Arquivo da tag: big festival

BIG Festival abre inscrições para a premiação de melhores jogos independentes

Já imaginou seu game tornando-se famoso por todo o Brasil? Esta é a sina dos jogos que aparecem no BIG Festival (Brazil’s Independet Games Festival). A organização do evento divulgou que os desenvolvedores de jogos do mundo todo já podem inscrever suas criações na principal premiação do BIG Festival. As inscrições vão até o dia 23 de abril e devem ser feitas através do site oficial do evento.

A quinta edição do BIG Festival acontecerá de 24 de junho a 2 de julho, no Centro Cultural São Paulo, na capital paulista, mesmo ambiente das últimas edições. Os jogos finalistas estarão disponíveis para o público em computadores, tablets, smartphones e consoles em uma exposição gratuita em que os visitantes podem testa-los e votar em seus favoritos, inclusive jogos em Realidade Aumentada e Virtual.

Os games inscritos serão analisados pelo Comitê de Seleção do festival e os selecionados irão competir em diversas categorias, como Melhor Jogo, Melhor Gameplay, Melhor Som, Melhor Arte, Melhor Narrativa entre outras. Em 2016, o jogo brasileiro Horizon Chase, da desenvolvedora gaúcha Aquiris Game Studio, foi consagrado como o melhor do evento, vencendo na escolha do júri.

A expectativa é que o evento supere o sucesso do ano passado, quando o BIG Festival recebeu a inscrição de 515 jogos de 48 países diferentes, sendo quase metade deles (232) produzidos no Brasil. Foram 18 mil visitantes em 2016, sendo 2.400 profissionais do setor. “Em 2017 consolidaremos o Brasil como o “hub” de negócios internacionais na América Latina, um feito extraordinário para um setor tão efervescente como o dos Games”, diz Eliana Russi, organizadora da área de negócios do BIG Festival.

 

Serviço – 5º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 24 de junho a 2 de julho (Segunda, 26, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita

ADjogosRS celebra resultados do BIG Festival

O BIG Festival já passou, mas ainda tem uma galera comemorando os resultados obtidos na feira. Entre os mais contentes estão as empresas filiadas à ADJogosRS (Associação de Desenvolvedores de Jogos Digitais do Rio Grande do Sul), pois além de participar e mostrar deus jogos, algumas empresas ministraram palestras e nada menos que três devs abocanharam as principais categorias na premiação, incluindo Melhor Jogo e Melhor Jogo Brasileiro.

A comitiva levada pela ADjogosRS à São Paulo contou com 14 empresas associadas. No total, os representantes das empresas gaúchas participaram de 180 reuniões, tanto dentro quanto fora do matchmaking e as expectativas são de resultados positivos neste período pós-evento. A oportunidade serviu para discutir parcerias e futuros negócios com empresas de outras regiões do Brasil. De acordo com Ivan Silveira, diretor executivo da ADJogosRS, a intenção é atrair mais expositores para o DASH, evento da organização gaúcha que deve ocorrer em outubro.

Gaúchos filiados à ADjogoRS levaram os principais prêmios do evento

Como se não bastasse, durante a cerimônia de premiação, realizada no dia 30 de junho, três empresas gaúchas venceram em diferentes categorias. A Rockhead Games, de Porto Alegre, venceu a categoria Melhor Jogo Brasileiro, pelo título Starlit Adventures. Já o jogo Horizon Chase, da também porto-alegrense Aquiris Game Studio, faturou o prêmio na categoria Melhor Jogo. Essa foi a primeira vez que um game desenvolvido por uma empresa brasileira venceu a categoria. A Imgnation Studios venceu o prêmio BIG Starter Entretenimento, pelo jogo Monowheels VR.

“Horizon Chase ter vencido como Melhor Jogo do BIG foi incrível. E também histórico, já que foi a 1ª vez que um brasileiro venceu a principal categoria do festival. A Aquiris está em festa! Em especial porque um prêmio com esta grandeza avaliza ainda mais a importância de Horizon Chase como um dos principais jogos já feitos pela indústria nacional até hoje”, declarou o CEO da Aquiris Game Studio, Israel Mendes.

A ADJogosRS não chegou a dar maiores detalhes sobre o DASH, mas a movimentação da organização em busca de novos expositores e parceiros serve de indicativo de que as coisas devem começar a ser divulgadas em breve.

