longe de ser criado, até agora. Um grupo de desenvolvedores decidiu colocar em prática a ideia de criar um universo virtual. Para eles, um game assim só surgiria em mil anos, porém pode ser feito hoje se tiver pessoas dedicadas e recursos necessários.

Conheça o Universe Project

Apelidado de Universe Project, o game promete se tornar uma verdadeira realidade virtual alternativa para todos os jogadores e poderá ser jogado em qualquer plataforma, seja ela PC, consoles, tablets ou smartphones.  Além disso, cada personagem do game será controlado por uma pessoa real, ou seja, nada de NPCs (personagem não jogável).

O game será um gigantesco MMO com um mundo do tamanho do planeta Terra. Os jogadores podem construir suas próprias cidades, plantar coisas, roubar outros jogadores, criar exércitos, enfim, viver uma vida alternativa dentro do jogo, sem que haja leis ou impedimentos para fazer o que sempre quis.

O problema é que um game desse tamanho ainda não existe, e sequer está no forno. A obra demanda recursos financeiros que esses desenvolvedores ainda não têm. Por isso eles planejam lançar uma campanha de crowdfunding para arrecadar a grana necessária para iniciar o processo de desenvolvimento. A meta planejada ainda não foi informada. Os investidores interessados devem mandar seus e-mails no site  da (pré) campanha . De acordo com o site, os futuros doadores na campanha serão contemplados com desconto na hora de comprar o produto final.

Se o projeto vingar e for bem executado, tem tudo para se tornar uma boa razão para abandonar sua vida social. Porém, até que a verba seja garantida, vamos esperar para ver no que vai dar. Abaixo você confere o vídeo da campanha que explica melhor como o game funciona e o plano traçado pelos desenvolvedores:

Conte até 10: campanha ganha jogo para mobile e Facebook

Conte até 10

Sabe aquela campanha do Conselho Nacional do Ministério Público chamada “Conte até 10. Paz. Essa é a Atitude” que vai ao ar frequentemente nos canais de televisão? Aquela em que alguns dos maiores lutadores brasileiros como o Anderson Silva, Júnior Cigano, Leandro Guilheiro e Sarah Menezes aconselham a manter a calma em discussões banais a fim de evitar homicídios por qualquer bobagem?

Pois bem, a ação do Ministério não se resumiu apenas em colocar o comercial no ar e cartazes pelas cidades, mas sim lançar um game para mostrar às pessoas que a tranquilidade é o melhor caminho. Chamado Conte até 10, o game já tinha versão beta para as plataformas iOS e Android e já estava disponível para download gratuito.

O game foi criado pelas empresas Firasoft e Move Games e a versão definitiva do game acabou de sair agora no dia 29 de novembro de 2012 em um evento de lançamento na FNAC do ParkShopping em Brasília, DF. O lançamento contou com uma palestra dos desenvolvedores contando como foi o processo de criação e como funciona o game.

Entenda o game Conte até 10

O esquema de jogo é bem simples: você controlará os atletas retrocitados que encararam situações do cotidiano, aquelas que costumam enervar qualquer um, porém ao invés de sair no sopapo, os jogadores devem manter a calma para pontuar. Algumas situações retratadas no jogo envolvem o trabalho, discussões no trânsito e baladas. Assim que um início de confusão iniciar, basta contar até dez para que a raiva passe e nada de ruim aconteça. O jogador que provar paciência e ganhar um bom número de medalhas destrava um jogo bônus. O objetivo é testar a paciência mesmo.

Para os jogadores de Facebook haverá um ranking especial mostrando quais são os estados mais calmos e os mais encrenqueiros. A competição será entre os estados para ver qual é o estado brasileiro mais pacífico de todos em um ranking. No dia 7/12/2012 haverá o sorteio de uma camiseta autografada por cada um dos lutadores, entre os jogadores das unidades da federação mais “pacíficos” no ranking do game. Ou seja, se você tiver calma poderá pegar uma camiseta autografada pelo Anderson Silva!

O game foi criado pelas empresas Firasoft e Move Games e é uma das ações da Campanha Conte até 10, que já gerou vídeos e músicas a fim de evitar a violência gratuita entre os estressadinhos de plantão.

Acigames promove nova campanha para baratear games e combater a pirataria

Após o movimento Jogo Justo, a Acigames resolveu promover mais uma ação com a finalidade de reduzir os preços dos games e combater a pirataria. A campanha chamada “Eu Tô Legal” irá promover comerciantes e lojistas que trabalham com produtos legalizados, além disso, a campanha irá prestar esclarecimentos aos consumidores o que se ganha quando você compra produtos originais.

A campanha começara durante o evento Game World 2012, entre os dias 30, 31 e 1º de abril e contará com mais de 20 títulos que terão o preço reduzido, esses títulos, obviamente estão disponíveis para as principais plataformas do mercado. A lista de jogos, preços e lojas participantes da campanha estão disponíveis no site da Acigames.

“A pirataria é o maior problema para o mercado de games nacional. Enquanto não conscientizarmos o consumidor que ao adquirir um produto pirata ele está lesando não só a indústria e o comércio, mas também a si próprio este cenário não irá mudar”, analisa Moacyr Alves, presidente da Acigames.

De acordo com os organizadores, esta será a maior ação já realizada pela Acigames e deverá se estender até que os estoques se esgotem. Vale lembrar que a feira Game World ocorre no Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca em São Paulo. O GameReporter irá acompanhar de perto esta ação para informar a você, leitor, como serão as coisas.