BIG Festival 2016 bate recorde de público

Ainda que o BIG Festival tenha começado de maneira tímida lá em 2012, hoje o evento já pode ser considerado um dos maiores e mais importantes do calendário gamer brasileiro em sua quarta edição. De acordo com estimativas da organização do evento, mais de 18 mil pessoas compareceram ao Centro Cultural São Paulo nos nove dias de evento para conferir os mais de 60 jogos disponíveis.

O número de visitantes equivale a mais de 5400 pessoas da edição anterior. Um verdadeiro recorde! Desse total, 2.400 foram profissionais que participaram do BIG Business Fórum, onde foram realizadas mais de 1.500 reuniões de negócios entre empreendedores brasileiros e internacionais. O evento realizou, ainda, 70 palestras que abordaram temas diversos relacionados aos games, desde sua concepção até a distribuição.

Como se não bastasse, houve um anúncio que pode modificar a interação entre o setor de jogos eletrônicos e o governo: foi anunciado que a Aquiris Game Studio, desenvolvedora de Porto Alegre (RS), será a primeira empresa brasileira de games a receber recursos do BNDES Procult, programa que financia negócios de empresas de todas as cadeias produtivas da economia da Cultura. O investimento de R$ 1,5 milhão foi anunciado por Luciane Gorgulho, chefe do departamento de economia da cultura do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no dia 1 de julho, um dia depois da premiação do festival.

Por falar na Aquiris, o prêmio de Melhor Jogo do ano entre os desenvolvedores independentes ficaram com esses Gauchos. O game Horizon Chase, da Aquiris, levou o prêmio de “Melhor Jogo”. Esta é a primeira vez que uma empresa nacional ganha a categoria no BIG Festival.

Outros dois jogos brasileiros foram premiados no BIG Festival. Starlit Adventures, da Rockhead Games, também de Porto Alegre, foi o vencedor na categoria “Melhor Jogo Brasileiro”. Na categoria “Voto Popular”, quem levou foi Deed – The Game, da Sinergia Studios, de São Paulo. Ape Out, do estúdio norte-americano Gorilla Loves Company, venceu em duas categorias, “Melhor Gameplay” e “Melhor Som”.

Nas categorias BIG Starter, dedicadas a jogos brasileiros ainda em fase de produção, os vencedores foram Vetor, da Supernova Indie Games, como “Melhor Jogo Educacional”; e Monowheels VR, da IMGNATION Studios, como “Melhor Jogo de Entretenimento”.

Abaixo tem um vídeo do canal IGN Brasil sobre o que de melhor rolou no BIG Festival:

Super Button Soccer estará no BIG FESTIVAL

Um dos jogos de destaque no BIG Festival será o indie Super Button Soccer, da desenvolvedora indie Smyowl. O título já havia sido apresentado em versão alfa durante a Brasil Game Show, mas agora o público tem a oportunidade de colocar as mãos em uma versão mais trabalhada do projeto. O BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival), festival de jogos independentes acontece de 29 de junho a 02 de julho, no Centro Cultural São Paulo, em São Paulo.

Além de apresentar o jogo em um estande estilizado, a Smyowl irá se apresentar ao público formalmente através de um show case denominado “Empresas Brasileiras que Desenvolvem para Diferentes Plataformas”, que acontece no dia 30 de junho, das 14h às 15h.

Na ocasião, o diretor da Smyowl, Mauricio Alegretti, falará sobre a experiência da Smyowl na criação de jogos para dispositivos móveis (iOS, Android e Windows Phone) e desktop (Windows e Steam), e sobre o desenvolvimento de Super Button Soccer. É uma oportunidade para conhecer mais sobre o jogo e a desenvolvedora.

Para quem não conhece, Super Button Soccer é um game com perfil de e-Sport focado em competições e partidas multiplayer locais e online. Tem modo de treinamento contra jogadores controlados pelo computador, modo single player, times variados, botões de borracha, metal e magnetizados, que podem ser combinados mediante as habilidades e estratégias na hora de colocar o time em campo.

A jogabilidde é fácil de aprender e as partidas costumam ser bastante divertidas, não por acaso este foi um dos games mais comentados da área indie da BGS 2015. A expectativa é que durante o BIG o título ganhe ainda mais notoriedade.

Serviço – Super Button Soccer no Big Festival

Quando: de 29 de junho a 02 de julho
Onde: Centro Cultural São Paulo – São Paulo

BIG Impact realiza série de palestras educativas dentro do BIG Festival

Além das palestras e exibição de jogos, o BIG Festival terá um espaço especial dedicado a mostrar casos de sucesso que envolva jogos como meio de aprendizado, seja em que área for, como robótica, ciências, nutrição etc. Esses cases de sucesso serão apresentados e debatidos no BIG Impact – uma das iniciativas do BIG Festival – que acontece de 1 a 3 de julho, no Centro Cultural São Paulo.

De acordo com a organização, serão realizadas 10 apresentações entre painéis, palestras e workshops que debaterão iniciativas que transformem a sociedade de forma positiva: em 1º de julho, vai das 13h30 às 17h30, na Sala Paulo Emílio; em 2 de julho, das 14h às 19h30, na sala Adoniram Barbosa; e em 3 de julho, das 15h às 17h também na sala Adoniram Barbosa. A interação entre robótica, jogos e aprendizado será um dos pontos de destaque no BIG Impact.

Uma das empresas que marcarão presença no BIG Impact será a Novelis, líder do ramo de alumínio e patrocinadora de três grupos que se dedicam a criar robôs e disputar torneios mundiais, como o FIRST Robotics, nos EUA. A Novelis será representada por Carlos Vinícius Castro, engenheiro da empresa, que irá se apresentar no dia 2 às 15h15, ao lado de representantes das equipes CEPHATRON, ETEP e Trail Blazers. A programação continua no domingo, dia 3, com demonstrações dos robôs criados pelos times.

Outro projeto que será apresentado no BIG Impact é o aplicativo Qranio, vencedor do prêmio “App do Ano na América Latina”, do Facebook, em 2015. Trata-se de um jogo de perguntas e respostas que estimula o aprendizado em diversas disciplinas, como astronomia, artes, história e literatura, além de permitir ao usuário responder questões de Ensino Fundamental ou do ENEM. Além disso, haverá um painel no dia 1º de julho, sexta, às 14h30, com o mineiro Samir Iásbeck, fundador e CEO de Qranio, que irá explicar como o aplicativo tornou-se um sucesso. Atualmente, a empresa vale cerca de R$ 20 milhões no mercado.

Outra empresa convidada é a Fun Academy, empresa criada pela Rovio, cujo objetivo é desenvolver serviços e ferramentas para professores, alunos e pais, que promovam um aprendizado divertido. Uma dessas ferramentas é o Angry Birds Playground, um programa educacional voltado às crianças em idade pré-escolar, de 3 a 6 anos. O programa é tão popular que já até está sendo utilizado em escolas da Finlândia, Estados Unidos, China e Singapura. A empresa está em fase de negociações para trazer o modelo ao Brasil.

O brasileiro Fábio Florencio, Diretor de Game Design na Fun Academy, irá realizar uma palestra no dia 2 de julho as 14h30 para explicar como a empresa mistura games e educação.
Entre outros projetos que serão abordados no BIG Impact, estão o game Legião dos SuperPoderes, da PushStart, que mostra vantagens de uma boa alimentação para crianças do ensino primário e fundamental; Playtable, da Playmore, uma mesa interativa usada no ensino multidisciplinar; e um painel sobre aplicações sérias dos jogos, como na área da saúde.

Além deles, haverá muitos outros palestrantes importantes de diferentes empresas e entidades como a FGV, Fundacao Casa, TV Escola, 2Mundos etc. A intenção é mostrar projetos e opiniões de diversos responsáveis pela educação e cultura dos mais jovens que incentivam os games como forma de aprendizado. Como se não bastasse, o BIG Festival vai premiar games voltados para Educação e Meio Ambiente. O Melhor Jogo Educacional ou de Aprendizagem vai levar R$ 5.000,00; o Melhor Jogo Ambiental R$ 2.000,00. No site do evento tem a lista de todos os convidados, palestrantes e games na disputa pelos troféus.

Serviço – BIG Impact – 4º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 25 de junho a 3 de julho (segunda, 27, não abre; quarta, 29, fecha às 17h)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
BIG Impact – de 1 a 3 de julho
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita

BIG Business Forum recebe empresários e investidores internacionais em São Paulo

O BIG Festival promete ser uma oportunidade única para os desenvolvedores indies, afinal de contas haverão milhares de visitantes e veículos de comunicação presentes, o que garante possibilidade de visibilidade instantânea. Além disso, os organizadores do evento preparam paralelamente o Big Business Forum, um encontro entre desenvolvedores, publishers e empresários do setor de games de vários países. A intenção é que os desenvolvedores locais apresentem seus projetos a fim de firmar parcerias com as grandes players do mundo.

De acordo com a organização do evento, o BIG Business Forum posiciona o Brasil como hub de negócios na região. O Forum acontece de 29 de junho a 1 de julho, paralelo às atividades abertas ao público do BIG Festival, que vai de 25 de junho a 3 de julho, no Centro Cultural São Paulo. As inscrições para participar do BIG Business são feitas através do site do BIG e está aberta desde o dia 23.

O fórum BIG Business é uma das ações do BGD, Projeto Setorial de Exportação Brazilian Game Developers, uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a ABRAGAMES, Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos.

Para facilitar a vida dos produtores, neste ano foi lançada uma ferramenta online de agendamento de reuniões, o que amplia muito a capacidade de geração de acordos no evento. Empresas como Google, Autodesk, Unity, Intel e Epic também estarão disponíveis para agendamento de reuniões one-on-one. Serão quatro dias dedicados a painéis, keynotes, palestras, workshops, discussões, reuniões e negociações. O objetivo é fortalecer a indústria brasileira de jogos digitais, capacitando e criando novas oportunidades de negócios para as empresas brasileiras no mercado internacional.

Ao todo, o fórum terá a presença de mais de 50 convidados internacionais, entre eles Mike Foster, da Sony; Sam Carslyle, da Microsoft; Karim Farghaly, da Bandai Namco; e Antoine Routon, da Square Enix. Bem como representantes de empresas como Rovio, Fun Academy, Vungle e Execution Labs, além de uma delegação de empresas francesas que incluem Digital Plug In, Ankama, BiP Media e a Atelier 801, com o jogo Transformice, que conta com milhões de fãs no Brasil. Os participantes poderão acompanhar mais de 50 atividades diferentes, incluindo uma sessão de pitch em que os convidados irão analisar e selecionar o melhor projeto de game brasileiro, o BIG Starter.

No dia 2 de julho, o fórum se estende para discutir duas novas verticais de negócios: o BIG Playable City, que reflete e interage no espaço urbano, buscando criar uma cidade mais interativa; e o BIG Impact, iniciativa dedicada a jogos com impacto positivo, que transformam a sociedade.

Abaixo tem uma lista contendo alguns dos convidados internacionais já confirmados no BIG Business Forum:

Mike Foster – Sony/Playstation
Jamie Cason – Miniclip
Jason Della Rocca – Execution Labs
Antoine Routon – Square Enix
Joel Breton – HTC
Reginaldo Valadares – Rovio
Sam Carslyle – Microsoft
Bryan Davis – BBB
Benjamin Wolf – Astragon
Karim Farghaly – Bandai Namco
Fernando Sansberro – Uruguayan Game Developers Association
Rodrigo Contreras – Gamaga
Francisco Diaz – CVA Peru
Astrid Huntjens – Spil Games
Paweł Feldman – 11 bit Studios
David B. Hoppe – Gamma Law
Agustín Cordes – ADVA
Mario Valle Reyes – Electronic Arts
Martina Spaas – FGL
Fabio Florêncio – Fun Academy/Rovio
Paul Hanraets – Gambitious
Melinda Montaño – Kongregate
Piotr Iwanicki – Superhot
Steve Escalante – Versus Evil
Martín Meléndez – One Simple Idea
Anton Fok – Vungle
Julian Osterwalder – Vungle
Mark Leaver – Playable City
Matthew Handrahan – GamesIndustry.biz

Delegação de empresas francesas presentes no BIG Business Forum:

Eddy Léja-Six – Isart
Francis Ingrand – SNJV LE GAME
Julien Villedieu – SNJV LE GAME
Hervé Sohm – Ankama
Katleen Evers – Plug in Digital
Laure Casalini – Rubika
Maxime Dumas – Persistant
Melanie Christin – Atelier 801
Michael El Baki – Clan of the Cloud
Michael Jegat – Intellysurf
Nicolas Bensignor – Playsoft
Paulliane Balduino dos Santos – Atelier 801
Sam Dahmani – 3DUO
Steven James Filby – Motion Twin
Thierry Platon – BIP Media
Vincent PERCEVAULT – G4F
Xavier Liart – Playdigious
Yoan Fanise – Digixart

Serviço – 4º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)
De 25 de junho a 3 de julho (Segunda, 27, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Dia 29, quarta, fecha às 17h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Inscrições BIG Business Forum: a partir de 23 de maio em www.bigfestival.com.br
Entrada: Gratuita

Horizon Chase está entre finalistas de “Melhor Jogo” do BIG Festival

O BIG Festival já tem seus finalistas definidos. O grande destaque é o jogo Horizon Chase, da Aquiris Game Studios, que está disputando em três categorias da premiação (Melhor Jogo, Melhor Jogo Brasileiro e Melhor Gameplay). Esta é a segunda vez que um título brasileiro concorre na principal categoria do BIG Festival. Em 2015, o game Treeker: Os Óculos Perdidos, da desenvolvedora brasileira Blu Box Soft, também concorreu na categoria, vencida pelo jogo This War of Mine, da polonesa 11 bit studios.

Para quem não conhece, Horizon Chase é um game de corrida para dispositivos móveis, que faz homenagem aos clássicos jogos de corrida da geração 16 bits. Este ano, foram 515 jogos inscritos, de 48 países diferentes, e quase a metade deles (232) produzidos no Brasil. Os vencedores serão divulgados em 30 de junho, na cerimônia de premiação do evento, no Centro Cultural São Paulo.

De acordo com a organização, serão distribuídos R$ 52 mil em prêmios, divididos da seguinte forma: Melhor Jogo (R$ 10 mil), Melhor Jogo Brasileiro (R$ 15 mil), Melhor Jogo da América Latina (R$ 15 mil), Melhor Jogo Educacional ou de Aprendizagem (R$ 5 mil), Melhor Jogo Ambiental (R$ 2 mil). Os outros R$ 5 mil irão para o game eleito pelos visitantes do evento, que no ano passado recebeu mais de 12.600 pessoas. A entrada é gratuita e o público pode testar todos os jogos finalistas.

O evento oferece ainda BIG Business Fórum, o fórum de negócios do festival; exposição gratuita dos jogos finalistas; e o BIG Booth, que contará com a presença de 20 desenvolvedoras brasileiras apresentando seus jogos. Abaixo tem a relação dos finalistas do BIG Festival:

Melhor Jogo
– Horizon Chase (Aquiris Game Studio), do Brasil
– Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
– Pavilion (Visiontrick Media), da Suécia

Melhor Jogo Brasileiro
– Horizon Chase (Aquiris Game Studio)
– Skytorn (Skytorn)
– My Night Job (Webcore Games)
– Dandara (Long Hat House)
– Jake and Tess’ Finding Monsters Adventure (Black River)
– Ninjin: Clash of Carrots (Pocket Trap)
– Star Vikings (Rogue Snail)
– Starlit Adventures (Rockhead Games)
– Möira (Onagro Studios)
– Zone of Lacryma (OopHok)

Melhor Jogo da América Latina
– Ernesto (Ernesto Team), da Argentina
– Kingdom Rush Origins (Ironhide Game Studio), do Uruguai
– BalanCity (Souvegames), da Argentina
– The Interactive Adventures of Dog Mendonça & Pizzaboy (OKAM Studio), da Argentina
– Rex Odyssey (Brainhold Games), da Argentina

Melhor Arte
– Jake and Tess’ Finding Monsters Adventure (Black River), do Brasil
– Black the Fall (Sand Sailor Studio), da Romênia
– Bulb Boy (Bulbware), da Polônia
– Pavilion (Visiontrick Media), da Suécia
– Optikammer (Optikammer), da Grã-Bretanha
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– The Interactive Adventures of Dog Mendonça & Pizzaboy (OKAM Studio), da Argentina

Melhor Gameplay
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– Tricky Towers (Weirdbeard Games), da Holanda
– Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
– Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
– My Night Job (Webcore Games), do Brasil
– Clustertruck (Landfall Games), da Suécia
– Horizon Chase (Aquiris Game Studio), do Brasil

Melhor Narrativa
– The Magic Circle (Question), dos Estados Unidos
– Late Shift (CtrlMovie), da Suiça
– Antioch: Scarlet Bay (Mi Clos Studio, FibreTigre e Midnight Mood Studio), da França
– Replica (Somi Games), da Coreia do Sul
– Hacknet (Team Fractal Alligator), da Austrália
– Swaptales: Leon! (Witty Wings), da França
– Wheels of Aurelia (Santa Ragione), da Itália

Inovação
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– The Magic Circle (Question), dos Estados Unidos
– Calendula (Blooming Buds Studio), da Espanha
– Screencheat (Samurai Punk), da Austrália
– Stifled (Gattai Games), de Singapura
– INVERSUS (Hypersect), dos Estados Unidos
– Antioch: Scarlet Bay (Mi Clos Studio, FibreTigre e Midnight Mood Studio), da França

Melhor Som
– Ape Out (Gorilla Loves Company), dos Estados Unidos
– Skytorn (Skytorn), do Brasil
– The Aquatic Adventure of the Last Human (YCJYgames AB), da Suécia
– SUPERHOT (SUPERHOT Team), da Polônia
– Mini Metro (Dinosaur Polo Club), da Nova Zelândia
– Epistory – Typing Chronicles (Fishing Cactus), da Bélgica

Melhor Jogo Ambiental
– Doti-Doti no Gaea (Loud Noises), do Brasil
– Cloud Chasers – A Journey of Hope (Blindflug Studios), da Suiça
– Deed – The Game (Sinergia Studios), do Brasil

Melhor Jogo Educacional ou de Impacto Social
– Optikammer (Optikammer), da Grã-Bretanha
– It’s Spring Again (Asya Yurina), da Rússia
– Figurado (Antworks Studio), do Brasil
– Peronio Pop-Up Book (Ovni Studios), do Brasil
– Carcará – Asas da Justiça (Supernova Indie Games), do Brasil

Serviço – 4º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 25 de Junho a 3 de Julho (Segunda, 27, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Dia 29, quarta, fecha às 17h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Inscrições para o BIG Business Forum: A partir de 16 de maio emwww.bigfestival.com.br
Entrada: Gratuita

BIG Festival recebe inscrições de 515 jogos de 48 países

O BIG Festival 2016 promete ser um dos mais disputados dos últimos anos, pois a organização do evento recebeu nada menos que 515 inscrições vindas de 48 países. O número representa um recorde que demonstra a importância que o evento vem recebendo a cada nova edição. Com tantos inscritos, é possível que o número de visitantes seja ainda maior que a edição anterior, que levou mais de 12 mil pessoas ao Centro Cultural em 2015.

O evento deste ano acontece de 25 de junho a 03 de julho, novamente no Centro Cultural São Paulo, na capital paulista. A maioria dos jogos inscritos, 232, são de estúdios brasileiros, o que representa 45,1% do total. Estados Unidos (36 jogos), Canadá (26) e França (24) vêm logo atrás em número de inscritos. Considerando a plataforma, 57,5% do total são jogos para computador, 35,7% para mobile, 5,6% para navegadores, 0,8% para consoles e 0,4% para outras plataformas.

Destes 515 jogos inscritos, serão selecionados aproximadamente 40 títulos finalistas (a data aproximada para a divulgação dos finalistas é 13 de maio), e todos estarão disponíveis em uma exposição aberta ao público. Os visitantes do BIG Festival poderão testar os jogos de forma gratuita e também contribuir votando em seus favoritos.

Os games serão analisados pelo Comitê de Seleção do festival e os finalistas irão competir nas categorias Melhor Jogo, Melhor Jogo da América Latina, Melhor Jogo Brasileiro, Melhor Som, Melhor Arte, Melhor Narrativa, Melhor Gameplay, Inovação, Melhor Jogo Educacional ou de Impacto Social e Voto Popular, além de uma premiação especial para o Melhor Jogo Ambiental, uma adição nova ao evento. Ao todo, serão distribuídos R$ 52 mil em prêmios, além da visibilidade que o BIG Festival garante aos vencedores.

Confira tabela com os números de inscritos no BIG Festival:

unnamed (1)

unnamed

 

Serviço – 4º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)

De 25 de Junho a 3 de Julho (Segunda, 27, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita

BIG Festival 2016 receberá delegação de 15 empresas francesas

A cada ano que passa o BIG Festival fica maior e mais interessante. A edição 2016 promete se tornar um marco entre os eventos de jogos independentes no Brasil graças a variadas atrações e jogos de alta qualidade. A novidade do BIG Festival 2016 será a presença de uma verdadeira delegação de produtores franceses que virão mostrar seus jogos.

De acordo com a organização, haverá nada menos que 15 empresas francesas no evento. O motivo para isso é que o BIG Festival 2016 irá homenagear a Franca e a vinda de tantas empresas deve-se a uma parceria com a Embaixada da França e com o SNJV (Sindicado Nacional dos Videogames, em Francês).

De acordo com Francis Ingrand, Vice Presidente da SNJV e Presidente da The Game, um programa dedicado à promoção internacional da indústria francesa de videogames, “A missão é uma excelente oportunidade para as empresas francesas se familiarizarem com os mercados Latino-Americano e Brasileiro, além de compartilhar nossa experiência e compreensão da indústria dos games com as empresas brasileiras”.

A ideia é que além de mostrar seus jogos, esses produtores franceses realizem palestras dedicadas a dar mais visibilidade à indústria francesa de jogos para os empresários e visitantes brasileiros. Além de produtores, a delegação compreenderá empresas que atuam em diversos ramos da indústria de jogos eletrônicos, como publicação, educação, localização, distribuição e sonorização.

Ainda que a maioria das empresas visitantes não seja muito conhecida do grande público, algumas delas são figuras carimbadas da indústria tais como a Ankama (Dofus e Dofus Arena); a Playsoft, desenvolvedora de jogos mobile; e Atelier 801, estúdio independente francês responsável pela criação do sucesso online Transformice.

As empresas francesas participantes do BIG Festival 2016 são a Ankama, Persistant Studios, BiP Media, G4F, Digixart,Playdigious, Motion Twin, Plug In Digital, Intellysurf, Rubika, ISART DIGITAL, Clan of the Cloud, Atelier 801, Playsoft, 3DDUO. Além de todas essas empresas, haverá jogos e produtores brasileiros também, de modo que o BIG Festival 2016 se torna um evento de proporções globais. É uma ótima oportunidade para conhecer jogos de outros países e a cultura de produção francesa.

Serviço – 4º BIG Festival 2016 (Brazil’s Independent Games Festival)

De 25 de Junho a 3 de Julho (Segunda, 27, não abre)
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita

Paço das Artes recebe exposição de games

Há muito tempo se discute se videogames são considerados obras de arte. Muitos consideram que não, outros tantos defendem veementemente que os jogos eletrônicos são formas de expressão artísticas tão válidas quanto o cinema. Independente do que você acredita, o pessoal da PPG Design da Universidade Anhembi Morumbi juntamente com a Secretaria da Cultura de SP reservaram o Paço das Artes para realização de um evento dedicado a unir videogames e arte.

O evento contará com variadas atrações como palestras e debates entre acadêmicos da área como o Ale McHaddo (curador do BIG), Ariel Velloso (designer de jogos), Jane Almeida (docente no Mackenzie), Marcos Cuzziol (gerente de inovação do Itaú Cultural), Gilberto Prado (artista multimídia), Paulo Costa (programador), entre outros. A mediação do debate será feita por Sérgio Nesteriuk (Docente PPG Design). O objetivo é debater o videogame como forma de arte.

Além do debate, haverá uma exposição chamada “Programando o Visível” de Harun Farocki e uma exposição de games pelo BIG Festival. O evento do Paço das Artes deve servir para mostrar os jogos eletrônicos como forma de expressão muito ativa entre as novas gerações e de grande importância para o aprendizado e expressão de muitas pessoas. Não por acaso, o BIG Festival é incentivador do projeto, pois o BIG é caracterizado por mostrar jogos de apelo educacional, artístico e transformador.

O evento inicia na próxima terça-feira (22) às 14 h e vai até o dia 27 com espaço aberto das 11 h às 18 h coma exposição de games com curadoria do BIG Festival. A entrada é gratuita e todas as informações referentes à programação podem ser conferidas no site do Paço das Artes.

Exposição Games no Paço das Artes

Onde: Paço das Artes – Av. da Universidade, 1, Cidade Universitária, São Paulo, SP
Quando: 22 a 27 de março de 2016
Quanto: Gratuito

Games_Arte_Paco